Você está na página 1de 8

Revisar envio do teste: Questionário Unidade II (2017/2)

 
Usuário queile.canhedo @unipinterativa.edu.br
Curso Literatura Portuguesa: Prosa
Teste Questionário Unidade II (2017/2)
Iniciado 28/08/17 13:26
Enviado 28/08/17 13:26
Status Completada
Resultado da 2,5 em 2,5 pontos  
tentativa
Tempo 2 minutos
decorrido
Instruções ATENÇÃO: a avaliação a seguir possui as seguintes configurações:
- Possui número de tentativas limitadas a 3 (três);
- Valida a sua nota e/ou frequência na disciplina em questão – a não realização pode
prejudicar sua nota de participação AVA, bem como gerar uma reprovação por
frequência;
- Apresenta as justificativas das questões para auxílio em seus estudos – porém,
aconselhamos que as consulte como último recurso;
- Não considera “tentativa em andamento” (tentativas iniciadas e não
concluídas/enviadas) – porém, uma vez acessada, é considerada como uma de suas
3 (três) tentativas permitidas e precisa ser editada e enviada para ser devidamente
considerada;
- Possui um prazo limite para envio (acompanhe seu calendário acadêmico), sendo
impossível o seu acesso após esse prazo, então sugerimos o armazenamento e/ou
impressão para futuros estudos;
- A não realização prevê nota 0 (zero).

Resultados Todas as respostas, Respostas enviadas, Respostas corretas, Feedback, Perguntas respondidas
exibidos incorretamente
 Pergunta 1
0,25 em 0,25 pontos
As alternativas a seguir referem-se ao Realismo e ao romance realista. Assinale aquela que
está incorreta.
Resposta c. 
Selecionada: Segundo Eça de Queirós, o Realismo pode ser considerado a "apoteose
do sentimento", a arte destinada à comoção.
Respostas: a. 
O romance, durante o Realismo, passou a ser uma obra de combate à
sociedade burguesa do século XIX.
b. 
No Realismo passou-se a cultivar o romance de tese, um espaço de
experimentação e de defesa dos ideais científicos da época.

c. 
Segundo Eça de Queirós, o Realismo pode ser considerado a "apoteose
do sentimento", a arte destinada à comoção.
d. 
O Realismo se apresenta como uma estética “engajada”, estabelecendo
um compromisso entre a arte e a realidade social.
e. 
A crítica à educação romântica e ao conservadorismo da Igreja são
algumas das características realistas.
Feedback Resposta correta: alternativa C.
da resposta: Comentário: Segundo Eça de Queirós, o Realismo volta-se para a “anatomia
do caráter”, não se destina à comoção e sim à crítica. O Romantismo é que
seria a apoteose do sentimento. As demais alternativas estão corretíssimas e
apontam algumas características do Realismo, do romance de tese e do
romance realista.
 Pergunta 2
0,25 em 0,25 pontos
Assinale a alternativa incorreta com relação ao Realismo em Portugal e às obras de Eça de
Queirós:
 

Resposta c.
Selecionada: A primeira fase da carreira queirosiana começa com A relíquia e com O
primo Basílio. Em seguida, escreve O crime do padre Amaro e A cidade e
as serras. Na terceira fase lança Os Maias.
Respostas: a. 
O romance passa a ser, no Realismo, obra de combate, arma de ação
transformadora da sociedade burguesa dos fins do século XIX.
b.
No romance realista, o adultério é explicado como decorrência de causas
predominantemente educacionais e morais. No romance naturalista, resulta
de distúrbios fisiológicos e psiquiátricos.

