Você está na página 1de 14

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA

CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

PLANO DE ENSINO PARA O ERE

NOME DO CURSO
Bacharelado em Engenharia Civil
NATUREZA DO CURSO (x) Bacharelado | () Licenciatura | () Tecnológico
NOME DO PROFESSOR
Profa. Dra. Katri Ingrid Ika Ferreira
CÓDIGO / NOME DA DISCIPLINA
EC 0601 / Concreto Armado I - Horário: 3ª e 5ª feiras – 10:00 às 12:00 h
CATEGORIA
(x) Obrigatória | ( ) Eletiva | ( ) Optativa Livre | ( ) Outro: SEMESTRE

FORMA DE (x) Regular | ( ) Modular por adaptação | ( ) Parcial por


2020.2
IMPLEMENTAÇÃO segmentação
CARGA HORÁRIA DISCIPLINAS PRÉ-REQUISITO(S)
Teórica Prática Total
EC 0501 / EC 0502
60 h --- 60 h
EMENTA
Explicação: Ementas de componentes curriculares obrigatórios ou eletivos disponíveis no Projeto Pedagógico do Curso (PPC) aprovados
pelo CEPE não devem ser alterados.

Comportamento mecânico do concreto armado. Efeitos das condições ambientais e das cargas
externas nas deformações (retração e fluência). Esforços combinados. Proteção e aderência das
armaduras. Disposições construtivas. Conceitos de segurança. Estados limites últimos e estados
limites de utilização. Dimensionamento para os casos de tração, compressão, cisalhamento,
flexão, e solicitações combinadas. Detalhamento de armaduras e prescrições de norma.
Concepção do projeto estrutural de vigas e pilares. Verificação dos estados limites conforme a
norma NBR 6118(2014).
OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM
Explicação: Descrição das capacidades do(a) discente para atuar em sua realidade, a serem consideradas pelo(a) professor(a) no ensino
e na avaliação de aprendizagem. Existem outros termos utilizados para tratar de objetivos, tais como competências e habilidades. Os
objetivos de aprendizagem podem ser readequados no contexto excepcional de ensino.

➢ OBJETIVO GERAL
Compreender o comportamento físico de estruturas de concreto armado. Dimensionar em concreto
armado vigas e pilares no Estado Limite Último. Fazer as verificações dos Estados Limites de
Serviço: flecha e fissuração. Fazer o detalhamento das armaduras longitudinais, estribos e
armaduras complementares. Aplicar os conceitos estudados e discutir as hipóteses e
considerações adotadas no projeto estrutural de um pavimento tipo de uma edificação
desenvolvido durante o semestre letivo.

1
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

➢ OBJETIVOS ESPECÍFICOS
➢ Apresentar a ementa da disciplina. Fazer comentários sobre a bibliografia a ser utilizada.
Apresentar o critério de avaliação da disciplina, com as datas das entregas das tarefas (listas de
exercícios), datas das defesas das etapas do Projeto Estrutural (pavimento tipo de uma edificação
residencial de seis pavimentos em concreto armado). Apresentar recomendações para um bom
aproveitamento na disciplina. Agendar atendimento extra-classe.
➢ Apresentar os fundamentos para compreensão do comportamento físico de estruturas de concreto
armado e as propriedades mecânicas e reológicas do concreto e aço.
➢ Apresentar os domínios de funcionamento de uma seção transversal de concreto armado segundo
a NBR6118(2014).
➢ Apresentar o procedimento de Dimensionamento à Flexão Simples e Flexão Composta com
Grande Excentricidade no Estado Limite Último (ELU) de vigas.
➢ Discutir os Modelos de Treliças para o Dimensionamento ao Cisalhamento de viga em concreto
armado.
➢ Apresentar as prescrições da norma brasileira NBR6118(2014) quanto ao detalhamento das
armaduras, aderência e ancoragem das barras.
➢ Realizar a verificação dos Estados Limites de Serviço: Estado Limite de Deformação e Estado
Limite de Fissuração.
➢ Dimensionar vigas à flexão oblíqua.
➢ Apresentar a classificação segundo a NBR6118(2014) para estruturas deslocáveis e não
deslocáveis e a classificação dos pilares em curto e esbelto. Discutir os efeitos globais e locais de
2ª ordem conforme a NBR6118(2014).
➢ Dimensionar pilares sob flexão composta reta e oblíqua segundo a NBR6118(2014) pelos Métodos
do Pilar Padrão. Fazer o detalhamento das armaduras de pilares.
➢ Projeto Estrutural: Desenvolver e discutir um projeto estrutural do pavimento tipo de uma
edificação residencial multifamiliar, através das plantas baixa e cortes do projeto de arquitetura e
planta de fôrma e cortes do projeto estrutural. Modelagem de um pórtico plano empregando o
software Ftool para obtenção de uma envoltória de esforços: a) Fazer o levantamento das cargas
verticais do pavimento tipo: cargas nas vigas e pilares; b) Carga horizontal devido à ação do vento
(já dada pela professora). Dimensionamento no ELU e detalhamento das armaduras de uma viga
contínua. Dimensionamento no ELU e detalhamento de três pilares sob flexão composta reta ou
oblíqua. Desenhar as plantas de armaduras da viga e pilares.

