Você está na página 1de 11

Física Lista de Exercícios

Exercício 1 Exercício 4
(CFTMG 2011) Um esqueitista desce uma rampa curva, conforme (IFCE 2016) Para que uma partícula de massa m adquira uma
mostra a ilustração abaixo. aceleração de módulo a, é necessário que atue sobre ela uma
força resultante F. O módulo da força resultante para uma
partícula de massa 2 m adquirir uma aceleração de módulo 3 a é:

a) 7 F.
b) 4,5 F.
c) 2,6 F.
d) 5 F.
Após esse garoto lançar-se horizontalmente, em movimento de e) 6 F.
queda livre, a força peso, em determinado instante, é
Exercício 5
representada por:
(EEAR 2017) Em Júpiter a aceleração da gravidade vale
aproximadamente 25 m/s2  (2,5 x maior do que a aceleração da
a)  gravidade da Terra). Se uma pessoa possui na Terra um peso de
800 N, quantos newtons esta mesma pessoa pesaria em Júpiter?
(Considere a gravidade na Terra g= 10m/s2).
b) 
a) 36
b) 80
c) 800
c) 
d) 2.000
d) 
Exercício 6
Exercício 2 (UEMA 2016) CTB – Lei nº 9.503 de 23 de Setembro de 1997
(UNISC 2015) Qual dessas expressões melhor de ne uma das leis Institui o Código de Trânsito Brasileiro
de Newton? - Art. 65. É obrigatório o uso do cinto de segurança para condutor
e passageiros em todas as vias do território nacional, salvo em
a) Todo corpo mergulhado num líquido desloca um volume igual
situações regulamentadas pelo CONTRAN.
ao seu peso.
http://www.jusbrasil.com.br.
b) A força gravitacional é de nida como a força que atua num
 
corpo de massa
O uso do cinto de segurança, obrigatório por lei, remete-nos a
c) O somatório das forças que atuam num corpo é sempre igual
uma das explicações da Lei da Inércia, que corresponde à:
ao peso do corpo.
d) A força de atrito é igual ao produto da massa de um corpo pela a) 1ª Lei de Ohm.
sua aceleração. b) 2ª Lei de Ohm.
e) A toda ação existe uma reação. c) 1ª Lei de Newton.
d) 2ª Lei de Newton.
Exercício 3 e) 3ª Lei de Newton.
(CFTMG 2015) A imagem mostra um garoto sobre um skate em
movimento com velocidade constante que, em seguida, choca-se Exercício 7
com um obstáculo e cai. (UFSM 2013) O uso de hélices para propulsão de aviões ainda é
muito frequente. Quando em movimento, essas hélices empurram
o ar para trás; por isso, o avião se move para frente. Esse
fenômeno é explicado pelo(a):

a) 1ª lei de Newton.
b) 2ª lei de Newton.
A queda do garoto justi ca-se devido à(ao): c) 3ª lei de Newton.
a) princípio da inércia. d) princípio de conservação de energia.
b) ação de uma força externa. e) princípio da relatividade do movimento.
c) princípio da ação e reação.
Exercício 8
d) força de atrito exercida pelo obstáculo.

https://www.biologiatotal.com.br/medio/fisica/exercicios/dinamica/ex.-6.-introducao-a-dinamica?tentativa=ultima&respostas=todas 1/11
(IFSP 2016) O peso de um corpo depende basicamente da sua Exercício 11
massa e da aceleração da gravidade em um local. A tirinha a TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
seguir mostra que o Gar eld está tentando utilizar seus O salto em distância é uma modalidade olímpica de atletismo em
conhecimentos de Física para enganar o seu amigo. que os competidores combinam velocidade, força e agilidade para
  saltarem o mais longe possível a partir de um ponto pré-
determinado. Sua origem remonta aos Jogos Olímpicos da
Antiguidade. Nos Jogos Olímpicos da Era Moderna ele é
disputado no masculino desde a primeira edição, em Atenas no
ano de 1896, e no feminino desde os jogos de Londres, em 1948.
Foi apenas na 5ª edição das Paraolimpíadas, em Toronto
(Canadá), em 1976, que atletas amputados ou com
comprometimento visual puderam participar pela primeira vez.
Com isso, o atletismo passou a contar com as modalidades de
 
