Você está na página 1de 18

RESTAURO

CATEDRAL DE NOTRE DAME – PARIS


INCÊNDIO CATEDRAL DE NOTRE DAME - 15 de abril de 2019

ELEMENTOS DANIFICADOS:
1 OS SEGMENTOS QUE TIVERAM MAIOR
INPACTO COM O INCEDIO.

TÉCNICAS DE RESTAURO:
2 PROCEDIMENTOS A SEREM TOMADOS
PARA RESTAURAR OS SEGUIMENTOS
QUE SOFRERAM DANOS.

TEORIAS E JUSTIFIATIVAS
3 DO RESTAURO:
CLASSIFICAR METODO USADO,
TEORIA DO RESTAURO E
JUSTIFICATIVA DO TERMO.
ÁREA DE QUE SOFREU MAIOR IMPACTO
1 PINÁCULO

2 COBERTURA

ELEMENTOS 3 ESCULTÓRICOS

4 VITRAIS - GRADES

5 PISO
PINÁCULO
1 • MADEIRA CARVALHO

• ESCULPIDA
• 96 M

• CHUMBO
PINÁCULO DE MADEIRA EM CARVALHO

A RECONSTRUÇÃO DO PINÁCULO DEVE PARTIR DOS REGISTROS


DOCUMENTADOS DA CATEDRAL, DEVE HAVER UMA SELEÇÃO DE
MADEIRAS COMPATÍVEIS E UM DRONE PODERÁ FAZER OS PERFIS EM 3D
PARA VERIFICAÇÃO DAS MESMA, AS VIGAS DEVEM SER ENCAMINHADAS
PARA OFICINAS DE CARPINTARIAS OBEDECENDO FIELMENTE O PROJETO
DE UMA RECONSTRUÇÃO IDÊNTICA AO PINÁCULO ORIGINAL. MAS, COM
MATERIAIS QUE NÃO COLOQUEM EM RISCO A SAUDADE DA POPULAÇÃO,
COMO O CHUMBO QUE TAMBEM FOI USADO PARA SUA CONTRUÇÃO
ANTERIOR. A SIM COMO O PRINCÍPIO DO RESTAURO ESTILISTA,,
RESCONSTRUINDO O PINACULO, SEGUNDO O DESENHO ORIGINAL. MAS
SEM UTILIZAR MATERIAIS NOCIVOS (CHUMBO). OBEDECENDO OS
PRINCIPIOS DA CARTA DE VENEZA, E TENDO CIÊNCIA DA CRÍTICA AO “
FALSO HISTÓRICO”, DEVE SER COMPREENDIDO QUE NO CONTEXTO DA
FRANÇA E DE SUA HISTÓRIA, UMA RESTAURAÇÃO FIEL DA CATEDRAL
COMTEMPLA O ESPÍRITO DE NOTRE DAME E A HISTÓRIA CULTURAL DE
PARIS. SABENDO QUE O MONUMENTO É UM VEÍCULO DA MENSAGEM
ESPIRITUAL DO PASSADO, QUE DEVE SER MANTIDO, ASSIM COMO A
MEMÓRIA DOS FIES.
COBERTURA
2 • MADEIRA CARVALHO