PROGRAMA DA DISCIPLINA (Conforme Projeto Pedagógico atual)


Explicação: Lista de unidades/ tópicos a serem abordados na disciplina e que possibilitem o alcance dos objetivos de aprendizagem/
competências ou habilidades.
1. Fundamentos do Concreto Armado
1.1. Vantagens e Desvantagens do Concreto Armado
1.2. Comportamento Mecânico e Reológico do Concreto Armado.
1.2.1. Propriedades mecânicas do concreto: resistência à tração e à compressão.
1.2.2. Propriedades mecânicas do aço: resistência à tração e à compressão.
1.2.3. Efeitos das condições ambientais e das cargas externas nas deformações (retração,
fluência e efeitos devidos à variação de temperatura).
1.3. Princípios de Dimensionamento.
1.3.1. Estados limites últimos e de utilização.

2
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

1.3.2. Combinações de ações.


1.3.3. Valores característicos e de cálculo de resistências e de solicitações.
1.3.4. Domínios de funcionamento da seção retangular no estado limite-último devidos às
solicitações normais: domínios 1, 2, 3, 4, 4a e 5.
2. Flexão Simples
2.1. Mecanismos de Ruptura na Flexão Simples: Ensaio de Stuttgart.
2.2. Dimensionamento de Seções Retangulares à Flexão Reta (domínios 2, 3 e 4).
2.2.1. Fórmulas de dimensionamento com armadura simples.
2.2.2. Fórmulas de dimensionamento com armadura de compressão (dupla).
2.3. Prescrições de Normas e Disposições Construtivas.
2.3.1. Áreas mínimas e máximas para armadura longitudinal.
2.3.2. Espaçamentos mínimos para as barras de armadura na seção transversal.
2.4. Dimensionamento de vigas de seção T ou caixão solicitadas à flexão reta.
3. Cisalhamento
3.1. Tensões de cisalhamento em vigas de seção retangular e T.
3.2. Análise dos esforços cortantes para o caso da variação de inércia em mísula.
3.3. Dimensionamento ao esforço cortante pela teoria da Treliça de Morsch.
3.3.1. Modelo da Treliça Clássica de Morsch.
3.3.2. Modelo da Treliça Generalizada de Morsch.
3.3.3. Análise das tensões no concreto em função da inclinação das bielas comprimidas e da
armadura empregada.
3.3.4. Determinação do coeficiente al para decalagem do diagrama de momentos fletores.
3.3.5. Cálculo da armadura de estribos e/ou barras dobradas para combate ao cisalhamento.
3.3.6. Verificação das tensões últimas de cisalhamento no concreto.
3.4. Prescrições de normas e disposições construtivas.
3.4.1. Estribos: área mínima, espaçamentos e bitolas.
3.4.2. Prescrições para emprego de estribos e/ou barras dobradas (cavaletes).
4. Prescrições de normas para detalhamento das armaduras.
4.1. Armaduras padronizadas
4.1.1. Empregos de armaduras de aço.
4.1.2. Padronização das armaduras.
4.1.3. Classificação das armaduras padronizadas
4.2. Ancoragem das barras de armadura
4.2.1. Aderência. Valores últimos da tensão de aderência.
4.2.2. Definição de zonas de boas e má aderência.
4.2.3. Cálculo de comprimentos de ancoragens retilíneos
4.2.4. Ancoragem em ganchos.
4.2.5. Ancoragem da armadura de flexão
a) Ancoragem de barras tracionadas e comprimidas.
b) Ancoragem em apoios extremos.
4.2.6. Ancoragem de estribos
4.3. Emendas das barras de armadura
4.3.1. Emendas por transpasse
4.3.2. Emendas por solda.
4.4. Verificação do não-escorregamento da armadura de flexão.
5. Lajes maciças
5.1. Determinação de reações de lajes para carregamento de vigas.