salto em distância e salto em altura.
De acordo com os princípios da Mecânica, se Gar eld for para
A Física está presente no salto em distância, de forma
esse planeta:
simpli cada, em quatro momentos:
a)  cará mais magro, pois a massa depende da aceleração da
gravidade.
b)  cará com um peso maior.
c) não cará mais magro, pois sua massa não varia de um local
para outro.
d)  cará com o mesmo peso.
e) não sofrerá nenhuma alteração no seu peso e na sua massa.
1º momento: Antes de saltar o indivíduo corre por uma raia,
Exercício 9
exiona as pernas, dando um último passo,  antes da linha que
(UEPB 2014) No século XVIII, o físico inglês lsaac Newton
limita a área de corrida, que exerce uma força contra o chão.
formulou as leis da mecânica e as usou para estudar e interpretar
Desta forma o atleta faz uso da Terceira Lei de Newton, e é a
um grande número de fenômenos físicos. Com base na
partir daí que executa o salto.
compreensão dessas leis, analise as proposições a seguir:
2º momento: A Segunda Lei de Newton nos deixa claro que, para
I. Ao fazer uma curva fechada em alta velocidade, a porta de um
uma mesma força, quanto maior a massa corpórea do atleta
automóvel abriu-se, e o passageiro, que não usava cinto de
menor sua aceleração, portanto, atletas com muita massa
segurança, foi lançado para fora. Esse fato pode ser explicado
saltarão, em princípio, uma menor distância, se não exercerem
pela segunda lei de Newton.
uma força maior sobre o chão, quando ainda em contato com o
II. A segunda lei de Newton a rma que, se a soma de todas as
mesmo.
forças atuando sobre um corpo for nula, o mesmo terá um
3º momento: Durante a fase de voo do atleta ele é atraído pela
movimento uniformemente variado.
força gravitacional e não há nenhuma força na direção horizontal
III. Um automóvel colide frontalmente com uma bicicleta. No
atuando sobre ele, considerando que a força de atrito com o ar é
momento da colisão, pode-se a rmar que a intensidade da força
muito pequena. No pouso, o local onde ele toca por último o solo é
que o automóvel exerce sobre a bicicleta é a mesma que a
considerado a marca para sua classi cação (alcance horizontal).
intensidade da força que a bicicleta exerce sobre o automóvel e
4º momento: Chegando ao solo, o atleta ainda se desloca,
em sentido contrário.
deslizando por uma determinada distância que irá depender da
Para as situações supracitadas, em relação às leis de Newton, é
força de atrito entre a região de contato com o solo,
(são) correta(s) apenas a(as) proposição(ões):
principalmente entre a sola da sua sapatilha e o pavimento que
a) I e II. constitui o piso. No instante em que o atleta para completamente,
b) II. a resultante das forças sobre ele é nula.
c) I.  
d) III. (CFTRJ 2017) No terceiro momento, é importante destacar que
e) II e III. sendo a força de atrito com o ar muito pequena, não há nenhuma
força na direção horizontal atuando sobre ele. Este fato tem uma
Exercício 10
importante consequência sobre o rendimento do atleta: durante a
(UERN 2013) Antes de empurrar uma estante apoiada em uma
fase de voo, o centro de gravidade do atleta move-se com
superfície plana de uma sala, uma pessoa decide retirar os livros
velocidade horizontal constante!
do seu interior. Dessa maneira, a força que irá reduzir, juntamente
Isto é uma consequência direta de qual lei de movimento
com o atrito, durante o deslocamento do móvel, é conhecida como
enunciada no século XVII?
força:
a) Inércia.
a) normal.
b) Ação e reação.
b) elástica.
c) Gravitação Universal.
c) de tração.
d) Relatividade Restrita.
d) centrípeta.
https://www.biologiatotal.com.br/medio/fisica/exercicios/dinamica/ex.-6.-introducao-a-dinamica?tentativa=ultima&respostas=todas 2/11
Exercício 12 a) sobe em movimento acelerado de aceleração igual a 10,0 m/s2 ,
(Unifesp 2002) Às vezes, as pessoas que estão num elevador em a balança indica 1,2 . 103N.
movimento sentem uma sensação de desconforto, em geral na b) sobe em movimento retardado de aceleração igual a 10,0 m/s2 ,
região do estômago. Isso se deve à inércia dos nossos órgãos
a balança indica 600N.
internos localizados nessa região, e pode ocorrer
c) desce em movimento acelerado de aceleração igual a 10,0 m/s2
a) quando o elevador sobe ou desce em movimento uniforme. , a balança indica 1,2 . 103N.
b) apenas quando o elevador sobe em movimento uniforme. d) desce em movimento retardado de aceleração igual a 10,0 m/s2
c) apenas quando o elevador desce em movimento uniforme. , a balança indica 900N.
d) quando o elevador sobe ou desce em movimento variado. e) desce em movimento uniforme, a balança indica 300N.
e) apenas quando o elevador sobe em movimento variado.
Exercício 17
Exercício 13 (IFCE 2016) Em um dos lmes do Homem-Aranha ele consegue
(UPE 2016) Uma viagem do Nordeste do Brasil até Ruanda, na parar uma composição de metrô em aproximadamente 60 s.
África, é proposta da seguinte forma: decola-se um helicóptero e, Considerando que a massa total dos vagões seja de 30. 000 kg e
cando em suspensão no ar em baixa altitude, espera-se a Terra que sua velocidade inicial fosse de 72 km/h, o módulo  da força
girar para pousar em solo africano. Sobre e proposta, resultante que o herói em questão deveria exercer em seus braços
