Você está na página 1de 7

CMTM- CURSO MÉDIO DE TEOLOGIA MINISTERIAL

DISCIPLINA: HISTÓRIA DA IAP PROFESSOR: Pr MANOEL PEREIRA BRITO


ALUNOS: ADÉLCIO SILVA SOUZA
ANDRÉ PEREIRA DO NASCIMENTO
MÁRCIO GUIMARÃES
TENISSON SANTOS DO NASCIMENTO
WESLLEN FERREIRA DA SILVA

FATOS MARCANTES DA IGREJA ADVENTISTA DA PROMESSA


O presente trabalho tem como objetivo trazer à memória alguns fatos que marcaram na
história de nossa igreja. Fatos ,esses, vividos por nossos antepassados promessistas.
Procuramos, então, de forma sucinta, reviver nossa história pois, um povo é forte quando tem,
conhece, ama e valoriza sua história
É claro que não poderíamos deixar de falar sobre como tudo começou. Após ter se
desligado do movimento do 7º dia, onde passara 10 anos em seu ministério ativo, de onde
se desmembrou por motivos de uma crença bíblica na promessa do batismo com o Espírito
Santo.
Num dia, o qual nossa fonte não pôde nos precisar, o pastor João Augusto da Silveira,
encontra-se com um dos decepcionado separatistas, defronte do salão deles e este lhe diz
em tom de lamento: “Estou muito triste, pois a noite passada, sonhei com essa casa
incendiando-se”. – Maravilhoso! Respondeu João Augusto. Fogo, meu caro, é símbolo de
purificação. Quem sabe se Deus vai queimar a miséria espiritual que domina essas poucas
almas, que ainda restam, e se reinem neste salão”. O pastor João Augusto não soube
precisar quantos dias se passaram desde que essas palavras foram proferidas. O certo é
que no dia 24 de janeiro de 1932 já estava ao entardecer. Após a refeição vespertina, ele
tomou de sua Bíblia e passou a recapitular as passagens referentes à promessa do
derramamento do Espírito Santo, no livro dos Atos dos Apóstolos.
Eis ai o relato do fato marcante expressado com as próprias palavras do pastor João
Augusto: “como em ocasiões anteriores, senti, também, minha alma feliz. Perguntei a Deus,
dentro de mim mesmo: Por que experiência tão gloriosa, que a Igreja de Jesus Cristo nos
últimos dias recebeu, cuja promessa não tem limite de tempo, lugar e pessoas, não era
recebida, agora, pela igreja cristã hodierna? Não obstante ser dito que a bênção de Abraão
seria extensiva aos gentios por Jesus Cristo e para que, pela fé, nós recebamos a promessa
do Espírito ( Gl. 3:14). Nesse momento, algo de sobrenatural me impulsionou a entrar no
meu aposento; o que fiz; e, ali, ajoelhado, perto de minha cama, com as mãos e olhos
erguidos aos céus, pedi a Deus, como quem conversa com a maior confiança de um filho a
seu pai, que reciprocamente se estimam, que alegrasse minha alma e não me deixasse ser
surpreendido pela morte em circunstâncias espirituais tão incertas
Ah! Como a história se repete! Não pedi para ser batizado no Espírito Santo, mas aquele que
prometeu o Consolador aos seus discípulos e os deu lá no Cenáculo e, posteriormente, à sua
igreja, respondeu à minha oração. Em línguas estranhas e glorificações ao pai e ao Cordeiro
Exaltado, o Espírito Santo completou em meu ser a obra excelsa da Trindade. Possuído de
gozo que experimentava meu coração, levantei-me da oração e glorifiquei a Deus pelo que
havia recebido. Após este fato, o pastor João Augusto da Silveira, impulsionado pelo Espírito
Santo, fundou a Igreja Adventista da Promessa, no dia 24 de janeiro de 1932 na cidade de
Paulista- PE.
A partir de então, a igreja Adventista da Promessa teve um notável crescimento no Brasil e,
mais tarde, no exterior.