3
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

6. Flexão Composta Reta e Oblíqua.


6.1. Tração simples e tração com pequena excentricidade (Domínio 1)
6.2. Flexão composta com grande excentricidade (Domínios 2, 3, 4 e 4a).
6.3. Flexão composta reta ou oblíqua em seções quaisquer. Uso de Ábacos de Roseta.
7. Pilares. Flexão composta com pequena excentricidade
7.1. Estado limite último de Instabilidade: Flambagem
7.1.1. Instabilidade na compressão axial e na flexão composta.
7.1.2. Deformações: diagrama momento fletor x curvatura.
7.1.3. Determinação do índice de esbeltez dos pilares.
7.2. Procedimento da NBR 6118 para dimensionamento de pilares
7.2.1. Imperfeições geométricas locais. Momento mínimo de 1ª ordem.
7.2.2. Envoltórias mínimas de 1ª e 2ª ordem de acordo com a NBR 6118.
7.2.3. Método do pilar padrão com curvatura aproximada.
7.2.4. Método do pilar padrão com rigidez aproximada.
7.3. Prescrições de norma para detalhamento de pilares
7.3.1. Dimensões mínimas para pilares.
7.3.2. Tipos de detalhamento da armadura longitudinal.
7.3.3. Armadura longitudinal: áreas, bitolas, espaçamentos máximos e mínimos.
7.3.4. Armadura transversal: bitolas, espaçamentos e proteção contra a flambagem da
armadura longitudinal.
8. Verificação dos estados limites de utilização
8.1. Estado limite de deformação
8.2. Estado limite de fissuração
9. Concepção estrutural de vigas e pilares
9.1. Planejamento de Projeto Estrutural
9.2. Anteprojeto.
9.2.1. Cargas atuantes.
9.2.2. Pré-dimensionamento.
9.2.3. Cálculo dos esforços.
9.3. Projeto: Dimensionamento e detalhes de execução conforme prescrições da norma NBR 6118.
9.4. Conformidade do projeto estrutural.

METODOLOGIA DE ENSINO
Explicação: Refere-se aos meios a serem utilizados pelo professor para a ministração do conteúdo programático da disciplina e alcance
dos objetivos de aprendizagem. A metodologia de reposição de conteúdos e atividades também devem ser previstos e informados. O(A)
professor(a) deve deixar claro aos(às) alunos(as) os métodos de ensino que serão adotados diante do contexto excepcional. No primeiro
contato via e-mail, telefone, material de disciplina etc., o(a) professor(a) deve informar os horários de atendimento extraclasse.

➢ Metodologia de Ensino da disciplina Concreto Armado I


A metodologia do curso se baseia na compreensão e discussão dos conceitos fundamentais do
comportamento de estruturas de concreto armado.
O curso visa à aplicação imediata de conceitos e formulações de Resistência dos Materiais, Análise
de Estruturas no dimensionamento de vigas e pilares em concreto armado e verificações dos
Estados Limites de Serviço, trabalhando assim com a interdisciplinaridade.
A metodologia adotada na disciplina visa incentivar uma maior participação dos alunos em sala de
aula (neste caso especial deste período da pandemia os alunos podem interagir nas vídeo-aulas
através do GoogleMeet, RNP ou utilizando o WhiteBoard), tornando-os protagonistas e

4
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

construtores do conhecimento. Assim, ao longo do curso, através dos exemplos, os alunos


consolidam conceitos para o dimensionamento em concreto armado de vigas e pilares de
edificações, além de receberem aulas sobre considerações de projetos de edificações. Após a
consolidação desses fundamentos, os alunos desenvolvem em grupo um projeto padrão estrutural
do pavimento tipo de uma edificação residencial multifamiliar, através do desenho das plantas baixa
e cortes do projeto de arquitetura e planta de fôrma e cortes do projeto estrutural,
dimensionamento e detalhando as armaduras de uma viga contínua e três tipos de pilares. São
desenhadas também as plantas de armaduras das vigas e pilares. O objetivo do projeto é fazer
com que os alunos adquiram a habilidade de organização de uma memória de cálculo, habilidade
de sintetizar conceitos e explanar pontos relevantes do projeto, além da habilidade de se expressar
na defesa oral.
Os procedimentos de cálculo estão baseados principalmente nas normas técnicas brasileiras
(ABNT), de procedimentos de projetos de concreto armado e protendido: NBR6118(2014), de
ações e segurança: NBR8681(2003) e cargas em edificações: NBR6120(1980).
Como procedimento didático deve ser agendada uma visita técnica a uma obra em Boa Vista, de
uma edificação em concreto armado, para que os alunos tenham a oportunidade de ver a execução
e a colocação das armaduras e detalhes construtivos de ligações de vigas, lajes e pilares (neste
período, caso seja possível, após o final da pandemia).

