Você está na página 1de 59

Formação Profissional

Electricista Instalador

CIRCUITOS DE ILUMINAÇÃO
CIRCUITOS COM TOMADAS

EXERCÍCIOS PRÁTICOS
Manual do Formando
ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

FICHA TÉCNICA

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Título Exercícios Práticos


Electricidade de Instalação
Versão Formando

Nível vocacional 2e3

Equipa técnica Centro de Recursos para Educação Profissional (CEREP)

Este manual tem como fonte de inspiração “Instalações


Eléctricas em Edifícios” de “Lucas Nulle”

Edição 0.0 - Preliminar

Data Agosto 2016

Nota Está edição é destinada para os cursos de formação


profissional do ramo eléctrico em regime de pilotagem no
âmbito da reforma da Educação Profissional.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 1


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS


VERSÃO FORMANDO

ÍNDICE DO MANUAL Página

1 INTRODUÇÃO 3

2 INTERRUPÇÃO SIMPLES 7

3 INTERRUPÇÃO SIMPLES COM TOMADA 12

4 COMUTAÇÃO DE LUSTRE COM TOMADA 17

5 COMUTAÇÃO DE ESCADA COM TOMADA 23

6 COMUTAÇÃO DE ESCADA COM INVERSOR E COM TOMADA 29

7 INTRODUÇÃO ÀS LÂMPADAS FLUORESCENTES 35

8 CIRCUITO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES 38


INTERRUPÇÃO SIMPLES

9 CIRCUITO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES 43


CIRCUITO DE COMUTAÇÃO DE LUSTRE

10 CIRCUITO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES 48


CIRCUITO TANDEM

11 CIRCUITO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES 53


CIRCUITO DUO

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 2


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

INTRODUÇÃO

1.1 INSTRUÇÃO DE SEGURANÇA

Durante a execução de todos os exercícios com tensões de rede são


geradas tensões elevadas e perigosas.

Por isso, use apenas cabos de medição de segurança e certifique-se


de que não ocorrem curto-circuitos!

Verifique a configuração do circuito e a cablagem e só ligue a


alimentação da rede eléctrica depois da aprovação do formador.

Assegure-se de que todos os exercícios estão configurados de


maneira correcta e a existirem os aparelhos de proteção
necessários (disjuntor-miniatura, disjuntor diferencial) na entrada
do circuito!

Tem de existir um botão de paragem de emergência sempre


acessível!

1.2 COLOCAÇÃO EM FUNCIONAMENTO DO SISTEMA MODULAR

O sistema modular e os seus componentes devem ser utilizados com cautela.

O sistema consiste numa unidade de fornecimento de corrente eléctrica com


tomadas e um painel de chapa perfurada para servir de sistema de suporte
adicional.

Os componentes eléctricos (módulos) são montados neste painel, conforme as


necessidades, pressionando a saliência de plástico existente no rebordo
superior do módulo para cima e deixando-o enganchar no painel de chapa
perfurada. Para retirar os módulos, a saliência é pressionada novamente para
cima e, depois, o módulo é removido para a frente.

As instruções de segurança têm de ser sempre respeitadas.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 3


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

1.3 ESQUEMAS ELÉCTRICOS

A tecnologia de instalação não trata apenas da execução prática de instalações


eléctricas. A leitura e, sob determinadas condições, a criação de esquemas de
circuitos, são prérequisitos importantes para um trabalho sem problemas no
local da obra.

Para garantir uma comunicação bem-sucedida entre as diferentes partes ou


entre arquitectos, autores dos projetos e executantes, têm de ser criados
determinados meios de comunicação. Estes meios de comunicação existem em
quase todos os sectores de actividade. Na tecnologia de instalação eléctrica, os
meios de comunicação assumem a forma de diferentes tipos de esquemas de
circuitos, como:

 Esquema de instalação.
 Esquema de princípio.
 Esquema de ligações eléctricas em representação unifilar.
 Esquema de ligações eléctricas em representação multifilar.
 Esquema funcional.
 Esquema de cablagem.

Em cada um dos esquemas é representada a interacção de diferentes


equipamentos eléctricos de diferentes modos (por ex., multipolar, unipolar, etc.).

Os esquemas gerais e de instalação são documentação de trabalho para a


instalação de cabos. Não informam sobre o funcionamento de circuitos.

Os esquemas de ligações eléctricas são documentação de trabalho para a


criação de circuitos. Mostram a função directa de controlos e de circuitos de
instalação.

Nas tarefas a processar, os seguintes esquemas de circuitos representam um


papel importante.

ESQUEMA DE INSTALAÇÃO

O esquema de instalação é uma representação unipolar. É integrado na planta


do edifício com a orientação correcta e practicamente sempre à escala. Este
esquema inclui todos os dados necessários para a instalação das cablagens.

Fig. 1.01 – Esquema de instalação

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 4


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

ESQUEMA DE PRINCÍPIO

O esquema de princípio mostra um circuito ou uma distribuição numa


representação unipolar simplificada. O esquema de princípio de um circuito de
instalação inclui dados sobre o tipo de instalação, o material do cabo, a secção
transversal, o tipo de circuito e as condições de instalação.

