Você está na página 1de 32

Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Nome da Instalação:
Endereço:

Número de Telefone: Tipo(s) de Processamento de Soldagem nesta Instalação:


Número de Fax: Tabela de Processos A - Soldagem por Arco
Soldagem de Retentor/Prisioneiro de Arco NÃO
Número de Empregados de Soldagem nesta Instalação: Soldagem por Arco de Fluxo Centralizado NÃO
Solda por Arco de Metal a Gás NÃO
Organização de Solda Fixa (S/N) Soldagem por Arco Submerso NÃO
Soldagem por Arco de Metal Blindado NÃO
Organização de Solda Comercial (S/N) Soldagem por Arco de Plasma NÃO
Soldagem por Arco de Tungstênio a Gás SIM
Data da Avaliação: Soldagem de Revestimento por Arco de Metal a Gás NÃO
Tabela de Processo B - Soldagem de Resistência
Soldagem de Ponto de Resistência NÃO
Data da Avaliação Anterior: Soldagem de Projeção NÃO
Soldagem de Junta de Resistência NÃO
Soldagem de Junta de Alta Frequência NÃO
Soldagem de Junta de Indução NÃO
Soldagem de Junta de Sobreposição NÃO
Soldagem sem Enchimento de Metal NÃO
Tabela de Processo C - Soldagem por Laser
Soldagem Nd YAG NÃO
Soldagem de CO² NÃO
Soldagem de Diodo NÃO
Alimentação de Fio NÃO
Tabela de Processo D - Soldagem de Estado Sólido
Soldagem por Atrito por Inércia NÃO
Soldagem por Atrito por Ação Direta NÃO
Soldagem por Atrito e Mistura Mecânica NÃO
Soldagem de Topo sem Enchimento de Metal NÃO
Soldagem de Topo de Resistência NÃO
Soldagem Ultrassônica NÃO

Certificação(ões) Atual(is) da Qualidade

Data de Reavaliação (se necessário):


Pessoal de Contato:
Nome Título Telefone E-mail:

Auditores/Avaliadores
Nome Empresa Telefone E-mail

Número de Resultados "Não Satisfatório"

Número de Resultados "Precisa de Ação Imediata"

Número de Resultados "Reprovado" na(s) Auditoria(s) de Trabalho

© 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG)

517954001.xlsx 1 Issue: 1.00, Dated 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

Seção 1 - Planejamento da Qualidade e Responsabilidade de Gestão

Para assegurar a disponibilidade de um especialista, deve haver uma pessoa


dedicada e qualificada para solda no local. Esta pessoa deve estar de acordo
com um dos seguintes requisitos: Engenheiro de soldagem graduado, ou grau
de ciência equivalente, Inspetor de Soldagem Certificado por organismo
aprovado e reconhecido internacionalmente, ou pessoa acordada entre cliente
Existe uma pessoa de solda técnica e fornecedor. Essa pessoa deve ser um funcionário com expediente em
1.1
dedicada e qualificada no local? período integral e a posição ser refletida no organograma. Deve existir uma
descrição do trabalho identificando as qualificações para a posição, incluindo o
conhecimento metalúrgico e de soldagem. As qualificações devem incluir no
mínimo de 5 anos de experiência em operações de soldagem ou uma
combinação de no mínimo 5 anos de formação formal e experiência
metalúrgica em soldagem.

Existe uma matriz de A organização deve manter uma matriz de responsabilidades identificando
responsabilidade para garantir que todas as funções de gerenciamento e supervisão chave e as pessoas
todas as funções chaves de qualificadas que podem realizar essas funções. Deve identificar tanto os
1.2
gerenciamento e de supervisão são funcionários primários e secundários (substituto) para as principais funções
executadas por funcionários (conforme definido pela organização). Esta matriz deve estar prontamente
qualificados? disponível para o gerenciamento e para o cliente a qualquer momento.

A organização deve prover treinamento aos funcionários para todas as


operações de soldagem específicas para sua função. Todos os funcionários de
soldagem, incluindo funcionários substitutos e temporários, devem ser
treinados. Evidências documentadas devem ser mantidas mostrando que os
Você utiliza apenas soldadores funcionários foram treinados; a evidência deve incluir uma avaliação da eficácia
1.3
qualificados (funcionários)? do treinamento, deve evidenciar o conhecimento dos requisitos específicos do
cliente e das normas internas, e se for o caso, a certificação do empregado, tal
como, um manual de solda. Direção e o cliente devem definir os requisitos de
qualificação para cada função e também abordar o treinamento contínuo ou de
acompanhamento.

Manutenção de qualificação necessária. Caso o soldador não tenha executado


serviço de solda na operação específica em um prazo de 6 meses, o soldador
Como você mantém a certificação do
1.4 deve ser requalificado para essa operação. Com base no desempenho da
soldador?
qualidade do soldador, deve ser estabelecida quando deve ser realizada a
reciclagem e a requalificação do indivíduo.

A preparação da produção (set-up) Verificação do set-up (como exemplo: as configurações dos equipamentos,
está em conformidade com as sequência de travamento, sequência de solda, direção do percurso e outros
1.5
instruções de trabalho controles de processos) em conformidade com as instruções de trabalho
documentadas? documentadas.

CQI-9 1 of 32 Issue: 1.0, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

A organização deve incorporar um procedimento de planejamento avançado da


qualidade documentado. Deve ser realizado um estudo de viabilidade e
aprovado internamente para cada peça. As peças similares podem ser
A organização de soldagem realiza o agrupadas em famílias de peças para este resultado, conforme definido pela
1.6 planejamento avançado da organização. Após o processo de aprovação de peça ser aprovado pelo cliente,
qualidade? não será permitida nenhuma mudança no processo a menos que aprovado
pelo cliente. A organização deve entrar em contato com o cliente, quando for
necessário um esclarecimento para mudanças no processo. Este
esclarecimento de mudanças no processo deve ser documentado.

A organização deve incorporar o uso de um procedimento documentado de


Análise de Modo e Efeitos de Falha (FMEA), e garantir que os FMEAs são
atualizados para refletir a situação atual da qualidade das peças.
O FMEA deve ser escrito para cada peça ou família de peças ou eles podem
Existe FMEA's de soldagem ser processos específicos e por escrito para cada processo. Em qualquer caso,
1.7 atualizados e refletindo o devem este deve abordar todas as etapas do processo a partir do recebimento
processamento atual? até a expedição da peça, e todos os parâmetros chaves do processo de
soldagem, conforme definido pela organização. Deve ser utilizada uma equipe
multifuncional no desenvolvimento do FMEA. Todas as características
especiais, conforme definido pela organização e seus clientes, devem ser
identificadas, definidas e abordadas no FMEA.

CQI-9 2 of 32 Issue: 1.0, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

A organização deve incorporar o uso de um procedimento de Plano de Controle


documentado e garantir que os Planos de Controle são atualizados para refletir
os controles atuais. Os Planos de Controle devem ser escritos para cada peça
ou família de peças ou eles podem ser processos específicos e por escrito para
cada processo. Eles devem abordar todas as etapas do processo, a partir do
recebimento até a expedição da peça, e identificar todos os equipamentos
utilizados e todos os parâmetros chaves dos processos de soldagem, conforme
definido nas tabelas de processos individuais relevantes ou não essenciais,
Os planos de controle do processo de
conforme acordado entre fornecedor e cliente. Deve ser utilizada uma equipe
1.8 soldagem estão atualizados e
multifuncional, incluindo um operador de produção, no desenvolvimento dos
refletindo o processamento atual?
Planos de Controle, que deve ser coerente com toda a documentação
associada, como as instruções de trabalho, fichas de informações de compra e
FMEA's. Todas as características especiais, conforme definido pela
organização e seus clientes, devem ser identificadas, definidas e abordadas
nos Planos de Controle. Os tamanhos de amostra e frequências para a
avaliação de processos e características dos produtos também devem ser
abordados em conformidade com os requisitos mínimos listados nas Tabelas
de Processo.

