Você está na página 1de 6
Seminário de Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados Temática 2 – Tipos

Seminário de Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados

Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados Temática 2 – Tipos de design da

Temática 2 Tipos de design da investigação educacional

―Exploring Modeling Aspects of Design Experiments‖ (Sloane & Gorard, 2003)

1- Quais os aspectos mais inovadores da abordagem apresentada?

Design studies, design experiments, and teaching experiments attempt to ―engineer innovative educational environments‖ (Brown, apud Shavelson, Phillips, Towne, Feuer, 2003: 25)

Os aspectos mais inovadores apresentados no artigo são os seguintes:

Sloane e Gorard descrevem as três fases de construção de modelo(s) comuns aos métodos estatísticos: formulação do modelo, adequação do modelo e validação do modelo. Para além de situar os métodos de investigação de design nessas três fases, consideram vantajoso a focalização nas características gerais da construção do modelo: ―We believe that for our purposes it is more advantageous to focus, instead, on the general features of model building, including model formulation, model fit, and model validation.‖ (Sloane & Gorard, 2003: 29) Considerando a fase da formulação do modelo como sendo, frequentemente, a mais importante e difícil do processo de pesquisa 1 , os autores consideram que os investigadores de design experiments (DE) conduzem esta etapa para primeiro plano, o que segundo Sloane e Gorard é extremamente positivo. Para estes autores, a grande linha de força deste tipo de investigação reside num conceito abrangente (partilhado com as ciências aplicadas, como, por exemplo, as ciências de engenharia e as ciências informáticas) obviar o fracasso: ―No matter the method used to test a design, the central underlying principle of this work is to obviate failure. This is a very different model than the one followed by most social scientistswhere the end goal is to produce unbiased estimators in support of robust theory.(Sloane & Gorard, 2003: 31)

1 Esta centralidade está patente na 1ª regra das Matemáticas Aplicadas: ―Uma resposta aproximada para a pergunta correcta vale muito mais do que uma resposta certa para a pergunta errada.‖ (Tukey apud Sloane & Gorard, 2003: 29)

Seminário de Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados Assim, ampliando a sua

Seminário de Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados

Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados Assim, ampliando a sua análise, os autores

Assim, ampliando a sua análise, os autores acabam por considerar não apenas as fontes de ―erro‖ experimental, mas também critérios de actividades do projecto de pesquisa, cujo princípio norteador é o de prevenir o fracasso. Frisam ainda que, enquanto o objectivo dos designers é evitar o fracasso (tendo para isso que entender o fracasso, delinear teorias que orientem melhor a praxis e construir produtos de investigação e/ou traçar processos de investigação que funcionem no contexto da prática educacional), esse objectivo não é partilhado nem enquadrado do mesmo modo pelos cientistas das ciências sociais e humanas, uma vez que o principal objectivo destes investigadores é o de produzir indicadores/estimativas imparciais que apoiem um forte quadro teórico. Para Sloane e Gorard, ―Resolving the role and place of error versus that of failure will be central in bringing social scientists and design researchers together in ways that foster conversation, debate, and we believe agreementto the benefit of all concerned.‖ (Sloane & Gorard, 2003: 31) Assim, a questão de determinar a função e o lugar do erro versus a função e o lugar do fracasso levará ao diálogo, ao debate e a um trabalho conjunto entre os cientistas das ciências sociais e humanas e os investigadores de design experiments, fazendo com que se obtenha um possível acordo e consequentemente vantagens para esta nova forma de pesquisa em educação.

2- De que forma se relaciona com as abordagens tradicionais descritivo/qualitati- vo e/ou experimental/quantitativo?

Para a metodologia de pesquisa de design (que quer ser científica e educacional, que almeja construir, testar teorias de ensino e aprendizagem e produzir ferramentas de ensino inovadoras) as abordagens tradicionais descritiva/qualitativa e/ou experimental/quantitativa não são excludentes: ―As one might expect, a combination of theory and empiricism is generally the most fruitful.‖ (Sloane & Gorard, 2003: 30). Por um lado, partilha com a abordagem tradicional quantitativa o desafio da construção ou da selecção de um modelo de forma e complexidade apropriadas. Por outro lado, pressupõe uma dialéctica entre os conceitos

Seminário de Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados fornecidos por um forte

Seminário de Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados

Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados fornecidos por um forte quadro teórico, os

fornecidos por um forte quadro teórico, os dados empíricos observáveis/ observados nos contextos em análise. Uma vez que neste tipo de pesquisa educacional (DE) se assume, ainda, a associação de diferentes formas de dados provenientes de várias fontes triangulação de dados 2 - (apesar de neste artigo não se explicar como essa combinação é realizada), infere-se que tal indicie o recurso a várias técnicas de recolha e análise de dados e à utilização de métodos mistos - triangulação metodológica. Uma investigação educacional (apoiando-se nos princípios da formulação de um modelo como sugerido pelos autores do artigo) poderá apresentar muitas vantagens e fornecer também novas pistas para fazer a ponte entre dois pólos opostos a investigação básica e a investigação aplicada.

3- Que dificuldades antecipam na sua implementação?

