Você está na página 1de 1

transmissão sináptica 

  sinapse química​ - célula pré sináptica - fenda sináptica  potencial pós sináptico 
- célula pós sináptica    
Definição​: a troca de informações de uma célula a    ● não é potencial de ação; 
outra através de uma estrutura chamada ​sinapse  ● sem conexão física e há um ​espaço​ entre as  ● influencia a geração de potencial de ação, se 
  células (fenda sináptica);  atingir o limiar; 
Sinapse elétrica   ● requer um ​mediador​ para a troca de  ● pode aproximar do limiar (​despolarização​) 
  informação - neurotransmissor;  ○ potencial ​excitatório​ (peps) e é 
● presença de ​conexão física​ entre as duas  ● os neurotransmissores são guardados em  causado pela entrada de íons 
células (proteínas - junções comunicantes);  bolsas vesiculares​ no terminal da célula pré  positivos  
● terminal da célula a - acúmulo de sódio (na);  sináptica;   ● pode afastar do limiar (​hiperpolarização​)  
● terminal da célula B - repouso;   ● como ocorre?   ○ potencial ​inibitório​ (pips) e é causado 
● pela lei da difusão existe uma necessidade de  1. o potencial de ação inverte o sinal do  pela entrada de cargas positivas e 
equilíbrio​, por isso o sódio; atravessa para a  potencial de membrana e provoca  saída de cargas negativas 
célula b causando a inversão de sinal do  abertura​ dos canais de cálcio   
potencial de membrana;  dependentes de voltagem   
● a ​informação​ é a carga elétrica;   2. a entrada do cálcio gera uma​ fusão das 
● é bidirecional e rápida;  vesículas​ com a membrana plasmática 
● atua em ​sincronização de tecidos​ - sistema  3. ocorre a ​liberação​ dos 
muscular (cardíaco), músculo liso unitário ex:  neurotransmissores na fenda 
útero   sináptica  
  4. os neurotransmissores são recebidos 
  na célula pós sináptica por 
  receptores​ presentes na membrana 
  5. ocorre a geração de uma ​resposta​ - 
  alteração de potencial  
  ● unidirecional, complexa e lenta;  
  ● a mais abundante no corpo;  
  ● receptores ​metabotrópicos​ - alteração 
  substancial no interior da célula - segundo 
  mensageiro - acoplado em enzimas - ex: amp 
  para amp cíclico - atua na abertura de canais 
  de íons. 

Você também pode gostar