c.
A primeira fase da carreira queirosiana começa com A relíquia e com O
primo Basílio. Em seguida, escreve O crime do padre Amaro e A cidade e
as serras. Na terceira fase lança Os Maias.
d. 
Em O primo Basílio, Eça investiga como se comporta a pequena burguesia
lisboeta, em uma existência de podridão moral e física.
e.
No romance A cidade e as serras, desenvolve-se o tema de que o homem
pode ser feliz longe da civilização, do progresso, da máquina. A
simplicidade passa a ser valorizada.
Feedback Resposta correta: alternativa C.
da resposta: Comentário: Em sua primeira fase, Eça publica anotações de cunho
neorromântico. Depois, já na fase realista-neorrealista, publica O crime do
padre Amaro, A relíquia, O primo Basílio e Os Maias. A cidade e as
serras, obra póstuma, pertence a uma terceira fase, em que Eça se afasta do
Naturalismo e assume uma postura mais afirmativa e imaginativa.
 Pergunta 3
0,25 em 0,25 pontos
Assinale a alternativa que não corresponde à obra de Eça de Queirós.
 

Resposta d. 
Selecionada: Não apresenta recursos irônicos e refinamento estilístico.
Respostas: a. 
Sua obra é considerada o ponto mais alto da prosa realista em Portugal.
b. 
Faz crítica à sociedade burguesa, que se deixa influenciar pela Igreja e
pelo Romantismo.
c. 
Denuncia a rede de vícios que infesta a sociedade de então.

d. 
Não apresenta recursos irônicos e refinamento estilístico.
e. 
Possui alguns personagens complexos, mas também constrói
personagens planas, tipos e caricaturas.
Feedback da Resposta correta: alternativa D.
resposta: Comentário: A obra de Eça é repleta de recursos irônicos e de um
refinamento estilístico, principalmente através das descrições ricas em
detalhes e do vocabulário aprimorado.
 Pergunta 4
0,25 em 0,25 pontos
Com relação ao romance O primo Basílio, pode se dizer que Eça de Queirós constrói Luísa
como:
 

Resposta b. 
Selecionada: Uma marionete nas mãos de Basílio e de Juliana, à mercê das
circunstâncias propícias para cometer adultério.
Respostas: a. 
Uma personagem forte, de caráter marcante, que conduz as ações no
romance.

b. 
Uma marionete nas mãos de Basílio e de Juliana, à mercê das
circunstâncias propícias para cometer adultério.
c. 
Uma mulher doentiamente apaixonada pelo primo, mas insensível às
suas investidas, resistente às tentações.
d. 
Uma mulher tão insatisfeita com o marido, que resolve traí-lo para se
vingar.
e. 
Uma mulher que acaba por morrer de paixão por Basílio.
 

Feedback da Resposta correta: alternativa B.


resposta: Comentário: Luísa é uma marionete nas mãos das outras personagens, é
fraca de caráter e se deixa levar pelas circunstâncias. Não é apaixonada por
Basílio, nem mesmo está insatisfeita com seu marido.
 Pergunta 5
0,25 em 0,25 pontos
Entre as alternativas abaixo, indique a que não condiz com o romance O primo Basílio, de
Eça de Queirós.
 

