Você está na página 1de 39

p osit

r o

op
@dep

osito
op Combinados
orpr
Funcionamento

1. Boas Vindas
2. Alinhamento de Expectativas
3. Compromisso
4. Grupo Telegram
5. Perguntas
6. Intervalo
Quem sou eu

Graduação em Psicologia (UFBA);


Especialista em Psicologia Jurídica
(CFP);
Mestre em Educação e
Contemporaneidade (UNEB);

Atuação

Perita;
Assistênte Técnica;
Supervisão; o p osit
r
Consultoria;

op
@dep

orpr
Ensino.
op
osito
r o p osit Programação
op
@dep

orpr
1. Situações de comunicação com a Justiça;
op 2. Noções iniciais da prática na Psicologia
osito
Jurídica;
3. O Sistema de Justiça Brasileiro;
4. Áreas e expectativas de atuação
profissional;
5. O papel da Psicóloga Perita;
6. O papel da Psicóloga Assistente Técnica;
7. Noções gerais de Documentos
Psicológicos;
7. Extrapolações à prática profissional
psicológica.
9. Casos;
10. Sessão de perguntas.
Kallila Barbosa CRP 03/4342
1 2
p osit
r o

op
@dep

orpr
op Situações de
osito
ESCOLHA comunicação
CASOS
PROFISSIONAL com a Justiça
PREVISTOS
- PRINCIPIOS
EM LEI
FUNDAMENTAIS

3 4
DEMANDA DO
DEMANDA CLIENTE OU
DO SISTEMA INSTITUIÇÃO
DE JUSTIÇA QUE TE
CONTRATOU

Kallila Barbosa | CRP 03/4342


p osit
r o

op
@dep
“Não existem fatos;

orpr
op
osito

só existem
interpretações”

Nietzsche
Kallila Barbosa CRP 03/4342
p osit
r o

op
@dep

orpr
op
osito

Kallila Barbosa CRP 03/4342


p osit
r o

op
@dep

orpr
op
osito

Kallila Barbosa CRP 03/4342


p osit
r o

op
@dep

orpr
op
osito

Kallila Barbosa CRP 03/4342


p osit
r o
op
@dep

orpr

osito
Verdade, o que é isso?
op

Kallila Barbosa CRP 03/4342


1. Noções iniciais da
prática na Psicologia
Jurídica

p osit
r o
op
@dep

orpr

op
osito

Kallila Barbosa CRP 03/4342


Conflito
PODE SER DEFINIDO COMO
UM PROCESSO OU ESTADO
EM QUE DUAS OU MAIS
PESSOAS DISCORDAM EM
RAZÃO DE SUAS METAS,
INTERESSES OU OBJETIVOS
INDIVIDUAIS PERCEBIDOS
COMO MUTUAMENTE
INCOMPATÍVEL.

(YARN, 1999)

Kallila Barbosa CRP 03/4342


Atividade realizadas por
Psicologia psicólogos nos tribunais e fora

"Jurídica" deles, as quais dariam aporte ao


mundo do direito.

•Especialidade emergente da
psicologia;

•Área da psicologia que se


relaciona com o Sistema de CRIMINAL
Justiça; FORENSE
•Compreende sobre os JUDICIÁRIA
comportamentos complexos JURÍDICA
que são de interesse do posit
ro
jurídico.

op
@dep

orpr
op
osito
Kallila Barbosa | CRP 03/4342
Psicologias

Judiciária
p osit Forense
r o
nal
op

i Jurídica
Crim
@dep

orpr

op
osito
Kallila Barbosa CRP 03/4342
Clinic@s que
recebem Especialistas
solicitação de demandados
informações fornecer
Experts nomeados
sobre clientes informações sobre
para realização de
a área de expertise
Avaliação Psicológica

Psicólog@s em
diálogos com
Assistidos em diferentes
contextos institucionais
com direitos ameaçados

a Justiça ou violados

p osit
r o
Assistentes técnicos capazes de

op
@dep
Autópsia Psicológica avaliar uma Prova Pericial em

orpr
Psicologia
op
osito
Kallila Barbosa CRP 03/4342
ÁREA DE SABER
ATUAÇAO TRANSVERSAL

Kallila Barbosa CRP 03/4342


2. O Sistema de Justiça
Brasileiro

p osit
r o
op
@dep

orpr

op
osito

Kallila Barbosa CRP 03/4342


Brasil EXECUTIVO
Intuito é comandar e governar a
população, além de administrar os
interesses públicos.
Estado Democrático de Direito
"Liberdade dos cidadãos está protegida e a
soberania popular é a base de onde deve LEGISLATIVO
emanar todo poder"
Intuito é legislar e fiscalizar os atos do
(Brasil, 1988) Executivo.

