Você está na página 1de 15

PROCEDIMENTO:

REALIZAÇÃO DE
MANUTENÇÃO
CORRETIVA EM
EQUIPAMENTOS
MÉDICOS (EMH´S)
POP.UEC.001
V.1

CAJAZEIRAS-2020
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 1/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022

1. OBJETIVOS
Padronizar procedimentos e processos envolvidos na manutenção corretiva (MC) de
bens permanentes pertencentes ao Setor de Logística como de equipamentos médico-hospitalares
(EMH).

2. DESCRIÇÃO DOS PROCEDIMENTOS


A MC atua realizando os reparos necessários para que o bem permanente / EMH
volte ao seu uso normal, com segurança, e em melhores condições de performance o mais breve
possível, conforme o grau de urgência.
A necessidade de manutenção corretiva é normalmente identificada quando um
usuário ou operador percebe e relata um problema de funcionamento do bem permanente/EMH,
ou quando um funcionário da Unidade de Engenharia Clínica (UEC) / Setor de Logística identifica a
falha deste e, assim, sua necessidade de correção.
De maneira resumida, o processo de MC consiste na identificação do bem
permanente / EMH que apresenta falha, entendimento do problema apresentado e levantamento
das possibilidades de execução do reparo.
A depender da complexidade do bem permanente / EMH e do defeito
apresentado, pode-se considerar diferentes formas de se executar o reparo: via contratos
externos de manutenção e garantias, pelo próprio corpo técnico da Unidade de Engenharia Clínica
/ Setor de Logística ou pela contratação de empresa externa.
Após o reparo é realizada a verificação e inspeção de performance e segurança do
bem permanente / EMH e, se comprovado o seu perfeito funcionamento, é efetuado a devolução
ao seu setor de uso. Dependendo do bem permanente / EMH, do tempo de reparo e do impacto
da indisponibilidade do mesmo na prestação de serviço do HUJB/UFCG, indica-se a
disponibilização de um backup para o setor – sempre que possível -, visando a não ocorrência de
paralisação ou diminuição do serviço prestado.
A MC permite o prolongamento da vida útil dos bens permanentes e EMH. Além
disso, a sua rápida realização aumenta a disponibilidade efetiva, preservando sua segurança e a
performance da operação do HUJB/UFCG.
Especificamente no caso de EMH, a MC é uma exigência legal, faz parte das
diretrizes para um programa de gerenciamento de equipamentos para a saúde, sendo
normatizada pela ABNT NBR 15.943 de 2011, que prevê a padronização dos fluxos de realização da
MC, as ações necessárias para recolocar o EMH em uso, e cadastro dos funcionários responsáveis
pela execução e documentação da MC no registro histórico do equipamento.
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 2/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022

2.1. Áreas Envolvidas


Quadro 1 – Apresentação das áreas envolvidas.

ATOR PARTICIPANTES
Setor de Logística / Unidade de Engenharia Engenheiro Clínico; Equipe técnica do Setor
Clínica de Logística
Área requisitante Área assistencial ou Ensino e Pesquisa

2.2. Descrição das Atividades


Quadro 2 – Descrição das atividades de manutenção corretiva.

NÚM ATIVIDAD PARTICIP


REGRA DE NEGÓCIOS
ERO E ANTES
Uma vez identificada pelas áreas requisitantes (áreas usuárias de
EMH ou de localização do bem permanente) a necessidade de
reparo em algum dos equipamentos / bem permanentes que
fazem parte do escopo da Unidade de Engenharia Clínica / Setor
de Logística, a própria área deverá abrir um chamado por meio
do Sistema Informatizado de Gestão de Chamados (Sistema
GLPI) para a Unidade de Engenharia Clínica / Setor de Logística.

Há também a possibilidade, a depender da complexidade e


REALIZAR urgência do problema, de acionar a Unidade de Engenharia
Área
abertura Clínica / Setor de Logística, via telefone ou memorando. Neste
1 requisitan
de caso, o chamado deverá ser registrado no Sistema Informatizado
te
chamado de Gestão de Chamados (Sistema GLPI) do HUJB – UFCG pelo
técnico responsável pelo atendimento, imediatamente após a
notificação do problema.