Fig. 1.02 – Esquema de princípio

ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO UNIFILAR

O esquema de ligações elétricas em representação unifilar é um esquema


multipolar, representado por circuitos de corrente. Os circuitos de corrente
podem estar dispostos na horizontal ou na vertical e, se possível, sem se
cruzarem. O condutor de proteção pode ser suprimido para proporcionar uma
maior clareza ao esquema.

Fig. 1.03 – Esquema de ligações eléctricas em representação unifilar

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 5


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO MULTIFILAR

O esquema de ligações elétricas em representação multifilar mostra todos os


pormenores das ligações de um circuito. Todas as partes e os respectivos
equipamentos são representados de forma correlacionada.

Fig. 1.04 – Esquema de ligações eléctricas em representação multifilar.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 6


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

INTERRUPÇÃO SIMPLES

2.1 OBJECTIVOS DO EXERCÍCIO

Depois de concluir este exercício, o formando deverá estar familiarizado com os


seguintes conceitos:

 Funcionamento do interruptor simples.

 Teste de funcionamento no estado desligado com equipamento de


medição básico.

 Elaboração de um esquema de instalação com base numa determinada


configuração arquitectónica.

 Elaboração do esquema de ligações eléctricas com representação unifilar


e multifilar.

 Explicação oral do funcionamento do circuito de acordo com o esquema


de instalação.

 Montagem, teste e colocação em funcionamento do circuito de acordo


com o esquema de ligações eléctricas.

2.2 AVISO

Durante a montagem do circuito, tenha em atenção que não pode existir


qualquer potencial de tensão no circuito e nos componentes.

Todos os esquemas de circuitos são representados com o circuito aberto.

Durante a montagem do circuito, a disposição espacial dos componentes deve


ser tida em atenção sempre que possível.

Ao ligar o casquilho de lâmpada, tenha em atenção que a fase activa (L1) tem
de ser ligada ao contacto da base do casquilho.

2.3 COMPONENTES

 Fonte de corrente alternada.

 Comutador de escada, interruptor simples.

 Casquilho de lâmpada incandescente triplo, E14.

 Lâmpada(s) incandescente(s) E14.

 Painel de chapa perfurada.

 Fios de ligação de segurança de diferentes cores.

 Conectores de segurança.

 Multímetro analógico ou digital.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 7


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

2.4 CIRCUITO DO EXERCÍCIO COM COMPONENTES MODULARES

Fig. 2.01

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 8


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

2.5 REALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO

1: Verifique o funcionamento do interruptor simples com um multímetro.


Documente as suas observações.

2: Partindo da representação da instalação, complete o esquema da instalação.


Identifique todos os componentes e fios de acordo com as normas.

3: Complete um esquema de ligações eléctricas em representação multifilar.


Assegure-se de que as ligações no esquema se entrecruzam o menos
possível.

4: Monte o circuito de acordo com o que observou. Verifique o circuito quando


ele se encontra aberto, utilizando multímetro ou testador.

5: Coloque o circuito em funcionamento depois de autorização do formador.

2.6 FUNCIONAMENTO DO INTERRUPTOR SIMPLES

Circuito de medição:

Fig. 2.02

Com o interruptor aberto, o instrumento de medição mostra ________________

Com o interruptor fechado, o instrumento de medição mostra _______________

Atenção: A indicação pode variar de acordo com o instrumento de medição


usado.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 9


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

2.7 ESQUEMAS DE CIRCUITOS

Esquema arquitectural:

Fig. 2.03

Esquema de ligações eléctricas em representação unifilar:

Fig. 2.04

Complete o esquema representado na figura 1.04, e descreve o seu


funcionamento:

Interruptor não accionado: ___________________________________________

Interruptor accionado: ______________________________________________

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 10


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

2.8 ESQUEMA DE INSTALAÇÃO

Complete o esquema de instalação (figura 2.05):

Fig. 2.05

2.9 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO MULTIFILAR

Complete o esquema de ligações eléctricas em representação multifilar (figura 2.06):

Fig. 2.06

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 11


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

INTERRUPÇÃO SIMPLES COM TOMADA COM LIGAÇÃO DE TERRA

3.1 OBJECTIVOS DO EXERCÍCIO

Depois de concluir este exercício, o formando deverá estar familiarizado com os


seguintes conceitos:

 Funcionamento do interruptor simples e da tomada.

 Teste de funcionamento no estado desligado com equipamento de


medição básico.

 Elaboração de um esquema de instalação com base numa determinada


configuração arquitectónica.

 Elaboração do esquema de ligações eléctricas com representação unifilar


e multifilar.

 Explicação oral do funcionamento do circuito de acordo com o esquema


de instalação.

 Montagem, teste e colocação em funcionamento do circuito de acordo


com o esquema de ligações eléctricas.

3.2 AVISO

Durante a montagem do circuito, tenha em atenção que não pode existir


qualquer potencial de tensão no circuito e nos componentes.

