Você está na página 1de 27

SONO ESPIRITUAL E

DESPERTAMENTO
PARA A VERDADE

Clavio J. Jacinto

PUBLICAÇÕES BIBLICAS BEREIANAS

1
Dormência espiritual

Creio que o Espírito Santo ao mostrar a João o


Cristo como o Logos eterno, estava levando o
apostolo ao caminho da experiência de vida
espiritual de modo que o Logos como um conceito
filosófico partindo de Heráclito, levava ao
entendimento de que o Logos transmitia um
despertar de grande relevância, um impacto na
alma devota. Cristo é realmente aquele que
desperta a alma da sonolência espiritual, vimos essa
sonolência em Efésios 5:14 e 15, e ali mesmo Paulo
fala que é Cristo quem desperta. Cristo é o Senhor,
notemos em outra parte que nosso Salvador é
chamado de Estrela da manhã, isso se refere ao
despertar que Ele provoca no coração de quem crê
no Verbo encarnado, Deus que se fez homem, e
chama as pessoas de sua condição de cegueira e
morte espiritual, do sono da morte para despertá-lo
para a vida eterna e abundante. O Cristo nosso
Senhor, é aquele que desperta as almas de
condição de sonolência. Note que durante o
período da morte e ressurreição de Cristo, os

2
apóstolos caíram em uma espécie de marasmo
espiritual, um medo e incertezas permearam a vida
deles, de modo que o Senhor Jesus Cristo
ressurreto aparece, mesmo assim, só a
entronização de Cristo a destra de Deus concede a
descida do Espírito Santo que é enviado pelo Pau e
pelo Filho, em Atos 2 o Espírito Santo vem através
de um vento impetuoso, há barulho, um despertar,
um anuncio que vai de forma promissora sendo
proclamado para todos os povos presentes naquele
lugar, quando cada um ouvia em seu próprio
idioma, o triunfo de Cristo e sua entronização
celestial. Entendemos então a importância da
doutrina do Cristo que é o Logos verdadeiro, Deus
que se fez homem, a morte redentora e
ressurreição literal e retorno triunfante, assim
devemos na presente era, nos despertar da
dormência espiritual, devemos nos levantar dentre
os mortos espirituais e Cristo nos esclarecerá.
Clavio J. Jacinto

Para Meditar:

3
Só um coração que pensa em Deus em todos os
momentos, recebe a força espiritual necessária para
prosseguir meditando na jornada cristã (C. J. Jacinto)

OS ESPINHOS DA VIDA E A GRAÇA DE DEUS

O apóstolo Paulo sofreu a severidade de um espinho na carne,


é um mistério desvendar o que necessariamente eram essas
agressões feitas por um mensageiro de satanás. Quando Paulo
ora três vezes pedindo ao Senhor que esse problema tão
horrível seja resolvido, o Senhor responde: A minha graça te
basta (II Corintios 12:9) eu quero me concentrar nessa
resposta negativa, Deus responde com um "não" para alguém
com um nível espiritual muito elevado, e ainda por cima
coloca a Sua graça como suficiente e não o alivio das
agressões. Como essa resposta é profunda: "A minha graça te
basta" Todavia, o que vimos hoje em nosso meio. senão
milhões de pessoas que não encontram a suficiência na
vontade de Deus e não estão dispostas a seguir o próprio
Getsemani e dizer ao Senhor: "Se possível afasta de mim esse
cálice, todavia seja feita a Tua vontade e não a minha". A
espinha dorsal do corpo teológico das Escrituras é a
Soberania de Deus, se Ele não for Soberano e absolutamente
Todo Poderoso, de que modo subsistirá a sua graça e a sua
misericórdia? Aqui não há espaço para um teísmo aberto, não
há sustento para um Criador impessoal, Paulo está ali, sofre as
dores de um espinho, a agressão das bofetadas, esse é o
caminho de entrada da provação de Jó, não chegou ao ápice,
mas sentiu os rasgos da violência da dor humana, nas carnes
do homem exterior. E ali, o que ele recebeu senão uma
resposta negativa, seus clamores não foram atendidos,a
resposta parece um tanto fraca, aos moldes da religião
utilitarista moderna: "A minha graça te basta". Caro amigo,
isso é relevante hoje, o estar contente com a vontade de Deus?
deixar que o nosso ego de barro seja tratado pelas mãos do