Somente para o caso de equipamentos médico-hospitalares


críticos, em caso de problemas fora do horário de
funcionamento da Unidade de Engenharia Clínica, deve-se
entrar em contato com o telefone para emergência por este
disponibilizado.

Engenheir Após a área requisitante abrir o chamado, o Engenheiro Clínico /


o Clínico / Equipe Técnica do Setor de Logística deverá:
Equipe
AVALIAR
2 Técnica
chamado 3. Avaliar a
do Setor procedência do
de chamado, ou
Logística.
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 3/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022

seja, se
realmente é um
serviço ou EMH /
bem
permanente que
faz parte do
escopo da
Unidade de
Engenharia
Clínica / Setor de
Logística;

4. Conferir se os
dados contidos
no chamado são
suficientes para
realização do
primeiro
atendimento
técnico.
Exemplo: Código
da Unidade
Engenharia
Clínica / Setor de
Logística, Local
do EMH / bem
permanente,
nome do
solicitante,
descrição do
problema, etc.

Caso o chamado técnico seja improcedente, o Engenheiro


Engenheir Clínico / Equipe Técnica do Setor de Logística deverá arquivá-lo.
o Clínico / O chamado é caracterizado como improcedente, caso o serviço
ARQUIVA Equipe ou EMH / bem permanente não faça parte do escopo da
3 Ro Técnica Unidade de Engenharia Clínica / Setor de Logística.
chamado do Setor
de No momento do arquivamento, é importante comunicar à área
Logística. requisitante o motivo e, se possível, direcioná-la para um
colaborador que possa auxiliá-la a resolver o problema.
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 4/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022

Caso o chamado técnico seja procedente, deverá ser aberta uma


Ordem de Serviço. Caso haja erro em algum dos dados utilizados
para a abertura do chamado, o erro deverá ser corrigido na
abertura da ordem de serviço.
Engenheir
ABRIR Nos casos em que a necessidade de reparo do EMH / bem
o Clínico /
4 Ordem de permanente tenha sido identificada pelo próprio Engenheiro
Setor de
Serviço Clínico / Setor de Logística durante procedimento de
Logística
manutenção preventiva, nas rondas gerais e setoriais, o
processo já se inicia agora, com a equipe da Unidade de
Engenharia Clínica / Setor de Logística realizando a abertura da
ordem de serviço para execução do reparo.

Engenheir
VERIFICAR
o Clínico / Após abrir a ordem de serviço, deve-se verificar a fila de
fila de
Equipe priorização de atendimento. Somente para o caso de EMH de
priorizaçã
5 Técnica alta criticidade/risco e/ou de importância estratégica deverão
o de
do Setor ser priorizados, com base no Mapa de Criticidade de
atendime
de Atendimento.
nto
Logística
Verificada a fila de priorização de atendimento, deve-se realizar
o primeiro atendimento técnico. O Engenheiro Clínico / Equipe
Técnica do Setor de Logística deve avaliar se o EMH realmente
está com algum tipo de defeito ou se basta realizar alguma
configuração, intervenção ou ajuste mais simples. Ressalta-se
que não deverá ocorrer qualquer intervenção no EMH / bem
permanente que comprometa a cobertura da garantia. O
Engenheir mesmo se aplica a EMH / bens permanentes que não pertencem
EXECUTA
o Clínico / ao HUJB – UFCG (empréstimos, aluguel e comodato).
R
Equipe
primeiro
6 Técnica É recomendável que o usuário responsável pela solicitação seja
atendime
do Setor procurado para relatar o defeito. Durante o relato, bem como ao
nto
de longo da avaliação do EMH / bem permanente, o técnico em
técnico
Logística manutenção deve avaliar se o defeito ocorreu por imperícia do
usuário, além de buscar informações sobre ocorrência de
queixas técnicas, incidentes ou eventos adversos associados ao
EMH / bem permanente, visando identificar a necessidade de
envolver a equipe da Unidade de Riscos Assistenciais nos
processos de investigação da causa do defeito apresentado.
Caso seja identificada a necessidade desse envolvimento,
sugere-se que o Engenheiro Clínico / Equipe Técnica do Setor de
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 5/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022

Logística abra uma notificação no Vigihosp, se a área


requisitante ainda não o tenha feito.

