Você está na página 1de 114

Geologia

Adalberto Scortegagna

PARANÁ
Educação a Distância

Curitiba-PR
2011
Sumário

Aula 1 - A importância da geologia para o técnico em meio ambiente.................................... 123


1.1 Conceito ........................................................................................................................ 123
1.2 Áreas de atuação............................................................................................................. 123
1.3 Temas geológicos............................................................................................................ 123

Aula 1 - A importância da geologia para o técnico em meio ambiente.................................... 123

Aula 2 - Planeta Terra: origem, formação e estrutura................................................................. 125


2.1 Origem do planeta.......................................................................................................... 125
2.2 – As esferas terrestres...................................................................................................... 127
2.3 – Estrutura interna da Terra............................................................................................. 127

Aula 3 - Tempo geológico.............................................................................................................. 129


3.1 O tempo geológico......................................................................................................... 129

Aula 4 - Tectônica de placas.......................................................................................................... 133


4.1 A teoria da tectônica de placas........................................................................................ 133

Aula 5 - Os minerais: origem, formação e tipos.......................................................................... 137


5.1 Definição......................................................................................................................... 137
5.2 Classificação dos minerais............................................................................................... 137
5.3 Propriedades dos minerais............................................................................................... 138

Aula 6 - Rochas............................................................................................................................... 141


6.1 Definição......................................................................................................................... 141
6.2 Classificação das Rochas.................................................................................................. 141

Aula 7 - A utilização dos recursos minerais pela sociedade....................................................... 147


7.1 Os recursos minerais........................................................................................................ 147

Aula 8 - Os recursos minerais energéticos: petróleo, carvão mineral, gás natural, ................. 151

folhelho (xisto) pirobetuminoso................................................................................................... 151


8.1 Os recursos energéticos de origem fóssil.......................................................................... 151

Aula 9 - Exploração dos recursos minerais e as alterações provocadas no meio ambiente..... 155

Aula 10 - Intemperismo................................................................................................................. 159


10.1 As rochas se transformam em solo................................................................................ 159

Aula 11 - Solos................................................................................................................................ 163


11.1 Conceito....................................................................................................................... 163
11.2 Elementos de um solo................................................................................................... 164
11.3 Classificação dos Solos.................................................................................................. 164
11.4 Fatores de formação de solos........................................................................................ 165

e-Tec Brasil
Aula 12 - Solos (continuação)........................................................................................................ 167
12.1 Caracterização química do solo..................................................................................... 167
12.2 Caracterização física do solo.......................................................................................... 168
12.3 Caracterização morfológica de um solo......................................................................... 168

Aula 13 - Solos: erosão, prevenção, controle e correção............................................................ 173


13.1 Erosão........................................................................................................................... 173
13.2 Fatores limitantes ao uso do solo................................................................................... 174
13.3 Técnicas de conservação do solo.................................................................................... 175

Aula 14 - Movimentos de massa - Deslizamentos de encostas.................................................. 177


14.1 O que são movimentos de massa?................................................................................. 177
14.2 Classificação dos movimentos de massa:....................................................................... 179
14.3 Como se prevenir diante da possibilidade dos movimentos de massa............................. 181

Aula 15 - A água como agente geológico.................................................................................... 183


15.1 Ciclo hidrológico........................................................................................................... 183
15.2 Os rios........................................................................................................................... 184

Aula 16 - As águas subterrâneas: origem, utilização e riscos de contaminação....................... 187


16.1 Águas subterrâneas....................................................................................................... 187
16.2 Aquífero........................................................................................................................ 188

Aula 17 - A geologia marinha (costeira)....................................................................................... 191


17.1 Atividade geológica do mar........................................................................................... 191
17.2 As Forças que atuam nos Oceanos................................................................................. 191
17.3 As Regiões Marinhas..................................................................................................... 193
17.4 Atividade geológica dos oceanos................................................................................... 194

Aula 18 - O vento como agente geológico e de risco ambiental............................................... 197


18.1 Efeito destrutivo do vento............................................................................................. 197
18.2 Efeito transportador do vento........................................................................................ 198
18.3 Efeito construtivo do vento........................................................................................... 198

Aula 19 - Riscos geológicos urbanos e rurais............................................................................... 201


19.1 Principais acidentes geológicos...................................................................................... 201

Aula 20 - Legislação ambiental ligada aos aspectos geológicos................................................ 205

Referências..................................................................................................................................... 207