4
oleiro, isso é bom? A essência da espiritualidade é pura na sua
fonte quando as mãos do Mestre sustentam e controlam a vida
de um homem regenerado. A matriz divina do cristianismo
está na graça de Deus, Paulo bebe direto da fonte, e se os
espinhos cortam a carne, movem-se como as laminas do arado,

rasgando o orgulho, as formalidades, o conforto e os


interesses pessoais de Paulo, a semente da graça cai lá no
fundo do sulco, e o poder espiritual germina. Nada de
materialismo, nada de fama, nada de aplausos, muito menos
glamour, nada de prosperidade e riquezas temporais, nada de
conforto, mas "A minha graça te basta". Desconfio que se Deus
chamar pessoalmente todos esses que enchem os templos,
para responderem seus anseios com uma resposta dessas, a
maioria, senão quase todos sairão pestanejando e negando a
fé, por sentir a inutilidade dessa resposta divina: "A minha
graça te basta" pelo simples fato dessa resposta não
corresponder aos seus interesses pessoais.
(Clavio J. Jacinto)

Para meditar

A base de nossas convicções não devem repousar sobre


opiniões alheias, mas do mais puro conhecimento que vem
do estudo das Escrituras, pois assim, teremos certezas
convincentes acerca dos fatos espirituais
C. J. Jacinto

Os Quatro Tipos de Consciência De Acordo com as Escrituras

5
A consciência é o mecanismo moral do homem, através dela
temos o discernimento, é a voz secreta que nos direciona ou nos
inibe, e ainda nos acusa, daí o termo “consciência pesada”
geralmente delinqüentes não tem consciência ou ela está
comprometida, de fato, cada homem no mundo tem quatro
tipos de consciência, cada uma delas se encaixa em um dos
diagnósticos apresentados pela bíblia, note o amado leitor, que
entrando no ramo da psicologia pura, as Escrituras abraçam a
questão humana de maneira universal, dando um diagnostico a
cada ser humano. A consciência está na sede do homem interior;
o coração, cada cristão que nasceu de novo, tem a sua
consciência purificada pela regeneração, depois disso, deve
trabalhar pela limpeza constante dela, a manutenção da vida
interior, cultivando hábitos santos, arrependendo-se de suas
falhas e defeitos, a consciência pura é o caminho do coração
puro, sem a qual jamais poderemos alcançar a visão beatifica, de
certo modo essa é uma doutrina muito importante, porém
pouco ouvimos falar sobre isso, essa omissão é fatal, pois denota
uma falta de discernimento sobre um assunto de crucial
importância.

Quatro tipos de consciência

1) Consciência pura (I Timóteo 3:9)


2) Consciência Fraca (I Coríntios 8:7 a 13)
3) Consciência contaminada (Tito 1:15 e 16)
4) Consciência cauterizada (I Timóteo 4:12)

A consciência pura era o estado de Adão e Eva antes da criação,


foi à condição permanente de Cristo desde o seu nascimento até
sua morte, mesmo humano, era de consciência perfeita, e ainda

6
é, não se discute esses aspectos de Cristo, porque Ele era
humanamente perfeito, cada pecador que nasce de novo, tem a
sua consciência purificada pelo sangue de Cristo, e deve
permanecer assim até o fim do combate cristão. Eu acredito que
há pecadores não convertidos que tem a consciência fraca, são
pessoas de boa índole, e caráter equilibrado, a consciência fraca
é o efeito do pecado, sendo fraca, pode ser nebulosa, em certo
sentido enxerga algumas verdades e alguns pecados, mas de
outra maneira, não consegue enxergar outros. Assim a visão
espiritual é parcial e muito limitada em muitos aspectos
fundamentais relacionados ao evangelho. Permanecer com a
consciência pura requer disciplina espiritual, a ordem é que a
igreja seja limpa pela lavagem da Palavra, então de certa forma,
as Escrituras contribuem muito para manter a consciência pura.
A comunhão relacional com o Senhor também, Moisés tem o
rosto em brasa quando está em intimidade com o Senhor, Isaias
depois da oração confessaste recebe as brasas do altar para
queimar a impiedade do coração, assim o Espírito de Cristo nos
ensina a ter o coração purificado, na vida devocional pratica,
todos os dias.