Alguns fatos marcantes:


Na área Evangelística:
I- Podemos relatar que, de uma forma maravilhosa, a IAP, cujo surgimento se deu na
cidade de Paulista-PE, como dantes relatado, teve um trabalho espiritual no nordeste, que
desenvolveu-se de forma satisfatória, onde, no primeiro ano de desenvolvimento, foi
constatado o batismo com o Espírito Santo de sessenta e duas pessoas. Outro ponto positivo
para a igreja foi o de, em um só batismo nas águas, entre Recife e o interior do estado, trinta e
oito pessoas foram batizadas, em 1933. Para a glória do Senhor Jesus Cristo.

II- Objetivando o fortalecimento doutrinário dos membros, foi idealizada a primeira


lição bíblica sendo, esta, publicada no ano de 1937 pela imprensa comercial de Recife–PE.

III- No ano de 1939, a linha paulista que liga Fernão Dias a Ubirajara, foi o palco de
uma grande propagação do evangelho. Essa via também sediou um grande acontecimento que
glorificou a Deus. O irmão Severino Ramos da Silva, que residia à margem dessa via, recebeu
em sua casa um senhor chamado Carlos Santilli que foi ali à negócio. Este senhor ficou
impressionado com o testemunho manifestado pelo irmão Severino, ao ponto de, meses
depois, ao se deparar com uma situação desesperadora em sua família, onde sua cunhada,
Augusta Dalanora, sofria por causa de um parto, lembrou-se daquele humilde homem que
refletia a imagem de Cristo. Ao chegar na residência da enferma, junto a ela, fez uma leitura
bíblica em Jo. 11:25-40 e orou. No dia seguinte, a enferma estava curada. Dias depois, a
genitora da família Dolanora, foi acometida de uma enfermidade. A enfermidade foi tão forte
que o médico da família nada pôde fazer. Informado daquela situação, o irmão Severino
retornou àquele lar. Juntamente com a família daquela mulher enferma, Severino passou o dia
todo orando, mas a situação permanecia a mesma. No dia seguinte, perto da meia noite, o
poder de Deus se manifestou naquele lugar e todos caíram prostrados. De repente, a anciã
sentou-se e declarou que havia sido ressuscitada e , consequentemente, curada pelo Senhor
Jesus. A irmã Ângela Dalanora, testemunhou deste milagre durante seus últimos dezessete
anos de vida, o que resultou na conversão de sua família, a qual era composta por 37 pessoas.

