Você está na página 1de 34

Noções de

Contabilidade
Geral
Contabilidade Geral
Objeto da Contabilidade:
-Patrimônio de uma Entidade> bens, direitos e
obrigações com terceiros tanto pessoa física,
sociedades informais, formais, etc.
-Importante que o patrimônio disponha de autonomia
em relação aos demais existentes.

A Contabilidade estuda mutação dos aspectos


quantitativos e qualitativos do Patrimônio, com visão
prospectiva de possíveis variações.
Contabilidade Geral
Aspecto quantitativo: expressão dos componentes
patrimoniais em valores.

Aspecto qualitativo: natureza dos elementos do


patrimônio. Particularização que permite o
entendimento dos elementos.

(Bens + Direitos) – (Obrigações) = Patrimônio


Líquido
Princípios Fundamentais da
Contabilidade
Entidade – Competência do Exercício-
reconhece o patrimônio Receita e despesas devem
como objeto da ser incluídas na apuração
contabilidade. do resultado do período
em que ocorrerem, sempre
Continuidade – ao mesmo tempo em
continuidade ou não da correlação,
entidade, vida independentemente de
estabelecida ou provável recebimento ou
pagamento.
Princípios Fundamentais da
Contabilidade
Registro do Valor Original – Prudência -
Os componentes do Determina a adoção do
patrimônio devem ser
registrados pelos valores
menor valor para os
originais das transações, componentes do Ativo e do
expresso na moeda maior valor para os
corrente do país, e serão componentes do Passivo.
mantidos nas variações
patrimoniais posteriores.

Atualização Monetária –
Considera a alteração do
poder aquisitivo da moeda
A Contabilidade Geral utiliza
documentos ou normas fiscais para
fundamentar seus registros, por isso,
é um grande instrumento do direito
tributário.
PATRIMÔNIO
Bens: Quaisquer coisas que possam satisfazer as
necessidades humanas e avaliada em moeda.

Direitos: Ato de pessoa ceder algum bem ou serviço


e não receber o pagamento imediato.

Obrigações: Ato de qualquer pessoa tomar algum


bem ou serviço e não efetuar o pagamento
imediato.
Bens
Móveis: Veículos, móveis e utensílio, etc.

Imóveis: Terrenos, construções, etc.

Tangíveis: Bens materiais - Veículos, dinheiro,


etc.

Intangíveis: Bens imateriais – Direitos autorais,


marcas, patentes, etc.
BALANÇO PATRIMONIAL

Ativo Passivo

Obrigações
Bens
+
Direitos
Patrimônio Líquido
BALANÇO PATRIMONIAL

Ativo Passivo

Dívidas com 3°s 8.000,00


Direitos .... 10.000,00

Bens.......... 12.000,00 Patrimônio Líquido


Riqueza Líquida...14.000,00

Total do ativo ... 22.000,00 Total do Passivo...22.000,00


Descrição Fórmula Valor R$

Ativo Total: 22.000,00


Patrimônio Bruto P+PL

Obrigações:
Dívidas com 3°s P (8.000,00)

Riqueza Líquida: A-P 14.000,00


PL
Ativo - Passivo
DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
São peças contábeis elaboradas com base em
técnicas próprias que evidenciam a realidade
de uma empresa em determinado momento.
Avaliam os aspectos econômico e financeiro da
organização.
Segundo a Lei 6.404/76, são as seguintes as
Demonstrações Contábeis obrigatórias, com
base nas escrituração:
DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS
LEI 6.404/76
•Balanço Patrimonial
•Demonstrativo do Resultado do Exercício
•Demonstração de Origem e
Aplicação dos Recursos (DOAR).
Sempre com os valores do ano anterior.
Notas explicativas complementares, Quadros
analíticos e outras informações sobre a
situação patrimonial da sociedade.
Demonstrações Contábeis
Demonstração das Mutações do Patrimônio
Líquido – DMPL
(Demonstração de Lucros ou Prejuízos
Acumulados (Mutação Patrimonial))

Não é um demonstrativo exigido pela Lei


6.404/76 e sim, pela CVM - Comissão de
Valores Mobiliários, somente para
companhias abertas.
Normas das Publicações
art. 289 da Lei 6404/76
Relatório da Administração
Demonstrações Contábeis
Convocação de Assembléias
Atas das Assembléias, etc.