➢ Metodologia de Ensino empregando recursos de Tecnologias de Intermediação Digital


Neste período excepcional de pandemia, a metodologia de ensino desenvolvida ao longo do
semestre terá como ponto diferenciado a forma de interação com os discentes. Nesse sentido a
modalidade de interação com os discentes será mista com atividades:
i) síncronas ( vídeo-aulas ao vivo empregando arquivos power-point, word ou pdf ) e
ii) assíncronas (a qualquer momento os discentes acessarão conteúdo digital e/ou farão
atividades por exemplo leitura de material didático (apostila desenvolvida pela professora ou
pesquisando em livros técnicos) ou trabalhando em listas de exercícios fornecidas pela
professora como tarefa de casa. Para tanto, tecnologias de intermediação digital serão
utilizadas de modo a possibilitar essas duas formas de interação com os discentes. Assim
sendo, as seguintes tecnologias de intermediação digital serão utilizadas ao longo do Semestre
de Ensino Remoto Emergencial:
i) Para as aulas síncronas:
a) Plataforma GoogleMeet como 1ª opção de trabalho com os discentes;
b) Plataforma RNP da UFRR como 2ª opção de trabalho com os discentes;
c) WhiteBoard: quadro branco quadriculado que serve para interagir com os alunos “on line”
(ao vivo) para esclarecimento de dúvidas, podendo a professora e os alunos escreverem,
desenharem simultaneamente.
d) Power-Point: uso de slides brancos onde pode-se escrever com o mouse, apagar ou usar
o apontador laser. Esta ferramenta permite desenhar e desenvolver o raciocínio de algum
tema que os alunos venham a ter dúvidas, facilitando bastante o aprendizado.
e) Sistema SIGAA para acesso as tarefas propostas pela professora (listas de exercícios)
e também todo o material didático desenvolvido pela professora, como apostila com
7(sete) capítulos de concreto armado, arquivos em power-point das vídeo-aulas e
arquivos pdf. Também constará no SIGAA as datas das entregas das listas de exercícios

5
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

(em pdf que podem ser enviadas via email) que será considerada como avaliação da P1
e P2 e também as datas das defesas orais pelos discentes do Projeto Estrutural (P3)
desenvolvido em grupo e apresentado em 3(três) etapas;
f) Programa Ftool do Prof. L.F.Martha da PUC-Rio – disponível na web. Este software
se aplica a resolução de estruturas planas (pórticos planos) fornecendo os diagramas
solicitantes (momentos, cortantes e normais) e a deformada da estrutura para os vários
tipos de carregamentos a que uma estrutura pode ser submetida. Este programa será
empregado na modelagem de pórticos para dimensionamento dos elementos em
concreto armado (vigas e pilares) do Projeto Estrutural do pavimento tipo de uma
edificação residencial.
ii) Para as aulas assíncronas: será utilizado o sistema SIGAA para disponibilizar material
fornecido pela professora e acessar as Tarefas (atividades para casa):
a) Os arquivos em pdf das apresentações das vídeo-aulas ministradas no modo síncrono;
b) Arquivos em pdf de Apostila de Concreto Armado com 7 capítulos feita pela professora e
outros materiais complementares sobre os temas das aulas disponíveis na internet;
c) Atividades extra classe utilizando no SIGAA a opção de TAREFAS que serão 6 Listas de
Exercícios realizadas em grupo pelos alunos com datas previstas para entrega. E também
dados para o desenvolvimento do Projeto Estrutural em grupo.

➢ Horário de Atendimento Semanal para os alunos:


5ª e 6ª Feiras: 14:00 às 16:00 h via Google Meeet utilizando WhiteBoard ou Power-Point
Caso o aluno não possa participar há possibilidade de agendar outro horário com antecedência
com a professora via email.
Recursos necessários
Objetivo de (incluir informação sobre a
Data Atividades para desenvolver objetivos modalidade de interação: síncrona,
aprendizagem assíncrona, mista, sem
intermediação de tecnologia digital)

09/02/21 Metodologia e Aula ministrada ao vivo pela internet Aulas síncronas com
Ementa, (Vídeo-aula). Google Meet ou RNP
11/02/21 Bibliografia, pela internet ou com
Critério de auxílio também do
Avaliação Material didático disponibilizado no WhiteBoard.
1ª e 2ª SIGAA:
Aulas Unidade 01:
Fundamentos do 1) Impressão da aula sobre
(2 aulas) apresentação da disciplina,
Tarefas a serem
Concreto Armado
realizadas pelos alunos
ementas, bibliografias, avaliações
em casa (assíncronas)
etc em Power-Point em pdf
a partir de material
2) Impressão da aula sobre Cap.1
didático disponibilizado
em Power-Point em pdf
pela professora (como
3) Cap.1 da apostila desenvolvida
apostila, lista de
pela Profa. Katri Ingrid em pdf
exercícios, power-point
4) Resolução do CEPE n.15/2006
da vídeo aula) no
5) CatalogoTecnicoAcellorMital
SIGAA.