Todos os esquemas de circuitos são representados com o circuito aberto.

Durante a montagem do circuito, a disposição espacial dos componentes deve


ser tida em atenção sempre que possível.

Ao ligar o casquilho de lâmpada, tenha em atenção que a fase activa (L1) tem
de ser ligada ao contacto da base do casquilho.

3.3 COMPONENTES

 Fonte de corrente alternada.


 Comutador de escada, interruptor simples.
 Tomada, tipo “Schuko”
 Casquilho de lâmpada incandescente triplo, E14.
 Lâmpada(s) incandescente(s) E14.
 Painel de chapa perfurada.
 Fios de ligação de segurança de diferentes cores.
 Conectores de segurança.

 Multímetro analógico ou digital.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 12


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

3.4 CIRCUITO DO EXERCÍCIO COM COMPONENTES MODULARES

Fig. 3.01

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 13


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

3.5 REALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO

1: Verifique o funcionamento do interruptor simples e as ligações da tomada


tipo “Schuko” com um multímetro. Documente as suas observações.

2: Partindo da representação da instalação, complete o esquema da instalação.


Identifique todos os componentes e fios de acordo com as normas.

3: Complete um esquema de ligações eléctricas em representação multifilar.


Assegure-se de que as ligações no esquema se entrecruzam o menos
possível.

4: Monte o circuito de acordo com o que observou. Verifique o circuito quando


ele se encontra aberto, utilizando multímetro ou testador.

5: Coloque o circuito em funcionamento depois de autorização do formador.

3.6 FUNCIONAMENTO DO INTERRUPTOR SIMPLES

Circuito de medição:

Fig. 3.02

Com o interruptor aberto, o instrumento de medição mostra ________________

Com o interruptor fechado, o instrumento de medição mostra _______________

Atenção: A indicação pode variar de acordo com o instrumento de medição


usado.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 14


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

3.7 ESQUEMAS DE CIRCUITOS

Esquema arquitectural:

Fig. 3.03

Esquema de ligações eléctricas em representação unifilar:

Fig. 3.04

Complete o esquema representado na figura 3.04, e descreve o seu


funcionamento:

Interruptor não accionado: ___________________________________________

Interruptor accionado: ______________________________________________

A tomada: _______________________________________________________

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 15


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

3.8 ESQUEMA DE INSTALAÇÃO

Complete o esquema de instalação (figura 3.05)

Fig. 3.05

3.9 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO MULTIFILAR

Complete o esquema de ligações eléctricas em representação multifilar (figura 3.06):

Fig. 3.06

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 16


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

COMUTAÇÃO DE LUSTRE COM TOMADA COM LIGAÇÃO DE TERRA

4.1 OBJECTIVOS DO EXERCÍCIO

Depois de concluir este exercício, o formando deverá estar familiarizado com os


seguintes conceitos:

 Funcionamento do comutador de lustre

 Teste de funcionamento no estado desligado com equipamento de


medição básico.

 Elaboração de um esquema de instalação com base numa determinada


configuração arquitectónica.

 Elaboração do esquema de ligações eléctricas com representação unifilar


e multifilar.

 Explicação oral do funcionamento do circuito de acordo com o esquema


de instalação.

 Montagem, teste e colocação em funcionamento do circuito de acordo


com o esquema de ligações eléctricas.

4.2 AVISO

Durante a montagem do circuito, tenha em atenção que não pode existir


qualquer potencial de tensão no circuito e nos componentes.

Todos os esquemas de circuitos são representados com o circuito aberto.

Durante a montagem do circuito, a disposição espacial dos componentes deve


ser tida em atenção sempre que possível.

Ao ligar o casquilho de lâmpada, tenha em atenção que a fase activa (L1) tem
de ser ligada ao contacto da base do casquilho.

4.3 COMPONENTES

 Fonte de corrente alternada.


 Comutador de lustre
 Tomada, tipo “Schuko”
 Casquilho de lâmpada incandescente triplo, E14.
 Lâmpada(s) incandescente(s) E14.
 Painel de chapa perfurada.
 Fios de ligação de segurança de diferentes cores.
 Conectores de segurança.

 Multímetro analógico ou digital.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 17


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

4.4 CIRCUITO DO EXERCÍCIO COM COMPONENTES MODULARES

Fig. 4.01

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 18


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

4.5 REALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO

1: Verifique o funcionamento do comutador de lustre com um multímetro.


Documente as suas observações.

2: Partindo da representação da instalação, complete o esquema da instalação.


Identifique todos os componentes e fios de acordo com as normas.

3: Complete um esquema de ligações eléctricas em representação multifilar.


Assegure-se de que as ligações no esquema se entrecruzam o menos
possível. Tente reduzir ao máximo o número de fios de ligação.

4: Monte o circuito de acordo com o que observou. Verifique o circuito quando


ele se encontra aberto, utilizando multímetro ou testador.

5: Coloque o circuito em funcionamento depois de autorização do formador.