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

Para garantir que todos os requisitos do cliente são compreendidos e


atendidos, a organização deve ter todas as normas e especificações de
soldagem específicas dos clientes e disponíveis para uso e um método para
garantir que esses são atuais. Essas normas e especificações podem incluir,
mas não estão limitados a, documentos relevantes publicados pela SAE, AIAG,
ASTM, ASME, AWS, ISO, General Motors, Honda, Ford, Toyota e Chrysler. A
Todas as especificações relacionadas
organização deve ter um processo para garantir a análise crítica em tempo
e mencionadas na soldagem são
hábil, distribuição e implementação de todas as normas / especificações de
atuais e estão disponíveis? Por
1.9 engenharia dos clientes e da indústria e alterações com base no cronograma
exemplo: SAE, AIAG, ASTM, ASME,
exigido pelo cliente. Análise crítica em tempo hábil deve ser realizada o mais
AWS, ISO, General Motors, Honda,
cedo possível e não pode exceder duas semanas de trabalho. A organização
Ford, Toyota e Chrysler.
deve documentar esse processo de análise crítica e implementação, e deve
especificar como os documentos do cliente e da indústria são obtidos, como
eles são mantidos dentro da organização, como é estabelecido a situação
atual, e como a informação relevante é replicada até o chão de fábrica dentro
do período de duas semanas. A organização deve identificar quem é o
responsável pela execução dessas tarefas.

CQI-9 3 of 32 Issue: 1.0, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

A organização de soldagem deve ter especificações por escrito de processo


para todos os processos ativos e processos de reparação que identificam todas
as etapas do processo, incluindo os parâmetros operacionais relevantes.
Exemplos de parâmetros de operação, tal como definidos pelas tabelas
Existe uma especificação por escrito pertinentes do processo. Esses parâmetros não podem ser apenas definidos,
1.10 do processo para todos os processos eles devem ter tolerâncias de operação, tal como definido pela organização,
ativos? para manter o controle do processo.

Estas especificações de processo podem assumir a forma de instruções de


trabalho, cartão de trabalho, planilha de preparação, ou outros documentos
similares.

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

A organização deve realizar estudos de capabilidade de produto para validação


inicial de cada processo, depois da mudança de qualquer equipamento de
processo, e após uma grande mudança de processo de qualquer equipamento
ou parâmetro. A organização e o cliente devem definir o que constitui uma
mudança importante de processo. Devem ser realizados estudos de
capabilidade inicial do produto, em todos os processos de soldagem, para cada
linha de processo, definido no escopo de trabalho, e de acordo com os
requisitos do cliente. Na ausência de requisitos do cliente, a organização deve
estabelecer limites aceitáveis ​para as medidas de capabilidade Deve existir um
Foi realizado um estudo válido de plano de ação para abordar os passos a serem seguidos, caso os índices de
capabilidade de produto inicial e após capabilidade se enquadrem fora dos requisitos dos clientes externos ou das
1.11
a realização de mudanças no faixas estabelecidas.
processo?

Cada linha de processo inclui todas as combinações de equipamento que são


integradas no desempenho do processo de soldagem, por exemplo, células de
solda com fixação lateral A e B alimentando uma outra célula de solda com
fixação lateral A e B ou várias máquinas. As técnicas de estudo de capabilidade
devem incluir as condições limite da amostra, conforme definido pelo plano de
controle, que são robustas e atendem todos os requisitos dos clientes.
Exemplo, qualquer combinação de tolerâncias, conforme definido pelas Tabelas
de Processo.

CQI-9 4 of 32 Issue: 1.0, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

A análise dos produtos ou processos ao longo do tempo pode render


A organização de soldagem monitora informações vitais para os esforços de prevenção de defeitos. A organização
e analisa os dados ao longo do deve ter um sistema para coletar, analisar e reagir em relação aos dados
1.12 tempo, e reagem em relação a esses essenciais do produto ou do processo ao longo do tempo.
dados? Os métodos de análise devem incluir a tendência em curso ou a análise de
dados históricos dos parâmetros de produto ou de processo. A organização
deve determinar quais parâmetros devem ser incluídos nessa análise.

A gestão analisa criticamente o A gerência deve analisar criticamente os sistemas de controle de processo de
sistema de controle de solda com solda. A análise crítica da gerência deve incluir esforços para detectar as
1.13 frequência determinada pelo plano de condições fora de controle ou as condições de alarme. O processo de análise
controle? crítica do sistema de controle deve ser documentado e registrado no plano de
controle.
As avaliações internas são concluídas A organização dever realizar avaliações internas, em base anual, no mínimo,
1.14 em base anual, no mínimo, utilizando utilizando a AIAG WSA. Os pontos preocupantes devem ser abordados em
a AIAG WSA? tempo hábil.

O Departamento da Qualidade O sistema de gestão da qualidade deve incluir um processo para documentar,
analisa criticamente, aborda e analisar criticamente e abordar as preocupações dos clientes e quaisquer
1.15
documenta os pontos preocupantes outras preocupações internas para a organização. Deve ser utilizado um
internos e apontados pelo cliente? método de resolução de problemas disciplinado.

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

A organização de soldagem deve definir um processo para melhoria contínua


de seus processos de soldagem identificados no escopo da WSA. O processo
Existe um plano de melhoria contínua
de melhoria contínua deve ser concebido para proporcionar melhorias na
1.16 aplicável ​a cada processo definido no
qualidade e na produtividade. As ações identificadas devem ser priorizadas e
escopo da avaliação?
devem incluir o tempo de aplicação (datas de conclusão estimadas). A
organização deve mostrar evidências da eficácia do programa.

O Gerente da Qualidade ou pessoa


O Gerente da Qualidade ou a pessoa designada é responsável por autorizar e
1.17 designada autoriza a disposição do
documentar a disposição do material colocado em quarentena.
material da situação de quarentena?

CQI-9 5 of 32 Issue: 1.0, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

Devem existir procedimentos ou instruções de trabalho disponíveis para os


funcionários de soldagem que cobrem o processo de soldagem. Esses
Existem procedimentos ou instruções procedimentos ou instruções de trabalho devem incluir métodos para lidar com
de trabalho para os funcionários de eventuais emergências (como queda de energia), iniciar o equipamento,
1.18
soldagem que definem o processo de desligamento do equipamento, segregação do produto (ver 2.8), inspeção de
soldagem? produtos, segurança, administração interna e procedimentos operacionais
gerais. Esses procedimentos ou instruções de trabalho devem estar acessíveis
aos funcionários do chão de fábrica.

A organização deve ter um programa de manutenção preventiva documentado


para os equipamentos de processo (conforme identificado nas Tabelas de
Processos). O programa deve ser um processo de ciclo fechado que
acompanha os esforços de manutenção, desde a solicitação até a conclusão
Existe um programa de manutenção da avaliação da eficácia. Os operadores de equipamento devem ter a
preventiva? Os dados de oportunidade de relatar problemas, e os problemas também devem ser tratados
manutenção são utilizados para de forma de ciclo fechado.
1.19
formar um programa de manutenção Os dados da empresa, por exemplo, tempo de inatividade, rejeição da
preditiva? qualidade, capacidade para primeira vez, ordens de serviços recorrentes de
manutenção e problemas relatados pelo operador, devem ser utilizados para
melhorar o programa de manutenção preventiva.
Os dados de manutenção devem ser coletados e analisados ​como parte do
programa de manutenção preditiva.

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

A organização de soldagem
desenvolveu uma lista de peças de A organização de soldagem deve desenvolver e manter uma lista de peças de
1.20 reposição críticas e as peças estão reposição críticas e deve assegurar a disponibilidade dessas peças para
disponíveis para minimizar as minimizar as interrupções de produção.
interrupções de produção?

