Você está na página 1de 27

Disciplina:

EC 0601 (CIV 16) – Concreto Armado I


Semestre: 2020.2
Aula de Atendimento Extra Classe
Bom dia para todos !!!
Data: 26/02/21
Projeto Estrutural de uma
Edificação Multifamiliar Residencial (Edifício)
em Concreto Armado (CONTINUAÇÃO)

Bibliografia: ARAÚJO J. M: Projeto Estrutural de Edifícios de Concreto Armado


2ª Edição, 2009.
ROCHA, A. M., Concreto Armado, Vol. 1.
CARNEIRO, Ronaldson , Apostila de CA, UFPA.

Professora: Katri Ingrid Ika Ferreira


Profa. Depto. Eng.Civil UFRR 1
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

➢ Levantamento do carregamento sobre as vigas:


i) carga distribuída: peso próprio, reação das lajes, alvenaria, revestimento
ii) carga pontual: reação de outra viga (que lhe serve como apoio)

➢ Reações das Lajes => Cálculo do carregamento das lajes:


Elementos planos (placas), geralmente em posição horizontal, que apresentam uma dimensão, muito
menor em relação às demais.

Placas são elementos bidimensionais em que a superfície média


é plana e o plano de carga é perpendicular a esta superfície.

As lajes recebem os carregamentos atuantes e os transferem aos


apoios dispostos no contorno = vigas (no caso de lajes maciças), e
destas para os pilares até as fundações.
2
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

➢ Laje Maciça Tradicional em Concreto Armado (com vigamento entre pilares ):


De seção homogênea, moldadas em formas e sustentadas por
escoramentos até que adquiram a resistência de projeto, aos 28 dias.

• Sistema mais tradicional;


• Taxas de formas elevadas;
• Limitação de vãos;
• Boa rigidez (em caso de cargas pontuais);

• Espessura entre 7 e 12 cm (>15 cm = usar laje lisa);


• Vãos limites para laje Maciça Tradicional de CA = 5 m x 5 m;
• Vão máximo para laje Maciça Tradicional de CP = 6 m x 6 m.
Profa. Katri Ingrid Ika Ferreira 3
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

➢ LAJE PRÉ-MOLDADA (com vigotas armadas pré-moldadas):

• As vigotas são dimensionadas como vigas T


• Sistema prático e tecnologia acessível;
• Vão máximo para laje de CA = 4 m; Preenchimento com tijolos (lajotas cerâmicas)
• Vão máximo para laje CP = 7 m.

4
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

➢ LAJES PRÉ-MOLDADAS (com vigotas treliçadas):


LAJE NERVURADA com nervuras parcialmente pré-moldadas. A armação principal de
flexão é posicionada nas nervuras. Podendo ser armada em uma ou duas direções .

Profa. Katri Ingrid Ika Ferreira 5


EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

➢ LAJES PRÉ-MOLDADAS (com vigotas treliçadas):


1) Redução de formas e escoramentos, com conseqüente redução de custos e aumento de
produtividade.
2) Conforto térmico devido ao uso do EPS (isopor).
3) Os eletrodutos ficam embutidos no isopor, mantendo íntegra a mesa de compressão do concreto.
4) Resistência ao cisalhamento devido a armação em forma de treliça.

6
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

➢ LAJES LISAS e COGUMELOS:


São lajes apoiadas diretamente sobre pilares (sem vigas).

Denominada laje cogumelo quando possui


engrossamento na região dos pilares: capitel ou
“drop panel”.

Profa. Katri Ingrid Ika Ferreira 7


EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

LAJES LISAS

Profa. Katri Ingrid Ika Ferreira 8


EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

➢ CLASSIFICAÇÃO DAS LAJES MACIÇAS


1) Quanto ao tipo de apoio:

A borda da laje simplesmente apoiada permite a rotação, enquanto a borda engastada é


impedida de girar.
O engastamento depende da rigidez do apoio, ou seja, da rigidez do elemento onde a laje
pretende se engastar (viga de bordo).

