Você está na página 1de 59

RESUMO

Este trabalho é uma elaboração de laudo


técnico das condições do ambiente de
trabalho a Segurança e Saúde Ocupacional
na Empresa F A DA CUNHA EIRELI - ME. Seu
escopo abrange a apresentação da empresa
com cuidados preventivos sobre segurança
e saúde no ambiente de trabalho. Contêm
LAUDO TÉCNICO DE também relatório de inspeção e Norma
Regulamentadora que estão em
CONDIÇÕES DE conformidade com a empresa descrita.
Rivaldo Batista da Nó brega Junior
SEGURANÇA DO CONSULTORIA EM CERÂ MICA VERMELHA NOVA
CANAÂ

TRABALHO E
HIGIENE
OCUPACIONAL.
SAÚDE E SEGURAÇA E MEIO AMBIENTE DO
TRABALHO – ESTUDO E APLICAÇÃO DAS
NORMAS REGULAMENTADORAS DA
SECRETARIA ESPECIAL DE INSPEÇÃO DO
TRABALHO DO MINISTERIO DA ECÔNOMIA
ENIT.
1

EMPRESA:
F A DA CUNHA EIRELI - ME

Dezembro/2020
2

SUMÁRIO

DADOS TÉCNICOS PRELIMINARES................................................................................. 03

APRESENTAÇÃO.................................................................................................................. 04

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO................................................................................................ 11

CONCLUSÃO......................................................................................................................... 54

APÊNDICE 1 Responsabilidade Técnica - (RT) .....................................................................56

APÊNDICE 2 Levantamento Fotográfico ...............................................................................57

ANEXO Mídia digital (drive) ..................................................................................................58


3

DADOS TÉCNICOS PRELIMINARES

Título:
Laudo técnico de condições de Segurança do Trabalho e Higiene Ocupacional da F A
DA CUNHA EIRELI - ME
CNPJ: 13.991.670/0001-69
CNAE: 23.42-7-02 - Fabricação de artefatos de cerâmica e barro cozido para uso
na construção, exceto azulejos e pisos.

Local/endereço do objeto do serviço:


ROD BR 304 KM 115, 1900 - SITIO MORADA NOVA - CEP: 59650000 - ASSU/RN

Descrição resumida do serviço:


Avaliação sobre as condições de Segurança do Trabalho e Higiene ocupacional na F
A DA CUNHA EIRELI - ME, com emissão de laudo técnico.

Técnicas utilizadas:
* Inspeção in loco;
* Entrevista com trabalhadores da F A DA CUNHA EIRELI - ME;
* Registro fotográfico;
* Mídia digital (Drive).

Condições encontradas:
Todas as não conformidades, bem como as conformidades encontradas estão
descritas no relatório de inspeção que é parte integrante deste documento.

Propostas/ Diagnóstico:
As propostas, bem como o diagnóstico técnico estão contempladas na conclusão
deste documento.

Informações Adicionais:
O levantamento das condições de Segurança e Higiene Ocupacionais existentes nas
instalações da F A DA CUNHA EIRELI - ME foi acompanhado por um profissional
legalmente habilitado, e as informações adicionais foram obtidas por meio de relatos
dos servidores que se encontravam no local durante a inspeção.

Documento de registro:
Art. nº 001/2020

Responsável Técnico:
4

APRESENTAÇÃO

A empresa F A DA CUNHA EIRELI - ME é responsável pela fabricação de


artefatos de cerâmica e barro cozido para uso na construção, exceto azulejos e
pisos.
O processo de produção inicia-se no barreiro com a pulverização do barro
(argila misturada umidificada) a ser utilizado para curtir e ser utilizado sempre nos
dias seguintes. O passo seguinte é o deslocamento do barro para o caixão de
alimentação através de máquina pá carregadeira, de onde passa a ser
gradativamente liberado por gravidade e por ajuda do próprio mecanismo da
máquina (caixão alimentador), não sendo necessário utilizar uma enxada para
auxiliar na derrubada do barro para a esteira. O transporte é feito por uma esteira de
ferro sob o caixão de alimentação, a partir daí, o barro passa a ser deslocado por
outras esteiras com destino às máquinas denominadas: misturador, laminador,
maromba e cortador, dos quais já se obtém as telhas, tijolos e lajotas que passam
por um processo de seleção, secagem (virando-se) e finalmente a queima
(cozimento), nesse percurso são feita a retirada das raízes e pedras existentes no
barro, o processo todo e umidificado sendo acrescentados 20% de agua na argila,
eliminado poeiras já que o processo e via úmida.
Após serem cortadas as peças que saem da maromba, são colocados
manualmente em vagonetas ou carinhos para serem transportados para os galpões
de secagem para serem enxugados naturalmente ou artificialmente. Após o
processo de secagem são levados e arrumados nos fornos onde são pré-aquecidos
e depois queimados, sendo essa a última etapa do processo, após a queima as
peças são retiradas do forno para comercialização.
A empresa trabalha em regime de 8 (oito) horas diárias de acordo com a
CLT no seu Capítulo II Artigos 58 a 75 e DECRETO-LEI N.º 5.452, DE 1º DE MAIO
DE 1943, e seus setores e funções estão descriminado em tabela abaixo; para
desenvolver tais atividades, a F A DA CUNHA EIRELI - ME conta com servidores
regidos pela Lei 8.112 de 1990.

Saúde e Segurança no Trabalho


A saúde e a segurança do trabalho são alguns dos focos de atuação da Justiça
do Trabalho, especialmente por meio do Programa Nacional de Prevenção de
Acidentes de Trabalho (Trabalho Seguro), e merecem destaque neste 27 de julho - Dia
Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho. O contexto da pandemia e da crise
econômica e sanitária reforça a existência de diferentes realidades no ambiente de
trabalho, com pessoas exercendo suas atividades em home office e outros prestando,
presencialmente, serviços essenciais à população. Nos dois casos, a saúde e a
segurança passaram a ganhar ainda mais importância com as ações de prevenção ao
contágio pelo novo coronavírus.
Com base nessa nova realidade, o Programa Trabalho Seguro definiu
como tema de atuação no biênio 2020-2022 a “Construção do trabalho seguro e
decente em tempos de crise: prevenção de acidentes e de doenças ocupacionais”.
Entenda, nesta matéria especial, o que é saúde e segurança no trabalho, quais suas
implicações econômicas e sociais e quais são os direitos e os deveres relacionados ao
assunto.
5

Impacto humanitário e econômico


De acordo com os dados da Plataforma SmartLab, iniciativa conjunta do
Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Organização Internacional do Trabalho
(OIT) Brasil, que compila e organiza dados públicos, o Brasil, desde 2012, já teve mais
de 5,4 milhões de notificações de acidentes de trabalhadores com carteira assinada.
Isso significa uma notificação a cada 49 segundos. Mais de 19 mil desses acidentes
resultaram em morte.
Além do impacto humanitário e social, os acidentes de trabalho também têm um
reflexo econômico. Desde 2012, foram mais de 423 milhões de dias de trabalho
perdidos e R$ 95 bilhões gastos com afastamentos acidentários pagos pelo Instituto
Nacional do Seguro Social (INSS). 
O setor econômico com mais notificações foi o de atendimento hospitalar, com
52,1 mil notificações somente em 2018 e mais de 378 mil de 2012 a 2018. O comércio
varejista de mercadorias em geral e a administração pública aparecem em seguida. A
ocupação mais frequente citada em notificações é a de alimentador de linha de
produção (6%), seguida de técnico de enfermagem (5%) e de faxineiro (3%).
Cortes, laceração, ferida contusa e punctura são 21% das lesões mais
frequentes. As partes do corpo mais atingida são as mãos (24%), e 15% das
notificações têm como agentes causadores máquinas e equipamentos, seguidos por
agentes químicos (14%). Por fim, um recorte por gênero mostra que os homens são os
que mais se acidentam, com mais de 3 milhões de notificações (68% dos casos).
Os números, contudo, refletem apenas os acidentes com trabalhadores que têm
ou tinham vínculo de emprego. Não estão incluídos na estatística os trabalhadores
informais e os servidores públicos estatutários.

Prevenção de doenças e acidentes


Os locais de trabalho, muitas vezes pelas próprias características das
atividades desempenhadas – como a manipulação de produtos químicos ou a
exposição a agentes físicos ou biológicos –, podem comprometer a saúde e a
segurança do trabalhador, seja de forma imediata ou com o passar do tempo. As
medidas de saúde e segurança no trabalho dizem respeito a uma série de normas e
procedimentos que buscam prevenir acidentes e doenças ocupacionais.
A segurança no trabalho envolve todos os aspectos relacionados à saúde
dentro do ambiente laboral. Doenças ocupacionais, violência, assédio moral e sexual,
acidentes de trabalho e assuntos relacionados fazem parte dos temas que são
observados.
Profissões específicas
Por se tratar de uma área técnica, há profissões específicas para atuar neste
ramo, com diferentes competências. Os engenheiros de segurança do trabalho são
6

responsáveis por inspeções, laudos técnicos e planos de prevenção. Também contam


com o apoio de técnicos em segurança do trabalho. Na área da saúde, o tema fica por
conta dos médicos e dos enfermeiros do trabalho, responsáveis pela saúde
ocupacional.
Esses profissionais ficam encarregados de garantir que as normas sobre a
matéria sejam devidamente aplicadas. Essas normas têm base na legislação brasileira
e nas convenções internacionais. 

Direitos e deveres
O direito à saúde e à segurança no trabalho aparece no rol de direitos sociais
da Constituição da República: “São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além
de outros que visem à melhoria de sua condição social: redução dos riscos inerentes
ao trabalho, por meio de normas de saúde, higiene e segurança” (artigo 7º, inciso
XXII).
A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) tem um capítulo específico para
segurança e medicina do trabalho. As empresas têm a obrigação de cumprir e fazer
cumprir as normas de segurança do trabalho e de instruir os empregados sobre as
precauções para evitar acidentes.  Também é obrigatório à empresa fornece
equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados ao risco e em perfeito estado
de funcionamento (artigo 166). 
Aos empregados, cabe observar as normas de segurança. Assim, toda a
sociedade tem uma parcela de responsabilidade na prevenção de acidentes –
diagnosticando possíveis riscos, reduzindo chances e monitorando esses elementos.

Leis e convenções
O normativo também assegura direitos aos que estão expostos a riscos – os
adicionais de insalubridade e de periculosidade. De acordo com o artigo 193 da CLT,
são consideradas atividades perigosas aquelas em que o trabalhador tem contato com
fatores de risco, como inflamáveis, explosivos, energia elétrica e violência. Já
atividades insalubres são as que expõem os empregados a agentes nocivos à saúde
acima dos limites de tolerância, fixados em razão da natureza e da intensidade do
agente e do tempo de exposição aos seus efeitos (artigo 189).
Compõem ainda o conjunto de normas sobre o tema a Política Nacional de
Meio Ambiente (Lei 6.938/1981), a Política Nacional de Educação Ambiental (Lei
9.765/1999), a Política Nacional de Saúde e Segurança no Trabalho (Decreto
7.602/2011), o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do
Trabalho (Lei 11.121/1995) e o Programa Integrado de Assistência ao Acidentado do
Trabalho (Portaria Interministerial 14/1996).
Por fim, o assunto também é tema de 19 convenções da Organização
Internacional do Trabalho (OIT), com destaque para a Convenção 155, sobre
segurança e saúde dos trabalhadores, promulgada pelo governo brasileiro em 1994.
7

Com aplicação a todas as áreas de atividade econômica, o documento entende


“saúde” de maneira ampla, que abrange a ausência de doenças e os elementos físicos
e mentais que afetam a saúde e estão diretamente relacionados com a segurança do
trabalho. O objetivo da convenção é que os países formulem políticas nacionais para
prevenir os acidentes e os danos à saúde que forem consequência do trabalho ou
tenham relação com ele, reduzindo ao mínimo, na medida em que for razoável e
possível, as causas dos riscos inerentes ao meio-ambiente de trabalho.

Normas regulamentadoras
Outra grande referência sobre o tema são as 37 Normas Regulamentadoras
(NR) da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia (extinto Ministério do
Trabalho). Elas detalham a aplicação das disposições da CLT sobre medidas
preventivas de medicina do trabalho, edificações, iluminação, conforto térmico,
instalações elétricas, armazenagem de materiais, atividades insalubres, etc. 
Essas normas devem ser implementadas obrigatoriamente, no local de trabalho
e visam à proteção de empregadores e trabalhadores. Entre os temas tratados estão
equipamentos de proteção, sinalização de segurança e treinamentos de evacuação
em questões mais graves, como em incêndio.
Um exemplo é a Norma Regulamentadora 5, que instituiu a Comissão Interna
de Prevenção de Acidentes (CIPA), com o objetivo de tornar compatíveis,
permanentemente, o trabalho, a preservação da vida e a promoção da saúde do
trabalhador. As CIPAS são compostas por representantes dos empregadores e dos
empregados e têm como atribuições identificar os riscos do processo de trabalho;
elaborar o mapa de riscos, com a participação do maior número de trabalhadores;
elaborar plano de trabalho que possibilite a ação preventiva na solução de problemas
de segurança e saúde no trabalho; e participar da implementação e do controle da
qualidade das medidas de prevenção necessárias, entre outros.
O fornecimento de equipamentos de proteção individual, a promoção de
eventos de conscientização e o monitoramento de condições seguras são exemplos
dessas normas sendo colocadas em prática.

Defesa da vida
As normas e a atuação das instituições responsáveis pelo assunto têm voltado
a atenção para as ações de prevenção. “A prevenção é e será, em qualquer
circunstância, a melhor saída para empregados empregadores”, afirma a ministra
Delaíde Miranda Arantes, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), coordenadora do
Programa Trabalho Seguro da Justiça do Trabalho. “É a forma mais eficiente para
evitar os infortúnios e as suas nefastas consequências. É um caminho de defesa da
vida e de construção de um ambiente saudável”. 
Segundo a ministra, o trabalho de conscientização para a importância da
prevenção não é um gasto, mas um importante investimento. “A tragédia de
Brumadinho, por exemplo, é um acidente de trabalho que, se tivesse sido evitado, não
8

teria gerado tanto gastos financeiros e humanos, não se teriam perdido tantas vidas”,
assinala.
A ministra explica que a Justiça do Trabalho tem investido em ações de cunho
também educativo. “Uma grande contribuição para a prevenção se dá quando a
Justiça do Trabalho julga as ações de indenizações decorrentes de doenças ou
acidentes de trabalho”, exemplifica. Segundo ela, essas ações têm dois objetivos
principais: reparar o dano sofrido pela vítima; o segundo é causar um efeito
pedagógico. “Na medida em que a empresa se vê na obrigação de reparar o dano
causado, seja por negligência ou por falta de medidas preventivas, o efeito pedagógico
se reveste em medidas preventivas”.

