Você está na página 1de 11

Arthur Silva, Glaucio Serrato, Greco Ferreira, Natanael Junio e Pedro Paulo

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – IFG

MÁQUINAS ELÉTRICAS DE C.A.

Avaliação Escrita – Quarto Bimestre

Goiânia,

2021
Arthur Silva, Glaucio Serrato, Greco Ferreira, Natanael Junio e Pedro Paulo

MÁQUINAS ELÉTRICAS DE C.A.

Avaliação Escrita – Quarto Bimestre

Avaliação apresentada à matéria de Máquinas

Elétricas de C.A. como atividade avaliativa

para obtenção de nota, conhecimento e

capacitação referente ao quarto bimestre

do curso técnico de Eletrotécnica do IFG, sob a

supervisão, apoio e ensinamentos do mestre e

professor Ronaldo Martins de Sousa

Goiânia,

2021
Instituto Federal de Goiás de Educação, Ciência e Tecnologia – IFG

Goiânia, 11 de março de 2021 (data de entrega)

Aluno: Arthur Silva, Glaucio Serrato, Greco Ferreira, Natanael Junio e Pedro Paulo

Professor: Ronaldo Martins de Sousa

Curso: Eletrotécnica IV

Máquinas Elétricas de C.A. - Avaliação Escrita (Quarto Bimestre)

Capítulo 7

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS:

Questão nº1 – A figura 1 pode ser utilizada para elucidar o princípio funcional do
motor assíncrono. Com a ajuda da figura e expressões analíticas, explique de forma
consistente tal princípio.

Figura 1: Princípio funcional do motor assíncrono.

Questão nº2 – Os Motores assíncronos trifásicos representam a classe de motores mais


popular empregada na indústria. As suas características eletromecânicas inerentes
aliadas ao relativo baixo custo de aquisição e manutenção os tornam quase que
imbatíveis em certa faixa de potência.
(a) Estabeleça uma comparação entre os tipos existentes, citando as vantagens e
desvantagens de cada um;
(b) A partir das vantagens e desvantagens citada anteriormente delimite o campo de
aplicação;
(c) Cite exemplos práticos.

Questão nº3 – A terminologia empregada em motores assíncronos é muito importante


no entendimento de sua funcionalidade. Abaixo são indicados alguns termos bastante
empregados. Associe uma definição a cada termo indicado.

 Corrente de partida;
 Corrente de arranque;
 Escorregamento;
 Campo magnético rotativo;
 Momento de rotação.

Questão nº4 – Um motor assíncrono trifásico é ligado a um sistema elétrico com tensão
de linha U1=220 V. A corrente no enrolamento do estator I1=30ª e o coeficiente de
potência de cos φ =0,8. O montante de potência de perdas vale ∑ P=1000 W . O motor
está conectado em relação ao sistema de ligação Y. Definir o coeficiente de rendimento
energético η para este regime de carga.

RESPOSTAS:

1 – Para explicarmos o funcionamento de motor assíncrono, precisamos citar duas leis:


Lei da indução eletromagnética e a Lei da força eletromagnética, além da formação de
campo magnético rotativo, que este por sua vez, é gerado a partir da corrente no estator,
que gera corrente no rotor, sendo assim possível a realização de trabalho.

Lei da indução eletromagnética:

Lei da força eletromagnética:

Motor assíncrono é um motor elétrico cujo, o rotor está excitado pelo estator e a
velocidade do rotor é menor que a do campo girante, devido ao escorregamento. A
velocidade de rotação do eixo pode ser calculada a partir da velocidade do campo
girante, sendo a diferença entre elas, o escorregamento. A velocidade do campo (η¹) é o
resultado do produto da frequência (Hz) da rede elétrica (Alternada) e o número 60
(constante), dividido pelo número de polos.
η¹= 60 f/p

O escorregamento é a diferença das velocidades do rotor e do campo, sendo a do


campo, sempre maior que a do rotor:

ηs = η¹- η²

Sabendo as velocidades do campo e do escorregamento, se tem então a velocidade de


rotação do eixo (assíncrona).

