Você está na página 1de 17

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

CENTRO DE TECNOLOGIA
DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO
DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO PROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO
DOCENTE: DIOGO CHOIA

MARÇO
2020
DISCENTES: ELISON FERREIRA; LUAN CRUZ

&
&
Barro
MARÇO DE 2020 
BARRO

CONCRETO
Concreto
1
3 Apresentação
4 Conhecendo os clientes
SUMÁRIO

5 Fluxograma
6 Zoneamento
6 Quadro Técnico
7 Processo
7 Estudo de volumetria
8 Antes e depois dos pavimentos
9 Correlatos e materialidade
10 Planta de coberta
11 Planta baixa pavimento térreo
12 Planta baixa pavimento superior
13 Corte AA
14 Planta baixa pavimento térreo
humanizada
15 Planta baixa pavimento superior
humanizada
16 Perspectivas
A Casa Barro & Concreto surge da necessidade de
3 representatividade de um casal. Ele, da metropolitana e
agitada São Paulo, e ela da cidade calma e interiorana de
P a t o s . A c a s aI N b TuRsOc D
a UiÇnÃt Oe gArOa r e s s e s e x t r e m o s n u m ú n i c o l a r ,
numa profusão de texturas e materiais onde a família possa
APRESENTAÇÃO

se estabelece P rR OeJ E TaOmDbEo s p o s s a m s e n t i r - s e a c o m o d a d o s e


n o s t á l g i c o s , sAeRmQ UqIuT e E TeUsRqAu eE ç a m o l o c a l d e o n d e v i e r a m .
A r e s i d ê n c i aU RsBi tAuNaI-SsM e Oe m u m t e r r e n o d e g a v e t a l o c a l i z a d o
no bairro dos Bancários, em João Pessoa. Compreende uma
área total de 600 m² distribuídos em 20 metros de
comprimento por 30 metros de profundidade. com uma área
taxa de ocupação igual a , índice de aproveitamento
construída de 221,96 m² e índice de aproveitamento igual a
24%.
Considerando as condições físico-climáticas sob as quais
o terreno se encontra, com o norte voltado 45º para a
esquerda, e com a direção dos ventos sendo
predominantemente o sudeste, essas características
tornaram a lateral direita do terreno muito mais
privilegiada para situar os cômodos de maior permanência,

BARRO
Barro
com bastante ventilação natural e com a incidência do sol
mais brando vindo do Leste. Enquanto isso, na lateral
direita, menos privilegiada quanto à ventilação e com maior
incidência do sol do poente, esse lado da casa tornou-se
mais propício para se situar as áreas de menor permanência,
como circulação, cozinha e garagem.

&
O pavimento térreo é dotado de uma garagem aberta para

E
dois carros, um terraço que antecede a sala de estar, uma
cozinha integrada com a sala de jantar e um quanto de
hóspedes próximo a um banheiro social, ambos adaptados
para um cadeirante.
Os cômodos do pavimento superior estão distribuídos de

CONCRETO
forma a haver o melhor aproveitamento da ventilação. Por
isso ele apresenta um formato de U, sendo ele composto por

Concreto
uma suíte com closet, situada na fachada principal, um
quarto e um banheiro situados no ponto médio do U, e um
quarto e um escritório no outro braço do U.
A laje em balanço que abraça todo o primeiro pavimento
superior surgiu não apenas na intenção de proteger os
c ô m o d o s d o p a v i m e n t o i n f e r i oMARÇO r d a s i nDEtem 2020 
péries e criar uma
zona comum entre os quartos do primeiro andar, mas
também é um aceno à cidade de Patos, terra natal da
cliente onde são comuns alpendres em balanço no primeiro
pavimento.
A área externa é dotada de circulação em ambas as
laterais. A esquerda se responsabiliza por ligar a garagem à
área gourmet. A direita é acobertada pela já citada laje em
balanço, oferecendo caminho para a horta (que encontra-se
acoplada na parede que delimita a lateral direita do
terreno), e por fim dando de encontro à área de lazer nos
fundos da casa, com a área gourmet e piscina.
Ademais, deu-se preferência ao uso de cores e texturas
que remetessem ao concreto, e de tons terrosos na fachada,
além de usar, quando possível o cobogó, elemento vazado
tipicamente brasileiro e amplamente aplicado no Nordeste.
A casca de madeira que reveste as paredes do primeiro
pavimento serviu para conferir maior materialidade à
fachada, junto da série de pergolados que protegem os
caminhos na lateral esquerda e nos fundos, e das pranchas
de madeira que reveste algumas paredes e o piso da
varanda superior.
4

Bernardo é um agenciador de jogador


CONHECENDO OS CLIENTES

de futebol paulista que estabeleceu-se


em João Pessoa. Aqui procura um lar
que lhe permita desfrutar da companhia
de sua família em sua nova residência.
Dada a natureza de sua profissão, é
recorrente que participe de encontros
formais e que precise recepcionar as
famílias de deus clientes em casa,
exigindo para estes um closet e uma
area gourmet.