O Grande Batismo

Em uma certa ocasião , foi programado, pela Diretoria Geral e Junta Geral
Deliberativa, um grande batismo a nível nacional, para o dia 31 de agosto de 1980. Todas as
providências foram tomadas a fim de que fosse possível a realização do evento. Houve uma
mobilização de todos os Setores, rodas as Regiões, organizaram seus programas e levaram a
cabo a grande festa. Pastores, obreiros, consagrados em geral, com a participação dos
dedicados membros desenvolveram tão harmoniosa atividade, foi um verdadeiro sucesso. Na
grande São Paulo, o êxito foi total. Uma caravana composta de 42 ônibus especiais e cem
carros às margens da lagoa Pecicacco e Perus, cerca de três mil pessoas , fora as que para ali
afluíram de trem e ônibus coletivos.
Exatamente duzentos e onze irmãos foram batizados por dezessete pastores, 54
diáconos e 14 diaconisas. Foi algo que palavras não traduzem. Muita alegria, muita emoção e
muitos brados de louvor. Nessa ocasião o Senhor Jesus agraciou alguns com o Espírito Santo,
selando-os. Alguém disse: “melhor, só no céu!.
Este grande trabalho realizado às margens da lagoa Pecicacco teve a cobertura da Rede Globo
de Rádio e televisão, colhendo flagrantes e entrevistando o presidente do Presbitério, na época
era o pastor Cassiano Domingos de Souza.
Na manhã do dia primeiro de setembro a Rede Globo apresentou o evento que pôde
ser visto por milhares de pessoas.
Nesta mesma data d e 31 de agosto de 1980, a Região Brasil Central batizou nove
pessoas e recebeu três por voto, obtendo um total de doze pessoas. A região Nordeste batizou
vinte e três pessoas; a Região Nordeste Oriental batizou vinte e seis; a Região Norte batizou
cento e uma pessoas; a Região da Grande São Paulo batizou 211 e recebeu 33 por votos,
obtendo um total de 244 pessoas. Na ocasião desse grande batismo, a Igreja Adventista da
Promessa recebeu, um total de 406 pessoas para a glória do Senhor Jesus Cristo.
Mais tarde, no ano de 1997, o Presbitério Geral liberou, após longos estudos, o
batismo em tanques, inclusive incentivando a inclusão dos mesmos nas plantas dos novos
templos.
Explicando o Batismo no Tanque
I – A água tem entrada e saída( justificativa: a água é corrente);
II – O que vale no batismo não é onde, mas como ele é realizado;
III – Os símbolos do batismo são: morte, sepultamento e ressurreição; Jesus disse:
“Quem não nascer da água ... não pode ver o reino dos céus” Jo. 3:5. Preste atenção que Ele
não disse que se deve nascer do rio, mas da água;
IV – Pode-se fazer batismo no rio, no mar, no lago, no tanque. O importante é que
haja água suficiente. O que vale é a forma, a saber, a imersão.
“Não é importante nem relevante de onde a água vem ou para onde ela vai, o que
importa é a água e de preferência limpa”.
Essa foi a explicação dada pelo pastor Estível Ramos, presidente do Presbitério da IAP
no ano de 1997.

Eventos Sociais

I - No dia 24 de janeiro de 1982, a igreja Adventista da Promessa completou 50 anos


