Você está na página 1de 15

LETRAMENTO DIGITAL

Daiane Magalhães Andrade


Daysi Britto de Oliveira
Célia Cristiane Peres
Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI
Pedagogia (PED2619) – Estágio Curricular II: Anos Iniciais do Ensino Fundamental
01/11/2020

RESUMO

O presente trabalho teve por objetivo descrever e analisar as etapas do Estágio I do curso de
licenciatura em Pedagogia do Centro Universitário Leonardo da Vinci UNIASSELVI, que consistiu
na pesquisa. O tema escolhido teve como área de concentração as metodologias de ensino,
baseado na Letramento Digital no 2º ano do Ensino Fundamental I. Visando mostrar a
importância do Letramento Digital na aprendizagem, propondo técnicas e meios do educador
trabalhá-las no ensino remoto. Este artigo tem como objetivo demonstrar a importância das
tecnologias digitais para a alfabetização e o letramento na sociedade, associando-as às
atividades pedagógicas convencionais e também apresentar uma proposta educativa digital
que favoreça à alfabetização e ao letramento nos anos inicias do ensino fundamental. Com
foco na utilização da tecnologia digital para a leitura e a escrita, mostrando a importância
dessa ferramenta como auxiliar na aprendizagem de crianças do 2° Ano do ensino fundamental
I, da educação básica, trabalhando de forma lúdica a tecnologia, tendo por objetivo estimular a
atenção, a concentração, o raciocínio lógico, a coordenação motora, conhecimentos de
ampliação de vocabulário, construção de sentidos do texto e ortografia, entre outros. Baseado
no que foi exposto no projeto de intervenção, Alfabeto dos Animais. Sendo que para a criação
das atividades foram feitas buscas de pesquisas em sites confiáveis e vídeos do Youtube.

Palavras-chave: Letramento Digital. Tecnologia. Crianças.

1 INTRODUÇÃO

A escolha do referido tema, Letramento Digital no 2º ano do Ensino Fundamental I,


se deu pelo avanço do acesso aos recursos tecnológicos e às mídias digitais, promovendo
mudanças na forma de alfabetizar e nas formas em que os professores conduzem o
processo de ensino dos seus alunos. Esta pesquisa tem como sustentação os conceitos de
Alfabetização, Letramento e Letramento Digital. No contexto letramento digital,
acrescentamos que ser letrado é poder interagir em ambientes digitais, isto é, realizando
práticas de leitura e crista que diferem das práticas tradicionais. É saber pesquisar,
selecionar, utilizar as diversas ferramentas disponíveis para cumprir propósitos
variados, é se relacionar com seus pares, aprender constantemente, construir,
transformar, reconstruir, exercer autoria, compartilhar conhecimento, sempre utilizando
os recursos da Web, quer para sua vida pessoal ou profissional.

Para a realização desse trabalho foi realizada uma pesquisa bibliográfica, afim de
colher informações de autores que já abordaram o tema. Foi elaborado uma Trilha
Pedagógica de forma virtual para alcançarmos nossos objetivos, onde através destes
mostraremos nosso planejamento e o roteiro de observação, onde falaremos sobre os
objetivos, sobre as escolhas e decisões acerca da área de concentração, bem como sobre
o tema e a justificativa do projeto de estágio, com base na fundamentação teórica do
mesmo. A seguir, relatarei sobre as situações vivenciadas na construção de um trabalho,
utilizando a ferramenta trilha Pedagógica, tudo, de forma virtual.

2 ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: FUNDAMENTAÇÃO TÉORICA

Considerando a importância da organização do trabalho pedagógico a partir da


tipologia de conteúdo, o projeto de estágio teve sua área de concentração nas
metodologias de ensino, tendo como delimitação do tema Letramento digital, 2º ano do
Ensino Fundamental I. Considerando a importância da organização do trabalho
pedagógico a partir da tipologia de conteúdo, o projeto de estágio teve sua área de
concentração nas metodologias de ensino, tendo como delimitação do tema Letramento
digital, 2º ano do Ensino Fundamental I, como aprendem e se desenvolvem através das
tecnologias. A definição do tema e os objetivos desse projeto baseou-se na construção
de uma Trilha Pedagógica, onde através do mesmo foi possível buscar por meio de
pesquisas em diversas fontes e ferramentas. Com objetivo de levar educadores (as) a
tornarem esse momento mais agradável e deleitoso, tanto para quem planeja as aulas
(educadores), quanto para os que recebem (educandos), proporcionando a ambos
momentos de prazer.

