Você está na página 1de 17

CENTRO UNIVERSITÁRIO CENTRAL PAULISTA - UNICEP

CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA


INSTITUCIONAL

DAIANE REGINA CARDOSO MARTINS

ATUAÇÃO DOS PROFESSORES EM TEMPOS DE PANDEMIA:


Experiências e relatos em uma escola Técnica de Porto Ferreira

Porto Ferreira/SP
2020
2

DAIANE REGINA CARDOSO MARTINS

ATUAÇÃO DOS PROFESSORES EM TEMPOS DE PANDEMIA:


Experiências e relatos em uma escola Técnica de Porto Ferreira

Relatório de estágio-pesquisa
apresentado como um dos requisitos
para a obtenção do título de
especialista em Psicopedagogia
Institucional. Orientado pela
Professora Dra. Julia Nutti.

Porto Ferreira/SP
2020
3

Dedico este trabalho a todas as pessoas que


direta ou indiretamente contribuíram para a
realização deste trabalho.
4

Agradecimentos

Agradecemos a Deus por ter iluminado o meu caminho, aos meus pais, esposo
e ao meu filho Lucas Júnior que me inspira nesta jornada, a professora e orientadora
Juliana Nutti por todo o ensinamento, agradecer a todos os professores deste curso
que contribuiu para o meu aprendizado pessoas que levarei por toda minha existência
e a Instituição de ensino UNICEP- Porto Ferreira.
5

Ensinar não é transferir conhecimento, mas


criar as possibilidades para a sua própria
produção ou a sua construção.

Paulo Freire
6

RESUMO

Os profissionais de Psicopedagogia Institucional atuam em escolas, para prevenir as


dificuldades de aprendizagem, o fracasso escolar, trabalham junto com a equipe da
escola para avaliar os tipos de problemas que encontrados na aprendizagem dos
alunos e suas causas. Devido à situação que o mundo está vivendo em relação a
pandemia da Covid – 19, o estágio do curso de Psicopedagogia Institucional foi
realizado de forma diferenciada do formato original. Todos os profissionais da
educação tiveram que se reinventar passaram as ministrar suas aulas de modo on-
line e isso aconteceu muito rapidamente. O desafio de ministrar as aulas de forma
remota foi grande, segundo os dados levantados pela pesquisa realizada nesse
trabalho.

Palavras Chaves: Psicopedagogia Institucional; estágio - pesquisa; ensino -


aprendizagem.
7

SUMÁRIO
1. Conceitos básicos sobre psicopedagogia ....................................................... 8

1.1 Áreas de Atuação .............................................................................................. 9

2. Caracterização da instituição de ensino ........................................................ 10

2.1 Relato dos professores pesquisados .............................................................. 10

3. Realização do estágio ...................................................................................... 13

4. Organização da escola com o novo modelo de ensino. ............................... 14

4.1 Experiência como professora .......................................................................... 14

5. Considerações finais ....................................................................................... 16

6. Referências ....................................................................................................... 17
8

1. Conceitos básicos sobre psicopedagogia

A Psicopedagogia tem como foco de estudo a aprendizagem, nasceu da


necessidade de compreender melhor como o ser humano aprende e as dificuldades
e fatores que influenciam ou interferem nesse processo.
A Psicopedagogia teve sua origem na Europa, ao final do século XIX, tendo
como grandes colaboradores; Seguin, Esquirole, Montessori e Decroly, entre outros.
O movimento nos Estados Unidos se proliferou com a crença de que os problemas de
aprendizagem tinham causas orgânicas e precisavam de atendimento especializado,
o que influenciou parte do movimento da Psicologia Escolar.
A corrente europeia influenciou o trabalho da Psicopedagogia na Argentina, que
passou a trabalhar com alunos com dificuldades de aprendizagem, há mais de 30
anos, realizando um trabalho de reeducação. Os conhecimentos da Psicanálise e da
Psicologia Genética, além de todo o conhecimento de linguagem e de
psicomotricidade, eram acionados para melhorar a compreensão das referidas
dificuldades. (SAMPAIO, 2012)
A Psicopedagogia é uma área de conhecimento interdisciplinar, dentre elas, a
Psicologia, Sociologia, Pedagogia, Neuropsicológica, da Linguística e da Antropologia
para entender o fenômeno da aprendizagem. A Psicopedagogia, surge para interagir
várias disciplinas em prol do bem do aluno, compreendendo assim o processo de
ensino-aprendizagem.
A Psicopedagogia Institucional, segundo Wolffenbuttel (2001 apud ESCOTT,
2004, p.192) afirma que esta é a abordagem da Psicopedagogia que deposita seu
olhar sobre as instituições de ensino, essa abordagem assume uma dimensão
preventiva e social na medida em que atende os diferentes grupos da instituição, tendo
como principal objetivo resgatar o prazer de ensinar e aprender.
Na escola, o psicopedagogo tem o foco principal no grupo atuando na
construção do conhecimento, buscando entender a sua filosofia, agindo de forma
preventiva analisando os processos, valorizando os conhecimentos, os papeis as
pessoas as formas de aprender, englobando o ponto de vista de quem ensina e de
quem aprende.
Os profissionais atuam nas escolas para prevenir as dificuldades de
aprendizagem dos alunos. O psicopedagogo sempre irá buscar entender como uma
9

