Você está na página 1de 1

Como dar sentido ao trabalhar 16 horas por dia.

Esses dias, voltei a um vídeo do Gugu, filho do Olavo de Carvalho, Matrimônio e Vida


Intelectual, e resolvi compartilhar alguns pontos interessantes.
Confesso que não passo 60% do meu dia trabalhando. Nem metade dele. Mas estas
recomendações aumentaram minha produtividade e acredito que funcionam até para os
funcionários públicos.
Há duas perguntas que asseguram o sentido ao trabalho:
1. Por que você faz isso?
2. Por que isso é feito?
A primeira diz respeito às suas motivações (só motivação não basta); a segunda, define sua
utilidade.
Por que você faz o que faz é fácil: pagar contas, ajudar os pais, dar vida digna à esposa e
filhos, viajar, ou sei lá mais o quê.
Por que isso é feito é a novidade. Responder essa pergunta revela a importância de seu
trabalho, imprime significado aos seus esforços.
No meu caso, copywriter, os textos são feitos para informar o cliente, vender produtos que
vão melhorar a vida das pessoas.
Após responder às duas questões, imagine o sofrimento das pessoas se seu trabalho
fosse apagado.
Se não houvesse copy, as páginas de vendas ficariam em branco, e-mails invisíveis,
anúncios mudos. Ninguém nunca teria acesso às soluções. Você não compraria o ONM.
Faça esse exercício agora mesmo, com sua profissão.
Responda aos dois itens e medite sobre o tormento que cairia sobre quem depende de seu
trabalho. Veja a importância de seu função. Perceba como você é essencial aos outros e por
isso mesmo não pode parar.
Quer mais uma dica?
Adicione seus melhores depoimentos em uma pasta e os visite naqueles dias em que parece
que tudo se fecha e o mundo está a conspirar contra você.
Teste esse exercício e veja como é possível injetar mais motivação, foco e alegria em fazer
o que deve ser feito.