6
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

Tarefas disponibilizadas no SIGAA: Tarefa assíncrona


Atividades extra classe (para casa): (desenvolvimento do
Projeto Estrutural do
➢ 1ª Lista de Exercicios
curso em grupo)
➢ Leitura e estudo dos seguintes
tópicos do Cap.1 da apostila.
• Histórico do Concreto Armado. Email da professora
Viabilidade do Concreto para entrega das
Armado: vantagens e tarefas dos alunos
desvantagens. (resolução das listas
• Valores adotados pela (pdf) e parte
NBR6118(2014) para os escrita(pdf) e defesa do
módulos de elasticidade Projeto Estrutural em
longitudinal e transversal e power-point):
coeficiente de Poisson.
• Propriedades Reológicas do katri_ika@hotmail.com
Concreto: Retração, Fluência ou
(deformação lenta).
• Efeito da temperatura em katri.ika@ufrr.br
estruturas de concreto armado ou
16/02/21 Unidade 09: Visando motivar os alunos na katriika1963@gmail.com
Orientações para o aplicação dos conceitos e hipóteses
18/02/21 desenvolvimento adotadas para projetos em concreto
23/02/21 do Projeto armado, apresentando plantas de
Estrutural arquitetura e estrutural de um prédio
convencional, o projeto inicia-se no 3º
Unidade 05:
3ª, 4ª e 5ª dia de aula.
Reações de lajes
Aulas sobre vigas. Material disponibilizado no SIGAA:
(3 aulas) ➢ Video aula em power point
impressa em pdf
➢ Modelo da memória de cálculo
➢ Tabelas de lajes em pdf
Tarefas disponibilizadas no SIGAA:
Atividades extra classe (para casa):
➢ Leitura e estudo dos seguintes
tópicos do Cap.1 da apostila.
• Princípios do Dimensionamento
- Definição dos ELU (estados
limites últimos) e ELS(estados
limites de serviço) segundo a
norma de ações e segurança
NBR8681(2003).
• Combinações de ações. Valores
característicos e de cálculo de
resistências e de solicitações

7
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

25/02/21 Unidade 2.0 - Os assuntos da Unidade 2 e Unidade


Flexão simples. 6.2 são aplicados para flexão em vigas
02/03/21 empregando as mesmas tabelas de
Unidade 6.2 -
04/03/21 dimensionamento. Por isso no caso de
Flexão composta
viga a professora define o Capítulo 2
09/03/21 reta com grande
da Apostila como: Flexão Simples e
excentricidade
11/03/21 Composta com Grande Excentri-
Unidade 2.4 – cidade.
16/03/21 Dimensionamento
Assim, os assuntos das unidades 2.0,
de Vigas T
6.2 e 2.4 estão detalhados no
Capítulo 2 da Apostila do curso (da
6ª, 7ª, 8ª, Profa. Katri).
9ª, 10ª e
11a Aulas Material disponibilizado no SIGAA:

(6 aulas) ➢ Video aula em power point


impressa em pdf
➢ Capítulo 02 da apostila em pdf
Tarefas disponibilizadas no SIGAA:
Atividades extra classe (para casa):
➢ 2ª Lista de Exercicios:
Dimensionamento de vigas
retangulares
➢ 3ª Lista de Exercicios:
Dimensionamento de vigas T.
➢ Leitura e estudo dos seguintes
tópicos do Cap.2 da apostila.
• Mecanismos de ruptura no ELU
de seções em concreto armado.

18/03/21 Unidade 3.0 - Material disponibilizado no SIGAA:


Cisalhamento
23/03/21 ➢ Video aula em power point
impressa em pdf
12ª e 13ª ➢ Capítulo 03 da apostila em pdf
Aulas
(2 aulas) Tarefas disponibilizadas no SIGAA:
Atividades extra classe:
➢ 4a Lista de Exercicios:
Dimensionamento ao
cisalhamento e detalhamento da
armadura longitudinal
➢ Leitura e estudo dos seguintes
tópicos do Cap.3 da apostila.
• Prescrições de normas e
disposições construtivas.

8
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

Estribos: área mínima,


espaçamentos e bitolas.
Prescrições para emprego de
estribos e/ou barras dobradas
(cavaletes).