Trabalho decente em tempos de crise


A pandemia provocada pelo coronavírus tem agravado doenças físicas e
psíquicas em razão dos desafios e das consequências da nova forma de vida e de
trabalho, afetando, especialmente, a população mais vulnerável. O gestor nacional do
Programa Trabalho Seguro na Região Nordeste, juiz André Machado Cavalcanti, da
13ª Região, diz que a crise tem afetado a saúde do trabalhador de diversas formas.
“Muitos foram obrigados a trabalhar em casa, muitas vezes sem condições para
tanto; outros estão trabalhando em situações de extremo risco; e uma grande parcela
está privada do trabalho, seja porque foram dispensados, seja porque são
profissionais liberais ou empreendedores e tiveram que fechar seus negócios em
razão da calamidade pública. Tudo isso causou uma situação de extremo estresse,
forte tensão e muito abalo emocional”, assinala.
O desembargador Sebastião de Oliveira, do TRT da 3ª Região (MG), gestor
nacional do Programa na Região Sudeste, afirma que o contexto atual requer esforços
de todos para evitar o adoecimento profissional. “É necessário que as corporações e
as empresas se reúnam e montem uma equipe de emergência para tratar de quatro
passos – prevenção, diagnóstico, tratamento e retorno ao trabalho. É preciso uma
conjugação de esforços de patrão e empregado para salvar todos que puder”,
ressalta. 
O juiz do Trabalho Leonardo Vieira Wandelli, da 9ª Região (PR), representante
da Região Sul no Programa Trabalho Seguro, também reforça a seriedade das
medidas de prevenção. “O cumprimento das orientações e das normas, como
distanciamento, uso de máscara, luvas, restrições no transporte de empregados, os
cuidados no refeitório, tudo deve ser exigido pelas empresas, pelos empregados e
pelo poder público, porque interessa a todos. E esse cuidado precisa ser estendido ao
teletrabalho e ao trabalho externo, tanto de empregados quanto de autônomos, o que
é um grande desafio”, observa.
As preocupações do Programa Trabalho Seguro, no entanto, se estendem além
do diagnóstico das mudanças vivenciadas. Um dos exemplos é a utilização de um
comitê de crises para atuar na promoção da saúde e da segurança laborais. “Um
comitê de crises propicia diálogos saudáveis e necessários, que resguardam o valor
social do trabalho, sem descurar da necessidade de preservação da livre iniciativa
9

como pilar de uma ordem econômica saudável”, assinala a desembargadora Maria


Beatriz Theodoro Gomes, do TRT da 23ª Região (MT), gestora nacional representante
da Região Centro-Oeste no programa. “A atuação desse comitê serve aos
administradores públicos como verdadeiro farol a iluminar caminhos de implementação
de políticas que tenham por objetivo a salvaguarda dos direitos fundamentais
trabalhistas, notadamente a promoção da saúde e segurança do trabalho”.
A preocupação também vai além do momento atual, pois considera também as
consequências e os riscos psicossociais do trabalho pós-pandemia. “É certo que o
teletrabalho e a interação virtual, envolvendo a comunicação não presencial
intermediada por e-mails, telefone, videoconferências e aplicativos como WhatsApp,
serão integradas ao cotidiano de muitas empresas definitivamente”, afirma a
desembargadora Márcia Bessa, do TRT da 11ª Região (AM/RR), gestora nacional
representante da Região Norte. “E aí surgem doenças novas, ou não tão novas assim,
como o tecnoestresse e a infoxicação. Como identificá-las e preveni-las? Um dos
desafios do futuro será lidar com os males advindos do uso excessivo da tecnologia.
Surgirão muitos debates, especialmente em relação ao controle da jornada de
trabalho”.

Lives do Programa Trabalho Seguro


Para compartilhar com a sociedade mais informações e desenvolver melhor os
temas, o Programa Trabalho Seguro realiza, em julho, a maratona de lives
“Construção do trabalho seguro e decente em tempos de crise”. As transmissões são
realizadas semanalmente, com lives por região geográfica do País e a última com a
coordenadora nacional do programa. Os eventos também buscam marcar o dia 27 de
julho, Dia Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho. 
Como Surgiram As Normas Regulamentadoras E Quais As NRs Vigentes?

Quando se fala em Segurança e Saúde do Trabalho (SST), duas letrinhas não


saem da cena: NR. A sigla para Norma Regulamentadora remonta aos primórdios
das leis trabalhistas brasileiras, nascidas a partir da lei nº 6.514 de 22 de dezembro
de 1977, que estabeleceu a redação dos art. 154 a 201 da Consolidação das Leis do
Trabalho – CLT, relativas à segurança e medicina do trabalho.
O art. 200 da CLT estabelece ao Ministério do Trabalho a função de criar as
disposições complementares às normas relativas a SST. E, a partir disso, em 1978 o
MT aprovou a Portaria nº 3.214, que regulamentou as NRs pertinentes a esta área.
De início, 28 NRs foram aprovadas, segundo a Portaria nº 3.214. Hoje, já são
37 NRs – todas de observância fundamental para quem tem empregados regidos
pela CLT, mas, mais do que isso, para quem e importa com a saúde e a segurança
no ambiente de trabalho.

Quem elabora as NR?

As NR foram elaboradas e são modificadas por uma comissão tripartite


composta por representantes do governo, empregadores e dos empregados.
10

As NR só podem ser elaboradas e modificadas por meio de Portarias expedidas


pelo MTE, e isso acontece sempre que o mesmo sente que algo precisa ser
modificado, melhorado ou excluído.

As NR’s são criadas a partir das seguintes necessidades:

– Demandas da sociedade;

– Bancadas de empregadores e trabalhadores;

– Órgãos governamentais;

– Necessidades apontadas pela inspeção do trabalho;

– Compromissos internacionais;

– Estatísticas de acidentes e doenças.

Processo de criação das NR


– Definição de prioridades: Comissão Tripartite Paritária Permanente (CTPP).

– Formulação de texto técnico básico: Grupo de Trabalho (GT) ou Grupo de Estudos

Tripartite (GET).

– Consulta pública: publicação no DOU pela Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT).

– Discussão tripartite: Grupo Tripartite de Trabalho (GTT).

– Análise final: CTPP, seguida de revisão pela SIT.

– Publicação: SIT.

– Acompanhamento da implementação: Comissão Nacional Temática Tripartite

(CNTT).

Fontes de pesquisa:

https://segurancadotrabalhonwn.com/o-que-e-nr/

https://rsdata.com.br/nr/como-surgiram-as-normas-regulamentadoras-e-quais-as-nrs-
vigentes/#:~:text=A%20sigla%20para%20Norma%20Regulamentadora,seguran
%C3%A7a%20e%20medicina%20do%20trabalho.

http://www.tst.jus.br/saude-e-seguranca-do-trabalho

Escola Nacional da Inspeção do Trabalho – ENIT - INSPEÇÃO DO TRABALHO -


https://enit.trabalho.gov.br/portal/index.php/seguranca-e-saude-no-trabalho/sst-
menu/sst-normatizacao/sst-nr-portugues?view=default
11

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO

Durante Inspeção de segurança realizada na F A DA CUNHA EIRELI - ME


foram observados vários aspectos que contribuem para o aumento da condição de
exposição de riscos e de prejuízo à saúde ocupacional.
As Normas Regulamentadoras (NR) são disposições complementares ao
capítulo V da CLT, consistindo em obrigações, direitos e deveres a serem cumpridos
por empregadores e trabalhadores com o objetivo de garantir trabalho seguro e
sadio, prevenindo a ocorrência de doenças e acidentes de trabalho. A
elaboração/revisão das NR é realizada pelo Ministério do Trabalho/Ministério da
Economia através da Escola Nacional da Inspeção do Trabalho ENIT, dotando o
sistema tripartite paritário por meio de grupos e comissões compostas por
representantes do governo, de empregadores e de empregados.
Segue abaixo alguns pontos a serem discutidos neste laudo referente a
Normas Regulamentadoras para segurança no trabalho vistas na empresa, em
conformidade com Portaria N.º 3.214, 08 de junho de 1978 do MTE - Normas
Regulamentadoras - NR - do Capítulo V, Título II, da Consolidação das Leis do
Trabalho, relativas à Segurança e Medicina do Trabalho:

NR 1 – DISPOSIÇÕES GERAIS E GERENCIAMENTO DE RISCOS


OCUPACIONAIS

TÓPICOS C N NA
C
Cumpre e faz cumprir as disposições legais e regulamentares sobre
segurança e medicina do trabalho?
Elabora ordens de serviço (O.S.) sobre segurança e medicina do trabalho?
Dá ciência de suas ordens de serviço (O.S.) aos empregados?
Os empregados recebem da empresa instruções visando prevenir os atos
inseguros no desempenho do trabalho?
A empresa informa as obrigações e proibições que os empregados devam
conhecer e cumprir?
A empresa dá conhecimentos aos empregados de que serão passíveis de
punição, pelo descumprimento das ordens de serviço expedidas?
A empresa adota medidas para eliminar ou neutralizar a insalubridade?
A empresa adota medidas para eliminar ou neutralizar as condições
inseguras?
A empresa informa aos trabalhadores os resultados dos exames médicos?
A empresa informa aos trabalhadores os resultados das avaliações
ambientais?
A empresa permite que representantes dos trabalhadores acompanhem a
fiscalização dos preceitos legais e regulamentares sobre segurança e
medicina do trabalho?
A empresa de imediato audita o uso do EPI de seu subordinado?

Legenda:
C - CONFORME
NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL
12

NR 4 – SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM


MEDICINA DO TRABALHO

TÓPICOS C NC NA

O dimensionamento do SESMET está baseado na gradação do risco e ao


nº total de empregados, conforme Quadros I e II?
O nº de Engenheiro de Segurança atende os requisitos dos Quadros I e II?
O nº de Técnicos de Segurança do Trabalho atende os requisitos dos
Quadros I e II?
O nº de Médico do Trabalho atende os requisitos dos Quadros I e II?
O nº de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho atende os requisitos dos
Quadros I e II?
Os profissionais do SESMET são empregados da empresa?
O SESMET participa visando eliminar ou neutralizar os riscos de acidentes
ou doenças ocupacionais nos projetos e na implantação de novas
instalações físicas e tecnológicas da empresa?
O SESMET orienta sobre o cumprimento dos dispostos nas NR?
O SESMET mantém permanente relacionamento com a CIPA?
O SESMET promove atividades de conscientização, educação e
orientação dos trabalhadores para a prevenção de acidentes do trabalho e
doenças ocupacionais?
O SESMET registra mensalmente os dados atualizados de acidentes do
trabalho?
O SESMET registra mensalmente os dados atualizados de doenças
ocupacionais?
O SESMET registra mensalmente os dados atualizados de agentes de
insalubridade?
Há planos de controle de catástrofe e emergência?
Há planos de disponibilidade de meios que visem o combate a incêndio?
Há planos de disponibilidade de meios para salvamento e de imediata
atenção à vítima?
Existe definição quanto ao grau de risco da empresa?

Legenda:
C - CONFORME
NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL
13

NR 5 – COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES

TÓPICOS C NC NA

A CIPA é composta por representantes do empregador e dos empregados,


de acordo do dimensionamento previsto no quadro I da NR5
Os representantes dos empregadores titulares e suplentes, foram por ele
designados?
Os representantes dos empregados titulares e suplentes foram eleitos em
escrutínio secreto?
O número de membros titulares e suplentes da CIPA, considerando a
ordem decrescente de votos recebidos, obedecendo ao dimensionamento
do quadro I da NR05?
O estabelecimento se enquadra no quadro I da NR05?
O mandato dos membros eleitos da CIPA teve a duração de um ano e foi
permitida a reeleição?
São garantidas aos membros da CIPA condições que não descaracterizem
suas atividades normais na empresa?
A empresa garante aos seus indicados que tenham a representação
necessária para a discussão e encaminhamento das soluções de questões
de segurança e saúde no trabalho analisadas na CIPA?
A empresa designou entre seus representantes o presidente da CIPA, e os
representantes dos empregados escolheram entre os titulares o vice-
presidente?
Os membros da CIPA, eleitos e designados foram empossados no primeiro
dia útil após o termino do mandato anterior?
Foi indicado, de comum acordo com os membros da CIPA, um secretário e
seu substituto?
A documentação referente ao processo eleitoral da CIPA, incluindo as Atas
de eleição e de posse e o calendário anual das reuniões ordinárias,
encontra-se no estabelecimento à disposição da fiscalização do MTE?
A documentação referente ao processo eleitoral da CIPA, incluindo as Atas
de eleição e de posse e o calendário anual das reuniões ordinárias, foi
encaminhada ao sindicato dos trabalhadores da categoria?
A CIPA identifica os riscos do processo de trabalho e elabora o mapa de
risco, com a participação do maior nº de trabalhadores, com assessoria do
SESMT, se houver?
A CIPA realiza periodicamente, verificações nos ambientes e condições de
trabalho visando a identificação de situações que venham a trazer riscos
para a segurança e saúde dos trabalhos?
A CIPA realiza, a cada reunião, avaliação do cumprimento das medidas
fixas em seu plano de trabalho e discute as situações de risco que foram
identificadas?
A CIPA divulga aos trabalhadores informações relativas à segurança e
saúde no trabalho?
A CIPA colabora no desenvolvimento e implementação do PCMSO e
PPRA e de outros programas relacionados à segurança e saúde no
trabalho?
A CIPA divulga e promove o cumprimento das normas regulamentadoras,
bem como cláusulas de acordos e convenções coletivas de trabalho,
relativas à segurança e saúde no trabalho?
A CIPA requisita a empresa copias das CAT emitidas?
A CIPA promove, anualmente, em conjunto com o SESMT (se houver), a
semana interna de prevenção de acidentes do trabalho - SIPAT
14

A CIPA participa, anualmente, em conjunto com a empresa, de campanhas


de prevenção da AIDS?
A CIPA tem as reuniões mensais, de acordo com o calendário
preestabelecido?
As reuniões ordinárias da CIPA são realizadas durante o expediente
normal da empresa e em local apropriado?
As reuniões ordinárias da CIPA têm atas assinadas pelos presentes e com
encaminhamento de copias para todos os membros?
As atas ficam no estabelecimento a disposição de eventual fiscalização por
órgãos competentes?
A CIPA realiza reuniões extraordinárias, caso ocorra de denúncia de
situação de risco grave e eminente que determine aplicação de medidas
corretivas de emergência?
A CIPA realiza reuniões extraordinárias, caso ocorra de acidente de
trabalho grave ou fatal?
A empresa promove treinamento para os membros da CIPA, titulares e
suplente, antes da posse?
Caso, a empresa não se enquadre no Quadro I, promove anualmente
treinamento para o designado responsável pelo cumprimento do objetivo
da NR05?
O treinamento para CIPA aborda temas preestabelecidos nos programas
de saúde e segurança do trabalho?
O treinamento da CIPA atende carga horária estabelecidas pela NR05?
O processo eleitoral da CIPA foi seguiu conformidade da NR05?