Atividades Autoinstrutivas .......................................................................................................... 211

Currículo do professor-autor......................................................................................................... 229

e-Tec Brasil Geologia


Palavra do professor-autor

Caros alunos

A sociedade contemporânea vive um grande dilema que é a busca de


um crescimento econômico e social sustentável. Milhões de pessoas no
mundo todo vivem à margem da sociedade, sem acesso mínimo à moradia,
higiene e saúde. Outros tantos vivem em um mundo onde não há limites,
nem preocupações com o meio ambiente. O crescimento sustentável passa
por uma mudança de paradigma, isto é, uma mudança na forma como a
sociedade enxerga a natureza e a relação que o homem pode ter com o
meio ambiente que o envolve.

Neste contexto, o papel dos profissionais da área de meio ambiente surge


como um elemento fundamental na busca desta sociedade sustentável. A
disciplina de Geologia Ambiental vai ao encontro de uma formação mais
consistente oferecendo não apenas forte fundamentação teórica e prática,
mas também proporcionando - a cada um de vocês - vasto cabedal de
informações que lhes permitirão agir com maior segurança nesta caminhada
que se inicia agora.

Espero que aproveitem bastante o curso.

Um abraço!

Adalberto Scortegagna

121 e-Tec Brasil


Aula 1 - A importância da geologia
para o técnico em meio ambiente

––

––

––

––

––

––

Aula 1 - A importância da geologia para o técnico em meio ambiente


123 e-Tec Brasil
––

––
––

––

––

––
––
––
––
––
––
––

Observe no dia a dia a quantida-


de de temas geológicos. Os terre-
motos que atingem diversos paí-
ses e causam grandes tragédias;
os deslizamentos de encostas na
época de chuvas no Brasil, espe-
cialmente na região sudeste; as
enchentes que afetam milhares
de pessoas todos os anos.

e-Tec Brasil 124 Geologia


Aula 2 - Planeta Terra: origem,
formação e estrutura

Aula 2 - Planeta Terra: origem, formação e estrutura 125 e-Tec Brasil


e-Tec Brasil 126 Geologia
Aula 2 - Planeta Terra: origem, formação e estrutura 127 e-Tec Brasil
Que tal aprofundar seu conhecimen-
to sobre este assunto? O filme Uma
Odisseia no Espaço (2001) aborda
o futuro da humanidade no universo.
O filme Eyes on the Skies (De Olho no
Céu), é uma bem cuidada produção da
União Astronômica Internacional. Fon-
te: http:// revistapesquisa.faspep.
br/?art=6037&bd=2&pg=1&lg Você
encontra no site de Pesquisa FAPESP, de-
dicada a vídeos de divulgação científica.

e-Tec Brasil 128 Geologia


Aula 3 - Tempo geológico

Aula 3 - Tempo geológico 129 e-Tec Brasil


Tabela 3.1 – Registros do tempo geológico
Era Duração (anos) Registro no Estado do Paraná

e-Tec Brasil 130 Geologia


––
––
––
––

Aula 3 - Tempo geológico 131 e-Tec Brasil


Que tal aprofundar seus conhe-
cimentos assistindo A máquina
do tempo que mostra fenôme-
nos geológicos como erosão,
deposição em um processo ace-
lerado. Também no site: http://
www.ufrgs.br/geociencias/
cporcher/Atividades%20Di-
daticas_arquivos/Geo02001/
Tempo%20Geologico.htm
você encontrará diversas infor-
mações referentes ao tempo ge-
ológico.

e-Tec Brasil 132 Geologia


Aula 4 - Tectônica de placas

Aula 4 - Tectônica de placas 133 e-Tec Brasil


1.

2.

3.

4.

e-Tec Brasil 134 Geologia


Por que os terremotos no Bra-
sil são mais raros? E quando
ocorrem, por que são de baixa
intensidade? Observando o pla-
nisfério, você perceberá que o
Brasil situa-se no centro da placa
sul-americana. Os terremotos e
as atividades vulcânicas ocorrem
preferencialmente nas bordas
destas placas, isto é, no contato
entre elas. Percebe-se, portanto,
que são propícias para terremo-
tos e vulcanismo, as áreas da
costa Oeste dos Estados Unidos,
o México, o Chile, o Peru, o Sul
da Europa e Norte da África, o
Japão, entre outros.