A consciência fraca é própria de alguns pecadores, a maioria está


com a consciência contaminada ou cauterizada, muitos cristãos
também deixam a consciência se enfraquecer, e é nessa fraqueza
que entra a possibilidade da apostasia. Veja que há uma ordem
nos quatro tipos de consciência, pura, fraca, contaminada e seu
estagio pior: cauterizada. Esses são estágios, todos os que
deixam de dar manutenção para que a cosnciencia permaneça
pura, caem na condição de consciência fraca, tornado-se possível
a contaminação e depois a cauterização, estagio de completa

7
indiferença e insensibilidade. Eu temo que a maioria dos cristãos
de hoje tenham a consciência fraca, não há uma vida devocional
muito equilibrada e são poucos os que realmente desejam seguir
firme adotando disciplinas espirituais e a consagração
permanente para permanecerem dentro do status da
consciência pura. A consciência fraca não é segura, ela pode
tornar-se completamente relativista e pragmática, não é
completamente lúcida e nem transparente, é uma condição
perigosa. Pessoas nessa condição precisam de ajuda, a abertura
pelo qual o Espírito Santo vai trabalhar na vida de alguém é pelo
coração, então se há uma consciência fraca, a luz do evangelho
cativa, assuntos sobre a fé cristã e a verdadeira religião são
atraentes, mas a consciência fraca não tem a volição forte para
tomar decisões para a glória de Deus, então pode tornar-se
conformada, sendo fraca, não quer o jugo suave de Cristo e nem
deseja sofrer por Ele e ainda não tem alento pelas coisas santas
como a sã doutrina.

A consciência contaminada; apostatas e pecadores estão nessa


condição, a contaminação espiritual é um fato muito esclarecido
nas Escrituras, o Caminho de Caim, o premio do erro de Balaão, a
contradição do Coré, o tradicionalismo farisaico, a sua
culminância é a grande Babilônia misteriosa que contamina todo
o mundo com suas feitiçarias e enganos em grande escala, falsas
doutrinas contaminam, filosofias e crenças equivocas
contaminam a consciência, ideologias políticas e ventos
heréticos sopram trazendo contaminação ao invés de
purificação. Todo o cuidado é pouco, espíritos imundos
contaminam o coração humano com engano espiritual, isso é
fato, a historia está repleta de exemplos e advertências sobre
isso! A contaminação é o processo de destruição da consciência.

8
No meu entender todo o homem nasce com a consciência fraca,
na medida em que a pessoa é inserida no contexto espiritual, vai
sendo contaminada, a consciência fraca é a conseqüência do
pecado adâmico, e o mundo jaz no maligno, assim cada um que
nasce e cresce no mundo é contaminado por ele até o processo
de total ruína. Se uma pessoa não recebe a luz da glória do
Evangelho, se não se converte e não tem o seu pensamento
cativo á Cristo, entra no processo de depravação, de consciência
fraca, que já é um efeito devastador do pecado, logo é
contaminada pelo mundo, e então no seu modo processual, fica
totalmente cauterizada.

A consciência cauterizada é o estado espiritual da maioria das


pessoas que existem no mundo, elas estão inseridas numa
mórbida condição de escravos do engano, espiritualmente cegas,
o coração está obscurecido pelo pecado, um coração arruinado,
devastado pelo pecado, as trevas espirituais são o lugar de
assentamento da maioria dos corações nesse estado de
morbidez e ruína. Mas a pregação do Evangelho, a Palavra de
Deus que soa como um martelo é capaz de quebrar toda a casca
e curar todas as feridas causadas pelos efeitos cáusticos e
corrosivos da impiedade. Só o sangue de Cristo é capaz de
libertar e curar o coração que se encontra em deplorável estado
de consciência cauterizada
Clavio J. Jacinto

Para Meditar:
Só a alma devota que está sujeita a vontade de
Deus, está debaixo das bênçãos espirituais
prometidas nas Sagradas Escrituras.

