Você está na página 1de 10


0.•

,••

COORDENAÇAO, ESTADDÁ.i, DÊ GOIÀS E TOCANTINS


NQ ANO I 1989.
•• , •
-
• .
.• • .
‘‘.



:Tr A•
,
•••:!-:
• • ••••:. ,
..¡À ; ;/1 j".
••
o r:
,o .

'''.." • ,:.... 1 :,.,. -.., ,....


.. ' . (--.. ... . • ,-; ! r .-) , .) r"; • ' . ' • • ).
'-,...:::,-.:' ,/, •--- .'-*-- , • o : ... .,,-.
MIM
Existe um ditado que diz: "REI .,MORWQ, ... Rfit.: POSTO.' Aqui,, f.. ...':nao S.- , , , .•/,
,,:-....,, fj ./-.•,•.'i .::'..); ': , '',:: .---,
1-;.' f.', • ..::: -
trata bem disto. • ••

O leitor deve é'e''''rêmbrar,:,,de.ff"0.:-TROp.R.Z.R0"....


. . ...),,.. :, f,-,imu .1 v• - -, f.,:--
Pois. é, 1 0 TROPEIRO"
',. --'., -:- - '' -' .
andou, cor reu •GOIÁS e . o • BRASIL . de .ponta a porítái;kfiou os cascos,
.gastop.. os 'alforges, conheceu . lugares, .trouxe ê '''- l'êvou - notícias.

Tempos de..,pois, por datiSasïque não valem a pena comentar,


,.. , • .
"0 TROPEIRO" '..te- re.. 'quê tirar.-,..Uma.s ...férias, , korea44
, T---,-,--, .
.S ..».'..par--:AHR,
•.- , ...:__:..., . , .--
...-,. .., ..,s. :
, . ,--(-.. .,:z., . .-
tempo inde4:érmihado.... -.: • :, -1:
,.-,---::,.,--,
As necessidades• rae 'Informações . continuaram, - poíá: se você .."4,0,n R
. , , .,

se apresenta e não diz o que faz, ninguém


.. lhe dá atenção.
'-'-' - .--

"O TROPEIRO" ficá em casa, orientando, dando "as dicas"..,,


-.,
como se ' diz, e envia o H ESPACO EDUCAR" - jovem, com energia
total,, alforges maiores para trazer e_levar as boas novas
da, NDUCAR de 00Ifie e TOCANTTNO,,, dos municípios, ) aos prõprios
,
leitores e aproveita já o próprio , pa,ço para convidar, a todos:
-PART. ICIPEM! ESCREV- AM!
••,.- -

° PAÇO , EDUCAR é seu...

* -
, - ,•L.-• • 4
,-

-
I•

EDUCAR .PROMOVE O IV ENCONTRO COM ENTIDADES EDUCACIONAIS EM GOIS

A EDUCAR em Goiãs., sob a Coordenação do Dr. AVARO CAVALCANTE ALVES,


nromoveu o IV ENCONTRO com ENTIDADES EDUCACIONAIS. O evento contou
com a presença de reriiesentantes da FAE, Dr. IDELFONSO AVELAR,
Prof. A/ITONIO KOTARO e CELINA ARMINDA DE ARAUJO, da DEMEC,
Profa, MAMA DIVINA, Superintendente de Ensino Fundamental,
Prof. PAULO SÉRGIO PANTALEkl, Surerintendente de Ensino' NãO4(Yrmal,
ROSENI FERNANDES GUIMARES, do Centro Esririta "Amor e Caridade", .
• efel,tos e Secretgrios de Educação.

O Encontro teve muita movimentação e desy,ertou muito interesse


durante os debates:.

Estiveram presentes 78 pessoas e. a programação constou de debates,


na parte da manhã, e oficinas de orientação técnica quanto a
elaboração •(le Projetos.

Nos debates discutiu-se o rarel da EDUCAR e das Entidades


Educacionais ou não, na educação de jovens e adultos,a 'educação e a
nova Constituição, além de formas de ação conjun t a.