desprezando os efeitos de correntes de ar externas sobre o seria de:
helicóptero, assinale a alternativa CORRETA.
a) 10.000 N.
a)  É possível de ser realizada, mas é evitada por causa do longo b) 15. 000 N.
tempo de viagem, que é de aproximadamente 24 horas. c) 20. 000 N.
b) É possível de ser realizada, mas é evitada porque o helicóptero d) 25.000 N.
mudaria sua latitude atingindo, na verdade, a Europa. e) 30.000 N.
c)  É impossível de ser realizada, uma vez que o helicóptero, ao
decolar, possui aproximadamente a mesma velocidade de rotação Exercício 18
da Terra, cando no ar, sempre acima da mesma região no solo. (UDESC 2015) Com relação às Leis de Newton, analise as
d) É impossível de ser realizada, por causa do movimento de proposições.
translação da Terra.  
e) É impossível de ser realizada porque violaria a irreversibilidade I. Quando um corpo exerce força sobre o outro, este reage sobre o
temporal das equações do movimento de Newton. primeiro com uma força de mesma intensidade, mesma direção e
mesmo sentido.
Exercício 14 II. A resultante das forças que atuam em um corpo de massa m é
(UFRGS 2017) Aplica-se uma força de 20 N a um corpo de massa proporcional à aceleração que este corpo adquire.
m. O corpo desloca-se em linha reta com velocidade que aumenta III. Todo corpo permanece em seu estado de repouso ou de
10 m/s a cada 2 s. Qual o valor, em kg, da massa m? movimento retilíneo uniforme, a menos que uma força resultante,
a) 5. agindo sobre ele, altere a sua velocidade.
b) 4. IV. A intensidade, a direção e o sentido da força resultante agindo
c) 3. em um corpo são iguais à intensidade, à direção e ao sentido da
d) 2. aceleração que este corpo adquire.
e) 1.  
Assinale a alternativa correta.
Exercício 15
a) Somente as a rmativas III e IV são verdadeiras.
(U a 2000) Um bloco de peso igual a 50 N, encontra-se sobre
b) Somente as a rmativas I e IV são verdadeiras.
uma balança no piso de um elevador. Se o elevador sobe com
c) Somente as a rmativas I e II são verdadeiras.
aceleração igual, em módulo, à metade da aceleração da
d) Somente as a rmativas II e III são verdadeiras.
gravidade local, pode-se a rmar que:
e) Todas a rmativas são verdadeiras.
a) A leitura da balança será de 25 N.
b) A leitura da balança permanecerá inalterada. Exercício 19
c) A leitura da balança será de 75 N. (MACKENZIE 2017) Quando o astronauta Neil Armstrong desceu
d) A leitura da balança será de 100 N. do módulo lunar e pisou na Lua, em 20 de julho de 1969, a sua
e) A leitura da balança será de 200 N. massa total, incluindo seu corpo, trajes especiais e equipamento
de sobrevivência era de aproximadamente 300 kg. O campo
Exercício 16 gravitacional lunar é, aproximadamente, 1/6 do campo
(Puccamp 1999) Uma pessoa de massa igual a 60kg está num gravitacional terrestre. Se a aceleração da gravidade na Terra é
elevador, em cima de uma balança de banheiro, num local onde a aproximadamente 10,0 m/s2, podemos a rmar que:
aceleração da gravidade é considerada 10,0m/s2 . Durante
a) a massa total de Armstrong na Lua é de 300 kg e seu peso é
pequenos intervalos de tempo o elevador pode sofrer acelerações
500 N.
muito fortes. Nessas condições, pode-se a rmar corretamente
b) a massa total de Armstrong na Terra é de 50 kg e seu peso é
que, quando o elevador
3.000 N.
https://www.biologiatotal.com.br/medio/fisica/exercicios/dinamica/ex.-6.-introducao-a-dinamica?tentativa=ultima&respostas=todas 3/11
c) a massa total de Armstrong na Terra é de 300 kg e seu peso é (Uff 2002) O elevador de passageiros começou a ser utilizado em
500 N. meados do século XIX, favorecendo o redesenho arquitetônico
d) a massa total de Armstrong na Lua é de 50 kg e seu peso é das grandes cidades e modi cando os hábitos de moradia.
3.000N. Suponha que o elevador de um prédio sobe com aceleração
e) o peso de Armstrong na Lua e na Terra são iguais. constante de 2,0 m/s2 , transportando passageiros cuja massa
total é 5,0×102 kg. Durante esse movimento de subida, o piso do
Exercício 20
elevador ca submetido à força de:
(Uece 1996) Um homem de peso P encontra-se no interior de um
Dado: aceleração da gravidade = 10 m/s2
elevador. Considere as seguintes situações:
1. O elevador está em repouso, ao nível do solo; a) 5,0 × 102 N
2. O elevador sobe com aceleração uniforme a , durante alguns
b) 1,5 × 103 N
segundos;
c) 4,0 × 103 N
3. Após esse tempo, o elevador continua a subir, a uma velocidade
d) 5,0 × 103 N
constante v .
e) 6,0 × 103 N
Analise as a rmativas:
I. A força F que o soalho do elevador exerce nos pés do homem é
Exercício 23
igual, em módulo, ao peso P vetorial do homem, nas três
(UFLA  2010) Um bloco de 10 kg está preso no teto de um
situações.
elevador por meio de um cabo que suporta uma tensão máxima
II. As situações (1) e (3) são dinamicamente as mesmas: não há
de 150 N. quando o elevador começa a subir, o cabo se rompe ao
aceleração, pois a força resultante é nula.
atingir a tensão máxima. Considerando g = 10 m/s2, é correto
III. Na situação (2), o homem está acelerado para cima, devendo a
a rmar que, no momento da ruptura do cabo, a aceleração do
força F que atua nos seus pés ser maior que o peso, em módulo.
elevador é:
Está(ão) correta(s) somente:
a) 15 m/s2
a) I
b) 5 m/s2
b) II
c) I e III c) 10 m/s2
d) II e III d) 25 m/s2

