Você está na página 1de 7

DGEstE – DSR Alentejo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 1 DE BEJA – 135021


SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA DIOGO DE GOUVEIA - 404627

Ano letivo 2020/2021


Nome: Turma:
Ass. do E. E. Ass. da Profª

Data: / / Apreciação:

GRUPO I –ORALIDADE 1

Vais ver o excerto de uma notícia televisiva, da SIC. Antes da


visualização, lê o questionário com atenção. Depois, responde às
perguntas.

1 Completa a frase seguinte, de acordo com a informação do vídeo.

O Centro Interpretativo de Mitos e Lendas de (a) é um museu, cujo edifício tem (b)
pisos, sendo que o projeto demorou (c) meses a ser concluído e contou
com a participação de (d) e especialistas em audiovisuais.

2 Vê novamente o vídeo e responde às questões de acordo com as instruções.

2.1. Seleciona as duas opções que correspondem a assuntos abordados na notícia.


a. Ano da construção do Palácio de Sintra
b. Principais unidades de alojamento para visitantes do centro, em Sintra
c. Atividades incluídas na visita ao museu interativo
d. Local de funcionamento do centro interpretativo
e. Preço do bilhete de acesso ao centro interpretativo
f. Público-alvo do centro interpretativo

2.2. Seleciona as três frases que correspondem a informação essencial transmitida na notícia.
a. O rei D. João I beijou uma das aias da rainha.
b. No centro interpretativo de Sintra, os visitantes contactam com lendas locais.
c. O museu interativo utiliza recursos multimédia.
d. Em Sintra, há pontos de interesse turístico.
e. A visita inclui atividades lúdicas e experiências 4D.
f. Segundo uma lenda, houve uma aparição de Nossa Senhora na serra de Sintra.
g. Num retrato animado, Eça de Queirós afirma ter passado bons momentos em Sintra.
h. Nuno Sequeira espera que o espaço funcione durante muito tempo.
DGEstE – DSR Alentejo
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 1 DE BEJA – 135021
SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA DIOGO DE GOUVEIA - 404627

GRUPO II – LEITURA E EDUCAÇÃO LITERÁRIA

Parte A

Lê o artigo seguinte, retirado de uma página da internet.

Aves selvagens retomam liberdade


2
2009-08-08
Carina Fonseca
DGEstE – DSR Alentejo
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 1 DE BEJA – 135021
SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA DIOGO DE GOUVEIA - 404627

1. Do parágrafo-guia desta notícia (Lead), retira os elementos pedidos.

Quem?
(pessoa, animal, objeto…)

O quê?
3

Quando?

Onde?

2. Assinala com X a opção correta de acordo com o sentido do texto.

a. As aves foram devolvidas à natureza porque


estavam em perigo de vida. estavam
recuperadas de ferimentos. foi
ordenada a sua libertação.
já tinham sido batizadas.

b. A organização CERVAS acolhe animais


porque é um bom negócio.
para estudar as diferentes espécies.
para proceder à sua recuperação.
porque possui veterinários.

c. Quando as pessoas que encontraram aves as libertam, o momento é aproveitado


para educar em relação ao ambiente. para
estudar a nova espécie encontrada. para
atividades de divulgação científica. para
organizar uma festa.

d. “O batismo, no momento da libertação, é outro dos ‘privilégios’ de quem encontrou a ave.”


A palavra sublinhada significa: regalias.
obrigações.
desvantagens.
trabalhos.
DGEstE – DSR Alentejo
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 1 DE BEJA – 135021
SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA DIOGO DE GOUVEIA - 404627

3. Três das quatro afirmações seguintes representam factos e só uma refere uma opinião.
Assinala com X a afirmação que refere uma opinião.

O CERVAS é uma organização de proteção dos animais selvagens.


Aquela organização tem desenvolvido um trabalho notável.
Centenas de espécies de animais foram salvas pelo CERVAS.
4
A organização contribui para a educação ambiental dos mais jovens.

Parte B
Lê o conto que se segue, atentamente.