A Surerintendõncia de Ensino Fundamental convidou todos rara o


I SEMINÃRIO DE GERNCIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO, quando haverá:,
também, um momento rara debate -sobre a educação de jovens 'è adultos.

As s inaram Convênio -2 4----municrnio-s:-e 01 -Ent à-d6:--'-*

O evento foi muito •elogiado nelos"rarticipantes nela sua organização.


.11

EDUCAR PROMOVE I ENCONTRO COM ENTIDADES EDUCACIONAIS No TOCANTINS


,
Objetivando discutir é aprofundar• napgjdas entWadeseducacjonai. 5-
governatientais e..não . governameritais. diante da Constituição Federal
e a proposta da Fundação EDUCAR para estabelecimento de •formas de ação
conjunta inedianto a assinatura de COArenio nu Termo de Cooperação'
Técnica,. foi iéál.i.t.ade, dia 13.0.9.89,- no auclliSrio da Çam?ps_ -
. _
Avançado da U:PG0, em P6i-to Nacional, .61 ENCONTRO DA EDUCAR COM'
- ENTIDADES EDUCACIONAIS NO TOdANTINS, sob r a coordenação cio 'Coordenador,
CÁVALCÁNTE ALVES': - r
„.., f. A. rrf .! , . •

1.•

O evento teve a ?).articiPação do Secretario de Estado de Educação •clo


TOCANTINS, Pr, CLEOMAR DE MELLO QUINTANILHA, Surerintendente de' Ensino
do 39 Grau, Pr. LUIZ, Assessor Jurídico da Secretaria Estadual (1.e
,
Educação; Dr. NóLETO, flelegada 'R.e'd.onat'cl.e Ensino em PORTONAdONAL,
- Profa. AYMEE", Rerresentante —do -Bispo da Diocese (3.e _PORTO NACIONAL,

Padre Juraci, Representante das Entidades Educacionais não


Governamentais, Irmã Posãlia, Piretora da Faculdade de Filosofia do
Tocantins, Profa. ANtONíA NETA, Secretários Mu.nicinais de Educação
• e''
Prefeitos Municipais, totalizando 173 pessoas rresentes_ao Encontro
,r-. •
't0è teve leercussao significativa reia'linha de trabalho desenvolvido,-,
estimulando o debate e a reflexão dos rresentes, que foram unãnimes em
considerar o Encontro de grande importância, por oferecer um momento
para-discutir aeducaçãa-,--- nrinciralmente a de•adultog - -
;

Houve intensa .participarão glosiconviadosidurRTY4,020.s .àebat,
levando-os. afornpor outrc541contrQ desce onde devera ser
elaborado um documento em que autoridades _e novo tontinçnse
manifestarão o repúdio ao , aescaso,com que o Governo Federal vem
tratando a educação, bercomo a falta de,repasse:de recursos para as
ãreas de educação e saúde. Esta crítfta•.deverãser feita clit a
pretensão de chamara a:tenção das autoridades federais rara a
educação no Estado do Tocantins.
-

A programação constou de debates na parte da manhã e trabalhos em


oficinas (1.e orientat'écnica, quanto a assinatura de Convenio,
elaboração cie Projeto, prestação de contas e asne,:tos metódolopicos
do PEB, na parte da tarde, resultando na assinatura de 19 (dezenove)
Conv&nios junto ã EDUCAR.
1,o
1,e 4 Educação junto coma Sunerintendõncia (
A Secretaria Estaclual (
Ensino Fundamental rrotoveram, no reríodo de 27 a 29 de setembro,
um Seminario sobre a Gerencia Municipal da Educação.

ARAGUAINA
Um dos mais desenvolvidos municípios do ESTADO DO TOCANTINS, já'. pensa
a educação a nível da Nova Constituição. A Secretaria Municipal (I.e
Educação, sob a direção do dinâmico Prof. JOÃO ALVES BATISTA, além
,das atençaes rara a .rede regular ide ensino, está também com os olhos
voltados rara a educação de jovens e adultos.
-

,
Até n nresente momento, está trabalhando em Convênio coma EDUCAR-GO/TO
com 37 classes na zona urbana, com 1.170 alunos, e com 20 classes na
zona rural com 330 alunos.