pessoa assimila e processa o conhecimento que é passado, podendo formular uma


maneira que potencializa o aprendizado de um indivíduo. É de suma importância ter
este profissional na escola.
Atualmente, a Psicopedagogia passa de uma perspectiva puramente clínica e
individual para uma compreensão mais integradora do processo de aprendizagem e
para uma atuação mais preventiva. (NUTTI, 2020)
O trabalho do Psicopedagogo consiste em desenvolver estratégias e ações
com o objetivo de provocar mudanças comportamentais e facilitar os processos de
assimilação de conteúdo.

1.1 Áreas de Atuação

As áreas de atuação do que o Psicopedagogo pode atuar são: em hospitais;


escolas; empresas; ONGs e consultórios.
Por exemplo em hospitais o Psicopedagogo irá trabalhar diversas questões que
estão ligadas a doenças e traumas que podem afetar a capacidade de aprendizagem
e memória de uma pessoa, fazendo acompanhamento de pessoas internadas para que
elas mantenham algum vínculo com processos de aprendizagem.
Em ambientes empresariais, o psicopedagogo atua geralmente no setor de
Recursos Humanos e tem por objetivo promover atividades para facilitar a
compreensão e compartilhamento de informações e a incentivar novas formas de
relacionamento entre colaboradores e gestores, sendo um assessor no engajamento,
clima, treinamento e desenvolvimento, da equipe.
Nos consultórios o psicopedagogo atende pacientes individualmente e trabalha
com adolescentes, crianças e adultos. Investigando todas as situações e os processos
que podem estar dificultando a aprendizagem do paciente, sejam eles emocionais,
cognitivos ou pedagógicos.
Em ONGs, o psicopedagogo presta serviços relativos a programas de orientações
dos processos de ensino-aprendizagem.
10

2. Caracterização da instituição de ensino

A escola pesquisada está localizada no centro da cidade de Porto Ferreira- SP


e existe há 11 anos atende o público do ensino médio integrado ao técnico de
Administração e Informática, possuiu 367 alunos matriculados, o horário de aula
destes alunos é das 07:10 horas até as 15:10 horas de segunda-feira a sexta-feira.
A escola também oferece cursos técnicos de duração de 1 ano a 1,5 ano os
cursos atuais são: Comércio; Farmácia; Recursos Humanos e logística, horário da
aula do noturno é das 19:00 horas ás 23:00 horas de segunda-feira a sexta-feira.
A faixa etária dos alunos atendido pela instituição durante o dia é de 15 anos a
18 anos, já nos cursos técnicos noturnos a faixa etária de 17anos até 55 anos. Atende
todo o público desta cidade desde do Centro da Cidade até os diversos bairros e
temos alunos das cidades vizinhas de Santa Rita do Passa Quatro e de Descalvado.
A escola possui de uma ampla estrutura física para atender os alunos, contém
quatro laboratórios de informática; uma biblioteca; um laboratório de informática; seis
salas de aulas; banheiro para os professores e banheiros para os alunos e para e
outra para alunos com necessidades especiais; um auditório; cozinha para merenda;
quadra poliesportiva; um espaço ao ar livre para estudo.
A escola conta com cerca de cinquenta professores das mais diversas áreas;
todos os professores têm pós-graduação, cerca de dez professores possuem
mestrado; para ingressar nesta instituição o mínimo que se pede é graduação os
demais cursos são complementos.
A escola conta com uma equipe de 16 pessoas sendo elas; Diretor;
coordenador pedagógico; orientador educacional; diretor acadêmica; diretor
administrativo; dois assistentes administrativo; almoxarife; dois técnicos de
informática; assistente de laboratório; cinco funcionários na secretaria, quatro
vigilantes e 4 merendeiras.