Em Jornal Oficial da União ou do Estado e em


Jornais de grande circulação.
Balanço Patrimonial
É a demonstração resumida do estado patrimonial
que representa uma situação estática em
determinado momento.
A legislação obriga a levantar o BP anualmente..
CONTAS
São representações gráficas para regi star débitos e
créditos de mesma natureza.
Conta Sintética- admite desdobramento. Ex bancos c/
movimento.
Conta Analítica- não admite desdobramento. Ex.
Banco A, Banco B, Banco C.
Publicação Resumida - BP
ATIVO
• Ativo Circulante – (vencimento até 360 dias)
Caixa
Clientes ou Duplicatas a Receber
(-) Provisão para Devedores Duvidosos
Estoques
matéria prima
produtos em elaboração
produtos acabados
(insumos de produção)
• Realizável de Longo Prazo –acima de 360 dias
• Permanente
Investimentos
Imobilizado
Diferido
PASSIVO
Passivo Circulante (vencimento até 360 dias)
Fornecedores ou Duplicatas a Pagar
Bancos
Exigível de Longo Prazo (Acima de 360 dias)
Resultados de Exercícios Futuros
Patrimônio Líquido
Capital Social
Reservas de Capital
Reservas de Lucro
Reservas de Reavaliação
Lucros ou Prejuízos Acumulados
Estrutura do BP – Lei 6.404/76
ATIVO PASSIVO
CIRCULANTE Circulante
Obrigações Diversas
Disponível EXIGÍVEL A LONGO PRAZO
Créditos Debêntures
Estoques
Despesas Antecipadas Obrigações com pessoas ligadas
Títulos a Pagar
REALIZÁVEL A LONGO PRAZO Resultados de Exercícios Futuros
Receita Futura – Despesa/Custo Futuro
Créditos com pessoas ligadas
Patrimônio Líquido
Empréstimos Compulsórios
Títulos a Receber Capital Social
Reservas de Capital
PERMANENTE Reservas de Reavaliação
Lucros(prejuízos ) Acumulados
Investimentos
Imobilizado Reservas de Lucros
Diferido (-) Ações em Tesouraria
TOTAL DO PASSIVO
TOTAL DO ATIVO
Demonstração de Resultados do Exercício
Receita Bruta de Vendas de Produtos e Serviços
Vendas de Produtos
Vendas de Serviços
(-) Deduções da Receita Bruta
Impostos Incidentes sobre Vendas
IPI
ICMS
ISS
PIS/PASEP sobre a Receita Bruta
COFINS sobre a Receita Bruta
Vendas canceladas e devoluções
Abatimentos
continuação
(-) Custo dos Produtos ou Serviços Vendidos
= LUCRO BRUTO
(-) Despesas operacionais
De Vendas
Despesas com salários e encargos do pessoal
Treinamento e outros benefícios
Honorários da Diretoria
Comissões de Vendas
Propaganda e Publicidade
Viagens e Representações
Água, luz e telecomunicações
Seguros diversos
Fretes sobre vendas
Perdas com Devedores Duvidosos
Depreciação
Despesas gerais
continuação
(-) Despesas
Administrativas
Despesas com salários e encargos do pessoal
Treinamento e outros benefícios
Honorários da Diretoria
Comissões de Vendas
Propaganda e Publicidade
Viagens e Representações
Água, luz e telecomunicações
Seguros diversos
Aluguéis e condomínios
Gastos com auditoria
Gastos com advogados
Depreciação
Despesas gerais
continuação
(-) Despesas
Tributárias
IPTU, ITCMD, ITR, etc.
Outros tributos
Despesas Financeiras
Juros diversos a fornecedores e bancos
variações monetárias e cambiais
Taxas e outros encargos bancários
Despesas gerais
CPMF
continuação
(+) Receitas
descontos obtidos
juros recebidos
receitas de aplicações de curto prazo
(+) OUTRAS RECEITAS E (-) DESPESAS
OPERACIONAIS
Lucros e Prejuízos de Participações Societárias
Resultado da Equivalência Patrimonial
Dividendos recebidos de participações – pelo custo de
aquisição
Amortização de ágio ou deságio de investimentos
Rendimentos de Outras Aplicações
= LUCRO OU PREJUÍZO OPERACIONAL
(+OU-) Resultados não operacionais Cont.