Como a organização documenta e Os planos de reação devem ser seguidos de acordo com o plano de controle e
responde aos problemas de a PFMEA ou, no caso de novos problemas identificados, a PFMEA e o plano de
1.21
qualidade, não conformidade e as controle devem ser atualizados para refletir o novo modo de falha e as etapas
reclamações dos clientes? de tomadas de reação.

CQI-9 6 of 32 Issue: 1.0, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

No caso de realizar mudanças no processo fora do plano de controle atual e do


Quais são os requisitos do cliente último acordado e liberado através do processo de aprovação do processo e da
1.22
para alteração de processo? peça, você sabe quais são os requisitos do seu cliente, você notificou o seu
cliente, e você teve a aprovação do cliente antes de fazer a mudança?

O sistema de gestão da qualidade deve incluir um processo documentado para


reprocessamento e reparo que deve incluir a autorização de uma pessoa
designada pelo cliente. O processo deve descrever as características do
produto para o qual é permitido o retrabalho, assim como aquelas
Existe um sistema em vigor para
características para as quais o retrabalho não é permitido. Qualquer atividade
1.23 autorizar o retrabalho e reparos? Isso
de retrabalho deve exigir uma nova planilha de controle de processamento
está documentado?
emitida pelos funcionários técnicos qualificados que denotam as modificações
necessárias de soldagem. Os registros devem indicar claramente quando e
como qualquer material foi retrabalhado. O Gerente da Qualidade ou uma
pessoa designada deve autorizar a liberação do produto retrabalhado.

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

Seção 2 - Responsabilidade do Manuseio de Material e da Fábrica

É crítico que todos os requisitos do cliente e a identificação do lote sejam


adequadamente transferidos para os documentos internos de soldagem. A
instalação deve garantir que os dados inseridos no sistema de recebimento
coincidam com a informação sobre os documentos de embarque ao cliente.
A instalação garante que os dados Devem existeir processos documentados e evidências de conformidade, como,
inseridos no sistema de recebimento por exemplo, fichas de informações de compra, ordens de serviço etc. Às
2.1
coincidem com a informação sobre os vezes, o material recebido não corresponde exatamente aos documentos de
documentos de embarque ao cliente? embarque ao cliente. A instalação deve ter um processo detalhado em vigor
para resolver as discrepâncias de recebimento.
Os requisitos mencionados acima também se aplicam aos departamentos de
soldagem. Este processo faz referência ao recebimento e transporte de peças
para dentro e para fora do departamento de soldagem.

CQI-9 7 of 32 Issue: 1.0, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

Os procedimentos para identificação de peça e de contêiner ajudam a evitar o


processamento ou a mistura incorreta dos lotes. O local apropriado e o
armazenamento temporário dentro da instalação também ajudam a assegurar
O produto é claramente identificado e que as ordens não são expedidas até que sejam executadas todas as
2.2
disposto no processo de soldagem? operações necessárias. O produto do cliente deve ser claramente identificado e
organizado em todo o processo de soldagem. Os produtos não soldados, em
processo e acabados devem ser devidamente separados e identificados. Todo
material deve estar disposto em área dedicada e claramente definida.

O(s) lote(s) de saída devem ser rastreáveis para o(s) lote(s) de entrada.
A rastreabilidade e a integridade do
A disciplina de identificar precisamente os lotes e vincular todas as informações
2.3 lote são mantidas ao longo de todos
pertinentes a eles aumenta a capacidade de realização da análise da causa
os processos?
raiz e melhoria contínua.

É necessário controle de produto suspeito ou não conforme para impedir a


expedição inadvertida ou a contaminação de outros lotes. Os procedimentos
Existem procedimentos adequados
devem ser adequados para evitar a circulação de produtos não conformes no
para evitar a circulação de produtos
2.4 sistema de produção. Devem existir procedimentos abordando a disposição
não conformes no sistema de
adequada, identificação do produto e rastreamento do fluxo de material dentro
produção?
e fora da área de espera. Uma área de esperea de não conforme deve ser
claramente designada para manter a segregação desse material.

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

Recepientes com produtos de clientes devem estar livres de material estranho


e contaminantes. Após esvaziar e antes de reutilizar os recipientes, estes
Os recipientes estão livres de material devem ser inspecionados para garantir que todas as peças e material impróprio
2.5
inadequado e contaminantes? foram removidos. A fonte de material inadequado deve ser identificada e
tratada. Isto para assegurar que não há peças defeituosas soldadas ou material
inadequado contaminando o lote acabado.

O carregamento da peça é Os parâmetros de carregamento devem ser especificados, documentados e


2.6 especificado, documentado e controlados. Exemplos incluem sequência de carregamento de peças e
controlado? sequência de fixação.

CQI-9 8 of 32 Issue: 1.0, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

Os operadores devem ser treinados no manuseio de materiais, ações de


contenção e segregação do produto, no caso de uma emergência no
equipamento, incluindo falta de energia. O treinamento deve ser documentado.
As instruções de trabalho, abordando especificamente tipos potenciais de
Existe um plano de reação de
emergências e falhas no equipamento devem ser acessíveis e entendidas pelos
2.7 contenção e os operadores estão
operadores dos equipamentos. Estas instruções devem abordar os planos de
treinados nesse processo?
contenção/reação relacionados com todos os elementos do processo de
soldagem. Devem existir evidências mostrando a disposição e a
rastreabilidade do produto afetado. As paradas não planejadas ou de
emergência aumentam muito o risco de processamento inadequado.

O sistema de transporte do soldador, manuseio em processo e processo de


O manuseio, estoque e a embalagem expedição devem ser avaliados para o risco de danos da peça ou outras
2.8 são adequados para preservar a questões relacionadas a qualidade.
qualidade do produto? Outras práticas, como, empilhamento de recipientes sobrecarregados, também
podem aumentar o risco de danos a peça.

A limpeza da planta, housekeeping, condições do ambiente e de trabalho


devem ser favoráveis ​par​a controle e melhoria da qualidade. A organização de
A limpeza da planta, housekeeping,
soldagem deve avaliar essas condições e seu efeito na qualidade. Deve ser
condições do ambiente e de trabalho
2.9 claramente definida e executada uma política de housekeeping. A instalação
são favoráveis ​par​a controle e
deve ser analisada criticamente para as condições prejudiciais para o
melhoria da qualidade?
processamento da qualidade, como, peças soltas no chão, contaminantes,
óleo, iluminação inadequada da planta, fumaça, etc.

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

As peças estão livres de As peças devem estar isentas de contaminantes que sejam prejudiciais para a
contaminantes que seriam qualidade dos processos de soldagem, processos subsequentes ou para o
2.10 prejudiciais para a qualidade dos produto. Se for o caso, os parâmetros de pré-lavagem e pós-lavagem devem
processos de soldagem, processos ser monitorados e documentados.
subsequentes ou para o produto?

Seção 3 - Equipamentos / Instalações / Controle

Isso pode incluir, mas não está limitado as capacidades das instalações, como,
segurança, regulamentos/práticas ambientais, potência de entrada suficiente
As instalações são suficientes para a (equilíbrio e carregamento), ar (calibragem, filtragem e limpeza), água,
3.1
operação de soldagem? aterramento da fonte de alimentação pelo OEM e especificações
regulamentares, sistema de mistura de gás (equipamentos e calibragem),
ventilação e iluminação adequada.

CQI-9 9 of 32 Issue: 1.0, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

A fonte de alimentação deve ser adequada para o processo de fabricação com


O fornecimento de energia foi
3.2 a consideração não limitada a energia de saída, ciclo de trabalho,
suficientemente dimensionado?
arrefecimento, taxas de vazão e aterramento.