η²= η¹- ηs

(Obs: para valores em r.p.m)

2 - a) Motores elétricos Síncronos funcionam com velocidade fixa, utilizado somente


para grandes potências (Devido seu custo elevado para tamanhos menores) ou quando
se necessita de velocidade invariável. Funcionamento: a Velocidade do seu rotor é
sincronizada com o campo girante que é estabelecido no estator. (Velocidade X
frequência induzida= 120 x nº de polos). Características (Vantagens): Baixo Custo
Inicial, obter altos rendimentos, correção do fator de potência, características de partidas
especiais (Quanto menos o numero de polos maior a rotação). Alimentação: Motor=CA
rotor=CC Constituição: Carcaça, rotor, Eixo e mancais. Desvantagem: Precisa de uma
fonte de excitação em CC; manutenção constante.
Assíncronos funcionam normalmente com velocidade constante, que varia ligeiramente
com a carga mecânica aplicada ao eixo (5 a 10%), devido a sua grande simplicidade,
robustez e baixo custo e o motor mais utilizado de todos, sendo adequado para quase
todos os tipos de máquinas acionadas. Características: Grande robustez, baixo preço,
arranque fácil, não produz faísca e manutenção barata. Constituição: Estator, bobinas e
rotor tipos de perda: Perda elétrica, perda magnética, perda mecânica e perda parasita.
Gaiola de Esquilo Características: Construção do Induzido mais rápida, mais Prático e
mais barato. Constituição: Núcleo de chapas ferromagnéticas, barras de alumínio, anéis
condutores e estator.

2 – b) MÁQUINAS SÍNCRONAS: A máquina síncrona é mais utilizada nos sistemas


de geração de energia elétrica, onde funciona como gerador ou como compensador de
potência reativa. Atualmente, o uso desse conversor estende-se também a sistemas de
acionamento de grande potência, bombagem e tração elétrica. São conversores
eletromecânicos rotativos que operam em velocidade constante quando em regime
permanente senoidal e são principalmente utilizadas para converter determinadas fontes
de energia mecânica em energia elétrica.
MÁQUINAS ASSINCRONAS: Motor assíncrono de Indução é um motor elétrico de
corrente trifásica, bifásica, ou monofásica, cujo rotor está excitado pelo estator e a
velocidade de rotação não é proporcional à frequência da sua alimentação (a velocidade
do rotor é menor que a do campo girante, devido ao escorregamento). Denominamos
alternador ao gerador de corrente alternada, assim como chamamos dínamo ao gerador
de corrente contínua. Os alternadores pertencem à categoria das máquinas síncronas,
isto é, máquinas cuja rotação é diretamente relacionada ao número de polos magnéticos
e à frequência da tensão gerada. Não há, basicamente, diferenças construtivas entre um
alternador e um motor síncrono, podendo um substituir o outro sem prejuízo de
desempenho. Assim, um alternador quando tem seu eixo acionado por um motor,
produz energia elétrica nos terminais e, ao contrário, recebendo energia elétrica nos seus
terminais, produz energia mecânica na ponta do eixo, com o mesmo rendimento.

2 - c) Um exemplo prático de funcionamento do motor assíncrono é no caso do rotor


"gaiola de esquilo" a magnetização do núcleo se dá pelo escorregamento do campo
magnético (o campo magnético gira em torno do eixo central do motor) fazendo com
que circule uma tensão e uma corrente induzida através das barras da gaiola, que tem
suas extremidades unidas por um anel condutor.

4-

P1=√ 3 x U 1 x I 1 xcosφ 1

P1=√ 3 x 220 x 30 x 0,8

P1=9145,22 w

P1=P2 +∑ Perdas

9145,22=P2 +1000

P2=8145 ,22

P 2 8145,22
Coeficiente ≪ η= = =0,8906 x 100=89,06 %
P 1 9145,22
η=89,06 %

Exemplo numérico – Escorregamento – Questão 1

Dados iniciais:

 Motor assíncrono

 Número de polos 2p = 4
 Frequência mecânica n = 1440 r.p.m

 Frequência elétrica do estator f = 60hz

Definir: escorregamento em r.p.m, u.r., %

Solução:

(1) Frequência do campo rotativo

w 1 2 πf 1 2 π x 50
π 1= = = =157,0796 rad / seg
p p 2

60 60
n 1=π 1 x =157,0796 x =1500 r . p .m
2π 2π

(2) Escorregamento em r.p.m


∆ n=n 1− n 2=1500 −1440=60 r . p .m

(3) Escorregamento em unidade relativa


n 1 −n 2 1500 −1440
S= = =0,04 u .r
n1 1500

(4) Escorregamento em percentual


S %=S ∗100 %=0,04 ∗ 100 %=4 %

Exemplo numérico - Momento de rotação – Questão 5

Dados iniciais:

 Motor assíncrono

 Potência elétrica de entrada P1 = 55kw

 Frequência elétrica do sistema f1 = 50hz


 Somatória das perdas de potência P = 5kw

Solução:
(1) Potência mecânica (útil, sutil)
P 1=P 2+ P
55=P 2+5 P 2=50

(2) Frequência de rotação mecânica


2π 2π
π 2=n 2 x =1440 x
60 60
π 2=150,72rad /seg

(3) Momento de rotação


P2 50000
M= =
π 2 150,72
M =331,7409 n . m.

(4) Variante de M
P2
M= x 9550
n2
50
M= x 9550
1440
M =331,5971 n .m .

Capítulo 9

Exemplo numérico – Sistema de coeficientes característicos lambda

(1) Frequência mecânica, rad/seg

2π 2π
π= u2 n= x 1480=155,7895 rad /seg
60 60
(2) Momento nominal

P2u 75000
Mn= = =481,4189 n. m.
π 2 u 155,7895

(3) Corrente de arranque

Ip=Iuγi=140 x 7,2=1008 A

(4) Momento de arranque

Mp=Mnγp=481,4189 x 2,1=1010,9797 n .m .

(5) Momento máximo

Mm=Mmγm=481,4189 x 2,3=1107,2635 n . m.

Exemplo numérico – Regime de partida com tensão reduzida

Dados iniciais:

 Tipo: 4AP250M8Y3

 P2n: 45kw

 Mn: 905%

 Cos n: 0,75

 3: 5,5

 p: 1,8

 m: 2,0

 U1n: 220/380V
Solução:

(1) Corrente nominal

P2 45 x 10³
I 1 n ( f )= = =100,4520
M 1U 1 cosωm 3 x 220 x 0,75 x 0,905

I 1 n (l )=I 1 n ( f ) x √ 3=173,9880

(2) Momento de rotação nominal

P2n 45
Mn= x 9550= x 9550=584,6938 n . m.
N 2n 735

(3) Partida com tensão plena

I 1 p ( l )=173,988 x 5,5=956,934 A

1
I 1 p ( f )=173,988 x 5,3 =552,4861 A
√3

Mp=584,6938 x 1,8=1052,4489 n . m.

(4) Partida com tensão reduzida

1
I 1 p ( l )=173,988 x 5,5 x =318,978 A
3

1
I 1 p ( f )=173,988 x 5,5 x =318,978 A
3

Capítulo 11

Exemplo numérico – Coeficiente de potência

(1) Constante c

P1 2000 x 10 ³
c= x 10 ³= =176,9285
U 1 ²W 1 2 π x 50
(2) Ajuste de cos(0)  cos (1)

( 0 )=cos −1 ( 0,6 )=53,1301

( 1 )=cos− 1 ( 0,8 )=36,8698

tg ( 0 )=tg 53,1301=1,3333

tg ( 1 )=tg 36,8698=0,7499

C ( j )=c [ tg −tg ( j ) ]

C ( j )=176,9285 [ 1,3333 −0,7499 ] =103,2201

(3) Ajuste de cos( 1 )  cos( 2 )

( 1 )=cos− 1 ( 0,8 )=36,8698

( 2 )=cos− 1 ( 0,9 )=25,8419

tg ( 1 )=tg 36,8698=0,7499

tg ( 2 )=tg25,8419=0,4893

C ( j )=c [ tg −tg ( j ) ]

C ( 2 )=176,9285 [ 0,7499 −0,4893 ] =47,0055

(4) Correntes

P 2000 x 10³
I ( 0 )= = =320,7501 A
√3 U cos ( 0 ) √ 3 x 6 x 10³ x 0,6
P 2000 x 10³
I ( 1 )= = =240,5626 A
√3 U cos ( 0 ) √ 3 x 6 x 10³ x 0,8
P 2000 x 10³
I ( 0 )= = =213,8334 A
√3 U cos ( 0 ) √ 3 x 6 x 10³ x 0,9