Legenda:
C - CONFORME
NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL
15

NR 6 – EQUIPAMENTO DE PREVENÇÃO INDIVIDUAL (EPI)

TÓPICOS C NC NA

A empresa fornece gratuitamente aos empregados os EPIs


adequados ao risco?
São fornecidos em perfeito estado de conservação e
funcionamento?
Os EPIs são fornecidos após análise onde as medidas de proteção
coletiva foram tecnicamente inviáveis?
Os EPIs são fornecidos quando as proteções coletivas não
oferecerem completa proteção contra os riscos de acidentes do
trabalho ou doenças profissionais?
Os EPIs são fornecidos quando ocorre situações de emergência?
Existe na empresa EPIs que visem a proteção da cabeça?
Existe na empresa EPIs que visem a proteção dos membros
superiores?
Existe na empresa EPIs que visem a proteção dos membros
inferiores?
Existe na empresa EPIs contra quedas com diferença de nível?
Existe na empresa EPIs que visem a proteção auditiva?
Existe na empresa EPIs que visem a proteção respiratória para
exposições a agentes ambientais em concentrações prejudiciais à
saúde do trabalhador de acordo com os limites estabelecidos na
NR-15?
Existe na empresa EPIs que visem a proteção do tronco?
Existe na empresa EPIs que visem a proteção do corpo inteiro?
Existe na empresa EPIs que visem a proteção da pele?
O empregado trabalha calçado?
Há proibição quanto ao uso de tamancos, sandálias e chinelos?
O SESMT recomenda ao empregador o EPI adequado ao risco
existente?
O EPI possui C.A. expedido pelo MTb?
O empregado é treinado sobre seu uso adequado?
O empregador torna seu uso obrigatório?
O empregado o utiliza apenas para o fim a que se destina?
O empregado está ciente de sua responsabilidade quanto a sua
guarda e conservação?
O empregado informa seu superior hierárquico qualquer alteração
que o torne impróprio para uso?
Os EPIs apresentam em caracteres indeléveis e bem visíveis o
nome comercial da fabricante ou importador e o n° do C.A.?
O C.A. tem validade de 05 anos?

Legenda:
C - CONFORME
NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL
16

NR 8 – EDIFICAÇÕES

TÓPICOS C NC NA

Os pisos dos locais de trabalho apresentam saliências ou


depressões que dificultem a circulação de pessoas ou materiais?
Existem aberturas nos pisos e nas paredes?
Por estas aberturas é possível a queda de objeto ou de pessoas?
Os pisos, escadas e rampas oferecem resistência suficiente para
suportar as cargas móveis e fixas?
As rampas e as escadas fixas foram construídas de acordo com as
normas técnicas oficiais?
Nos pisos, escadas, rampas, corredores e passagens dos locais de
trabalho, onde houver perigo de escorregamento, foi empregado
material antiderrapante? Nas escadas e rampas dos locais de
trabalho, onde houver perigo de escorregamento, foi empregado
material antiderrapante?
Nos corredores e passagens dos locais de trabalho, onde houver
perigo de Escorregamento, foi empregado material
antiderrapante?
Nos terraços, mezanino há proteção contra quedas (guarda corpo
com 0,90 m de altura)?
O guarda corpo (quando for vazado), possui uma das dimensões
igual ou inferior a 0,12 m?
O guarda corpo é capaz de resistir ao esforço horizontal de 80
Kg/m2 aplicado em seu ponto mais desfavorável?
As partes externas, bem como as que separem unidades de uma
edificação são resistentes ao fogo?
As partes externas, bem como as que separem unidades de uma
edificação possuem isolamento térmico
As partes externas, bem como as que separem unidades de uma
edificação possuem condicionamento acústico?
As partes externas, bem como as que separem unidades de uma
edificação possuem resistência estrutural?
As partes externas, bem como as que separem unidades de uma
edificação possuem impermeabilização?
Os pisos e as paredes são impermeáveis?
Os pisos e as paredes são protegidos contra umidade?
Há cobertura no local de trabalho que assegure proteção contra as
chuvas?
As construções foram construídas evitando a insolação excessiva ou
falta de insolação?
As condições de conservação são as ideais?

Legenda:
C - CONFORME
NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL
17

NR 9 – PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

TÓPICOS C NC NA

Foi elaborado o PPRA?


Foi implantado visam a preservação da saúde e da integridade dos
trabalhadores, através da antecipação, reconhecimento, avaliação
e consequente controle da ocorrência de riscos ambientais
existentes ou a existir?
O PPRA está articulado com o PCMSO?
Consta da estrutura do PPRA o planejamento anual com
estabelecimento de metas, prioridades e cronograma?
Qual sua estratégia e metodologia de ação?
Qual a forma de registro, manutenção e divulgação dos dados?
Qual a periodicidade e forma de avaliação do desenvolvimento do
PPRA?
A análise global do PPRA para avaliação do desenvolvimento e
realização dos ajustes necessários e estabelecimento de novas
metas e prioridades é realizada pelo menos uma vez por ano?
O PPRA está descrito em um documento base contendo todos os
aspectos estruturais?
O documento base e suas alterações são apresentados e discutidos
na CIPA?
Se afirmativo, sua cópia é anexada ao livro atas da CIPA?
O documento base e suas alterações estão disponíveis de modo a
proporcionar o imediato acesso às autoridades competentes?
O cronograma indica claramente os prazos para desenvolvimento
das etapas e cumprimento das metas do PPRA?
O PPRA contempla a etapa de antecipação e reconhecimento dos
riscos?
O PPRA prevê o estabelecimento de prioridades e metas de
avaliação e controle?
O PPRA prevê a avaliação dos riscos da exposição dos
trabalhadores?
O PPRA prevê a implantação de medidas de controle e avaliação de
sua eficácia?
O PPRA prevê o monitoramento da exposição aos riscos?
O PPRA prevê o registro e divulgação dos dados?
A etapa de antecipação é realizada na análise de projetos, métodos
ou processos?
Durante o reconhecimento dos riscos, foi identificado irregularidade?
São determinadas e localizadas suas fontes geradoras?
É identificado o nº de funcionários que estarão expostos aos riscos?
São identificadas as funções dos trabalhadores expostos?
São identificados a caracterização das atividades e do tipo de
exposição?
A avaliação quantitativa é feita para comprovar o controle da
18

exposição ou a inexistência dos riscos identificados na etapa de


reconhecimento?
É dimensionada a exposição dos trabalhadores?
Foram adotadas medidas necessárias e suficientes para eliminação
ou minimização dos riscos ambientais?
Os resultados das avaliações quantitativas da exposição dos
trabalhadores excederam os limites previstos na NR-15?
A implantação de medidas de caráter coletivo é acompanhada de
treinamento dos trabalhadores visando assegurar sua eficiência?
Quando houver inviabilidade técnica da adoção de medidas de
proteção coletiva, ou quando estas não forem suficientes são
adotadas outras medidas?
Se afirmativo, são fornecidos EPIs?
Os funcionários são treinados quanto ao seu uso?
O PPRA estabelece critérios de avaliação de sua eficácia baseadas
em dados obtidos no controle médico da saúde previsto na NR-7?
Está definido o nível de ação a que deve ser iniciadas as ações
preventivas do PPRA?
As ações incluem o monitoramento periódico da exposição dos
trabalhadores?
As ações incluem a informação ao trabalhador?
As ações incluem o controle médico?
Para agentes químicos, onde a metade dos limites de exposição
ocupacional é feito controle sistemático?
Para ruído, a dose de 0,5 (dose superior a 50%), conforme critério
estabelecido na NR-15, anexo nº 1, item 6, é feito controle
sistemático?
Existe registro de dados, de forma a constituir um histórico técnico e
administrativo do desenvolvimento do PPRA?
Os dados são mantidos em arquivo pelo período mínimo de 20
anos?
Os dados estão disponíveis para os trabalhadores ou seus
representantes de classe?
Os dados estão disponíveis para as autoridades competentes?
Os trabalhadores colaboram e participam na implantação e
execução do PPRA?
Os trabalhadores seguem as orientações recebidas nos
treinamentos oferecidos dentro do PPRA?
Os trabalhadores informam seu superior hierárquico ocorrências que
julgue possam implicar em riscos à saúde dos trabalhadores?
Os trabalhadores apresentam propostas para proteção dos riscos
ambientais do PPRA?
Os trabalhadores recebem informações e orientações a fim de
assegurar proteção aos riscos ambientais identificados na execução
do PPRA?
Os trabalhadores são informados de maneira apropriada e suficiente
sobre os riscos ambientais que possam existir no local de trabalho?
O empregador garante que, na ocorrência de riscos ambientais
grave e iminente risco a um ou mais trabalhadores, estes poderão
interromper de imediato suas atividades?

Legenda:
C - CONFORME
NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL
19

NR-10 - INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE

TÓPICOS C NC NA

Há risco de choque elétrico no equipamento tipo metal


eclodes compartimentado?
Há risco de choque elétrico no equipamento tipo metal
eclodes?
Há risco de choque elétrico no equipamento aberto
(divisão pôr chapas metálicas ou alvenaria)?
Há espaço suficiente Para controle - unilateral 0,80 m e bilateral
1,00 m, para manobra - unilateral 1, 00 m e bilateral 1,20 m
existe possibilidade de contatos casuais?
Se afirmativo, existem obstáculos para isolamentos?

Estão todos elementos eletromecânicos aterrados?

Existe alguma operação de risco que exija proteção


complementar através de controle à distância?
A instalação está abaixo do nível do solo?

A instalação tem impermeabilização total contra a entrada de


água?
As instalações estão protegidas contra
intempéries?
Existem equipamentos contendo líquidos inflamáveis em
quantidade significativa (acima de 25 litros)?
Existem barreiras para isolar o líquido em chamas?

Existe poço de coleta exclusivo para o líquido inflamável?

Se existe, estão desobstruídos?

Existe proteção automática contra sobrecorrente e


sobretensão?
As portas de saída de emergência abrem para o
lado de fora?
As portas são revestidas de chapas metálicas e suas
dimensões são de 0,80 x 2 ,10 m?
A porta possui em seu lado interno a barra de comando
(fechadura antipático)?
Existem transformado res e capacitores 2 localizados no
interior de edificações destinados a trabalho, estão em locais
bem ventilados?
Existem transformado res e capacitores 2 localizados no
interior de edificações destinados a trabalho, estão em locais
bem ventilados?
20

O nível de iluminamento está adequado com a NBR


ISSO/CIE 8995? 1- Sala de operação 300 luxes; 2- Sala de
controle 200 luxes; 3- Parte posterior dos quadros de
distribuição 100 lux
Todos os dispositivos de desligamento e manobra estão
identificados e possuem sinalização?
Existem proteção contra descarga atmosférica?

Os cabos e leitos estão instalados corretamente


(isolamento, dimensionamento, identificação e aterramento)?
Os circuitos elétricos diferentes (telefonia, sinalização etc.)
estão instalados separadamente?
Quanto a localização, identificação os quadros de distribuição e
painéis de controle estão instalados corretamente?
Todas as baterias instaladas são do tipo alcalina?

Se negativo, as instalações são providas de piso ante-


ácido e boa ventilação?
Está localizada a parte do restante das instalações?
Foi realizada a medição da atmosfera ambiental
(O2, LIE, outros gases)?
Durante os serviços em instalações elétricas são previstos
Sistemas de Proteção Coletivas - SPC?
Quando o S PC for insuficiente, existem EPIs adequados,
tais como: varas de manobras, escadas, detetores de tensão
etc.?
As ferramentas manuais são eletricamente isoladas?

Os motores, transformadores, capacitores possuem nas suas


especificações o espectro sonoro em faixas de oitava
frequência, para controle do seu nível de pressão sonora?
Os serviços de manutenção sob tensão são planejados e
programados?
Todas ocorrências, não programadas, são comunicadas ao
responsável?
Existe sinalização proibindo o acesso e a permanência
de pessoas não autorizadas às salas elétricas?
São colocadas etiquetas de advertência quando da
execução de reparos ou serviços de manutenção?
É utilizado aparelho que verifique a ausência de tensão
para sua liberação?
Para realização destes serviços o circuito elétrico é aterrado?

E os dispositivos de comando são bloqueados e sinaliza


dos? É utilizado a trava de segurança?
Os serviços de manutenção e reparos em instalações
elétricas são realizados por profissional qualificado?
São colocadas placas de advertência nas partes das
instalações elétricas sob tensão, quando h á risco de
contato?
Todas as instalações elétricas expostas estão em áreas
confinadas?
A utilização das salas elétricas é exclusiva para
instalações elétricas?
São tomadas medidas especiais de segurança quando da
realização de trabalhos em circuitos próximos a outros
circuitos com tensões diferentes?
21

Nos trabalhos em locais úmidos ou encharcados, são


utilizados cordões elétricos alimentados por transformador
de segurança ou por tensão elétrica não superior a 24
VCC?
O profissional está apto a prestar primeiros socorros,
especialmente através das técnicas de reanimação
cardiorrespiratória?
O profissional está apto a manusear e operar
equipamento de combate a incêndio?
O profissional que opera, instala, inspeciona ou repara
instalações elétricas é qualificado?
Seu estado de saúde é compatível com as atividades
desenvolvidas?
Nas instruções de serviços constam orientações quanto à
identificação e controle dos riscos e quanto a primeiros
socorros?
O profissional qualificado e autorizado a trabalhar em
instalações elétricas, possui essa condição registrada em seu
registro de empregado?
A localização física da sala elétrica é adequada?

A localização da saída de emergência é adequada?

Possui iluminação de emergência?

As lâmpadas possuem proteção ante explosão?

É bom o estado de conservação das portas e batentes?

É bom o estado de conservação das janelas?

É bom o estado de conservação dos demais utensílios do


prédio?
É bom o estado de conservação da escada de acesso?

É bom o estado de conservação da saída de


emergência?

A saída de emergência está sinalizada?

A sala elétrica está sendo desratizada?

As portas dos painéis estão fechadas?

As portas dos painéis estão trancadas?

Há indícios de estarem fumando na sala elétrica?

É bom o acesso à sala elétrica?

Existe objetos estranhos na sala elétrica?

Está vedada a entrada / saída dos cabos elétricos da


sala elétrica?

Legenda:
C - CONFORME
22

NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL

NR 11 – TRANSPORTE, MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E MANUSEI (E


ANEXOS)

TÓPICOS C N NA
C
Os poços de elevadores e monta cargas são cercados, solidamente,
em toda sua altura, com exceção das portas ou cancelas existentes
nos pavimentos?
Quando a cabina do elevador não se posiciona ao nível do
pavimento, a abertura é protegida por corrimão ou outro dispositivo?
Os equipamentos utilizados na movimentação de materiais estão em
perfeitas condições de trabalho?
Os acessórios para movimentação de carga são inspecionados?
Existe controle por escrito?
Os equipamentos utilizados na movimentação de materiais possuem
indicação em lugar visível da carga máxima de trabalho permitida?
Os carros manuais para transporte possuem protetores para as
mãos?
Os operadores de transporte com força motriz própria possuem
treinamento específico dado pela empresa?
Os operadores de equipamentos possuem cartão de identificação?
Os operadores de equipamentos possuem CNH?
No cartão consta o prazo de validade de 01 ano?
Para a revalidação do cartão o operador se submete a exame de
saúde completo?
Os equipamentos de transporte motorizados possuem buzina?
Os equipamentos de transporte motorizados sofrem manutenção
preventiva?
As peças defeituosas são substituídas imediatamente?
Nos locais fechados ou pouco ventilados, existe controle para evitar
concentrações de gases tóxicos?
Os equipamentos possuem dispositivos neutralizadores?
São adequados?
A distância máxima de 60 m para o transporte manual de sacos é
respeitada?
Para distâncias superiores é utilizado equipamento de tração
mecanizada?
Para a descarga manual de sacos, em caminhão, o trabalhador é
auxiliado por ajudante?
A altura máxima de 30 fiadas de sacos, quando for usado processo
mecanizado de empilhamento é respeitado?
A altura máxima de 20 fiadas de sacos, quando for usado processo
23

manual de empilhamento é respeitado?