25/03/21 Defesa da 1ª Defesa Oral em forma de seminário


30/03/21 Etapa do Projeto do Projeto Estrutural realizado em
Estrutural: grupo pelos alunos. A ordem de
14ª e 15ª 6 grupos apresentação será sorteada no dia.
Aulas Os grupos terão 30 minutos para
apresentação.
(2 aulas)

01/04/21 Unidade 4.0 - Material disponibilizado no SIGAA:


06/04/21 Prescrições de
➢ Video aula em power point
norma para
impressa em pdf
16ª e 17ª detalhamento das
armaduras. ➢ Capítulo 04 da apostila em pdf
Aulas
(2 aulas) Ancoragem das Tarefas disponibilizadas no SIGAA:
armaduras. Atividades extra classe:
➢ Leitura e estudo dos seguintes
tópicos do Cap.4 da apostila.
• Ancoragem das barras de
armadura. Aderência. Valores
últimos da tensão de aderência.
Definição de zonas de boa e má
aderência. Cálculo dos
comprimentos de ancoragens
retilíneos e em ganchos.
• Armadura de Costura em vigas T.
• Verificação do não-
escorregamento da armadura de
flexão

08/04/21 Unidade 8.0 - Material disponibilizado no SIGAA:


Verificação dos
➢ Capítulo 05 da apostila em pdf
18ª Aula estados limites de
(1 aula) serviço Tarefas disponibilizadas no SIGAA:
Atividades extra classe:
➢ Leitura e estudo do Cap.5 da
apostila (unidade 08 do PPC).
➢ 5a Lista de Exercícios: ELS

13/04/21 Unidade 6.3 – Material disponibilizado no SIGAA:


Flexão composta
1) Video aula em power point
19ª Aula oblíqua
impressa em pdf
(1 aula) 2) Capítulo 06 da apostila em pdf

9
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

Tarefas disponibilizadas no SIGAA:


Atividades extra classe:
• Leitura e estudo do Cap.6 da
apostila

15/04/21 Defesa da 2ª Defesa Oral em forma de seminário


20/04/21 Etapa do Projeto do Projeto Estrutural realizado em
Estrutural: grupo pelos alunos. A ordem de
20ª e 21ª apresentação será sorteada no dia.
6 grupos
Aulas Os grupos tem 30 minutos para
apresentação.
(2 aulas)

22/04/21 Unidade 7.0 - Material disponibilizado no SIGAA:


27/04/21 Pilares
➢ Video aula em power point
29/04/21 impressa em pdf
04/05/21 ➢ Capítulo 07 da apostila em pdf
06/05/21
Tarefas disponibilizadas no SIGAA:
22ª, 23ª, Atividades extra classe:
24ª, 25ª e
➢ 6ª Lista de Exercicios:
26ª Aulas
Dimensionamento de Pilares (24ª
Aula).
(5 aulas) ➢ Leitura e estudo dos seguintes
tópicos do Cap.7 da apostila.
• Pilar curto sob compressão
centrada. Cálculo e
detalhamento completo das
armaduras longitudinal e
transversal de um pilar, de
edifício, curto com carga
centrada utilizando os Ábacos
de Roseta.

11/05/21 Defesa da 3ª Defesa Oral em forma de seminário


13/05/21 Etapa do Projeto do Projeto Estrutural realizado em
Estrutural: grupo pelos alunos. A ordem de
apresentação será sorteada no dia.
27ª e 28ª 6 grupos
Os grupos tem 30 minutos para
Aulas apresentação.
(2 aulas)

18/05/21 Entrega das Notas


Finais
29ª Aula
(1 aula)

10
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

20/05/21 Exame de O Exame de Recuperação (ER) via


recuperação internet ao vivo (usando GoogleMeet
30ª Aula
ou RNP) será realizado em forma de
(1 aula) arguição oral sobre os conteúdos
apresentados durante o semestre na
disciplina.

AVALIAÇÃO FORMATIVA DA APRENDIZAGEM


Explicação: A avaliação é um processo que possibilita ao(a) professor(a) identificar se os objetivos de ensino-aprendizagem foram
alcançados e reconhecer a necessidade de condições adicionais de aprendizado dirigidas aos(às) alunos(as). Nesse sentido, por meio das
formas avaliativas o(a) docente pode aferir o devido alcance dos objetivos de aprendizagem de atuação na realidade. Os instrumentos de
avaliação a serem utilizados devem levar em conta a atual condição de emergência bem como a modalidade de ensino adotada, de modo
a não sobrecarregar os(as) alunos(as). Os critérios de avaliação devem ser compatíveis com as Resoluções 015/2006 - CEPE/UFRR e
006/2007 - CUNI/UFRR e legislação vigente.
➢ Critério de avaliação geral da disciplina:
O critério de avaliação segue a diretriz da Resolução do CEPE no 15/2006, Média aritmética de 3
notas >=7,0
𝑷𝟏 + 𝑷𝟐 + 𝑷𝟑
𝑺𝒆 𝑴𝑨𝑺 = ≥ 𝟕, 𝟎 + (75% de Presença nas aulas): → 𝑨𝑷𝑹𝑶𝑽𝑨𝑫𝑶
𝟑
Caso Contrário
𝑺𝒆 𝟔, 𝟎 ≤ 𝑴𝑨𝑺 < 𝟕, 𝟎 + (75% de Presença nas aulas): → 𝑬𝒙𝒂𝒎𝒆 𝒅𝒆 𝑹𝒆𝒄𝒖𝒑𝒆𝒓𝒂çã𝒐
𝑴𝑨𝑺 + 𝑬𝑹
𝑴𝑭 = ≥ 𝟔, 𝟎 → 𝑨𝑷𝑹𝑶𝑽𝑨𝑫𝑶
𝟐