Profa. Katri Ingrid Ika Ferreira 9


➢ Exemplo de Edificação = PLANTA DE FORMA DO PAVIMENTO TIPO

Fonte: Rocha A.”Concreto Armado” vol. 1


10
➢ Considerações sobre as condições de contorno das lajes do pavimento tipo

v v Vazio da
escada
v

v Bordo livre

•••• OA apoio
Nos
Em laje L5
lajes não
apoios é considerada
contínuos,
vizinhas
entre L2 com
e as ondeL4engastada
mesmo
lajes há não énas
diferença
e L5nível, ondelajes
de há L2
nível,econtínuo,
L7 emno
como
continuidade
considerado virturde
caso
da da
de
laje,
porque nãoseguinte
rebaixos
pode-se regra:”
de pisosPara o
considerar
existe continuidade
• Alajes
em 2/3pequenas
molhados
engastamento
lajes ou
L6 seu
do situadas
nãobanheiros,
entre
foi entre
as lajes.
considerada
comprimento. lajesL4grandes,
despreza-se
engastada
A laje despreza-se
aé continuidade
na laje
rebaixada L8 por a continuidade
e calculam-se
causa
(banheiro). do vazio daao
as lajes longo dos
supondo
escada, taisapoios
mas aapoiosde
laje L8
écomprimento
como não superiornaa laje
apoios simples.
considerada engastada um metro.
L6. 11
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

Armada em cruz (em duas direções):


2) Quanto à armação:
Armada em uma direção:

O momento na direção do menor vão é muito


superior ao da outra direção, sendo considerada
como armada em apenas uma direção.
São mais econômicas que as lajes armadas em
uma direção, pois o carregamento da laje solicita
Na direção secundária, paralela a “L”, é as duas direções, reduzindo a magnitude dos
colocada uma armadura de distribuição. momentos fletores e das flechas.
12
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

➢ Determinação do VÃO TEÓRICO DA LAJE (NBR 6118:2014 item 14.7.2.2):

Espessura
da laje

Espessura
das vigas
de bordo

➢ CARGAS ATUANTES NAS LAJES

Ações permanentes:
Peso próprio, revestimentos, alvenarias (paredes)
Ações variáveis:
Carga acidental de edificações (sobrecarga) :
móveis, pessoas.

Profa. Katri Ingrid Ika Ferreira 13


EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

• Peso específico dos materiais de construção segundo a NBR6120

14
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

➢ Cálculo do carregamento das lajes:


No cálculo das lajes, as ações são consideradas por m2.

a) CARGA PERMANENTE:

1) Peso próprio
Para determinação do peso próprio (pp) por m2, basta multiplicar a espessura
da laje pelo peso específico do concreto armado (γ = 25 kN/m3):

pp = 25. h (kN/m2), h em metros.

➢ Pré-dimensionamento
( determinação da espessura h )
=> Adotar 10 cm

Profa. Katri Ingrid Ika Ferreira 15


EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

2) Revestimento
2.1) Revestimento da superfície inferior (teto)

Para determinação da carga correspondente ao revestimento do


forro, deve-se multiplicar o volume do material aplicado em 1 m2
(1 x 1 x hrt) pelo peso específico do material ( γrt ), sendo hrt a
espessura da camada de revestimento.

16
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

2.2) Revestimento de piso (Fonte: Prof. Ronaldson Carneiro)

v
v

17
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

Exemplo de cálculo: Fonte: Prof. J.Milton


Dados para o Projeto do curso:
Espessura do granito

Laje

18
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

3) Cargas de parede (alvenaria ou divisória) sobre lajes:


No Projeto do Curso não apoiar paredes diretamente sobre as lajes.

b) CARGA ACIDENTAL = NBR6120:1988

Profa. Katri Ingrid Ika Ferreira 19


➢ Carregamento devido às reações das lajes sobre as vigas

➢ Cálculo das reações de apoio – Nas Tabelas do Apêndice 2 as reações de apoio são
uniformemente distribuídas ao longo do apoio correspondente
➢ Tabelas de Placas: Lajes armadas nas duas direções
J.Milton Araujo