Resposta a.
Selecionada: É uma obra realista-naturalista, cujo narrador é neutro e imparcial, pois não
condena nem absolve Luísa, nem mesmo condena a moral burguesa.
Respostas: a.
É uma obra realista-naturalista, cujo narrador é neutro e imparcial, pois não
condena nem absolve Luísa, nem mesmo condena a moral burguesa.
b. 
Um dos temas apresentados é o adultério, sendo explorado o erotismo dos
amantes.
c. 
Mostra, com uma lente de aumento, a intimidade das famílias e revela
criticamente a pequena burguesia do final do século XIX em Lisboa.
d.
Ataca instituições sociais como a família, sempre com a preocupação de
fazer um vasto inquérito da sociedade portuguesa e moralizar os costumes
da época.
e.
Caracteriza-se pela ironia, pelo caricaturismo e pelo humor na composição
das personagens, entre as quais se destacam Dona Felicidade, Ernestinho
e o Conselheiro Acácio.
Feedback Resposta correta: alternativa A.
da resposta: Comentário: O narrador queirosiano passa-nos uma falsa neutralidade não
sendo imparcial. É guiado pelo determinismo para justificar as ações das
personagens. Condena Luísa que, por cometer adultério, morre ao final da
obra. O adultério e o erotismo estão presentes. A pequena burguesia chega a
ser devastada, assim como a família, a Igreja e os costumes da época. A
ironia, a caricatura e o humor são traços dessa obra.
 Pergunta 6
0,25 em 0,25 pontos
Indique a alternativa correta em relação ao final do romance O primo Basílio.
Resposta d.
Selecionada: Não suportando mais as constantes chantagens da empregada, Luísa
resolve contar tudo a Sebastião. Enquanto ela e o marido estão no teatro,
Sebastião vai à casa dela com um policial para pressionar a empregada.
Desmascarada, Juliana tem um derrame cerebral e morre.
Respostas: a. 
Sebastião descobre sobre o adultério de Luísa e procura Jorge para contar-
lhe tudo.
b.
Luísa tenta se entregar a um banqueiro, a fim de conseguir dinheiro e se
libertar da chantagem de Juliana. No entanto, não precisa se sujeitar a isso,
pois Basílio lhe arranja a quantia, livrando-a de Juliana.
c. 
Jorge descobre o adultério de sua mulher e não consegue perdoá-la. Ela,
por sua vez, não suporta a situação e se mata.
d.
Não suportando mais as constantes chantagens da empregada, Luísa
resolve contar tudo a Sebastião. Enquanto ela e o marido estão no teatro,
Sebastião vai à casa dela com um policial para pressionar a empregada.
Desmascarada, Juliana tem um derrame cerebral e morre.
e. 
Com a morte de Luísa, Basílio sente muita culpa pelo ocorrido, pois não
pôde impedir tamanha injustiça.
Feedback Resposta correta: alternativa D.
da resposta: Comentário: As chantagens de Juliana aumentam até que Luísa chega a seu
limite e conta tudo a Sebastião, que a ajuda. Sebastião nada conta a Jorge,
que descobre sobre o adultério, mas Luísa não se mata, morre de "febres
cerebrais". Basílio, em nenhum momento se arrepende de seus atos.
 Pergunta 7
0,25 em 0,25 pontos
Leia as afirmações a seguir e, na sequência, assinale a alternativa que apresenta a(s) que
está(ão) correta(s).
 

I- “Bom senso e bom gosto”, texto escrito por Antero de Quental em resposta às críticas do
professor Castilho, defensor do Romantismo, aos novos poetas da Sociedade do Raio, deu
início à crise acadêmica, com românticos de um lado e realistas de outro, que ficou
conhecida como a Questão Coimbrã.
II- Eça de Queirós foi o responsável pela consolidação do gênero Romance em Portugal.
III- As origens do Realismo encontram-se na pintura de Gustave Courbet, o qual influenciou
escritores importantes como Flaubert, autor de Madame Bovary.
Resposta e. 
Selecionada: Todas as afirmações estão corretas.
 

Respostas: a. 
Apenas a I.
b. 
Apenas a II.
c. 
Apenas a III.
d. 
Apenas a I e a III.

e. 
Todas as afirmações estão corretas.
 

Feedback Resposta correta: alternativa E.


da resposta: Comentário: A Questão Coimbrã foi de extrema importância para o Realismo
em Portugal, sendo Antero de Quental um de seus maiores protagonistas. Seu
texto “Bom senso e bom gosto” marca o início dessa disputa intelectual. Eça
de Queirós foi realmente o responsável pela consolidação do romance em
Portugal, já que o gênero típico do Romantismo foi a novela. O Realismo se
origina na pintura de Courbet, difundindo-se posteriormente para diversas
artes, inclusive a literatura.
 Pergunta 8
0,25 em 0,25 pontos
O trecho a seguir mostra o estado de espírito que dominava Jacinto de Tormes ao
abandonar Paris com seu amigo José Fernandes, no romance A cidade e as serras:
E recolhemos, sem que Jacinto emergisse do silêncio enrugado em que se abismara, com
os braços rigidamente cruzados, como remoendo pensamentos decisivos e fortes. Depois,
em frente ao Arco do Triunfo, moveu a cabeça, murmurou:
– É muito grave deixar a Europa!
(QUEIRÓS, Eça de. A cidade e as serras)
 

