Você está na página 1de 2

Supremo Tribunal Federal

ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL 701


MINAS GERAIS

RELATOR : MIN. NUNES MARQUES


REQTE.(S) : ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JURISTAS
EVANGÉLICOS - ANAJURE
ADV.(A/S) : RAÍSSA PAULA MARTINS
INTDO.(A/S) : GOVERNADOR DO ESTADO DO PIAUÍ
PROC.(A/S)(ES) : PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DO PIAUÍ
INTDO.(A/S) : GOVERNADOR DO ESTADO DE RORAIMA
PROC.(A/S)(ES) : PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DE RORAIMA
INTDO.(A/S) : PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ARMAÇÃO DOS
BÚZIOS/RJ
PROC.(A/S)(ES) : PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE
ARMAÇÃO DOS BÚZIOS
INTDO.(A/S) : PREFEITO DO MUNICÍPIO DE BEBEDOURO/SP
ADV.(A/S) : PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE
BEBEDOURO
INTDO.(A/S) : PREFEITO DO MUNICÍPIO DE RIO BRILHANTE/MS
ADV.(A/S) : PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE RIO
BRILHANTE
INTDO.(A/S) : PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CAJAMAR/SP
ADV.(A/S) : PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE
CAJAMAR
INTDO.(A/S) : PREFEITA DO MUNICÍPIO DE JOÃO
MONLEVADE/MG
ADV.(A/S) : PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE JOÃO
MONLEVADE
INTDO.(A/S) : PREFEITO DO MUNICÍPIO DE MACAPÁ
PROC.(A/S)(ES) : PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE
MACAPÁ
INTDO.(A/S) : PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SERRINHA/BA
ADV.(A/S) : PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE
SERRINHA
AM. CURIAE. : CENTRO BRASILEIRO DE ESTUDOS EM DIREITO E
RELIGIÃO - CEDIRE
ADV.(A/S) : ANDREA LETICIA CARVALHO GUIMARAES
ADV.(A/S) : BRENO VALADARES DE ABREU

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código EC7E-CAEE-A911-BAAC e senha 5E2D-06DF-54B3-72FE
Supremo Tribunal Federal

ADPF 701 / MG

DECISÃO

Vistos.

Em sessão plenária de 08.04.2021, cuja Ata foi aprovada em


14.04.2021, esta Suprema Corte, por maioria de votos, julgou o pedido
improcedente na ADPF n. 811, ao fundamento de que são válidos e
constitucionais os atos de Governadores e Prefeitos que permitem a
abertura ou determinam o fechamento de igrejas, templos e demais
estabelecimentos religiosos durante a pandemia da COVID-19.
Portanto, ressalvado meu entendimento pessoal contrário sobre a
questão, em respeito ao decidido pelo colegiado desta Corte, revogo a
liminar anteriormente concedida nestes autos.

Intime-se.

Brasília, 15 de abril de 2021.

Ministro NUNES MARQUES


Relator

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código EC7E-CAEE-A911-BAAC e senha 5E2D-06DF-54B3-72FE

Você também pode gostar