As calibrações e/ou verificação do


A calibração e a certificação do equipamento de processo deve ser verificada a
equipamento de processo são
3.3 intervalos regulares especificados. Consultar as Tabelas de Processos
certificadas, documentadas,
aplicáveis.
disponíveis e atuais?

Foi estabelecido e documentado um O fornecedor deve ter um programa de manutenção preventiva documentado e
3.4
programa de manutenção preventiva? implementado. Consultar a Seção 1.19 e as Tabelas de Processos aplicáveis.

As peças de reposiçao e os consumíveis do processo devem ser identificados,


mantidos com volumes e armazenamento adequados. Os consumíveis devem
As peças de reposição necessárias e
estar na lista de fonte aprovada pelo cliente (se aplicável). Consultar as Tabelas
os consumíveis de processos foram
3.5 de Processo aplicáveis, Seção 2.0 e a Seção 1.19. Isso deve ser considerado
identificados e estão prontamente
tanto em ferramentas como no procedimento de set-up, PFMEA e Planos de
disponíveis?
Controle. Deve ser incluída na auditoria escalonada ou outro tipo semelhante
de processo de análise crítica da qualidade.

Os processos, equipamentos e A operação de soldagem deve ter uma lista de processo de soldagem,
verificações de alarme de segurança equipamentos e alarmes de segurança. Estes alarmes devem ser testados
3.6 são testados com a frequência individualmente com a frequência exigida, conforme listado no plano de
necessária ou após qualquer reparo controle, e após qualquer reparo, mudança de processos ou reconstrução.
ou reconstrução? Essas verificações devem ser documentadas.

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

Seção 4 - FERRAMENTAS / FIXAÇÃO


O fornecedor deve ter a documentação do projeto dos dispositivos, que deve
ser armazenada e estar devidamente acessível. Identificação adequada e o
Existe registro do projeto e
4.1 nível de revisão do dispositivo de fixação ou relacionado com o equipamento.
preparação (set-up) dos dispositivos?
Set-up do equipamento documentada (ou seja, grampos, pinos, dispositivos de
localização).

É necessário um método para detectar a fixação adequada e o posicinamento


O posicionamento de cada peça é
4.2 de cada peça, como o uso de sensores de proximidade, sensores ópticos,
controlado?
sondas mecânicas, peça de presença ou "poka yoke", etc.

Foi estabelecido um programa de O fornecedor deve ter um programa de manutenção preventiva documentado e
4.3 manutenção preventiva de implementado. Consultar a Seção 1.18 e as Tabelas de Processos aplicáveis.
equipamentos/ferramental? Exemplos: limpeza, desengraxe e integridade dos dispositivos.

CQI-9 10 of 32 Issue: 1.0, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

Os componentes de fixação são O gás, ar, sensores, cabos de controle etc. estão devidamente protegidos para
4.4
robustos? o ambiente de processo.
Os componentes do ferramental são O equipamento/ferramental foi desenvolvido considerando a circulação,
4.5 projetados para o processo de alcance, acessibilidade, ponto central da ferramenta, manutenção e ergonomia
soldagem? (manual, automática e robótica).
Seção 5 - CONTROLES DE PROCESSO E CONFIRMAÇÃO
Identifica o equipamento de controle de processo necessário para monitorar,
A operação de soldagem inclui o
5.1 controlar e fornecer realimentação sobre todas as variáveis ​essenciais dos
seguinte?
processos conforme listado abaixo das Tabelas de Processos aplicáveis.

A lógica foi estabelecida para identificar de forma eficaz e abordar falhas dos
5.1.1
processos ou equipamentos.

5.1.2 Os registros devem ser mantidos com sobreposições ou reinicializações.


5.1.3 Falhas de solda sonoras e visíveis e desligamento da linha.
Na interrupção do ciclo de solda, a peça não deve ser removida ou passadas
5.1.4
até serem disponibilizadas pelo pessoal apropriado.
5.1.5 Calibração dos medidores e controles do sistema.
Foi realizado o Inter-bloqueio das operações anteriores e a qualidade das
5.1.6 xx
peças foi verificada antes de iniciar a próxima operação.
Backups de segurança de todos os programas e procedimentos (eletrônico, de
5.1.7
preferência).
5.1.8 Estabelecidos limites de alarmes máximo/mínimo pelos dados existentes.
As variáveis ​do processo foram definidas e desenvolvidas pelos dados e se
5.1.9
mostraram estatisticamente capazes.
5.1.10 Rastreabilidade aceitável (sequência/data de codificação)

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

5.1.11 Todas as trocas de ferramentas e mudanças de processo são documentadas.

Procedimentos de soldagem documentados para cada local de solda e para


5.1.12
cada variável de processo.
5.1.13 Procedimento de troca (material de enchimento, dispositivos)
Deve haver procedimento documentado para ínicialização e desligamento de
5.1.14
linha.
Os parâmetros de controle de processo devem ser monitorados de acordo com
Os parâmetros de controle de
a frequência estabelecida no plano de controle. Uma pessoa apropriada deve
5.2 processos são monitorados com as
verificar os parâmetros de controle de processo. Análise crítica pela direção é
frequências estabelecidas?
requerida pela pergunta 1.13.

CQI-9 11 of 32 Issue: 1.0, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

Processo Especial: Avaliação do Sistema de Soldagem

Avaliação

Número da Precisa de Ação


Pergunta Requisitos e Orientação Evidência Objetiva N/A Satisfatório Não Satisfatório
Pergunta Imediata

Existem planos de reação documentados com níveis apropriados de


Como a organização revisa e reage
contenção, tanto para os parâmetros de processo fora de controle e fora da
5.3 perante os parâmetros fora de
tolerância? Existe evidência documentada de que os planos de reação são
controle e fora de especificação?
seguidos?
Como a organização trata de
Deve existir uma hierarquia estabelecida para fazer e aprovar as mudanças no
mudanças nos parâmetros de
5.4 processo. Cada processo deve ser atuado em função do nível de mudança.
controle de processo, após a
Analise criticamente mudança de processo com o seu cliente.
aprovação inicial do cliente?
Os ensaios finais e em processo são
Os ensaios finais e em processo devem ser realizados com as frequências do
5.5 realizados com as frequências
plano de controle, conforme acordado entre fornecedor e cliente.
estabelecidas?

Os requisitos da qualidade de
Os requisitos da qualidade de soldagem conforme especificações internas e
5.6 soldagem estão claramente definidos
dos clientes, assim como, mas não limitados a seguinte metodologia de testes:
com as especificações do cliente?

5.6.1 Corte e ataque


5.6.2 Localização da peça, empenamento, folga e requisitos dimensionais
5.6.3 Número correto de passos de soldas (cordões)
5.6.4 Comprimento/tamanho da solda
5.6.5 Localização da solda
5.6.6 Ensaio não Destrutivo (END)
5.6.7 Sujeira, filete, porosidade, descontinuidades, ...
5.6.8 Confirmação da direção da solda
5.6.9 Ensaios destrutivos
5.6.10 Ensaios adicionais

CQI-9 12 of 32 Issue: 1.0, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Welding System AssessmentVersion 1, 3/2010

Seção 6 - Auditoria de Trabalho

Identidade do Trabalho:
Cliente:
Número da ordem de fabricação:
Número da Peça:
Descrição da Peça:
Especificações do Metal Base:
Especificação do Metal de Enchimento (se necessário):
Processo(s) de Soldagem:

Ordem de Serviço ou Aprovado /


Questão # relativa ao Requisito Interno ou do Condição Atual
Questão # Questão da Auditoria de Trabalho Requisito da Documentação Reprovado /
WSA Cliente (Evidência Objetiva)
de Referência N/A

1.8
Estão identificados na operação de solda os equipamentos de 5.1
controle de processo, necessários para monitorar, controlar e 5.2
6.1 fornecer realimentação de todas as variáveis ​essenciais dos
processos, conforme listado nas Tabelas de Processos
aplicáveis?