A Secretaria.a orp. está erWinicio de imrlantaçãçl clo Programa


VERSO E REVERSO - .EDUCANDO 9-EDUCAM que serã trabalhado com os
r. ,nrofessores da rede regular e os que trabalham com jovens e adultos,
rara quel, n Programa é destinado.

ATENÇAO
SECRETARIAS DE EDUCAÇÃO E RESPONSÁVEIS PELO
ACOMPANHAMENTO PELA EDUCAÇÃO DE JOVENS E
ADULTOS,
ESTA COLUNA É PARA OS MUNíaPIOS.
ENVIEM NOTÍCIAS nE SUA CoMUNIiMPE.
FÁLEM SOBRE EDUCAÇÃO, FESTAS E
NOTAS EM GERAL.

1.
'

Quanclo se fala em ANO INTERNACIONAL DA ALFABETIZAM), vem no ar um


runhado de interrogaÇões. Èntre elas - Será que vai ser os mesmos '-
,
"AN OS INTERNACIONAIS" passados?.,

".;
Jà tivemos ANO INTERNACIONAL DA CRIANÇA,- ANO INTERN.ACInNAL pn nosn,
só' rara mencionar. Porém,
f
que ficou de tudo isso? No Brasil,
0.
r '
a criança continua "abandonada" na rua e o idoso sem assistência
nenhuma, vezes até mesmo por rarte -da famnra'....

1-;
Aquele que tem a sorte de se anosentar, recebe uma aposentadoria de
, -
vergonha, uma miséria:.

Tomara que esse ANO INTERNACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO não tenha a mesma


sina que os outros. Que venha como um marco -importante para todas as
Naçes, inCluin'do com todo o desejo de sucesso e muito tr a
- b-al ho sério,
BRASIL.

Que seja um desafio rara valer, pois o analfabetismo -um dos mais
antigos nroblemas stItiais brasileiros.
'

Segundo a Prnfá. ROSISKA DARÇY nE OLIVEIRA,da PUC cln Rio


"A escola brasileira * tem sido uma fábrica de analfabetos que, em vez
de nrocluzir alunos letrados,, tem nroduzirlo uma verdádeira massa de
analfabetos."

Será uivtrabalhn que cleverá ser repensado exi,QinOo snluOes novas e


não arenas novas técnicas, mas mudanças de conceitoode,mentalida(le
e a vontade fgrrea de "fazer".

No Brasil hoje, segundo dados do IBGE, temos 50 milhOes de analfabetos.,


Desse total, quase 18 milhes são adolescentes ou' aclAiltos.

A ONU - Orçranização das Na0es Unidas proclamou 1990 como ANO


- INTERNACIONAL PA ALVABETIZAÇÃO, como narte de uma estratégia rara
acabar radicalmente com n analfabetismo num Prazo de 10. anos.


Mera • •, • • • •


s

A Nova Çonstitui0o
. Brasileira determina nue num nraz6 dc 10 (dez)
-
anos todos cd) brasileiros saibam ler, escrever, contar, reconhecer e
exercitar Plenamente seus direitos de cidadania.

Para isso g necessãrin .que haja uma decisão política, de 'fazer,. isto é, •
uma consciência política e de compromisso político, de icomprometiment.
(In governo, do Estado brasileiro, pois se ele esta comprometido com n
,flovq, ele_ enfrenta-as prioridades
• (10 rovo., •

É .tanibi. uma questão de engajamento rda-sociedade,:civil,, das , entidades


educativas e não educativos, associaç5es, sindicatos -, enfinu,, 1 um
intenso chamamento de todos os meios de comunicação, de apresentação
de. novas estratégias de nroj etos , variados de, -expansão e.' zt;
melhoramento para o atendimento da rede piiblica.,.d .e:en-sino-,
com certeza, reverterá esse quadro terrível na nossa sociedade e .
,aj udarÃ...,naturalmen.te - no, cumprimento da' Nova CODS ç ã-cY,
orprtuni.(lode.,
. educação
_ .. 'n•ara todos, consequentemente, erradicação
do analfabetismc. asL
• faixas etg.ri as o ï, :Bràsi.L.-, éstarã
livre dessa macula antiga...