• PESADAS
• CHUMBO
• 5 MIL ARVORES
COBERTURA DA CATEDRAL DE NOTRE DAME

A COBERTURA DA CATEDRAL: FOI CONSTRUÍDO HÁ 800 ANOS COM


PEÇAS DE MADEIRA DE CARVALHO DURAS E PESADAS. PARA A
RECONSTRUÇÃO DA COBERTURA, OS ESPECIALISTAS DEVEM INICAR UMA
BUSCA POR ÁRVORES QUE APRESENTEM AS MESMA CARACTERÍSTICAS
DAS ORIGINAIS, LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO A CIRCUNFERÊNCIA DO
TRONCO PARA QUE SEJAM LARGAS O SUFICIENTE PARA SUBSTITUIR A
MADEIRA CONSUMIDA PELO FOGO EM NOTRE-DAME. A PROSTA DA
RECONTRUÇÃO DA COBERTURA É MESCLAR MATERIAS SIMILARES AO
ORIGINAL COM MATERIAIS CONTEMPORANEOS, E NÃO UTILIZAR
MATERIAIS NOCIOS COMO O CHUMBO, QUE FOI USADO NO PROJETO
ORIGINAL. O DESENHO DA COBERTURA DEVE SEGUIR O SEU DESENHO
ORIGINAL, ATÉ UMA DETERMINADA ÁREA, ATÉ INICIAR O ALTAR. A
PARTIR DO ALTAR TRAZER UMA RELEITURA MODERNA, HAVENDO UMA
SEPARAÇÃO VISUAL HARMONIOSA UM CONTRASTE ENTRE A
VALORIZAÇÃO CRIATIVA E A CONSERVACIONISTA, RESPEITANDO A
PASSAGEM DO TEMPO, A MEMÓRIA HISTÓRICA E TAMBEM
COMTEMPLANDO O FUTURO ENALTECENDO A VALORIZAÇÃO CRIATIVA.
ESCULTÓRICOS
3 • PEDRA CALCÁRIO

• ARTESÕES
ELEMENTOS ESCULTÓRICOS EM PEDRA DAS FACHADAS (GÁRGULAS E ESCULTURAS):

OS ELEMENTOS ESCULTÓRICOS EM PEDRA, QUE OBTIVERAM PERCA


TOTAL: TENDO CIÊNCIA QUE HÁ REGISTROS DOCUMENTADOS DA
CATEDRAL NO SEC. XX, E QUE AS INTERVENÇÕES REALIZADAS POR LASS
US E LE DUC, FORAM DEVIDAMENTE EVIDÊNCIADAS EM TEXTOS E
REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS, OS ESPECIALISTAS DEVEM SE APROPIAR
DESSES REGISTROS E REALIZAR UMA IDENTIFICAÇÃO DA MORFOLOGIA
DAS PEÇAS, E UM ESTUDO GEOLOGICO PARA COMPREENDER A
MATERIALIDADE DAS PEDRAS UTILIZADAS NAS ESCULTURAS, E AS
TÉCINAS ORIGINAIS DA FABRICAÇÃO NÃO PODENDO MANTER MATÉRIAIS
NOCIVOS, COMO CHUMBO. APÓS O ESTUDO FEITO, CONTRATAR
ESCULTORES E ARTESÕES, VALORIZANDO OS ARTISTAS. AS
REPRODUÇÕES DEVEM SER PARECIDAS, MAS QUE TRAGA
DUABILIDADE ENTRE AS ORIGIANAIS, NÃO COMETENDO FALSO
HISTÓRICO, MUDANDO POR EXEMPLO A COR DAS ESCULTURAS E
MANTENDO TODOS O TRAÇOS, POIS AS ESCULTURAS TRAZEM
UMA REPRESENTAÇÃO DO QUE ERA VISTO E COMO ERA
RETRATADO EM OUTROS SEC. ESSE MÉTODO IRA GARANTIR QUE A
MEMORIA HITÓRICA SEJA PRESERADA.
ELEMENTOS ESCULTÓRICOS EM PEDRA DAS FACHADAS (GÁRGULAS E ESCULTURAS):