Cassandra é uma web designer que


junta de Bernardo procura se
estabelecer em João Pessoa. Busca em
sua nova morada um lar onde possa
trabalhar e cuidar de seus dois filhos.
Vinda de Patos, Cassandra é apaixonada
por cores terrosas, e dada a natureza de
seu trabalho, costuma permanecer o dia
em casa, exigindo para isso um
escritório apropriado. Quando precisa
afastar a cabeça dos trabalho costuma
cuidar da sua horta ou fazer laços de
fita, seus hobbies preferidos. Vez ou
outra seus pais ou sua tia, que é
cadeirante aparecem na cidade,
fazendo-se necessário um quarto de
hóspedes e um banheiro, ambos
adaptados

Irmãos e opostos, os filhos do casal


possuem gostos e temperamentos
bem diferentes. Diego, o mais velho
com doze anos, é mais
intelectualizado, calmo e entusiasta
da astronomia. Enzo, de quatro anos,
é mais hiperativo, interessado em
esportes e apaixonado por futebol
assim como o pai.
5
INTRODUÇÃO AO
PROJETO DE
ARQUITETURA E
URBANISMO

BARRO
Barro
FLUXOGRAMA

&
E
CONCRETO
Concreto MARÇO DE 2020 
6
INTRODUÇÃO AO
PROJETO DE
ARQUITETURA E
URBANISMO
ZONEAMENTO

BARRO
Barro
&
E
CONCRETO
Concreto
QUADRO TÉCNICO

MARÇO DE 2020 
Muitas foram as alterações entre a proposta inicial e o
7 projeto final. A princípio, houve muita indulgência
quando ao dimensionamento de vários cômodos, o
resultou em vários espaços, como horta, cozinha, e sala
d e j a n t a r h i pI e
NrTdRiOmD eU nÇ Ãs iOo n
AaOdos.
A s a l a dPeR OTJ V E T Oe D Ea s a l a d e e s t a r , a n t e s s e p a r a d a s ,
tornaram-se AR u QmUaI T EúTnU iRcAa .E A s a l a d e j a n t a r e a c o z i n h a
PROCESSO

a c a b a r a m s eU R lBi AmNi It Sa M
nO do a um espaço mais essencial e
compacto de 18 m², bem menor comparada a proposta
anterior que tinha quase o dobro desse tamanho. A área
de serviço saiu da extremidade esquerda para aproveitar
um espaço na extremidade direita. A horta, antes
ocupando uma grande área no pavimento superior, passou
a ocupar a lateral direita da residência.
A disposição em U do pavimento superior manteve-se,
havendo apenas algumas permutações no seu conteúdo,
como a troca da posição da suíte pela posição do
escritório e um dos quartos.
A ideia da varanda no pavimento superior sempre
esteve presente, sendo aprimorada na fase final, com a
redução da área do jardim, e a interligação entre as duas
laterais, além do acréscimo de uma pequena área social,
próxima ao escritório.
VOLUMETRIAS

MARÇO DE 2020 
DEPOIS
ANTES
8
ANTES DEPOIS
INTRODUÇÃO AO
PROJETO DE
ARQUITETURA E
PAVIMENTOS TÉRREOS

URBANISMO

BARRO
Barro
&
ANTES E
CONCRETO
DEPOIS

Concreto
PAVIMENTOS SUPERIORES

MARÇO DE 2020 
9 As casas comuns de Patos
foram uma inspiração
importante na definição do
CORRELATOS E MATERIALIDADE

INTRODUÇÃO AO projeto. Como já citado, o


PROJETO DE alpendre superior
encaixou-se de forma
ARQUITETURA E muito conveniente na
URBANISMO volumetria da casa, desde
as propostas iniciais.
Das casas patoenses também
saíram os tons terrosos que
colorem algumas paredes da
fachada

Esta casa em Intermares,


projetada pelo arquiteto
Manoel Farias também foi
outro importante correlato.
A forma que a casa de
apropria dos cobogós e os
manipula para criar um
jogo de luz foi uma forte
inspiração para a aplicação
desse elemento vazado em
alguns pontos do projeto

