Você está na página 1de 1

DESCRIÇÃO RECEBIMENTO Serviços

• CIGARRA tipo externa (de sobrepor), corpo em plástico • O serviço pode ser recebido, se atendidas todas as condi-
de alta resistência, nível sonoro mínimo de 100 dB, ligação ções de projeto, fornecimento e execução.
direta com a rede (110V ou 220V). • Verificar a altura e a rigidez da instalação.
• SIRENE eletrônica, bitonal ou agudo ondulante, tipo corne- • Verificar o correto funcionamento do equipamento.
ta, em 12V ou 24V corrente contínua, com som diferenciado
dos demais dispositivos sonoros existentes, nível sonoro SERVIÇOS
mínimo de 100dB, ligada à central de alarme do sistema 09.08 PONTOS DE INTERRUPTORES E TOMADAS Etapa
para combate a incêndio conforme projeto. 09.08.084 CIGARRA PARA CHAMADA DE AULAS – Comunicação
• Eletrodutos em PVC rígido roscável, aço galvanizado ou ELETRODUTO DE PVC
polietileno, diâmetros conforme projeto. 09.08.087 SIRENE PARA ALARME DE EMERGÊNCIA –
• Fios e cabos conforme projeto. ELETRODUTO DE PVC
• Caixa em PVC, 3"x3", sextavada e dotada de olhais.

Protótipo comercial
SERVIÇOS INCLUÍDOS NOS PREÇOS
09.08.084
E5.02
• Cigarra: • Fornecimento e instalação da cigarra, incluindo caixa,
-- BELLKRON: Fábrica buchas e arruelas. Cigarra/
-- DANVAL: CG06NZA Sirene
• Sirene: 09.08.087
-- ASCAEL: ASC 1235 (12V); ASC 1236 (24V) • Fornecimento e instalação da sirene, incluindo caixa,
-- GEVI-GAMMA: Sirene Corneta Média buchas e arruelas.
-- WALMONOF: SEA
• Caixa: CRITÉRIOS DE MEDIÇÃO
-- IPCL 09.08.084 09.08.087
-- PERGON • un. – por unidade fornecida e instalada.
-- TUBOLINE
NORMAS
APLICAÇÃO • Instrução Técnica nº 19:2004 - Sistemas de detecção e
• A cigarra é usada para assinalar o começo e o término das alarme de incêndio,do CBPMESP.
aulas. Instalar, obrigatoriamente, uma no Pátio Coberto e, • NBR 9441:1998 - Execução de sistemas de detecção e
no mínimo, uma em cada bloco da edificação, no ponto que alarme de incêndio.
permita maior difusão sonora. • Obs.: As edições indicadas estavam em vigor no momento
• A sirene tem por função dar alarme em situações de emer- desta publicação. Como toda norma está sujeita à revisão,
gência. Deve-se colocar uma junto a cada hidrante, conforme recomenda-se verificar a existência de edições mais recen-
indicado em projeto. tes das normas citadas.
• Para ambos os casos, os circuitos devem ser independen-
tes, de acordo com o projeto executivo de elétrica. Revisão 4
Data 18/12/09
EXECUÇÃO Página
• Instalar a cigarra e a sirene a 2,20m do piso ou no teto.
• Ligar os bornes de maneira que assegurem resistência
mecânica adequada e contato elétrico perfeito sem esmaga-
mento do condutor.
1/1
• Durante o andamento da obra, proteger as caixas para
evitar a entrada de cimento, massa, poeira, etc.
• Instalar cada caixa de modo a manter horizontalidade, per-
feito alinhamento e nivelamento com a parede, para permitir
perfeito arremate no momento das instalações dos espelhos.
• Remover os olhais das caixas apenas nos pontos de cone-
xão entre estes e o eletroduto.
• Deixar suficiente extensão de fio nas caixas, para facilitar
as ligações.
• Fixar rigidamente as caixas embutidas em elementos de
concreto, a fim de evitar deslocamentos.
• O ponto de acionamento da cigarra deve ser instalado na
Secretaria e os da sirene devem ser localizados junto a cada
hidrante e um na Secretaria.
• Executar teste de funcionamento, conforme orientação do
fabricante.
Atenção
FICHAS DE REFERÊNCIA Preserve a escala
Quando for imprimir, use
Catálogo de Serviços folhas A4 e desabilite a
função “Fit to paper”
Ficha E2.04 Eletrodutos e conexões de PVC rígido
roscável Respeite o Meio Ambiente.
Imprima somente o ne-
Ficha E2.06 Fios e cabos elétricos cessário
Ficha E5.01 Botão para campainha
Ficha E5.05 Acionador de alarme de incêndio
Ficha E5.06 Central de sistema de alarme de incêndio

Você também pode gostar