20
➢ Uso das Tabelas de Placas

21
➢ Laje apoiada
nos 4 bordos

22
➢ Exemplo de cálculo : 𝑞 = 5,0 𝑘𝑁/𝑚2

23
➢ Carregamento devido às reações das lajes sobre as vigas

➢ Lajes armadas em uma direção

𝒑𝒍𝒙
𝑹𝒙 =
𝟒

𝟓 𝐩𝒍𝒙
𝟖
𝑹𝒚𝒆 =

𝟑 𝒑𝒍𝒙
𝒑𝒍𝒙

𝟖
𝑹𝒙 =
𝟒

𝑹𝒚 =
𝟓 𝐩𝒍𝒙
𝒑𝒍𝒙 𝑹𝒚𝒆 =
𝑹𝒚 = 𝟖 𝐩𝒍𝒙 𝑹𝒚𝒆 = 𝒑𝒍𝒙
𝟐 𝑹𝒚𝒆 =
𝟑 𝒑𝒍𝒙 𝟐
𝑹𝒚 =
𝟖
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

➢ Carregamento distribuída nas Vigas (permanente): reação das lajes, peso


próprio, paredes (alvenaria) e revestimento
➢ Peso próprio
➢ Alvenaria: 50
da viga:
𝐻𝑎𝑙𝑣𝑒𝑛𝑎𝑟𝑖𝑎 = 𝑃é 𝑑𝑖𝑟𝑒𝑖𝑡𝑜 − 𝐴𝑙𝑡𝑢𝑟𝑎 𝑑𝑎 𝑉𝑖𝑔𝑎(50 cm)do piso superior
𝐻 = 3 𝑚 − 0,5𝑚 = 2,5 𝑚 20
𝑝𝑝𝑟ó𝑝𝑟𝑖𝑜
𝑝𝑎 = 𝛾𝑡𝑖𝑗𝑜𝑙𝑜 × 𝑒𝑡𝑖𝑗𝑜𝑙𝑜 + 𝛾𝑎𝑟𝑔𝑎𝑚𝑎𝑠𝑠𝑎 × 𝑒𝑟𝑒𝑣𝑒𝑠𝑡𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜 × 𝐻 = 𝛾𝑐𝑜𝑛𝑐 𝑥 𝑒𝑠𝑝𝑉𝑖𝑔𝑎 𝑥 𝑎𝑙𝑡𝑢𝑟𝑎𝑉𝑖𝑔𝑎
= ⋯ 𝑘𝑁Τ𝑚
= 25,0 𝑘𝑁Τ𝑚3 𝑥0,2𝑚𝑥0,5𝑚
𝑘𝑁 𝑘𝑁
𝑝𝑎 = 13 × 0,09 𝑚 + 21 × 2𝑥 0,03𝑚 x 2,5 m = ⋯ 𝑘𝑁Τ𝑚
𝑚3 𝑚3
rev. parede: 3 cm de cada lado ➢ Revestimento da viga (20 x 50):
𝑝𝑟𝑒𝑣
Parede = 𝛾𝑎𝑟𝑔𝑎𝑚𝑎𝑠𝑠𝑎 × 𝑒𝑟𝑒𝑣𝑒𝑠𝑡𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜 𝑥(𝑝𝑒𝑟í𝑚𝑒𝑡𝑟𝑜 𝑑𝑎 𝑣𝑖𝑔𝑎)
(alvenaria) 𝑘𝑁
= 21 3 x 0,03 𝑚 𝑥 −−− −𝑚 = ⋯ 𝑘𝑁Τ𝑚
𝑚

...25
EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

➢ Carregamento distribuída nas vigas

Profa. Katri Ingrid Ika Ferreira ...26


EC 0601 – Concreto Armado – Projeto Estrutural de uma Edificação

➢ Carregamento Pontual nas Vigas: carga concentrada (reação de outras vigas)

Viga 16

Profa. Katri Ingrid Ika Ferreira 27

Você também pode gostar