9
C. J. Jacinto

Deus está além do equívoco, está acima do engano,


Deus está além do conceito raso, está além do
relativismo, nEle não há ambigüidades e nem
incertezas, Deus está dentro da verdade suprema e
rege todo fato absoluto, e nós mortais estamos
fadados a incompreensão absoluta se ficarmos
alheios a uma revelação especial

Até que seja salvo, o homem tem a obrigação


implícita de ser semelhante em caráter a Seu
criador e faze a sua vontade

Lewis Sperry Chafer


Teologia Sistematica I Pagina 42

10
Não há tragédia maior do que um cego guiando
outro cego, e catastrófica as conseqüências quando
um pregador sem um mínimo de tenor, torce as
Escrituras de maneira a agradar uma platéia sem
um mínimo de discernimento espiritual

A emoção é totalmente natural não é fonte de vida


divina, nenhuma vida de Deus reside na emoção.
Não se assegura a certeza da salvação pelo poder
da emoção. É o Espírito santo quem dá vida. Se não
confiarmos no Espírito e não nas emoções nosso
trabalho não produzirá frutos reais

W. Nee O homem Espiritual


Volume II Pagina 197

O Que Significa Coar Mosquito e Engolir Camelo?

Encontramos essa descrição em Mateus 23:24, Jesus


discursa contra hipocrisia dos fariseus, acusa eles de
serem como “sepulcros caiados” e de coarem
mosquitos e engolirem camelos, esse fato denota a

11
divergência entre confissão e ação, e os opostos entre o
dizer e o ser. O mosquito era considerado como o
menor anima impuro de acordo com as leis do Antigo
Testamento (Levitico 11:23). Assim, havia todo o
cuidado aos pormenores, a agua do consumo era
filtrada (coada) pata que não fosse por casualidade
engolido um mosquito na hora do consumo da água,
esse cuidado, na verdade era um zelo sem
entendimento, pois também levavam a tradição ao
nível do Pentateuco, de modo que acabavam violando
partes importantes da lei, por causa do zelo excessivo
de tradições religiosas e pormenores do sistema
mosaico. O sistema farisaico tinha uma visão
desproporcional da realidade do pecado, o camelo era
então o maior animal impuro no contexto cultural
judaico, ao tratar de questões pequenas com grande
relevância e ao mesmo tempo omitindo pecados bem
mais graves como a avareza, o orgulho, a prepotência,
dois pesos e duas medidas e as políticas de
conveniências, os fariseus desenvolveram uma religião
de aparências exteriores, contudo de interior
completamente corrompido, limpavam o copo por fora
e o deixavam sujo por dentro. Essa exteriorização
produzia a religião do impressionismo, roupas
compridas, orações gritantes, zelo excessivo sob uma
religião de aparências sem conteúdo espiritual
autentico. Essa era a forma de legalismo doentio do
sistema farisaico. O “engolir camelos” era o modo como
agiam em questões mais importantes, pois de certa
forma, faziam julgamentos duros sobre os outros,
enquanto escondiam dentro do coração ações ainda
mais perversas do que aquelas que acusavam. É trágico
pensar que nutriam uma religião e a crendice de que

12
estariam limpos, se não engolissem um mosquito, sem
contudo perceber que guardavam dentro do coração,
coisas que eram mais imundas; o orgulho produzido
por cegueira espiritual, o ódio pela verdade, o amor ao
dinheiro e pelo status, a discriminação, a soberba e a
duplicidade de conduta etc. Ora, isso denota que viviam
na prática de uma religião de interesses pessoais e
nada mais, agiam de acordo com as conveniências e os
interesses pessoais, e não sob a ótica piedosa de fazer a
vontade de Deus, e agindo assim, praticavam uma
religião bizarra onde o corar mosquito e engolir
camelos era a forma como viviam dentro do sistema
sectário que defendiam com unhas e dentes, a sua
culminância pode ser vista no extremismo violento que
praticava Paulo antes da conversão á Cristo, de acordo
com as palavras do Salvador, só as verdades do
evangelho, libertava e ainda liberta um homem dessa
condição espiritual tão mórbida.
Clavio J. Jacinto.

