Você está na página 1de 2

ESTA004-17 – Circuitos Elétricos II Revisão

Valor Eficaz (ou valor rms1)

1. Definição: O valor eficaz (Vef), ou valor rms (Vrms), de uma tensão (ou corrente) variável
é igual ao valor constante de tensão (ou corrente) que, aplicada num resistor, produz a mesma
potência que o produzido por esta tensão variável no mesmo intervalo de tempo, ou seja:

Vef2 T
T  
V (t )2 dt (1)
R 0
R

Resolvendo-se a equação (1) para o valor eficaz,vem:

T
Vef  Vrms 
1
 V (t )2 dt (2)
T0

2. Regime permanente senoidal

i(t)
(vazão de entrada)

R
V(t)
água x [°C]

(vazão de saída)

Figura 1: Tensão alternada senoidal aplicada num resistor.

Seja uma tensão alternada em regime permanente senoidal V(t) dada por:

V (t )  Vmáx sen( t ) V (3)

aplicada num resistor R imerso num recipiente contendo água, com vazões de entrada e saída iguais,
de modo que seu volume permaneça constante, conforme mostrado esquematicamente na Figura 1.
O aquecimento do resistor, por efeito Joule, mantém a água à temperatura x °C.
A corrente instantânea que se estabelece no circuito é, então, dada por:

V (t ) Vmáx
i(t )   sen( t ) A (4)
R R

Das equações (3) e (4), pode-se escrever a potência instantânea desenvolvida no resistor,
como:
Vmáx V2
p(t )  V (t )i(t )  Vmáx sen( t ) sen( t )  máx sen 2 ( t ) W (5)
R R

A potência média (Pmédia) dissipada no resistor, que mantém a água à temperatura x °C, é
dada pelo valor médio da equação (5), ou seja:

1
Do inglês root mean square (raiz quadrada da média quadrática).
1
ESTA004-17 – Circuitos Elétricos II Revisão

T 2T 2 T 2
1 Vmáx Vmáx Vmáx
  p(t )dt  
R 0
Pmédia sen ( t )dt 
2
sen ( t )dt 
2
W (6)
T0 0
R 2R

Seja agora, a mesma montagem da Figura 1, substituindo-se a fonte de tensão alternada por
uma bateria de tensão contínua com E volts, conforme mostrado esquematicamente na Figura 2. O
valor da tensão E deve ser tal que, mantendo-se as mesmas condições descritas para a Figura 1, a
temperatura da água seja mantida em x °C. Deste modo, pode-se dizer que a potência média
dissipada pelo resistor R nos dois casos é a mesma.

I
(vazão de entrada)
+
R
E
água x [°C]

(vazão de saída)

Figura 2: Tensão contínua aplicada num resistor.

Supondo a corrente I se estabeleça no circuito da Figura 2, então:

E E2
Pmédia  EI  E  W (7)
R R

Igualando-se as equações (6) e (7), vem:

2
Vmáx E2
 → Vmáx  E 2  1,414E V (8)
2R R

Ou seja, o valor máximo da tensão senoidal, que dissipa a mesma potência média no resistor
que uma tensão contínua de valor E volts, deve ser 2 vezes maior que esta. Usualmente,
caracteriza-se uma tensão senoidal por seu valor eficaz e frequência, por exemplo, 110V/60Hz, o
que significa que esta tensão é descrita por:

V (t )  Vmáx sen(t )  Vef 2sen(2 f t )  110 2sen(2  60 t )  155,6sen(377t ) V

Pode-se encontrar a relação entre o valor eficaz da tensão em regime permanente senoidal e
seu valor máximo, diretamente pela definição do valor eficaz, dada pela equação (2). Considerando-
se a tensão alternada senoidal dada pela equação (3), vem:

T T T
Vef  Vrms 
1
 V (t )2 dt  1  Vmáx sen(t )2 dt  Vmáx 1  sen 2 (t )dt  Vmáx  0,707Vmáx
T0 T0 T0 2

Observação: Caso a tensão (ou corrente) tenha outra forma de variação temporal (e.g.:
quadrada, triangular, dente-de-serra, etc.), pode-se encontrar a relação entre seu valor máximo e
eficaz, através da equação (2).
2

Você também pode gostar