Exercício 21 Exercício 24
(UNESP 2011) Observe a tirinha (IFSUL 2011) Uma pessoa de massa igual a 65 kg está dentro de
um elevador, inicialmente parado, que começa a descer. Durante
um curto intervalo de tempo, o elevador sofre uma aceleração
para baixo de módulo igual a 2 m/s2. Considerando-se a
aceleração gravitacional no local igual a 10 m/s2, durante o tempo
em que o elevador acelera a força normal exercida pelo piso do
elevador na pessoa é igual a
 

a) 520 N.
b) 650 N.
c) 780 N.
d) zero.

Exercício 25
(UFTM 2012) Em um dia de calmaria, um barco reboca um
 
paraquedista preso a um paraglider. O barco e o paraquedista
Uma garota de 50 kg está em um elevador sobre uma balança
deslocam-se com velocidade vetorial e alturas constantes.
calibrada em newtons. O elevador move-se verticalmente, com
aceleração para cima na subida e com aceleração para baixo na
descida. O módulo da aceleração é constante e igual a 2 m/s² em
ambas situações. Considerando g = 10 m/s², a diferença, em
newtons, entre o peso aparente da garota, indicado na balança,
quando o elevador sobe e quando o elevador desce, é igual a

a) 50.
b) 100.
c) 150.
d) 200.
e) 250. Nessas condições,

a) o peso do paraquedista é a força resultante sobre ele.


Exercício 22

https://www.biologiatotal.com.br/medio/fisica/exercicios/dinamica/ex.-6.-introducao-a-dinamica?tentativa=ultima&respostas=todas 4/11
b) a resultante das forças sobre o paraquedista é nula. (UEPG 2013) O estudo dos movimentos está fundamentado nas
c) a força resultante exercida no barco é maior que a resultante no três leis de Newton. Sobre movimentos e as leis de Newton,
paraquedista. assinale o que for correto.
d)  a força peso do paraquedista depende da força exercida pelo
01)  O princípio da inércia é válido somente quando a força
barco sobre ele.
resultante sobre um corpo é não nula.
e)  o módulo da tensão na corda que une o paraquedista ao
02) Duplicando o valor da força resultante aplicada sobre um
paraglider será menor que o peso do paraquedista.
objeto, a aceleração experimentada pelo objeto também será
Exercício 26 duplicada.
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: 04) Forças de ação e reação nunca se anulam, pois atuam sempre
Um estudante movimenta um bloco homogêneo de massa M, em corpos distintos.
sobre uma superfície horizontal, com forças de mesmo módulo F, 08) Um avião voando em linha reta com velocidade constante
conforme representa a gura abaixo. está em equilíbrio dinâmico.

Exercício 30
(Uerj 2004) Um passageiro está no interior de um elevador que
desce verticalmente, com aceleração constante "a". Se "a" vale
1/5 da aceleração da gravidade, a razão entre a intensidade da
força que o piso do elevador exerce sobre o passageiro e o peso
Em X, o estudante empurra o bloco; em Y, o estudante puxa o
do passageiro é igual a:
bloco; em Z, o estudante empurra o bloco com força paralela ao
solo. a) 5
(UFRGS 2013) A força normal exercida pela superfície é, em b) 6/5
módulo, igual ao peso do bloco c) 1
d) 4/5
a) apenas na situação X.
b) apenas na situação Y.
Exercício 31
c) apenas na situação Z.
(UNESP 2011) No grá co a seguir são apresentados os valores da
d) apenas nas situações X e Y.
velocidade V, em m/s, alcançada por um dos pilotos em uma
e) em X, Y e Z.
corrida em um circuito horizontal e fechado, nos primeiros 14
segundos do seu movimento. Sabe-se que de 8 a 10 segundos a
Exercício 27
trajetória era retilínea. Considere g = 10 m/s² e que para completar
(CFTMG 2005) Um elevador de cargas possui massa total igual a
uma volta o piloto deve percorrer uma distância igual a 400 m.
6,0 × 102 kg e o cabo que o sustenta suporta uma tensão máxima
de 7,2 × 103 N. A aceleração máxima, em m/s2, que esse cabo
pode imprimir ao elevador é

