Você está na página 1de 23

"CARTAS MEDICINAIS DOS BICHOS"

“A DESCOBERTA DO PODER ATRAVÉS DA VIDA DOS ANIMAIS”

Este sistema divinatório é baseado em estudos do comportamento, dos hábitos, das características, enfim, da
vida dos animais. São conselhos tirados da vida desses animais que fazem o homem se conectar com a Mãe
Terra, tornando-se mais intuitivo, enxegando os seus erros e as suas verdades, percebendo o oculto e o Grande
Mistério, permitindo assim seu aprendizado e crescimento pessoal...

OS NOVE ANIMAIS CONECTADOS COM A VIDA

Cada e toda pessoa tem nove poderes ou animais que representam a medicina que ela carrega em sua vida.
Esses animais mostram o melhor da pessoa: sua habilidade, seu talento e sua luta.

Se uma pessoa está conectada ao “lobo” por exemplo, ela é professora nata, inovadora e cheia de iniciativa.
Não significando que ela tenha conhecimento de seus talentos e os está usando com plenitude. Se a carta do
lobo aparecer, está pessoa deve desenvolver ou aprimorar seus dons. Se ela aparecer invertida, a pessoa ignora
seus próprios conhecimentos.

Na vida existem sete direções cercando o plano físico de uma pessoa: Norte, Sul, Leste, Oeste, Acima, Abaixo
e no Meio (entre). A direção chamada “entre”, existe dentro de uma pessoa, é o seu “eu”. Para cada direção
existe um animal. Para achar esses animais, colocamos as sete cartas em forma de arco, em ordem e no sentido
horário. Como abaixo:

Leste — Sul — Oeste — Norte — Acima — Abaixo — Entre

O significado dos sete animais nas posições são:

 Leste: Guia você para os desafios espirituais e para a sua iluminação.


 Sul: Protege a criança que existe em você e lembra-o quando ser humilde e confiante, logo a inocência
de sua personalidade.
 Oeste: É sua verdade pessoal, suas respostas e metas.
 Norte: É um sábio conselho, e lembra-o quando falar e quando ouvir. É também para agradecer suas
bênçãos todos os dias.
 Acima: É a honra pela sua nação. Mostra que das estrelas você veio e para elas voltará. É o guardião dos
sonhos, o acesso para outras dimensões.
 Abaixo: Mostra você a realidade, o pé no chão.
 Entre: Mostra como achar sua alegria e como ser leal a sua verdade, é o protetor de seu lugar secreto.

Os outros dois animais que faltam para completar os nove, podem vir através de um sonho ou de uma
identificação sua com algum animal do livro ou qualquer um que vive na terra. Este processo de tiragem,
fazemos apenas uma vez.

A posição das cartas à direita protege seu lado masculino e dá coragem de espírito. A posição à
esquerda protege seu lado feminino, mostra que deve aprender a receber a abundância da vida. É o
lado do protetor das relações sociais, o seu lado materno.
MÉTODOS DE TIRAGEM

A) Para meditar. Coloque todas as cartas em posição correta, nenhuma invertida. Embaralhe e tire uma carta
para meditar.

B) Para informações sobre cada passo de sua vida. Embaralhe e disponha as cartas conforme a figura:

1. Seu passado
2. Seu presente
3. Seu futuro 6 4
4. O que está influenciando sua vida atual
321
5. O desafio a conquistar
6. O que está trabalhando a seu favor 5 7

7. O que está contra você

C) A roda da vida. Coloque as cartas conforme a figura abaixo, na ordem: Sul, Oeste, Norte e Leste; a carta do
meio simboliza a montanha sagrada:

N
OML
S
 Sul: Mostra como a medicina do animal está influenciando a criança dentro de você.
 Oeste: Dá a solução para o seu desafio atual. Indica a necessidade de atenção para suas metas e desejos.
 Norte: É a chave do caminho para a sabedoria e plenitude, conhecendo o professor dentro de você, suas
propostas e intenções.
 Leste: Revela onde a sua força espiritual vive, e indica que direção espiritual você está seguindo. Revela
também o maior desafio para dar clareza a situação.

 A montanha sagrada: É o presente, suas realidades espirituais e físicas. Veja como você está, analise-se e
mude-se se necessário.

D) Tiragem do sol. Para saber o que as pessoas acham de você. Coloque as cartas conforme a figura:

1. Como a pessoa vê sua relação com o mundo material


2. Como a pessoa interage com você em relação aos seus desejos 3
3. Como enxergam sua intelectualidade
254
4. Como vêem sua espiritualidade
1
5. A visão geral de você, como reagem à sua presença

E) Tiragem da lua. Para saber de seu interior e da sua consciência. Coloque as cartas conforme a figura abaixo:

 Leste: Mostra como você vê seus talentos e habilidades espirituais.


 Sul: Revê seus verdadeiros sentimentos sobre alguma coisa ou alguém.
 Oeste: Estude esta carta profundamente. Ela pode levar você à sua verdadeira proposta de vida. N
Sua missão.
OML
 Norte: Mostra sua verdadeira sabedoria e sua capacidade interior.
S
 Carta do Meio: É a integração de todas as medicinas de sua inconsciência. O conhecimento do
seu “eu”.
F) A tiragem da borboleta. Esta tiragem é usada para determinar e orientar seus projetos ou grupos de trabalho.
Coloque as cartas conforme figura abaixo:

 Leste: É a posição do ovo. É a carta da idéia e da atividade. Mostra o valor do seu plano.
 Sul: É a carta da larva ou posição da larva. Mostra o que deve ser feito no início, quais são as
necessidades para a realização do projeto. N
 Oeste: É a posição do casulo. É a carta do amadurecimento e das transformações. De pensar no
O L
projeto ou na atividade para sentir sua utilidade perante a sociedade.
S
 Norte: É a posição da borboleta. A carta para analisar os seus ganhos e o seu esforço. É a
manifestação do seu trabalho.

Observação: Nas cartas em branco, você pode desenhar ou escrever os nomes de animais que
você mais gosta e que não se encontram identificados neste baralho. Animais que você tenha
afinidade. Você também pode usar estas cartas como um talismã, após ter escolhido seu animal
preferido e inseri-lo na carta.

Escolha um dos animais abaixo e clique nele para ler a carta correspondente:

Baleia

Corvo

Gambá

Tartaruga

Baleia: Registros da Mãe Terra, sons que equilibram o corpo emocional, origens. Gambá: Campo de proteção,
reputação, repelir quem não o respeita, respeito. Tartaruga: Estabilidade, organização, longevidade, paciência,
resistência, proteção, experiência, sabedoria, Mãe-Terra.

Abaixo alguns dos animais com seus significados:

 Abelha: Comunicação, trabalho árduo com harmonia, néctar da vida, organização.


 Cabra e Cabrito: Determinação para ir ao topo, nutrição, brincadeiras.
 Camelo: Conservação, resistência, tolerância.
 Canguru: Proteção maternal, coragem para seguir em frente nas fraquezas.
 Condor: Idem a águia, é um dos filhos do Sol no Peru, representa o Mundo Superior.
 Elefante: Longevidade, inteligência, memória ancestral, ancestrais enterrados.
 Esturjão: Determinação, sexualidade, consistência, profundidade, ensinamento.
 Gaivota: Voar através da vida com calma e esforço para alcançar objetivos.
 Gato: Mistérios, poderes mágicos, sensualidade, independência, visões místicas, limpeza.
 Girafa:
 Gorila: Sabedoria, inteligência, adaptabilidade, guardião da terra, habilidade.
 Guaxinim: Bom humor, limpeza, sobrevivência, tenacidade, inteligência, folia.
 Hipopótamo: Desenvolvimento psíquico, intuição, ligação água-terra, aterramento.
 Jacaré: Instinto de sobrevivência, o inconsciente profundo, o caos que precede a criação.
 Jaguar: A busca em águas da consciência, mensageiro, interação mente e alma.
 Javali: Comunicação entre pares, expressividade, inteligência.
 Leão: Poder, força, majestade, prosperidade, nobreza, coragem, saúde, liderança, segurança, auto-
confiança.
 Leopardo: Conhecimento do subconsciente, compreender aspectos sombrios, rapidez.
 Macaco: Inteligência, bom humor, alegria, agilidade, perícia, irreverência, amizade.
 Minhoca: Regeneração, resistência, auto-cura, transformação.
 Onça: Espreita, proteção de espaço, silêncio, observação, precisão.
 Pantera: Mistério, sensualidade, sexualidade, beleza, sedução, força, flexibilidade.
 Pato: Desenvolvimento de energia maternal, fidelidade, nutrição energética.
 Pica-Pau: Regeneração, limpeza, comunicação, proteção, unido aos Espíritos do trovão.
 Pingüim: Viver em comunidade, fidelidade, lealdade nos romances.
 Pombo: No cristianismo simboliza o Espírito Santo, paz, comunicação, mensagem.
 Salmão: Força, perseverança, nadar contra a maré, determinação, coragem.
 Tigre: Aproximação lenta, preparação cuidadosa, aproveitar oportunidades.
 Touro: fertilidade, sexualidade, poder, liderança, proteção, potencia.
 Vaga-Lume: Iluminação, entendimento, força de vida, luz e escuridão, maravilhas.

1 – ÁGUIA (Espírito)

Águia... Voe alto, toque o Grande Espírito, partilhe sua ciência de cura.
Toque-me, honre-me, que eu possa conhecer-te.

A águia representa o poder do “Grande Espírito”, a conexão com o divino. É a habilidade de viver na plenitude,
conectado e equilibrado na espiritualidade e na terra. A águia voa alto, nas alturas ela está mais próxima do céu,
onde o “Grande Espírito” vive. As penas da águia são consideradas um dos mais sagrados talismãs de cura.
Elas vem sendo usadas através dos séculos pelos xamãs (curandeiros), para clarear as auras dos enfermos e
torná-los saudáveis. Nos sistemas de crenças das tribos nativas americanas, a águia representa um estado de
graça, alcançado através do trabalho árduo e do entendimento. É somente através da experiência adquirida nos
altos e baixos da vida, na conexão com o Grande Espírito que encontramos o grande significado desta carta.
Se você tirar esta carta, a águia está aconselhando-o a retomar seu coração e sua coragem, o Universo está
apresentando-lhe uma oportunidade para se sobrepor aos níveis mundanos de sua vida. O poder de reconhecer
esta oportunidade pode vir na forma de um teste espiritual. Estando astuto, você pode reconhecer os lugares na
sua alma, personalidade, emoções ou psique que precisam de suporte ou refinamento.
No geral a águia recomenda voltar-se para o senso de limites, o horizonte do que é visível. Em busca do seu
próprio “eu”, sua alma encontrará suporte nos acontecimentos do presente onde Deus também está. Alimente
sua alma. No Universo da Mãe Terra e do Pai Céu a dança da vida envolve a luta pelo justo e a busca para
enfrentar a aventura da vida, onde você é o criador como o Divino.
A águia na carta, avisa para a interligação com o elemento ar. Ar é o plano mental, é o poder da mente. Se você
estiver caminhando nas sombras da realidade, ela traz-lhe a iluminação. A águia ensina a olhar mais alto, a
tocar o sol com seu coração, amar a sombra assim como a luz, enxergando a beleza em ambos. Esta carta é um
presente de liberdade.
A carta invertida: Esquecimento do próprio poder e da ligação com o Grande Espírito. Não reconhecimento da
luz e da clareza. Ame você mesmo assim como Deus o ama. Procure forças em suas raízes. Vá até o lugar onde
a águia está, nas montanhas onde o ar é puro e o movimento é livre. Procure ideais nobres e encontre-se com
Deus.