Também é preciso avaliar se o EMH / bem permanente


permanece na área assistencial, ou se será levado para a
Unidade de Engenharia Clínica / Setor de Logística. Caso seja
necessário retirá-lo da área assistencial, recomenda-se registrar
a retirada em protocolo. Caso o EMH / bem permanente
permaneça na área assistencial até a execução do reparo, é
recomendado que uma cópia da ordem de serviço seja fixada a
ele, para evitar pedidos duplos de serviço ou sua utilização
indevida. A ordem de serviço também pode ser substituída por
uma etiqueta de sinalização ou aviso.

Por fim, após a realização do primeiro atendimento técnico,


sugere-se que o Engenheiro Clínico / Equipe Técnica do Setor de
Logística forneça ao setor requisitante uma estimativa do tempo
necessário para reparo, visando auxiliá-lo na reprogramação da
prestação de serviço do setor até que o EMH / bem permanente
se encontre novamente disponível.

Engenheir
Caso seja verificado no atendimento técnico a não-existência do
EXECUTA o Clínico /
defeito no EMH / bem permanente, ou seja, o chamado foi
R Equipe
gerado por falta de conhecimento do operador em utilizá-lo,
7 orientaçã Técnica
executa-se uma breve orientação ao usuário. Deve-se, então,
o ao do Setor
seguir para a atividade 21 do processo.
usuário de
Logística
Caso seja comprovada a necessidade de intervenção técnica,
deve se avaliar as possibilidades de reparação: pela equipe
interna, ou por uma equipe externa (no caso do EMH / bem
permanente estar na garantia, possuir algum tipo de contrato
Engenheir
em vigor, como o de manutenção, comodato ou aluguel, ou até
AVALIAR o Clínico /
mesmo caso seja necessário contratar uma empresa
as Equipe
especializada na manutenção deste EMH / bem permanente).
8 possibilid Técnica
Em sendo a equipe interna, a equipe de manutenção da Unidade
ades de do Setor
de Engenharia Clínica / Setor de Logística deve avaliar a
reparação de
viabilidade de reparo por ela mesma.
Logística
Após a verificação, é importante avisar o setor de origem do
EMH / bem permanente de eventual alteração na estimativa do
tempo médio para término do seu reparo, em relação ao
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 6/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022

fornecido no primeiro atendimento técnico.

Processo de Interface: Caso não seja possível executar o reparo


internamente e tenha sido tomada a decisão pela contratação
de um serviço via contrato de manutenção da empresa
Engenheir terceirizada, realiza-se a subcontratação.
o Clínico /
REALIZAR Equipe Deste subprocesso pode-se obter a autorização para
9 subcontra Técnica contratação, devendo, então, dar prosseguimento e acionar a
tação do Setor empresa contratada; pode-se não obter a autorização, devendo,
de assim, solicitar a contratação via processo administrativo; e, por
Logística fim, pode-se não encontrar formas de se executar o reparo,
devendo, portanto, realizar a desativação do EMH / bem
permanente.