O piso do armazém é constituído por material não escorregadio?
O local de carga e descarga possui cobertura?
O peso do material excede a capacidade de carga calculada para o
piso?
Os empilhamentos obstruem equipamentos de segurança?
O material empilhado está distante 0,50 m das estruturas laterais do
prédio?
A disposição da carga dificulta o trânsito?
A disposição da carga dificulta o acesso as saídas de emergência?
A disposição da carga dificulta a iluminação?
O armazenamento obedece aos requisitos de segurança especiais a
cada tipo de material?

Legenda:
C - CONFORME
NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL
24

NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

TÓPICOS C NC NA

Os comandos do quadro elétrico estão sinalizados/identificados?


Os comandos de operação estão alimentados em extra baixa
tensão?
Os dispositivos de partida e parada possuem redundância no
acionamento?
A inversão do motor elétrico da máquina não causa acidente ao
operador?
Os componentes e circuitos internos do quadro elétrico possuem
sinalização de identificação?
Os barramentos energizados no interior do quadro elétrico
possuem proteção fixa que abrange totalmente a área de risco?
Não há acumulo de cabos elétricos no interior do quadro elétrico?
Não há acumulo/guarda/depósito de materiais e objetos no
interior do quadro elétrico?
Há projeto e laudo de aterramento da máquina que comprove que
a malha de aterramento está abaixo de 10Ohms?
Aterramento: invólucro, porta do quadro elétrico, cabos no interior
do quadro elétrico?
A chave geral da máquina dispõe de sistema para bloqueio
mecânico?
Evidenciados procedimentos de desenergizarão realizados em
serviços de manutenção ou reparação em máquinas e
equipamentos?
O quadro elétrico está bloqueado com sistema tipo cadeado ou
fechadura?
O quadro elétrico possui as devidas sinalizações de risco?
A máquina possui algum dispositivo de parada de emergência?
A máquina possui o número suficiente de dispositivos de parada
de emergência?
O dispositivo de parada de emergência possui dois blocos de
contatos redundantes?
O dispositivo de parada de emergência possui correta sinalização
de identificação (português).?
O dispositivo de parada de emergência está em local visível e de
fácil acesso?
A máquina possui algum tipo de interface de segurança?
25

Os dispositivos de segurança existentes na máquina são: 1-


dispositivo de parada de emergência, 2dispositivos de Inter
travamento, 3cortinas de luz, 4bimanual, 5pedais de
acionamento, 6scanners, 7blocos hidráulico, 8válvulas de fluxo
cruzado e 9outros?
Os dispositivos de segurança existentes possuem rearme ou reset
para a repartida do sistema da máquina?
O número de dispositivos de comando bi manual é conforme o
número de operadores?
Se a operação da máquina possui mais de um operador, o bi
manual possui seletor com chave conforme o número de
operadores e indicação visual de seleção?
Os comandos bi manuais atendem requisitos da NBR 14152
(distância entre botões e proteção superior)?
O dispositivo de comando bi manual possui controle de
simultaneidade no acionamento, através de interface de
segurança?
Os comandos de operação da máquina possuem identificação
em língua portuguesa?
O pedal de acionamento da máquina possui 3 estágios (parado,
acionamento e bloqueio)?
O pedal de acionamento possui proteção superior contra
acionamentos acidentais?
O número de pedais está conforme o número de operadores da
máquina?
Se a operação da máquina possui mais de um operador, o pedal
possui seletor com chave conforme o número de operadores e
indicação visual de seleção?
A máquina necessita de chave homem morto para realizar setup?
Se a máquina possui chave intermitente, a mesma é
homologada?
As proteções fixas estão fixadas com: 1allen, 2rebite, 3soldas, 4
outros?
As proteções fixas abrangem totalmente a área de risco?
A dimensão da malha da proteção fixa está conforme tabelas de
acesso a área de risco?
As proteções móveis da máquina podem se tornar fixas?
As proteções móveis abrangem totalmente a área de risco?
A dimensão da malha da proteção móvel está conforme tabelas
de acesso a área de risco?
As proteções móveis possuem dispositivos de monitoração do
acesso?
No caso de acesso ao movimento de risco com inércia, a
proteção móvel possui chave de segurança com bloqueio
eletromecânico e redundância mecânica?
No caso de acesso ao movimento de risco com inércia, a máquina
possui rele de monitoração de movimentos ou relé temporizado
para a liberação da abertura das portas (chaves com bloqueio
eletromecânico) após cessar todos os movimentos da máquina?
A cortina de luz abrange totalmente a área de risco (dimensão e
altura)?
A cortina de luz possui laudo de verificação do tempo de parada
de máquina e afastamento da cortina de luz?
26

O scanner abrange totalmente a área de risco (dimensão e


altura)?
O scanner possui laudo de verificação do tempo de parada de
máquina e afastamento dos scanners?
A máquina possui calço mecânico com: 1regulagem de altura, 2-
sem regulagem?
O calço mecânico está monitorado através de chave de
segurança?
No caso de o calço mecânico ser monitorado através de chave
mecânica, existe redundância mecânica das chaves?
O sistema hidráulico da máquina possui bloco hidráulico de
segurança?
O bloco hidráulico de segurança possui válvula de retenção de
segurança?
As mangueiras utilizadas no sistema pressurizado possuem
sistema de segurança na situação de ruptura?
As mangueiras utilizadas no sistema pressurizado possuem
indicação da pressão máxima de trabalho admissível?
O sistema pneumático da máquina possui válvula de segurança
para bloqueio e despressurização?
A máquina possui cames de monitoração do posicionamento do
martelo?
A máquina possui: 1GuardaCorpo, 2Degrau, 3Rodapé e 4Escada
Marinheiro?
Os rodízios possuem trava em pelo menos duas rodas?
A área no entorno da máquina possui sinalização no piso?
A área no entorno da máquina está desobstruída?
A máquina possui sinalização de superfície quente?
A máquina possui deslocamento, se sim, a mesma sinaliza este
movimento?
A máquina possui manual de instrução, o mesmo está na língua
portuguesa?
O operador possui curso de capacitação de NR12?

Legenda:
C - CONFORME
NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL
27

NR 14 – FORNOS

TÓPICOS C N NA
C
Os fornos possuem construção sólida e revestimento com
material refratário?
A instalação evita acumulo de gases nocivos?
A instalação evita alta temperatura em áreas vizinhas?
A sua instalação evita altas temperaturas em para o
queimador?
As escadas e plataformas são adequadas para realização do
trabalho com segurança?
Existe sistema de proteção para evitar explosão por falha de
chama do aquecimento ou no acionamento do queimador?
Existe sistema de proteção para evitar o retrocesso de
chama?
Possui chaminé para a livre saída dos gases queimados e de
acordo com as normas técnicas sobre poluição do ar?
Possui elevador de carga?
Os poços de elevadores e monta cargas são cercados,
solidamente, em toda sua altura, com exceção das portas ou
cancelas existentes nos pavimentos?
Quando a cabina do elevador não se posiciona ao nível do
pavimento, a abertura é protegida por corrimão ou outro
dispositivo?
Os equipamentos utilizados na movimentação de materiais
estão em perfeitas condições de trabalho?
Os acessórios para movimentação de carga no vão superior
do forno, estão em boas condições?
Existe controle por escrito das manutenções do forno?
Os equipamentos utilizados na movimentação de materiais
possuem indicação em lugar visível da carga máxima de
trabalho permitida?
Os carros manuais para transporte possuem protetores para
as mãos?
Forno possui guarda corpo conforme norma?
Acesso restrito apenas ao queimador e supervisão?
Encontrado colaborador não autorizado em área de acesso
restrito?
Emitida ordem de serviço para queimadores?
Possui extintor, quantos e tipo?
Forno apresenta fissuras ou rachaduras expressivas?
Piso apresenta saliências?
Piso apresenta buracos?
28

As instalações elétricas conforme NR 10?


Nos locais fechados ou pouco ventilados, existe controle para
evitar concentrações de gases tóxicos?
Ausência de gambiarras elétricas?
Iluminação adequada?
Exaustor da chaminé eficaz ou apresenta retrocesso de
fumaça?
Nível de ruído apresentado em nível de ação?
Nível de calor acima de conforto térmico?
Colaborador usando EPI’s?
Há quadro de controle de temperatura?

Legenda:
C - CONFORME
NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL
29

NR 17 – ERGONOMIA

TÓPICOS C NC NA

Existe análise ergonômica do trabalho?

O trabalhador designado para o transporte manual regular de cargas, possui


treinamento para tal tarefa?
O trabalhador designado para o transporte manual regular de cargas, possui
treinamento para pratica de ginastica laboral?
O trabalhador designado para o transporte manual regular de cargas, passou
por exame para realizar tal tarefa?
No transporte e descarga de materiais feitos por impulsão ou tração, o esforço
físico realizado pelo trabalhador é compatível com sua capacidade de força e
que não comprometa a sua saúde ou sua segurança?
O trabalho que pode ser executado na posição sentado foi planejado ou
adaptado para esta posição?
As escrivaninhas, mesas, bancadas e os painéis proporcionam ao trabalhador
condições de boa postura, visualização e operação?
Possuem altura e características da superfície de trabalho compatíveis com o
tipo de atividade, com a distância requerida dos olhos ao campo de trabalho e
a altura do assento?
Possuem boa área de trabalho de fácil alcance e visualização do trabalhador?

Possuem características dimensionais que possibilitem posicionamento e


movimentação adequados dos segmentos corporais?
Para os trabalhos que necessite também da utilização dos pés, os pedais e
demais comandos acionados pelos pés estão posicionados e dimensionados
adequadamente?
Os assentos utilizados nos postos de trabalho têm altura ajustável à estatura do
trabalhador e à natureza da função exercida?
Os assentos utilizados nos postos de trabalho têm característica de pouca ou
nenhuma conformação na base do assento?
Os assentos utilizados nos postos de trabalho têm borda frontal e
arredondada?
Os assentos utilizados nos postos de trabalho têm encosto com forma
levemente adaptada ao corpo para proteção da região lombar?
Para as atividades em que os trabalhos devam ser realizados sentados, há
necessidade de suporte para os pés que se adapte ao comprimento da perna
do trabalhador?
Para as atividades em que os trabalhos devam ser realizados de pé, foram
colocados assentos para descanso?
Nos trabalhos de leitura para digitação, há suporte adequado para documentos
que possa ser ajustado proporcionando boa postura, visualização e operação
evitando movimentação frequente do pescoço e fadiga visual?
Os documentos são de fácil legibilidade?
30

Os terminais de vídeo possuem condições de mobilidade suficientes para


permitir o ajuste da tela do equipamento à iluminação do ambiente protegendo-
a contra reflexos?
O teclado é independente?
Possui mobilidade?
As distâncias olho-te lá, olho-te clado e olho-documento são aproximadamente
iguais?
A tela, o teclado e o suporte para documentos são posicionados em superfícies
de trabalho com altura ajustável?
Nas salas de controle, laboratórios, escritórios, salas de desenvolvimento ou
análise de projetos, os níveis de ruído estão de acordo com a NBR 10152?
Estão com índice de temperatura efetiva entre 20 e 23º C?
A velocidade do ar é inferior a 0,75 m/s?
A umidade relativa do ar é superior a 40%?
A iluminação está projetada para evitar ofuscamento, reflexos incômodos,
sombras e contrastes excessivos?
Os níveis mínimos de iluminamento atendem a ABNT NBR ISSO/CIE 8995-
1:2013?
A medição de iluminamento quando não puder ser definido o campo de
trabalho foi realizado num plano horizontal a 0,75 m do piso?
É respeitado o limite máximo de 8.000 toques por hora trabalhada?
O limite máximo de 05 horas de entrada de dados é respeitado?
Há pausa de 10 minutos para cada 50 minutos trabalhados?

Legenda:
C - CONFORME
NC– NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL
31

NR 18 – SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO NA INDÚSTRIA DA


CONSTRUÇÃO

TÓPICOS C NC NA

Houve a comunicação prévia à DRT?


Foram informados sobre: endereço da obra, tipo de obra, datas
de início e conclusão, número máximo de trabalhadores?
Foi elaborado o PCMAT?
Ele contempla as exigências da NR-9 (PPRA)?
Ele está no estabelecimento à disposição da DRT?
Foi elaborado e executado por profissional legalmente habilitado
na área de segurança do trabalho?
O PCMAT possui memorial sobre condições e meio ambiente
nas atividades e operações, levando-se em consideração riscos
de acidentes e de doenças e suas respectivas medidas
preventivas?
O PCMAT possui projeto de execução das proteções coletivas
em conformidade com as etapas da execução da obra?
O PCMAT possui especificação técnica das proteções coletivas e
individuais a serem utilizadas?
O PCMAT possui cronograma de implantação das medidas
preventivas?
Possui layout inicial do canteiro da obra, contemplando,
inclusive, previsão do dimensionamento das áreas de vivência?
Possui programa educativo contemplando a temática de
prevenção de acidentes e doenças do trabalho, com sua carga
horária?
O canteiro de obra possui instalações sanitárias?
O canteiro de obra possui instalações vestiário?
O canteiro de obra possui local para refeições?
O canteiro de obra possui ambulatório quando se tratar de
frentes de trabalho com 50 ou mais trabalhadores?
As áreas de vivência são mantidas em perfeito estado de
conservação, higiene e limpeza?
As instalações sanitárias são utilizadas para outros fins que não
ao que se destinam?
As instalações sanitárias possuem portas de acesso que
impedem o devassamento?
As instalações sanitárias possuem paredes de material resistente
e lavável?
As instalações sanitárias possuem pisos impermeáveis, laváveis
e anti derrapante?
As instalações sanitárias estão separadas dos locais destinados
32