A grande verdade é que nunca houve por parte do


catolicismo antes da reforma, o interesse de dar a bíblia
para o povo ler, isso não é apenas uma questão de
dificuldades, era proposital, pelo menos para aquela
épocam, era. A inclinação para traduzir a bíblia para o
povo e colocar as verdades das Escrituras disponíveis aos
“leigos” era um ato de rebelião contra a igreja romana,
coube a John Wycliffe (1328 – 1384), William Tyndale
(1495 – 1536) e Miles Coverdale (1488 – 1569) traduzir a
Bíblia para o inglês, e dar as pessoas a oportunidade de

13
lerem a Bíblia por si mesmas, a reforma promoveu a
tradução e distribuição mundial das Escrituras, e até,
entidades como os Gideões Internacionais foram
responsáveis por distribuirem milhões de exemplares das
Escrituras gratuitamente em diversos idiomas.

A CONSTRUÇÃO DA VIDA ESPIRITUAL DO REGENERADO

Texto: II Coríntios 5:17

14
Ser uma nova criatura só é possível através do novo
nascimento, para entendermos que essa nossa criatura é
ainda criatura, sendo por adoção filho de Deus, porém
ainda continua sendo criatura, para que não seja
confundida com o criador, homem algum pode igualar-se
a uma divindade, pode ser participante da natureza divina
porque leva dentro de si a imagem do filho de Deus
conforme Romanos 8:29 porém é criatura distinta do
Criador, O novo homem culmina na glorificação do
coirpo, pois será tanto material quanto espiritual, mas ele
continua sendo criatura, como são os anjos, Não é uma
expansão do próprio Deus, mas ainda é criatura. Alguns
argumentam que os não regenerados são criaturas
enquanto os regenerados são filhos, mas II Coríntios 5;17
nega isso, ainda continuamos criaturas, mesmo depois de
regenerados, e somos filhos por adoção. O novo Homem
que é criado segundo Deus em verdadeira justiça e
santidade passa a receber as coisas celestiais que vem por
intermédio do Espírito Santo, o regenerado é batizado no
Espírito santo no momento da sua conversão.
A bíblia é muito enfática a respeito da nova Criatura que é
o homem regenerado (II Coríntios 5:17, Gálatas 6:5
Efésios 2:10 a 16)
Nos temos duas passagens chaves no novo Testamento
que deve ser estudada com mais relevância, um estudo
pessoal será de grande beneficio para o leitor, que sendo
salvo pela graça de Deus e regenerado segundo a

15
operação poderosa do Espírito Santo, precisa crescer na
graça e no conhecimento, as passagens são I Coríntios 13
s II Pedro 1:5 a 12.
O homem transformado pelo Evangelho segundo a
operação do Espírito da Verdade, é guiado pelo mesmo
Espírito que o transformou. Assim, ele anda de acordo
com os padrões da vida espiritual que é a expressão da
sua própria natureza nova, ele está em Cristo, nova
criatura é, quando tudo se fez novo, isso significa nova
visão, novas motivações, novos interesses e um novo
foco, único, pois todo o regenerado move-se para o
centro da vida em toda a sua totalidade que é Cristo
(Efésios 1:10) todo o mover-se para fora de Cristo é
apostasia, a Ele devemos toda a nossa devoção e atenção,
nosso olhar deve estar fixo e nosso coração
absolutamente centrado nEle. Todas as epistolas e todo o
evangelho apontam para esse absoluto irremovível: tudo
em Cristo e Cristo em tudo.
Agora desejo expressar que além dos frutos do Espirito
(Galatas 5:22) que produzem os verdadeiros regenerados,
pois esse de fato estão ligados a Videira Verdadeira,
reitero que as etapas do progresso na cosntrução do
homem espiritual seguem a ordem que percebemos na
leitura de II Pedro 1:5 a 12. e aqui estão elas, segundo a
ordem do Espírito da verdade:
Virtude