Nota: Duas lâmpadas devem ser ligadas e desligadas em separado a partir


de um ponto de comando. Para além disso, o circuito deve incluir uma
tomada tipo “Schuko, independente dos interruptores.

4.6 FUNCIONAMENTO DO COMUTADOR DE LUSTRE

Circuito de medição:

Fig. 4.02

O instrumento de medição mostra ____________________________________


________________________________________________________________

O comutador de lustre é uma ________________________________________


________________________________________________________________

A fase L1________________________________________________________

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 19


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

4.7 ESQUEMAS DE CIRCUITOS

Esquema arquitectural:

Fig. 4.03

Esquema de ligações eléctricas em representação unifilar:

Fig. 4.04

Complete o esquema representado na figura 4.04, e descreve o seu


funcionamento:
________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 20


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

4.8 ESQUEMA DE INSTALAÇÃO

Complete o esquema de instalação (figura 4.05)

Fig. 4.05

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 21


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

4.9 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO MULTIFILAR

Complete o esquema de ligações eléctricas em representação multifilar (figura 4.06):

Fig. 4.06

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 22


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

COMUTAÇÃO DE ESCADA COM TOMADA COM LIGAÇÃO DE


TERRA

5.1 OBJECTIVOS DO EXERCÍCIO

Depois de concluir este exercício, o formando deverá estar familiarizado com os


seguintes conceitos:

 Funcionamento do comutador de escada.

 Teste de funcionamento no estado desligado com equipamento de


medição básico.

 Elaboração de um esquema de instalação com base numa determinada


configuração arquitectónica.

 Elaboração do esquema de ligações eléctricas com representação unifilar


e multifilar.

 Explicação oral do funcionamento do circuito de acordo com o esquema


de instalação.

 Montagem, teste e colocação em funcionamento do circuito de acordo


com o esquema de ligações eléctricas.

5.2 AVISO

Durante a montagem do circuito, tenha em atenção que não pode existir


qualquer potencial de tensão no circuito e nos componentes.

Todos os esquemas de circuitos são representados com o circuito aberto.

Durante a montagem do circuito, a disposição espacial dos componentes deve


ser tida em atenção sempre que possível.

Ao ligar o casquilho de lâmpada, tenha em atenção que a fase activa (L1) tem
de ser ligada ao contacto da base do casquilho.

5.3 COMPONENTES

 Fonte de corrente alternada.


 Comutador de escada (2)

 Caixa de derivação (3)


 Tomada, tipo “Schuko” (1)
 Casquilho de lâmpada incandescente triplo, E14.(1)
 Lâmpada(s) incandescente(s) E14. (3)
 Painel de chapa perfurada.
 Fios de ligação de segurança de diferentes cores.
 Conectores de segurança.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 23


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

5.4 CIRCUITO DO EXERCÍCIO COM COMPONENTES MODULARES

Fig. 5.01

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 24


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

5.5 REALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO

1: Verifique o funcionamento do comutador de escada com um multímetro.


Documente as suas observações.

2: Partindo da representação da instalação, complete o esquema da instalação.


Identifique todos os componentes e fios de acordo com as normas.

3: Complete um esquema de ligações eléctricas em representação multifilar.


Assegure-se de que as ligações no esquema se entrecruzam o menos
possível. Tente reduzir ao máximo o número de fios de ligação.

4: Monte o circuito de acordo com o que observou. Verifique o circuito quando


ele se encontra aberto, utilizando multímetro ou testador.

5: Coloque o circuito em funcionamento depois de autorização do formador.

Nota: Uma lâmpada deve ser ligada e desligada a partir de dois pontos de
comando. Para além disso, o circuito deve incluir uma ou duas tomadas tipo
“Schuko, independente dos interruptores.

5.6 FUNCIONAMENTO DO COMUTADOR DE ESCADA

Circuito de medição:

Fig. 5.02

O instrumento de medição mostra opcionalmente ________________________


________________________________________________________________

Depois de acionado o interruptor _____________________________________


________________________________________________________________

O comutador de escada é um________________________________________


________________________________________________________________

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 25


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

5.7 ESQUEMAS DE CIRCUITOS

Esquema arquitectural:

Fig. 5.03

Esquema de ligações eléctricas em representação unifilar:

Fig. 5.04

Complete o esquema representado na figura 5.04, e descreve o seu


funcionamento:
________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 26


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

5.8 ESQUEMA DE INSTALAÇÃO

Complete o esquema de instalação (figura 5.05)

Fig. 5.05

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 27


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

5.9 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO MULTIFILAR

Complete o esquema de ligações eléctricas em representação multifilar (figura 5.06):

Fig. 5.06

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 28


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

COMUTAÇÃO DE ESCADA COM INVERSOR E COM TOMADA COM


LIGAÇÃO DE TERRA

6.1 OBJECTIVOS DO EXERCÍCIO

Depois de concluir este exercício, o formando deverá estar familiarizado com os


seguintes conceitos:

 Funcionamento do comutador de escada com inversor.

 Teste de funcionamento no estado desligado com equipamento de


medição básico.