Com a modernidade, faz-se necessária uma mudança nos paradigmas de


compreensão do mundo. Afinal, hoje deixamos de ler exclusivamente os conteúdos
registrados no papel e passamos a consumir informações em telas, como celulares e
computadores. O avanço do acesso aos recursos tecnológicos e às mídias digitais, vem
promovendo mudanças na forma de alfabetizar e nas formas em que os professores
conduzem o processo de ensino dos seus alunos. Esta pesquisa tem como sustentação os
conceitos de Letramento Digital. As técnicas de ensino predominante no cotidiano das
práticas escolares são aulas expositivas com a participação dos alunos e que as
tecnologias mais utilizadas são projetor ou data show, computadores e aparelhos de
som.

As novas tecnologias têm gerado mudanças no padrão de vida da sociedade,


inserindo novas práticas sociais e consequentemente influenciando no uso da
linguagem. No mesmo sentido, surge um novo tipo de letramento, chamado de
letramento digital.

“letramento é muito mais que simplesmente decifrar códigos, ele é um


estado, uma condição: o estado ou condição de quem interage com diferentes portadores
de leitura e escrita.” (SOARES, 1998, p. 107).

No contexto do letramento digital, acrescentamos que ser letrado é poder


interagir em ambientes digitais, isto é, realizando práticas de leituras e escritas que
diferem das práticas tradicionais. É saber pesquisar, selecionar, é utilizar as ferramentas
disponíveis para cumprir propósitos variados, é aprender constantemente, construir,
transformar, compartilhar conhecimento... sempre utilizando recursos da Web, quer para
vida pessoal ou profissional.

O letramento digital implica tanto a apropriação de uma tecnologia, quanto o


exercício efetivo das práticas e escrita que circulam no meio digital. Cabe salientar que
o letramento digital não se restringe aos textos escritos, pois abrange outras
modalidades como, por exemplo a comunicação oral e visual. Mesmo não estando
alfabetizadas, as crianças conseguem acessar conteúdos com base em outras habilidades
linguístico-cognitivas. Elas costumam ser capazes de compreender muitos elementos da
linguagem não-verbal, visto que o acesso e a utilização de diversos recursos ocorrem de
maneira intuitiva.

O letramento digital envolve as habilidades do sujeito de lidar com textos


digitais que normalmente fazem parte de uma rede hipertextual e exploram
diversas linguagens, ou seja, são multimodais. Essa rede hipertextual é
composta por um conjunto de textos não lineares, que oferecem links ou elos
para outros textos, que podem ser ou conter imagens, gráficos, vídeos,
animações, sons. (COSCARELLI, 2009, p. 554).

É importante para os alunos a utilização de outros meios que auxiliem para a


diversidade dos métodos de ensino. A inovação tecnológica é um deles e nos traz
diversas ferramentas que nos possibilitam expandir as atividades de aprendizagem de
todos os tipos, inclusive as relacionadas à alfabetização e ao letramento, modelando-as
ao sistema de ensino e adequando aos conteúdos abordados, ou seja, proporcionando
novas estratégias metodológicas. Aplicativos para celulares, tablets e computadores são
boas ferramentas pedagógicas e ajudam a desenvolver a autonomia dos alunos nas aulas
presenciais ou em atividades complementares. Tal como afirma Santaella (2003):

A revolução digital não está apenas transformando os formatos de


comunicação. Entre outros aspectos, seus estudos apontam para a
necessidade permanente de reflexão sobre as modificações pelas quais o ser
humano vem passando em contato com as tecnologias, o que nos leva como
educadores a buscarmos uma formação continuada, principalmente na área da
tecnologia, pois as crianças estão sendo inseridas no meio tecnológicos cada
vez mais cedo. (SANTAELLA, 2003, p. 31).

