Você está na página 1de 48

LAB MUSICOTERAPIA || CURSOS ONLINE

CMBB

Musicoterapia na
Saúde Mental
Impactos cognitivos, emocionais e sociais da pandemia
LAB MUSICOTERAPIA || CURSOS ONLINE
CMBB

Quem somos
Acompanhe a lista de participantes
O que vamos
discutir
PRINCIPAIS TÓPICOS

Impactos do COVID-19 na Saúde Mental


Adulto Jovem
Adulto Maduro

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE 2006
PRINCIPAIS TÓPICOS

1) Uma Cantata de Bach


2) Conceitos da musicoterapia : analogia, escuta musicoterapêutica,
3) Teoria do Desenvolvimento(Envolvimento) (Erickson & Brusica)
4) Adulto Jovem na Pandemia (corpo ansiedade, sonhos,agressividade )
5) Adulto Maduro na Pandemia (medos, comportamentos depressivo)
6) De Bach à música de games : cantamos e tocamos nosso “medos de pandemias” um
pouco de saúde por esse tempo.

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Pandemias na Música (um caso em Bach)
Cantata BWV 25
Cantata "Es ist nichts Gesundes an meinem Leibe", BWV 25 (Coro):
Coral - Collegium Vocale Gent / Philippe Herreweghe
Álbum - Bach: Ach süßer Trost!
Youtube - https://www.youtube.com/watch?v=qPeMtMyk3TI&list=PLkhzFXInShAgr6QcqJ7yK118auQGyMNeP&index=91

https://www.youtube.com/watch?v=hFeMGDqvHb4&list=PLkhzFXInShAjmsjFYQc72hve9Fiz49VpG&index=10

Texto da Cantata escrito por Johann Jacob Rambach 1720

Coro - Es ist nichts Gesundes Tradução


Recitativo - Die ganze Welt ist nur ein Coro - Não é saudável
Hospital Recitativo - o mundo inteiro é um hospital
Aria - Ach, wo hol ich Armer Rat? Aria - Oh, onde irei conseguir conselhos?
Recitativo - O Jesu, lieber Meister Recitativo - Ó Jesus, querido mestre
Aria - Öffne meinen schlechten Liedern Aria - Digo minhas músicas ruins
Choral - Ich will alle meine Tag Choral – Eu quero todos os meus dias

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E E D U C A Ç Ã O C O N T I N U A DZAI M
EMC OM
RUE SHI C
UOBT
S E| RDAEPSIIA
G ND ET SHDI E
N K2 I0N0 G
6
Memória Coletiva na Arte

A dança da morte - justiceira – todos somos iguais


perante a morte

** Memória Coletiva da Peste Negra ( 1350-1859)

Bernt Notke, pintor e escultor alemão(1435-1508)


Bach com 20 anos, em 1705, estuda órgão na igreja São
Pintura - Danse Macabre, na Igreja de São Nicolau, Nicolau tendo a pintura na parede da igreja.
Estonia . A original tinha dimensão de 2 de altura por
26 comprimento. Pintada em 1466-1473
Mais detalhes sobre o tema, escutar
Podcast – Literatura Viral
* Parte destruída no bombardeio da 2ª Guerra Literatura (arte)e doenças
Mundial https://www.literaturaviral.com.br/podcast

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E E D U C A Ç Ã O C O N T I N U A DZAI M
EMC OM
RUE SHI C
UOBT
S E| RDAEPSIIA
G ND ET SHDI E
N K2 I0N0 G
6
Cantata BWV 25
Escrita em 1723

"Es ist nichts Gesundes an meinem Leibe"


"Não há nada saudável no meu Corpo"

Coral- a população canta com os músicos


O Mundo inteiro é somente um hospital
Bach ( 1685-1750)

2 º Surto da Peste Negra

a) 1713 – Viena

b) 1720 Marselha

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E E D U C A Ç Ã O C O N T I N U A DZAI M
EMC OM
RUE SHI C
UOBT
S E| RDAEPSIIA
G ND ET SHDI E
N K2 I0N0 G
6
RECITATIVO

O mundo inteiro é apenas um hospital, onde a humanidade, em


inúmeras grandes multidões e também crianças em seus berços
foram abatidos pela doença.
Pois um treme no peito com a febre ardente da luxúria maligna; outro
está doente no odor pútrido de sua própria vaidade; um terceiro
adquire sede de dinheiro e é lançado antes do tempo na sepultura.
Bach ( 1685-1750)
A queda primária manchou a todos e os infectou com a lepra do
Cantata 25 pecado.
Recitativo - Die ganze Welt ist nur ein Hospital Ah! Este veneno também atinge meus membros.
Onde devo, desgraçado, encontrar um curandeiro?
O mundo inteiro é um hospital
Quem vai ficar comigo no meu sofrimento?
Quem é meu médico, que vai me ajudar de novo?
Ano de 1723
Bach Cantata Translations
BWV 25 - "Es ist nichts Gesundes an meinem Leibe"
2 º Surto da Peste (quando vai chegar
novamente ?) http://www.emmanuelmusic.org/notes_translations/translations_cantata/t_bwv025.htm