5.1
Foi estabelecida uma lógica para identificar e abordar, de forma
6.2
eficaz, os processos ou falhas dos equipamentos?

Os registros das sobreposições ou reinicializações são 5.1.2


6.3 armazenados?
As falhas de solda são audíveis, visíveis e provoca o 5.1.3
6.4
desligamento da linha?
2.7
Caso o ciclo de solda seja interrompido, a peça é controlada ou 5.1.4
6.5 contida até que uma disposição seja dada pelo pessoal
apropriado?

5.1.5
Os medidores e controles de alimentação são calibrados de
6.6 3.3
acordo com as frequências estabelecidas?
5.1.6
Se aplicável, existe um inter-locking (inter-bloqueio) da
6.7
operação anterior e a qualidade das peças foi verificada?

Seção 6 - Auditoria de Trabalho

Identidade do Trabalho:
Cliente:
Número de ordem de fabricação:
Número da Peça:
Descrição da Peça:
Especificações do Metal Base:
Especificação do Metal de Enchimento (se necessário):
Processo(s) de Soldagem:

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 1 of 32


Special Process: Welding System AssessmentVersion 1, 3/2010

Seção 6 - Auditoria de Trabalho

Identidade do Trabalho:
Cliente:
Número da ordem de fabricação:
Número da Peça:
Descrição da Peça:
Especificações do Metal Base:
Especificação do Metal de Enchimento (se necessário):
Processo(s) de Soldagem:

Ordem de Serviço ou Aprovado /


Questão # relativa ao Requisito Interno ou do Condição Atual
Questão # Questão da Auditoria de Trabalho Requisito da Documentação Reprovado /
WSA Cliente (Evidência Objetiva)
de Referência N/A

Ordem de Serviço ou Aprovado /


Questão # relativa ao Requisito Interno ou do Condição Atual
Questão # Questão da Auditoria de Trabalho Requisito da Documentação Reprovado /
WSA Cliente (Evidência Objetiva)
de Referência N/A

5.1.7
Existem backups seguros de todos os programas e
6.8
procedimentos (preferencialmente eletrônicos)?

Existem limites de alarmes alto/baixo estabelecidos através de 5.1.8


6.9 dados atuais? 5.1.1

As variáveis ​do processo tem sido definidas e desenvolvidas 5.1.9


6.10 através de dados e demostraram ser estatisticamente capazes?

5.1.10
5.1.11
As variáveis ​do processo tem sido definidas e desenvolvidas
6.11 2.3
através de dados e demostraram ser estatisticamente capazes?
2.7

4.1
É realizada a rastreabilidade de todas as mudanças de 5.1.11
6.12
processos e ferramentas? 5.4

5.1.12
Existem procedimentos de soldagem documentados para cada 1.5
6.13
local de solda e cada variável de processo? 1.10

1.5
Existe um procedimento de mudança documentado (material de 5.1.13
6.14
enchimento, dispositivos)? 3.6

1.5
Existe um procedimento de inicialização e desligamento de linha 1.10
6.15
documentado? 5.1.14

5.2
Os parâmetros de controle de processos são monitorados com
6.16
as frequências estabelecidas?

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 2 of 32


Special Process: Welding System AssessmentVersion 1, 3/2010

Seção 6 - Auditoria de Trabalho

Identidade do Trabalho:
Cliente:
Número da ordem de fabricação:
Número da Peça:
Descrição da Peça:
Especificações do Metal Base:
Especificação do Metal de Enchimento (se necessário):
Processo(s) de Soldagem:

Ordem de Serviço ou Aprovado /


Questão # relativa ao Requisito Interno ou do Condição Atual
Questão # Questão da Auditoria de Trabalho Requisito da Documentação Reprovado /
WSA Cliente (Evidência Objetiva)
de Referência N/A

Seção 6 - Auditoria de Trabalho

Identidade do Trabalho
Cliente:
Número de ordem de fabricação:
Número da Peça:
Descrição da Peça:
Especificações do Metal Base:
Especificação do Metal de Enchimento (se necessário):
Processo(s) de Soldagem:

Ordem de Serviço ou Aprovado /


Questão # relativa ao Requisito Interno ou do Condição Atual
Questão # Questão da Auditoria de Trabalho Requisito da Documentação Reprovado /
WSA Cliente (Evidência Objetiva)
de Referência N/A

5.3
Existem planos de reação documentados com níveis 1.21
apropriados de contenção para parâmetros de processo fora de 5.6
6.17 1.8
controle ou fora de tolerância e fornecem evidências
documentadas de que os planos de reação são seguidos? 2.7

1.6
Como a organização trata de mudanças de parâmetros de 5.4
6.18 controle de processo, após a aprovação inicial do cliente, e 1.22
como você notifica seu cliente? 1.16

1.8
Os ensaios finais e em processo são realizados com as
6.19 5.5
frequências estabelecidas?
1.9
Os requisitos da qualidade da solda estão claramente definidos, Cada peça pode ter um ou mais requisitos determinados pela especificação de soldagem.
6.20 5.6
de acordo com as especificações do cliente? As peças devem atender cada requisito. Listar os requisitos abaixo e fazer a validação.
6.20.1 Tipo de Ensaio
Método de Ensaio
Quantidade e Frequência de Ensaio
Especificação:

6.20.2 Tipo de Ensaio

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 3 of 32


Special Process: Welding System AssessmentVersion 1, 3/2010

Seção 6 - Auditoria de Trabalho

Identidade do Trabalho:
Cliente:
Número da ordem de fabricação:
Número da Peça:
Descrição da Peça:
Especificações do Metal Base:
Especificação do Metal de Enchimento (se necessário):
Processo(s) de Soldagem:

Ordem de Serviço ou Aprovado /


Questão # relativa ao Requisito Interno ou do Condição Atual
Questão # Questão da Auditoria de Trabalho Requisito da Documentação Reprovado /
WSA Cliente (Evidência Objetiva)
de Referência N/A

Método de Ensaio
Quantidade e Frequência de Ensaio
Especificação:

Seção 6 - Auditoria de Trabalho

Identidade do Trabalho
Cliente:
Número de ordem de fabricação:
Número da Peça:
Descrição da Peça:
Especificações do Metal Base:
Especificação do Metal de Enchimento (se necessário):
Processo(s) de Soldagem:

Ordem de Serviço ou Aprovado /


Questão # relativa ao Requisito Interno ou do Condição Atual
Questão # Questão da Auditoria de Trabalho Requisito da Documentação Reprovado /
WSA Cliente (Evidência Objetiva)
de Referência N/A

6.20.3 Tipo de Ensaio


Método de Ensaio
Quantidade e Frequência de Ensaio
Especificação:

6.20.4 Tipo de Ensaio


Método de Ensaio
Quantidade e Frequência de Ensaio
Especificação:

© 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG)

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 4 of 32


Special Process: Heat Treat System Assessment

TABELA DE PROCESSOS A - Soldagem de Arco

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em conformidade com os requisitos do
cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem de
Arco de Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Arco de Fluxo Arco de Metal Arco de Revestimento
Item # Etapas de Processo/Categoria Retentor/ Arco de Metal a Arco Submerso Arco de Plasma
Relacionada Centralizado Blindado Tungstênio a por Arco de
Prisioneiro Gás (GMAW) (SAW) (PAW)
(FCAW) (SMAW) Gás (GTAW) Metal a Gás
(SW)

1.0 1.7, 1.8 As variáveis ​essenciais específicas de soldagem de arco


devem ser abordadas na FMEA, no plano de controle e
nos procedimentos de soldagem

