Você está na página 1de 15

Rateio da Cota-Parte do

ICMS como Indutor De


Políticas:
Uma Revisão da Literatura
Equipe de Pesquisa
Coordenador Geral
Guilheme Irffi

Coordenador de Equipe
Diego Carneiro

Assistentes de Pesquisa
Brysa Fernandes
Felipe Campos
Francisco Antônio de Araújo
Pedro Veloso
Walacy de Oliveira

2
CONTEXTUALIZAÇÃO

Apesar dos avanços das últimas décadas, o Brasil depara-


se com grandes desafios no campo social:

▰ Baixa Taxa de Atendimento na Educação Infantil;


Evasão Escolar e Desempenho insatisfatório na
comparação internacional;
▰ Carência de recursos na Atenção Básica à Saúde;
▰ Pressão sobre os recursos ambientais e baixa
cobertura de Saneamento Básico.

3
TRANFERÊNCIAS
INTERGOVERNAMENTAIS

Teoria da Agência

As relações entre os entes federados são mediadas por


contratos, em que há a delegação de funções do governo
central (principal) quanto a prestação de serviços pelos
entes subnacionais (agentes).

4
TRANFERÊNCIAS
INTERGOVERNAMENTAIS

Teoria da Agência
Os problemas de agência derivam de duas fontes principais
(Arrow,1985):

▰ Risco moral: o principal não consegue tomar


conhecimento das ações dos agentes;
▰ Seleção adversa: agentes possuem informações
ignoradas pelo principal;

Solução: monitoramento e penalização.


5
TRANFERÊNCIAS
INTERGOVERNAMENTAIS

Caráter
Livres de vinculação
Redistributivo
input-based Problemas de Oferta
Transferências Vinculadas a campos
intergovernamentais de gastos
output-based Problemas de Qualidade
Vinculadas a gastos
específicos
(condicionadas)
com contrapartida Caráter
Compensatório

sem contrapartida Endereçam o


Problema de Agência
6
COTA-PARTE ICMS

1ª Geração
Sem vinculação
25% “... de acordo com o que dispuser lei estadual”
Municípios (CF-88, Art. 158, II)
Arrecadação de ICMS

2ª Geração
+ 10%
Novo Fundeb Com contrapartida
+ Input-based
“... no mínimo, 10 (dez) pontos percentuais com
75% base em indicadores de melhoria nos resultados de 3ª Geração
Estado aprendizagem e de aumento da equidade,
Sem contrapartida
considerado o nível socioeconômico dos
+ Output-based
educandos”.
(Emenda Constitucional nº 108/2020)
7
COTA-PARTE ICMS

1ª Geração 2ª Geração 3ª Geração

Parte Igualitária Áreas de Conservação Índice de Qualidade da Educação

População Terras Indígenas Taxa de Mortalidade Infantil

Área Geográfica Resíduos Urbanos

Critérios Fiscais Gasto com Educação

Gasto com Saúde

8
REVISÃO DA LITERATURA

▰ Foram localizados 64 textos


sobre o tema;
▰ 130 pesquisadores filiados a
45 instituições;
▰ Duas áreas principais:
▻ Meio Ambiente (33)
▻ Educação e Saúde (30)

9
REVISÃO DA LITERATURA

Meio Ambiente
▰ Métodos pouco robustos a presença de “confundidores”;
▰ Evidências divergem quanto a efetividade da política;
▰ Resultados variam significativamente entre estados e entre
municípios de um mesmo estado;
▰ Aparentemente, regiões mais ricas se beneficiam mais, por
exemplo: Paraná, Rio de Janeiro e Minas Gerais.
▰ Preservação ambiental é um bem de luxo (STERN, 2004);
10
REVISÃO DA LITERATURA

Educação
▰ Critérios de 2ª Geração parecem ter efeitos sobre a oferta, mas não sobre
as notas:
▻ Minas Gerais - Lei nº 12.040/1995:
▻ +4,5 p.p. Taxa de Frequência no Ensino Fundamental (WANDERLEY, 2007);
▻ Ceará – Lei nº 12.612/1996:
▻ Não há efeito sobre a proficiência no SAEB (CARNEIRO e IRFFI; 2018);

11
REVISÃO DA LITERATURA

Educação
▰ Critérios de 3ª Geração parecem ter efeitos sobre as notas:
▻ Pernambuco - Lei nº 14.229/2011:
▻ +0,15 pontos no Ideb 5º Ano (TAVARES, 2020);
▻ Ceará – Lei nº 14.023/2007:
▻ +0,13-1,4 pontos no Ideb 5º Ano (BRANDÃO, 2014; IRFFI et al., 2021);
▻ + 4 a 7,5 pontos no SAEB (PETTERINI e IRFFI, 2013; CARNEIRO e IRFFI; 2018);
12
REVISÃO DA LITERATURA

Saúde
▰ Talvez critérios de 3ª Geração tenham efeitos sobre a TMI:
▻ Minas Gerais - Lei nº 12.040/1995:
▻ Sem efeito sobre a TMI (WANDERLEY, 2007);
▻ Aumento no Número de Atendimentos PSF (BRUNOZI JR. et al., 2008)
▻ Ceará – Lei nº 14.023/2007:
▻ Sem efeito sobre a TMI (PETTERINI e IRFFI, 2013)
▻ -8% na TMI 1 ano; -9,5% na TMI 5 anos (LOPES, CORREA e CARNEIRO, 2018); 13
CONSIDERAÇÕES FINAIS

▰ Existe uma lacuna considerável na literatura sobre a política de


Cota-Parte do ICMS;
▰ A política de fato tem efeito sobre Saúde e Meio Ambiente?
▰ Quais os canais de transmissão?
▰ Qual o melhor desenho de política?
▰ Qual o melhor indicador para cada caso?

14
Obrigado!
Diego Carneiro
dr.carn@gmail.com

15