Você está na página 1de 12

1

Índice

Introdução..................................................................................................................................2

Objetivos....................................................................................................................................3

Objetivos Geras:.........................................................................................................................3

Objetivos Específicos:................................................................................................................3

Conceito de Diploma..................................................................................................................4

Objetivos....................................................................................................................................4

Características do Diploma........................................................................................................4

Estrutura do Diploma.................................................................................................................4

Tipos de Diploma.......................................................................................................................5

Certificado..................................................................................................................................6

Para que serve............................................................................................................................6

Características gerais dos certificados.......................................................................................6

Estrutura do certificado..............................................................................................................7

Tipos de Certificados.................................................................................................................7

Certidão......................................................................................................................................9

Objetivo da Certidão..................................................................................................................9

Características de Certidão.........................................................................................................9

Estrutura da Certidão..................................................................................................................9

Tipos de Certidão.....................................................................................................................10

Como se obtém uma certidão?.................................................................................................10

Conclusão.................................................................................................................................11

Referencia Bibliográfica..........................................................................................................12
2

Introdução

Tendo em consideração a necessidade de aprendizagem da cadeira de Técnica de Expressão


em Língua Portuguesa de conhecer o Diploma, Certificado e a Certidão, tendo também
como relevante a concordância do programa de ensino do 1º Ano da cadeira acima
supracitada, iremos abordar o tema dado pelo docente que concerne no plano analítico que
abrange os seus respetivos subtemas.

Realizamos o trabalho da melhor maneira possível para fácil compreensão. Esperamos que ao
decorrer da abordagem do trabalho decepemos as pertinentes dúvidas existentes sobre o tema
em abordagem.
3

Objetivos

Objetivos Geras:
 Abordar sobre o Diploma, Certificado e Certidão.

Objetivos Específicos:
 Identificar objetivos de Diploma, Estrutura, Tipos de Diploma
 Determinar para que serve o Certificado, suas características, Estrutura e tipos.
 Conhecer os objetivos, características, Estrutura, Tipos e como se obtém.
4

Conceito de Diploma

Diploma é um documento oficial que comprova um grau académico, estimula e regula as


atividades de uma instituição.

Objetivos

O diploma tem três objetivos:

 Certificar
 Regulamentar
 Estimular

Características do Diploma

 Deve ser feito num papel aprovado, ligeiramente grossa e descorado nas
extremidades;
 Predomina função informativa e apelativa
 Tempos verbais característicos do presente do indicativo e pretérito perfeito;
 Pessoal gramatical: primeira e Terceira pessoa;
 Nível de linguagem corrente.

Estrutura do Diploma

Dependendo do tipo de Diploma, existe uma ligeira diferença na estrutura mas pode tomar
como base a seguinte:

Cabeçalho: Compreende os seguintes aspetos:

 O emblema da república;
 A identidade da emissora;
 A natureza ou tipo de documento (com o numero e data ser for diploma ministerial).
5

Corpo: Compreende os seguintes aspetos:

 Indicação da entidade emissora e a respetivo categoria;


 Nome da pessoa a quem se destina o diploma;
 Objeto do diploma;
 O local e a data da realização do curso ou evento;
 Médias das notas obtidas (que podem ser expressas de forma quantitativa ou
qualitativa).

Fecho: compreende os seguintes:

 Local e data da emissão do diploma;


 Cargo, categoria e assinatura do agente emissora.

Normalmente o Diploma é entregue ao destinatário em ato solene.

Tipos de Diploma

 Diploma de Honra;
 Diploma de Mérito;
 Diploma de Participação;
 Diploma Académico;
 Diploma ministerial.

Diploma de Honra: é atribuído a uma instituição, funcionário ou individuo que tenha sido o
privilégio de participar num determinado evento.

Diploma de Mérito: é atribuído ao funcionário, estudante ou individuo num processo de


merecimento, por se ter dedicado com o melhor comportamento e na dedicação ou muito
bom na classificação anual.

Diploma de participação: é atribuído a um funcionário ou individuo que tenha participado


um seminário ou curso de certa duração.
6

Diploma académica: passa-se a um estudante que tenha um ciclo académica destacando-se a


media quantitativa ou qualitativa das disciplinas do referido nível.

Diploma Ministerial: este tipo de Diploma tem como objetivo regulamentar as atividades
ministeriais, e passada por um determinado ministério e aprovado pelo conselho de Ministros.

Certificado

Certificado é um documento oficial passada por uma entidade competente com objetivo de
comprovar uma situação, um estado, um facto ou uma qualidade bem como transcreve,
reproduzir ou certificar o conteúdo de um original arquivo numa repartição pública.

Para que serve

Essa necessidade da origem a emissão de documento com forca probatória a que se dá o


nome de certificado que são feitos sobre indivíduos, firmas, associados, etc., para vários
efeitos.

Efeitos para os quais se passam os certificados:

 Atribuição de indivíduos
 Atribuição de herança;
 Para efeitos de trabalhos;
 Para efeitos académicos e;
 Para efeitos de reforma.