Aula 4 - Tectônica de placas 135 e-Tec Brasil


Conheça um pouco mais sobre
o tema estudado, assistindo As
Forças da Terra. É um documen-
tário do National Geographic que
mostra poderosos acontecimen-
tos geológicos como terremotos
e erupções vulcânicas, através
de viagens à Islândia, África,
Califórnia, Grécia e Japão. Su-
gerimos também o site: http://
www.drm.rj.gov.br/index.
php?option=com_content&
view=article&id=100%3Ap
edagogicoteoria&catid=44
%3Apedagogico&Itemid=91
do Serviço Geológico do Estado
do Rio de Janeiro com texto ex-
plicativo referente à Tectônica de
Placas.

e-Tec Brasil 136 Geologia


Aula 5 - Os minerais: origem,
formação e tipos

Aula 5 - Os minerais: origem, formação e tipos 137 e-Tec Brasil


a)

b)

e-Tec Brasil 138 Geologia


c)

d)

e)

f)

Quadro 5.1 - Escala de Dureza de Mohs:


Talco
Gesso Aprofunde os conhecimentos
------------------- A unha risca minerais de dureza 1 e 2 sobre o assunto estudado, aces-
Calcita sando o site http://www.mine-
Fuorita ropar.pr.gov.br/ que aborda os
Apatita principais minerais que ocorrem
------------------- O vidro risca minerais de dureza inferior a 5. no Estado do Paraná.
Minerais de dureza acima de 5 riscam o vidro.
Ortoclásio
------------------- O aço (canivete) risca minerais de dureza
inferior a 6
Quartzo
Topázio
Coríndon
------------------ Minerais como o diamante cortam o vidro.
Diamante
Fonte: Elaborado pelo autor.

Aula 5 - Os minerais: origem, formação e tipos 139 e-Tec Brasil


e-Tec Brasil 140 Geologia
Aula 6 - Rochas

Aula 6 - Rochas 141 e-Tec Brasil


––

––

e-Tec Brasil 142 Geologia


––

Aula 6 - Rochas 143 e-Tec Brasil


Rocha Magmática Vulcânica
(BASALTO)

Rocha Sedimentar
(ARENITO, CALCÁRIO)
Rocha Magmática
Plutônico
(GRANITO)

x x x
x x x x >P >T
x x x x Rocha Metamórfica
(GNAISSE, MÁRMORE, QUARTZITO)
MAGMA

ASTENOSFERA (parcialmente fundida)

e-Tec Brasil 144 Geologia


o ciclo das rochas

o
o
Intemperismo

çã
m
ris

ta

se
rte
é o processo de desagregação das

en
pe

ne
po
ão
rochas que resultará no solo. Este

dim


m

ns
os
te
tópico será estudado na aula 7.

dia
tra
rochas rochas

se
er
ígneas in sedimentares
diagênese

o
me

m
fis
tam

sedimentação

or
Que tal aprofundar seus conheci-
or

am
transporte mentos sobre rochas, acessando
fi s

et
o site da Companhia de Pesqui-
mo
fus

m
erosão
sa e Recursos Minerais: http://
ão

www.cprm.gov.br/. No Canal
Escola você encontrará informa-
intemperismo ções a respeito dos principais
tipos de rochas.
rochas
metamórficas

Aula 6 - Rochas 145 e-Tec Brasil


e-Tec Brasil 146
Aula 7 - A utilização dos recursos
minerais pela sociedade

––
––
––
––
––
––
––

Aula 7 - A utilização dos recursos minerais pela sociedade 147 e-Tec Brasil
e-Tec Brasil 148 Geologia
Que tal aprofundar os conhe-
cimentos, acessando os sites
h t t p : / / w w w. m i n e r o p a r.
pr.gov.br/ e http://www.
cprm.gov.br/. Neles você verá
uma lista dos minerais e rochas,
além da utilização deles pela so-
ciedade.

Aula 7 - A utilização dos recursos minerais pela sociedade 149 e-Tec Brasil
e-Tec Brasil 150
Aula 8 - Os recursos minerais energéticos:
petróleo, carvão mineral, gás natural,
folhelho (xisto) pirobetuminoso