Assinale a alternativa correta sobre o trecho acima:


Resposta d.
Selecionada: Jacinto, nesse trecho, pondera que fora da Europa não podia haver
felicidade. O Arco do Triunfo aparece como uma alegoria da superioridade
da cidade-luz.
.
Respostas: a. 
Jacinto manifesta, na sua fala, o desprezo pelas pessoas que abandonam
sua pátria diante de dificuldades materiais.
b. 
Jacinto relacionava Portugal à infelicidade e Paris à felicidade, e ao longo
do romance essa opinião não se modificará.
c. 
A fala de Jacinto manifesta o desprezo pelas pessoas que se afastam de
Portugal devido a dificuldades financeiras;
 

d.
Jacinto, nesse trecho, pondera que fora da Europa não podia haver
felicidade. O Arco do Triunfo aparece como uma alegoria da superioridade
da cidade-luz.
.
e. 
Jacinto é tomado de um saudosismo que o faz se deprimir ao ter que
deixar a França.
 

Feedback Resposta correta: alternativa D.


da Comentário: Nos primeiros capítulos dessa obra, Jacinto demonstra seu
resposta: apego à civilização. Sua opinião se modificará quando for obrigado a viajar
para as serras, em Portugal. Ele não despreza quem abandona a pátria, mas
considera que só há felicidade junto à civilização. E ao dizer “É muito grave
deixar a Europa!”, fica subentendido que ele não considera Portugal – mesmo
que se saiba que geograficamente este país faz parte da Europa – um país
civilizado como os demais países europeus, ou, mais especificamente, como a
França
 Pergunta 9
0,25 em 0,25 pontos
Para que um romance possa ser considerado realista, ele deve apresentar determinadas
características. Nas afirmativas a seguir são destacadas algumas delas.
 

I- As personagens estão subjugadas à vontade do narrador, que as utiliza para demonstrar


sua tese.
II- Há o predomínio da descrição detalhada.
III- Observa-se a valorização da razão e da observação em detrimento da emoção e da
imaginação.
 

Assinale a alternativa que apresenta a(s) afirmativa(s)que está(ão) correta(s):


 

Resposta a. 
Selecionada: Todas as afirmativas estão corretas.
Respostas: a. 
Todas as afirmativas estão corretas.
b. 
Somente a I.
c. 
Somente a I e a II.
d. 
Somente a III.
e. 
Somente a II e a III.
Feedback da Resposta correta: alternativa A.
resposta: Comentário: As personagens queirosianas são determinadas pelo meio em que
vivem e têm seu destino traçado. Para obter-se uma proximidade da
realidade, o escritor realista privilegia a descrição. A razão se opõe
claramente à imaginação.
 Pergunta 10
0,25 em 0,25 pontos
Segundo Benjamin Abdala Júnior, a obra de Eça de Queirós pode ser dividida em três fases.
Seguindo a ordem cronológica, essas fases são:
Resposta b. 
Selecionada: Neorromântica, realista-naturalista, afastamento do Naturalismo.
Respostas: a. 
Romântica, realista e naturalista.

b. 
Neorromântica, realista-naturalista, afastamento do Naturalismo.
c. 
Realista, naturalista e simbolista.
d. 
Árcade, romântica e realista.
e. 
Romântica, realista e simbolista.
Feedback Resposta correta: alternativa B.
da resposta: Comentário: A primeira fase queirosiana é a neorromântica, composta de
algumas notas marginais, a segunda é a realista-naturalista, em que se
destacam O crime do padre Amaro, O primo Basílio e Os Maias. Em sua última
fase, em que Eça se afasta do Naturalismo, destacam-se A ilustre casa de
Ramires e A cidade e as serras. Nesta terceira fase, o autor inclui certa
fantasia em suas obras.
Segunda-feira, 28 de Agosto de 2017 13h28min35s BRT

Você também pode gostar