16
Ciência
Temperança
Paciência
Piedade
Amor Fraternal
Caridade
Nós temos um alvo nobre, chegar a uma espiritualidade
de alto nível, não se trata de dividir os cristãos em super-
espirituais, espirituais e carnais. Não é essa a mina
intenção, apenas estou me movimentando de acordo
com textos que definem que há uma lei natural de
crescimento, não podemos permanecer numa infância
espiritual, não devemos ser meninos inconstantes que
são levados por todo vento de doutrina, não devemos ser
imaturos como descreve Hebreus 5:13, mas devemos
alcançar um nível de maturidade de acordo com Hebreus
5:14, e é lógico que aqui estou lidando com uma doutrina
bíblica, pois há crescimento na vida espiritual, há
frutificação, há processos e se alcança alvos, o mover da
vida do regenerado não é para uma ambigüidade e nem
mesmo para a subjetividade, a regeneração nos projeta
para plenitudes, isso é fato “Mas o mantimento solido é
para os perfeitos, os quais em razão do costume, tem os
sentidos exercitados para discernir tanto o bem como o
mal” Hebreus 4:12 fala sobre a eficácia da palavra dentro

17
do coração do regenerado, nossa meta é ter a
possibilidade de discernimento amplo, profundo e de
longo alcance (Ezequiel 44:23)
O processo de crescimento se dá em Cristo, essa é uma
posição majestosa, abençoada e gratificante, pois quanto
mais Cristo se revela a nós, mas temos vida abundante, e
o manifestar da vida é ação, é movimento é frutificação.
Nosso ápice é a caridade, o amor pela verdade, não uma
caridade relativa, pautada em conceitos ambíguos, mas o
amor pela verdade que envolve absolutos bíblicos e a
coragem de defende-los ao custo da nossa própria vida se
for possível, note que os cristãos do Novo testamento
alcançaram esse nível, Viver é Cristo e morrer é ganho
(Atos 1:8 e Filipenses 1:21) Há um nível baixo e raso, não
espiritual, só terrenal, pode existir uma mística nessa
posição terrena, mas ela é enganosa, o proceder do
homem regenerado é uma saída da vida natural para uma
verdadeira vida espiritual, agora veja que Paulo fala sobre
essa realidade, a realidade do homem espiritual, é a
regeneração, o estar em Cristo que nos possibilita viver
dentro de uma verdadeira espiritualidade “Ora, o homem
natural não compreende as coisas do Espírito de Deus,
porque lhe parecem loucura, e não pode entende-las,
porque elas se discernem espiritualmente” (I Coríntios
2:14) mas note que com relação ao homem espiritual, há
um outro nível, mais elevado de compreensão como
vimos no versículo posterior (I Coríntios 2:15) Há um agir

18
de Deus no coração transformado pela graça de Deus
(Hebreus 10:16) o homem que é nova criatura em Cristo
Jesus, anda segundo a bussola celestial que sempre
aponta para a vontade de Deus como única direção certa
e segura (II Timóteo 3:16 e 17) de modo que, na eficácia
dessa Palavra viva e eficaz, tenhamos paciência e
consolação para obtermos esperança de vida eterna
(Romanos 15:4) A grandeza da vida transformada é algo
extraordinário e os méritos pertencem a Cristo e não a
nós mesmos, o “estar em Cristo, nova criatura é” é uma
posição espiritual para dentro das realidades obtidas
através da Cristo e Sua obra consumada e perfeita que foi
realizada na cruz do calvário, é um relacionamento e uma
participação com a Pessoa do Salvador.
A limpeza espiritual que ocorre na regeneração (Tito 3:5)
precisa de manutenção diária pela Palavra de Deus “Se
pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis”
(Romanos 8;13) buscamos as coisas do Espírito (Romanos
8:5) pois o regenerado é chamado segundo o propósito e
a vocação celestial (Romanos 8:28)
Que o Senhor nos conceda graça para entendermos tão
preciosas verdades e que os olhos do nosso
entendimento sejam iluminados para tão solene fato, se
alguém está em Cristo, nova criatura é. Amem