Aula 8 - Os recursos minerais energéticos 151 e-Tec Brasil


Turfa Ligrite Carvão betuminoso Antracite
100%
90
80
70 Água
60
50 Materiais
40 voláteis
30
20
Carbono
10 fixo
0

e-Tec Brasil 152 Geologia


Aula 8 - Os recursos minerais energéticos 153 e-Tec Brasil
Para aprofundar seus conhe-
cimentos, sugerimos o filme
Syriana - A Indústria do Petróleo
(2005), que retrata os interesses
por trás da indústria petrolífera.
Outra sugestão é o site da Petro-
brás com diversas informações
referentes às fontes de energia
http://www.petrobras.com.
br/pt/energia-e-tecnologia/
fontes de-energia/ e o site da
Aneel - Agência Nacional de Ener-
gia Elétrica: www.aneel.gov.br

e-Tec Brasil 154 Geologia


Aula 9 - Exploração dos recursos minerais e
as alterações provocadas no meio ambiente

Aula 9 - Exploração dos recursos minerais e as alterações provocadas no meio ambiente 155 e-Tec Brasil
e-Tec Brasil 156 Geologia
Aula 9 - Exploração dos recursos minerais e as alterações provocadas no meio ambiente 157 e-Tec Brasil
Que tal aprofundar seus conhe-
cimentos assistindo vídeos da
ONG Greenpeace que abordam
diversas questões ambientais no
Brasil e no mundo. http://www.
greenpeace.org/brasil/

e-Tec Brasil 158 Geologia


Aula 10 - Intemperismo

––
––

––

Aula 10 - Intemperismo 159 e-Tec Brasil


e-Tec Brasil 160 Geologia
Saiba mais sobre o intemperis-
mo acessando o site www.ige.
unicamp.br/site/aulas/120/
Intemperismo.pdf que mostra
slides com informações didáticas
referente ao processo de intem-
perismo.

Aula 10 - Intemperismo 161 e-Tec Brasil


e-Tec Brasil 162
Aula 11 - Solos

a)
b)
c)
d)

e)
f)

Aula 11 - Solos 163 e-Tec Brasil


Água

+
- 25%
SÓLIDOS
POROS

Minerais

46%
Ar
Mat.

+
- 25%
Orgâ %
4
nica

––

––

––

e-Tec Brasil 164 Geologia


––

––

a)

b)

Saiba mais sobre solos acessando


–– http://www.cnps.embrapa.
br/memoria/mi.html. Os site
da Embrapa abordam diversos
temas relacionados aos solos do
Brasil.
––

––

––

––

Aula 11 - Solos 165 e-Tec Brasil


e-Tec Brasil 166
Aula 12 - Solos (continuação)

a)

b)

a)

b)

Aula 12 - Solos (continuação) 167 e-Tec Brasil


e-Tec Brasil 168 Geologia
––

––

Aula 12 - Solos (continuação) 169 e-Tec Brasil


––

––

––

––

a)

b)

c)

e-Tec Brasil 170 Geologia


Aula 12 - Solos (continuação) 171 e-Tec Brasil
Aula 13 - Solos: erosão, prevenção,
controle e correção

Aula 13 - Solos: erosão, prevenção, controle e correção 173 e-Tec Brasil


a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)

e)

e-Tec Brasil 174 Geologia


––

––

––

––

Aula 13 - Solos: erosão, prevenção, controle e correção 175 e-Tec Brasil


––

Para saber mais sobre o tema


assistindo ao filme Sembrando
Futuro (México/2002). Direção:
Roberto Olivares – Numa das
regiões mais pobres do México,
várias comunidades lutam para
reverter os efeitos da erosão do
solo. Trabalham incansavelmente
para “ressucitar” o bosque que
nunca conheceram, mas que seus
avós contavam haver um naquele
lugar.

e-Tec Brasil 176 Geologia


Aula 14 - Movimentos de massa -
Deslizamentos de encostas

Fatores que favorecem a ocor-


rência de movimentos de massa:
- Natureza dos materiais situados
na encosta
- Declividade da encosta
- Precipitação – quantidade de
água
- Estabilidade da encosta
- Vegetação

Aula 14 - Movimentos de massa - Deslizamento de encostas 177 e-Tec Brasil







e-Tec Brasil 178 Geologia


––
––
––

Aula 14 - Movimentos de massa - Deslizamento de encostas 179 e-Tec Brasil


e-Tec Brasil 180 Geologia
–– Para saber mais sobre este as-
sunto acesse http://www.de-
–– fesacivil.gov.br/desastres/
–– recomendacoes/deslizamen-
to.asp site da Defesa Civil, abor-
dando as questões que envolvem
os movimentos de massa.
––
––