2 – FALCÃO (Mensageiro)

Falcão... Mensageiro do céu, rodeie meus sonhos e ensina-me a mensagem de como nós podemos voar.

O falcão é como mercúrio, o mensageiro dos deuses. Fique em observação, olhe ao seu redor e observe o óbvio
em tudo que faça. A vida está enviando sinais. A vida é iniciação, é mágica, a intuição que vem desta mágica da
vida pode fazer com que ultrapassemos uma situação difícil ou um problema pessoal.
Observe as formas do poder que estão a sua volta. Não deixe que a escuridão da situação impeça a sua lucidez,
sua esperança, outra visão da vida. Ouça as gotas de chuva baterem em sua janela. Preste atenção: você é tão
poderoso quanto sua capacidade de perceber, receber e usar suas habilidades. É a habilidade intuitiva que
esclarece a mensagem do grito do falcão. Fique atento, procure a verdade.
Os antigos veneram este pássaro magnífico de adoração como um mensageiro trazendo novidades para nossa
vida na terra, e mensagens dos nossos antepassados. Se o falcão dava um sinal, exigia-se atenção. Isto poderia
mostrar a vinda de uma tribo guerreira, o nascimento de uma criança, ou a celebração de uma vitória.
Pessoas com características do “falcão” tem uma grande responsabilidade, pois tem uma grande visão do
mundo. As pessoas de “falcão” estão sempre alertas para os sinais do bem e do mal e para mensagens do
espírito.
Tirando esta carta, esteja alerta, você está recebendo sinais na sua vida. Pode ser um alerta para agarrar uma
oportunidade que está vindo ao seu encontro; uma mensagem para observar a sua vida e analisá-la,
esclarecendo perigos que o rodeiam, assim dando forças para vencê-los. Lembre-se o falcão tem um olho
sensível e não tem medo no coração, para que ele voe próximo de Deus.
A carta invertida: Desprezo para os poderes de observação. Sobreposição das emoções acima das suas
percepções. Necessidade de clareza e de razão, confusão emocional e erros de julgamento.

3 – ALCE (Energia e Físico)

Alce... Seus chifres apontam para o Sol. Mostre-me aquela força, mental e moral, que são uma.

O Alce caminhava pela floresta a procura de um parceiro. Era época de acasalamento e os machos haviam se
dispersado para encontrar fêmeas. O chamado de acasalamento do Alce através da floresta, alerta o Leão da
montanha. O Leão ronda próximo ao Alce, seguindo-o momento a momento. O Alce sente o perigo, a
perseguição e parte para um lugar bem alto. O Leão o persegue e o Alce alcança outros lugares mais altos
ainda, correndo e desprendendo uma grande quantidade de energia, mostrando sua força física. O Leão desiste
da perseguição por cansaço.
O Alce supera a si próprio; sua grande defesa é percorrer grandes distâncias, utilizando sua força e energia ao
máximo. Esta carta ensina que caminhando por você mesmo, você acumulará mais força e energia. As pessoas
desta carta podem não ser as primeiras a atingir seus objetivos, mas elas sempre chegam sem se machucar. A
carta diz que é hora de finalizar aquilo que você começou, com tranqüilidade.
Os Alces, excluindo a época de acasalamento, honram suas fêmeas e respeitam todos os machos. Esta carta
especial mostra a amizade entre pessoas do mesmo sexo se sobrepondo à competição.
Se a carta sair, o conselho é a pessoa procurar uma companhia do mesmo sexo ou de um grupo para conseguir
uma energia similar à dela, sentimentos de segurança e experiência. A carta pede para você analisar como está
suportando fisicamente as dificuldades de sua vida, superar você mesmo e manter o equilíbrio. Vitaminas e boa
alimentação são um bom recurso para ir em frente.
A carta invertida: Excesso de esforço, cansaço, desinteresse sexual, falta de energia, necessidade de
relaxamento, falta de atenção com o parceiro. Parar quando precisa parar, persistir quando necessário, mudar e
trocar energias são conselhos da carta nesta posição.
4 – VEADO (Gentileza)

Veado... Tão gentil e amoroso, você é a flor da gentileza, um abraço à distância...

Um dia, uma pequena fêmea ouviu o chamado do Grande Espírito. A pequena imediatamente se preparou e
seguiu sua trilha, caminhando para a Montanha Sagrada. Ela não sabia que um horrível demônio estaria no
caminho. O demônio estava tentando manter a distância todas as criaturas do Grande Espírito. Ele desejava
mostrar que o “Senhor” não queria ser incomodado, sentindo-se poderoso, capaz de causar grande medo.
O pequeno animal, frente ao demônio, não estava amedrontado, apesar da aparência pavorosa daquele monstro.
Ele cuspia fogo e fazia sons horríveis. Qualquer criatura normal morreria de medo, mas o Veado, porém, disse
gentilmente para o demônio: Por favor, deixe-me passar, eu estou a caminho para ver o Grande Espírito. Os
olhos do pequeno animal estavam cheios de amor e compaixão; e o demônio surpreso pela ausência de medo.
Apesar da tentativa ele não pode assustá-la, porque o amor e a gentileza dela haviam penetrado em seu coração
e ele fraquejou. Devido a gentileza o amor e o carinho, o acesso ao Grande Espírito estava livre e claro; o medo
desapareceu.
Esta carta nos ensina a usar o poder da gentileza para tocar corações e mentes. Tanto a luz quanto a escuridão
podem ser amadas. Com gentileza cria-se segurança para aqueles que procuram paz.
Se a carta for tirada, ache a gentileza de espírito pois ela supera todas as dores. Pare de ser tão duro para
conseguir mudanças em outras pessoas e ame-as como elas são. Coloque gentileza na sua vida e torne-se a brisa
do verão: quente e aconchegante. Fazendo isso, você se conectará à Montanha Sagrada, seu lugar de
serenidade.
A carta invertida: Luta contra seus demônios internos e idéias negativas, força, rigidez, falta de amor, medo e
poder sem compaixão.

5 – URSO (Introspecção)

Urso... Convide-me para a caverna onde o silêncio sussurra. As respostas você tem...

A força desta carta é o poder da introspecção. É a grande carta da roda da vida. O Urso procura mel, ou a
doçura da verdade, no buraco de uma árvore velha. No inverno, quando a rainha do gelo reina e a face da morte
está sobre a terra, o Urso entra na caverna para hibernar, para digerir a experiência do ano. É dito que nossas
metas residem no Oeste. Para se conseguir metas e sonhos, a arte da instrospecção é necessária.
Para tornar-se como o Urso e entrar seguro na caverna, nós necessitamos de observar as energias da mãe eterna
e receber nutrientes da placenta do grande vazio. O grande vazio é o lugar onde todas as soluções e respostas
vivem em harmonia com as questões de nossas realidades. Se existem questões na vida devemos acreditar que
existam respostas e que elas estão dentro de nós. Todos temos a capacidade de pensar.
Existe um espaço, o local do sonho, a meditação, onde nós passamos da realidade física para a eternidade, e
nele que buscamos energia e repostas para atingirmos nossas metas. Este é o poder do Urso. Dentro da energia
do Urso, encontra-se a intuição feminina, o místico e as profecias. O Urso vive no oeste, o lado intuitivo, o lado
direito do cérebro. Na caverna ele hiberna e procura respostas. Meditando, no silêncio e na calma, você
encontra outros níveis de imaginação e consciência e seus objetivos podem tornar-se realidades concretas.
A carta invertida: Pensamentos confusos, falta de percepção de seus próprios conhecimentos e sentimentos,
falta de intuição, descontentamento com seu corpo, sua mente e seu espírito.

6 – SERPENTE (Transmutação)

Serpente... Venha rastejando, existe fogo em seus olhos.


Pique-me, excite-me, eu aprenderei a perceber, o veneno transformou,
Traga a chama eterna, abra-me para o céu, cure-me novamente...

Pessoas desta carta são muito raras. A iniciação delas envolve experiência de vida através de transformações,
sejam elas mental, física, espiritual ou emocional. O poder da cobra é o poder da criação; por ela entendemos
sexualidade, energia física, alquimia, reprodução, ascensão e mortalidade. A transmutação do círculo da vida,
morte e renascimento, é exemplificado pela troca de pele da cobra. É a energia da plenitude, da consciência
cósmica e da habilidade de experimentar nada exato. É saber que todas as coisas são equivalentes na Criação e
que estas coisas precisam ser experimentadas. É como o veneno sendo ingerido, integrado e transformado se
estivermos conscientes.
Thoth, o Atlanta que retornou como Hermes e era o pai da alquimia, usou a simbologia de duas cobras
entrelaçadas para representar a saúde. Completo entendimento e aceitação que macho e fêmea produzem uma
energia divina quando unem seus organismos em um só.
Esta carta ensina a nível pessoal que você é um ser universal. Através da aceitação de todos os aspectos de sua
vida, você se transforma e gera energia. Esta energia, funcionando em plano material cria paixão, desejo,
procriação e vitalidade física. No plano emocional traz ambição, criação, resolução e sonhos. No plano mental
traz intelectualidade, poder, carisma e liderança. No plano espiritual traz entendimento, plenitude e conexão
com o grande espírito.
Se a carta aparecer, você está com necessidade de mudar algum pensamento, ação ou desejo. Necessidade de
transformação, que nada mais é que, uma magia poderosa, uma mudança de consciência. Torne-se um mágico,
transforme a energia e aceite o poder do fogo.
A carta invertida: Falta de habilidade para mudar, falta de criação, ceticismo e acomodação.

7 – GAMBÁ (Reputação)

Gambá... Conte-me a estória logo eu saberei bem, como atrair e como repelir.