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E E D U C A Ç Ã O C O N T I N U A DZAI M
EMC OM
RUE SHI C
UOBT
S E| RDAEPSIIA
G ND ET SHDI E
N K2 I0N0 G
6
CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL
ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
CONCEITOS DA MUSICOTERAPIA

Escuta Musicoterapêutica ( música em musicoterapia e musicalidade clínica)

Musicoterapia no ciclo da vida - Developmental Foundations for Theory


(Bruscia, 1999)

Analogia (Smeijsters, Henk; 2005 )

* Teoria do Desenvolvimento – (Erikson, 1976).


* Música de cinema - Música de game (pandemias)

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
CONCEITOS
Escuta Musicoterapêutica

Escuta Cartográfica

Música em
Cocriação
musicoterapia

Escuta Musicoterapêutica

Não musical para o


Musicalidade clinica
musical

Focada/aberta

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
CONCEITOS
Escuta Musicoterapêutica

Escuta musicoterapêutica: um
fenômeno rarefeito, uma variedade de
perspectivas de escutas relacionadas às
experiências musicais.

Carolyn Arnason (2003): Music Therapists' Listening Perspectives in


Improvisational Music Therapy, Nordic Journal of Music Therapy, 12:2,
124-138

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
CONCEITOS
Escuta Musicoterapêutica

... a escuta musicoterápica e sua composição


interdisciplinar é um dos frutos da contemporaneidade,
marcada por momentos de subjetividades, de
convivência com o inesperado, com o complexo (p.8)

Piazzetta, CM de Freitas; Sá, Leomara Craveiro de -


ANPPOM – Décimo Quinto Congresso/2005

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
CONCEITOS
Escuta Musicoterapêutica

A escuta musicoterapêutica sai a campo, deslizando


entre as forças audíveis e inaudíveis. Seu esforço vai
no sentido de ouvir os fluxos da vida. Deste modo,
seu equipamento são as marcas de escutas que
servem como dispositivo para movimentos, e seu
trajeto é criado nos movimentos das moléculas
sonoras que, às vezes, se dão em passagens molares
do audível e, outras vezes, nas passagens moleculares
do inaudível (p. 122).

COELHO, Lilian. Escuta em Musicoterapia: a escuta como espaço de relação.


Dissertação de Mestrado em Comunicação e Semiótica na Pontifícia Universidade
Católica de São Paulo. São Paulo: 2002.

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
CONCEITOS
Escuta Musicoterapêutica

A Escuta musicoterapêutica, em tempos de pandemia,


pode escutar os afetos paralisantes, e colocar em
movimento, as forças de proteção da musicalidade
humana.

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Conceito de Analogia
em Musicoterapia

SMEIJSTERS, H. Sounding the Self: Analogy in improvisational music therapy. Barcelona Publishers , 2005. (livro)
SMEIJSTERS, H. Sounding the Self: Analogy in improvisational music therapy. Barcelona Publishers , 2005.
_____Developing concepts for a General Theory of Music Therapy – Music as representation, replica, semi-representation,
symbol, metaphors, semi-symbol, iso-morphi, and analogy. In: INFO CD ROM II Editoração e concepção David Aldridge, Herdeck,
1999.
SMEIJSTERS, H. Analogia, uma categoria essencial de Musicoterapia. In Revista Internacional Latinoamericana de Musicoterapia.
Vol 03 nº2, Buenos Aires: ADIMU, 1997.

Henk Smeijsters
Musicoterapeuta
Holandes

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Conceito de Analogia
em Musicoterapia

Analogia é uma relação de semelhança estabelecida entre duas ou mais entidades distintas. O termo
tem origem na palavra grega “ analogia ” que significa “proporção”. Pode ser feita uma analogia, por
exemplo, entre os elementos musicais e as expressões humanas.

Analogia consiste em transportar/deslocar: de gênero para a espécie, da espécie para o gênero, de


uma espécie para outra espécie.

Smeijsters (2005), “(...) um cliente em musicoterapia pode ser descrito como uma pessoa que se
expressa numa forma ‘estética’ musical”.

A musicoterapia tem sentido quando os processos humanos podem ser reconhecidos por meio dos
processos musicais (SMEIJSTERS, H; 1997).

As qualidades de um processo musical se parecem com as qualidades da psique.

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Conceito de Analogia
em Musicoterapia

Em momento de pandemia, como as analogias sonoras musicais


se apresentam nas expressões das experiências
musicoterapêuticas ?

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Teorias do Desenvolvimento
Temporalidades no ciclo da vida

Desenvolver - Volver (latim, século XIII ) - Mudar de posição ou direção.