Aula 14 - Movimentos de massa - Deslizamento de encostas 181 e-Tec Brasil


e-Tec Brasil 182
Aula 15 - A água como agente geológico

A água é a substância mais abun-


dante que ocorre na superfície
da Terra. É vital para a vida no
planeta. Como a água está dis-
tribuída na superfície da Terra?
- Oceanos e mares (água salga-
da): aproximadamente 95,9 %
- Geleiras e gelo polar: 3 %
- Água subterrânea: 1 %
- Rios, lagos, atmosfera, biosfera:
0,01%:
Fonte: PRESS et al 2006 (modificado)

Fig. 15.1 Ciclo hidrológico


Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/ciencias/pratica-pedagogia/caminho-aguas-490504.shtml

Aula 15 - A água como agente geológico 183 e-Tec Brasil


A compreensão da dinâmica
do ciclo hidrológico nos permi-
te entender por que o nível dos
oceanos não aumenta se os di-
versos rios do planeta deságuam
milhões de litros de água todos
os dias.

Suspensão

Rolamento Saltação
Arrastamento

e-Tec Brasil 184 Geologia


Fig 15.4 Bacias hidrográficas paranaenses
Fonte: http://www.aguasparana.pr.gov.br

Aula 15 - A água como agente geológico 185 e-Tec Brasil


Para saber mais sobre este assun-
to acesse o site http://www2.
ana.gov.br/Paginas/default.
aspx portal da Agência Nacional
de Águas.

e-Tec Brasil 186 Geologia


Aula 16 - As águas subterrâneas: origem,
utilização e riscos de contaminação

––

––

Aula 16 - As águas subterrâneas: origem, utilização e riscos de contaminação 187 e-Tec Brasil
1.

2.

rga
e reca ado
Área dero confin
íf
d o aqu

Superfície
potenciométrica Altura do nível da água
na área de recarga
Poço
comum

A
B

Nível
d’águ
a

Aquifero
confinado Poço não
artesiano
Aquiclude Poço
artesiano

e-Tec Brasil 188 Geologia


Saiba mais a respeito dos aquí-
feros assistindo Sed – Ivasión
Gota a Gota (Mausi Martinez,
2004). O filme pauta sua nar-
rativa no Aquífero Guarani. Em
2006, o filme ganhou o prêmio
de melhor documentário no Fes-
tival de Toronto (Canadá).Acesse
também os sites sigam.am-
biente.sp.gov.br/sigam2/.../
aquiferos.htm e o http://ho-
mologa.ambiente.sp.gov.br/
aquiferos/#. Neles você encon-
trará informações interessantes
sobre outros tipos de aquíferos.

Aula 16 - As águas subterrâneas: origem, utilização e riscos de contaminação 189 e-Tec Brasil
e-Tec Brasil 190
Aula 17 - A geologia marinha (costeira)

Aula 17 - A geologia marinha (costeira) 191 e-Tec Brasil


e-Tec Brasil 192 Geologia
Aula 17 - A geologia marinha (costeira) 193 e-Tec Brasil
e-Tec Brasil 194 Geologia
Você poderá aprofundar seus
conhecimentos assistindo Atafo-
na - As Forças da Natureza. Do-
cumentário que aborda a erosão
no litoral do Estado do Rio de
Janeiro. Também pode acessar o
site www.igeologico.sp.gov.
br/.../erosaocosteira/erosao-
costeira.pdf que contém slides
com diversas informações refe-
rentes às erosões costeiras.
Também o site http://www.
m m a . g o v. b r / s i t i o / i n -
d e x . p h p ? i d o = c o n t e u d o.
monta&idEstrutura=78 do
Ministério do Meio Ambiente
contendo diversas informações
e inclusive com livros que podem
ser baixados da internet a respei-
to do gerenciamento costeiro.

Aula 17 - A geologia marinha (costeira) 195 e-Tec Brasil


e-Tec Brasil 196
Aula 18 - O vento como agente
geológico e de risco ambiental

A Escala de Beaufort quantifica


a intensidade dos ventos, tendo
em conta a sua velocidade e os
efeitos resultantes em terra. Foi
desenhada pelo meteorologista
anglo-irlandês Francis Beaufort
no início do século XIX.

Aula 18 - O vento como agente geológico e de risco ambiental 197 e-Tec Brasil
e-Tec Brasil 198 Geologia
––

––

Você poderá aprofundar seus


conhecimentos assistindo ao do-
cumentário referente às forças do
vento no site http://www.dia-
adia.pr.gov.br/tvpendrive/
modules/debaser/singlefile.
php?id=14642
Também no site: http://www.
educacaopublica.rj.gov.br/
oficinas/geologia/geologia_
geral/unid1_cap5.html você
encontrará diversas informações
referentes ao papel geológico
dos ventos.