Engenheir Caso não seja possível executar o reparo internamente e tenha-


SOLICITAR
o Clínico / se optado pela contratação de um serviço especializado via
contrataç
Equipe processo administrativo, deve-se solicitar a contratação de uma
ão de
10 Técnica Empresa Especializada na manutenção do EMH / bem
empresa
do Setor permanente, por meio do envio do Termo de Referência para a
especializ
de unidade responsável pelas compras e contratações.
ada
Logística
Engenheir
o Clínico /
Equipe Processo de Interface: após solicitar a contratação de empresa
Técnica especializada na manutenção do EMH / bem permanente e a
REALIZAR do Setor contração for realizada, deve-se seguir para a atividade 12
contrataç de (acionar empresa contratada).
11
ão do Logística;
serviço Equipe de Se não for possível a contratação, o EMH / bem permanente
Contratos deve ser desativado.
; Equipe
de
Licitações.
Caso o reparo seja coberto por contrato de manutenção,
Engenheir
comodato, aluguel, ou garantia, uma empresa especializada na
o Clínico /
ACIONAR manutenção do EMH / bem permanente deverá ser acionada.
Equipe
empresa
12 Técnica
contratad Caso o reparo tenha que ocorrer fora do HUJB, deverá ser
do Setor
a providenciado o envio conforme protocolos estabelecidos.
de
Logística
Assim que o reparo for executado pela empresa contratada, o
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 7/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022

EMH / bem permanente deve ter sua aptidão para uso


verificada.

Recomenda-se, sempre que possível, que a Unidade de


Engenharia Clínica / Setor de Logística acompanhe a avaliação
do EMH / bem permanente feita pela empresa externa e fazer
anotação de acompanhamento de empresa externa na ordem
de serviço.

Caso seja possível executar o reparo pela equipe interna da


Unidade de Engenharia Clínica / Setor de Logística do HUJB, o
engenheiro clínico / equipe técnica do Setor de Logística deverá
seguir as orientações contidas no manual do equipamento
médico-hospitalar / bem permanente (recomendações técnicas
do fabricante), normas vigentes e boas práticas do mercado,
Engenheir para desenvolver procedimentos de reparo e fazer orçamento,
AVALIAR o Clínico / visando que o reparo do EMH / bem permanente seja feito da
reparo a Equipe forma mais eficaz o possível.
13 ser Técnica
executad do Setor Além disso, deve-se avaliar o reparo a ser executado. Nessa
o de avaliação deve-se observar o tipo de reparo, utensílios
Logística necessários, necessidade de troca de peças, necessidade de
adequação de infraestrutura, etc.

Após a avaliação, é importante avisar o setor de origem do EMH


/ bem permanente caso tenha ocorrido alguma alteração no
tempo médio estimado para conclusão do término do reparo.

REALIZAR
Engenheir
desativaç
o Clínico; Processo de Interface: Caso o reparo seja considerado inviável, o
ão de
14 Equipe de processo de desativação deverá ser iniciado.
EMH/bem
Patrimôni
permanen
o.
te
SOLICITAR
Engenheir Uma vez identificada a necessidade de aquisição de peças ou
compra
o Clínico / acessórios para que reparo do EMH / bem permanente seja
de peças
Equipe executado, o Engenheiro Clínico / Equipe Técnica do Setor de
para
15 Técnica Logística deve solicitar a aquisição por meio de processo
Engenhari
do Setor administrativo, oficializando a demanda junto ao SEI.
a Clínica /
de Processo de interface: Processo de aquisição de materiais
Setor de
Logística diversos.
Logística
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 8/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022

Nesta etapa é realizada o reparo do EMH / bem permanente


necessitado de manutenção.

Após a conclusão de todas as etapas necessárias para realizar o


reparo, o engenheiro clínico, ou o fabricante / fornecedor das
peças, deve realizar os reparos.
Engenheir
o Clínico / Se os reparos forem ser executados no âmbito do HUJB, deve
Equipe haver o registro do acompanhamento da manutenção via
EXECUTA
16 Técnica Ordem de Serviço.
R reparo
do Setor
de Obs.: Para serviços que exijam a parada das atividades do setor
Logística demandante, o serviço de manutenção de ser agendado junto a
este.

A Unidade de Engenharia Clínica / Setor de Logística deve


sempre comunicar ao setor demandante sobre possíveis atrasos
frente ao prazo acordado inicialmente.

