Você está na página 1de 3

Pergunte a um Expert

Maurício Tatsuei Sakima

Quais seriam as principais vantagens clínicas da


Técnica do Arco Segmentado (TAS) em relação ao
Arco Contínuo? As alças e os arcos utilizados na TAS
podem ser usados com igual controle e segurança
em outras técnicas?

A
técnica do arco segmentado (TAS) vem Desta forma consegue-se uma otimização dos efei-
ganhando mais notoriedade no cenário na- tos dos fios ortodônticos, sendo que a maior parte dos
cional nos últimos anos e a cada dia mais dispositivos ativos é feita de liga de titânio-molibidênio
pessoas estão podendo usufruir os benefícios gera- (TMA) fazendo com que estes liberem forças mais leves e
dos por ela e fico contente que seja desta forma. constantes que não dependam de reativações freqüentes.
A principal vantagem da TAS é a possibilidade de No bloco de ancoragem normalmente são utilizados fios
aplicar os princípios da Biomecânica na realidade clínica, de aço mais espessos formando unidades mais rígidas,
controlando melhor os efeitos colaterais gerados pelos obtendo-se assim, uma melhor distribuição de forças
aparelhos ortodônticos, criando sistemas de forcas indi- entre os dentes de ancoragem. As ativações não são fei-
viduais para cada caso. O conhecimento de biomecânica tas de acordo com a forma do arco, como nas técnicas
proporciona ao ortodontista novos horizontes durante o convencionais, mas sim seguindo a orientação do sistema
diagnóstico e planejamento do tratamento ortodôntico de forças requerido.
também em outras técnicas, podendo ser útil na escolha Nas técnicas de arco contínuo geralmente os dentes
da técnica e dos aparelhos a serem utilizados. Para tal, vizinhos ao dente problema são utilizados como ancora-
como condição prévia e imprescindível, faz-se necessário gem, independente de seu tamanho, implantação óssea
o aprendizado da biomecânica e dos princípios básicos ou mesmo seu posicionamento. Conseqüentemente,
que regem a técnica evitando efeitos colaterais indese- mais efeitos colaterais ocorrem e movimentos de vai-e-
jáveis por falta de conhecimento adequado. Como os vem aumentam significativamente. Em determinados
dispositivos utilizados na TAS normalmente utilizam casos observa-se um aumento no risco de iatrogenia.
forcas leves e constantes conseguidas as custas de fios Atualmente acompanho como professor visitante as
mais elásticos e grandes ativações, uma ativação feita atividades do Departamento de Ortodontia da Universi-
num sentido diferente do desejado pode movimentar dade de Aarhus, chefiado pela Prof. Dra. Birte Melsen,
rapidamente o dente em questão para outra posição conhecido internacionalmente como o centro de exce-
completamente diferente da requerida. lência da Técnica do Arco Segmentado da atualidade.
Outro diferencial da TAS é utilizar o problema O Departamento desenvolve pesquisas e é especializado
como guia e não uma seqüência de fios pré-estabe- no tratamento interdisciplinar de pacientes adultos com
lecidos. Deve-se estabelecer uma unidade ativa, ou problemas periodontais severos. Neste tipo de pacien-
seja, quais dentes deseja-se movimentar e uma uni- te, a TAS é especialmente indicada por trabalhar com
dade reativa ou de ancoragem. Verifica-se a partir daí sistemas de forças estaticamente determinados, forças
qual o movimento requerido por esta unidade ativa e leves e constantes evitando movimentos desnecessários e
usando os princípios biomecânicos, escolhe-se o dis- imprevisíveis. Na grande maioria destes pacientes o uso
positivo ortodôntico capaz de gerar tal efeito. Ainda de técnicas de arco contínuo poderia significar a perda
usando os princípios de biomecânica, verifica-se o de controle e um risco maior.
que vai ser transmitido a unidade de ancoragem e a Várias situações clínicas necessitam de melhor
partir daí estabelece-se o tamanho desta unidade ou controle. A verticalização de molares sem geração de
se outros dispositivos ortodônticos serão necessários forças extrusivas, por exemplo, é algo conseguido com
para contrapor os efeitos colaterais. relativa facilidade com vários dispositivos utilizados na