a) 0,20.
b) 2,0.
c) 11.
d) 12.
A partir da análise do grá co, são feitas as a rmações:
Exercício 28
I. O piloto completou uma volta nos primeiros 8 segundos de
(FUVEST 2010) Um avião, com velocidade constante e horizontal,
movimento.
voando em meio a uma tempestade, repentinamente perde
II. O piloto demorou 9 segundos para completar uma volta.
altitude, sendo tragado para baixo e permanecendo com
III. A força resultante que agiu sobre o piloto, entre os instantes 8
aceleração constante vertical de módulo a > g, em relação ao solo,
e 10 segundos, tem módulo igual a zero.
durante um intervalo de tempo ∆t. Pode-se a rmar que, durante
IV. Entre os instantes 10 e 12 segundos, agiu sobre o piloto uma
esse período, uma bola de futebol que se encontrava solta sobre
força resultante, cuja componente na direção do movimento é
uma poltrona desocupada:
equivalente a três vezes o seu peso.
a) permanecerá sobre a poltrona, sem alteração de sua posição São verdadeiras apenas as a rmações
inicial.
a) I e III.
b)  utuará no espaço interior do avião, sem aceleração em relação
b) II e IV
ao mesmo, durante o intervalo de tempo ∆t.
c) III e IV
c) será acelerada para cima, em relação ao avião, sem poder se
d) I, III e IV
chocar com o teto, independentemente do intervalo de tempo ∆t.
e) II, III e IV
d) será acelerada para cima, em relação ao avião, podendo se
chocar com o teto, dependendo do intervalo de tempo ∆t. Exercício 32
e) será pressionada contra a poltrona durante o intervalo de (Uece 2010) Um elevador parte do repouso com uma aceleração
tempo ∆t. constante para cima com relação ao solo. Esse elevador sobe 2,0
m no primeiro segundo. Um morador que se encontra no elevador
Exercício 29
https://www.biologiatotal.com.br/medio/fisica/exercicios/dinamica/ex.-6.-introducao-a-dinamica?tentativa=ultima&respostas=todas 5/11
está segurando um pacote de 3 kg por meio de uma corda b) 8 m
2 c) 10 m
vertical. Considerando a aceleração da gravidade igual a 10m/s ,
a tensão, em Newton, na corda é d) 16 m
e) 20 m
a) 0.
b) 12. Exercício 35
c) 42. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: 
d) 88.  
Leia o texto e responda à(s) questão(ões).
Exercício 33
Um motorista conduzia seu automóvel de massa 2.000 kg que
(UNEMAT 2010) A gura abaixo representa um elevador em
trafegava em linha reta, com velocidade constante de 72 km/h,
movimento com velocidade constante.
quando avistou uma carreta atravessada na pista. Transcorreu 1 s
entre o momento em que o motorista avistou a carreta e o
momento em que acionou o sistema de freios para iniciar a
frenagem, com desaceleração constante igual a 10 m/s2
 
(FATEC 2016) Antes de o automóvel iniciar a frenagem, pode-se
a rmar que a intensidade da resultante das forças horizontais que
atuavam sobre ele era:

a) nula, pois não havia forças atuando sobre o automóvel.


b) nula, pois a força aplicada pelo motor e a força de atrito
resultante atuavam em sentidos opostos com intensidades iguais.
c) maior do que zero, pois a força aplicada pelo motor e a força de
atrito resultante atuavam em sentidos opostos, sendo a força
aplicada pelo motor a de maior intensidade.
d) maior do que zero, pois a força aplicada pelo motor e a força de
atrito resultante atuavam no mesmo sentido com intensidades
iguais.
e) menor do que zero, pois a força aplicada pelo motor e a força
de atrito resultante atuavam em sentidos opostos, sendo a força
de atrito a de maior intensidade.
A tração (T) do cabo durante o movimento de subida é:
  Exercício 36
(CFTMG 2008) Um automóvel desloca-se com velocidade
a) maior que o peso do elevador.
constante em uma estrada plana e horizontal, sob a ação de
b) maior que durante o movimento de descida.
quatro forças: o peso P, a normal exercida pela estrada N, a
c) igual durante o movimento de descida.
propulsora do motor F e a de atrito R, conforme a gura a seguir:
d) menor que durante o movimento de descida.
e) menor que o peso do elevador.

Exercício 34
(UPE 2019) Um bloco de massa m = 2,0 kg está em repouso
sobre uma superfície horizontal sem atrito. Em t = 0,0 o bloco é
puxado horizontalmente com uma força constante de 5,0 N por
um motor de massa M = 10,0 kg. Sabendo que o motor está preso
A relação correta entre os módulos dessas forças é:
ao solo, determine a distância percorrida pelo bloco quando t =
4,0 s. a) P = N e F = R
Considere o módulo da aceleração da gravidade como g = 10,0 b) P = N e F > R
m/s2 c) P > N e F > R
d) P > N e F = R

Exercício 37
(UPE 2014) A gura a seguir representa um ventilador xado em
um pequeno barco, em águas calmas de um certo lago. A vela se
encontra em uma posição xa e todo vento soprado pelo
ventilador atinge a vela.
Considere que o ar, após colidir com a vela, atinge o repouso.

a) 4 m

https://www.biologiatotal.com.br/medio/fisica/exercicios/dinamica/ex.-6.-introducao-a-dinamica?tentativa=ultima&respostas=todas 6/11
a) Inde nido, pois ele é nulo, assim como a velocidade vertical
nesse ponto.
b) Vertical para baixo, pois somente o peso está presente durante
o movimento.
c) Horizontal no sentido do movimento, pois devido à inércia o
objeto mantém seu movimento.
Nesse contexto e com base nas Leis de Newton, é  CORRETO d) Inclinado na direção do lançamento, pois a força inicial que atua
a rmar que o funcionamento do ventilador sobre o objeto é constante.
e) Inclinado para baixo e no sentido do movimento, pois aponta
a) aumenta a velocidade do barco.
para o ponto onde o objeto cairá.
b) diminui a velocidade do barco.
c) provoca a parada do barco. Exercício 41
d) não altera o movimento do barco. (UFJF 2017) A gura abaixo mostra um garoto balançando numa
e) produz um movimento circular do barco. corda passando pelo ponto A no sentido anti-horário. Um
observador, parado no solo, observa o garoto e supõe existir
Exercício 38
quatro forças atuando sobre ele nesse momento.
(FMP 2016) Um helicóptero transporta, preso por uma corda, um
pacote de massa 100 kg. O helicóptero está subindo com
aceleração constante vertical e para cima de 0,5 m/s2. Se a
aceleração da gravidade no local vale 10 m/s2, a tração na corda,
em newtons, que sustenta o peso vale:

a) 1.500
b) 1.050
c) 500 Do ponto de vista deste observador, quais das forças abaixo
d) 1.000
estão, de fato, atuando sobre o garoto na posição A?
e) 950 1. Uma força vertical para baixo, exercida pela Terra.

Exercício 39 2. Uma força apontando de A para O, exercida pela corda.


3. Uma força na direção do movimento do garoto, exercida pela
(UERJ 2014) A imagem abaixo ilustra uma bola de ferro após ser
disparada por um canhão antigo. velocidade.
4. Uma força apontando de O para A, exercida pelo garoto.

a) Somente 1, 2 e 3.
b) Somente 1, 2 e 4.
c) Somente 2 e 3.
d) Somente 1 e 2.
e) Somente 1, 3 e 4.
Desprezando-se a resistência do ar, o esquema que melhor
Exercício 42
representa as forças que atuam sobre a bola de ferro é:
(Uece 2010) Duas massas diferentes estão penduradas por uma
polia sem atrito dentro de um elevador, permanecendo
equilibradas uma em relação à outra, conforme mostrado na
a)  gura a seguir.

b) 

c) 

d) 

Exercício 40
(ENEM 2014) Na Antiguidade, algumas pessoas acreditavam que,
no lançamento obliquo de um objeto, a resultante das forças que
atuavam sobre ele tinha o mesmo sentido da velocidade em todos
os instantes do movimento. Isso não está de acordo com as
interpretações cientí cas atualmente utilizadas para explicar esse
fenômeno. Desprezando a resistência do ar, qual é a direção e o
sentido do vetor força resultante que atua sobre o objeto no ponto
mais alto da trajetória?
https://www.biologiatotal.com.br/medio/fisica/exercicios/dinamica/ex.-6.-introducao-a-dinamica?tentativa=ultima&respostas=todas 7/11
módulo da aceleração provocada no corpo, pela ação dessas
forças.

Exercício 45
(UFJF 2017) No Levantamento de Peso Olímpico, a prova do
arranque consiste no atleta levantar uma barra com pesos do solo
até acima da cabeça em um único movimento. O recordista
mundial é o atleta iraniano Behdad Salimi que, nos Jogos
Olímpicos do Rio, levantou 216 kg. Considere, para este
levantamento, duas situações. Na situação inicial (A), o atleta está
levantando o peso quando o halter já não está mais em contato
com o chão. Ele faz uma força vertical para cima, de modo que a
barra acelera, verticalmente para cima, com aceleração de 1 m/s2.
Na situação (B), a barra já está em repouso, acima da cabeça do
haltero lista.

Podemos a rmar corretamente que nessa situação o elevador


está

a) descendo com velocidade constante.


b) subindo aceleradamente.
c) subindo com velocidade constante.
d) descendo aceleradamente.

Exercício 43
(UFSC 2008) No livro “Viagem ao Céu”, Monteiro Lobato a rma
que quando jogamos uma laranja para cima, ela sobe enquanto a
força que produziu o movimento é maior que a força da
gravidade. Quando a força da gravidade se torna maior, a laranja
cai.Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S). Com base nestas informações, faça o que se pede:
a) A gura abaixo mostra quatro opções para o diagrama de
01) Realmente na subida, após ser lançada pela mão de alguém, forças para a barra. Em cada opção são mostrados dois
haverá uma força maior do que o peso para cima, de modo a diagramas, um para a situação (A) e outro para a situação (B). Em
conduzir a laranja até uma altura máxima. todos eles, F é a força que o haltero lista faz na barra naquela
02) Quando a laranja atinge sua altura máxima, a velocidade é situação e P é o peso da barra. Responda qual das opções
nula e todas as forças também se anulam. representa corretamente a relação entre o módulo das forças,
04) Supondo nula a resistência do ar, após a laranja ser lançada justi cando sua resposta no campo abaixo.
para cima, somente a força peso atuará sobre ela.
08) Para que a laranja cesse sua subida e inicie sua descida, é
necessário que a força da gravidade seja maior que a mencionada
força para cima.
16) Supondo nula a resistência do ar, a aceleração da laranja
independe de sua massa.