Este pequeno animal tem a reputação de conter um grande poder: o respeito. O Gambá mexe com o senso de
integridade de cada um. Nos ensina que respeitando-nos, criaremos força e honraremos nossa reputação.
Atrairemos pessoas que estão mais próximas daquilo que pensamos e de que somos, consequentemente elas
respeitarão nosso espaço. As pessoas desta carta são carismáticas, sabem como usar sua energia para atrair
amigos e amores. É como o perfume exalado por um animal para atrair um outro, uma magia sexual. As
pessoas precisam usar esta energia de uma maneira construtiva, pois podem atrair honra ou desgraça.
Se você escolheu este símbolo, você está sendo questionado a perceber os tipos de pessoas que você atraiu e
convivem com você. Projete respeito próprio.
A carta invertida: Exagero de amor próprio, repelência de pessoas por inveja ou orgulho, falta de verdade
consigo próprio, falta de observação em si próprio, desequilíbrio nas ações e no desprendimento de energia e
falta de respeito próprio.

8 – LONTRA (Cura da Mulher)

Lontra... Tão brincalhona! Sensação do rio. A cura da mulher, osonho realizado.

Esta carta é a energia feminina que existe em todos os seres humanos. A Lontra é muito carinhosa e brinca por
horas, fazendo todos os tipos de acrobacias. Ela vive na terra, mas sempre faz sua casa perto da água. Os
elementos terra e água são femininos. A Lontra é a personificação da feminilidade, a verdadeira estrela do
mundo animal. Está sempre em movimento e é muito curiosa, nunca briga a menos se for atacada. Para ela
todas as criaturas são amigáveis, até provar em contrário.
Esta característica feminina permite que abramos espaço para que outros entrem em nossas vidas sem
preconceitos ou suspeitas.
A energia feminina não é fria, é amiga e acolhedora. Pessoas desta carta alegram os outros. A tempos atrás,
uma lei tribal dizia que: se uma mulher ficasse viúva, sua irmã ofereceria seu marido à ela como um amante,
para confortá-la.
Esta carta é a liberdade do amor sem ciúmes. É amar os outros como a si mesmo. Se você tirar esta carta, a
Lontra está lhe dizendo para tornar-se uma pessoa divertida, como uma criança.. É tempo de parar de precaver-
se. Liberte-se, solte-se, presenteie-se, medite. Mova-se gentilmente na vida. Entregue-se para o Universo.
A carta invertida: Falta de percepção, sobreposição do lado masculino, personalidade oculta, medo de rejeição,
falta de amor em Deus e nos homens.

9 – BORBOLETA (Transformação)

Borboleta... aquelas asas na luz da manhã. Você conhece várias formas. Antes de voar.

O poder da Borboleta é como o ar, é a habilidade de conhecer a mente e de mudá-la, é a arte da transformação.
Com esta carta você deve observar sua posição na vida. Como a Borboleta, nós sempre estamos em um estágio
de atividades. Podemos estar no primeiro estágio, onde a idéia nasce, mas ainda não é uma realidade, é o
estágio do ovo, o ponto de criação de uma idéia. O segundo estágio, da larva, é onde temos que tomar uma
decisão. O terceiro estágio, do casulo, é o desenvolvimento do projeto ou da personalidade, é fazer para
realizar. O estágio final, a transformação, é deixar o casulo e voar, é a realização.
Percebendo onde estamos, podemos continuar. Use o ar e os poderes mentais. A Borboleta da clareza mental,
ajuda a organizar um projeto e a subir o próximo degrau na vida ou na carreira. A principal mensagem desta
carta é que você está próximo de algum tipo de transformação. Descubra qual é o seu próximo passo.
A carta invertida: Necessidade e dificuldade em mudar, falta de liberdade, cansaço, preservação de velhos
hábitos e falta de coragem.

10 – TARTARUGA (Mãe Terra)

Tartaruga... A Grande Mãe. Alimente meu espírito, Feche meu coração.


Que eu possa servir, também.

Nos ensinamentos nativos americanos, a Tartaruga é o mais velho símbolo do planeta Terra. É a personificação
da energia de Deus e da Mãe eterna. Nós nascemos do seio da terra e para o seu solo nossos corpos retornarão.
É o círculo de dar e tomar, de retornar para a Mãe Terra tudo o que ela nos deu.
A carapaça da Tartaruga é similar a proteção que a terra nos vem dando através dos séculos. Esta proteção vem
na forma de mudanças. Uma nova planta crescendo, a criação de novas terras pelos vulcões e as alterações do
clima. A Tartaruga nos ensina como usar nossa proteção contra ferimentos, inveja, medo e do inconsciente dos
outros. Se você está incomodado pelas ações e palavras dos outros, é tempo de analisar-se e dar valor aos seus
sentimentos. Se for atacado é tempo de precaver-se.
Se você escolheu este símbolo, dê mais valor aos recursos criativos que você tem, o observe sua situação com
compaixão. Use as energias da água e da terra, seja harmonioso e firme-se no momento certo. Analisando onde
você vive, mora e trabalha, você está semeando seus pensamentos e ações. Desenvolva suas idéias antes de
traze-las a tona. Ser forte, grande e rápido, nem sempre são os melhores caminhos para se atingir os objetivos.
Precipitação pode fazer com que você se sinta imaturo. Procure o poder da Mãe Terra.
A carta invertida: Confusão, solidão, falta de perspectiva, falta de criatividade, falta de prazer e divertimento,
sentimento de inferioridade.

11 – ALCE AMERICANO (Auto-Estima e Amor-Próprio)

Alce... Ajude-me a orgulhar-me, dos presentes que eu posso dar,


E perceba o meu valor, enquanto eu viver.

A Alce é encontrado no norte, e o norte simboliza o lugar do conhecimento e da sabedoria. Ele nos mostra que
o trabalho deve ser feito com orgulho e prazer. As pessoas com características desse animal, tem a habilidade
de saber quando usar a gentileza do "Veado" e quando mostrar a estampa de um "Búfalo". Elas sabem dar
ordens para a execução de uma tarefa assim como fazei-la elas mesmo.
A recomendação desta carta é aconselhar e encorajar os outros através da experiência adquirida na vida. Se
você tirou esta carta é hora de orgulhar-se de um feito, de um êxito, de um ideal realizado e de reconhecer quem
o ajudou.
A carta invertida: Falta de senso de ajuda e orientação, falta de conselhos aos outros através de suas
experiências e falta de auto-estima.

12 – PORCO ESPINHO (Inocência)

Porco espinho... Lembre-me da inocência novamente,


Com cada homem um irmão, cada mulher um amigo.

Esta carta simboliza a inocência e a humanidade da criança. O Porco espinho tem muitas qualidades e é uma
carta poderosa. O poder da fé que move montanhas e o poder da credibilidade que está no plano divino de
Deus. Os espinhos do porco só são usados quando existe a quebra de confiança com outra criatura. Ele é
amável, gentil e não é agressivo.
Se você tirou esta carta é um aviso para acreditar e ter fé como uma criança, não se prendendo no mundo do
caos do adulto, onde o medo e o sofrimento tem lugar comum. Abrir o coração para a alegria, a fantasia e a
imaginação, é o caminho a ser seguido.
A carta invertida: Falta de credibilidade, seriedade excessiva e mágoa.

13 – COIOTE (Ardiloso)

Coiote... Você demônio! Enganou-me uma vez mais! Devo sentar e ponderar, o que você fez?

O Coiote é o grande enganador. Se você tirou esta carta esteja certo que algum tipo de medicina está no seu
caminho; não importando se ela seja má ou boa, e ela poderá fazer com que você sorria ou sofra. O Coiote
mostrará algo sobre você mesmo. O Coiote tem muitos poderes mágicos, mas nem sempre estes poderes estarão
a seu favor. Seus pensamentos enganosos afetam ele mesmo, esquecendo-se de aprender com seus próprios
erros.
Ele perde a batalha, mas não se dá por vencido. Nos atos do Coiote vemos nossa própria estupidez. Ele tem a
arte da sabotagem. A pessoa de Coiote pode convencer os outros que o odor do gambá parece um perfume de
flores. Ele tem a capacidade de seduzir uma estátua de concreto. O Coiote representa todas as experiências
confusas que passamos na vida. Perceba-se, pergunte-se porque você está fazendo isso ou aquilo. Você está se
enganando? Alguém está enganando você? Você está querendo passar a perna em alguém? Você está levando
tudo na brincadeira? Você pode não estar percebendo sua própria estupidez. Você pode estar confundindo a
todos e a si mesmo.
Se você tem esta medicina, use-a para encorajar e alegrar uma festa, quebrar com sutileza uma conversa chata,
conte casos divertidos de sua vida, seja alegre, invente para alegrar.
A carta invertida: Tome cuidado, esteja alerta olhando ao seu redor. Enganos com pessoas, ilusões, problemas
com sócio ou amante e confusões de idéias.

14 – CACHORRO (Lealdade)

Cachorro... Você é tão nobre, sua mensagem é o ensinamento, da verdade e de amigos leais.

Quase todas as tribos indígenas tem cachorros. Estes nobres animais sempre dão sinais quando se aproxima o
perigo. Eles ajudam na caça e são um grande recurso de aquecimento nas longas noites de inverno. O Cachorro
vem sendo considerado através da história o serviçal da humanidade.
Se uma pessoa carrega esta medicina, ela está, geralmente, servindo aos outros ou a humanidade de alguma
forma. Encontramos o caridoso, o filantrópico, a enfermeira, o ministro e o soldado. É a medicina do amor, da
gentileza, do melhor amigo e da energia protetora do território. O Cachorro é um guardião dos segredos dos
anciões e das crianças.
A mensagem desta carta é servir aos outros e ser leal, doar amor, procurar compreender os outros, procurar os
verdadeiros amigos e honrar seus objetivos e sua verdade pessoal.
A carta invertida: Falta de lealdade consigo próprio e com os outros, medo da vida e crítico em excesso.
15 – LOBO (Professor)

Lobo... Professor, descobridor. Cachorro da lua da minha alma.


Uivando, cantando, ensinando como aprender.

O Lobo sai em busca de novas idéias e retorna a seu clã para ensinar e dividir esta medicina. É leal como o
cachorro. Ele possui um grande senso de família e uma grande força individual. Estas qualidades fazem com
que o Lobo pareça muito com a raça humana. Como humanos, temos a habilidade de fazer parte de uma
sociedade e de termos sonhos e idéias próprias.
Na grande nação indígena Estrela, o Lobo é representado pela estrela do cachorro, Siriús, que representa a casa
original dos professores e anciões. A Lua é o símbolo da energia psíquica, dos segredos do conhecimento, e é
de onde o Lobo tira a sua inspiração. A medicina do Lobo é o poder do conhecimento e do professor, e ajuda as
crianças da Terra a conhecer o grande mistério da vida.
Se você tem esta medicina, busque a verdade, use o seu lado intuitivo e divida sua experiência e conhecimento
com os outros. Leia, escreva e fale.
A carta invertida: Visão limitada, falta de idéias novas, estagnação, falta de busca de conhecimento e de
experiências, não aceitação dos fatos da vida.

16 – CORVO (Magia)

Corvo... Preto como piche.