MARÇO DE 2020 

Esta casa com


revestimento em madeira
na fachada foi uma forte
insfiração para a aplicação
da materialidade. O
revestimento foi aplicado
não só no entorno do 1º
pavimento, mas também
nos contornos das lajes, e
no entorno dos pilares da
garagem
30,00

15

15
15

15
15

15

15
1,855

1,855
2,004

2,004
15 6,423 6,00 9,003 15 5,70 15 2,274 15
-0,30 Churrasqueira

3,705

3,705

15
-0,30
Telhado Fibrocimento

3,02
2,719
Pergolas

4,501
-0,30 12%

4,501

1,30

1,30
Laje Plana Impermeablilizada

15
-3,30

10%

15

131
1,50

2,475
15
15 6,423 15 5,60 10 3,30 10 5,50 10
15 1,30 4,703 2,274 15

15
875 10
Caixa D'agua

10
Algeroz +8,60

10
-0,27

9,13
9,00
Telhado Fibrocimento
20,00

19,70
-0,30

6,503
12%

5,628
5,528
-0,30

7,35
04 04
4 4
15 6,423 1510 14,50 10
15 1,30 6,977 15

15 53 544

15 597
747
Calha
Pérgolas
15 6,423 15,00 1,30 6,977 15
3,845

5,695

5,695

5,695

5,695

5,695
-0,27
2,00

15
15

15

15

15

15
15

15 6,00 15,423 8,277 15


N

COBERTA
1 ESCALA 1 : 100 PRANCHA PROJETO: Casa Barro e Concreto

01/09 LOCAL: Rua Bancário Amaury de Sousa, Bairro Bancários


CLIENTES: IPAU - Cassandra e Bernardo
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Docente: Diogo Choia

ARQUITETURA E URBANISMO - CT Autor


Elison Ferreira Júnior
INTRODUÇÃO A PROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO Luan Cruz

ESCALAS: 1/100 DATA DE ENTREGA: 27/03/2020 ÁREA DO TERRENO: 600,00 m²


ÁREA CONSTRUÍDA: 221,96 m²
TAXA DE OCUPAÇÃO: 24%
Planta de Coberta
ÍNDICE DE APROVEITAMENTO: 0,63
15 29,70 15

15
15
15
15

15
15

2,155 15

15
2,005

1,855

1,855

1,855
2,94
15 5,261 1,162 50 50 50 50 60 80 60 50 50 50 50 9,003 15 5,85 2,274 15

15
15
3,806

3,806

875
15

20 1,15
Area Gourmet

1,436
861
-0,23
-0,30 A= 16,66 m²

2,85

215

50

1,32
10% -0,27

1,20

1,20

1,20

933

20
15 5,261 1,162 5,85 15 9,005 15 3,262 20 2,228 15 2,282 15

15
Garagem -0,27
5,00

809
15

15
Cozinha

5,70
A= 34,21 m² +1,24 S. Jantar

1,706
1,17
+0,00 A= 6,74 m²

1,425
A= 9,50 m²
+0,00
+0,00

2,85
-0,30

2,85
1,68

40

40
15 6,423 3,00 15 2,70 1,25 1,90 15 2,365 3,335 15 6,00 2,277 15

1,025
15
15
-0,27
1,00

+0,00 Circulação
15

1,50

1,50

1,50

1,50
PRINCIPAL
ACESSO

6,423 3,00 15 2,63 22 3,30 A= 17,55 m² 1,40 815 3,335 15 6,00 2,277 15
90

6,92
15
15

15
-0,27
+0,00

5,525

19,70
1,231
+0,00

1,231
4,50
15 6,423 3,00 15 2,85 15 3,00 15 1,40 15 2,14 1,71 15 6,00 2,277 15
15
-0,30 Terraço Sala de Estar +0,00

2,85
A= 13,50 m² A= 8,12 m² +0,00

2,85

1,469
-0,04 -0,02
04 +0,00 04

1,469
15 6,083 34 3,00 15 2,85 3,00 80 3,04 15 1,71 15 2,217 3,332 2,729 15
4 15 Quarto H. WC A.S. 4
A= 9,28 m² A= 6,88 m² A= 4,87 m²