JUDICIÁRIO
Intuito é defender os direitos de cada
osit
cidadão, promovendo a justiça e
o p
r resolvendo os prováveis conflitos que

op
@dep
possam surgir na sociedade, através da

orpr
investigação, apuração, julgamento e
osito
op punição.
Kallila Barbosa CRP 03/4342
p osit
o
Kallila Barbosa CRPr 03/4342

op
@dep

orpr
op
osito

PODER MINISTÉRIO DEFENSORIA


JUDICIÁRIO PÚBLICO PÚBLICA
(União e Estados) (União e Estados) (União e Estados)

COMPOSIÇÃO DO SISTEMA DE JUSTIÇA


p osit
r o

op
@dep

orpr
op

Principio da
osito

Legalidade
VALOR CENTRAL (SISTEMA DE JUSTIÇA)

Kallila Barbosa CRP 03/4342


p osit

Direito
r o

op
@dep
NORMA

orpr
op Normatização objetiva de regramentos,
osito tendo a Constituição Federal como
referência legal maior.

FATO
Problemas da vida concreta e as soluções
que precisam ser encontradas no âmbito do
Sistema de Justiça

VALOR
Sentimento de Justiça (subjetivo) que, na
medida do que é possível, deve ser
contemplado.

Kallila Barbosa CRP 03/4342


p oCRP
s i 03/4342

Direitos Fundamentais
Kallila Barbosa
t
ro

op
@dep

orpr
op
osito

VIDA LIBERDADE IGUALDADE SEGURANÇA PROPRIEDADE

DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA


*DIREITOS HUMANOS*
I. O psicólogo baseará o seu trabalho no respeito e na
promoção da liberdade, da dignidade, da igualdade e da
integridade do ser humano, apoiado nos valores que
embasam a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

II. O psicólogo trabalhará visando promover a saúde e a


qualidade de vida das pessoas e das coletividades e contribuirá
para a eliminação de quaisquer formas de negligência,
discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL |


PRINCIPIOS FUNDAMENTAIS
Kallila Barbosa CRP 03/4342
3. Áreas e expectativas de
atuação profissional

p osit
r o
op
@dep

orpr

op
osito

Kallila Barbosa CRP 03/4342


PSICOLOGIA JURÍDICA E O
PSICOLOGIA JURÍDICA E A
DIREITO DE FAMÍLIA
INFÂNCIA E JUVENTUDE
Divórcios, disputa de guarda,
Garantia de direito da criança e do
regulamentação de visitas, destituição do
adolescente
poder familiar.

PSICOLOGIA POLICIAL E DAS PSICOLOGIA JUDICIAL OU


FORÇAS ARMADAS DO TESTEMUNHO, JURADO
Seleção e formação geral ou específica de •é o estudo dos testemunhos nos processos
pessoal das polícias civil, militar e do criminais, de acidentes ou acontecimentos
exército. cotidianos.

Kallila Barbosa CRP 03/4342


PSICOLOGIA JURÍDICA E PSICOLOGIA JURÍDICA DO
DIREITO CÍVEL TRABALHO
Interdição, indenizações, entre outras Psicopatologias ocupacionais, acidentes de
ocorrências cíveis. trabalho, indenizações.

PSICOLOGIA JURÍDICA E O
PSICOLOGIA PENITENCIÁRIA
DIREITO PENAL
(fase de execução) execução das penas
(fase processual) exames de corpo de
restritivas de liberdade e restritivas de
delito, de esperma, de insanidade mental,
direito.
entre outros procedimentos.