Ganhos e perdas nos investimentos na variação do


percentual de participação societária.
Ganhos e perdas na alienação dos investimentos
em participação societária.
Ganhos e perdas na alienação de imobilizados
Provisão para perdas na realização de
investimentos
Baixa de Ativos Diferidos

= Resultado antes do Imposto de Rendas e


Contribuição Social
continuação

= Resultado antes do Imposto de Rendas e


Contribuição Social
(-) Despesa de Imposto de Renda
(-) Despesa de Contribuição Social
= Resultado Após o IR e CS
(-) Participações e Contribuições
Debêntures
Empregados
Administradores
Fundos de previdência privada dos funcionários

= RESULTADO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO


= RESULTADO POR LOTE DE 1.000 AÇÕES
Demonstração de Lucros ou Prejuízos
Acumulados
Saldo do início do período
Ajustes de exercícios anteriores
Reversões de reservas
Parcela da realização de reavaliação líquida (efeito
dos impostos correspondentes)
Resultado líquido do período
Compensações de prejuízos
Destinações do lucro líquido do período
Lucros distribuídos
Parcela de lucro incorporado ao capital
Saldo final do exercício.
Livros Contábeis
Diário: utilizado para o registro de toda a escrituração
contábil.

Razão: também chamado de livro contábil, utilizado para


resumir e totalizar conta e sub-conta, dos lançamentos do
livro Diário. Não é um livro obrigatório para registro em
órgão públicos.

Registro de Inventário: no encerramento do exercício


contábil, realiza-se a contagem física (inventário)das
mercadorias no estoque: Produtos acabados, em
elaboração, matérias- primas, material de embalagem,
bens estocados no almoxarifado.
Livros Contábeis – cont.
Livro de Apuração do Lucro Real – Lalur: O lucro real
pode ser diferente do lucro contábil devido às
exclusões e inclusões permitidas por lei.
Livro caixa e Contas Correntes: Registra a entrada e
saídas de recursos monetários- dinheiro. É o
numerário da empresa. Não é um livro obrigatório
para registro em órgão públicos.
Registro de Duplicatas: utilizado para o registro e
controle individualizado das duplicatas a receber
emitidas nas vendas a prazo.
Débito e Crédito da Conta
Débito de uma conta: é a situação de dívida de
responsabilidade da própria conta com
relação à organização ou sociedade.

Crédito de uma Conta: é a situação de crédito de


haver da própria conta com a
organização ou sociedade.

Contas do Ativo: saldo devedor


Contas do Passivo: saldo credor
Balanço
Ativo Passivo+ Patrimônio
Contas devedoras Líquido
Contas credoras

Débito pode não significar algo


desfavorável; assim como, Crédito
pode significar algo favorável
Contas Contas de Resultado
Patrimoniais

Ativo Passivo Despesa Receita


+P. Liq.

Débito + - + -

Crédito - + - +

Contas Permanentes Transitórias


Livro Razão: Conta Caixa
Razão: Conta Caixa: 1.1.1.1.101.001 Caixa
Movimentação

Data Histórico Débito Crédito

31/12/05
Saldo do Balanço 5.000 D
10/01/06 Recto. Duplicata 223 10.000 15.000 D
15/01/06 Pgto. Duplicata. 1088 4.000 11.000 D
21/01/06 Recto. Duplicata 224 1.500 12.500 D
31/01/06 Adiantamento Salários 2.000 10.500 D
Contas do Razão em T

Conta Caixa
D C
5.000 4.000
10.000 2.000
1.500
10.500