15
15
15
15 6,423 3,00 3,00 15 3,80 15 2,89 15 1,71 15 8,277 15

1,50

1,50

1,50
-0,30
10,16

15 6,423 15,00 8,277 15

5,195

3,695

3,695
7,195

7,195
-0,27

7,096
5,695
-0,27
2,00

2,00
Jardim

2,00

15
15

15

15
15
15

15
15

15 6,00 6,824 1,50 7,099 8,277 15


N

PRANCHA PROJETO: Casa Barro e Concreto


PAVIMENTO TÉRREO
1 ESCALA 1 : 100
02/09 LOCAL: Rua Bancário Amaury de Sousa, Bairro Bancários
CLIENTES: IPAU - Cassandra e Bernardo
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Docente: Diogo Choia

ARQUITETURA E URBANISMO - CT Autor


Elison Ferreira Júnior
INTRODUÇÃO A PROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO Luan Cruz

ESCALAS: 1/100 DATA DE ENTREGA: 27/03/2020 ÁREA DO TERRENO: 600,00 m²


ÁREA CONSTRUÍDA: 221,96 m²
TAXA DE OCUPAÇÃO: 24%
Planta Baixa Térreo
ÍNDICE DE APROVEITAMENTO: 0,63
15 29,70 15

15

15
15
15

15
15

15

15
15

1,855

1,855
2,004

2,004

2,004
15 6,423 6,00 9,003 6,00 2,274 15

3,705

15
5,005
1,701

3,019

2,719
4,501
4,501

1,30

1,30
Laje Plana Impermeabilizada

15
131
10%

131
1,17 15

2,035

2,035
2,065
15 6,423 1,50 3,00 1,35 1,25 80 1,10 15 1,32 3,21 1,32 8,277 15

15 525 15 525 15
Varanda

15

15

308
1,35

74
15 6,423 30 1,20 15 WC 2,70 15 1,35 15 1,90 1,10 15 1,32 18 2,85 15 1,35 1,30 6,977 15
A= 3,65 m² Escritório

1,095 15

1,80

1,55
A= 5,14 m²

15

15
15 6,423 60 90 15 27
Closet 2,43 15 1,50 3,00 1,50 15 15 1,35 8,277 15
2,85

1,35
A= 3,65 m²
Circulação

1,35

15

618
A= 11,76 m²

155

9,00
15
15
19,70

19,70
1,36
15 7,923 15 1,425 1,275 90 15 2,85 15 2,10 15 2,85 15 1,35 1,30 6,977 15
Quarto 02
4,50

Quarto 01 A= 9,06 m²

3,18
Suíte

2,84
WC

2,70

2,70
A= 7,70 m²
A= 9,92 m²
04 A= 3,51 m² 04

1,82
4 4

15

15
15

15
15
15 7,923 15 3,60 15 2,85 15 2,10 15 2,85 15 1,35 8,277 15
1,50

1,50

1,50

1,50

1,50
Varanda

1,50
A= 40,26 m²

15 7,923 13,50 1,30 6,977 15

3,695

5,695
5,695

5,695

5,695

5,695
5,845

2,00
15

15

15
15

15
15
15

15
15 29,70 15
N

PAVIMENTO SUPERIOR
3 ESCALA 1 : 100 PRANCHA PROJETO: Casa Barro e Concreto

03/09 LOCAL: Rua Bancário Amaury de Sousa, Bairro Bancários


CLIENTES: IPAU - Cassandra e Bernardo
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Docente: Diogo Choia

ARQUITETURA E URBANISMO - CT Autor


Elison Ferreira Júnior
INTRODUÇÃO A PROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO Luan Cruz

ESCALAS: 1/100 DATA DE ENTREGA: 27/03/2020 ÁREA DO TERRENO: 600,00 m²


ÁREA CONSTRUÍDA: 221,96 m²
TAXA DE OCUPAÇÃO: 24%
PLANTA BAIXA PRIMEIRO PAVIMENTO
ÍNDICE DE APROVEITAMENTO: 0,63
1,193
Caixa D'agua

1,478
+7,12

771
652

832

1,27
547
336 591
1,42

1,42
0

665 336
55 425

515 425

4,60
425 5
51

1,20
495
535
50
Suíte Quarto 01 WC Quarto 02

2,15
3,30
1,00

1,00

1,00
3,29

2,785
8,90

2,13
75 15 1,10

1,00

1,00
1,25

1,10
+3,00 +3,00 +3,03 +3,01 +3,00

365

25
854

86
75

505

444
Sala de Estar Quarto H. WC A.S Área Gourmet

2,30

4,45
1,00

1,00
2,86

3,20
2,156

2,196

2,14
2,30

2,30
2,58
3015 1,10

1,10
+0,00 +0,00 +0,00 +0,00

97
-0,04 -0,02

15
30 15

-0,30 -0,26 -0,27 -0,30

15
15

18

15
41
45

30

25
15

Corte AA Longitudinal
4 ESCALA 1 : 100

PRANCHA PROJETO: Casa Barro e Concreto

04/09 LOCAL: Rua Bancário Amaury de Sousa, Bairro Bancários


CLIENTES: IPAU - Cassandra e Bernardo
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Docente: Diogo Choia