às refeições?
As instalações sanitárias são separadas por sexo?
As instalações sanitárias possuem ventilação e iluminação
adequadas?
As instalações sanitárias possuem instalações elétricas
adequadamente protegidas?
As instalações sanitárias possuem pé direito mínimo de 2,50 m?
As instalações sanitárias possuem lavatório, vaso sanitário e
mictório na proporção de 01 conjunto para cada grupo de 20
trabalhadores ou fração?
As instalações sanitárias possuem um chuveiro para cada grupo
de 10 trabalhadores ou fração?
Os lavatórios são ligados diretamente à rede de esgoto?
Os lavatórios são sifonados?
No mictório tipo calha, cada segmento de 0,60 m corresponde a
um mictório tipo cuba?
Existe área mínima de 0,80 m2 para utilização de cada chuveiro?
O chuveiro está instalado a uma altura mínima de 2,10 m?
O piso possui caimento que assegure o escoamento da água
para a rede de esgoto?
É constituído de material ante derrapante ou de estrados de
madeira?
Os chuveiros possuem água quente?
Existe suporte para sabonete para cada chuveiro?
Existe cabide para toalha?
Os chuveiros estão aterrados eletricamente?
O vestiário possui cimentado ou material equivalente?
O vestiário possui cobertura que proteja contra as intempéries?
O vestiário possui área de ventilação que corresponda a 1/10 da
área do piso?
O vestiário possui iluminação natural?
O vestiário possui iluminação artificial?
O vestiário possui armários individuais dotados de fechadura ou
cadeado?
O vestiário possui pé direito de no mínimo 2,50 m?
O vestiário é mantido em perfeito estado de conservação,
higiene e limpeza?
O vestiário possui bancos em número suficiente, sendo a largura
mínima de 0,30 m por usuário?
O canteiro de obra possui local para refeições?
O local para refeições possui piso cimentado ou de outro material
lavável?
O local para refeições possui capacidade para garantir o
atendimento de todos os trabalhadores no horário das refeições?
O local para refeições possui iluminação e ventilação natural
e/ou artificial?
O local para refeições possui lavatório no seu interior ou nas
proximidades?
O local para refeições possui mesas com tampos lisos e
laváveis?
O local para refeições possui assentos em número suficiente
para atender os usuários?
O local para refeições possui depósito com tampa para detritos?
O local para refeições possui comunicação direta com as
33

instalações sanitárias?
O local para refeições possui pé direito mínimo de 2,80 m?
É fornecido água potável para os trabalhadores?
Antes do início da demolição, as linhas de fornecimento de
energia elétrica são desligadas?
Antes do início da demolição, as linhas de fornecimento de água
industrial são paralisadas?
Antes do início da demolição, as linhas de inflamáveis são
isoladas?
Antes do início da demolição, as linhas de gases são isoladas?
Antes do início da demolição, as linhas de água para incêndio
são isoladas?
Antes do início da demolição, as linhas de esgotos são isoladas?
Antes do início da demolição, as linhas de produtos químicos são
isoladas?
Antes do início da demolição, as linhas de fornecimento de água
potável são paralisadas?
As construções vizinhas à obra de demolição foram examinadas,
previamente e periodicamente, no sentido de se preservar suas
estabilidades e a integridade física de terceiros?
A demolição foi programada e dirigida por profissional legalmente
habilitado?
Antes da demolição foram removidos os vidros, ripados,
estuques e outros elementos frágeis?
Antes da demolição de um pavimento foram fechadas todas as
aberturas existentes no piso?
Foi proibida a permanência de pessoas nos pavimentos que
possam ter sua estabilidade comprometida no processo de
demolição?
As escadas são mantidas desimpedidas e livres para a
circulação de emergência?
As escadas somente serão demolidas à medida que forem
retirados os materiais dos pavimentos superiores?
Os objetos pesados ou volumosos foram removidos mediante o
emprego de dispositivos mecânicos?
Foi proibido o lançamento em queda livre de qualquer material?
A remoção dos entulhos, por gravidade é feita em calhas
fechadas de material resistente, com inclinação máxima de 45º,
fixadas à edificação em todos os pavimentos?
No ponto de descarga da calha existe dispositivo de
fechamento?
Durante a execução de serviços de demolição foram instaladas,
foram instaladas plataformas de retenção de entulhos?
As plataformas possuem dimensão mínima de 2,50 m e
inclinação de 45º em todo o perímetro da obra?
Os elementos da construção em demolição foram retirados da
posição que torne possível o seu desabamento?
Os materiais das edificações, durante a demolição e remoção
foram previamente umedecidos?
Foi planejada a demolição das paredes?
Esta demolição será realizada antes da estrutura?
A estrutura é metálica ou de concreto?
Foram retirados ou escorados árvores, equipamentos, materiais
e objetos de qualquer natureza antes de se iniciar a escavação?
Foram escorados muros, edificações vizinhas e todas as
34

estruturas antes de se iniciar a escavação?


Os cabos elétricos das proximidades foram desenergizados?
Na impossibilidade da energização foram tomadas medidas
especiais?
Os taludes instáveis das escavações com profundidade superior
a 1,25 m têm sua estabilidade garantida por meio de estruturas
dimensionadas?
As escavações com mais de 1,25 m de profundidade possuem
escadas ou rampas para saída rápida dos trabalhadores?
Os materiais retirados da escavação são depositados a uma
distância superior à metade da profundidade, medida a partir da
borda do talude?
Os taludes com altura superior a 1,75 m têm estabilidade
garantida?
Há possibilidade de infiltração ou vazamento de gás?
O local está sendo monitorado enquanto o trabalho estiver sendo
realizado?
Este monitoramento possui sistema de alarme sonoro e visual?
As escavações possuem sinalização de advertência, inclusive
noturna?
As escavações possuem barreira de isolamento em todo seu
perímetro?
Na área de escavação está sendo controlado o acesso de
pessoas?
Na área de escavação está sendo controlado o acesso de
veículos?
O operador de bate estacas possui qualificação?
Sua equipe é treinada?
Os cabos de sustentação do pilão possuem comprimento com no
mínimo 6 voltas sobre o tambor, para qualquer posição de
trabalho?
A serra circular é dotada de mesa estável com fechamento de
suas faces inferiores, anterior e posterior?
A mesa é construída em madeira resistente e de 1ª qualidade,
material metálico ou similar de resistência equivalente?
A serra circular possui a carcaça do motor aterrado
eletricamente?
O disco da serra circular é mantido afiado e travado?
As transmissões de força mecânica da serra circular são
protegidas?
A serra circular é provida de coifa protetora do disco e cutelo
divisor?
A serra circular possui coletor de serragem?
Nas operações de corte de madeira é utilizado dispositivo
empurrador e guia de alinhamento?
As lâmpadas de iluminação do setor de carpintaria possuem
proteção contra impactos?
O piso da carpintaria é resistente, nivelado e antiderrapante?
A dobragem e o corte de vergalhões de aço em obra são feitos
sobre bancadas ou plataformas apropriadas e estáveis?
As armações de pilares, vigas e outras estruturas verticais são
apoiadas e escoradas visando evitar o tombamento?
As lâmpadas de iluminação do setor de armação de aço
possuem proteção contra impactos?
São colocadas pranchas de madeira sobre as armações de aço
35

para circulação dos trabalhadores?


As pontas verticais de vergalhões são protegidas?
Durante a descarga de vergalhões de aço a área é isolada?
As fôrmas foram projetadas e construídas de modo que resistam
às cargas máximas de serviço?
O uso de fôrmas deslizantes é supervisionado por profissional
legalmente habilitado?
Os suportes e escoras de fôrmas são inspecionados antes e
durante a concretagem por trabalhador qualificado?
Durante a desforma são amarradas as peças visando a queda
livre de seções de fôrmas e escoramentos?
A área é isolada e sinalizada?
As armações de pilares são estaiadas ou escoradas antes do
caibramento?
É proibida a permanência de trabalhadores atrás dos macacos
ou sobre estes durante as operações de pretensão de cabos de
aço?
Os dispositivos e equipamentos usados em pretensão são
inspecionados por profissional legalmente habilitado antes do
início dos trabalhos e durante os mesmos?
As conexões dos dutos transportadores de concreto possuem
dispositivos de segurança para impedir a separação das partes,
quando o sistema estiver sob pressão?
No local onde se executa a concretagem permanece somente a
equipe indispensável para execução dessa tarefa?
Os vibradores de imersão e de placas possuem dupla isolação?
Os cabos de ligação dos vibradores são protegidos contra
choques mecânicos e cortes pela ferragem?
As caçambas transportadoras de concreto possuem dispositivos
de segurança que impeçam seu descarregamento acidental?
As peças das estruturas metálicas são previamente fixadas antes
de serem soldadas, rebitadas ou parafusadas?
O piso provisório na edificação de estrutura metálica é montado
sem frestas, a fim de se evitar queda de materiais ou
equipamentos?
Quando necessária a complementação do piso provisório, são
instaladas redes de proteção junto às colunas?
O trabalhador tem em seu posto de trabalho, recipiente
adequado para depositar pinos, rebites, parafusos e
ferramentas?
As peças estruturais pré-fabricadas possuem pesos e dimensões
compatíveis com os equipamentos de transportar e guindar?
Os elementos componentes da estrutura metálica estão livre de
rebarbas?
Quando a montagem é realizada próximo a rede elétrica, é
efetuado o desligamento da rede?
A colocação de pilares e vigas são feitos, de forma que ainda
suspensos pelo equipamento de guindar, se executem a
plumagem e sua fixação?
As operações de soldagem e corte a quente são realizadas por
trabalhadores qualificados?
Quando as operações forem realizadas em chumbo, zinco ou
materiais revestidos de cádmio, é providenciada ventilação no
local?
O dispositivo usado para manusear eletrodos possui isolamento
adequado à corrente usada, a fim de se evitar a formação de
36

arco elétrico ou choques no operador?


É utilizado anteparo eficaz para a proteção dos trabalhadores
circunvizinhos?
O material utilizado nesta proteção é do tipo incombustível?
Nas operações de soldagem ou corte em recipiente, vasilhame,
tanque ou similar, que envolvam geração de gases confinados
ou semiconfinados são adotadas medidas preventivas para
eliminar os riscos de explosão?
As mangueiras possuem mecanismos contra o retrocesso das
chamas na saída do cilindro e chegada do maçarico?
Existe proibição quanto a presença de substâncias inflamáveis
e/ou explosivas próximo às garrafas de O2?
Os equipamentos de soldagem elétrica são aterrados?
Os equipamentos e acessórios de soldagem são mantidos longe
de locais com óleo, graxa ou umidade?
Quando em descanso são deixados sobre superfícies isolantes?
A madeira a ser usada para construção de escadas, rampas e
passarelas são de boa qualidade, sem apresentar nós e
rachaduras que comprometam sua resistência?
Estão secas? Existe proibição de uso de pintura que encubra
imperfeições?
As escadas de uso coletivo, rampas e passarelas para a
circulação de pessoas e materiais são de construção sólida e
dotadas de corrimão e rodapé?
A transposição de pisos com diferença de nível superior a 0,40 m
é feita por meio de escadas ou rampas?
As escadas provisórias de uso coletivo são dimensionadas em
função do fluxo de trabalhadores, respeitando-se a largura
mínima de 0,80 m e ter pelo menos 2,90 m de altura um patamar
intermediário?
Os patamares intermediários possuem largura e comprimento,
no mínimo, iguais à largura da escada?
A escada de mão tem seu uso restrito para acessos provisórios e
serviços de pequeno porte?
As escadas de mão possuem até 7,00 m de extensão e o
espaçamento entre os degraus uniforme, variando entre 0,25 m e
0,30 m?
Existe proibição de uso de escada de mão com montante único?
As escadas são proibidas de serem colocadas nas proximidades
de portas ou áreas de circulação?
As escadas são proibidas de serem colocadas onde houver risco
de queda de objetos ou materiais?
As escadas são proibidas de serem colocadas nas proximidades
de aberturas e vãos?
A escada de mão ultrapassa em 1,00 m o piso superior?
A escada de mão é fixada nos pisos inferior e superior ou ser
dotada de dispositivo que impeça o seu escorregamento?
A escada de mão é dotada de degraus antiderrapantes?
A escada de mão é apoiada em piso resistente?
A escada de mão é utilizada junto a redes e equipamentos
elétricos desprotegidos?
A escada de abrir é rígida, estável e provida de dispositivos que
a mantenha com abertura constante?
Possui comprimento máximo de 6,00 m quando fechada?
A escada extensível é dotada de dispositivo limitador de curso,
37

colocado no quarto vão a contar da catraca?


Se negativo, quando estendida permite uma sobreposição de no
mínimo 1,00 m?
A escada fixa, tipo marinheiro, com 6,00 m ou mais de altura, é
provida de gaiola protetora a partir de 2,00 m acima da base até
1,00 m acima da última superfície de trabalho?
Para cada lance de 9,00 m existe um patamar intermediário de
descanso, protegido por guarda corpo e rodapé?
As rampas e passarelas provisórias são construídas e mantidas
em perfeitas condições de uso e segurança?
As rampas provisórias são fixadas no piso inferior e superior, não
ultrapassando 30º de inclinação em relação ao piso?
Nas rampas provisórias, com inclinação superior a 18º são
fixadas peças transversais, espaçadas em 0,40 m, no máximo
para apoio dos pés?
As rampas provisórias usadas para trânsito de caminhões
possuem largura mínima de 4,00 m e são fixadas em suas
extremidades?
Existe ressaltos entre o piso da passarela e o piso do terreno?
Os apoios das extremidades das passarelas são dimensionados
em função do comprimento total das mesmas e das cargas a que
estarão submetidas?
Existe proteção coletiva onde houver risco de queda de
trabalhadores ou de projeção de materiais?
As aberturas no piso possuem fechamento provisório resistente?
As aberturas, utilizadas para o transporte vertical de materiais e
equipamentos, são protegidas por guarda corpo fixo e por
sistema de fechamento do tipo cancela ou similar?
Os vãos de acesso às caixas dos elevadores possuem
fechamento provisório de, no mínimo, 1,20 m de altura,
constituído de material resistente?
Na periferia da edificação, existe proteção contra queda de
trabalhadores e projeção de materiais?
A proteção contra quedas, quando constituída de anteparos
rígidos, possuem altura de 1,20 m para o travessão superior e
0,70 m para o inferior?
A proteção contra quedas, quando constituída de anteparos
rígidos, possui rodapé com altura de 0,20m?
A proteção contra quedas, quando constituída de anteparos
rígidos, tem vãos entre travessas preenchidos com tela ou outro
dispositivo que garanta o fechamento seguro da abertura?
Em todo perímetro da construção de edifícios com mais de 4
pavimentos ou altura equivalente, há plataforma principal de
proteção na altura da 1ª laje?
Essa plataforma tem no mínimo 2,50m de projeção horizontal da
face externa da construção?
Nela, há um complemento de 0,80 m de extensão, com
inclinação de 45º, a partir de sua extremidade?
A plataforma será instalada logo após a concretagem da laje a
que se refere e retirada, somente, quando o revestimento
externo do prédio acima dessa plataforma estiver concluído?
A construção possui tela barreira protetora contra projeção de
materiais e ferramentas?
A tela está instalada entre as extremidades de 2 plataformas de
proteção consecutivas?
As plataformas de proteção são construídas de maneira
38

resistente e mantidas sem sobrecarga que prejudique a


estabilidade de sua estrutura?
Os equipamentos de transporte vertical de materiais e de
pessoas foram dimensionados por profissional legalmente
habilitado?
A manutenção é executada por trabalhador qualificado, sob
supervisão de profissional legalmente habilitado?
Os equipamentos de movimentação e transporte de materiais e
pessoas são operados por trabalhador qualificado?
Sua função é anotada em Carteira de Trabalho?
Quando o local de lançamento de concreto não for visível pelo
operador do equipamento, é utilizado um sistema de sinalização
sonoro ou visual?
No transporte e descarga dos perfis, vigas e elementos
estruturais, são adotadas medidas preventivas quanto à
sinalização e isolamento da área?
Antes do início dos serviços, os equipamentos de guindar e
transportar são vistoriados por trabalhador qualificado com
relação à capacidade de carga, altura de elevação e estado geral
do equipamento?
Estruturas ou perfis de grande superfície somente serão içados
com total precaução contra rajadas de vento?
As manobras de movimentação são executadas por trabalhador
qualificado e por meio de código de sinais convencionados?
São tomadas precauções especiais quando da movimentação de
máquinas e equipamentos próximo a redes elétricas?
O levantamento manual ou semimecanizado de cargas é
executado de forma que o esforço físico realizado pelo
trabalhador seja compatível com sua capacidade de força
conforma NR-17?
Os guinchos de coluna são providos de dispositivos próprios
para sua fixação?
O tambor do guincho de coluna está nivelado para garantir o
enrolamento adequado do cabo?
A distância entre a roldana livre e o tambor do guincho do
elevador está compreendida entre 2,50 m e 3,00 m de eixo a
eixo?
O cabo de aço situado entre o tambor de rolamento e a roldana
livre está isolado por barreira segura, de forma que se evitem a
circulação e o contato acidental de trabalhadores com o mesmo?
O guincho do elevador é dotado de chave de partida e bloqueio
que impeça o seu acionamento por pessoa não autorizada?
Em qualquer posição do guincho do elevador, o cabo de tração
dispõe, no mínimo de 6 voltas enroladas no tambor?
Os elevadores de caçamba são utilizados apenas para o
transporte de material a granel?
O transporte de pessoas por equipamento de guinda é proibido?
Os equipamentos de transportes de materiais possuem
dispositivos que impeçam a descarga acidental do material
transportado?
O transporte de pessoas nos elevadores de materiais é proibido?
Existe placa no interior do elevador de material, indicando a
carga máxima e a proibição de transporte de pessoas?
Os elevadores de materiais possuem freio mecânico (manual)
situado no elevador?
Os elevadores de materiais possuem sistema de segurança
39