 Elaboração de um esquema de instalação com base numa determinada


configuração arquitectónica.

 Elaboração do esquema de ligações eléctricas com representação unifilar


e multifilar.

 Explicação oral do funcionamento do circuito de acordo com o esquema


de instalação.

 Montagem, teste e colocação em funcionamento do circuito de acordo


com o esquema de ligações eléctricas.

6.2 AVISO

Durante a montagem do circuito, tenha em atenção que não pode existir


qualquer potencial de tensão no circuito e nos componentes.

Todos os esquemas de circuitos são representados com o circuito aberto.

Durante a montagem do circuito, a disposição espacial dos componentes deve


ser tida em atenção sempre que possível.

Ao ligar o casquilho de lâmpada, tenha em atenção que a fase activa (L1) tem
de ser ligada ao contacto da base do casquilho.

6.3 COMPONENTES

 Fonte de corrente alternada.


 Comutador de escada com inversor (1)
 Comutador de escada (2)
 Caixa de derivação (3)
 Tomada, tipo “Schuko” (1)
 Casquilho de lâmpada incandescente triplo, E14.(1)
 Lâmpada(s) incandescente(s) E14. (3)
 Painel de chapa perfurada.
 Fios de ligação de segurança de diferentes cores.
 Conectores de segurança.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 29


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

6.4 CIRCUITO DO EXERCÍCIO COM COMPONENTES MODULARES

Fig. 6.01

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 30


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

6.5 REALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO

1: Verifique o funcionamento do comutador de escada com inversor e a tomada


com um multímetro. Documente as suas observações.

2: Partindo da representação da instalação, complete o esquema da instalação.


Identifique todos os componentes e fios de acordo com as normas.

3: Complete um esquema de ligações eléctricas em representação multifilar.


Assegure-se de que as ligações no esquema se entrecruzam o menos
possível. Tente reduzir ao máximo o número de fios de ligação.

4: Monte o circuito de acordo com o que observou. Verifique o circuito quando


ele se encontra aberto, utilizando multímetro ou testador.

5: Coloque o circuito em funcionamento depois de autorização do formador.

Nota: Uma lâmpada deve ser ligada e desligada a partir de três pontos de
comando. Para além disso, o circuito deve incluir uma ou duas tomadas tipo
“Schuko, independentes dos interruptores.

6.6 FUNCIONAMENTO DO COMUTADOR DE ESCADA

Circuito de medição:

Fig. 6.02

O instrumento de medição mostra opcionalmente ________________________


________________________________________________________________

Depois de acionado o interruptor _____________________________________


________________________________________________________________

O comutador de escada com inversor é um_____________________________


________________________________________________________________

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 31


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

6.7 ESQUEMAS DE CIRCUITOS

Esquema arquitectural:

Fig. 6.03

Esquema de ligações eléctricas em representação unifilar:

Fig. 6.04

Complete o esquema representado na figura 6.04, e descreve o seu


funcionamento:
________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 32


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

6.8 ESQUEMA DE INSTALAÇÃO

Complete o esquema de instalação (figura 6.05)

Fig. 6.05

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 33


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

6.9 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO MULTIFILAR

Complete o esquema de ligações eléctricas em representação multifilar (figura 6.06):

Fig. 6.06

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 34


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

INTRODUÇÃO ÀS LÂMPADAS FLUORESCENTES

7.1 ESTRUTURA DE UMA LÃMPADA FLUORESCENTE

A lâmpada fluorescente é composta por um tubo de vidro em cujas


extremidades podem ser encontrados eléctrodos de incandescência
(filamentos).

O interior do tubo de vidro está coberto com fósforo. O fósforo transforma luz
invisível em luz visível. O tubo de vidro está preenchido com uma mistura de
gases inertes e mercúrio.

As lâmpadas fluorescentes não podem ser ligadas directamente à tensão de


rede. Pelo contrário, para funcionar necessitam de um arrancador (ignitor de
acendimento) e de uma bobina (balastro).

Fig. 7.01

7.2 FUNCIONAMENTO DA LÂMPADA FLUORESCENTE

Para uma lâmpada fluorescente poder arrancar, são necessárias quatro passos:

Passo 1: Aquecimento

Quando a lâmpada fluorescente é ligada, a tensão de rede não é suficiente para


inflamar o enchimento de gás da lâmpada fluorescente. Também existe tensão
de rede no arrancador, que está ligado em paralelo à lâmpada fluorescente.

Fig 7.02 - Aquecimento

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 35


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

Os eléctrodos do arrancador assumem a forma de um interruptor bimetálico. No


entanto, a tensão de rede é suficiente para o arrancador, para gerar uma
descarga luminescente, de forma a que uma corrente reduzida (imín) possa
atravessar o enchimento de gás do arrancador.

Isso faz com que surja, na superfície dos elétrodos do arrancador, uma camada
de gás luminescente, que aquece os contactos bimetálicos.