Exercício 44
(UEM 2011) Analise as alternativas abaixo e assinale o que for
correto.
b) Calcule a força que o levantador faz na barra em cada caso.
01) 1 kgf é o módulo da força com que o quilograma-padrão é
atraído pela Terra, ao nível do mar e a 45º de latitude. Exercício 46
02) Uma grandeza vetorial é completamente caracterizada (UERJ 2008) Um elevador que se encontra em repouso no andar
quando conhecemos seu módulo, direção e sentido. térreo é acionado e começa a subir em movimento uniformemente
04) Quando um corpo está em repouso, é necessária a ação de acelerado durante 8 segundos, enquanto a tração no cabo que o
uma força sobre esse corpo, para colocá-lo em movimento. suspende é igual a 16250 N. Imediatamente após esse intervalo
08) Um corpo somente está em equilíbrio se nenhuma força atuar de tempo, ele é freado com aceleração constante de módulo igual
sobre ele.
a 5 m/s2, até parar. Determine a altura máxima alcançada pelo
16) A massa de um corpo é a constante de proporcionalidade,
elevador, sabendo que sua massa é igual a 1300 kg
entre o módulo resultante de forças que atuam nesse corpo e o

https://www.biologiatotal.com.br/medio/fisica/exercicios/dinamica/ex.-6.-introducao-a-dinamica?tentativa=ultima&respostas=todas 8/11
Exercício 47 os casos que ela abordou, um particularmente interessante foi
(UFMS 2006) Uma lâmpada está pendurada verticalmente em sobre a distraída Pantera Cor-de-Rosa. Nas suas ilustrações,
uma corda no interior de um elevador que está descendo. O Artêmis pôde registrar duas situações distintas de um episódio:
elevador está desacelerado a uma taxa igual a 2,3 m/s2. Se a - na primeira situação ( gura 1), sicamente possível, a Pantera
tensão na corda for de 123 N, qual a massa da lâmpada em kg? encontra-se subindo um edifício com o  auxílio de um elevador
(Considere g = 10 m/s2). rudimentar e, nessa situação, ela precisa exercer uma força na
corda para erguerse. Ao chegar ao topo do edifício, a distraída
Exercício 48 Pantera solta a corda e cai em queda livre juntamente com o
(UFRJ 2005) Quando o cabo de um elevador se quebra, os freios elevador.
de emergência são acionados contra trilhos laterais, de modo que - na segunda situação ( gura 2), sicamente impossível, tem-se
esses passam a exercer, sobre o elevador, quatro forças verticais ilustrado o forte impacto do elevador ao se chocar com o solo,
constantes e iguais a f, como indicado na gura. Considere g = enquanto a Pantera livra-se dessa situação mortal dando um
10m/s2. pequeno salto para fora do elevador.

Diante das situações apresentadas,


a) justi que o motivo pelo qual a situação da gura 2 é
sicamente impossível.
Suponha que, numa situação como essa, a massa total do b) esboce, separadamente, diagramas de forças que atuam na
elevador seja M = 600kg e que o módulo de cada força f seja Pantera e no elevador durante a subida ( gura 1). Considere que a
│f│ = 1350N. Calcule o módulo da aceleração com que o roldana e a corda são ideais, há ausência de atrito no eixo da
elevador desce sob a frenagem dessas forças. roldana e que a subida é feita com velocidade constante.
c) determine a expressão literal da força que a Pantera fez na
Exercício 49 corda para conseguir erguer-se com o elevador, com velocidade
(UFRN 2002) Artêmis apresentou, em um dos seus trabalhos constante. Considere M a massa da Pantera, m a massa do
submetidos a uma revista de ensino de Física, uma análise dos elevador e g a aceleração local da gravidade.
conceitos físicos que aparecem nos desenhos animados. Dentre

GABARITO
Exercício 5
Exercício 1
d) 2.000

Exercício 6
b)  c) 1ª Lei de Newton.

Exercício 2 Exercício 7
e) A toda ação existe uma reação. c) 3ª lei de Newton.

Exercício 3 Exercício 8
a) princípio da inércia. c) não cará mais magro, pois sua massa não varia de um local
para outro.
Exercício 4

e) 6 F. Exercício 9

d) III.
https://www.biologiatotal.com.br/medio/fisica/exercicios/dinamica/ex.-6.-introducao-a-dinamica?tentativa=ultima&respostas=todas 9/11
Exercício 10 b) 2,0.

a) normal. Exercício 28

Exercício 11 d) será acelerada para cima, em relação ao avião, podendo se


chocar com o teto, dependendo do intervalo de tempo ∆t.
a) Inércia.
Exercício 29
Exercício 12
02) Duplicando o valor da força resultante aplicada sobre um
d) quando o elevador sobe ou desce em movimento variado.
objeto, a aceleração experimentada pelo objeto também será
Exercício 13 duplicada.
04) Forças de ação e reação nunca se anulam, pois atuam
c) É impossível de ser realizada, uma vez que o helicóptero, ao
sempre em corpos distintos.
decolar, possui aproximadamente a mesma velocidade de
08) Um avião voando em linha reta com velocidade constante
rotação da Terra, cando no ar, sempre acima da mesma região
está em equilíbrio dinâmico.
no solo.
Exercício 30
Exercício 14
d) 4/5
b) 4.
Exercício 31
Exercício 15
e) II, III e IV
c) A leitura da balança será de 75 N.
Exercício 32
Exercício 16
c) 42.
a) sobe em movimento acelerado de aceleração igual a 10,0
m/s2 , a balança indica 1,2 . 103N. Exercício 33

Exercício 17 c) igual durante o movimento de descida.