Místico como a Lua, fale-me de magia, eu logo voarei com você.

O Corvo é considerado o guardião da magia. Esta magia é uma poderosa medicina que dá coragem para
entrarmos na escuridão do desconhecido, na casa do invisível e no grande mistério. O Corvo é o mensageiro do
Grande Espírito que vive neste desconhecido. A cor preta do Corvo, pode significar a procura de respostas, o
vazio, o caminho da espiritualidade e não necessariamente o mal.
Se a carta aparecer, a mágica está no ar, alguma coisa especial está para acontecer. O importante é saber como
reagir a este momento, como reconhecer e como usar isto para o crescimento. Aceitar ou desprezar este
presente do Grande Espírito.
A carta invertida: Falta de magia na vida, falta de percepção de sinais da vida, descrença, influência de energia
negativa.

17 – LEÃO DA MONTANHA ou PUMA (Líder)

Leão do Montanha... Oh! O rei líder. De pelo e forma felina.


Toque meu coração com coragem, depois mostre o alarme, que eu possa liderar com prudência.
Assegure brilho e verdade, para carregar o espírito, de força que eu vejo em você.

O Leão do Montanha é o poder de ajuda que um líder deve ter, envolve a sabedoria da liderança. Mostra que
todos podem ser líderes em diferentes posições. Exige o equilíbrio e o jogo de cintura no exercício do poder,
quando usar a força e quando usar a graça.
Se o Leão aparecer em seus sonhos, pare, pense e se guie pela vontade de seu coração, revendo se necessário
seus objetivos. A verdade é a essência de um líder, é sua primeira responsabilidade.
A carta invertida: Tirania, ditadura, falta de conselhos a subordinados, falta de valorização das idéias alheias,
falta de coragem.

18 – LINCE (Segredos)

Lince... Você conhece os segredos tão bem, o sonho e a magia, mas nunca dirá.
Eu poderei aprender segurar minhas palavras, poder e silêncio, a medicina do Lince.
É dito que, se você deseja descobrir um segredo, pergunte a medicina do lince. Infelizmente é muito difícil
conseguir que o silencioso Lince fale. Confrontar-se com esta medicina significa o desconhecimento de si
próprio e dos outros. O Lince é o guardião dos segredos dos sistemas mágicos perdidos e do conhecimento
oculto. Ele tem a habilidade de mover-se através do tempo e do espaço, e ir até o grande silêncio para revelar
algum mistério. Ele não é o guardião dos segredos, mas o conhecedor deles. A dificuldade está em conseguir
que o Lince nos instrua.
A medicina do Lince é um tipo específico de clarividência. Se esta medicina é forte em você, você saberá o que
as pessoas levam no seu íntimo, você verá seus medos, suas mentiras e suas decepções. Saberá onde elas
escondem seus tesouros, e nunca revelará a ninguém.
Se você tirou esta carta, pode estar certo que segredos estão no ar. Você deve escutar sua alma, esteja alerta e
preste atenção para as revelações que vêm a sua mente ou através de vozes do seu interior. Sinais aparecerão no
dia a dia. A mãe Terra está avisando-o de alguma forma. O Lince pode ensinar-lhe sobre o poder pessoal, ou
coisas perdidas e levar você até os tesouros. O grande gato vê além das montanhas.
A carta invertida: Hora de calar-se, segredos sendo revelados à quem não se deve, fofocas, falta de interesse no
valor alheio, falta de verdade, síndrome do “sabe-tudo”.

19 – BÚFALO (Prece e Abundância)

Búfalo... Você nos traz, os presentes da vida.


Ouça nossas preces, apareça das cinzas como Fênix.
Nós renascemos, entre as palavras secretas.

Na tradição indígena americana era o Búfalo que trazia o cachimbo secreto para as pessoas e ensinava-as a
rezar. A cavidade do cachimbo era o recipiente do fumo, a erva medicinal do homem e da mulher. A parte mais
fina da cachimbo representa o macho entrando na fêmea e liberando vida. Macho e fêmea juntos são a divina
energia do Grande Espírito. Quando o cachimbo está cheio de fumo, cada família está convidada a fumar e
dividir sua medicina como prece. A fumaça era considerada o visual da prece, e era muito sagrada.
Todos os animais são sagrados, mas em muitas tradições o Búfalo Branco é o que se destaca. A aparição de um
Búfalo Branco é um sinal que as preces estão sendo ouvidas, que o cachimbo sagrado está sendo honrado e que
as promessas de profecia estão sendo realizadas. O Búfalo Branco, representa um tempo de abundância e
plenitude. O Búfalo era o maior recurso de subsistência para os índios. Ele fornecia carne para a alimentação,
pele para roupas, e casacos leves e quentes para longos invernos.
A medicina do Búfalo é rezar e ter gratidão por tudo que se tem recebido. É também saber que a abundância é
um presente e que a gratidão é expressa em toda a parte da criação. Usar a medicina do Búfalo é fumar o
cachimbo, é sentir prazer pela riqueza da vida, é dividir esta riqueza com todas as raças, todas as criaturas,
todas as nações e toda a vida. Esta medicina significa rezar com harmonia pelas boas coisas e aceitar o grande
mistério como parte desta harmonia.
Se você tirou esta carta, você está sendo chamado a usar sua energia em preces, ou ser um instrumento para
alguém que deseja rezar. É tempo de reconhecer o quanto é sagrado cada passo da vida. É tempo de valorizar a
paz, de serenidade, de calma e de prazer. É hora de agradecer o que lhe foi dado. Esta medicina mostra que sem
o Grande Espírito, nós não somos nada.
A carta invertida: Esquecimento do poder divino, materialismo, falta de prece e de agradecimento, falta de
espiritualidade, egoísmo.

20 – RATO (Detalhista)

Rato... Se eu pudesse ver o mundo, pelos seus pequenos olhos,


Talvez eu saberia, como detalhadamente examinar.
Cada detalhe carrega um peso e uma verdade nos seus propósitos,
Os problemas difíceis tem seu perfeito lugar, para parar o “seu circuito”!
O Rato toca tudo com as patas para conhecer as coisas. Isto é um grande poder ou uma grande fraqueza. É uma
boa medicina para estar alerta, para prestar atenção nos detalhes, mas uma medicina ruim porque divide toda a
pequena coisa em pedaços.
O Rato tem vários predadores, como pássaros, gatos e cobras e por isso um elevado senso de perigo.
A civilização atual é altamente complexa e necessita de muita organização. A medicina do Rato é poderosa
nestes tempos modernos. Coisas que podem parecer insignificantes para alguns são de enorme importância para
outros.
Pessoas com esta medicina acham que o mais simples trabalho é cheio de dificuldades. São aficionados em
metodologia. Eles separam, catalogam e guardam para depois usar. Os “xamãs” dizem que sem o Rato não
existiria sistematização do conhecimento. Sempre existe mais o que aprender, tudo pode sempre ser
destrinchado profundamente.
Se sua medicina é a do Rato, você pode estar com medo da vida, mas muito bem organizado. Você teria que ter
uma visão mais ampla do que aquela que você vê a sua frente. Desenvolva uma amplitude de espírito, tente
conhecer a grande dança da vida. Perceba que apesar de você estar em Los Angeles, existe também Nova York,
a Lua, o Sistema Solar e um Universo infinito. Pule alto, pequeno amigo, você escalará a montanha secreta.
A medicina do Rato nos ensina a fazer um detalhado exame das coisas. Olhe para você e os outros
cuidadosamente. Talvez aquele grande pedaço de queijo esteja em uma ratoeira e lhe trará uma morte certa.
Talvez o gato esteja no armário aguardando você. Talvez alguém que você delegou autoridade, como um
médico, um advogado, um empregado, etc., não esteja fazendo seu trabalho corretamente. A mensagem é ver
além do que seus olhos enxergam e agir de acordo.
A carta invertida: Dureza, frieza, falta de ordem, desrespeito às autoridades, desprezo por coisas ou pessoas,
falta de metodologia.

21 – CORUJA (Decepção)

Coruja... Magia, sinais, tempo e espaço. A verdade emerge...


Jogue fora a decepção, vôo silencioso, pássaro sagrado.

A medicina da Coruja é simbolicamente associada com a clarividência, projeção astral, magia negra e branca.
Ela é a Águia da Noite. A noite é amiga da Coruja. Ela emite seu som na escuridão e identifica qualquer som
estranho. Esta qualidade lhe dá a vantagem quando procura comida. Ela é a caçadora noturna. Nós não ouvimos
quando a coruja voa, mas sua caça sabe definitivamente quando ela ataca, pelo seu bico e unhas fortes e
afiadas. A Coruja é freqüentemente a medicina dos bruxos e bruxas.
Se a Coruja é a sua medicina, você se inclinará à arte da magia e explorará as ciências ocultas; devendo resistir
à prática de magia negra e algum feitiço que tire a energia de um outro ser. Em algumas culturas a Coruja é o
símbolo da sabedoria, porque ela vê o que os outros não podem. Atena, a deusa da sabedoria tem como
companhia no ombro uma coruja, a qual revela à ela todos os segredos ocultos. Tirando esta carta, você está
sendo inquirido a usar os seus poderes, observar silenciosamente e intuir alguma situação da vida, enxergar a
verdade total. A coruja pode trazer à você mensagens à noite através dos sonhos e da meditação. Atenção para
os sinais, a verdade sempre traz mais inteligência e sabedoria.
A carta invertida: Enganos, influência de bruxarias ou magia negra, uso de energia negativa contra outros,
escuridão, falta de clareza.

22 – CASTOR (Construtor)

Castor... Ensine-me a construir os meus sonhos, incluindo outros também.


Uma mente, um pensamento, corações como um só, lições aprendidas de você.

A medicina do Castor é como a energia da Água e da Terra, e incorpora um forte senso de lar e de família. Se
você olhar para aquela represa de madeira no riacho, você achará várias entradas e saídas. Construindo a sua
casa o Castor sempre deixa várias alternativas para escapar. Esta prática nos mostra que nunca devemos nos
fechar para não termos saída. Se eliminarmos alternativas deixamos de ter experiência de vida. Limitação
cancela produtividade.
O Castor tem dentes muito afiados capaz de cortar grandes árvores, imagine o que aqueles dentes podem fazer
contra seus predadores. Na parte de traz, o rabo do Castor parece um leme, e isto o ajuda a nadar e a se
proteger.
Para entendermos esta medicina, devemos olhar para o poder do trabalho e atinar para o senso de
sobrevivência. Na construção de um sonho o trabalho é necessário. Para se conseguir um objetivo com outros
exige-se uma mente em grupo. Uma mente em grupo necessita de harmonia e ordem, sem egoísmo. Cada
parceiro no projeto tem seu talento e habilidade e sabe complementar o seu trabalho. Trabalhando bem com os
outros, se acha o senso de comunidade.
Se o Castor aparecer, é tempo de colocar suas idéias em ação ou complementar algum projeto que foi
esquecido. Pode haver necessidade de acertar diferenças com companheiros de trabalho. Crie soluções
alternativas para suas diferenças com os outros, não esquecendo e protegendo suas próprias criações onde
colocou seu amor e energia. Às vezes, o Castor recomenda precaução e cuidado, use do discernimento.
A carta invertida: Apatia, falta de criatividade, desânimo no trabalho, falta de relacionamento em grupo.

