Você está na página 1de 4

Plano de Acção para a Implementação do Plano de Reforço de Recursos

Humanos

No âmbito de implementação de um plano de reforço de recursos humanos, a E108.Com-Fer e


UT V, criou uma linha orientativa composta por acções de preparação, implementação,
manutenção e auditoria.

No que diz respeito às acções de preparação, temos as seguintes:

 Análise de àreas funcionais com deficiências e necessidades de reforço


 Preparação de calendários e prazos para formação do pessoal
 Revisão dos níveis de formação de cada funcionário
 Revisão dos níveis de desempenho e delimitação dos métodos de avaliação dos mesmos
 Análise dos níveis de satisfação dos colaboradores através de inquéritos.
 Criação de Modelos e Mapas para rotação de Pessoal

As acções de preparação visam identificar fraquezas internas que constituirão, não só objecto de
análise e revisão, mas também um conjunto de problemas a serem solucionados pelas propostas
apresentadas pelas acções a serem implementadas.

As acções acima mencionadas terão um prazo máximo de 3 meses para a sua conclusão,
comecando estes a contar apartir da aprovação do plano de reforços de recursos humanos pela
gerência da E108.Com-Fer e UT V, Lda.

Quanto às acções de implementação, temos as seguintes:

 Formação Efectiva das àreas funcionais analisadas previamente.


 Efectuação da Rotação do pessoal
 Implementação de mudanças consideradas necessárias ao ambiente de trabalho de acordo com
os dados colhidos pelos inquéritos.
 Estabelecimento de metas de desempenho
 Implementação de métodos de análise de desempenho como o de :escalas gráficas de
classificação, pesquisas de campo, avaliação por resultados e avaliação 360 graus.
 Implementação de um sistema informatizado de controle de absentismo
E por fim, as acções de manutenção e auditoria, que se resumem em :

 Comparações periódicas dos resultados obtidos com os esperados para cada funcionário
 Controles de absentismo
 Analise periódicas de compatibilidades entre as políticas e mudanças realizadas com as
expectativas dos funcionários e administração

Programa de Implementação das Normas Internacionais de Gestão de


Qualidade

Um dos requisitos necessários para a actuação de qualquer organização no mercado global é a


garantia de existência de normas e políticas de qualidade dentro da mesma. Para tal, é necessário
que haja, em primeiro lugar, a consciencialização da direcção da organização, da necessidade de
implementação de um sistema de gestão de qualidade, que esteja baseado nas normas e políticas
de qualidade internacionais que compõem a ISO 9000.

A E108-Com.Fer e UT V, na expectativa de melhoria dos seus níveis de qualidade gerais, visa


implementar um sistema de qualidade baseado nas normas internacionais da ISO 9001 e 9004.

Para tal, a E108.Com-Fer e UT V, seguirá as seguintes etapas para a sua implementação:

Identificar os processos do SGQ

Esta etapa consiste numa análise minuciosa de todos os elementos que compõem a cadeia de
suprimentos deste o seu primeiro elemento até ao ultimo, visando obter uma visão sequencial,
abrangente e sistemática de todos os processos que contribuem para o nível de qualidade
existente na empresa, bem como a interacção e dependência entre os mesmos processos.
Determinar critérios e métodos para assegurar a qualidade e controle

Para tal a E108-Com. Fer e UT V, basear-se-á nas “sete ferramentas de qualidade”, que
permitem um melhor controle e uma visão abrangente da situação da organização, com base na
colecta eficaz de dados, permitindo assim, a tomada de decisões com base em padrões e análises
estatísticas:

 Diagrama de Pareto
 Diagrama de causa e efeito
 Histograma
 Folhas de verificação
 Gráficos de dispersão
 Fluxograma
 Cartas de Controle.

Para além destas sete ferramentas, a E108-Com.Fer e UT V, utilizará o método de Círculos de


Controle de Qualidade desenvolvido por Kaoru Ishikawa, que consiste na criação de grupos de
funcionários que visam procurar soluções e alternativas para os problemas de qualidade,
garantindo uma maior participação dos funcionários nos processos organizacionais.

Assegurar disponibilidade de recursos

Esta etapa visa a verificação e análise dos recursos disponíveis para a garantia dos níveis de
qualidade, com vista a evitar quebras no mesmo. Para tal, faz-se uma verificação periódica de
recursos financeiros, humanos e operacionais.

Definir acções para alcançar resultados planeados e melhoria continua

Com vista a garantir uma utilização eficiente e metódica dos recursos disponíveis na empresa, é
necessário a implementação de acções com vista a garantir a melhoria continua e alcance dos
resultados planeados. Tais acções, devem estar de acordo com o plano de negócio de empresa,
garantindo uma sintonia entre a gestão de qualidade e os objectivos da mesma.

No que diz respeito a E108.Com-Fer e UT V, Lda estas acções são:


 Programas de Formação do Pessoal em matérias relacionadas com gestão de qualidade
 Criação de Manuais de Procedimentos, Políticas e Padrões de Qualidade (Leitura
Obrigatória)
 Análises Constantes de níveis de satisfação do consumidor através da criação de linha de
clientes, bem como “surveys” (pesquisas) com vista a obtenção de opiniões dos mesmos
quanto aos nossos produtos.
 Efectuar o Benchmarking com outros concorrentes mais fortes, como a SOMOFER.

Auditorias

Após os processos relacionados com a implementação de um sistema de qualidade, a E108.Com-Fer e


UT V, Lda irá recorrer a auditorias frequentes ao sistema com vista a garantir a actuação do mesmo de
acordo com o previsto nas normas da família ISO 9000. É de realçar que o sistema provavelmente
sofrerá actualizações com vista a evitar a obsolência do mesmo em relação aos padrões nacionais e
internacionais.

Você também pode gostar