Passo 2: Incandescência

O aquecimento dos contactos bimetálicos faz com que estes se dobrem e


fechem o circuito de corrente de aquecimento. Agora pode fluir uma corrente, a
chamada corrente de aquecimento (iaquec.), através do balastro, dos filamentos
da lâmpada fluorescente e do arrancador. Os filamentos começam a ficar
incandescentes e a libertar eletrões, que, por sua vez, enriquecem o gás com
portadores de carga. Durante a incandescência, uma pequena parte do mercúrio
transforma-se em vapor.

Fig 7.03 - Incandescência

Passo 3: Arranque

Se os contactos bimetálicos estiverem fechados no arrancador, deixam de


existir descargas luminescentes, o que significa que estes contactos arrefecem.

Fig 7.04 - Arranque

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 36


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

Quando os contactos bimetálicos tiverem atingido uma determinada


temperatura, voltam a abrir o circuito de corrente de aquecimento de forma
abrupta, interrompendo assim a corrente de aquecimento.

Os filamentos da lâmpada fluorescente mantêm-se incandescentes e libertam


eletrões. Devido à interrupção abrupta da corrente de aquecimento, surge uma
tensão induzida elevada na bobina, a tensão de arranque, que pode atingir uma
magnitude máxima de 1000 V. Esta "acende" o gás da lâmpada fluorescente e
uma corrente flui entre os elétrodos.

Fase 4: Estabilização

O balastro permite limitar a corrente que atravessa a lâmpada fluorescente. A


tensão de rede divide-se entre o balastro e a lâmpada fluorescente. A parte da
tensão de rede que diminui devido à lâmpada fluorescente é denominada de
tensão de funcionamento estabilizado, encontrando-se, por norma, entre os 50 e
os 110 V.

Visto que o arrancador está ligado em paralelo à lâmpada fluorescente, também


aquele apresenta uma tensão de funcionamento estabilizado, mas que é
demasiado reduzida para gerar uma nova descarga luminescente.

Fig 7.05 - Estabilização

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 37


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

CIRCUITO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES


INTERRUPÇÃO SIMPLES

8.1 OBJECTIVOS DO EXERCÍCIO

Depois de concluir este exercício, o formando deverá estar familiarizado com os


seguintes conceitos:

 Funcionamento de um circuito de lâmpadas fluorescentes de acordo com


o esquema de ligações eléctricas em representação unifilar.

 Elaboração de um esquema de instalação com base numa determinada


configuração arquitectónica.

 Elaboração do esquema de ligações eléctricas com representação unifilar


e multifilar.

 Explicação oral do funcionamento do circuito de acordo com o esquema


de instalação.

 Montagem, teste e colocação em funcionamento do circuito de acordo


com o esquema de ligações eléctricas.

8.2 AVISO

Durante a montagem do circuito, tenha em atenção que não pode existir


qualquer potencial de tensão no circuito e nos componentes.

Todos os esquemas de circuitos são representados com o circuito aberto.

Durante a montagem do circuito, a disposição espacial dos componentes deve


ser tida em atenção sempre que possível.

No circuito de lâmpadas fluorescentes, certifique-se de que a fase é ligada à


bobina de inductância.

8.3 COMPONENTES

 Fonte de corrente alternada.


 Interruptor simples de um polo (1)
 Base de lâmpada fluorescente, com arrancador (1)
 Balastro de 20 W (1)
 Lâmpada fluorescente de 20 W (1)
 Elemento fusível de três polos (1)
 Painel de chapa perfurada.
 Fios de ligação de segurança de diferentes cores.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 38


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

8.4 CIRCUITO DO EXERCÍCIO COM COMPONENTES MODULARES

Fig. 8.01

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 39


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

8.5 REALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO

1: Partindo da representação da instalação, complete o esquema de ligação


eléctrica unifilar.

2: Partindo da representação da instalação, complete o esquema da instalação.


Identifique todos os componentes e fios de acordo com as normas.

3: Complete o esquema de ligações eléctricas em representação multifilar.


Assegure-se de que as ligações no esquema se entrecruzam o menos
possível.

4: Monte o circuito de acordo com o que observou. Verifique o circuito quando


ele se encontra aberto, utilizando multímetro ou testador.

5: Coloque o circuito em funcionamento depois de autorização do formador.

Nota: Uma lâmpada fluorescente deve ser ligada e desligada a partir de um


ponto de comando.

8.6 ESQUEMA ARQUITECTURAL DO CIRCUITO

Fig. 8.02

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 40


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

8.7 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO


UNIFILAR

Complete o esquema representado na figura 8.03:

Fig. 8.03

8.8 ESQUEMA DE INSTALAÇÃO

Complete o esquema representado na figura 8.04:

Fig. 8.04

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 41


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

8.9 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO


MULTIFILAR

Complete o esquema representado na figura 8.05

Fig. 8.05

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 42


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

CIRCUITO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES


CIRCUITO DE COMUTAÇÃO DE LUSTRE

9.1 OBJECTIVOS DO EXERCÍCIO

Depois de concluir este exercício, o formando deverá estar familiarizado com os


seguintes conceitos:

 Funcionamento de um circuito de lâmpadas fluorescentes de acordo com


o esquema de ligações eléctricas em representação unifilar.