23 – GUAMBÁ (Diversificação)

Guambá... Vire-se, enrole-se! Você está realmente morto?


Ou apenas brincando. Foi alguma coisa que eu disse?

O melhor jeito de se proteger deste animal é fingir-se de morto. Fazendo isso ele confunde muitos predadores e
o jogo começa. Algumas vezes o rival se afasta ou olha para o lado e o Guambá corre a salvo.
Esta medicina usa a estratégia. O Guambá tem habilidade para lutar com suas unhas e dentes, mas raramente
ele usa estas formas de proteção. A estratégia da diversão é constantemente empregada quando as coisas se
tornam difíceis. O odor do perfume da morte é exalado, confundindo seus inimigos em trilhas diversas.
Se a carta sair, use estratégia em alguma situação do momento. Alerte seus instintos para o melhor caminho a
seguir, para não ficar apático e preocupado. Soldados tem usado esta medicina à séculos, quando o inimigo está
por perto em grande quantidade. A vitória é doce quando se é usada a estratégia mental e física. Use seu
cérebro, seu senso de drama e surpresa. Traspasse alguma barreira para seu progresso.
A carta invertida: Dramatização em excesso, falta de visão da realidade, rotina, falta de diversificação.

24 – CORVO (Lei)

Corvo... Você está “gorjeando”, logo eu poderia saber,


Os segredos do equilíbrio, dentro de minha alma?
Ou você está enviando seu “gorjeio” sagrado, apenas para lembrar-me, das leis universais?

Existe uma lenda que conta sobre a fascinação do Corvo pela sua própria sombra. O Corvo olha fixamente para
ela, contorna-a, bica-a, até que a sombra torna-se viva e levanta-se, comendo o Corvo. Agora o Corvo é um
Corvo morto.
Se você olhar profundamente nos olhos do Corvo, você encontrará a chave do sobrenatural. O Corvo é
conhecedor dos mistérios da criação e é o guardião do lei sagrada, podendo transmiti-la ao mundo físico. Esta
habilidade é rara e única. Ele possui a arte de estar em dois lugares ao mesmo tempo, tomando qualquer forma
física e observando tudo o que está acontecendo.
As pessoas com esta medicina são mestres em ilusão. Todos os textos sagrados estão sobre a proteção do
Corvo, sendo ele também o protetor da sabedoria dos velhos. Antigamente, a lei sagrada era conhecida pelas
mulheres nativas, elas conheciam as leis do Grande Espírito, por isso, dizia-se “todas as coisas nascem das
mulheres” lei esta que é representada pelo Corvo.
Todos os ensinamentos religiosos, as culturas e os povos criaram suas regras de comportamento dentro das
relações com o mundo, cada uma com a sua verdade. Porém, a lei humana não é a mesma que a lei sagrada.
Mais do que qualquer outra medicina, o Corvo vê o mundo físico e também o espiritual; sendo que como a
humanidade os interpreta é uma ilusão. Nos vários mundos e na infinidade de criaturas o Grande Espírito está
sempre presente. A perfeita lei do Corvo é dada pelo criador, e nos ensina que quando alguém morre, seu
espírito se reencarnará, sem memórias do passado.
O Corvo não tem senso de tempo, vendo simultaneamente o passado, o presente e o futuro; enxergando a luz, a
escuridão e qualquer realidade.
Se a carta aparecer, você deve refletir entre a lei do Grande Espírito e às leis da humanidade; o que é certo e
errado nas leis criadas pelo homem. Deve enfrentar todos os problemas, a desarmonia, a falta de equilíbrio e a
injustiça apoiando-se no Grande Espírito sem medo. Deixe sua integridade pessoal ser seu guia, expanda-se e
encontre sua verdade.
As pessoas com esta medicina devem estar atentas as suas opiniões e ações, falar sobre sua verdade, conhecer
sua missão de vida, e equilibrar o passado, o presente e o futuro. Devem ajudar usando das leis físicas para
construir um mundo de paz.
A carta invertida: Falta de firmeza e equilíbrio, enganos, desonestidade, promessas não cumpridas, falta de
verdade, tristeza, falta de expansividade, medo. Lembre-se do passado como seu professor, do presente como
sua criação e honre o futuro como sua inspiração.

25 – RAPOSA (Camuflagem)

Raposa... Onde você está? Embaixo da relva? Tornando-se a floresta, isso eu posso aprender?
Você está espiando, invisível para mim? Tente ensinar-me, como ser uma árvore?

Na floresta através dos arbustos e das folhagens a Raposa percorre muitas trilhas. Ela é capaz de sumir na
floresta embrenhando-se na mata e estar nas redondezas sem ser notada, com isso observa as atividades dos
outros. Outra habilidade da Raposa é mudar de cor no inverno, confundindo-se com a neve. Ela dá proteção e
segurança para a sua família.
A medicina da Raposa representa a adaptabilidade, esperteza, observação, integração, velocidade de
pensamento e ação e rapidez nas decisões.
Tirando esta carta, a medicina da Raposa é um sinal de que você está apto a observar os atos e as palavras dos
outros. Use sua arte natural de um modo positivo, mantenha silêncio do que, de quem, e porque você está
observando. Aprenda a arte da camuflagem e teste suas habilidades para colocá-las em prática. Mova-se com
calma e graça, tente não ser percebido, torne-se “invisível” e observe. Ganhe confiança e acredite na sua
intuição, sabendo assim o que irá acontecer.
A Raposa ensina a arte da individualidade através do entendimento da camuflagem, ensina também a arte da
concentração.
Ninguém descobre o poder oculto sem perspicácia e ingenuidade.
A carta invertida: Introspeção exagerada, depressão, baixa auto estima, enganos, apatia, tendência a sofrer
ataques por parte dos outros, vulnerabilidade, evidência excessiva.

26 – ESQUILO (Colheita)

Esquilo... Você tem colhido castanhas para reserva,


Predizendo exatamente se você precisará mais.
Ensine-me a colher, não mais do que eu precise.
Confiando no Grande Mistério para colher os frutos.

O Esquilo ensina-nos a preparação para o inverno, quando as árvores não terão mais folhas e as castanhas
desaparecerão. Acredita-se erroneamente que o Esquilo busca comida alucinadamente, apenas pensando em
benefício próprio, o que não é verdade. O poder desta medicina é muito valioso. Ele ensina como colher e
estocar sua energia, para tempos de necessidade. Ensina também a reservar alguma coisa para usarmos no
futuro, podendo ser um julgamento, uma opinião, uma poupança, uma vela ou suprimentos. No nosso mundo o
Esquilo é representado pela pessoa que tem visão e se prepara para o futuro.
A mensagem do Esquilo é estar preparado. É guardar para colher os bens em tempos de escassez, mesmo que
esses tempos não cheguem. Tirando esta carta você está sendo chamado a pensar no futuro e honrá-lo,
preparando-se para mudanças. Analise o que você colheu e perceba o que serve e o que não serve mais na sua
vida. São pensamentos, medos, conselhos, atitudes, bens materiais, etc. Tudo o que conseguimos, tudo o que
colhemos e tudo o que acumulamos. Doe o que você não necessita mais. Outra lição do Esquilo é não ter medo
do futuro, libertando-se e livrando-se dos seus medos, não tornando-se avarento e mesquinho.
A carta invertida: Pessimismo, egoísmo, falta de objetivo, preservação excessiva dos bens e pensamentos, gasto
inútil de energia.

27 – LIBÉLULA (Ilusão)

Libélula... Quebre ilusões, traga visões de poder, não necessita provar, agora é a hora!
Conheça, acredite, o Grande Espírito intercede, alimentando, ajudando. Sentindo todas as necessidades.

A Libélula é a medicina do sonho e da ilusão. É a aparência falsa que nós percebemos da realidade física. O
colorido das asas da libélula, a energia, a forma e o movimento, explodem na mente do observador trazendo
lembranças vagas de um tempo ou lugar onde a magia reinava.
Alguns dizem que a Libélula foi uma vez um dragão e que o dragão tinha as mesmas asas da Libélula. O dragão
era cheio de orgulho e andava pela noite trazendo luz com sua respiração de fogo. Essa respiração fez aparecer
a arte da magia e a ilusão da mudança de forma. O dragão de tão obstinado de provar o seu poder acabou
perdendo o poder da magia. A Libélula é a essência da mudança, a mensagem de sabedoria e inteligência, e a
comunicação com o mundo elemental. Este mundo elemental é constituído dos espíritos das plantas e dos
elementos ar, terra, fogo e água. Em resumo este mundo é cheio de espíritos da natureza...
Se você tirou esta carta, deve ter esquecido de aguar suas plantas. Você deve agradecer os alimentos que você
consome e que sustentam seu corpo. Psicologicamente é hora de esquecer todas as ilusões pois elas restringem
suas ações e idéias. A Libélula lembra você de descobrir que hábitos você precisa mudar e que mudanças você
deseja em sua vida. Lembre-se que nada é completo como parece ser.
A carta invertida: Poder, ilusão, baixa estima, falta de verdade consigo próprio, sentimentos confusos.

28 – TATU (Limite de Área)

Tatu... Encorace todos os meus limites, ensine-me meu espaço,


Reflita toda a dor, então eu não serei atacado.

O Tatu com sua armadura nas costas, tem sua medicina no próprio corpo. Sua segurança é parte do seu bem
estar. Ele pode enrolar-se e proteger-se sob a carapaça e estar protegido contra os inimigos. Sua lição é estar
sempre alerta para o que você realmente deseja ter como experiência. O Tatu nos ensina uma medicina: faça um
círculo em um pedaço de papel, e veja-o como um lugar de cura. Dentro deste círculo escreva tudo o que você
deseja ter, fazer ou passar como experiência. Inclua todas as coisas que te alegram. Proteja esta círculo, coloque
defesas e nada o que você não queira irá penetrar. Este espaço refletirá o que você é e o que você será.
Se a carta aparecer é hora de você definir o seu espaço. Respeitar seu tempo de lazer, perceber sua relação com
os outros e definir-se. Verifique o que você quer ou não fazer, o que é agradável ou não, sua reação em
qualquer circunstância e suas habilidades. Sinta se você está sendo invadido pelos outros, pois sem defesas nos
tornamos uma esponja.
A carta invertida: Reclusão, falta de expansão, falta de vulnerabilidade, medo de machucar-se, sentimento de
rejeição e fracasso, aprisionamento de sentimentos e ações.

