Você está na página 1de 3

1.

Entende-se comumente por Monarquia aquele sistema de dirigir que se centraliza


estavelmente numa só pessoa investida de poderes especialíssimos, exatamente monárquicos,
que a colocam claramente acima de todo o conjunto dos governados.
(BOBBIO, Noberto. Dicionário de política. Brasília UNB, 1995)

A forma de organização política exposta acima refere-se:


a) Ao regime de monarquia parlamentar.
b) Ao absolutismo monárquico.
c) À democracia participativa.
d) À ditadura militar.

2. "O Estado sou eu". Esta frase do Rei Luís XVI justifica, para ele, o seu poder absoluto que
é fundamentado em uma teoria. O nome CORRETO desta teoria é:
a) Liberalismo
b) Socialismo
c) Iluminismo
d) Direito Divino

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:


Analise a figura abaixo e responda à(s) questão(ões) a seguir.

3. Com base na figura e nos conhecimentos sobre o reinado de Luís XIV, na França, assinale
a alternativa correta.
a) Como fonte histórica, a pintura é considerada uma produção artística que não possui
interesses políticos estratégicos.
b) Essa pintura representa, da perspectiva política, símbolos do Absolutismo, ao tornar
reconhecida a figura do rei.
c) O monarca Luís XIV possuía autoridade limitada, recordando a divisão iluminista do poder
em três esferas.
d) A extensão de direitos de cidadania a todo o povo foi um dos principais traços políticos do
período.
4. Durante a Idade Moderna, ocorreu o fortalecimento gradual dos governos das monarquias
nacionais em grande parte da Europa. Desse processo resultou o absolutismo monárquico.
Dentre os argumentos usados para se justificar tal condição, havia um que definia o poder
absoluto como condição necessária para a manutenção da paz e do progresso. Afinal, “o
homem é o lobo do homem”. Assinale a alternativa abaixo que apresenta o responsável por tal
pensamento.
a) Thomas Hobbes
b) Immanuel Kant
c) John Locke
d) Jean Le Rond D’ Alembert
Gabarito:

Resposta da questão 1:
[B]

Diferente das monarquias parlamentaristas que existem na contemporaneidade, nas


monarquias absolutistas, descritas no texto de Noberto Bobbio, que caracterizaram o Antigo
regime, o poder estava concentrado nas mãos dos monarcas. Luís XIV, o rei sol, monarca
francês do século XVII, é o grande exemplo de centralização do poder. Gabarito [B].

Resposta da questão 2:
[D]

Resposta da questão 3:
[B]

Pinturas como essa de Luís XIV foram comuns na época do Absolutismo e serviam,
principalmente, para destacar a figura monárquica, dando a ela toda a simbologia inerente ao
cargo, como a peruca, o manto e o cedro, além de o Rei sempre ser retratado no centro da
imagem. Vale destacar que Luís XIV era chamado de o Rei Sol e proferiu a famosa frase “o
Estado sou eu”, típica do Absolutismo Monárquico.

Resposta da questão 4:
[A]

Thomas Hobbes foi um dos mais destacados Teóricos do Absolutismo. Sua análise baseava-se
no preceito de que o homem é o lobo do homem e, por isso, a existência de uma figura
superior de poder se faz necessária para evitar conflitos e possibilitar o progresso.