Você está na página 1de 6

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE - UFCG

CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA


UNIDADE ACADÊMICA DE FÍSICA
LABORATÓRIO DE FÍSICA EXPERIMENTAL II
ALUNO:
MATRÍCULA:
TURMA:

REFLEXÃO DA LUZ ENTRE DOIS ESPELHOS PLANO

CAMPINA GRANDE – PB
2021
Índice
1. INTRODUÇÃO
1.1 OBJETIVO
1.2 MATERIAL UTILIZADO
1.3 MONTAGEM
2. PROCEDIMENTOS E ANÁLISES
2.1 PROCEDIMENTOS
2.2 DADOS E TABELAS
2.3 ANÁLISE
3. CONCLUSÃO
1. INTRODUÇÃO
Nesse experimento iremos estudar a imagem entre dois espelhos planos,
antigamente era muito usado por mágicos para criar ilusões ópticas nos indivíduos,
em várias apresentações, a partir dos estudos teóricos iremos constatar a
veracidade com as realizações experimentais.

1.1 OBJETIVO
O principal objetivo deste experimento é estudar a quantidade de imagens
fornecidas entre dois espelhos planos, e constatarmos se a função teórica é mesmo
verídica.

1.2 MATERIAL UTILIZADO


 02 Espelhos Planos (60 mm x 80 mm);
 02 Suportes para os espelhos planos;
 01 Disco giratório Ø = 23cm com escala angular e subdivisões de 1º;
 01 Suporte para o disco giratório.

1.3 Montagem

Figura 1 - Montagem para o experimento Associação de espelhos planos


2. Procedimentos e Análises

2.1 Procedimentos
Depois de obter os equipamentos igual a figura 1, devemos colocar os espelhos

planos formando um ângulo de 90º graus entre eles em cima do disco, com isso
colocamos um objeto pequeno na frente dos espelhos e a partir disso contamos
quantas imagens podem ser obtidas mudando os ângulos, apresentados na tabela
2, a fórmula teórica é, para a quantidade de imagens é:

Figura 2- Foto do Experimento


2.2 Dados e Tabelas

Ângulo entre espelhos N teórico N medido


30° 11 11
45° 7 7
60° 5 5
90° 3 3
120° 2 2

Tabela 1 - Valores nominais e medidos do número de imagens entre espelhos.

2.3 Análise
Com base nos resultados obtidos entre o número de imagens de um espelho,
fizemos alguns testes com 30°,45°,60°,90° e 120°, batendo os valores teóricos com
os valores medidos, fica evidente que a função (Nteórico) é válida, de acordo em
que diminuirmos o ângulo alpha o número de imagens é maior, caso se colocarmos
os dois espelhos paralelos entre si, aparecerá infinitas imagens, sempre uma menor
que a outra fazendo com o que fique difícil a contagem das imagens.

3. Conclusão
Após feitos os procedimentos e análises, conclui-se que a função teórica é válida,
tendo em vista que os valores experimentais coincidem com os valores teóricos
antes previstos no nosso experimento.

Você também pode gostar