A avaliação da disciplina constará de 3(três) notas: P1, P2 e P3


P1 = 3 Listas de Exercícios por grupo (10,0 pontos) – média aritmética simples
P2 = 3 Listas de Exercícios por grupo (10,0 pontos) – média aritmética simples
P3 = Projeto Estrutural (10,0 pontos);

Serão aplicadas 6 listas de exercícios para serem desenvolvidas em grupos pelos alunos com
datas pré-estabelecidas para entrega (em pdf via email da professora). Três listas para a P1 e três
listas para a P2. A terceira nota: P3 corresponde a um Projeto Estrutural em concreto armado. Os
alunos desenvolvem ao longo do curso um Projeto Estrutural do pavimento tipo de uma edificação
residencial multifamiliar (dimensionam vigas e pilares) além de modelarem no Ftool dois pórticos
planos para obtenção de uma envoltória de esforços solicitantes. Este projeto consta de uma
memória de cálculo (trabalho escrito) e defesa oral(em forma de seminário).
Observações:
1) A participação do aluno em aula, nos trabalhos, nos horários de atendimento extra classe
poderá valer até 0,5 ponto em cada uma das P1, P2 e P3.
2) Caso o grupo de alunos não entregue a lista na data prevista será descontado 50% da
pontuação.
3) Como as avaliações serão em forma de listas de exercícios não será necessário aplicar a 2ª
chamada de provas, somente o Exame de Recuperação.

➢ Critério de Avaliação do Projeto Estrutural em Grupo: Valor Total: 10,0 pontos


Avaliação em grupo do trabalho escrito. Avalição individual da defesa oral.

11
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

A defesa oral será apresentada pelos alunos em power-point via GoogleMeet ou RNP.
Os alunos terão de 30 a 40 minutos para apresentação e a seguir será feita uma arguição individual
pela professora seguindo os critérios abaixo. Esta defesa do projeto será dividida em três etapas
(Projeto inicial, cálculo de uma viga continua, cálculo dos pilares) com datas previamente definidas
(conforme cronograma acima), visando uma melhor assimilação dos conceitos.

1. Trabalho por escrito, impresso em “word”, com o desenvolvimento da memória de cálculo relativa
ao projeto estrutural - Valor = 5,0 pontos
2. Apresentação em PowerPoint, de forma clara e objetiva, com figuras ilustrativas, com textos
resumidos sobre o tema. Valor = 2,5 pontos
3. Não ultrapassar o tempo permitido. Valor = 0,5 pontos
4. Mostrar domínio (conhecimento) sobre o assunto. Valor = 0,5 pontos.
5. Ter objetividade e clareza em sua apresentação. Valor = 0,5 pontos.
6. Responder adequadamente à arguição oral individual. Valor = 1,0 pontos

➢ O Exame de Recuperação via internet ao vivo como arguição oral sobre tópicos selecionadas da
disciplina.

Objetivos de aprendizagem Instrumento avaliativo Data


1ª Avaliação = P1 Entrega da 1ª Lista de Exercícios 25/02/21
(média aritmética das 3 listas) Entrega da 2ª Lista de Exercícios 16/03/21
Unidades 01, 02 e 6.2 Entrega da 3ª Lista de Exercícios 23/03/21

2ª Avaliação = P2 Entrega da 4ª Lista de Exercícios 08/04/21


(média aritmética das 3 listas) Entrega da 5ª Lista de Exercícios 22/04/21
Unidades 03, 04, 05 e 07 Entrega da 6ª Lista de Exercícios 06/05/21

3ª Avaliação = P3: Projeto Defesa da 1ª Etapa do Projeto (6 grupos) 25/03/21


Estrutural: Plantas, Levantamento 30/03/21
dos carregamentos, Modelagem
de Pórtico Plano e Diagramas
solicitantes de esforços.
3ª Avaliação = P3: Projeto Defesa da 2ª Etapa do Projeto (6 grupos) 15/04/21
Estrutural: Dimensionamento e 20/04/21
detalhamento em concreto
armado de uma viga continua do
projeto.
3ª Avaliação = P3: Projeto Defesa da 3ª Etapa do Projeto (6 grupos) 11/05/21
Estrutural: Dimensionamento e 13/05/21
detalhamento em concreto
armado de três pilares do
projeto.
Provável data da segunda chamada ---------------

𝑃1 +𝑃2 +𝑃3
Cálculo da Nota Final = 𝑀𝐴𝑆 = ≥ 7,0 → 𝐴𝑝𝑟𝑜𝑣𝑎𝑑𝑜
3
Avaliação de Recuperação da Aprendizagem
Objetivos de aprendizagem Instrumento avaliativo Data

12
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

Adquirir habilidade e competência O Exame de Recuperação (ER) via internet ao vivo


para dimensionar e detalhar vigas (usando GoogleMeet ou RNP) será realizado em
e pilares em concreto armado forma de arguição oral sobre os conteúdos
para edificações. apresentados durante o semestre na disciplina.