Aspectos importantes do letramento digital são a autonomia e a independência


do aluno em relação à aprendizagem, com uma participação ativa nas atividades,
gerando motivação ao estudante. Além disso, há uma absorção contínua e auto
corrigível do conteúdo, em que o usuário pode verificar e corrigir os erros cometidos
nas atividades executadas. Outra característica é o dinamismo no processo de
aprendizagem, que gera instantaneidade na busca de soluções em qualquer conteúdo
abordado. Dependendo da atividade executada, o aluno também pode contar com o
trabalho coletivo, desenvolvendo habilidades junto com os colegas de classe e
aumentando sua capacidade de interação.

3 VIVÊNCIA DO ESTÁGIO

Para essa prática, baseou-se nas informações de diversas fontes, como, artigos e
sites confiáveis, livros, entre outros. Agregando também pesquisas com bases em
fundamentos teóricos de diversos autores renomados. Que tiveram seus estudos focados
no Letramento Digital, sobre como as crianças aprendem e se desenvolvem por meio
intermédio das tecnologias, que contribui muito para um aprendizado de qualidade.
Existem várias ferramentas tecnológicas que auxiliam o professor dentro e fora da sala
de aula. Para tanto, foi escolhido o programa: Metodologia e Estratégia de Ensino e
Aprendizagem, com o projeto sobre Alfabetização e letramento em tempos de ensino a
distância, usando como produto virtual, Trilha Pedagógica. Onde nos atentamos ao
Letramento Digital, por meio do Ensino Remoto. Exercícios rápidos e dinâmicos de
forma digital interativa, com jogos criados em plataformas digitais. O professor deve
citar nas, vídeo aulas as letras do alfabeto o material usado, e fazer com que os alunos
deem as respostas, falando os nomes dos animais que iniciem com a letra indicada,
estimulando as percepções e o conhecimento em grupo virtual, como Desembaralhe as
Letras, Ligar e Jogo da Memória, que contribuíram de uma forma significativa para uma
aprendizagem qualificada. Buscando estabelecer a ligação entre a oralidade e a
compreensão e análise linguística do material usado; estimulando a percepção visual e
auditiva; nomear e reconhecer as letras do alfabeto.

Tais métodos foram elaborados através de canais do Youtube, internet, e que nos
auxiliaram a desenvolver estes materiais, visando o pleno desenvolvimento da criança
que aprende de forma significativa tornando o ensino de qualidade.

Para tanto, o professor deve buscar através de pesquisas e estudos atividades e


conteúdo, que estimulem as crianças a usarem as tecnologias de forma produtiva.
Lembrando sempre que o método tradicional não pode ser abandonado. Assim,
professor que terá uma aula mais diversificada, acreditamos que o professor deverá
reconstruir e organizar suas práticas, para possibilitar as crianças essa experiência
maravilhosa, ajustada às condições do mundo tecnológico.

4 IMPRESSÕES DO ESTÁGIO (CONSIDERAÇÕES FINAIS)

Ao elaborarmos o presente trabalho enfatizamos a importância do Letramento


Digital no 2° ano do Ensino Fundamental I, como também sua contribuição para os
aspectos social, cognitivo, reforçando as intenções educativas e de aprendizagem da
criança. O que nos levou a nos atualizarmos e a intendermos que o ensino está além da
lousa, giz, cadernos... E que, temos uma ferramenta muito importante, a tecnologia, que
através dela se aprende muito, basta dedicar um tempo para explorá-la, e que, por meio
de pesquisas, a pessoa se trona autodidata, e torna conhecido o desconhecido. Se
utilizada devidamente, nos ajudará como futuras professoras (es), a inovar, com várias
ideias para que nossas aulas não se tornem chatas e nem monótonas, tanto para nós
futuras educadoras quanto para as crianças. Porém encontramos alguns obstáculos, na
construção da Trilha Pedagógica, sendo os mesmos desconhecidos para nós, onde
sanamos nossas dúvidas, usufruindo da internet, utilizando-a a nosso favor, através de
pesquisas.