 Elaboração de um esquema de instalação com base numa determinada


configuração arquitectónica.

 Elaboração do esquema de ligações eléctricas com representação unifilar


e multifilar.

 Explicação oral do funcionamento do circuito de acordo com o esquema


de instalação.

 Montagem, teste e colocação em funcionamento do circuito de acordo


com o esquema de ligações eléctricas.

9.2 AVISO

Durante a montagem do circuito, tenha em atenção que não pode existir


qualquer potencial de tensão no circuito e nos componentes.

Todos os esquemas de circuitos são representados com o circuito aberto.

Durante a montagem do circuito, a disposição espacial dos componentes deve


ser tida em atenção sempre que possível.

No circuito de lâmpadas fluorescentes, certifique-se de que a fase é ligada à


bobina de inductância.

9.3 COMPONENTES

 Fonte de corrente alternada.


 Comutador de lustre (1)
 Base de lâmpada fluorescente, com arrancador (2)
 Balastro de 20 W (2)
 Lâmpada fluorescente de 20 W (2)
 Elemento fusível de três polos (1)
 Interruptor de quatro polos (1)
 Painel de chapa perfurada.
 Fios de ligação de segurança de diferentes cores.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 43


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

9.4 CIRCUITO DO EXERCÍCIO COM COMPONENTES MODULARES

Fig. 9.01

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 44


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

9.5 REALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO

1: Partindo da representação da instalação, complete o esquema de ligação


eléctrica unifilar.

2: Partindo da representação da instalação, complete o esquema da instalação.


Identifique todos os componentes e fios de acordo com as normas.

3: Complete o esquema de ligações eléctricas em representação multifilar.


Assegure-se de que as ligações no esquema se entrecruzam o menos
possível.

4: Monte o circuito de acordo com o que observou. Verifique o circuito quando


ele se encontra aberto, utilizando multímetro ou testador.

5: Coloque o circuito em funcionamento depois de autorização do formador.

Nota: Duas lâmpadas fluorescentes devem ser ligadas e desligadas em


separada através de um comutador de lustre.

9.6 ESQUEMA ARQUITECTURAL DO CIRCUITO

Fig. 9.02

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 45


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

9.7 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO


UNIFILAR

Complete o esquema representado na figura 9.03:

Fig. 9.03

9.8 ESQUEMA DE INSTALAÇÃO

Complete o esquema representado na figura 9.04:

Fig. 9.04

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 46


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

9.9 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO


MULTIFILAR

Complete o esquema representado na figura 9.05

Fig. 9.05

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 47


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

CIRCUITO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES


CIRCUITO TANDEM

10.1 OBJECTIVOS DO EXERCÍCIO

Depois de concluir este exercício, o formando deverá estar familiarizado com os


seguintes conceitos:

 Funcionamento de um circuito tandem de lâmpadas fluorescentes de


acordo com o esquema de ligações eléctricas em representação unifilar.

 Elaboração de um esquema de instalação com base numa determinada


configuração arquitectónica.

 Elaboração do esquema de ligações eléctricas com representação unifilar


e multifilar.

 Explicação oral do funcionamento do circuito de acordo com o esquema


de instalação.

 Montagem, teste e colocação em funcionamento do circuito de acordo


com o esquema de ligações eléctricas.

10.2 AVISO

Durante a montagem do circuito, tenha em atenção que não pode existir


qualquer potencial de tensão no circuito e nos componentes.

Todos os esquemas de circuitos são representados com o circuito aberto.

Durante a montagem do circuito, a disposição espacial dos componentes deve


ser tida em atenção sempre que possível.

No circuito de lâmpadas fluorescentes, certifique-se de que a fase é ligada à


bobina de inductância.

10.3 COMPONENTES

 Fonte de corrente alternada.


 Interruptor simples de um polo (1)
 Base de lâmpada fluorescente, com arrancador (2)
 Balastro de 20 W (1)
 Lâmpada fluorescente de 20 W (2)
 Capacitador de 3,0 µF / 450 V (1)
 Elemento fusível de três polos (1)
 Interruptor de quatro polos (1)
 Painel de chapa perfurada.
 Fios de ligação de segurança de diferentes cores.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 48


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

10.4 CIRCUITO DO EXERCÍCIO COM COMPONENTES MODULARES

Fig. 10.01

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 49


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

10.5 REALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO

1: Partindo da representação da instalação, complete o esquema de ligação


eléctrica unifilar.

2: Partindo da representação da instalação, complete o esquema da instalação.


Identifique todos os componentes e fios de acordo com as normas.

3: Complete o esquema de ligações eléctricas em representação multifilar.


Assegure-se de que as ligações no esquema se entrecruzam o menos
possível.

4: Monte o circuito de acordo com o que observou. Verifique o circuito quando


ele se encontra aberto, utilizando multímetro ou testador.

5: Coloque o circuito em funcionamento depois de autorização do formador.