A Coordenação da EDUCAR em Gois e Tocantins, visando implementar a


,

capacitaão- professores de Educação Básica . (=.1e jovens e adultos,


optou por implantar a- prOposta do Prógrama VEP,So. E REVERSO EDUCANT)0
O EDUCADOR de forma organizada e conjugado, com d CPC em 06 (seis)
municípios, sendo 03 do Estado de Gois e 03 do Estado do Tocantins.
,
Para tanto ,- no ms de, arosto/89, iniciai-se às idiscuss5'6s' coíá
entidades educacionais dos municípios relacionados, buscando
- - - s
viabilizar,- a.,ação junto!' a professores' da rede muricinal 1.1,1e atuam
, • 4 • ,•

• 1,:MM •

com o Programa d.e Educação T?Jsica de Jevons e adultos e junto a
estagiários do Curso de Maristério e/ou de Pedaaopla existertes
nas localidades.
'•

,
,
A intenção 6 fortalecer a discussão sobre a municinalização
ensino fundamental e o atendimento a jovens e adultos,.nroporcionando
"", *t.

aos educadores locais ociosos e nosicionamento face ãs
veiculadas na Série IT, bem como correlacionar e refletir sobre sua
prãtica face a vivência .diddático-5ecl_ag6gica veiculada na Série 11,
com rossibilidade de sistematização e intetnalização dos conteúdos,
através da utilização dos fascículos cl_o CPC e ouros materiais de
anojo elaborados, a -nívellocai, relos monitores.

A formalização das avies ocorrerá até 20 de outubro de 1989,


através do envio sã CnORD de Projetos delineadores das mesmas,
atendendo, neste ano, a 30 participantes ror município, e assinatura
de Temro de Cooneiiação Técnica com a EDUCAR, onde nos comnrometemos
a nrOmover,a assiÉtõncia técnica corna capacitação de monitoria,
fortiedimento de temjünto de fasciculn's, do CPC aos - rarticinantes
e os Programas gravados em fitas VHS rara utilização a nis'Àrel de
município. Os, demais recursos necessários serão de responsabilidade
da entidade conVenente.

VOTO CnNSCIENTE, =,,-,-- e,_



Estamos ^ás vesneras das eleiOes Presidenciais e' desnecia'ssário seria
renetir que o GOLPE MILITAR DE 1964 alijou o novo por um ne-dodo de
29 anos de eleger o Presidente da Renública.

Portanto, é' chegado o momento de.escolhermos o futuro PRESIDENTE PO


BRASIL. Não podews..nns.debcar -snpahaí-.:-É neççsário .que ca(1.a um
• :• •
A,

'reflita profundamente sobre.o.séu VOTO, procurando conhecer as


nropostas e Projetos de Governo aó$ diversos candidatos, tanto no que
diz respeito ãs questSes gerais e cruciais como dívidas externa e
interna,' refOrffiã'ar.i.a, -moradio, saúde.e. EDUUÇÃO, •collíb também na
questão esnecíficà•da'melhoria da qualidi ade,ão-SERVIO . PCBLICO.
-• •
04-1

Sabemos clue-.0 BRASIL- é o rrimeiro na lista i_cs paises c1a mais alta
taxa de c'oncehtraçãó . com uma -nonulação favelada'dé mais
de 12 milhes na zona urbana e 6 milhões de trabalhadoreS 'rurais
SEM TERRA, não se esquecendo de enfatizar que mais 1.000 criaft0s,
entre - zero a um ano'de - idade-,-: morrem a. cada dia pela subnutrição
direta ou indireta, somando-se ainda, a nroblemática da EDUCAÇÃO
com,, uma porula*ção de mais de 30 milhes de' ANALFABETOS.