19
Deus nunca perdeu o controle do universo, Sua
soberania é absoluta, Seu Senhorio é eterno, Seu
poder é infinito, todo o problema humano se reduz
à conseqüência de nossa própria rebelião, e toda a
criação geme por causa dos pecadores

O mundo após a queda se reduziu a um vale de


sombra da morte, todas as tentativas filosóficas e
religiosas de tentar acender uma luz de esperança
falharam, foi Cristo quem na plenitude dos tempos
veio, o Verbo se fez carne, e uma verdadeira luz de
esperança se acendeu na humanidade

Há um problema sério com o homem moderno,


inclusive os ditos cristãos modernos, eles não estão
dispostos a ouvir a mensagem da cruz, eles não
querem ouvir nada que reduza o velho homem a
morte, não querem ouvir sobre negar-se a si
mesmos e tomar uma cruz para seguir Jesus,
querem apenas ouvir músicas psicodélicas,

20
participar de cultos shows, ouvir sermões
hipnóticos, ver miragens mirabolantes de falsos
sinais e maravilhas e por fim adormecerem na
própria condenação, só percebendo a condição de
não regenerados, quando acordarem no outro lado
da vida, fora do tempo do arrependimento para a
vida eterna.

Se o mundo jaz no maligno, como diz as Escrituras,


seria uma mera contradição encontrar cristãos que
pelo modo de viver, demonstram amá-lo de tal
maneira que tenham todo o projeto de vida focado
nele, essa divergência se constitui um dos maiores
escândalos contra os ensinos de Cristo

----

A consciência é uma qualidade da mente,


considerado abranger qualificações tais como

21
subjetividade, autoconsciência, sentiencia,
sapiência e a capacidade de perceber a
divisão entre si e um ambiente. É um assunto
muito pesquisado na filosofia, na psicologia,
neurologia e ciência cognitiva.

Não importa o quanto a vida é dura, não


importa quantas dificuldades enfrentamos
todos os dias, a emancipação da consciência
se dá pela quebra das cascas da morosidade,
ninguém pode alcançar continentes
desconhecidos, sem a disposição corajosa de
enfrentar as mais terríveis tempestades que
esperam todos aqueles que optam por uma
dignidade nobre, dotar-se das virtudes da
coragem e resiliência para suportar todas as
tribulações que aparecem no trajeto daqueles
que ousam descobrir coisas novas.

22
AS CORES DAS FLORES

As flores desabrocham no campo


É um discurso eloqüente e silencioso
Primeiro elas afirmam que Deus existe

23
Em seguida confirmam:
O amor é a esperança.

Não um amor contaminado pelo egoísmo


Nem pelo materialismo
Que esvazia a alma de virtudes
Mas um amor penitente á Deus
Em seguida de outro não menos importante
O amor compassivo ao próximo

Só então as janelas se abrirão


O infinito será a lente para enxergar
Todas as pequenas coisas
E natureza de que são feitas
Como disse certo poeta:

“Para ver um mundo em um grão de areia


e um céu em uma flor silvestre,

24
segure o infinito na palma da sua mão
e a eternidade em uma hora.”

O Autor: Clavio J. Jacinto, exerce o ministério


epistolar, contribuindo para a edificação do
corpo de Cristo de forma completamente
gratuita. Autor de mais de 130 livros e
livretos, todos completamente gratuitos,
editados no formato eletrônico, através de
Publicações Bíblicas Bereianas. Não tenho
qualquer apoio denominacional e exerço todo
o ministério sozinho e com recursos próprios.
Se você foi abençoado pela leitura de meus
livros e livretos, ficarei completamente feliz
em receber seus agradecimentos, pois essa é a
forma pelo qual recebo incentivo de escrever
com o objetivo de abençoar pessoas.

claviojj@gmail.com

(48) 999947392 whatSapp e Telegram

25