2.1 Relato dos professores pesquisados

Foi realizada entrevista com alguns professores da unidade pesquisada que


relatam como se adaptaram ao novo modelo de ensino devido a pandemia que se
instalou no nosso pais, abaixo seguem algum dos pontos principais dos professores:
11

Uma das professoras entrevistadas disse:


“A minha adaptação a plataforma TEAMS foi bem tranquila, pois antes da
pandemia minhas aulas já faziam uso de instrumentos da área de tecnologia, como
vídeos em data show, envio de arquivos para leitura dos alunos via WhatsApp, envio
e recebimento de e-mails das minhas classes .“ E1, 2020;
“Quanto a minha experiência neste momento é positiva, pois acredito que a
tecnologia já está em contato com os nossos alunos a muito tempo, porém no
ambiente escolar muitos professores ainda eram resistentes a este uso em sala de
aula. “E2, 2020;
“Tenho quase 15 anos de docência no centro Paula Souza, percebo que minha
adaptação foi mais fácil por já ter uma ótima base em uso de tecnologias nas minhas
aulas, mas percebo falando com demais colegas que não foi fácil para aqueles que
se limitavam a usar as tecnologias apenas para lazer e de forma muito básica, creio
que esta pandemia mostrou o quanto a capacitação dos professores é fundamental
para que este momento seja superado com aulas qualificadas e alunos satisfeitos com
este novo sistema de ensino.” E3, 2020;
“A adaptação foi fácil e tranquila, as ferramentas disponíveis são de fácil
utilização e optei em adquirir uma mesa digitalizadora para facilitar a resolução de
exercícios de matemática (simula uma lousa). Também por possuir um PC games
com webcam e um Headset, ajudou bastante no trabalho durante a pandemia. ” E4,
2020;
“ Com a pandemia, as escolas tiveram que se adaptar há uma nova
modalidade, preparar salas virtuais, com qualidade de chamada ao vivo, entrega de
tarefas de modo organizado, qualidade de imagem e som, capacitação de
professores, mediação, e também capacitação de alunos ao mundo virtual. ”
“Com tudo que está acontecendo percebe-se a forma como as pessoas lidam
com as mudanças, algo que intuitivamente tratamos de evitar, porém mudanças
ocorrem e são inevitáveis. E quando isso acontece temos que nos adaptar a tempo e
não ficar para trás. Creio que tanto para o professor e aluno no início foi bastante
complicado, tudo era nova para ambos, mas com paciência conseguimos. ” E5, 2020;
“Nesse tempo difícil, encontrei nas tecnologias a solução de muitos problemas,
não gostava muito, porém busquei o conhecimento para que minhas aulas fossem
produtivas e se tornassem interessantes sem causar tédio buscando muita
12

aprendizagem, trazendo para aula online toda qualidade de uma aula presencial. ” E6,
2020;
Acredito que para todos os professores não foi fácil essa adaptação, pois foi
muito rápido as mudanças, mas aos poucos todos pegaram o ritmo e está dando certo.
13

3. Realização do estágio

A realização do estágio do curso de pós-graduação de Psicopedagogia


institucional de 2020 correu de forma diferente este ano, pois estamos enfrentando
uma pandemia do COVID- 19 no mundo, houve paralização das escolas e todos
tiveram que e adaptar ao novo modelo de ensino.
Está sendo uma grande reviravolta para o ensino todos escolas, professores, pais,
alunos estão tendo que se reinventar mudar sua forma de vida, se adaptar ao novo.
Devido a paralização das atividades das escolas segundo as normas estabelecidas,
a quarentena dificultou a realização do estágio de modo presencial.
O contato com a escola e a entrevistas com os professores se deu através de
ferramentas de comunicação, no meu caso eu utilizei o e-mail, WhatsApp e o
aplicativo Microsoft Teams para contato com os professores, o que facilitou o contato
mais rápido, para obtenção dos dados.
14