Após a execução do reparo, o EMH / bem permanente deverá


ser testado pela Unidade de Engenharia Clínica / Setor de
Logística, contemplando os testes de desempenho e segurança
deste.
VERIFICAR Engenheir
se o EMH o Clínico / Caso a manutenção tenha sido realizada em um EMH que
/ bem Equipe produz/emite radiação ionizante, o Físico Médico deverá estar
17 permanen Técnica presente durante a realização dos testes.
te está do Setor
apto para de Caso o EMH / bem permanente não esteja apto para uso, deve-
uso Logística se verificar outras possibilidades de reparação, se esta tenha
sido feita pela equipe interna (atividade 8). Se o reparo tenha
sido feito por uma equipe externa, deve-se acionar a equipe
contratada.

DISPONIBI
LIZAR Unidade
EMH / de
Após realizar os testes no EMH / bem permanente, este pode
bem Engenhari
18 ser disponibilizado para a Área Assistencial requisitante.
permanen a Clínica /
te para Setor de
Área Logística
Assistenci
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 9/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022

al
Após a Unidade de Engenharia Clínica / Setor de Logística
disponibilizar o EMH / bem permanente, a área requisitante
ATESTAR Área
dever atestar seu recebimento. É importante que ela assine a
19 Ordem de requisitan
ordem de serviço, a qual deverá conter a data e hora da entrega
Serviço te
do EMH / bem permanente.

Unidade
REGISTRA Após o ateste da ordem de serviço, a equipe Técnica de
de
R Engenharia Clínica / Setor de Logística deve-se registrar no
Engenhari
20 atividades Sistema Informatizado de Gestão de Chamados (Sistema GLPI)
a Clínica /
executada todas as informações da ordem de serviço.
Setor de
s
Logística
Unidade
de
FECHAR Após registradas as atividades executadas, a Ordem de Serviço
Engenhari
21 Ordem de deverá ser fechada no Sistema Informatizado de Gestão de
a Clínica /
Serviço Chamados (Sistema GLPI).
Setor de
Logística

4. REFERÊNCIAS
WORLD HEALTH ORGANIZATION. Medical Equipment Maintenance Program Overview: WHO
Medical device technical series, 2011.
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15943: Diretrizes para um programa de
gerenciamento de equipamentos de infraestrutura de serviços de saúde e de equipamentos
para a saúde. Rio de Janeiro, 2011.
EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES: Norma Operacional de Gestão de
Equipamentos Médico-Hospitalares. v.2.0. Brasília, 2019, 30p.
MINISTÉRIO DA SAÚDE. Equipamentos Médico-Hospitalares e o gerenciamento da Manutenção.
Brasília-DF, 2002.
AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. RDC 2: Gerenciamento de tecnologias em saúde
em estabelecimentos de saúde. Brasília, 2010.
AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. RDC 16: Boas práticas de fabricação de
equipamentos médicos. Brasília, 2013.
AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. RDC 63: Boas práticas de funcionamento de
serviços de saúde. Brasília, 2011.
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 10/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022

5. HISTÓRICO DE REVISÃO

VERSÃO DATA DESCRIÇÃO DA ALTERAÇÃO


1 04/09/2020 Versão inicial do procedimento operacional padrão.

Elaboração
Victor Hugo Batista Tsukahara – Engenheiro Clínico/UEC Data: 20/01/2020

Validação
Data: 08/09/2020
Ocilma Barros de Quental – Enfermeira/SVSSP
Conforme Processo SEI Nº 23771.005842/2020-84
Aprovação
Felipe Luiz Pereira Do Nascimento - Chefe da Data: 18/09/2020
Unidade de Engenharia Clínica Conforme Processo SEI Nº 23771.005842/2020-84
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 11/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022

Anexo 01 – Mapa de Criticidade de Atendimento


Quadro 4 – Mapa de criticidade do equipamento. Composto de três índices, A, B e C indicados abaixo, com suas
respectivas interpretações.
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 12/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 13/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO BANDEIRA DE MELLO

Tipo do Documento PROCEDIMENTO/ROTINA POP.UEC.001 – Página 14/15


Emissão: Próxima
Título do REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
24/09/2020 revisão:
Documento EM EQUIPAMENTOS MÉDICOS (EMH´S)
Versão: 1 24/09/2022

Anexo 02 – Fluxograma do Processo

Você também pode gostar