29 – TEXUGO (Agressividade)

Texugo... Texugo... Texugo... Até você alcançar um objetivo,


Conheça seu poder interior, que vive em sua alma.

O Texugo ataca com grande agressividade, fúria e rapidez. O poder desta medicina é a agressividade e o desejo
de lutar pelo que se quer. O Texugo representa a poderosa medicina das mulheres, é também o guardião da
medicina das plantas da Mãe Terra. As pessoas desta medicina são rápidas para agir em crises e elas não entram
em pânico.
Se você tirou esta carta, você está pronto para expressar seus sentimentos não se importando com as
conseqüências. Esta medicina pode representar também a pessoa que tem coragem de usar maneiras
inconvencionais para curar as pessoas, usando todos os métodos para conseguir a saúde. As pessoas com esta
medicina podem apresentar a síndrome da crítica quando estão desequilibradas. São agressivas o bastante para
proteger o seu espaço e nunca desistem. Elas sempre são “o chefe”, aquele que todos temem. Fazem do trabalho
um sucesso.
Se a carta aparecer, você está sendo muito paciente e pacato para atingir um objetivo. Seja agressivo de um
modo criativo, torne-se saudável e expresse todos os sentimentos que lhe fazem mal. Não despreze os outros no
seu caminho de luta. Use a força para afugentar sua apatia. Use sua força corretamente e para benefício próprio.
Use a medicina das plantas e suas habilidades na saúde.
A carta invertida: Repressão de superiores, agressividade sem equilíbrio, raiva, irritabilidade, falta de iniciativa
na busca de um objetivo concreto, sentimento de rejeição, inveja dos outros, insegurança, saúde debilitada.

30 – COELHO (Medo)

Pequeno Coelho medroso... Por favor deixe seu medo!


Correndo sem que a dor pare, transforme a escuridão em luz.

A muito tempo atrás havia uma grande amizade entre um Coelho e uma bruxa. Os dois passavam muito tempo
juntos e eram muito próximos. Caminhando juntos pararam para descansar. O Coelho disse que estava com
sede, então a bruxa pegou uma planta, assoprou-a e a transformou em água. O Coelho tomou a água e não disse
nada. Depois disse que estava com fome, então a bruxa pegou uma pedra e a transformou numa raiz comestível,
o Coelho comeu com prazer e não disse nada. Os dois continuaram andando em direção ao topo de uma
montanha, próximo ao topo o Coelho escorregou, caiu e rolou. Machucou-se. A bruxa usou de sua mágica e
curou seus ossos quebrados e sua dor, e ele mais uma vez não disse nada. Dias mais tarde a bruxa estava a
procura de seu amigo que havia sumido. Encontrou-o por acaso e perguntou porque ele estava evitando-a. E ele
respondeu que estava com medo de sua magia. Ela disse que havia usado a magia para salvá-lo e que agora ele
recusava a sua amizade. Ele retrucou dizendo que não queria estar com ela e que esperava que nunca mais se
encontrassem; não percebeu as lágrimas derramadas pela bruxa. Ela disse: "Uma vez fomos grandes amigos e
companheiros, mas agora não. Meu poder pode destruir você, mas devido ao nosso passado não farei isso. Mas
de agora em diante rogo-lhe uma praga: Você chamará os seus medos e seus medos virão até você. Tudo o que
partilhamos juntos como amigos está desfeito."
Agora o Coelho é um medroso. E gritou de medo de águias, lobos, coiotes e cobras, e então eles ouviram e
apareceram.
Essa estória nos mostra que as pessoas são tão temerosas de tragédias, doenças, desastres que acabam atraindo
tudo para elas. A questão é: o que você resiste, persistirá. O que você tem mais medo é o que você se tornará.
Pare de falar de coisas horríveis e retire palavras ruins do seu vocabulário.
A carta simboliza também preocupação com o futuro. Deixe de lado seus medos e tente não senti-los.
A carta invertida: Necessidade de descanso, reavaliação da vida, sentimentos negativos, falta de coragem para
solucionar problemas, falta de clareza e medos.

31 – PERU (Doação)

Oh! Irmão Peru! Tanta doação você representa,


De tudo que você é, outros podem verdadeiramente viver.

O Peru é considerado por várias tribos como a águia; e a filosofia da doação é muito praticada por essas tribos.
Na sociedade moderna, as pessoas tem muito mais do que precisam e deveriam estudar a respeito do nobre Peru
que se sacrifica para que nós vivamos. Nos dias de hoje comemora-se a cerimônia chamada “dia de ação de
graças”, ou cerimônia da doação; mas as pessoas simplesmente a mistificam.
Numa tribo antiga, um membro poderia prazerosamente doar todos os seus pertences para ajudar outras
pessoas. Hoje, na atribulada vida urbana, o pensamento é conseguir as coisas por nossas próprias custas e seguir
em frente. Não existe a preocupação com as necessidades dos outros, com o pobre ou com o idoso. O Peru é a
medicina de muitos santos e místicos. Celebre se você tiver esta medicina, suas virtudes são muitas. A pessoa
que doa o máximo e carrega o peso dos outros tem um valor inestimável.
É sabido que o Grande Espírito reside dentro de todas as pessoas e que o que você faz pelos outros está fazendo
por si mesmo. Transcenda-se, aja e reaja em benefício dos outros e ajude aqueles que precisam. Esta medicina
faz parte de nossa verdade interior e de nosso crescimento. É uma mensagem verdadeira de todos os sistemas
espirituais. Saindo esta carta, você está ganhando um presente, podendo ser material, espiritual ou intelectual. O
presente pode ser pequeno ou grande, mas nunca insignificante. De outro modo, você pode sentir o espírito “da
doação” crescendo em você, e desejar compartilhar com os outros.
A carta invertida: Mesquinhez, avareza, negligência com a generosidade de espírito, manipulação em doar para
receber.

32 – FORMIGA (Paciência)

Oh! Pequena Formiga... Sua paciência cresce, como a poeira do tempo.


Eu poderia aprender a ser como você? Ou isto é muito sublime?

A formiga pode carregar uma folha por centenas de quilômetros antes de voltar para o formigueiro. Formigas
na África devastam a relva da floresta quando a comida é escassa. A medicina da formiga é a estratégia da
paciência. A formiga é construtora, agressiva, forte, detalhista e viajante. Cada formiga de um formigueiro é
parte de um sistema grupal, todas trabalham para a rainha, sendo assim o sacrifício faz parte desta medicina.
Pessoas com características desta medicina são ativas, tem uma mente comunitária. São pessoas que planejam e
gostam de ver seus sonhos realizados passo a passo. Esta qualidade é rara nos dias de hoje. No deserto um tipo
de formiga, cava um buraco cônico, tampa a entrada e aguarda pacientemente um inseto para atacá-lo.
Paciência tem seu retorno!
As pessoas com esta medicina saboreiam o gosto da vitória no fim de uma grande espera. Se o que as pessoas
desejam não foi alcançado, algo igual ou melhor será conseguido. Com esta medicina, você está ciente de que
“o que é seu virá para você”. Esta sabedoria é importante porque mostra a confiança na provisão do Universo.
Se a carta apareceu, é hora de mostrar um pouco de confiança e paciência em alguma situação de sua vida.
Você esqueceu de perceber que sempre recebe o que necessita. Use de estratégia, trabalhe pelo bem de um
todo, agindo assim, esteja certo que o todo deseja a mesma coisa para você. Todos os objetivos serão atingidos.
A carta invertida: Necessidade de atenção, pressa, individualidade, impaciência, pânico.

33 – DONINHA (Movimento Secreto)

Doninha... Doninha... Doninha... Quem está em casa agora?


Se eu perguntasse, você diria que era a vaca!

A Doninha tem uma inacreditável energia e ingenuidade, tem também uma grande audição e visão. O chefes
das tribos antigas enviavam uma Doninha para verificar a capacidade de seus inimigos e quando ela voltava,
seu relato sempre era muito preciso. Um dia relatou aos chefes indígenas sobre o povo branco: “Esses irmãos
tem medicinas novas estranhas. Eles nos dirão que viver do jeito que vivemos é errado, e nos confundirão com
sua fala. Eles tem roubado o barulho do céu e colocado em suas armas, não respeitando os animais e matando-
os. Farão isso conosco. Tirarão tudo de nós, menos os nossos espíritos. A grande sombra escura da morte cairá
sobre nós”.
A Doninha troca a cor de sua pele com a estação do ano, tem grandes poderes de observação, observa todas as
ações, os sentimentos e as situações. Se você tem esta medicina os seus poderes de observação estão em alerta.
Você pode ser um poderoso aliado em alguma organização de trabalho desde que perceba qual é a competição
que está ocorrendo. Você tem uma grande inteligência e ninguém se sobreporá a você.
Observe as suas próprias razões antes de agir. Você tem um grande poder e use essa dádiva para o bem de
todos. Observe quem e o que precisa de atenção ou uma solução, e ofereça a sua assistência de um modo
silencioso e discreto.
A carta invertida: Encrencas, enganos, falta de honestidade, necessidade de sabedoria, dúvidas e falta de
discrição.

34 – GALO SILVESTRE (Espiral Secreta)

Galo... Dá espiral secreta, guie-nos,


A procurar as alturas gloriosas, onde nós podemos viver unicamente.

O Galo silvestre existia em abundância na América do Norte, hoje, porém, estão em extinção. Várias tribos
dançam a “Dança do Galo” para honrar estes pássaros. O movimento da dança segue uma espiral, a qual é o
símbolo do nascimento e do renascimento, o túnel do retorno eterno.
A espiral secreta é também um dos mais antigos símbolos conhecidos do poder pessoal. Quando você pensar
nesta medicina visualize um tornado e a espiral secreta o levará ao centro. A espiral é a metáfora da visão
pessoal e do conhecimento. Muitos iniciantes deste ritual pintam espirais em suas corpos e acreditam que o
grande mistério os favorecerão com visões de poder e de planos. Os movimentos circulares da dança espiral
podem fazer as pessoas transcender a altos estados de inconsciência. Neste estado a pessoa entra no grande
silêncio e tem comunicação direta com o criador.
Se você tem esta medicina faça meditação de varias modalidades. Analise o modo que você se movimenta
através de seu mundo. Verifique o tipo de reação que você cria com a energia que você emana para o Universo.
De que modo você se movimenta nos mundos material e espiritual. Finalmente perceba se seu movimento é
compatível com seus desejos e objetivos.
A medicina do Galo é um convite a dança. Ele celebra os recursos divinos através da dança sagrada em espiral
e oferece esta dança à você como um presente. Harmonize sua dança com os ciclos da Mãe Terra e a ofereça
como uma bela doação.
A carta invertida: Falta de disciplina, desequilíbrio de energia mental, física e espiritual, atritos,
desconcentração, falta de percepção da realidade.