ARQUITETURA E URBANISMO - CT Autor


Elison Ferreira Júnior
INTRODUÇÃO A PROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO Luan Cruz

ESCALAS: 1/100 DATA DE ENTREGA: 27/03/2020 ÁREA DO TERRENO: 600,00 m²


ÁREA CONSTRUÍDA: 221,96 m²
TAXA DE OCUPAÇÃO: 24%
Corte AA
ÍNDICE DE APROVEITAMENTO: 0,63
FACHADA LATERAL -- SUDOESTE FACHADA LATERAL -- SUDESTE
1 ESCALA 1 : 100 2 ESCALA 1 : 100

FACHADA POSTERIOR -- NORDESTE


4 ESCALA 1 : 100 FACHADA LATERAL -- NOROESTE
3 ESCALA 1 : 100

PRANCHA PROJETO: Casa Barro e Concreto

05/09 LOCAL: Rua Bancário Amaury de Sousa, Bairro Bancários


CLIENTES: IPAU - Cassandra e Bernardo
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Docente: Diogo Choia

ARQUITETURA E URBANISMO - CT Autor


Elison Ferreira Júnior
INTRODUÇÃO A PROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO Luan Cruz

ESCALAS: 1/100 DATA DE ENTREGA: 27/03/2020 ÁREA DO TERRENO: 600,00 m²


ÁREA CONSTRUÍDA: 221,96 m²
TAXA DE OCUPAÇÃO: 24%
FACHADAS
ÍNDICE DE APROVEITAMENTO: 0,63
PLANTA BAIXA HUMANIZADA PAVIMENTO TÉRREO
1 ESCALA 1:1
PRANCHA PROJETO: Casa Barro e Concreto

06/09 LOCAL: Rua Bancário Amaury de Sousa, Bairro Bancários


CLIENTES: IPAU - Cassandra e Bernardo
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Docente: Diogo Choia

ARQUITETURA E URBANISMO - CT Autor


Elison Ferreira Júnior
INTRODUÇÃO A PROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO Luan Cruz

ESCALAS: 1/100 DATA DE ENTREGA: 27/03/2020 ÁREA DO TERRENO: 600,00 m²


ÁREA CONSTRUÍDA: 221,96 m²
TAXA DE OCUPAÇÃO: 24%
Planta baixa humanizada pavimento térreo
ÍNDICE DE APROVEITAMENTO: 0,63
PLANTA BAIXA HUMANIZADA PAVIMENTO SUPERIOR
1 ESCALA 1:1 PRANCHA PROJETO: Casa Barro e Concreto

07/09 LOCAL: Rua Bancário Amaury de Sousa, Bairro Bancários


CLIENTES: IPAU - Cassandra e Bernardo
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Docente: Diogo Choia

ARQUITETURA E URBANISMO - CT Autor


Elison Ferreira Júnior
INTRODUÇÃO A PROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO Luan Cruz

ESCALAS: 1/100 DATA DE ENTREGA: 27/03/2020 ÁREA DO TERRENO: 600,00 m²


ÁREA CONSTRUÍDA: 221,96 m²
TAXA DE OCUPAÇÃO: 24%
Planta baixa humanizada pavimento superior
ÍNDICE DE APROVEITAMENTO: 0,63
Perspectiva 01 Perspectiva 02
1 ESCALA 1:1 2 ESCALA 1:1

Perspectiva 03
3 ESCALA 1:1
Perspectiva 04
4 ESCALA 1:1

PRANCHA PROJETO: Casa Barro e Concreto

08/09 LOCAL: Rua Bancário Amaury de Sousa, Bairro Bancários


CLIENTES: IPAU - Cassandra e Bernardo
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Docente: Diogo Choia

ARQUITETURA E URBANISMO - CT Autor


Elison Ferreira Júnior
INTRODUÇÃO A PROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO Luan Cruz

ESCALAS: 1/100 DATA DE ENTREGA: 27/03/2020 ÁREA DO TERRENO: 600,00 m²


ÁREA CONSTRUÍDA: 221,96 m²
TAXA DE OCUPAÇÃO: 24%
Não nomeada
ÍNDICE DE APROVEITAMENTO: 0,63

Você também pode gostar