A1.1 Tensão do arco x x x x x x


A1.2 Amperagem x x x x x x x x
A1.3 Tipo de corrente (AC/DCEN/DCEP) x x x x x x x x
A1.4 fluxo de gás, pré-fluxo, pós-fluxo, taxa e tipo(s) x x x x1 x1 x
A1.5 As variáveis ​de ajuste de pulso específicadas para o OEM do
equipamento de soldagem devem ser documentadas e
controladas x x x x
A1.6 Ângulo de trabalho da posição do maçarico/pistola de
parafuso prisioneiro, ângulo de percurso x x x x x x x x
A1.7 Distância de contato da ponta de trabalho x x x x
A1.8 Distância do eletrodo para o trabalho ü x x
A1.9 Altura de elevação do parafuso prisioneiro x
A1.10 Revestimento do fixador (determina o tipo de corrente) x
A1.11 Controle de posição ou força do modo de mergulho x
A1.12 Classificação e profundidade de vazão x
A1.13 Remoção do fluxo e plano de recuperação x
A1.14 Fluxo de gás, pré-fluxo, pós-fluxo, taxa e tipo(s) x 2
x 2
x x x x
A1.15 Tipo de metal de enchimento e/ou eletrodo, diâmetro e x
classificação
x x x x x 1
x 1
x
A1.16 Velocidade de deslocamento x x x ü x x x
A1.17 Tipo e tamanho de bocais de gás x 2
x 2
x x x x
A1.18 Parâmetros de partida do arco x x x ü x x x
A1.19 Parâmetros finais do arco x x x x x x

TABELA DE PROCESSOS A - Soldagem de Arco

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em conformidade com os requisitos do
cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem de
Arco de Soldaem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Arco de Fluxo Arco de Metal Arco de Revestimento
Item # Etapas de Processo/Categoria Retentor/ Arco de Metal a Arco Submerso Arco de Plasma
Relacionada Centralizado Blindado Tungstênio a por Arco de
Prisioneiro Gás (GMAW) (SAW) (PAW)
(FCAW) (SMAW) Gás (GTAW) Metal a Gás
(SW)

A1.20 Configurações de retorno de queima do arame x x x x


A1.21 Profundidade de mergulho x
A1.22 Tempo de arco x x 3
x 3
x 3
x 3

A1.23 Geometria do fixador por tipo de material x


A1.24 Quais são os ü ü ü ü ü ü
procedimentos Limpeza do bico e limpadores, substituição
A1.25 para: ü ü ü ü ü
Trocas de ponta
A1.26 Limpeza e substituição do passador de fio ü ü ü ü
A1.27 Trocas de rolo de acionamento ü ü ü ü
A1.28 Troca de tubo guia do fio ü ü ü ü
A1.29 ü ü ü
Aplicação de Anti-respingo (pulverização/mergulho e
equipamento)
A1.30 ü ü
Troca do eletrodo e bucha de aperto/grampo do parafuso
prisioneiro
A1.31 Manutenção dos O-Rings no sistema de gás ü ü ü ü ü ü
A1.32 Fornecimento de gás e sistema de mistura x2 x2 x x x x
A1.33 Manutenção dos sistemas de fornecimento de vazão ü
A1.34 ü
Remoção de fluxo (tela de tamanho e separadores
magnéticos)
A1.35 Afiação do eletrodo ü ü
A1.36 Remoção de escória x x x
A1.37 Manutenção de desbobinadores do arame ü ü ü ü
A1.38 Ajuste da quebra de arame ü ü ü ü
A1.39 Integridade do sistema de aterramento ü ü ü ü ü ü ü ü

x : Os processos podem ser utilizados, com e sem metal de enchimento.


1

x2: Estes processos de soldagem são designados para qualquer processo de gás blindado, auto blindado ou sem gás.
x3: Apenas aplicações de soldagem de arco localizada

© 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG)

CQI-9 1 of 32 Issue: 1.00, Dated: 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

TABELA DE PROCESSO B - Processos de Soldagem de Resistência

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem de Soldagem de Soldagem de Soldagem de Soldagem de Soldagem


Questão # WSA Ponto de Soldagem de Junta a Junta de Alta Junta por Junta de Sem
Item # Etapas de Processo/Categoria
Relacionada Resistência Projeção (PW) Resistência Frequência Indução Sobreposição Enchimento
(RSW) (RSEW) (RSEW-HF) (RSEW-I) (RSEW-MS) de Metal* (FW)

2.0 1.7, 1.8 As variáveis ​essenciais específicas de soldagem de


resistência devem ser abordadas na FMEA, no plano de
controle e nos procedimentos de soldagem

B2.1 Força da solda X X X X X


B2.2 Força de aperto ü ü ü
B2.3 Força de forjamento ü ü ü
B2.4 Atraso de forjamento ü ü
B2.5 Amperagem X X X X

CQI-9 42 of 32 Issue: 1.00, Dated : 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

TABELA DE PROCESSO B - Processos de Soldagem de Resistência

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem de Soldagem de Soldagem de Soldagem de Soldagem de Soldagem


Questão # WSA Ponto de Soldagem de Junta a Junta de Alta Junta por Junta de Sem
Item # Etapas de Processo/Categoria
Relacionada Resistência Projeção (PW) Resistência Frequência Indução Sobreposição Enchimento
(RSW) (RSEW) (RSEW-HF) (RSEW-I) (RSEW-MS) de Metal* (FW)

B2.6 Tensão X X X X ü
B2.7 Potência ü ü
B2.8 Frequência X X X X X X X
B2.9 Pulsação X X X X
B2.10 Tempo/ciclos de compressão X X X X
B2.11 Tempo/ciclos de solda X X X X X
B2.12 Tempo/ciclos de retenção X X X X X
B2.13 Tempo/ciclos de têmpera ü ü ü ü ü ü ü

CQI-9 43 of 32 Issue: 1.00, Dated : 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Heat Treat System Assessment

TABELA DE PROCESSO B - Processos de Soldagem de Resistência

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem de Soldagem de Soldagem de Soldagem de Soldagem de Soldagem


Questão # WSA Ponto de Soldagem de Junta a Junta de Alta Junta por Junta de Sem
Item # Etapas de Processo/Categoria
Relacionada Resistência Projeção (PW) Resistência Frequência Indução Sobreposição Enchimento
(RSW) (RSEW) (RSEW-HF) (RSEW-I) (RSEW-MS) de Metal* (FW)

B2.14 Tempo de têmpera ü ü ü ü ü ü ü


B2.15 Tempo/ciclos de resfriamento X X X X
B2.16 Tempo/ciclos de subida X X X X X X X

TABELA DE PROCESSO B - Processos de Soldagem de Resistência

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem de Soldagem de Soldagem de Soldagem de Soldagem de Soldagem


Questão # WSA ponto de Soldagem de Junta a Junta de Alta Junta por Junta de Sem
Item # Etapas de Processo/Categoria
Relacionada Resistência Projeção (PW) Resistência Frequência Indução Sobreposição Enchimento
(RSW) (RSEW) (RSEW-HF) (RSEW-I) (RSEW-MS) de Metal* (FW)

B2.17 Programas de passo X


B2.18 Preparação da ponta/eletrodo/roda X X X X X X
B2.19 Velocidade de deslocamento da solda X X X X
B2.20 Acompanhamento adequado do eletrodo na força/distância X X
da solda X
B2.21 X X X X X X X
Transformadores de arrefecimento do sistema, eletrodos etc.
B2.22 Frequência de troca da ponta/eletrodo/roda/bobina X X X X X X X
B2.23 Alinhamento da ponta/eletrodo/roda/bobina X X X X X X X
B2.24 Quais são os ü ü ü ü ü ü
Tipo/seleção de eletrodo (tipo de material etc.)
procedimentos
B2.25 para: ü ü ü ü ü ü
Geometria do eletrodo
B2.26 ü
Geometria da bobina de indução
B2.27 Loop secundário dos condutores elétricos de (cabos, ü ü ü ü ü ü ü
derivações da chapa etc.) e manutenção das juntas
mecânicas
B2.28 Tamanho e geometria da solda de projeção ü