OS ELEMENTOS ESCULTÓRICOS EM PEDRA, QUE NÃO APRESENTAM


GRANDES DANOS: OS PEQUENOS DANOS E AS MANCHAS DO INCÊNDIO
DEVEM SER MANTIDAS PARA QUE OS TRAÇOS DA HISTORIA SEJAM
ENALTECIDOS E NÃO SE PERCAM, OBEDECENDO O PRINCÍPIO DA
RESTAURAÇÃO CRITICA, DEVE MANTER A CONSERVAÇÃO DO MATERIAL
DA OBRA DE ARTE. UMA VEZ QUE O ELEMENTO ESCULTÓRICO FOI DANI
FICADO, ELE TORNOU‐SE PERTENCENTE AQUELA PASSAGEM DO TEMPO E
NÃO DEVE SER SUBSTITUÍDO SEM COMETER‐SE UMA OFENSA AO TEMPO
HISTÓRICO. UMA VEZ QUE O ELEMENTO ESCULTÓRICO FOI DANIFICADO,
ELE TORNOU‐SE PERTENCENTE AQUELA PASSAGEM DO TEMPO E NÃO
PODE SER SUBSTITUÍDO SEM COMETER‐SE UMA OFENSA AO TEMPO
HISTÓRICO. ENALTEER A PASSAGEM DO TEMPO E OS ACONTECIMETOS
HITÓRICOS.
VITRAIS - GRADES
4 • PINTURAS

• VIDRO
• CHUMBO
PERDAS DOS VITRAIS DA CATEDRAL

OS VITRAIS DA CATEDRAL DE NOTRE DAME : DEVEM PASSAR POR UMA


ANÁLISE DA QUALIDADE, ESPESSURA, COLORAÇÃO, COZIMENTO,
PINTURA, TRAÇOS, E TODOS OS DETALHES QUE COMPÕEM A OBRA.
APÓS AS ANÁLISES DOS ESPECIALISTAS, HAVERÁ UMA SERIE DE TESTES
PARA RECRIAR OS VITRAIS NO LABORATÓRIO SUBMETENDO O VIDRO A
DIVERSAS REAÇÕES QUÍMICAS QUE PRODUZAM UM RESULTADO
VISUALMENTE “IDÊNTICO” AOS VITRAIS DA CATEDRAL. HAVERÁ UMA
DEMANDA A PROCURA DE ARTISTAS CAPACITADOS, PARA REPRODUZIR
AS PINTURAS MEDIEVAIS DOS VITRAIS. OS VITRAIS EXISTENTES
SERVIRAM DE BASE PARA QUE HAJA SUCESSO NO MÉTODO PROPOSTO ,
PARA NÃO COMETER FALSO HISTÓRICO AS CORES DEVEM SER MAIS
INTENSAS QUE AS ORIGINAIS PARA QUE SE PERCEBA A DUABILIDADE
ENTRE OS VITRAIS ORIGINAIS E OS ATUAIS, AS CORES MAIS VIVAS
COTRIBUIRÁ PARA QUE HAJA ESSA PERCEPÇÃO. OS VITRAIS SÃO
ELEMENTOS IMPORTANTES PARA A COMTEMPLAÇÃO DO MONUMENTO
POIS SUAS FIGURAS CONTAM HISTÓRIAS, E DEVEM SER RECONSTRUIDO
O MAIS PRÓXIMO DO ORIGINAL, PARA QUE NÃO COMETA UMA OFENSA
PARA COM A MÉMORIA HITÓRICA E CULTURAL DO PATRIMONIO.
GRADES DE FERRO DAS JANELAS

AS GRADES QUE FORAM DANIFICADAS: DEVE HAVER UM ESTUDO QUE


PERMITA IDENTIFICAR OS DANOS NAS GRADES DAS JANELAS, A PARTIR DO
ESTUDO FEITO. PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS PARA RESTAURAR AS
GRADES QUE SOFRERAM DEFORMAÇÕES, PROTEGER OS EQUIPAMENTOS
E IMPEDIR QUE HAJA SITUAÇÕES COMO CORROSÃO, ALÉM DE
PROMOVER SUA DEVIDA IMPERMEABILIZAÇÃO, REDUZINDO OS
IMPACTOS COM AQUECIMENTO. PROTEGENDO, DESTA MANEIRA, O AÇO
DA SUA POSSÍVEL CORROSÃO DE FORMA EFICIENTE. PARTINDO DO
PRINCÍPIO DO “RESTAURO CIENTÍFICO”, QUE SE LIMITA A CONSOLIDAR,
RECONCOMPOR E VALORIZAR OS TRAÇOS REMANESCENTES, NESTE CASO,
DAS GRADES.

