Você está na página 1de 3

Centro Universitário IESB

Graduação em Relações Internacionais


Disciplina: REL019 - Sistema Financeiro Internacional
NOTURNO – terças-feiras, 19:15-22:00
MATUTINO – quintas-feiras, 8:15-11:00
Profa.: Mariana Klemig – marianaklemig@gmail.com

PLANO DE ENSINO 2020.2

Ementa e objetivos: O objetivo do curso é apresentar e discutir conceitos e fatos que


ajudam a compreender as práticas e as instituições que orientam os fluxos financeiros
internacionais. Serão analisadas a natureza, o sentido e as mudanças ocorridas na
movimentação dos investimentos entre as economias ao longo da história. Será dada
especial ênfase ao período que se seguiu à segunda guerra mundial, quando as
instituições financeiras se expandiram de forma substancial e assumiram muitas das
feições atuais. O pressuposto do curso é de que as transações financeiras fazem parte
de um sistema mais amplo de relações econômicas e políticas que compõem o meio
internacional na modernidade. Nesse sentido, serão discutidas as muitas formas pelas
quais, ao longo da história, os fluxos financeiros estimulam ou reduzem o dinamismo
da atividade econômica em países e regiões e desempenham um importante papel na
definição da agenda internacional de governos e de agentes privados. Deste modo, o
sistema financeiro internacional será analisado como um regime composto de
instituições econômicas e políticas no qual variáveis como o poder e o grau de
autonomia dos Estados desempenham papéis importantes, por vezes centrais.

Programa: Os tópicos a seguir serão tratados ao longo do curso por meio de aulas
expositivas e discussões de textos previamente selecionados.

Tópicos abordados na Unidade I:

1 – Fluxos financeiros e a construção do Sistema Financeiro Internacional: Conceitos,


significados e principais agentes.
2 – Os fluxos financeiros e sua relação com as economias nacionais.
3 – Os fluxos financeiros, o sistema monetário internacional e o equilíbrio entre
contas nacionais.
4 – Os movimentos de capitais e a primazia do comércio na ordem
liberal do século XIX.
5 – A Primeira Guerra Mundial e os desequilíbrios na ordem econômica
internacional.
6 – A dimensão financeira da crise da década de 1930.
7 – Bretton Woods e a construção de uma nova ordem econômica internacional:
reconstrução, estabilidade ou crescimento?
8 – O sistema financeiro como motor do crescimento: o declínio relativo da Europa e a
ascensão dos Estados Unidos.
9 – Eurodólares e petrodólares: o endividamento e a crise do modelo de crescimento
induzido pelo capital oficial. A perda de relevância dos fluxos financeiros oficiais.
As crises dos anos 1970, 1980 e 1990.

1
Tópicos abordados na Unidade II:

10 – As novas tecnologias e a globalização dos investimentos internacionais:


os novos padrões na integração comércio/sistema financeiro.
11 – As novas tecnologias e a globalização dos investimentos internacionais: a
emergência de economias periféricas.
12 – Sistema financeiro internacional em perspectiva: instabilidade e incertezas
financeiras nas principais economias no início do novo milênio. A crise de 2008 e
suas repercussões na regulação de capitais e na governança do Sistema Financeiro.
13 – A nova arquitetura do Sistema Financeiro: Reforma das instituições de Bretton
Woods e novas coalizões (G7/G8; G20; BRICS).

Abordagem metodológica: analítica, crítica e participativa.

Avaliação:

P1 = 10 pontos x 0,4 è (40% da nota):


1) 1 apresentação de texto em grupo (4 pontos)
2) Participação (individual) com perguntas/comentários fundamentados aos
apresentadores dos textos [Debate] (2 pontos). Espera-se que 5 textos sejam
apresentados na Unidade I, conforme cronograma do curso. Pontuação por
participação nos debates: 1 debate = 0,5 ponto; 2 debates = 1 ponto; 3 a 4 debates
= 1,5 ponto; 5 debates = 2 pontos
3) Prova P1 (individual) (4 pontos)

P2 = 10 pontos x 0,6 è (60% da nota):


1) 1 apresentação de texto em grupo (total de 4 pontos)
2) Participação (individual) com perguntas/comentários fundamentados aos
apresentadores dos textos [Debate] (2 pontos). Espera-se que 5 textos sejam
apresentados na Unidade II, conforme cronograma do curso. Pontuação por
participação nos debates: 1 debate = 0,5 ponto; 2 debates = 1 ponto; 3 a 4
debates = 1,5 ponto; 5 debates = 2 pontos
3) Participação (individual) na Semana Acadêmica (1 ponto)
4) Prova P2 (individual) (3 pontos)

• EXTRA: 1 ponto na P2 por participações nas atividades da monitoria, ao


longo do semestre.

Bibliografia de referência (V. leituras recomendadas a cada aula no cronograma


do curso):

BAUMANN, R. Os novos bancos de desenvolvimento: independência conflitiva ou


parcerias estratégicas? Radar IPEA, fev. 2016. [Disponível no Blackboard]

BERY, S. “The G20 turns ten: what’s past is prologue”. Policy contribution, n.20,
Bruegel, 2018.

2
CARVALHO, Genésio de. Introdução às finanças internacionais. Prentice Hall, 2007.
[Disponível para acesso na biblioteca virtual do IESB]

CINTRA, Marcos Antonio M.; GOMES, Keiti da Rocha (Orgs.). As transformações no


Sistema Financeiro Internacional. 2 volumes. Brasília: IPEA, 2012. [Disponível no
Blackboard]

CISESKI, P. “China: milagre econômico e desafios pós-crise financeira internacional”.


Boletim de Economia e Política Internacional, n. 10, IPEA, 2012.

EICHENGREEN, Barry J. Globalizing capital: a history of the international monetary


system. Princeton: Princeton University Press, 2008.[disponível no Blackboard em
inglês; há edição mais antiga para venda, em português, que contempla os 5 primeiros
capítulos]

FRIEDEN, Jeffry A. Capitalismo Global: história econômica e política do século XX.


Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

GILPIN, R. The Challenge of Global Capitalism. The World Economy in the 21st
Century. Princeton University, 2000.

MAZZUCCHELLI, Frederico. A crise em perspectiva, 1929-2008. In: Revista Novos


Estudos / CEBRAP, N. 81, 2008.

PIRES, H. F. Bitcoin: a moeda do ciberespaço. Geousp – Espaço e Tempo (Online), v.


21, n. 2, p. 407-424, agosto. 2017. ISSN 2179-0892.

RAMOS, Leonardo. Potências médias emergentes e reforma da arquitetura financeira


mundial? Uma análise do BRICS no G20. In: Revista de Sociologia e Política. v. 22,
n.50, p. 49-65, jun 2014. [Disponível para download gratuito online]

TORRES FILHO, Ernani Teixeira. O Sistema Financeiro Globalizado Contemporâneo.


Estrutura e perspectivas. Brasília: IPEA, 2015.

WOLF, Martin. A Reconstrução do Sistema Financeiro Global. Campus, 2008.

Você também pode gostar