R Clín Ortodon Dental Press, Maringá, v. 2, n. 2, p. 5-7 - abr./maio 2003 • 5


Pergunte a um Expert

Fotos iniciais

técnica (alça de correção radicular, arco lingual ou barra ser colocados e o quanto devem ser ativados para se
transpalatina, “cantilevers” duplos). As maiores vanta- conseguir o resultado esperado.
gens se verificam em casos em que há a necessidade de A TAS, ao contrário de outras técnicas, pode ser
se fazer grandes movimentações de um ou mais dentes utilizada com qualquer outra técnica de arco contínuo.
ou a movimentação de dentes com maior volume Com a entrada no mercado dos tubos triplos de primei-
radicular como molares e caninos. Ainda, nos casos ros molares superiores, dos tubos duplos (retangulares)
em que intrusão de dentes anteriores ou posteriores de primeiros molares inferiores, dos tubos linguais e
é requerida ou em casos onde a implantação óssea se dos tubos cruzados (“criss-cross” ou tubos de Marcotte)
encontra diminuída, a TAS tem se mostrado superior. pode-se empregar os princípios da técnica independen-
Nestes casos, se utilizadas técnicas de arco contínuo, temente do tipo de braquete utilizado. A técnica em si
geralmente observa-se maiores efeitos colaterais ou a não tem a ver com a prescrição de braquetes. Pelo con-
não obtenção dos resultados esperados. trário, a aplicação dos princípios mecânicos através dos
Existe no mercado um “software” (Biomechanics in dispositivos ortodônticos tais como “cantilevers”, alça de
Orthodontics – Birte Melsen e Giorgio Fiorelli) que correção radicular, barra transpalatina, arco lingual, alça
auxilia no planejamento de quais dispositivos devem retangular, alça em “T”, “power arms”, entre outros, é o

6 • R Clín Ortodon Dental Press, Maringá, v. 2, n. 2, p. 5-7 - abr./maio 2003


Maurício Tatsuei Sakima

Fotos finais

que realmente importa. Os braquetes e os fios são vistos de casos mais complexos e limítrofes, bem como pode
como meros meios para se atingir a meta estabelecida. ser utilizada em algumas fases específicas do tratamento
Portanto, a TAS pode ser usada com qualquer outra quando determinado resultado seja necessário.
técnica se respeitados os princípios biomecânicos que Como ilustração é mostrado um caso clínico tratado
a regem. Atualmente é possível ver em centros como no Departamento de Ortodontia da Universidade de
a França e a Coréia do Sul vários ortodontistas usando Aarhus. Trata-se de paciente adulto com problemas
os princípios da TAS em conjunto com aparelhos fixos periodontais que recebeu tratamento ortodôntico de
linguais, principalmente em pacientes adultos. acordo com a TAS.
Como conclusão, acredito que a Técnica do Arco
Segmentado deve ser encarada como uma importante REFERÊNCIAS
ferramenta do ortodontista quando as técnicas de arco 1. SAKIMA, M. T. et al. Técnica do arco segmentado de Burstone.
R Dental Press Ortodon Ortop Maxilar, Maringá, v. 5, n. 2, p.
contínuo se mostrarem limitadas quanto ao controle de 91-115, 2000.
efeitos colaterais e do resultado desejado. Ao meu ver ela 2. RAMOS, A. L.; SAKIMA, M. T.; PINTO, A. S. A barra palatina e
é contra indicada em casos onde as técnicas de arco con- as geometrias das ativações. In: CORREA, O. et al. Nova visão em
Ortodontia Ortopedia Funcional dos Maxilares. São Paulo: [s. n.],
tínuo se mostram eficazes, já que a TAS exige um maior 2002. v. 1, p. 465-468.
tempo clínico do ortodontista (delegação de tarefas ao 3. SAKIMA, T. et al. Alternativas mecânicas na verticalização de
molares. Sistemas de forcas liberados pelos aparelhos. R Dental Press
pessoal auxiliar é mínima). Isto explica de certa forma a
Ortodon Ortop Maxilar, Maringá, v. 4, n. 1, p. 79-100, 1999.
baixa popularidade desta técnica entre os ortodontistas 4. MELSEN, B.; FIORELLI, G. Biomechanics in Orthodontics.
nos países em que a reserva de mercado é grande, ou [S. l.: s. n., 2000]. 1CD ROM.
seja, onde existem poucos ortodontistas e muita gente
que precisa de tratamento ortodôntico. Na minha ex-
Maurício Tatsuei Sakima
periência, eu diria que o tempo clínico do ortodontista
Professor Assistente do Departamento de Clínica Infantil - Disci-
gasto quando se trata um caso clínico do início ao final plina de Ortodontia Preventiva; Pós-Graduado em Odontologia,
utilizando a TAS é quase o dobro de um tratamento área de Ortodontia, nível de Doutorado pela Faculdade de
com arco contínuo. E isto, de uma maneira geral, não Odontologia de Araraquara-UNESP.
quer dizer que o caso termine muito mais rápido. Ainda,
dificilmente alguém conseguirá cobrar o dobro do valor Você tem uma pergunta que gostaria de ver publicada nesta
pelo tratamento por se gastar mais tempo. Por isso para coluna? Envie para: Dental Press International
a grande maioria dos pacientes faz mais sentido tratá-los Av. Euclides da Cunha, 1718, Zona 05 - Maringá - PR
usando técnicas de arco contínuo e não puramente a CEP 87015-180 - Fone: (44) 262-2425
TAS. No entanto, ela pode ser essencial no tratamento e-mail: revclinica@dentalpress.com.br

R Clín Ortodon Dental Press, Maringá, v. 2, n. 2, p. 5-7 - abr./maio 2003 • 7

Você também pode gostar