*A solda sem enchimento de metal é um processo de Estado Sólido, no entanto, os controles de processo se assemelham mais a um
processo de solda de resistência.
Consultar a Tabela D para outras exigências relativas a Soldagem sem Enchimento de Metal

© 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG)

CQI-9 44 of 32 Issue: 1.00, Dated : 3/2006Replaces: N/A, Dated: N/A


Special Process: Welding System AssessmentVersion 1, 3/2010

TABELA DE PROCESSO C - Processos de Soldagem a Laser

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor
deve verificar se a soldagem está em conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Com
Questão # WSA Nd YAG Sistema de
Item # Etapas de Processo/Categoria CO2 (LBW) DIODO (LBW)
Relacionada (LBW) Alimentação
de Arame

3.0 1.7, 1.8


As variáveis ​essenciais específicas de soldagem devem ser
abordadas na FMEA, no plano de controle e nos procedimentos
de soldagem
Equipamento
C3.1 Qualidade do feixe X X X X
C3.2 Limpeza ótica X X X X
C3.3 Jato cruzado ou faca a laser X X X X
C3.4 Configuração do feixe (dividido, único) X X X X
C3.5 Comprimento focal X X X X
C3.6 Tamanho de ponto do feixe X X X X
C3.7 Ângulo/arranjo do tubo de gás X X X X
C3.8 Gás de purga óptica (fluxo e qualidade) X X
C3.9 Limpeza do espelho X X X
C3.10 Degradação do espelho X X X
C3.11 Compartilhamento do feixe X X X X
C3.12 Divisão do feixe X X X X
C3.13 Trocas de ponta X
C3.14 O-rings no sistema de gás X

TABELA DE PROCESSO C - Processos de Soldagem a Laser

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor
deve verificar se a soldagem está em conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Com
Questão # WSA Nd YAG Sistema de
Item # Etapas de Processo/Categoria CO2 (LBW) DIODO (LBW)
Relacionada (LBW) Alimentação
de Arame

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 1 of 32


Special Process: Welding System AssessmentVersion 1, 3/2010

TABELA DE PROCESSO C - Processos de Soldagem a Laser

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor
deve verificar se a soldagem está em conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Com
Questão # WSA Nd YAG Sistema de
Item # Etapas de Processo/Categoria CO2 (LBW) DIODO (LBW)
Relacionada (LBW) Alimentação
de Arame

C3.15 Bico de gás X


C3.16 Ângulos da tocha X
C3.17 Chillers (interno - externo) X X X X
C3.18 - Vazão (taxa de fluxo) X X X X
C3.19 - Qualidade da água X X X X
C3.20 - Tipo de líquido de resfriamento X X X X
C3.21 - Concentração de aditivo X X X X
C3.22 - Controle de temperatura (taxa de variação e amplitude) X X X X
C3.23 Sistema de alimentação do arame X
C3.24 - Velocidade de alimentação do arame X
C3.25 - Limpeza e substituição dos passadores do arame/conduítes X

C3.26 - Trocas de rolo de acionamento X


C3.27 - Tubo de guia do arame X
C3.28 - Desbobinadores do arame X
C3.29 - Ajuste do freio do arame X
C3.30 - Limpadores do arame X
C3.31 - Distância de contato da ponta de trabalho X
C3.32 - Posição do arame até o ponto focal do laser X

TABELA DE PROCESSO C - Processos de Soldagem a Laser

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor
deve verificar se a soldagem está em conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 2 of 32


Special Process: Welding System AssessmentVersion 1, 3/2010

TABELA DE PROCESSO C - Processos de Soldagem a Laser

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor
deve verificar se a soldagem está em conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Com
Questão # WSA Nd YAG Sistema de
Item # Etapas de Processo/Categoria CO2 (LBW) DIODO (LBW)
Relacionada (LBW) Alimentação
de Arame

Com
Questão # WSA Nd YAG Sistema de
Item # Etapas de Processo/Categoria CO2 (LBW) DIODO (LBW)
Relacionada (LBW) Alimentação
de Arame

Entrega do Feixe
C3.33 Direta X X
C3.34 Fibra X X X
C3.35 - Diâmetro da fibra X X X
C3.36 - Comprimentos da fibra X X X
C3.37 - Raio de curvatura X X X
C3.38 - Condição da fibra X X X
C3.39 - Extremidades da fibra (condição de extremidade da fibra) X X X
C3.40 - Fibra e arrefecimento X X X
C3.41 Espelho X X
C3.42 - Perda de potência através do sistema de entrega X X
C3.43 - Alinhamento X X
C3.44 - Limpeza X X
C3.45 - Revestimentos do espelho X X
C3.46 - Tipo de espelho X X
C3.47 - Resfriamento da ótica e espelho X X
Variáveis ​de Processo
C3.48 Tipo de escudo de gás - vazão X X X X
C3.49 Controle de velocidade de percurso da solda (taxa de variação e X X X X
controle de velocidade)
C3.50 Controle da Potência de Saída X X X X
C3.51 Programa / Rampa de Alimentação (início, solda, final) X X X X
C3.52 Potência na peça de trabalho X X X X

TABELA DE PROCESSO C - Processos de Soldagem a Laser

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 3 of 32


Special Process: Welding System AssessmentVersion 1, 3/2010

TABELA DE PROCESSO C - Processos de Soldagem a Laser

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor
deve verificar se a soldagem está em conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Com
Questão # WSA Nd YAG Sistema de
Item # Etapas de Processo/Categoria CO2 (LBW) DIODO (LBW)
Relacionada (LBW) Alimentação
de Arame

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor
deve verificar se a soldagem está em conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü Indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Com
Questão # WSA Nd YAG Sistema de
Item # Etapas de Processo/Categoria CO2 (LBW) DIODO (LBW)
Relacionada (LBW) Alimentação
de Arame

C3.53 Deslocamento do feixe da junta X X X X


C3.54 Onda contínua X X X X
C3.55 Pulsação X X X X
C3.56 Ângulo de incidência X X X X
C3.57 Ponto focal X X X X
C3.58 Direção de soldagem (arrasto ou condução) X X X X
C3.59 Qualidade de queima do feixe X X X X
C3.60 Calibração de controle da potência de saída X X X X
C3.61 Supressão de plasma X X
C3.62 - Monitoramento dos reflexos para controle de processo ü ü ü ü
Dispositivos/Peça
C3.63 - Estabilidade e/ou isolamento de vibração X X X X
C3.64 - Sistema de articulação (suavidade e precisão de movimento) X X X X
C3.65 Ajuste da peça ü ü ü ü
Quais são os
C3.66 procedimentos de Rastreamento da costura ü ü ü ü
C3.67 controle: Condição da borda ü ü ü ü
C3.68 Revestimentos ü ü ü ü

© 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG)

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 4 of 32


Special Process: Welding System Assessment Version 1, 3/2010

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

4.0 1.7, 1.8


As variáveis ​essenciais específicas de soldagem devem ser
abordadas na FMEA, no plano de controle e nos
procedimentos de soldagem
D4.1 Tolerâncias no alinhamento axial X X X
D4.2 Área de superfície de contato X X X
D4.3 Limpeza da superfície de contato X X X
D4.4 Velocidade inicial de rotação X X X
D4.5 Velocidade de soldagem (rotação) X
D4.6 Torque da rotação para não danificar o equipamento X X X
D4.7 Volantes; momento de inércia total X
D4.8 Pressão de aperto do eixo X X X
D4.9 Pressão de aperto do dispositivo X X X
D4.10 Extensão da peça X X