4. Organização da escola com o novo modelo de ensino

Foi realizado uma entrevista por meio do WhatsApp com a coordenadora da escola
sobre como a escola de organizou com o novo modelo de ensino e quais as
dificuldades que a escola encontrou perante ao atual momento que estamos vivendo
com o isolamento social.
A instituição tem parceria com a Microsoft, por conta disto temos acesso a Teams,
onde as salas foram criadas, a partir do cadastro dos alunos no programa interno da
instituição o NSA Nosso Sistema Acadêmico, onde cada aluno tem o seu componente
curricular na sua demanda foi criada as salas. Os treinamentos sobre o TEAMS foram
feitos juntos os docentes e discentes da escola, para realização das aulas remotas.
Primeiramente foi a adaptação ao sistema TEAMS, segundo alguns discentes que
não possui internet nem equipamentos adequados para realização das atividades,
algumas não flexibilidades de alguns docentes bem como a adaptação de alguns
docentes, e alguns componentes curriculares específicos que tem mais dificuldades
para essas metodologias como exatas.
Primeiramente é feita uma análise das condições dos alunos para identificar o que
pode ser feito para auxiliar, seja para entrega de chips pela instituição, seja por
impressão das atividades caso o aluno não possui computador para resolver as
atividades para os professores que apresentam dificuldades foi realizado treinamento
para capacitar esses docentes
Muitos dos alunos não conseguiram adaptar ao processo e que podem gerar
grande perda da qualidade do processo de aprendizagem, mesmo com todas as
metodologias diversificadas, todas as possibilidades que os professores oferecem,
sentimos que haverá uma perda neste processo de aprendizagem dos alunos.

4.1 Experiência como professora

No atual momento estou fora da escola pois meu contrato é determinado de


dois anos, e posso voltar só depois de seis meses. Quando começou a pandemia eu
estava com carga horária completa na escola 29 aulas e 6 horas de coordenação do
curso Técnico de Recursos humanos, para me adaptar a pandemia não tive
problemas, pois eu já estudo EAD, sempre fiz cursos EAD, portanto não tive muito
15

problemas, mas a questão de adaptar-se ao sistema Teams da escola demais tudo


tranquilo.
Como coordenadora do curso o que mais foi difícil é que muito dos alunos não se
adaptou ao novo então tivemos vários problemas, contatos feitos por e-mail, Watts,
via Teams, alguns alunos não tiveram jeito não se adaptou tivemos várias perdas,
mas depois de treinados os alunos se adaptou ao novo.
16

5. Considerações finais

O trabalho apresentado consiste nas definições do que Psicopedagogia e seus


objetivos. Quais são as áreas de atuação de um profissional de Psicopedagogia.
Conclui-se que, o psicopedagogo é um profissional que pode atuar de maneira
preventiva e intervir em prol da aprendizagem, considerando as habilidades,
potencialidades e dificuldades de maneira individual.
O relatório de estágio foi realizado em uma escola de Porto Ferreira com relatos
de professores como se adaptaram ao novo modelo de ensino devido ao isolamento
social e quais suas dificuldades.
Através deste estudo conclui-se que os professores tiveram que se reinventar
e ainda estão mudando para levar o ensino de qualidade aos alunos para atingir o
processo de ensino-aprendizagem.
O curso de Psicopedagogia Institucional da UNICEP, foi de grande
importância na minha formação com conteúdo de qualidade e professores
competentes sempre com o intuito de ensinar o melhor.
17

6. Referências

NUTTI, Juliana Zantut. Psicopedagogia Institucional: fundamentos para atuação


preventiva. UNICEP virtual, 2020.

SAMPAIO, Simaia. Manual Prático do Diagnóstico Psicopedagógico Clínico. 4 ed.


Rio de Janeiro: Wak Ed., 2012.

WOLFFENBUTTEL, Patrícia. Psicopedagogia: teoria e prática em discussão.


Novo Hamburgo: Feevale, 2005.