35 – CAVALO (Poder)

Poderoso Cavalo... Poder para correr atrás das elevadas planícies,


Ou trazer a visão, dos campos dançando num sonho de chuva lilás.

“Pegar cavalos é conseguir poder”, era uma regra na história nativa da América. O Cavalo é o poder físico e
sobrenatural nos rituais dos feiticeiros, o Cavalo fazia com que eles voassem e alcançassem o céu. A
humanidade deu um grande passo quando o Cavalo foi domesticado. Antes do Cavalo os humanos eram
limitados em espaços, fixos e lentos. Uma vez os humanos montaram num dorso de um Cavalo e se tornaram
livres como o vento. Carregavam suprimentos por grandes distâncias com facilidade. O Cavalo foi o primeiro
animal utilizado como ajuda para a civilização. A humanidade tem uma grande dívida com este animal.
Conta-se uma estória que um curandeiro estava andando pelas planícies para visitar uma nação indígena. Ele
carregava seu cachimbo e uma pena amarrada em seu longo cabelo preto, mostrava que era um homem de paz.
Ele avistou uma manada de cavalos correndo ao seu lado. Uma égua preta aproximou-se e perguntou se ele
estava procurando uma resposta em sua jornada. E ela disse: “Eu sou do lugar onde as respostas existem.
Monte-me e conheça o poder de entrar na escuridão e achar a luz”. O curandeiro agradeceu e concordou em
procurá-la quando sua medicina necessitasse. Uma égua amarela aproximou-se dele e ofereceu-se para levá-lo
ao leste, onde a luz vive. O curandeiro poderia encontrar respostas lá e ensinar e iluminar os outros. Mais uma
vez, ele agradeceu e disse que um dia poderia usar essas dádivas de poder em sua jornada.
Uma égua vermelha aproximou-se brincalhona. Ela disse sobre o poder de balancear trabalho e medicina com
experiências de divertimento. Ela lembrou ao curandeiro que é possível prender a atenção dos outros com
humor e aprendizado. O curandeiro agradeceu e prometeu lembrar da dádiva da alegria.
O curandeiro estava próximo de seu destino quando uma égua branca veio à frente da manada. O curandeiro
montou-a, pois era ela aquela que carregava todas as mensagens dos outros cavalos e representava a sabedoria
do poder. Ela disse: “Nenhum abuso de poder leva à sabedoria. Você, curandeiro, tem feito sua jornada para
curar um irmão necessitado, compartilhar o caminho sagrado e fazer a Mãe Terra saudável. Você tem o
conhecimento através da mente, um instrumento do grande espírito. Você carrega as necessidades das pessoas
em você. Sabiamente você entende que o poder não é dado facilmente, só é dado àqueles que desejam ter
responsabilidade equilibrada”. O curandeiro revigorou-se.
Entendendo o poder do Cavalo, você pode lutar para conseguir o equilíbrio. O verdadeiro poder é a sabedoria
adquirida. A chave do poder é a compaixão, o carinho, o ensinamento, o amor, o compartilhar dos talentos e
das habilidades.
A carta invertida: Desentendimentos, fraqueza, falta de equilíbrio, desrespeito aos outros, falta de poder.

36 – LAGARTO (Sonho)

Lagarto... Você sonhará comigo? Viaja através das estrelas?


Entre num lugar do tempo e espaço, lá vivem as ilusões.

O Lagarto estava à sombra de uma grande rocha, escondendo-se do Sol. Uma cobra estava a procura de uma
sombra para descansar. A cobra observou o Lagarto por um instante enquanto ele movia os seus olhos de um
lado para o outro com as pálpebras fechadas. A cobra emitiu um som para chamar a atenção do Lagarto.
Vagarosamente os olhos sonhadores do Lagarto se abriram e se dirigiram à cobra. Ele disse: “Cobra você me
assustou! O que você deseja?” Ela respondeu: “Lagarto, você sempre consegue a melhor sombra no calor do
dia. Esta é a melhor rocha por quilômetros. Por que você não divide esta rocha comigo?” Ele pensou por um
momento e concordou dizendo: “Cobra, pode dividir comigo a sombra, mas você deve ir para o outro lado da
rocha e deve prometer não me interromper”. A cobra disse então: “Como eu poderia incomodá-lo, se tudo o que
você está fazendo é dormir”. Ele respondeu: “Oh! Cobra, você é uma serpente tola. Eu não estou dormindo.
Estou sonhando”. Qual é a diferença? Disse a cobra. Ele explicou: “Sonhar é ir para o futuro. Eu vou onde
existe o futuro. Veja, é por isso que você não me atacou hoje. Eu sonhei com você e sabia que você estava
satisfeita; comeu muitos ratos?”. A cobra retraiu-se dizendo que ele estava exatamente certo. A cobra queria
entender o porque da permissão dele para dividirem a rocha. Ele sorrindo disse: “Cobra você procura uma
sombra e eu procuro a sombra da escuridão, onde os sonhos vivem”.
A medicina do Lagarto é a sombra da realidade, onde os sonhos são visões do que irá se manifestar fisicamente.
É a medicina dos sonhos. Os sonhadores podem sempre ver a sombra. Esta sombra representa os temores, as
vontades, ou as coisas que se tem resistência.
Se você tirou esta carta é hora de perceber o que está a sua volta. Os medos, o futuro a sua frente, ou coisas que
você está ignorando de você mesmo. Preste atenção nos seus sonhos e nos símbolos. Tente recordar de tudo que
sonhou, preste atenção em cada detalhe. Se você não está conseguindo lembrar de seus sonhos, acorde no meio
da madrugada com a ajuda de um despertador, ou beba bastante água antes de dormir. Os sonhos são muito
importantes, preste atenção neles.
A carta invertida: Conflitos, pesadelos, confrontação com temores internos, necessidade de relaxamento,
tristeza, aborrecimentos, recusa na aceitação dos indicadores dos sonhos.

37 – ANTÍLOPE (Ação)

Corra Antílope... Ensine-me, sobre ação e paz.


Rápido, rápido, que eu possa correr com graça.

No começo dos tempos, quando a tribo dos homens era pequena, o Antílope percebeu que as pessoas estavam
sem proteção, famintas e em perigo de extinção. Os ancestrais poderiam sumir da face da terra se não fizessem
alguma coisa. Então o Antílope chamou os homens e disse: “O grande mistério enviou-me para ensiná-los uma
lição. A lição é agir. Vocês não tem que sentir medo se souberem o que fazer e como agir”. O que faremos?
Perguntaram as pessoas. “Se vocês estão sem roupas e com frio vocês devem matar-me e pegar minha pele para
se aquecerem. É meu presente para vocês. Façam isso!” Nós faremos, responderam as pessoas. Então os
homens perguntaram: “Mas e sobre nossa fome, estamos famintos. O que faremos para salvar-nos?” “Se vocês
tem fome, devem matar-me, pegar minha carne e nutrir-se para ficarem fortes. É meu presente, é parte da
minha evolução. É meu serviço. Façam isso!” O Antílope sabia que os humanos sobreviveriam se comesse
carne, principalmente na era gelada. Antes da era gelada, frutas e vegetais eram abundantes e os humanos não
tinham a necessidade de comer a carne dos animais. Então as comunidades comeram a carne de antílopes. Eles
aprenderam a não desperdiçar e pegar apenas o que precisavam. Quando necessitavam de comida eles agiam,
aprenderam a lição. Os antílopes ensinaram os humanos a honrar os presentes enviados pelo grande mistério e a
evitar a destruição indiscriminada da vida.
O Antílope representa o conhecimento da ação. Ele nos dá a consciência da mortalidade e do tempo de vida e
nos ensina a agir de acordo.
Esta medicina é a sabedoria do ciclo da vida. Conhecendo a morte, o Antílope vive verdadeiramente. A ação é a
essência do viver. A medicina do Antílope dá a você força mental e física e a habilidade da rapidez de decisões
e ações.
Se você tirou esta carta, seus pensamentos estão corretos e suas ações serão um sucesso. Você está com grandes
propósitos. Aja para seu bem, de sua família, da nação e da terra.
Faça agora, não deixe para depois, seu senso está perfeito. Tome coragem e siga em frente. O tempo é agora. O
poder é seu.
A carta invertida: Egoísmo, falta de espiritualidade, indecisão, mentiras, medo do desconhecido, falta de ação.

38 – SAPO (Clareza e Limpeza)

Cante, Sapo, cante! Chame as chuvas, acabe com a seca,


Limpe a terra, que eu sobreviva novamente.

O Sapo canta as canções que trazem a chuva para o lugar seco. É a medicina da energia da água. O Sapo nos
ensina a orgulhar-nos das lágrimas, pois elas limpam a alma. A água prepara e limpa o corpo para a cerimônia
sagrada.
A transformação do girino em adulto prepara o Sapo para o poder das águas do céu: a chuva. Conhecendo o
elemento água ele pode cantar para chover.
Como o Sapo, nós temos que perceber quando é hora de refrescar, purificar e encher os cofres da alma. Se a
carta apareceu, existe a necessidade de uma limpeza. Você pode estar cansado, irritado, frustrado, sentindo-se
culpado, perdido e sozinho. Pare, tome um banho nas águas, relaxe e respire fundo. A chave é distrair-se e
repor energias para o corpo, a mente e o espírito. Uma pessoa com esta medicina pode retirar energias negativas
através da água.
Algumas práticas dos curandeiros maias e astecas, era encher a boca de água e expeli-la sobre os corpos dos
pacientes, eliminando assim as energias negativas. Os curandeiros tinham um Sapo em mente ou um Sapo
empalhado que os acompanhava como um talismã. Ache sua paz, dê um tempo para você mesmo, livre-se de
maus pensamentos, de pessoas, lugares ou coisas que não contribuam para o seu crescimento ou
restabelecimento.
A carta invertida: Falta de objetivo, cansaço, rotina, influências negativas, falta de energia.

39 – CISNE (Graça)

Cisne... O poder da mulher entrando no espaço sagrado,


tocando o futuro, ainda por vir, trazendo graça eterna.