a) 10.000 N. Exercício 34

Exercício 18 e) 20 m

d) Somente as a rmativas II e III são verdadeiras. Exercício 35

Exercício 19 b) nula, pois a força aplicada pelo motor e a força de atrito


resultante atuavam em sentidos opostos com intensidades
a) a massa total de Armstrong na Lua é de 300 kg e seu peso é
iguais.
500 N.
Exercício 36
Exercício 20
a) P = N e F = R
d) II e III
Exercício 37
Exercício 21
d) não altera o movimento do barco.
d) 200.
Exercício 38
Exercício 22
b) 1.050
e) 6,0 × 103 N
Exercício 39
Exercício 23

b) 5 m/s2
a) 
Exercício 24
Exercício 40
a) 520 N.
b) Vertical para baixo, pois somente o peso está presente
Exercício 25 durante o movimento.
b) a resultante das forças sobre o paraquedista é nula.
Exercício 41
Exercício 26 d) Somente 1 e 2.
c) apenas na situação Z.
Exercício 42
Exercício 27
https://www.biologiatotal.com.br/medio/fisica/exercicios/dinamica/ex.-6.-introducao-a-dinamica?tentativa=ultima&respostas=todas 10/11
d) descendo aceleradamente. T - mg = m.a

Exercício 43

16250 - 13000 = 1300.a a = 2,5 m/s2
A velocidade atingida nos 8 segundos de subida.
04) Supondo nula a resistência do ar, após a laranja ser v = v0 + a.t
lançada para cima, somente a força peso atuará sobre ela. v = 0 + 2,5.(8) = 20 m/s
16) Supondo nula a resistência do ar, a aceleração da laranja A distância percorrida nestes 8 segundos será:
independe de sua massa. S = S0 +v0 .t + a.t2/2

Exercício 44 S = 2,5.(8)2/2 = 80 m
No trecho desacelerado, por Torricelli:
01) 1 kgf é o módulo da força com que o quilograma-padrão é
v2 = v02 + 2.a.∆S
atraído pela Terra, ao nível do mar e a 45º de latitude.
02) Uma grandeza vetorial é completamente caracterizada 0 = (20)2 + 2.(-5).∆S
quando conhecemos seu módulo, direção e sentido. ⇒
0 = 400 - 10.∆S ∆S = 40 m
04) Quando um corpo está em repouso, é necessária a ação de Nos dois trechos: ∆S = 80 + 40 = 120 m
uma força sobre esse corpo, para colocá-lo em movimento.
Exercício 47
16) A massa de um corpo é a constante de proporcionalidade,
entre o módulo resultante de forças que atuam nesse corpo e o Sobre a lâmpada estão atuando duas forças verticais, o peso e
módulo da aceleração provocada no corpo, pela ação dessas a tração de sustentação. Pela 2.a lei de Newton é verdadeiro
forças. escrever, para um sistema descendente: P - T = m.a

Disto vem: mg - T = m.a mg - ma = T
Exercício 45 ⇒
m.(g - a) = T m.[10 - (-2,3)] = 123
a) Para que o atleta consiga erguer a barra (situação A), a força m.(12,3) = 123 ⇒ m = 23/12,3 = 10 kg
aplicada por ele sobre a barra deve ser maior que o peso da
Exercício 48
mesma. Já para o estado de equilíbrio sobre a cabeça do atleta
(situação B) temos igualdade entre a força aplicada e o peso da a = 1,0 m/s².
barra, sendo que o peso da barra é constante. Logo, a opção
Exercício 49
correta é a 1.
b) Para a Opção 1 e Situação A: a) a pantera continua a cair, mesmo saindo do elevador.
A con guração da força resultante é dada por: b) Observe a gura a seguir:
F  −  P = m .  a
2
F = P  +  m .  a ⇒ F = 2160 N   +  216 kg .  1 m/s ∴ F = 2.376 N

Outra opção seria analisando pelo grá co, através da relação


existente entre as quadrículas, imaginando que os vetores
estão proporcionalmente representados, temos: 7 quadrículas
para a força e 5 quadrículas para o peso, então:
7 7 2
F =  P ⇒ F =  .  216 kg .  10 m/s   ∴ F = 3.024 N
5 5

Esse valor não é consistente com o calculado anteriormente.


Sendo assim, como aprendizado, é interessante usar esse valor
para con rmar a aceleração dada, temos:
F − P 3024 − 2160
2
F  −  P = m .  a ⇒ a = ⇒ a = ∴ a = 4 m/s .
m 216

Assim, constatamos que a utilização dos valores das


quadrículas leva o aluno a cometer um erro, pois a aceleração
do movimento de arranque é de apenas 1 m/s2. Portanto, essa
tentativa de solução está condenada. Somente seria possível
fazer a utilização desta possibilidade de cálculo se a proporção
fosse 11 para 10 em vez de 7 para 5 como representado.
Para a Situação B: Força e Peso são iguais a 5 quadrículas que
corresponde a:
2
F = P ⇒ F = 216 kg .  10 m/s ∴ F = 2.160 N

Exercício 46

No trecho acelerado pela segunda lei de Newton: c) (M+m) . g/2

https://www.biologiatotal.com.br/medio/fisica/exercicios/dinamica/ex.-6.-introducao-a-dinamica?tentativa=ultima&respostas=todas 11/11

Você também pode gostar