Pré-aquecimento (Primeira fase de fricção), se necessário


D4.11 - Projeção na superfície de contato X1 X1
D4.12 - Força de pré-aquecimento X1 X1
D4.13 - Tempo de pré-aquecimento ou RPM X1 X1
D4.14 Perda de dimensão durante o pré-aquecimento X1 X X
Aquecimento da Solda (Segunda fase de fricção)
D4.15 - Força da solda por fricção X X
D4.16 - Velocidade da fricção em que inicia o forjamento X X

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 1 of 32


Special Process: Welding System Assessment Version 1, 3/2010

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

Estágio de Forjamento
D4.17 - Velocidade de forjamento X X
D4.18 - Força de forjamento X X
D4.19 - Tempo de forjamento X
D4.20 - Comprimento do forjamento se uma deformação limitada for X
usada
D4.21 - Atraso no forjamento X
D4.22 - Distância de deformação X
D4.23 - Remoção/gestão da deformação X X
D4.24 - Tempo de espera de deformação X X
D4.25 - Taxa de deformação X X
D4.26 - Distância e tempo de deformação por fricção X
D4.27 Configuração de frenagem ou dimensões e tolerâncias de tempo X
de parada
D4.28 Força de frenagem X
D4.29 Atraso do freio antes de deformar X
D4.30 Posição final X
D4.31 Tratamento térmico pós-solda, se necessário, com base no ü ü ü
material agregado
D4.32 ü
Atmosfera protetora, se necessário, para a matéria-prima base
D4.33 Quantidade de queima total de perda de dimensão durante o X X X
processo total

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 2 of 32


Special Process: Welding System Assessment Version 1, 3/2010

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

FSW
D4.34 Controle primário (posição ou força) X
D4.35 Ferramenta para alinhamento da junta de solda durante o X
comprimento do percurso
Ferramenta
D4.36 - Relação pino para ressalto X
D4.37 - Comprimento do pino X
D4.38 - Ângulo incluído para o pino X
D4.39 - Ângulo incluído para o ressalto X
D4.40 - Rosca na superfície do pino X
D4.41 - Material do pino X
Prática de imersão
D4.42 - Velocidades de imersão X
D4.43 - Velocidade do eixo durante a imersão X
D4.44 - Tempo de permanência de pré-aquecimento após a imersão X
D4.45 - Força de imersão X
Solda
D4.46 - Força da solda X
D4.47 - Velocidade de deslocamento X
D4.48 - Ângulo de inclinação da ferramenta X
D4.49 - Velocidade de rotação de soldagem X
Término da solda
D4.50 - Movimento final da ferramenta, como na rotação do ângulo de X
inclinação

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 3 of 32


Special Process: Welding System Assessment Version 1, 3/2010

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

D4.51 - Velocidade do eixo na extração da ferramenta X


D4.52 - Permanência no final do curso X

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

FBW RBW
D4.53 O projeto do eletrodo elimina queimaduras do molde X X
D4.54 Limpeza do eletrodo/Ferramenta X X
D4.55 Pressão de aperto do eletrodo/Ferramenta X X
D4.56 Limpeza da peça e remoção de incrustações X X
D4.57 Alinhamento da peça X X
D4.58 Preparação da geometria da junta X X
D4.59 Aderência do material inicial ou extensão além dos eletrodos X X

Pré-aquecimento
D4.60 - Força de pré-aquecimento X X
D4.61 - Seleção de tarracha X X
D4.62 - Porcentagem de aquecimento X X
D4.63 - Tempo limite durante a abertura inicial do molde X
Flashing inicial
D4.64 - Abertura inicial do dispositivo X
D4.65 - Taxa inicial do flashing X
D4.66 - Tipo de movimento da placa (linear ou parabólico) X
D4.67 - Tensão X

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 4 of 32


Special Process: Welding System Assessment Version 1, 3/2010

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

D4.68 - Distância ou tempo do flashing inicial X


D4.69 - Porcentagem de aquecimento X
D4.70 - Seleção de tarracha X

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

Flashing
D4.71 - Taxa do flashing X
D4.72 - Tipo de movimento da placa (linear ou parabólico) X
D4.73 - Tensão X
D4.74 - Distância ou tempo do flashing X
D4.75 - Aquecimento percentual X
D4.76 - Seleção de tarracha X
Estágio de Solda 1
D4.77 - Porcentagem de aquecimento X
D4.78 - Tensão de seleção de tarracha X
D4.79 - Força X
D4.80 - Pulsação (ligada, desligada e número de pulsos) X
D4.81 - Tempo limite antes de mudança de estágio X
Estágio de Solda 2 (podem ser múltiplos estágios, com
diferentes parâmetros)
D4.82 - Porcentagem de aquecimento X
D4.83 - Tensão de seleção de tarracha X

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 5 of 32


Special Process: Welding System Assessment Version 1, 3/2010

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

D4.84 - Força X
D4.85 - Pulsação (ligada, desligada e número de pulsos) X

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

Batida/Distúrbio
D4.86 - Taxa de forja X X
D4.87 - Força de forja X X
D4.88 - Distância de forjamento/distúrbio total X X
D4.89 - Tempo de deformação X X
D4.90 - Corrente de deformação X X
D4.91 - Corte de tensão de flashing X
D4.92 - Remoção/Administração de flashing X X
Tratamento térmico pós-solda, se necessário
D4.93 - Distância de travamento de tratamento de aquecimento ü ü
D4.94 - Tempo de têmpera ü ü
D4.95 - Seleção de tarracha ü ü
D4.96 - Porcentagem de aquecimento ü ü
D4.97 - Tempo de têmpera ü ü
D4.98 Abertura final do dispositivo X X
Solda Metálica por Ultrasom
D4.99 Seleção do macho / Projeto da estrutura da fita ü

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 6 of 32


Special Process: Welding System Assessment Version 1, 3/2010

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

D4.100 ü
Frequência da fonte de alimentação para aplicação (40/30/20kHz)
D4.101 Projeto do dispositivo e peça com dimensão máxima de desvio e ü
especificações dos materiais

TABELA DE PROCESSO D - Processos de Soldagem de Estado Sólido

Todos os controles de variáveis ​fornecidos abaixo são subordinados aos requisitos específicos do cliente.

O cliente pode ter requisitos adicionais, por ex.: ensaios de inspeção, frequências maiores etc. Ao executar a atividade de auditoria, o auditor deve verificar se a soldagem está em
conformidade com os requisitos do cliente.

Os traços abaixo indicam "não aplicável".


X indica uma variável essencial que deve ser documentada e controlada.
ü indica que o procedimento deve ser analisado criticamente e documentado, quando necessário.

Soldagem por
Soldagem por Soldagem por Soldagem por Soldagem por
Questão # WSA Fricção e Soldagem por
Item # Etapas de Processo/Categoria Fricção Inercial Fricção Direta Descarga Resistência
Relacionada Translação Ultrasom
(FRW-I) (FRW-DD) Elétrica (FW) (UW)
(FSW)

Distúrbio e Monitoramento (janelas)


D4.102 Energia de soldagem X
D4.103 Tempo de soldagem X
D4.104 Amplitude de soldagem X
D4.105 Força de soldagem X
D4.106 Corrente de soldagem X
D4.107 Pré-altura e percurso de soldagem (compactação) X
D4.108 Energia com alta compensação X
D4.109 Resfriamento da cabeça de solda ü
D4.110 Controle de condições ambientais (isto é, temperatura, umidade, ü
poeira etc.)
D4.111 Limpeza do dispositivo macho/fêmea ü
D4.112 Pressão de fechamento do dispositivo macho/fêmea ü
D4.113 Limpeza da peça e remoção de escala ü
D4.114 Alinhamento da peça ü
x1: Se necessário para alcançar o equilíbrio térmico. Exemplo de peça fina para parte grossa ou várias durezas.

© 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG)

� 2010 Automotive Industry Action Group (AIAG) 7 of 32