AS GRADES QUE SOFRERAM PERDA TOTAL: OS PROFISSIONAIS


ESPECIALIZADOS DEVEM ANALISAR AS GRADES EXISTENTES, E
RECONSTRUIR COM MATERIAIS COMTEMPORANEOS, MAIS
RESISTENTES, QUE MELHOR CONTRIBUA COM A SOLIDEZ E
CONSERVAÇÃO DO MATERIAL, NÃO COMETENDO FALSO
HISTÓRICO .
PISO
5 • PEDRA CALCÁRIO

• 500 ANOS
PISO DE PEDRA EM CALCÁRIO

OS PISOS EM PEDRA DA CATEDRAL QUE OBTIVERAM DANOS LEVES:


DEVERAM PASSAR POR UM ESTUDO GEOLÓGICO DE PEDREIRAS E
TESTES QUE EVIDENCIEM O MATERIAL DA PEDRA E AS TÉCNICAS
ORIGINAIS SOBRE AS QUAIS DEVERAM SER RESTAURADAS E AS
PEDRAS COM PEQUENAS FISSURAS NÃO DEVEM SER RESTAURAS,
DEVEM SER MANTIDAS PARA QUE HAJA TRAÇOS DA PASSAGEM DO
TEMPO E NÃO COMETA UMA OFENSA HÁ HISTORIA DA OBRA. A
TEORIA DO “RESTAURO CRÍTICO” VEM EVIDENCIAR A PROPOSTA DE
RESTAURO ACIMA, SEGUNDO PRINCÍPIO DA RESTAURAÇÃO QUE DEVE
VISAR O RESTABELECIMENTO DA UNIDADE POTENCIAL DA OBRA DE
ARTE, ATÉ ONDE ISSO SEJA POSSÍVEL SEM QUE SE COMETAM
FALSIFICAÇÕES, E SEM CANCELAR TRAÇOS IMPORTANTES DA
HISTÓRIA.
PISO DE PEDRA EM CALCÁRIO

OS PISOS EM PEDRA DA CATEDRAL QUE OBTIVERAM PERCA TOTAL:


AS PEDRAS DE ROCHAS CALCÁRIAS, OS INVESTIGADORES DEVEM
ESTUDAR AS CARACTERÍSTICAS DELAS COM O OBJETIVO DE
REPRODUZIR AS MAIS ADEQUADAS PARA A REQUALIFICAÇÃO DO PISO
DA CATEDRAL. COM AS PEDRAS DANIFICADAS QUE FORAM
COLETADAS OS ESPECIALISTAS PODEM CRIAR UM GUIA DE
REFERÊNCIA METODOLÓGICA E MAPEAR A PAGINAÇÃO DO PISO.
DEVE HAVER UMA IDENTIFICAÇÃO, CARACTERIZAÇÃO E SELEÇÃO DE
PEDRAS "ESTÉTICA E FISICAMENTE COMPATÍVEIS” PARA QUE SEJAM
FABRICADAS COM O MATERIAL E TÉCNICA MAIS PRÓXIMO DO
ORIGINAL. DEVE HAVER TAMBEM UM MÉTODO QUE CONTRIBUA COM
A DUALIBILIDADE, ENTRE AS PEDRAS ORIGINAIS E AS ATUAIS, POR
EXEMPLO: AS PEDRAS ATUAIS PODEM SER DIVIDIDAS EM DUAS,
DANDO A PERCEPÇÃO LEVE DE DIFERENCIAÇÃO, E NÃO COMETENDO
O FALSO HISTÓRICO. ALEM DE ENALTECER A MEMÓRIA DO
PATRIMÔNIO, RESPEITANDO A PASSAGEM DO TEMPO.
OBRIGADO!
❑ ALICE OLIVEIRA
❑ MATHEUS DIAS
❑ EDCLEIA DE JESUS
❑ MELISSA SALES