Portanto, esreramos que em 15 de novembro rossamos ele9-er um


PRESIDENTE DA REPÚBLICA comnrometido com os anseios cla maioria,


pois a DIGNIDADE, A LIBERDADE E A JUSTIÇA SI SOBREVIVEM PARA O-
PoVo ATRAVÉS DA DEMOCRACIA.
• -


o

ANIVERSAPIoS

ANIVERSAtZfÁNES'41Y) MÊS PE ouTurrin

JOSÉ, pEDRO TEIXEIRA


MARIA JOSÉ C. TEIXEIPA
LUIZ CARLOS InINEU 'BRITO
IRAÇEMA DANTAS DE ARAÚJO 14
MITIKo SADO - 19 ,
TELMA (43ORGES hLENTE - 22
,APADIA NOGOEIRA XAVIER - 23 , -

CLAIMIViNO' DE SOUZA E SILVA - 25


LUZIA PERMA DA SILVA -29

,A. TOS, .FELIZ ANIVERSÁRIO: .


(gá. OS MAIS PROFUNDOS .DESEJOS SEJAM ' R:EALIZADOS.
••..
-•
,

Esteve nn Coordenação n,escritor WALTEMAR CARVALHO, revend4.), amigos


è aô inbsrio.:teittild:.:.d.ivu:lpando. sep. novo .1.a.iiarrientn: uma obra de
reÉlexão - 365 MOMENTOS !E REFLEXÃO.
. Nosso colega PAULO CÉSAR PEREIRA entrou para o rol dos homens sírios.
'Dia 07.10.89 casou-se cóm a REGINA e desde então estão muito felizes:
A eles desejamos um "mundo de felicidades":

MÃE MUJA é a MARIA HELENA BOnGES, nossa colepa do Núcleo ,de Apoio.
Também, né? Com uma garota mórehona e Cheia de graça, 'como.a HELLEN,
sê; mesmn corujisse. No dia 24 passado, a patinha completou 15 anos,
com uma bela festa e muitos convivas elegantes.

PARA PENSAR
" A verdade e a mentira têm caminhos diferentes. A nrimeira comea
difícil e a acaba fãcil. A segunda começa fácil e termina difícil."
Pe. C. Vasconcelos Jr.

TESTE SEUS CONHECIMENTOS


ameifflemegemw

RESPONDA E GANHE UM BRINDE.


OS acertadores serão sorteados. O ganhador receberá um
brinde, oferta de ESPAÇO EDUCAR.
MARQUE COM UM -"X" fit -RESPOSTA-CERTA:
1. De que modo são hasteadas as bandeiras, quando querem
exnressar luto?
Do lado direito
A meio pau . Não se coloca bandeira
2. nOro
Gondoleiro de Veneza
Fadista nortupas
Cigano músico
Na novela "Sol, PE VERIV", Heitor (Jardel Filho) costumava usar
seu imaculado terno branco nos fins cl_e semana rara se
divertir na:
a) Quadra da escola de samba
h) Gafieira
c) Discoteca
Resnonda: 0 QUE É MESMO UMA SEMIVOGAL?
;:-

ESPAÇ EMICAP INFOPMATIVilINTERNn DA ,EDUCAR-Gnrrn.


• •• •
r

conr,DENAboR. Dr. 11Ç VAR O CAVALCANTE ALVES - .• •

:.:

EQUIPE

CnORPE.NADOR DE REDAÇÃO! ILUSTRA


MARLENE VMENTE 14RQUES .


z
f
EDA ATILOGRARIA •

I,PIACEMA MNTAS DE Akken •

CnLA130- R t'S'

ROSEANE CAVALCANTE DE SOUZA LUCCAS r

RESPONSÁVEL PELA ÁREA PEDAOGICA

CÉLIA PE MORAIS FERREIRA


DULCE COSTA OLIVEIRA "•"*.,. ; ;

MITUn sAnn
• •• • . •
• •

;
ENDEREÇO:
-
PUA 95_ n 9 3,75 ESQ/ RUA 83
RUA SEínR SUL •

FONE: (062) 223.91.55


74.000 GOIÂNIA - GO.

"i.

t.s

Você também pode gostar