de existência, tivemos comemorações em diversas cidades onde a IAP se faz presente, mas
queremos aqui destacar a cidade de São Paulo, pela grande festa realizada neste dia, essa data
de fato foi inesquecível, para nossos irmãos promessistas que estiveram presentes.
Esta programação foi realiza no ginásio de esportes Paulo Machado de Carvalho, no
Pacaembu, na cidade de são Paulo, e teve inicio as 19 horas, com a presença de mais de 6.000
pessoas, a programação estava sob a direção dos pastores Miguel Correia e Juan Pablo
Leguizamon. Teve também a participação do coral com trezentas vozes , dirigido pelas irmãs
Naíde Casemiro, Dulcides Vieira Corrêa e Eliana Beda Soares. A mesa diretora estava
composta pela Diretoria Geral, pelos diretores departamentais, pelo Pr. Osi, representando a
família Silveira, pelos pastores do E.U.A, e do México, e além destes, estavam presentes
representantes políticos, e outras autoridades, especialmente convidadas.
Após a poderosa mensagem do Evangelho, ministrada pelo Pr. Cassiano Domingos de
Souza, o então presidente do Presbitério Geral, foi feito um apelo, mediante o qual, muitas
pessoas se dirigiram à frente, umas para se renderem ao Senhor Jesus, outras para , com Ele,
se reconciliarem, e outras para receberem as bênçãos de que necessitavam.
Várias pessoas, entidades e representações de classes, manifestaram uma grande
alegria e satisfação, parabenizando a IAP pelo grande evento promovido, o qual se mostrou
tão importante para a sociedade.
II - O mês de janeiro de 1982, devido os seus 50 anos de existência, foi marcado por
vários eventos. Dentre os quais queremos destacar “A Passeata com Cristo”.
A passeata teve inicio as 12:00 hs no dia 22 de janeiro, com a presença de mais de
3500 pessoas, com catasses e faixas levando e proclamando a palavra de Deus por onde
passavam. Nesse dia foram entregue mais de 60.000 folhetos.
O evento terminou enfrente ao teatro municipal, às 13:30. Após o evento o resultado
foi satisfatório, pois a igreja tornou-se mais conhecida e obteve um notável crescimento.
III- Na noite de sábado do dia 13 de outubro de 1985, no auditório do palácio das
convenções do Anhembi em São Paulo, houve uma cantada realizada pelos jovens. Com a
presença de mais de 2800 pessoas, que ali cantavam em busca do poder de Deus. O trabalho
finalizou de forma marcante, pois naquela noite 77 pessoas se renderam a Cristo.
IV- Em 1961 foi aprovado pela assembléia geral, a apresentação de crianças a Deus na
IAP, e poucos meses depois, Sara, filha do casal tecla e do Pr. Manoel Pereira Brito, foi a 1ª
criança a ser apresentada ao Senhor, sendo eles os idealizadores desta prática.
V- No ano de 2002, em que a IAP comemorou seus 70 anos de existência, foi marcado
por júbilos e ações de graças no momento em que os promessistas se alegram na presença do
Senhor. Dessa forma os eventos comemorativos em realizados em Curitiba, Rio de Janeiro e
São Paulo foram bem concorridos. Neste ultimo evento, a jornalista Alba L. Alexandre fez
uma cobertura especial do programa.
VI- Na Assembléia Geral de 2005, realizada na estância Árvore da Vida, foi marcante,
pois tivemos a integração da Igreja da Espanha, “Inglesia Cristiana Adventista de Reforma”,
dirigida pelo Pr. Nicásio. Tivemos também a presença do Pr. Tito da tribo “Tobá” , que
emocionou a todos presentes com sua palavra, ao relata seu grande amor pela obra de Deus,
estando disposto a deixar tudo para pregar o evangelho nas demais aldeias, se a Igreja assim o
ajudasse.
Todos esses eventos mencionados acima, foram realizados de formas distintas, mas
que tiveram algo em comum, a direção e a atuação do Espírito Santo de Deus movendo e
transformando vidas. Nos dando a plena convicção de que a Igreja Adventista da Promessa,
tem sido vitoriosa, pois até aqui nos ajudou o Senhor, e sempre será, pois está sob o controle e
a direção do Soberano e Poderoso Deus. E acreditamos que a mesma caminha para horizontes
ainda desconhecidos por nós, mas não desconhecidos pelo Autor e Cosumador da nossa fé,
Jesus Cristo. A Ele seja dado toda Honra, toda Glória e todo Louvor, hoje e para todo o
sempre. Amém.
A Informatização na IAP
Nos dias que hoje vivemos de grande desenvolvimento tecnológico, onde a
informatização, está presente na vida de todo ser humano. Para todos aqueles que desejam
manter-se atualizados no Brasil e no mundo, com a IAP não poderia ser diferente, como uma
organização em pleno desenvolvimento.
No dia 31 de janeiro de 1986, o então diretor financeiro, pastor Manoel Pereira Brito,
encaminhou à junta geral deliberativa, uma solicitação de implantação de um sistema
computadorizado. A solicitação foi atendida três anos depois em 1989, entra em operação
com dois sistemas distintos, folha de pagamentos e contabilidade geral.
Por volta de 1990, foi implantado “o senso 2000” sob proposta e orientação do então
secretário geral, pastor José da Costa Menezes, este projeto trata-se de um grande longo
alcance, voltado para todas as esferas administrativas da igreja.
A igreja teve grandes avanços com esta nova visão de crescimento tecnológico, o
pastor Manoel Pereira Brito, foi um instrumento usado por Deus para despertar na liderança
da IAP a importância do avanço na área da informatização. Os seus frutos tem sido colhido
até os dias de hoje “as lições bíblicas com mais qualidade, as carteirinhas de consagrados e
membros com mais qualidade e um maior controle administrativo”. A visão e direcionamento
na implantação da informatização na IAP que podemos então desfrutar e muito mais temos
para avançarmos sob a direção e controle do nosso Senhor Jesus Cristo.