A princesa e a ervilha

Era uma vez um príncipe que queria desposar uma princesa, mas uma princesa verdadeira.
Assim, deu a volta ao mundo para encontrar uma, e, na realidade, não faltavam princesas; o que ele
nunca podia assegurar era que se tratasse de verdadeiras princesas; havia sempre algo nelas que lhe
parecia suspeito. Por consequência, regressou, muito deprimido, por não ter encontrado aquilo que
desejava.
Uma noite, fazia um tempo horrível, os raios entrecruzavam-se, o trovão ribombava, chovia a
cântaros – era pavoroso. Alguém bateu à porta do palácio e o velho rei apressou-se a mandar abrir.
Era uma princesa, mas, santo Deus, em que estado a chuva e a tempestade a haviam posto! A água
escorria dos seus cabelos e das suas roupas, entrava-lhe pela biqueira dos sapatos e voltava a sair
pelos tacões. Todavia, afirmou ser uma verdadeira princesa.
– Isso é o que já iremos ver! – pensou a velha rainha. Depois, sem dizer nada, entrou no quarto de
dormir, tirou os lençóis e os colchões e colocou no fundo da cama uma ervilha.
Em seguida, pegou em vinte colchões e estendeu-os sobre a ervilha, sobre os quais empilhou ainda
vinte cobertas.
– Era a cama destinada à princesa. No dia seguinte, pela manhã, perguntou-lhe como passara ela a
noite.
– Muito mal! – respondeu. – Mal consegui fechar os olhos toda a noite! Deus sabe o que tinha a
cama; era algo de duro que me pôs a pele toda roxa. Que suplício!
A esta resposta, reconheceram que se tratava de uma verdadeira princesa, pois sentira uma ervilha
através de vinte colchões e de vinte cobertas. Que mulher, a não ser uma princesa, poderia ter uma
pele de tal modo delicada?
DGEstE – DSR Alentejo
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 1 DE BEJA – 135021
SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA DIOGO DE GOUVEIA - 404627

O príncipe, completamente convencido de que esta era uma verdadeira princesa, tomou-a como
esposa e a ervilha foi posta no museu, onde deve encontrar-se ainda, a não ser que um colecionador a
tenha roubado.
E aqui está uma história tão verdadeira como a princesa!

Hans Christian Andersen, Contos Imortais 5

1. Das frases que se seguem, algumas estão de acordo com o sentido do texto e outras não.
Identifica-as, utilizando um V para as verdadeiras e um F para as falsas.

a) Era uma vez um príncipe que queria casar com uma princesa verdadeira.
b) Na sua viagem à volta do mundo, ele não encontrou princesas.
c) Ele regressou muito entusiasmado dessa viagem.
d) Numa noite de tempestade, uma princesa bateu à porta do castelo.
e) Ela apareceu muito bem vestida e penteada.
f) A velha rainha não acreditou que aquela fosse uma princesa.
g) Ela colocou uma ervilha em cima dos colchões da cama da princesa.
h) A princesa dormiu muito bem nessa noite.
i) A princesa ficou com a pele roxa por causa da ervilha.
j) O príncipe casou com a princesa.

2. Responde agora às questões que se seguem.


a. O príncipe queria casar com uma princesa verdadeira. O que é que ele fez para a
encontrar?

b. Ele encontrou aquilo que procurava? Justifica a tua resposta.

c. Como é que se sentia o príncipe ao regressar da sua viagem?


DGEstE – DSR Alentejo
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 1 DE BEJA – 135021
SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA DIOGO DE GOUVEIA - 404627

d. Por que razão é que o rei se apressou a mandar abrir a porta do palácio?

e. Entrou, então, uma princesa. Porque é que ela não parecia ser uma verdadeira princesa? 6

f. O que fez a rainha para saber se ela era uma verdadeira princesa?

g. Como é que a princesa passou essa noite? Justifica a tua resposta.

h. Qual é, então, de acordo com o texto, uma das condições para se ser uma princesa
verdadeira?

i. Quem são as personagens que intervêm neste conto?

j. Localiza a ação deste conto no espaço.

k. Faz agora a localização da sua ação no tempo.


DGEstE – DSR Alentejo
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 1 DE BEJA – 135021
SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA DIOGO DE GOUVEIA - 404627

GRUPO III –GRAMÁTICA

1. Transcreve os nomes presentes em cada frase.

a. A princesa encontrou um belo príncipe no palácio.  ………………………….…………………


b. O rei Duarte sentiu uma grande tristeza.  …………………………………………………………….....
c. Os príncipes perderam-se na multidão .  ………………………….………………………………. 7

2. Coloca os nomes abaixo no quadro correto, de acordo com a sua subclasse.

palácio  Natal  ervilha  orquestra cama  alegria  floresta  Tomar  povo

Nome próprio Nome comum Nome comum coletivo

3. Completa as frases com um nome comum coletivo apropriado.

a. Há imensas árvores de fruto naquele ………………………...


b. Aquela .............................. de cantores cantou maravilhosamente.
c. A professora elogiou aquela ................................ pelo seu bom comportamento.

4. Escreve o aumentativo e o diminutivo dos seguintes nomes:


a. cão  ……..…..…. / ……….....…. b. homem  …………..… / ……..…..….

5. Completa as grelhas com os nomes em falta.


Nome
masculino feminino
a. leão
b. princesa
c. cidadão
d. embaixatriz
e. bode
Nome
singular plural
f. coração
g. mão
h. funis
i. répteis
j. lençol