―Model building is largely ignored in the early quantitative training of educational researchers. This is unfortunate, for it encourages novice researchers to think that all of statistics centers on problems of estimation. In reality, however, model formulation is often the most important and the most difficult stage of the research process.‖ (Sloane & Gorard, 2003: 29). Esta citação assim como todo o parágrafo ―Model Formulation Objectives‖ (id., ibid.) demonstram que os autores estão convictos de que a implementação de uma construção cautelosa de modelos como eles sugerem tornar-se-ia uma grande ajuda para enfrentar/reduzir dificuldades. As dificuldades que se antecipam na implementação desta abordagem prendem-se, por um lado, com as sentidas por todos os métodos de pesquisa (eventuais erros de medição e de controlo, parcialidade operacional, escolhas associadas com a formulação, adequação e validação do modelo) e por outro com o garante de validade externa que não é fácil de conseguir, indicando-se críticas generalizadas a esta metodologia: ausência de grupos de controlo, dimensão reduzida da maioria das amostras aleatórias (normalmente por

2 Confronto de informações de fontes diferentes para reduzir a possibilidade de uma análise tendenciosa.

Seminário de Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados conveniência) de membros de

Seminário de Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados

Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados conveniência) de membros de uma comunidade educativa,

conveniência) de membros de uma comunidade educativa, de conteúdos, de definições, o que remete para um modelo de validade local, que é necessário ultrapassar. Sloane e Gorard encaram a exploração do conceito do modelo no DE como uma solução possível e válida para alguns dos problemas que podem revelar-se numa investigação e até para poder excluir alguns logo à partida. No parágrafo ―Model Formulation Processes‖ (Sloane & Gorard, 2003: 30), os autores apresentam seis sugestões primordiais que deviam ser seguidas na criação de um modelo aplicável que, no seu entender, contribuem para evitar um eventual fracasso da investigação, pois o que se pretende é que os conhecimentos gerados, embora específicos de uma situação, possam oferecer contribuições (produtos 3 pedagógicos) para outros pesquisadores envolvidos em situações com problemas similares. Tendo em conta os problemas que podem surgir ao longo de uma investigação, os autores até alertam para a utilidade de criar vários modelos, deixando para trás a ideia duvidosa de um só modelo: ―In fact, it may be useful to construct more than one model using a variety of plausible assumptions about the ―true‖ model and about what the future may hold.‖ (Sloane & Gorard, 2003:

30).

Apesar de os autores apresentarem uma proposta que pode ajudar na diminuição de vários problemas, como os supra referidos, falta definir o que se entende por fracasso numa investigação educacional, quais os indicadores e quais as reacções possíveis.

4- Quais as principais implicações/conclusões?

Neste artigo, as principais implicações são as seguintes: design experiments (DE) é uma abordagem relativamente nova no âmbito da educação. Assim sendo, é uma abordagem que ainda está em desenvolvimento. Segundo Sloane e Gorard, os investigadores deste tipo de pesquisa baseada em design

3 Produtos ou artefactos pedagógicos não são só produtos materiais, como, por exemplo, jogos e/ou livros didácticos, software, incluem também processos de aprendizagem, como actividades e teorias.

Seminário de Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados destacam as características de

Seminário de Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados

Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados destacam as características de formulação e validação

destacam as características de formulação e validação local, mas não discutem ajuste(s) do modelo ou modelos mais amplos de validação. E pecam por essa omissão.

Os autores utilizam o processo de construção de modelo(s) (formulação

do modelo, o ajuste e a validação) em configurações aplicadas e levantam questões pertinentes sobre esta metodologia, nomeadamente: ― Can and should educacional research be a social science, an engineering science, or both?‖ (Sloane & Gorard, 2003: 31). Os autores salientam que é preciso haver um esforço comum para ultrapassar divergências e deixar para trás distinções e barreiras que separam os métodos utilizados nas ciências sociais e nas ciências de engenharia. O diálogo, o debate, é fundamental para se poder desenvolver e descobrir de que maneira se pode/se deve proceder para tornar uma investigação

válida, interessante e convincente.

A primeira sugestão feita ao investigador prevê que este consulte,

colabore e discuta com especialistas da área em questão: ―Consult, collaborate, and discuss with appropriate experts on the given topic ask lots of questions, and

most importantly, listen.‖ (Sloane & Gorard, 2003: 30). Mais uma vez reflecte- se a necessidade de haver interacção para o sucesso de uma investigação. No entanto, os autores do artigo salientam que princípios básicos, como o atrás referido, são negligenciados na maioria dos livros de Introdução à Estatística.

Referências Bibliográficas

Coutinho, C. M. G. F. P., & Chaves, J. H. S. (2001). ―Desafios à investigação em TIC na Educação: As metodologias de desenvolvimento‖, II Conferência ―Internacional Challenges 2001‖, pp. 895-903. [em linha]. Disponível a partir de: http://hdl.handle.net/1822/4277 [Acedido Dezembro 2010]

Kelly, Anthony, E. (2003, January/February). ―The Role of Design in Educational Research‖. In Educational Researcher, Vol. 32, No. 1, pp. 3-4. [em linha]. Disponível a partir de:

Shavelson, Richard J.; Phillips D.C.; Towne, Lisa; Feuer, Michael, J. (2003, January/February). On the Science of Education Design Studies‖. In Educational Researcher, Vol. 32, No. 1, pp. 2528. [em linha]. Disponível a partir de:

Seminário de Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados Sloane, Finbarr C., &

Seminário de Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados

Investigação em Métodos e Técnicas de Recolhas de Dados Sloane, Finbarr C., & Gorard, Stephen (2003,

Sloane, Finbarr C., & Gorard, Stephen (2003, January/February). ―Exploring Modeling Aspects of Design Experiments‖. In Educational Researcher, Vol. 32, No. 1, pp. 2931. [em linha]. Disponível a partir de:

Trabalho realizado pelas Doutorandas: Dulce Oliveira e Elke Silva