Características gerais dos certificados

 É Elaborado na folha A4;


 Os espaços em brancos são traçados para evitar viciações;
 Os verbos aparecem na primeira e Terceira pessoa do presente do indicativo;
 O nível de linguagem usado é corrente;
 O tipo de linguagem é técnico administrativo e técnica jurídica;
7

 Presença de ato de fala certificar ou conferir nomeadamente.

Estrutura do certificado

1) Cabeçalho:
I. Emblema da república
II. Nome do organismo de tutela;
III. Nome da instituição que emite o certificado;
IV. Titulo (certificado).

2) Corpo
I. Identificação da Entidade emissora, indicado o cargo que ocupa na instituição;
II. Certificado de facto;
III. Nome do titular e todos os dados de identificação julgados necessários;
IV. Classificação final.

3) Fecho
I. Formulário Final que é a parte confirmativo do certificado;
II. Local e data;
III. Assinaturas;
IV. Selo branco.

Tipos de Certificados

 Certificados de Habilitações Literárias


 Certificados de Habilitações Técnicos Profissional
 Certificado de Registo Criminal
 Certificado de Habilitação de Herdeiro
 Certificado de qualidade de Juiz
 Certificado de propriedades
8

 Certificado de contagem de tempo de serviços


 Certificado de Origem
 Certificado de Registo matrimonial.

Todos esses certificados são passados a pedido dos interessados depois de confirmados e
conferidos todos os dados necessários.

1) Certificado de Habilitações Literárias

É Passado pelas instituições de ensino oficial o privado ou com competência atribuída pelo
MINEDH, serve para certificar grau académico;

2) Certificado de Habilitações técnico Profissional

É passado pelas instituições de formação técnico-profissional. Serve para dar credibilidade


profissional ao titular de modo a ser devidamente enquadrado na área técnica relativo a sua
formação.

3) Certificado de registo criminal

É um documento que estabelece o perfil individual de ponto de vista criminal podendo o


individuo ser considerado limpa ou constar qualquer crime por ele cometido. É passado pelo
arquivo de identificação civil e deve ser certificado pela pessoa interessada ou pelas
autoridades administrativas ou jurídicas.

4) Certificado de Habilitação de Herdeiro

É passado pela conservatória do registo civil para efeitos de eventos e partilha de bens
pertencentes a família.

5) Certificado de Qualidade de Juiz

É passado pelos serviços de administração local para efeitos de conhecimentos morais e


cívicos do individuo.

6) Certificado de Propriedade

É passado pela conservatória do registo civil e notariado para efeitos de registo de


propriedades.

7) Certificado de contagem de tempo de serviço


9

É passado pelo tribunal administrativo para vários efeitos nomeadamente a aposentação.

8) Certificado de Origem

É passado pelos agentes consultores obedecendo a norma internacional. Serve para certificar
a origem da da pessoa e mercadoria.

Certidão
Certidão – é um documento oficial destinado a comprovar atos constantes de um registo ou
arquivo. É emitido pelas instituições públicas.

É um texto de carácter probatório.

Objetivo da Certidão

O objetivo da certidão é comprovar, Certificar e confirmar a terceiros sobre certos dados ou


situação para uma certa finalidade ou efeito.

Características de Certidão

 Predomina a função informativa;


 Existência de atos de fala para informar;
 Ocorrência de nível de língua corrente;
 O emprego da primeira pessoa gramatical;
 Linguagem clara, corrente, objetivo e concisa.

Estrutura da Certidão

Cabeçalho: Composto por seguinte:


10

I- O emblema da república
II- Identificação da instituição emissora da certidão;
III- O título indica o tipo da certidão em causa;

Tipos de Certidão

a) Certidão Narrativa completa de Registo de Nascimento

Essa certidão comporta os dados relacionados com o registo de nascimento de um individuo,


com o nome de registo, livro e folha de registo, o numero de registo, a data de nascimento, o
nome do individuo registado, sexo, local de nascimento e filiação.

b) Certidão de Óbito

Confirma a morte de alguém. O nome do malogrado, data de nascimento, número de cama


que estava internado, barra da morte, filiação, bairro onde vivia.

c) Certidão de Habilitações de Herdeiros

Confirma a existência de alguma herança para que dela tem direito.

d) Certidão de Habilitação Literária

Certifica a obtenção de um grau académico.

e) Certidão de Registo Predial

Certifica o registo de Edifício com dados referentes e descrição da sua localização,


diminuições, tipos, proprietários, etc.

Como se obtém uma certidão?

Obtém-se através de um pedido expresso por requerimento, as instâncias competentes, que a


emitem depois das conferências de todos dados necessários.

A certidão é emitida pelo representante da instituição em seu nome pessoal, o que nota uma
grande responsabilidade face as declarações nela expressa.
11

Conclusão

No desfecho do presente trabalho, concluímos que para comprovar um grau académico,


estimular e regulamentar as atividades de uma instituição é necessário um Diploma e para
comprovar uma situação, um estado, um facto ou uma qualidade é necessário um certificado,
enquanto, para comprovar um ato consistente de um registo ou arquivo é necessário uma
Certidão.
12

Referencia Bibliográfica

República de Moçambique. Sistema de formação em Administração Publica (SIFAP) Decreto


no55/99, de 09/11. Manual de Português Práticas Administrativas, Setembro de 2008.