Você está na página 1de 4

Dicas para tornar sua viagem mais barata.

O gasto em uma viagem depende do viajante. Claro que existem destinos mais
econômicos que por si, tornam o ato de viajar barato uma tarefa menos difícil,
mas em outros momentos, organizar uma viagem por conta própria para um
destino menos econômico, fugindo das “tarifas turista” , acaba ficando mais
complicado.

Se você quer viajar e não dispõe de um orçamento alto, deve levar em conta
alguns detalhes importantes para fazer a sua viagem mais barata, como reduzir
um pouco algumas necessidades e nível de conforto sem precisar recorrer as
táticas de um “Mochileiro Extremo”.

Então para tornar sua viagem mais barata, deixamos aqui algumas dicas:

1. Tente não comer em aeroportos. Os preços são sempre abusivos e a


qualidade deixa muito a desejas, sendo assim, se não for imprescindível, coma
antes de ir ao aeroporto ou espere até chegar a cidade.

2. Evite compras em zonas que identifique como “turísticas”. A fatura pode


duplicar o preço que pagaria em um local a poucas quadras mais afastadas do
centro.
3. Sempre que puder, viaje durante a noite quando for se deslocar para outra
cidade ou país, assim poderá economizar a estadia de uma noite. Muitos trens
realizam trajetos com leitos que são relativamente confortáveis. Algumas
companhias de ônibus também contam com veículos muito bem preparados
para dormir com muita comodidade. Nos Estados Unidos, em alguns países da
América Central e aqui mesmo na América do Sul existem esses serviços, um
pouco mais caros que o standard, porém mais barato do que custaria uma
noite no hotel, se contarmos o preço da passagem inclusa. O inconveniente é
que não poderá ver a paisagem durante o trajeto.

4. Limite os saques nos caixas automáticos. Tenha em conta que quando fizer
um saque em outro país, pagará uma taxa extra. Organize-se de uma maneira
que possa sacar dinheiro para uma quantidade maior de dias, assim também
poderá controlar melhor seus gastos. Além disso, dependendo do país, ir sacar
dinheiro em um caixa automático pode se tornar perigoso, é melhor reduzir as
possibilidades de ser assaltado.
5. Informe-se periodicamente da cotação da moeda do país que está, isso será
útil para não cair em nenhum golpe ou sofrer abusos quando for fazer o cambio
da moeda. Calcule aproximadamente o gasto que terá nos dias em que ficar no
país, pois quando for deixá-lo e estiver com dinheiro sobrando, terá que voltar a
pagar a comissão para fazer um novo cambio.

6. Algumas pessoas tem dificuldade em pechinchar, mas em muitos países


isso até faz parte da cultura e você tem que participar. Aliás, o preço oferecido
numa primeira comunicação pode ser o dobro ou o triplo do preço real, então
não se faça de rogado na hora de pechinchar, você verá que isso fará muita
diferença no seu dia a dia de sua viagem.

7. Quatro pessoas é um número interessante para se viajar mais barato.


Permite contratar tours para um grupo e assim ter a opção de decidir o
itinerário e atividades. Estando em um número maior de pessoas também
facilita para alugar um carro e dividir as despesas, que acaba se tornando mais
barato em viagens longas ou para contratar um trajeto de barco em alguns
locais. Se não conseguir reunir quatro pessoas, viajar com um acompanhante
também reduz os custos, já que sempre é mais barato reservar um quarto
duplo do que um quarto individual.
8. Se puder se hospedar em um hostel com direito a uso da cozinha, poderá
reduzir o gasto em comidas, você pode até ingressar na gastronomia local
preparando o seu almoço ou jantar, fazendo compras em supermercados
locais. Essa é uma boa forma de economizar e de quebra poderá utilizar o
dinheiro economizado para poder curtir um restaurante melhor em
determinados dias. É só mesclar com sabedoria.

9. Para a hospedagem, informe-se antes chegar ao destino em um guia através


da Internet, pesquisando onde estão os hotéis mais econômicos no
local.Formalize a reserva antes de chegar, assim não vai cair nas mãos dos
“caçadores de turistas”, que esperam em estações e aeroportos e que cobram
comissões dos hotéis para levar clientes, com certeza você acabará pagando
mais caro por isso.

10. Evite compras compulsivas. Quando visitamos um país, tudo parece


novidade e muito tentador, mas quando voltamos, não encontramos nenhuma
utilidade e nem um bom lugar para muitas das compras que fizemos e a
maioria de alguns desses souvenires acabam armazenados em caixas.
Escolha o que comprar com prudência.

Estas são apenas algumas dicas gerais que podem nos ajudar a reduzir o
orçamento em viagens, mas existem recomendações específicas, dependendo
do destino ou do tipo de viagem.