eletromecânica no limite superior, instalado a 2,00 m abaixo da


viga superior da torre?
Os elevadores de materiais possuem trava de segurança para
mantê-lo parado em altura, além do freio do motor?
Os elevadores de materiais possuem interruptor de corrente para
que só se movimente com portas ou painéis fechados?
No caso de irregularidades no elevador de materiais quanto ao
funcionamento e manutenção do mesmo, estas são anotadas
pelo operador em livro próprio e comunicadas, por escrito, ao
responsável da obra?
Há proibição quanto a operar o elevador na descida em queda
livre (banguela)?
Os elevadores de materiais são providos nas laterais de painéis
fixos de contenção com altura em torno de 1,00 m, e nas demais
faces, de portas ou painéis removíveis?
Os elevadores de materiais são dotados de cobertura fixa,
vasculhável ou removível?
No elevador de passageiros é proibido o transporte de cargas?
O elevador de passageiros possui interruptor nos fins de curso
superior e inferior, conjugado com freio automático?
O elevador de passageiros possui sistema de frenagem
automática, a ser acionado em caso de ruptura do cabo de
tração de interrupção de corrente elétrica?
O elevador de passageiros possui sistema de segurança
eletromecânico no limite superior a 2,00 m abaixo da viga
superior da torre?
O elevador de passageiros possui interruptor de corrente, para
que se movimente apenas com as portas fechadas?
O elevador de passageiros possui um livro de inspeção, no qual
são anotadas as condições de funcionamento e manutenção?
O elevador possui placa indicando o nº máximo de passageiros?
O dimensionamento dos andaimes, sua estrutura de sustentação
e fixação, foram realizadas por profissional legalmente
habilitado?
Os andaimes são dimensionados e construídos de modo a
suportar, com segurança, as cargas de trabalho a que estarão
sujeitos?
O piso de trabalho dos andaimes possui forração completa,
antiderrapante, e são nivelados e fixados de modo seguro e
resistente?
São tomadas precauções especiais, quando da montagem,
desmontagem e movimentação de andaimes próximos às redes
elétricas?
A madeira para confecção de andaimes é de boa qualidade,
seca, sem apresentar nós e rachaduras que comprometam sua
resistência?
Recebem pintura que encubram imperfeições?
É utilizada aparas de madeira na confecção de andaimes?
Os andaimes dispõem de guarda corpo e rodapé?
Sobre o piso de trabalho de andaimes é proibida a utilização de
escadas e outros meios para se atingir lugares mais altos?
O acesso aos andaimes é feito de maneira segura?
Os montantes dos andaimes são apoiados em sapatas sobre
base sólida capaz de resistir aos esforços solicitante e às cargas
transmitidas?
O trabalho em andaimes apoiados sobre cavaletes que possuam
40

altura superior a 2,00 m e largura inferior a 0,90 m é proibido?


Existe proibição a trabalho em andaimes na periferia da
edificação sem que haja proteção adequada à estrutura da
mesma?
O deslocamento das estruturas dos andaimes com trabalhadores
sobre os mesmos é proibido?
Os andaimes cujo piso de trabalho esteja a mais de 1,50 m é
provido de escada?
A estrutura dos andaimes é fixada à construção por meio de
amarração e entroncamento?
Os andaimes que excedem, em altura, 4 vezes a sua base, são
estaiados?
Os andaimes machadeiros recebem carga distribuída e de modo
uniforme?
O limite de carga é conhecido pelos usuários?
Os materiais são dispostos de forma a não impedir a circulação
dos usuários?
Os acesso verticais ao andaime machadeiro são feitos em
escada incorporada à sua estrutura?
A movimentação vertical de componentes e acessórios para
montagem e/ou desmontagem de andaime fachadeiro é feita por
meio de cordas ou outro meio seguro de içamento?
Os montantes do andaime fachadeiro tem seus encaixes
travados com parafusos, contrapinos, braçadeiras ou similar?
As peças de contraventamento são fixadas nos montantes de
forma que assegurem a estabilidade e a rigidez ao andaime?
Os andaimes fachadeiros dispõem de proteção com tela de
arame galvanizado ou material de resistência desde a 1ª
plataforma até pelo menos 2,00 m acima da última plataforma de
trabalho?
Os rodízios dos andaimes móveis são providos de travas de
modo a evitar deslocamentos acidentais?
Os andaimes móveis são utilizados somente em superfícies
planas?
Os andaimes em balanço possuem sistema de fixação à
estrutura da edificação capaz de suportar 3 vezes os esforços
solicitantes?
A estrutura do andaime são convenientemente contraventada e
ancorada de tal forma a eliminar quaisquer oscilações?
A sustentação de andaimes suspensos mecânicos é feita por
meio de vigas metálicas de resistência equivalente a, no mínimo
3 vezes o maior esforço solicitante?
A fixação de vigas de sustentação nos andaimes é feita por
cabos de aço?

Os cabos são verificados diariamente pelos usuários e pelo seu


superior hierárquico antes do início dos trabalhos?
Os cabos possuem comprimento tal que, para a posição mais
baixa do estrado, restem pelo menos 6 voltas sobre cada
tambor?
A roldana do cabo de suspensão roda livremente?

O respectivo sulco é mantido em bom estado de limpeza e


conservação?

Os andaimes suspensos são convenientemente fixados à


41

construção na posição de trabalho?


Os quadros dos guinchos de elevação possuem guarda corpo e
rodapé?

É respeitada a proibição de se acrescentar trechos em balanço


ao estrado de andaimes suspensos mecânicos?
O estrado do andaime está fixado aos estribos de apoio e o
guarda corpo ao seu suporte?
Sobre os andaimes é permitido depositar material para uso
imediato?
Os guinchos de elevação possuem dispositivo que impeça o
retrocesso do tambor?
Os guinchos de elevação são acionados por meio de alavancas
ou manivelas, ou automaticamente, na subida e descida do
andaime?
Os guinchos de elevação possuem segunda trava de segurança?

Os guinchos de elevação são dotados de capa de proteção da


catraca?

Os andaimes suspensos mecânicos pesados possuem largura


mínima de 1,50 m?
Os estrados são interligados? O comprimento máximo é de 8,00
m?
A fixação dos guinchos aos estrados é executada por meio de
amarrações de aço?
Em cada amarração há dois guinchos?

Os andaimes suspensos mecânicos leves são utilizados por no


máximo 02 trabalhadores?
Os guinchos dos andaimes suspensos mecânicos leves são
fixados nas extremidades das plataformas de trabalho, por meio
de armações de aço, havendo em cada armação dois guinchos?
A interligação de andaimes suspensos leves é proibida?

A sustentação da cadeira suspensa é feita por meio de cabo de


aço?

A cadeira suspensa dispõe de sistema dotado com dispositivo de


subida e descida com trava de segurança?
A cadeira suspensa possui requisitos mínimos de conforto
previstos na NR-17?
A cadeira suspensa dispõe de sistema de fixação do trabalhador
por meio de cinto de segurança paraquedista ligado ao trava-
quedas em cabo guia independente?
A cadeira suspensa possui na sua estrutura, em caracteres
indeléveis e bem visíveis, a razão social do fabricante e o nº do
CGC?
A fixação da cadeira suspensa é independente do cabo guia da
trava quedas?
Os cabos de aço de tração possuem emendas ou pernas
quebradas que comprometam a sua segurança?
Os cabos de aço são fixados por meio de dispositivos que
impeçam deslizamento e desgaste?
Os cabos de aço são inspecionados antes de seu uso?

Os quadros e tomadas energizadas são protegidas quando da


42

execução de trabalhos de revestimento e acabamento na


alvenaria?
Os locais abaixo da colocação de vidros são interditados ou
protegidos contra queda de material?
Após a colocação, os vidros são marcados de maneira visível?

Para os trabalhos em telhados são utilizados dispositivos que


permitam a movimentação segura dos trabalhadores?
É instalado o cabo-guia de aço, para fixação do cinto de
segurança tipo paraquedista?
Os cabos guias são fixados em suas extremidades à estrutura
definitiva da edificação por meio de suporte de aço inoxidável ou
outro material resistente?
O local abaixo de onde se realiza o trabalho sobre o telhado é
interditado e isolado?
Equipamentos que emanem gases próximos aos trabalhos
realizados em telhados são desligados?
O trabalho em telhado com chuva ou vento é proibido?

É proibido concentrar cargas num mesmo ponto durante a


realização de trabalho em telhado?
Na execução de trabalhos com risco de queda n’água é utilizado
colete salva-vidas?
Existe bote salva-vidas próximo ao local de trabalho em nº
suficiente e devidamente equipados?
Os funcionários que realizem trabalhos n’água são treinados em
1ºs socorros?
Os coletes salva-vidas possuem cor laranja, o nome da empresa
e a capacidade máxima em Kg?
Os coletes salva-vidas são em nº suficientes?

Os trabalhadores que executam trabalhos em locais confinados


são treinados quanto aos riscos a que estão submetidos?
Nos trabalhos em locais confinados onde se utilizem produtos
químicos, os trabalhadores utilizam EPI adequado?
A realização de trabalho em recintos confinados é precedida de
inspeção prévia e elaboração de ordem de serviço com os
procedimentos a serem adotados?
Há monitoramento permanente de substância que cause asfixia,
explosão e intoxicação no interior de locais confinados?
Há ventilação local exaustor eficaz? E ventilação que execute a
insuflação de ar para o interior do ambiente?
Há sinalização com informação clara e permanente durante a
realização de trabalhos no interior de espaços confinados?
Faz se o uso de cordas ou cabos de segurança que possibilitem
meios seguros de resgate?
O acondicionamento de substâncias tóxicas ou inflamáveis
utilizados na aplicação é adequada?
Para cada grupo de 20 trabalhadores, 02 são treinados para
resgate?

Existe equipamento de ar mandado ou equipamento autônomo


ao alcance dos trabalhadores para uso no resgate?
O tanque é de gaseificado antes da execução do trabalho?
43

É avaliado por pessoa habilitada?

A execução e manutenção das instalações elétricas são


realizadas por trabalhador qualificado?
Os serviços nas instalações são realizados com o sistema
desenergizado?
Não sendo possível a desenergizarão, é tomada medida especial
para realização do trabalho?
Existe partes vivas expostas de circuitos e equipamentos
elétricos?
As emendas são executadas de modo que assegurem a
resistência e contato elétrico adequado?
O isolamento de emendas e derivações possui característica
equivalente à dos condutores utilizados?
Os condutores possuem isolamento adequado, não sendo
permitido obstruir a circulação de materiais e pessoas?
Os circuitos elétricos possuem protetores contra impactos
mecânicos, umidade e agentes corrosivos?
Sempre que a fiação de um circuito provisório se tornar
inoperante ou dispensável deve ser retirada pelo eletricista
responsável?
As chaves blindadas possuem protetores de intempéries e são
instaladas em posição que impeça o fechamento acidental do
circuito?
Os porta-fusíveis não devem ficar sob tensão quando as chaves
blindadas estiverem na posição aberta?
As chaves blindadas somente devem ser utilizadas para circuitos
de distribuição, sendo proibido o seu uso como dispositivo de
partida e parada de máquinas?
As instalações elétricas provisórias de um canteiro de obras
possuem chave geral do tipo blindada de acordo com a
aprovação da concessionária local, localizada no quadro
principal de distribuição?
As instalações elétricas provisórias de um canteiro de obras
possuem chave individual para cada circuito de derivação?
As instalações elétricas provisórias de um canteiro de obras
possuem chave faca blindada em quadro de tomadas?
As instalações elétricas provisórias de um canteiro de obras
possuem chaves magnéticas e disjuntores, para os
equipamentos?
Os fusíveis das chaves blindadas possuem capacidade
compatíveis com o circuito a proteger, não sendo permitida sua
substituição por dispositivos improvisados ou por outros fusíveis
de capacidade superior, sem a correspondente troca da fiação?
Em todos os ramais destinados à ligação de equipamentos
elétricos possuem instalados disjuntores ou chaves magnéticas,
independentes, que possam ser acionados com facilidade e
segurança?
As redes de alta-tensão são instaladas de modo a evitar contatos
acidentais com veículos, equipamentos e trabalhadores em
circulação, só podendo ser instaladas pela concessionária?
Os transformadores e estações abaixadoras de tensão são
instalados em local isolado, sendo permitido somente acesso do
profissional legalmente habilitado ou trabalhador qualificado?
As estruturas e carcaças dos equipamentos elétricos são
eletricamente aterradas?
44

Nos casos em que haja possibilidade de contato acidental com


qualquer parte viva energizada possui adotado isolamento
adequado?
Os quadros gerais de distribuição são mantidos trancados, sendo
seus circuitos identificados?
Ao religar chaves blindadas no quadro geral de distribuição,
todos os equipamentos são desligados?
Máquinas ou equipamentos elétricos móveis só são ligados por
intermédio de conjunto plugue e tomada?
A operação de máquinas e equipamentos que exponham o
operador ou terceiros a riscos são feitas por trabalhador
qualificado e identificado por crachá?
São protegidas todas as partes móveis dos motores,
transmissões e partes perigosas das máquinas ao alcance dos
trabalhadores?
As máquinas e os equipamentos que ofereçam risco de ruptura
de suas partes móveis, projeção de peças ou de partículas de
materiais são providos de proteção adequada?
As máquinas e equipamentos de grandes portes protegem
adequadamente o operador contra a incidência de raios solares
e intempéries?
O abastecimento de máquinas e equipamentos com motor à
explosão são realizados por trabalhador qualificado, em local
apropriado, utilizando-se de técnicas e equipamentos que
garantam a segurança da operação?
Na operação de máquinas e equipamentos com tecnologia
diferente da que o operador estava habituado a usar, são feitos
novos treinamentos, de modo a qualificá-los à utilização dos
mesmos?
As máquinas e os equipamentos possuem dispositivos de
acionamento e parada localizado de modo que seja acionado ou
desligado pelo operador na sua posição de trabalho?
As máquinas e os equipamentos possuem dispositivos de
acionamento e parada localizado de modo que não se localize na
zona perigosa da máquina ou do equipamento?
As máquinas e os equipamentos possuem dispositivos de
acionamento e parada localizado de modo que possa ser
desligado em caso de emergência por outra pessoa que não seja
o operador?
As máquinas e os equipamentos possuem dispositivos de
acionamento e parada localizado de modo que não possa ser
acionado ou desligado, involuntariamente, pelo operador ou por
qualquer outra forma acidental?
As máquinas e os equipamentos possuem dispositivos de
acionamento e parada localizado de modo que não acarreta
riscos adicionais?
Toda máquina possui dispositivo de bloqueio para impedir seu
acionamento por pessoa não-autorizada?
As máquinas, equipamentos e ferramentas são submetidos à
inspeção e manutenção de acordo com as normas técnicas
oficiais vigentes, dispensando-se especial atenção a freios,
mecanismos de direção, cabos de tração e suspensão, sistema
elétrico e outros dispositivos de segurança?
Toda máquina ou equipamento são localizados em ambiente
com iluminação natural e/ou artificial adequada à atividade, em
conformidade com a NBR 5.413/91-Níveis de iluminância de
interiores, da ABNT.?
45