Aula 18 - O vento como agente geológico e de risco ambiental 199 e-Tec Brasil
e-Tec Brasil 200
Aula 19 - Riscos geológicos urbanos e
rurais

––
––
––
––
––
––
––
––

––

Aula 19 - Riscos geológicos urbanos e rurais 201 e-Tec Brasil


––
––
––

––
––

––

––
––
––

––
––
––

––
––
––
––
––
––

––

––
––
––
––

e-Tec Brasil 202 Geologia


––
––

––
––

––
––
––
––

––
––

––

––

––

––

Aula 19 - Riscos geológicos urbanos e rurais 203 e-Tec Brasil


Que tal aprofundar seu conheci-
mento assistindo diversos vídeos
que mostram deslizamentos de
encostas. http://tv.terra.com.
br/videos/tags/deslizamento.
htm. Também no site: http://
www.ufrgs.br/geociencias/
cporcher/Atividades%20Di-
daticas_arquivos/Geo02001/
Movimentos%20de%20Mas-
sa.htm você encontrará diversas
informações referentes aos movi-
mentos de massa.

e-Tec Brasil 204 Geologia


Aula 20 - Legislação ambiental ligada
aos aspectos geológicos

Aula 20 - Legislação ambiental ligada aos aspectos geológicos 205 e-Tec Brasil
Você pode ler textos sobre a le-
gislação mineral de forma resu-
mida no site www.pormin.gov.
br/.../legislacao_mineral_re- ––
sumida.pdf Que tal aprofundar ––
seu conhecimento acessando o
site do CONAMA http://www. ––
mma.gov.br/port/conama/
legi.cfm.
––

––

––

––
––

––
––

––

e-Tec Brasil 206 Geologia


207 e-Tec Brasil
e-Tec Brasil 208 Geologia
209 e-Tec Brasil
e-Tec Brasil 210 Geologia
Atividades Autoinstrutivas

1)
2)
3)
4)
a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

1)
2)
3)
4)

a)
b)
c)
d)
e)

Nome da Aula 211 e-Tec Brasil


a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

e-Tec Brasil 212 Geologia


1)
2)
3)
4)
5)
a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)

d)
e)

1)
2)
3)

a)
b)
c)
d)
e)

213 e-Tec Brasil


1)
2)
3)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

e-Tec Brasil 214 Geologia


1)
2)
3)
4)
5)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

a)

b)

c)

d)

e)

215 e-Tec Brasil


a)

b)

c)

d)

e)

a)

b)

c)

d)

e)

e-Tec Brasil 216 Geologia


1)
2)
3)
4)
5)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

217 e-Tec Brasil


1)
2)
3)
4)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)

c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

e-Tec Brasil 218 Geologia


1)
2)
3)
4)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)

e)

1)
2)
3)
4)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

219 e-Tec Brasil


a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

1)
2)
3)

a)
b)
c)
d)
e)

e-Tec Brasil 220 Geologia


1)
2)
3)
4)
5)

a)
b)
c)
d)
e)

1)
2)

3)
4)
5)

6)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

221 e-Tec Brasil


a)
b)

c)

d)

e)

1)
2)
3)
4)
a)
b)
c)
d)
e)

e-Tec Brasil 222 Geologia


a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

1)
2)
3)
4)
5)
6)

a)
b)
c)
d)
e)

223 e-Tec Brasil


a)
b)
c)
d)
e)

1)
2)
3)
a)
b)
c)
d)
e)

1)
2)

3)

4)

a)
b)
c)
d)
e)

e-Tec Brasil 224 Geologia


1)

2)

3)

4)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)
d)
e)

1)
2)
3)
4)

5)

a)
b)
c)
d)
e)

225 e-Tec Brasil


1)
2)

a)
b)
c)
d)
e)

1)
2)

3)
4)
5)

a)
b)
c)
d)
e)

Fonte: Jornal Estado de São Paulo.

a)
b)
c)
d)
e)

e-Tec Brasil 226 Geologia


1)
2)
3)
4)

5)

a)
b)
c)
d)
e)

a)
b)
c)

d)
e)

227 e-Tec Brasil


Currículo do professor-autor

Nome da Aula 229 e-Tec Brasil