O pequeno cisne deslizava calmamente na água e parou por um momento no lago, olhando ao longe para achar
a entrado do futuro. Ele estava confuso até que percebeu que encontrava-se num sonho. Olhou para a montanha
secreta e viu uma passagem que nunca havia visto. Uma libélula aproximou-se dele e ele perguntou a ela sobre
o buraco negro. A libélula disse: “Cisne, aquilo é a porta de entrada para outros planos de imaginação. Eu tenho
sido a guardiã da ilusão por várias e várias luas. Se você deseja entrar lá, deve pedir permissão”.
Ele não estava certo se queria entrar ou não e queria saber da libélula o que era necessário para que ele pudesse
entrar.
A libélula respondeu: “Você precisa aceitar tudo o que o futuro reserva, sem tentar mudar o plano do Grande
Espírito”.
O Cisne olhou-se percebendo seu pequeno e desajeitado corpo e respondeu: “Prometo ficar feliz com o que o
Grande Espírito me reserva. Não lutarei com as forças do buraco negro. Eu acreditarei no que for mostrado”. A
libélula feliz com a resposta, começou a magia. De repente, o cisne viu-se no centro de um redemoinho no lago
e desapareceu. Ressurgiu muitos dias depois, elegante, gracioso e com um pescoço longo. A libélula surpresa
perguntou a ele o que havia acontecido. O Cisne sorriu e disse: “Eu aprendi a deixar que o poder do Grande
Espírito tomasse o meu corpo. E devido em acreditar e ter fé eu mudei. Eu aprendi e aceitei o estado da graça.
A medicina do Cisne, ensina-nos a ser um ser completo em todos os planos da consciência e acreditar na
proteção do Grande Espírito. Se você tirou esta carta, é hora de alterar estados de consciência e de desenvolver
sua habilidades intuitivas. As pessoas com esta medicina tem a habilidade de ver o futuro, de aceitar o poder do
Grande Espírito e também de aceitar a transformação de suas vidas. Aceite o que vem pela frente, não resista à
sua transformação, respeite seu lado intuitivo.
A carta invertida: Falta de credibilidade, ilusão, dispersão, falta de percepção, falta de intuição e confusão
mental.

40 – GOLFINHO (Alimento Sagrado)

Golfinho... Respire comigo. Respiração do divino, sustento do universo, juntos em um só.

O Golfinho nos fala sobre a respiração que dá vida, a única coisa que o homem não pode deixar de fazer por
poucos minutos. Nós podemos viver sem água e alimento por dias, mas o oxigênio é o recurso de nossa
existência. Com a respiração encontramos o ritmo da energia que a vida emite. Mudando o ritmo de nossa
respiração, nós podemos nos transformar em outra forma de vida, entrando em contato com a energia divina do
Grande Espírito, assim como podemos transformar também nosso ritmo pessoal.
O Golfinho é o guardião da sagrada respiração da vida, e ensina-nos como perceber as emoções. O ritmo do
Golfinho é nadar através da águas, respirando antes de submergir e segurando a respiração enquanto está
embaixo da água. Quando retorna à superfície expele o ar como um estouro de uma bolha. Nós podemos usar
esta técnica para relaxar, sendo este um ótimo exercício.
O alimento é a força da vida e está em cada átomo. O Golfinho nos ensina como usar o alimento da vida através
da respiração. Revitalizar cada célula e órgão e quebrar os limites da realidade física, fazendo com que
possamos entrar nos sonhos.
Se a carta aparecer, você está ligado ao Grande Espírito e terá respostas para suas questões e a dos outros. É um
tempo de comunicação com os ritmos da natureza. É a consciência das suas próprias energias que estão ligadas
com a do criador. Espalhe alegria ao mundo e sorria. Respire e deixe que o alimento da vida flua livremente.
A carta invertida: Cansaço, desânimo, saúde debilitada, sentimentos confusos, falta de percepção na vida e falta
de intuição.

41 – BALEIA (Guardiã dos Fatos)

Baleia... Da totalidade dos oceanos, você tem visto tudo. Segredos de todas as eras.
São ouvidos com seu chamado. Ensine-me como ouvir suas palavras, e como entender,
As muitas rotas da história, de quando nosso mundo começou.

A Baleia carrega a história da Mãe Terra, é o animal que viveu a milhões de anos atrás. Na versão das tribos
antigas, a Baleia vivia na terra e rumou para o oceano quando houve uma grande transformação na terra, uma
catástrofe. A Baleia viu todos os acontecimentos que ocorreram e guardou todo o conhecimento da vida na
terra.
As pessoas com esta medicina entendem os sons que trazem recordações de todo o conhecimento antigo. São
geralmente capazes de codificar todas as freqüências do som. São desenvolvidas fisicamente e mentalmente.
São telepáticas. As vezes, porém, não percebem seus poderes até que necessitem usá-los. São capazes de entrar
na mente do Grande Espírito e não tem idéia de como e porque sabem o que sabem.
Esta medicina ensina-nos a usar os sons e as freqüências que equilibram nosso corpo fisicamente e
emocionalmente.
Antes da invenção da fala, os sinais eram usados para a comunicação e o silêncio se estendia por muito tempo.
A linguagem que era entendida era a do som das outras criaturas do Grande Espírito, os animais.
Se você tirou esta carta, permita-se ouvir àqueles que tem a linguagem original. Nós somos a única criatura que
não temos uma linguagem única. A Baleia sinaliza a hora de descobrirmos nossas origens, de ver nosso destino
e de ouvir os sons que trarão lembranças do passado. Você é a melodia do Universo, e a harmonia é a canção te
todas as criaturas. Use sua voz e expresse a sua alma. Descubra a sua história e a compartilhe com a de todos.
A carta invertida: Falta de intuição, falta de introspecção, falta de respostas, tensão e falta de auto-
conhecimento.

42 – MORCEGO (Renascimento)

Morcego sagrado... Voe para mim, da escuridão da caverna. Dê reflexões, respostas são dadas.
Nascimento, morte, renascimento, ciclos do todo... Nunca tem fim, obscura, a jornada da alma.

O Morcego é o símbolo do renascimento. Ele está ligado a idéia do ritual da morte pelos curandeiros. Esta
morte é uma morte simbólica, é a busca da identidade pessoal, a volta ao seu passado, a transformação. É como
uma regressão que é feita nos dias de hoje.
Se você tirou esta carta, é hora de deixar velhos hábitos, assumindo uma nova posição perante a vida. É
preparar-se para uma transformação, um renascimento. Sinaliza uma mudança de conceitos e idéias, deixando
tudo o que é velho para traz. Caso haja uma resistência de sua parte, devida às mudanças, você passará por um
período muito doloroso. O Universo está sempre questionando-o para crescer e tornar-se o futuro.
A carta invertida: Estagnação de espírito, rejeição aos conhecimentos e aos talentos, falta de inovação, falta de
ação, bloqueios e barreiras, falta de força mental e espiritual.

43 – ARANHA (Tecedura)

Aranha... Teça a teia dos prazeres, teça-me num mundo de paz.


Carregando criação na tua teia, esperando a presa!

A Aranha criou a teia que trouxe aos humanos a primeira figura do alfabeto. As letras eram parte dos ângulos
da teia. O veado perguntou a Aranha o que ela estava tecendo e porque todas as linhas pareciam símbolos. E ela
respondeu: “Porque é hora das crianças da terra aprenderem a manter escrito os seus progressos na terra”.
O veado respondeu: “Mas elas já tem desenhos que mostram através de símbolos as estórias de sua experiência
na terra”.
A Aranha: “Sim, mas as crianças da terra estão crescendo mais complexas e as gerações futuras necessitam
saber mais, e não saberão interpretar com os símbolos”. Então, a Aranha teceu o primeiro alfabeto.
O corpo da Aranha parece um “8”, consistindo de duas partes e oito pernas. A Aranha é o símbolo das
possibilidades infinitas de criação. As oito pernas representam as quatro forças de mudança e as quatro direções
da medicina. A Aranha é a energia feminina da força criativa que tece os lindos desenhos da vida.
Se você tirou esta carta, ela está dizendo-lhe para criar, criar, criar! Descubra novas alternativas se você estiver
em algum impasse na vida. Pode também estar lhe avisando de uma situação difícil que está por vir. Reveja o
seu progresso, você estará criando uma nova e diferente fase na vida. A mensagem da Aranha é você livrar-se
dos problemas em seus planos. Você é um saber infinito e deve continuar enfrentando a vida, não esquecendo
de expandir-se no plano eterno.
A carta invertida: Negatividade, valorização excessiva de si próprio, ausência na relação afetiva, crítica
excessiva com relação aos outros e ao parceiro, falta de criatividade, estagnação e incapacidade.

44 – BEIJA-FLÔR (Divertimento)
Beija-flôr... Pequeno irmão alegre, o néctar que você saboreia!
Toda a doçura das flores é o amor que você deu.

O Beija-flôr nos traz a medicina para solucionar as dificuldades que a contradição da dualidade gera. O som do
Beija-flôr acorda a medicina das flores. As flores amam o Beija-flôr porque através dele, que carrega o néctar,
ocorre a reprodução das espécies. É uma vibração de pura alegria.
O Beija-flôr pode voar em qualquer direção ou parar no ar. O Grande Espírito o criou para ser levemente
diferente das outras criaturas. Diz-se que o Beija-flôr faz o amor aparecer como nenhuma medicina é capaz.
Sem abrir o coração não podemos experimentar o néctar e a felicidade pura da vida. A vida é um mundo de
prazer.
Se você tirou esta carta, você ama a vida e diverte-se. Sua presença traz alegria aos outros e aos
relacionamentos. Você sabe instintivamente onde a beleza habita e o caminho para chegar ao seu ideal; e ajuda
aos outros mostrando como saborear o néctar da vida.
O Beija-flôr despreza a raiva e a tristeza, e voa longe da discórdia e da desarmonia. Se a carta apareceu, esteja
pronto para sorrir e alegrar-se com os presentes do criador. Ele lhe trará um raio de luz e você estará com muita
energia. O Beija-flôr ouve a música celestial e está em harmonia com ela. Você encontrará a magia da vida.
A carta invertida: Coração fechado e sem amor, falta de visão da beleza da vida, infelicidade.

45 - GIRAFA (Intuição, previsão, força, flexibilidade)

Também significa calma, inspiração para se atingir grandes alturas, suavidade, doçura...

As culturas antigas na África veneravam as girafas...

Nos hieróglifos do antigo Egito, berço da economia e das transações comerciais, a girafa era um ícone de alerta.
Com os seus pés no chão e o pescoço esticado para ver mais longe, aconselhava mercadores a enfrentar
dificuldades momentâneas e, ao mesmo tempo, construir o amanhã...

Em hieróglifos, a palavra "força" é escrita com duas cabeças de leopardo e o verbo "prever" escreve-se com o
desenho de uma girafa...

A girafa é símbolo de intuição, por causa de sua força e flexibilidade, ela representa uma visão intuitiva para
o passado, presente e futuro... Girafas, frequentemente, batem seus pescoços uma com as outras, de modo a
testar sua força... Por causa de sua flexibilidade, ela é capaz de sentar dobrando seus joelhos, com o pescoço e a
cabeça envolvendo-os, colocando junto às suas pernas. A força e a flexibilidade da girafa pode tocar-nos no
corpo físico enquanto desperta nosso lado espiritual... Sua altura e seu pescoço flexível capacita a girafa para
ver o que está próximo ou longe, atrás, ao lado e à sua frente. Intuição é a habilidade de conhecer o futuro, o
passado e andar no presente. Aprenda a lição da visão intuitiva através das girafas.

Você também pode gostar