Destacando assim, que por meio Letramento Digital, podemos desenvolver nas
crianças a habilidade como atenção, concentração, raciocínio lógico, coordenação
motora, entre outros.

Sendo-nos levadas a novas descobertas, a conhecer uma outra prática pedagógica,


ao mesmo tempo que nos instiga a buscarmos mais, a estarmos sempre à procura de
novas ideias, nos aperfeiçoando dia após dia. Deixando em nós o desejo de buscar mais,
que com certeza nos auxiliarão como futuras pedagogas. Por fim, acreditamos que o
Letramento digital, poderá integrar a criança no meio tecnológico ajudando no processo
ensino-aprendizagem, necessitando de uma ação sistematizada e planejada, para
promover o desenvolvimento integral da criança, tornando o indivíduo crítico e criativo.

REFERÊNCIAS

COSCARELLI, Carla Viana. Textos e hipertextos: procurando o equilíbrio.


Linguagem em (Discurso), Palhoça, SC, v. 9, n. 3, pp. 549-564, set/dez, 2009.
SANTAELLA, Lucia. “Da cultura das mídias à cibercultura: o advento do pós-
moderno”. Revista Famecos, Porto Alegre, dez. 2003, p. 23-32.

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte:


Autêntica: SP, 1998.
ANEXO I
LETRAMENTO DIGITAL
TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA A DIVULGAÇÃO DE
MATERIAL DIGITAL DESENVOLVIDO NO PROJETO
DE EXTENSÃO

Eu Daiane Magalhães Andrade, acadêmico do curso Licenciatura Pedagogia, matrícula


1405271, CPF 98703439020, da turma PED 2619, autorizo a divulgação do produto virtual,
realizado para atender o Projeto de Extensão, intitulado de: Letramento Digital de acordo com
critérios abaixo relacionados:

a) O produto virtual é de minha autoria, desenvolvido com materiais de diferentes


fontes pesquisa (vídeos, imagens, links de textos para pesquisa, links para visitas
virtuais, dicas de filmes, livros, etc.) devidamente referenciados, conforme as
Regras da ABNT.
b) Tenho ciência de que o material por mim cedido à UNIASSELVI é isento de
plágio, seguindo a Legislação brasileira vigente.
c) Estou ciente de que o material ficará disponível para consulta pública à
comunidade interna e externa, desde que aprovado pelos coordenadores,
professores e tutores da UNIASSELVI.

Número de telefone fixo/celular: (51) 3483-6569/ (51)98529-8766

Dar o aceite Daiane Magalhães Andrade


Assinatura do acadêmico

Alvorada, 01 de novembro de, 2020.


TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA A DIVULGAÇÃO DE
MATERIAL DIGITAL DESENVOLVIDO NO PROJETO
DE EXTENSÃO

Eu Daysi Britto de Oliveira, acadêmico do curso Licenciatura Pedagogia, matrícula 1182046,


CPF 73718220059, da turma PED 2619, autorizo a divulgação do produto virtual, realizado
para atender o Projeto de Extensão, intitulado de: Letramento Digital de acordo com critérios
abaixo relacionados:

a) O produto virtual é de minha autoria, desenvolvido com materiais de diferentes


fontes pesquisa (vídeos, imagens, links de textos para pesquisa, links para visitas
virtuais, dicas de filmes, livros, etc.) devidamente referenciados, conforme as
Regras da ABNT.
b) Tenho ciência de que o material por mim cedido à UNIASSELVI é isento de
plágio, seguindo a Legislação brasileira vigente.
c) Estou ciente de que o material ficará disponível para consulta pública à
comunidade interna e externa, desde que aprovado pelos coordenadores,
professores e tutores da UNIASSELVI.

Número de telefone fixo/celular: (51) 98547-0233

Dar o aceite Daysi Britto de Oliveira


Assinatura do acadêmico

Alvorada, 01 de novembro de, 2020.

Você também pode gostar