𝑀𝐴𝑆+𝐸𝑅
Cálculo da Nota na Avaliação de Recuperação = 𝑀𝐹 = ≥ 6,0 → 𝐴𝑝𝑟𝑜𝑣𝑎𝑑𝑜
2

CONDIÇÕES PARA AUXÍLIO QUANDO ESTUDANTES NÃO ATINGIREM OS


OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM
Explicação: O(A) docente deve enumerar as condições de apoio individual ao(à) aluno(a) para a recuperação da aprendizagem (aulas de
revisão, atividades de pesquisa, exercícios e trabalhos extras, atividades diversificadas que retomem conteúdos não assimilados, trabalhos
com técnicas facilitadoras da aprendizagem como anotações, leituras e organização acadêmica), caso tenha necessidade de realização de
Segunda Chamada ou Prova final nos termos da Resolução 015/2006 do CEPE/UFRR.

A professora disponibilizará horários de atendimento para esclarecer dúvidas do projeto estrutural e


das listas de exercícios. O aluno pode agendar um horário específico para ter uma conferência na
web com GoogleMeet onde pode-se utilizar WhiteBoard onde tanto a professora quanto os alunos
podem escrever e desenhar suas dúvidas em uma tela quadriculada em branco “on line”.
O aluno também pode enviar para o email da professora a prévia da resolução da questão em pdf ou
word, de modo que a professora responderá via email e sanará as possíveis dúvidas do aluno.
A professora poderá também fazer um plano específico de estudos ( com orientações de leitura de
textos e resolução de exercícios) para o aluno que não atingir os objetivos de aprendizagem.
REFERÊNCIAS RECOMENDADAS
Explicação: Devem ser de fácil acesso dada a realidade excepcional na qual se encontram os(as) estudantes e o(a)
professor(a).

1. BÁSICA (Bibliografia atualizada em 2021)

1.1. ARAÚJO, J. M., Projeto Estrutural de Edifícios de Concreto Armado, Editora Dunas, FURG, 3ª
Edição, 2014.
1.2. CARVALHO, R. C., FIGUEIREDO FILHO, J. R., Cálculo e Detalhamento de Estruturas Usuais
de Concreto Armado segundo a NBR6118:2014, EDUFSCAR, São Carlos, 4ª Edição, 2ª
Reimpressão, 2016.
1.3. ABNT NBR 6118:2014 - Comentários e Exemplos de Aplicação - CT301 Projeto de
Estruturas de Concreto - Comitê Técnico Conjunto ABECE/IBRACON - 1ª Edição IBRACON –
São Paulo SP, 2015.
1.4. ARAÚJO, J. M., Curso de Concreto Armado, Editora Dunas, FURG, 4ª Edição, 2014, 4 volumes.
1.5. FUSCO, P. B., Estruturas de Concreto: Solicitações Normais, 1ª Edição, Editora Guanabara
Dois, Rio de Janeiro, 1981
1.6. FERREIRA K.I.I , Apostila do curso de concreto armado I com sete capítulos, atualizada em
2020.

13
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO – CEPE

2. COMPLEMENTAR
2.1. FUSCO, P. B., Técnicas de Armar as Estruturas de Concreto, 2ª Edição, Editora PINI, São
Paulo, 2013.
2.2. FUSCO P. B., Estruturas de Concreto: Solicitações Tangenciais, 1ª Edição, Reimpressão da
1ª Edição, Editora Pini Ltda., São Paulo, 2013.
2.2. WIGHT, J. K., McGREGOR J. G., Reinforced Concrete Mechanics and Design, 15ª Edição,
Editora Prentice Hall, 2009.
2.3. LEONHARDT, F., MÖNNING, E., Construções de Concreto, Vol. 1, 2 e 4, 1ª Edição, Editora
Interciência, Rio de Janeiro, 1979.
2.5. SUSSEKIND, J. C., Curso de Concreto Armado, Vol. 1 e 2, Vol. 1: 5ª Edição e Vol. 2: 3ª
Edição. Editora Globo, Porto Alegre, 1987.

Professora Responsável Coordenador do Curso


Katri Ingrid Ika Ferreira Pedro Alves da Silva Filho

14

Você também pode gostar