Kallila Barbosa CRP 03/4342


MEDIAÇÃO CONCILIAÇÃO

GARANTIA E VIOLAÇÃO
VITIMOLOGIA
DE DIREITOS

Kallila Barbosa CRP 03/4342


ESPIRITUAL

Bio Psico

Social
NORMA
Kallila Barbosa CRP 03/4342
4. O papel da Psicóloga
Perita

p osit
r o
op
@dep

orpr

op
osito

Kallila Barbosa CRP 03/4342


p osit
r o

op
@dep
Constroi a Prova Desenha o método de

orpr
Pericial coleta de dados
op
osito

Perita Pode esclarecer dúvidas


Pontuais do fenômeno
psicológico

Responde aos quesitos (oridinais


e complementares)
Produzirá Laudo ou Relatório
Psicológico

Kallila Barbosa CRP 03/4342


COMPROMISSO ÉTICO
IMPEDIMENTO
Só assumir responsabilidades para o que
Impossibilidade de atuação
for tecnicamente capaz; Sigilo

PROVA PERICIAL
SUSPEIÇÃO
Juntada a outras provas documentais e/ou
Questiona-se a possibilidade de atuação
testemunhais

Kallila Barbosa CRP 03/4342


CFP 08/2010

Art. 3º - Conforme a especificidade de cada situação, o trabalho pericial


poderá contemplar observações, entrevistas, visitas domiciliares e
institucionais, aplicação de testes psicológicos, utilização de recursos
lúdicos e outros instrumentos, métodos e técnicas reconhecidas pelo
Conselho Federal de Psicologia.
Art. 4º - A realização da perícia exige espaço físico apropriado que zele
pela privacidade do atendido, bem como pela qualidade dos recursos
técnicos utilizados.
Art. 5º - O psicólogo perito poderá atuar em equipe multiprofissional
desde que preserve sua especificidade e limite de intervenção, não se
subordinando técnica e profissionalmente a outras áreas.
Kallila Barbosa CRP 03/4342

Art. 7º - Em seu relatório, o psicólogo perito apresentará indicativos


pertinentes à sua investigação que possam diretamente subsidiar o Juiz
na solicitação realizada, reconhecendo os limites legais de sua atuação
profissional, sem adentrar nas decisões, que são exclusivas às atribuições
dos magistrados.

CFP 08/2010
5. O papel da Psicóloga
Assistente Técnica

p osit
r o
op
@dep

orpr

op
osito

Kallila Barbosa CRP 03/4342


Kallila Barbosa CRP 03/4342
Elabora quesitos
à perita
Consultoria técnica
Avalia a prova Pericial
técnica (relatório ou
laudo psicológico)

Assistente
Tecnica
Acompanha a construção da
Prova Pericial. osit
o p
r

op
@dep
Coleta de dados (paralelos)

orpr
op
osito
Art. 8º - O assistente técnico, profissional capacitado para questionar
tecnicamente a análise e as conclusões realizadas pelo psicólogo perito,
restringirá sua análise ao estudo psicológico resultante da perícia,
elaborando quesitos que venham a esclarecer pontos não contemplados
ou contraditórios, identificados a partir de criteriosa análise.
Parágrafo Único - Para desenvolver sua função, o assistente técnico
poderá ouvir pessoas envolvidas, solicitar documentos em poder das
partes, entre outros meios (Art. 429, Código de Processo Civil).

CFP 08/2010
Kallila Barbosa CRP 03/4342
CFP 08/2010

Art. 9º – Recomenda-se que antes do início dos trabalhos o psicólogo


assistente técnico formalize sua prestação de serviço mediante Termo
de Compromisso firmado em cartório onde está tramitando o processo,
em que conste sua ciência e atividade a ser exercidas, com anuência da
parte contratante.
Parágrafo Único – O Termo conterá nome das partes do processo,
número do processo, data de início dos trabalhos e o objetivo do
trabalho a ser realizado.

Kallila Barbosa CRP 03/4342


Perguntas

Kallila Barbosa CRP 03/4342


ATÉ
AMANHÃ FACEBOOK
Kallila Barbosa

E-MAIL
contato@kallilabarbosa.com.br

INSTAGRAM
@depropositoporproposito

Kallila Barbosa CRP 03/4342

Você também pode gostar