As inspeções de máquinas e equipamentos são registradas em


documento específico, constando as datas e falhas observadas,
as medidas corretivas adotadas e a indicação de pessoa, técnico
ou empresa habilitada que as realizou?
Nas operações com equipamentos pesados, são observadas as
medidas de segurança de modo que, para encher/esvaziar
pneus, não se posicionar de frente para eles, mas atrás da
banda de rodagem, usando uma conexão de auto fixação para
encher o pneu. O enchimento só é feito por trabalhadores
qualificados, de modo gradativo e com medições sucessivas de
pressão?
Nas operações com equipamentos pesados, são observadas as
medidas de segurança de modo que, em caso de
superaquecimento de pneus e sistema de freio, sejam tomadas
precauções especiais, prevenindo-se de possíveis explosões ou
incêndios?
Nas operações com equipamentos pesados, são observadas as
medidas de segurança de modo que, antes de iniciar a
movimentação ou dar partida no motor é preciso certificar-se de
que não há ninguém trabalhando sobre, debaixo ou perto dos
mesmos?
Nas operações com equipamentos pesados, são observadas as
medidas de segurança de modo que os equipamentos que
operam em marcha a ré possuem alarme sonoro acoplado ao
sistema de câmbio e retrovisores em bom estado?
Nas operações com equipamentos pesados, são observadas as
medidas de segurança de modo que o transporte de acessórios
e materiais por içamento sejam feitos o mais próximo possível do
piso, tomando-se as devidas precauções de isolamento da área
de circulação, transporte de materiais e de pessoas?
Nas operações com equipamentos pesados, são observadas as
medidas de segurança de modo que as máquinas não sejam
operadas em posição que comprometa sua estabilidade?
Nas operações com equipamentos pesados, são observadas as
medidas de segurança de modo que seja proibido manter
sustentação de equipamentos e máquinas somente pelos
cilindros hidráulicos, quando em manutenção?
Nas operações com equipamentos pesados, são observadas as
medidas de segurança de modo que sejam tomadas precauções
especiais quando da movimentação de máquinas e
equipamentos próximos a redes elétricas.?
As ferramentas são apropriadas ao uso a que se destinam,
proibindo-se o emprego das defeituosas, danificadas ou
improvisadas, sendo substituídas pelo empregador ou
responsável pela obra?
Os trabalhadores são treinados e instruídos para a utilização
segura das ferramentas, especialmente os que irão manusear as
ferramentas de fixação a pólvora?
É proibido o porte de ferramentas manuais em bolsos ou locais
inapropriados?
As ferramentas manuais que possuam gume ou ponta são
protegidas com bainha de couro ou outro material de resistência
e durabilidade equivalentes, quando não estiverem sendo
utilizadas?
As ferramentas pneumáticas portáteis possuem dispositivo de
partida instalado de modo a reduzir ao mínimo a possibilidade de
funcionamento acidental?
46

A válvula de ar é fechada automaticamente, quando cessar a


pressão da mão do operador sobre os dispositivos de partida?
As mangueiras e conexões de alimentação das ferramentas
pneumáticas são resistíveis às pressões de serviço,
permanecendo firmemente presas aos tubos de saída e
afastadas das vias de circulação?
O suprimento de ar para as mangueiras é desligado e aliviado a
pressão, quando a ferramenta pneumática não estiver em uso?
As ferramentas de equipamentos pneumáticos portáteis são
retiradas manualmente e nunca pela pressão do ar comprimido?
As ferramentas de fixação a pólvora são obrigatoriamente
operadas por trabalhadores qualificadas e devidamente
autorizados?
É proibido o uso de ferramenta de fixação a pólvora por
trabalhadores menores de 18 (dezoito) anos?
É proibido o uso de ferramenta de fixação a pólvora em
ambientes contendo substâncias inflamáveis ou explosivas?
É proibida a presença de pessoas nas proximidades do local do
disparo, inclusive o ajudante?
As ferramentas de fixação a pólvora são descarregadas (sem o
pino e o finca-pino) sempre que forem guardadas ou
transportadas?
Os condutores de alimentação das ferramentas portáteis são
manuseados de forma que não sofram torção, ruptura ou
abrasão, nem obstruam o trânsito de trabalhadores e
equipamentos?
É proibida a utilização de ferramentas elétricas manuais sem
duplo isolamento?
São tomadas medidas adicionais de proteção quando da
movimentação de superestruturas por meio de ferragens
hidráulicas, prevenindo riscos relacionados ao rompimento dos
macacos hidráulicos?
A empresa é obrigada a fornecer aos trabalhadores,
gratuitamente, EPI adequado ao risco e em perfeito estado de
conservação e funcionamento, consoante as disposições
contidas na NR 6 - Equipamentos de proteção Individual?
O cinto de segurança tipo abdominal somente é utilizado em
serviços de eletricidade e em situações em que funcione como
limitador de movimentação?
O cinto de segurança tipo paraquedista é utilizado em atividades
a mais de 2,00 m (dois metros) de altura do piso, nas quais haja
risco de queda do trabalhador?
Os cintos de segurança tipo abdominal e tipo paraquedista
possuem argolas e mosquetões de aço forjado, ilhoses de
material não-ferrosos e fivela de aço forjado ou material de
resistência e durabilidade equivalente?
Os materiais são armazenados e estocados de modo a não
prejudicar o trânsito de pessoas e de trabalhadores, a circulação
de materiais, o acesso aos equipamentos de combate a incêndio,
não obstruir portas ou saídas de emergência e não provocar
empuxos ou sobrecargas nas paredes, lajes ou estruturas de
sustentação, além do previsto em seu dimensionamento?
As pilhas de materiais, a granel ou embalados, possuem forma e
altura que garantem a sua estabilidade e facilitem o seu
manuseio?
Em pisos elevados, os materiais não são empilhados a uma
distância de suas bordas menor que a equivalente à altura da
47

pilha. Exceção feita quando da existência de elementos


protetores dimensionados para tal fim?
Tubos, vergalhões, perfis, barras, pranchas e outros materiais de
grande comprimento ou dimensão são arrumados em camadas,
com espaçadores e peças de retenção, separados de acordo
com o tipo de material e a bitola das peças?
O armazenamento é feito de modo a permitir que os materiais
sejam retirados obedecendo à sequência de utilização planejada,
de forma a não prejudicar a estabilidade das pilhas?
Os materiais não são empilhados diretamente sobre piso
instável, úmido ou desnivelado?
A cal virgem é armazenada em local seco e arejado?

Os materiais tóxicos, corrosivos, inflamáveis ou explosivos são


armazenados em locais isolados, apropriados, sinalizados e de
acesso permitido somente a pessoas devidamente autorizadas.
Esta tem conhecimento prévio do procedimento a ser adotado
em caso de eventual acidente?
As madeiras retiradas de andaimes, tapumes, fôrmas e
escoramentos são empilhadas, depois de retirados ou rebatidos
os pregos, arames e fitas de amarração?
Os recipientes de gases para solda são transportados e
armazenados adequadamente, obedecendo-se às prescrições
quanto ao transporte e armazenamento de produtos inflamáveis?
O transporte coletivo de trabalhadores em veículos automotores
dentro do canteiro ou fora dele observa as normas de segurança
vigentes?
O transporte coletivo dos trabalhadores é feito através de meios
de transportes normalizados pelas entidades competentes e
adequados às características do percurso?
O transporte coletivo dos trabalhadores possui autorização
prévia da autoridade competente, devendo o condutor mantê-la
no veículo durante todo o percurso?
A condução do veículo é feita por condutor habilitado para o
transporte coletivo de passageiros?
A utilização de veículos a título precário para transporte de
passageiros é permitida em vias que não apresentem condições
de tráfego para ônibus?
Se afirmativo, os veículos apresentam as condições mínimas de
segurança? de modo que, a carroceria em todo o perímetro do
veículo, com guardas altas e cobertura de altura livre de 2,10 m
(dois metros e dez centímetros) em relação ao piso da
carroceria, ambas com material de boa qualidade e resistência
estrutural que evite o esmagamento e não permita a projeção de
pessoas em caso de colisão e/ou tombamento do veículo?
A carroceria em todo o perímetro do veículo, possui guardas
altas e cobertura de altura livre de 2,10 m em relação ao piso da
carroceria?
Possuem assentos com espuma revestida de 0,45 m de largura
por 0,35 m de altura com encosto e cinto de segurança tipo três
pontos?
Possuem barras de apoio para as mãos a 0,10 m da cobertura e
para os braços e mãos entre os assentos?
A capacidade de transporte de trabalhadores será dimensionada
em função da área dos assentos acrescida do corredor de
passagem de pelo menos 0,80 m de largura?
O material transportado, como ferramentas e equipamentos, está
48

acondicionado em compartimentos separados dos trabalhadores,


de forma a não causar lesões aos mesmos numa eventual
ocorrência de acidente com o veículo?
Possuem escada, com corrimão, para acesso pela traseira da
carroceria, sistemas de ventilação nas guardas altas e de
comunicação entre a cobertura e a cabine do veículo?
Os veículos apresentam as condições mínimas de segurança de
modo que só será permitido o transporte de trabalhadores
acomodados nos assentos acima dimensionados?
Existe um sistema de alarme capaz de dar sinais perceptíveis em
todos os locais da construção?
Nos locais confinados e onde são executadas pinturas, e em
locais onde haja manipulação de tintas e solvente é proibido
fumar ou porta-los acesos, ou qualquer outro material que possa
produzir faísca ou chama?
Nos locais confinados e onde são executadas pinturas, e em
locais onde haja manipulação de tintas e solvente é proibido
trabalhos onde haja risco de centelhamento?
Nos locais confinados e onde são executadas pinturas, e em
locais onde haja manipulação de tintas e solvente existe
lâmpadas e luminárias à prova de explosão?
Nos locais confinados e onde são executadas pinturas, e em
locais onde haja manipulação de tintas e solvente existe sistema
de ventilação adequado para retirada de mistura de gases,
vapores inflamáveis ou explosivos do ambiente?
Nos locais confinados e onde são executadas pinturas, e em
locais onde haja manipulação de tintas e solvente existe placas
com a inscrição Risco de incêndio ou Risco de Explosão?
Nos locais confinados e onde são executadas pinturas, e em
locais onde haja manipulação de tintas e solvente existe placas
com a inscrição Risco de incêndio ou Risco de Explosão?
Existe no canteiro de obra pessoal treinado no correto manejo
dos equipamentos para combate ao fogo?
O canteiro de obras possui sinalização indicando saídas por
meio de dizeres e setas?
O canteiro de obras possui sinalização advertindo contra perigo
de contato ou acionamento acidental com partes móveis das
máquinas e equipamentos?
O canteiro de obras possui sinalização advertindo quanto ao
risco de queda?
O canteiro de obras possui sinalização indicando à
obrigatoriedade do uso de EPIs?
O canteiro de obras possui sinalização alertando quanto ao
isolamento das áreas de transporte e circulação de materiais por
grua, guincho e guindaste?
O canteiro de obras possui sinalização identificando acesso,
circulação de veículos e equipamentos na obra?
O canteiro de obras possui sinalização advertindo contra risco de
passagem de trabalhadores onde o pé direito for inferior a 1,80
m?
O canteiro de obras possui sinalização indicando locais com
substâncias tóxicas, corrosivas, inflamáveis, explosivas e
radiativas?
O trabalhador utiliza colete refletivos quando em trabalhos em
vias públicas?
Os empregados recebem treinamentos admissional e periódico
visando a execução de suas atividades com segurança?
49

O treinamento admissional possui carga horária mínima de 06


horas?
São fornecidas informação sobre as condições e meio ambiente
de trabalho, riscos inerentes a sua função, o uso adequado de
EPIs e Pecas?
É realizado o treinamento periódico?

Nos treinamentos, os trabalhadores recebem cópias dos


procedimentos e operações a serem realizadas com segurança?
O canteiro de obras é mantido limpo e organizado?

O entulho e quaisquer sobras de materiais são coletados e


removidos regularmente?
Durante a remoção são tomadas medidas que evitem poeira
excessiva e eventuais riscos?
Existe proibição quanto a queima de lixo ou outro material no
interior do canteiro de obras?
É colocado tapumes ou barreiras visando impedir o acesso de
pessoas estranhas aos serviços?
Os tapumes são firmes e tem altura mínima de 2,20 m?

As galerias são mantidas sem sobrecargas que prejudiquem a


estabilidade de suas estruturas?
Havendo risco de queda de materiais nas edificações vizinhas,
estas são protegidas?
A ficha de acidente do trabalho é preenchida pelo seu superior
hierárquico?
A empresa é obrigada a manter CIPA no canteiro de obras?

A empresa possui CIPA no canteiro de obras?

Legenda:
C - CONFORME
NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL
50

NR 23 – PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS

TÓPICOS C NC NA

Existem saídas em quantidade suficiente para evacuação em caso


de incêndio ou emergência?
Os equipamentos de combate a incêndio estão nos lugares
adequados de acordo com o projeto de prevenção e combate a
incêndio?
Os extintores com carga de água estão no local adequado?
Existem extintores nos locais adequados, a pelo menos 12 metros
de distância?
Os extintores estão visíveis e sinalizados?
Os extintores estão desimpedidos?
Os extintores são inspecionados periodicamente?
Os extintores estão em bom estado de conservação?
A empresa que presta serviço com os extintores é certificada no
Corpo de Bombeiros?
A empresa que presta serviço com os extintores é certificada no
INMETRO?
As saídas de emergência estão desimpedidas e destravadas?
Existe iluminação de emergência nas partes internas da empresa?
A sinalização de emergência está funcionando corretamente,
baterias carregadas?
Existe espaço suficiente em baixo dos sprinklers para garantir uma
ação eficiente?
O sistema hidráulico de combate a incêndio (mangueiras e bomba)
apresenta algum aspecto que indique vazamento de óleo?
O sistema hidráulico de combate a incêndio (mangueiras e bomba)
passa por vistorias periódicas?
O sistema elétrico é verificado periodicamente?
O sistema de alarme está funcionando corretamente e passa por
vistorias periódicas?
Existem mais de 2 equipamentos elétricos ligados na mesma
tomada?
51

Os equipamentos elétricos estão em bom estado de conservação?


A empilhadeira possui extintor de incêndio com carga plena e no
prazo de validade para recarga?
O sistema elétrico está trabalhando dentro da carga adequada?
Os produtos combustíveis estão colocados em local seguro?
A empresa tem equipe treinada para atuar em caso de incêndio?
Ao menos uma parte dos funcionários sabe manusear os extintores
e hidrantes?
O local possui saída de emergência devidamente sinalizada?
As saídas pelas escadas estão desimpedidas?
A empresa cumpre as determinações impostas pelo Projeto de
Instalações Preventivas Contra Incêndio de Edificação?

