Você está na página 1de 4

trials of the trials of the visionary mind

prefácio
tese: em muitos casos o primeiro episódio agudo “psicótico” não deve ser considerado
como um de esquizofrênicos
se recebido de forma apropriada, essa experiência pode carregar uma possibilidade de
crescimento da personalidade.
a forma de cura da própria natureza de um desenvolvimento emocional restrito, e liberação
de funções vitalmente necessárias, em termos curtos, um acordar espiritual.
porém uma coorperação com as necessidades da psique e natureza necessitam uma nova
gama de atitudes e processos mais alinhados.

estados psicóticos doentios devem ser honrados como válidas operações da mente
visionária trabalhando na sua parte de direito no desenvolvimento espiritual de indivíduos e
culturas.

tratamentos são direcionados para supressão de sintomas, e problemas emocionais e


questões internas são deixadas de lado.

introdução

psiquiatria está em estado lamentável, psique é overlooked and comparação a medidas de


melhorar comportamento através de pesadas doses medicamentosas.
problemas emocionais e questões internas são postas de lado, para cuidarem de si
mesmas, enquanto tratamento de regimes são dirigidos principalmente para suprimir
sintomas

trabalho se baseia nos trabalhos da psique na profundidade quando está sendo jogada
através dos turbulentos caminhos da intensa experiencia visionária

existem questões tipicas nessa condição específica


surgem mts temas parecidos míticos. n são interessantes p psicanálise nem p medicina

alguns processos são auto organizantes e aut curativos, existe uma matriz de amor
suprapessoal.

temas de morte e nascimento, destruição do mundo, e criação, casamentos sagrados, e


chamados messiânicos, programas de reforma
aqui a capacidade de amar foi a maior preocupação e fruto do processo reorganizativo

existe uma tendência de não validar pela cultura, devemos conhecer os mitos e formas
rituais da antiguidade

2 partes:
problemas praticos em trazer uma perspectiva psicologica para o trabalho de ajudar esses
episódios a chegarem a um resultado frutifero.
2 parte: um entendimento da significancia dessas crises na perspectiva de psicologia
profunda e questoes evolutivas
3: resumo relacionando a emergência espiritual
estados visionários devem ser divididos escrupulosamente de esquizofrenia crônica.
inundação de imagens da psique profunda. existe um padrão mítico . processo de
renovação, qualidade supramundana, numinosa. arquétipos aparecem como emoções e
imagens e padrões de comportamento,

PARTE 1,
Capítulo 1 - tratamento ou terapia?

O tratamento é aliviar os sintomas, às vezes curar.


paradigma de terapia respeita o processo psíquico por tras do sintomas. terapia, esperando
sobre, serviço feito para os deuses
em estados psicóticos são invadidas por imagens de deuses e elementos míticos.
O tratamento tenta parar o que está acontecendo. terapia se move com o processo e ajuda
encontrar o objetivo criativo implícito nisso.
ver hábitos de pensamento que governam profissões psiquiátricas
- bem comum um medo desordenado e desconfiança da psicose.
- o consenso é que a tarefa imediata é reparar essas desordens mentais o mais
rapidamente possível
- busca para suprimir. quando a ordem é mantida, se sentem reassured
- uma fase desintegrativa de algo desenvolvimental pode ser desqualificado
facilmente assim

turbulência pode ser entendido como naturais do que desastrosos


crescimento e desenvolvimento não acotnece de forma linear, e para cima, porém de
forma cíclica, com periodos de calma e turbulência.

adolescencia: existe uma permisissividade com relação aos comportamentos,


pensa-se que é só uma fase.

forma parecida que vemos a morte, algo que deve ser derrotado sobre todos os
custos, medo do caos e desordem.

se vc escuta de forma empatica e carinhosa, sem manipular, controlar, dizer para


silencio, podem mudar espontaneamente em um curto periodo de tempo

terapia, bi-personal campo de relação, estebelece um efeito organizado que estimula


integração. medo de desordem e turbulencia nega esse estado desejavel, uma
abertura recepitiva encoraja ele.

esse desenvolvimento para organizaçaõ é verdadeiro para a maioria dos casos,


porém não para todos.

existem 2 elementos distintos:


- experiencia de morte, ou de já ter sido morto, dissolução do self acostumado.
2- elemento visão de morte do mundo fantasias do mundo sendo destruido envolve a
dissolução da imagem da pessoa do mundo, a cultura qu eela ta acostumada, e subcultura
que a psique está organizada a experiencia de mundo.
cultura rápida mudando mostra frequentes imagens do mundo desintegrando, e sendo
reabosrvido para o caos, para permitir regeneração

toda segurança básica e sistema de valores e visão de mundo é agitada e desfeita,


preparando para reconstrução

terapeuta não deve tentar mover para frente processo, ou fazer diferente do que é, até
interpretações tem efeitos minimo. expressão de interesse encoraja o processo.

desordem é forma natural da natureza de desmantelar o que é inadequado no passado,


permitindo novo começo.

2 padrão de pensamentos
pensar que psicose é uma desordem cerebral e psiquiátrica, não uma questão psicológica.
é a forma mais desencorajosa, ´porque sugere que o cerebro tem problema, e permanecerá
diferente para sempre. pode causar uma alienação severa, baseado em modelo
mecanicista causalista, biomético reducionista, biologico é mais real e fundamental.
mente é epifenomeno da atividade do cerebro

biologia é concomitante, não causa

geralmente pessoas que passam por isso são extrasensíveis, em famílias acostumadas
com negação, isso não é aceito, duplo vínculo, e n se sente pertencido, bode expiatorio.
trabalho de LAING SANITY, MADNESS AND FAMILY
pode haver um retorno temporário para uma claridade, a partir de bom rapport.

3º habito de psiquiatras questionáveis


relação das emoções, como uma resposta disorganizacional.
emoção como uma forma de comportamento desnecessária, isso vem de uma época
racionalista

qm tem psicose, emoções sao consideradas algo fora de controle,deve buscar evitar algo
que traga perturbações, emoções tem de ser suprimidas para manter atmosfera de calma e
quietude, e ordem.

dizem que o problema é desordem de pensamento, concretude de pensamento, porém o


mais fundamental problema, é o afeto, plano, ou inapropriado. porém quando se estabelece
uma boa relação terapêutica, eles começa a vir mais naturalmente. a busca é fazer fluilo
naturalmente de forma mais vivida

em estados de alto nível psicótico, as imagens míticas e coloridas são representações de


problemas centrais emocionais. porém há dissincronia entre emoções e imagens

a comunicaçção na relação terapeutica premite o afeto ser restaurado à imagem.


essa restauração é particularmente desejavel com as emoções mais problematica s e os
conflitos rleacionados a elas, raiva e desejos sexuais.
elas chamam supressão dos funcionarios dos hospitais
porém elas são as mais importantes ´para crescimento e desenvolvimento de personalidade

raiva é o material cru e raiz que se desenvolve uma assertividade necessária para um ego
enfraquecido

emocões sexuais são o chao da capacidade de relações de carinho e intimidade


isso é essencial para pessoas que evadiram de proximidade em sua vida por medo de
serem machucados.
um episódio agudo busca liberar esses 2 afetos, e processo de ordem e lei n permite esse
processo da natureza

rage room
terapeuta ia junto e explorava essa raiva, buscava encontrar significado. ela tinha vazã

sexualmetne mulher se identificou com o principio do eros, e não deveria ser oposta, inibida
ou parada. dps conseguiu personalizar isso

visão de john locke: tabula rasa, viemos ao mundo com uma mente vazia, tudo que tem
vem da mente vem de estimulos internos. então não existe vida interior, não é possível
proceressos reintegrativos que são performados além do ego. não existe um propósito
próprio da vida interna. não há processos autônomos e espontâneos profundos, ainda mais
os que podem ser auto curativos naturalmente.

porém é a existência de uma vida interior e um processo próprio de reintegração por


desintegração que justifica um regime psicoterápico sem medicação numa residência facility

projetos residencia: Diabasis, The Agnew project e Soteria house. todos na san francisco
bay area

desordem para john é a personalidade pre psicótica, uma vida emocional insuficiente. troca
de afetos não é segura e intimidade ameaçadora. medo de ser machucado.

residencia é espaço para expressao de sentimentos intimios.

5 hábito:
conserto rápido e barato. em 7 dias já tem que ser estabilizado e mandado embora.

Quanto mais intenso e inundado, mais breve e mais favorável é o resultado.

geralmente 40 dias, de jesus esdras, e deluge

Você também pode gostar