Nota: Duas lâmpadas fluorescentes devem ser ligadas e desligadas através


de uma bobina (balastro) comum, num circuito tandem, a partir de um ponto
de comando.

10.6 ESQUEMA ARQUITECTURAL DO CIRCUITO

Fig. 10.02

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 50


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

10.7 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO


UNIFILAR

Complete o esquema representado na figura 10.03:

Fig. 10.03

10.8 ESQUEMA DE INSTALAÇÃO

Complete o esquema representado na figura 10.04:

Fig. 10.04

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 51


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

10.9 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO


MULTIFILAR

Complete o esquema representado na figura 10.05

Fig. 10.05

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 52


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

CIRCUITO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES


CIRCUITO DUO

11.1 OBJECTIVOS DO EXERCÍCIO

Depois de concluir este exercício, o formando deverá estar familiarizado com os


seguintes conceitos:

 Funcionamento de um circuito duo de lâmpadas fluorescentes de acordo


com o esquema de ligações eléctricas em representação unifilar.

 Funcionamento do condensador no circuito duo.

 Funcionamento da eliminação do efeito estroboscópico, também


designado por efeito de cintilação (“flicker”).

 Elaboração de um esquema de instalação com base numa determinada


configuração arquitectónica.

 Elaboração do esquema de ligações eléctricas com representação unifilar


e multifilar.

 Explicação oral do funcionamento do circuito de acordo com o esquema


de instalação.

 Montagem, teste e colocação em funcionamento do circuito de acordo


com o esquema de ligações eléctricas.

11.2 AVISO

Durante a montagem do circuito, tenha em atenção que não pode existir


qualquer potencial de tensão no circuito e nos componentes.

Todos os esquemas de circuitos são representados com o circuito aberto.

Durante a montagem do circuito, a disposição espacial dos componentes deve


ser tida em atenção sempre que possível.

No circuito de lâmpadas fluorescentes, certifique-se de que a fase é ligada à


bobina de inductância.

Tenha em atenção que os dois circuitos das lâmpadas estão ligados em paralelo
e que num dos circuitos está ligado um condensador adicional, cujo
dimensionamento permite que este circuito gere sobretudo potência reactiva
capacitiva.

Isto tem as seguintes vantagens:

A potência reactiva capacitiva de um dos circuitos compensa a potência reativa


inductiva do outro circuito, o que faz com que o cabo de alimentação seja
mantido sem corrente reactiva e o factor de potência se aproxime de um.

Os tempos das correntes dos circuitos capacitivo e inductivo das lâmpadas


estão de tal maneira próximos que a ondulação da luz (efeito de cintilação) é
reduzida, o que resulta na eliminação do efeito estroboscópico.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 53


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

11.3 COMPONENTES

 Fonte de corrente alternada.


 Interruptor simples de um polo (1)
 Base de lâmpada fluorescente, com arrancador (2)
 Balastro de 20 W (2)
 Lâmpada fluorescente de 20 W (2)
 Capacitador de 3,0 µF / 450 V (1)
 Elemento fusível de três polos (1)
 Interruptor de quatro polos (1)
 Painel de chapa perfurada.
 Fios de ligação de segurança de diferentes cores.

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 54


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

11.4 CIRCUITO DO EXERCÍCIO COM COMPONENTES MODULARES

Fig. 11.01

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 55


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

11.5 REALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO

1: Partindo da representação da instalação, complete o esquema de ligação


eléctrica unifilar.

2: Partindo da representação da instalação, complete o esquema da instalação.


Identifique todos os componentes e fios de acordo com as normas.

3: Complete o esquema de ligações eléctricas em representação multifilar.


Assegure-se de que as ligações no esquema se entrecruzam o menos
possível.

4: Monte o circuito de acordo com o que observou. Verifique o circuito quando


ele se encontra aberto, utilizando multímetro ou testador.

5: Tenha em atenção que as lâmpadas fluorescentes têm de ser ligadas em


paralelo, sendo que tem de existir um condensador ligado em série a uma
bobina (balstro).

6: Coloque o circuito em funcionamento depois de autorização do formador.

Nota: Duas lâmpadas fluorescentes devem ser ligadas e desligadas no


denominado circuito duo, a partir de um ponto de comando.

11.6 ESQUEMA ARQUITECTURAL DO CIRCUITO

Fig. 11.02

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 56


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

11.7 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO


UNIFILAR

Complete o esquema representado na figura 11.03:

Fig. 11.03

11.8 ESQUEMA DE INSTALAÇÃO

Complete o esquema representado na figura 11.04:

Fig. 11.04

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 57


ELECTRICIDADE DE INSTALAÇÃO – EXERCÍCIOS PRÁTICOS

11.9 ESQUEMA DE LIGAÇÕES ELÉCTRICAS EM REPRESENTAÇÃO


MULTIFILAR

Complete o esquema representado na figura 11.05

Fig. 11.05

Exercícios – Instalações de Iluminação – Manual do Formando - Página 58

Você também pode gostar