Legenda:
C - CONFORME
NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL

NR 35- TRABALHO EM ALTURA

TÓPICOS C N NA
C
A atividade executada é acima de 2,00 m (dois metros) do nível inferior,
apresentando risco de queda?
A empresa assegura a realização da Análise de Risco - AR e, quando
aplicável, a emissão da Permissão de Trabalho – PT?
A empresa desenvolve procedimentos operacionais para as atividades
rotineiras de trabalho em altura?
A empresa assegura a realização de avaliação prévia das condições no
local do trabalho em altura, planejando e implementando ações e medidas
complementares de segurança aplicáveis?
A empresa adota as providências necessárias para acompanhar o
cumprimento das medidas de proteção estabelecidas na NR-35 pelas
empresas contratadas?
A empresa garante aos trabalhadores informações atualizadas sobre os
riscos e as medidas de controle
A empresa garante que qualquer trabalho em altura só se inicie depois de
adotadas medidas de proteção definidas na Norma Regulamentadora no.
35?
A empresa assegura a suspensão dos trabalhos em altura quando
verificado situações ou condições de risco não previstas, cuja eliminação
ou neutralização imediata não seja possível?
A empresa estabelece uma sistemática de autorização dos trabalhadores
para trabalho em altura?
A empresa assegura que todo trabalho em altura seja realizado sob
supervisão, cuja forma será definida pela análise de riscos de acordo com
as peculiaridades da atividade?
A empresa assegura da organização e do arquivamento da
documentação?
Os trabalhadores cumprem as disposições legais e regulamentares sobre
trabalho em altura, inclusive os procedimentos expedidos pela empresa?
Os trabalhadores colaboram com a empresa na implementação das
disposições contidas na NR-35?
Os trabalhadores possuem o direito de recusa, sempre que constatarem
evidências de riscos graves e iminentes para sua segurança e saúde ou a
de outras pessoas e de comunicarem imediatamente o fato a seu superior
hierárquico, que diligenciará as medidas cabíveis?
52

Os trabalhadores zelam pela sua segurança e saúde e a de outras


pessoas que possam ser afetadas por suas ações ou omissões no
trabalho?
A empresa promove programa de capacitação aos trabalhadores para a
realização de trabalho em altura?
Os trabalhadores capacitados para trabalhos em altura foram submetidos
e aprovados em treinamento, teórico e prático, com carga horária mínima
de oito horas?
Os trabalhadores submetidos a treinamento receberam noções, teóricas e
práticas, sobre as normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em
altura?
Os trabalhadores submetidos a treinamento receberam noções, teóricas e
práticas, sobre análise de risco e condições impeditivas?
Os trabalhadores submetidos a treinamento receberam noções, teóricas e
práticas sobre os riscos potenciais inerentes ao trabalho em altura e
medidas de prevenção e controle?
Os trabalhadores submetidos a treinamento receberam noções, teóricas e
práticas sobre Equipamentos de Proteção Individual para trabalho em
altura: seleção, inspeção, conservação e limitação de uso?
Os trabalhadores submetidos a treinamento receberam noções, teóricas e
práticas sobre acidentes típicos em trabalhos em altura e condutas em
situações de emergência, incluindo noções de técnicas de resgate e de
primeiros socorros?
A empresa realiza treinamentos para trabalhos em altura em periódicos
bienais?
A empresa realiza treinamentos para trabalhos em altura sempre que
ocorrer mudança nos procedimentos, condições ou operações de
trabalho?
A empresa realiza treinamentos para trabalhos em altura sempre que
ocorrer evento que indique a necessidade de novo treinamento?
A empresa realiza treinamentos para trabalhos em altura sempre que
ocorrer retorno de afastamento ao trabalho por período superior a noventa
dias?
A empresa realiza treinamentos para trabalhos em altura sempre que
ocorrer mudança de empresa?
A capacitação é realizada preferencialmente durante o horário normal de
trabalho e o tempo despendido na capacitação é computado como tempo
de trabalho efetivo?
O treinamento é ministrado por instrutores com comprovada proficiência
no assunto e sob a responsabilidade de profissional qualificado em
segurança no trabalho?
Ao término do treinamento, a empresa emite certificado contendo o nome
do trabalhador, conteúdo programático, carga horária, data, local de
realização do treinamento, nome e qualificação dos instrutores e
assinatura do responsável?
O certificado é entregue ao trabalhador e uma cópia arquivada na
empresa?
A capacitação é consignada no registro do empregado?
A empresa realiza avaliação do estado de saúde dos trabalhadores que
exercem atividades em altura?
Os exames e a sistemática de avaliação estão integrados e consignados
ao Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO?
A avaliação é efetuada periodicamente, considerando os riscos envolvidos
em cada situação?
A aptidão para trabalho em altura está consignada no atestado de saúde
ocupacional do trabalhador?
A empresa mante seu cadastro atualizado que permite conhecer a
abrangência da autorização de cada trabalhador para trabalho em altura?
Os trabalhos em altura são realizados sob supervisão, cuja forma será
definida pela análise de risco de acordo com as peculiaridades da
atividade?
Na execução do serviço, a análise de risco considera as influências
53

externas que podem alterar as condições do local de trabalho?


A Análise de Risco considera o local em que os serviços serão
executados e seu entorno?
A Análise de Risco considera o isolamento e a sinalização no entorno da
área de trabalho?
A Análise de Risco considera o estabelecimento dos sistemas e pontos de
ancoragem?
A Análise de Risco considera as condições meteorológicas adversas?
A Análise de Risco considera a seleção, inspeção, forma de utilização e
limitação de uso dos sistemas de proteção coletiva e individual,
atendendo às normas técnicas vigentes, às orientações dos fabricantes e
aos princípios da redução do impacto e dos fatores de queda?
A Análise de Risco considera o risco de queda de materiais e
ferramentas?
A Análise de Risco considera os trabalhos simultâneos que apresentam
riscos específicos?
A Análise de Risco considera o atendimento aos requisitos de segurança
e saúde, contidos nas demais normas regulamentadoras?
A Análise de Risco considera os riscos adicionais e as condições
impeditivas?
A Análise de Risco considera as situações de emergência e o
planejamento do resgate e primeiros socorros, de forma a reduzir o tempo
da suspensão inerte do trabalhador?
A Análise de Risco considera a necessidade de sistema de comunicação
e a forma de supervisão?
Nas atividades de trabalho em altura não rotineiras são previamente
autorizadas mediante a emissão da Permissão de Trabalho?
Nas atividades não rotineiras as medidas de controle são evidenciadas na
Análise de Risco e na Permissão de Trabalho?
A Permissão de Trabalho emitida é aprovada pelo responsável
autorizado, disponibilizada no local de execução da atividade e, ao final,
encerrada e arquivada de forma a permitir sua rastreabilidade?
A Permissão de Trabalho contém os requisitos mínimos a serem
atendidos para a execução dos trabalhos?
A Permissão de Trabalho contém as disposições e medidas estabelecidas
na Análise de Risco?
A Permissão de Trabalho contem a relação de todos os envolvidos e suas
autorizações?
A Permissão de Trabalho tem a validade limitada à duração da atividade,
restrita ao turno de trabalho?
Os EPI, acessórios e sistemas de ancoragem são especificados e
selecionados considerando-se a sua eficiência, o conforto, a carga
aplicada aos mesmos e o respectivo fator de segurança?
Na seleção dos EPI são considerados, além dos riscos a que o
trabalhador está exposto, os riscos adicionais?
Realizou-se no início dos trabalhos uma inspeção de todos os EPI,
acessórios e sistemas de ancoragem?
Na aquisição e periodicamente são efetuadas inspeções nos EPI,
acessórios e sistemas de ancoragem, destinadas à proteção de queda de
altura, recusando-se os que apresentem defeitos ou deformações?
São registrados os resultados das inspeções na aquisição e nas
inspeções periódicas e rotineiras quando os EPI, acessórios e sistemas
de ancoragem forem recusados?
Os EPI, acessórios e sistemas de ancoragem que apresentarem defeitos,
degradação, deformações ou sofrerem impactos de queda são inutilizados
e descartados?
O cinto de segurança é do tipo paraquedista e dotado de dispositivo para
conexão em sistema de ancoragem?
O sistema de ancoragem está estabelecido pela Análise de Risco?
O trabalhador permanecer conectado ao sistema de ancoragem durante
todo o período de exposição ao risco de queda?
O talabarte e o dispositivo trava-quedas estão fixados acima do nível da
54

cintura do trabalhador, ajustados de modo a restringir a altura de queda e


assegurar que, em caso de ocorrência, minimize as chances de o
trabalhador colidir com estrutura inferior?
O absorvedor de energia apresenta o fator de queda maior que 1?
O absorvedor de energia apresenta comprimento do talabarte maior que
0,9m?
Os pontos de ancoragem antes de serem utilizados foram inspecionados
quanto à integridade?
Os pontos de ancoragem foram selecionados por profissionais legalmente
habilitados?
Os pontos de ancoragem têm resistência para suportar a carga máxima
aplicável?
A empresa disponibiliza equipe para respostas em caso de emergências
no trabalho em altura?
A equipe possui os recursos necessários para respostas em caso de
emergências no trabalho em altura?
A empresa possui plano de emergência para respostas em caso de
emergências no trabalho em altura?

Legenda:
C - CONFORME
NC – NÃO CONFORME
NA- NÃO APLICAVEL

CONCLUSÃO

As normas que foram aplicadas nesse diagnostico foram solicitadas pelo órgão
de fiscalização, estando ciente que há outras normas aplicáveis a indústria da
cerâmica.

De acordo com as conformidades e não conformidades detectadas durante a


inspeção de segurança, à luz das normas e à legislação vigente aplicável, emitimos
o seguinte parecer:

Tendo em vista a preservação da integridade física e a saúde dos empregados


que elaboram ou fazem uso dos serviços ofertados na empresa F A DA CUNHA
EIRELI - ME, foi observado que:

 A empresa tem treinado seus trabalhadores inicialmente através de O.S.


(Ordem de Serviço) e integrações.

 Treina seus funcionários conforme função exercida individualmente.

 Fiscaliza quanto ao uso de EPI.

 Mantem implementada e atuante CIPA dentro da empresa, dando


autonomia e suporte pra que se mantenha eficiente no auxílio à segurança
e saúde do trabalhador.

 A empresa tem equipado seus funcionários com EPI’s adequados e


específicos a cada função, treinando-os quanto ao uso correto e
conservação do mesmo.
55

 Foi visto que a edificação em alguns setores necessita de melhorias para a


prevenção de acidentes como, quedas, choques e escoriações dos
trabalhadores.

 A empresa implementou por meio de profissional legalmente habilitado o


PPRA, fazendo seguir seu cronograma de atuação.

 A empresa tem treinado os funcionários que operam maquinas de


movimentação de cargas, exigindo CNH dos colaboradores.

 Os fornos apresentam construção solida com instalações que cumprem as


normas vigentes de segurança e saúde do trabalho.

 Foi encontrado sistema de prevenção e combate a princípio de incêndio.


Tais como, treinamentos específicos, extintores e plano de fuga,
emergência e primeiros socorros.

Concluímos este trabalho que foi realizado in loco durante todas as visitas,
deixando um cronograma e plano de ação para a que a empresa venha a se adequar
nas diretrizes gerais da NR 01 e das Normas regulamentadoras. Neste diagnóstico foi
evidenciado apenas 45% de conformidades das normas aplicadas na indústria
cerâmica, recomendados que a empresa cumpra o plano de ação que foi elaborado
com base nos aspectos vistos nas visitas in loco na empresa e em reunião de
alinhamento com o proprietário e gerentes da empresa.

O plano de ação foi feito com base na realidade da empresa e no que foi
pedido pelas ultimas fiscalizações dos órgãos governamentais de fiscalização do
trabalho que, verificaram algumas anormalidades e pediram a correção. Além deste
pedido pelos órgãos fiscalizadores, esta consultoria teve o foco de orientar e
organizar a empresa no tocante as adequações as Normas de saúde e segurança do
trabalho, com isso, entendemos que se, a empresa cumprir o plano de ação e
cronograma de execução, dentro do prazo estipulado e discutido a empresa estará
atendendo em 90% de todas as documentações solicitadas nas fiscalizações.

_______________, ___ de ______________ 2020.

_____________________________________________
F A DA CUNHA EIRELI - ME
CNPJ: 13.991.670/0001-69
56

___________________________________
RIVALDO BATISTA DA NÓBREGA JÚNIOR
Eng. e Tecnol. Em Cerâmica e Matérias, Esp. Em Química,
Tec. Em Meio Ambiente e De Segurança no Trabalho,
Esp. Em Gestão Ambiental, Esp. Em Higiene Ocupacional.
M.T.E N° 6880/D
CREA N° 21013088610/D
CRQ Nº 15.04.050

___________________________________
ELIZETE MORAIS DE FRANÇA
Téc. em Saúde Segurança no Trabalho
Registro: 7914/RN

APÊNDICE 1 Responsabilidade Técnica - (RT)

Eu, RIVALDO BATISTA DA NÓBREGA JUNIOR, Eng.º. E Técnol. em


Cerâmica, Téc. em Segurança no Trabalho e Meio
Ambiente, Téc. em Química, Gestor Ambiental,
Registros conselho de classe; CRQ/RN n°
15.4.00500/D, CREA/RN n° 211308863-0/D,
MTE Nº 6880/D - SRTE- RN, CFT-BR N°:
00925957402/D, Registro de Assistente em
pericia Re CNIS/RN – Provisório n° 533813, NIT:
125.97744-64-9; declaro para todos fins de direito que elaborei e sou responsável
técnico juntamente com toda a equipe abaixo relacionados, por todas as informações
contidas neste documento.
Todas as elementos e dados descritos neste plano, laudo e documentos que
fazem parte deste projeto estão em conformidade com ficha TÉCNICA DO PROJETO,
e em consonância com a Lei 6.514, de 22 de dezembro de 1977,
e publicada na portaria nº 3.214, de 8 de junho de 1978 do
Ministério do Trabalho e emprego – M.T.E/MINISTÉRIO DA
ECONOMIA - Escola Nacional da Inspeção do Trabalho
ENIT/INSPEÇÃO DO TRABALHO que criou as normas
regulamentadoras, teve suas últimas atualizações publicada pela
Portaria SEPRT n.º 915, de 30 de julho de 2019 D.O.U
31/07/19, (Redação dada pela Portaria SEPRT n.º 915, de 30/07/19).
Além da NR’s descritas neste parecer técnico foi usado como embasamento
técnico normas nacionais ABNT NBR e normas internacionais e da OIT – Organização
mundial do trabalho.
57

Nada mais a declara, e por ser verdadeiras as informações contidas neste documento,
assino e por ser verdade, dou fé.
Responsáveis técnicos pela elaboração e execução.

Itajá/RN, 14 de dezembro de 2020.

APÊNDICE 2 Levantamento Fotográfico


58

ANEXO - Mídia digital (drive)

https://drive.google.com/drive/folders/1t9onzGDwil4aIE7HtNqjqZAkJBAUsLiX?
usp=sharing