Desenvolver (século XV ) – Progredir

Envolver - (Dr. José Martins Filho) – século XX


Todos os estágios se envolvem
Os primeiros 1000 dias de vida, com Dr. José Martins Filho, pediatra
https://www.youtube.com/watch?v=OIebvX1sis&list=PLkhzFXInShAhPmPC1Od2I9YeUc6QawTnp&index=20&t=223s0

Teoria do Envolver - TRANSGERACIONAL


Espacialidade (relações entre as diferentes idades)

A música um fio afetivo entre os envolvimentos das gerações, assim se


estabelece na cultura um imunógeno cultural (RUUD, 2020)
RUUD, E. Toward a Sociology os Music Theapy Musicking as a
Cultural Imunnogen . Barccelona Publishers, 2020

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Teorias do Desenvolvimento e a Musicoterapia
12 Estágios Sonoros Musicais
Bruscia, K. (1991)
2018

1992
Gestação :  Adolescente
 período aminiótico,  de 12 a 18 anos,
 descendo o canal do nascimento,
 nascimento,  Adulto :
 mais de 18 – auto-definição,
 Estágio da Intimidade,
Infância :
 Crise Existencial(meia idade),
 de 0 a 6 meses,
 Estágio Transpessoal.
 de 6 meses a 12 meses,
 de 2 a sete anos,
 de 7 a 12 anos,

BRUSCIA, K. (1991) Musical Origins: Developmental Foundations for Therapy apresentado na 18ª Conferência Anual da Associação do Canadá.
Traduzido em por LIA REJANE MENDES BARCELLOS (1999). O desenvolvimento musical como fundamentação para musicoterapia.

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Ciclo Completo da Vida
Diálogos

Erik Homburger Erikson (1902-1994) e Joan M.Erikson (1993-1997)

Se encontraram na Universidade de Viena e casaram em 1931

Construção Teórica - Estágios Críticos e Criativos do Ciclo Completo da Vida, potências da vida

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Joan Mowat Serson Erikson(1993-1997)

Americana, dançarina e pesquisadora da etnografia da dança, educadora infantil,


trabalhou com “arte-terapia” com adolescentes no Hospital Mount Zion, em San
Francisco.
Construiu a teoria junto com Erik e escreveu o último estágio após a morte dele

"o envelhecimento é um
processo de tornar-se livre e não
deve ser tratado como o oposto”.

As artes possuem suas próprias propriedades


curativas e podem ser usadas como uma forma Livros
exclusiva de terapia.
As obras de arte das pessoas não deveriam ser Wisdom And The Senses
analisadas ou interpretadas, mas deveriam ser (1988)
Legacies Prometheus
usadas apenas para a cura através do processo
Orpheus Socrates Universal
criativo. Bead (1993)

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Erik Homburger Erikson (1902-1994)

Nasceu na Alemanha e depois de adulto viveu nos Estados Unidos


Artista, psicanalista e antropólogo, professor universitário.
Lecionou no Austen Riggs Center, um estabelecimento de tratamento psiquiátrico no
estado de Massachusetts, trabalhando com jovens. Em paralelo, tornou-se professor
convidado da universidade de Pittsburgh.
Em Harvard, lecionou desenvolvimento humano até 1970. Três anos depois, recebeu a
maior honra nacional na área das humanidades, a Jefferson Lecture, por fruto dos
seus trabalhos sobre a identidade humana.
Para Erik a personalidade é moldada ao longo da vida, o que implica que as
experiências posteriores na vida podem curar ou melhorar os problemas da infância.
Na sua teoria os opostos (conflitos e potencialidades) interagem de forma a encontrar,
na relação dialética, a virtude. Essa é uma premissa fundamental na psicologia do
desenvolvimento.

Advogou uma "nova educação das crianças" baseada no autoconhecimento e em uma


visão de mundo complexa que desprezava "diagnósticos imediatos de saúde ou
doença, julgamentos de bondade ou maldade ou conselhos sobre 'como fazer'". Erikson Institute - Chicago (1966-2020)
As crenças de Erikson na complexidade e resiliência das crianças e na importância da https://www.erikson.edu/about/
mutualidade para ajudar os relacionamentos.
Teórico da criatividade e desafios do ciclo da vida

Crianças saudáveis ​não terão medo da vida se seus idosos


tiverem integridade suficiente para não temer a morte” (1963)

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Tabela - Erikson
Ciclo Protetivo

Idoso

Adultos (jovem/maduro)
Sonoridades e musicalidades que
perpassam os ciclos e criam os laços
protetivos (um imunógeno cultural –
Adolescência
RUUD, 2020)

Infância

Gestante

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Ciclo Completo da Vida

O espaço-tempo-música

As passagens se dão numa transcendança, “ ...condição humana de mobilidade de uma abertura


para o desconhecido com um pulo confiante. Estranhamente tudo isso exige de nós uma humildade
honesta e constante” (Erikson, 1976).

Os Movimentos
Cada estágio envolve diferentes ações de envolvimento (ação ou faculdade de distinguir, de
escolher, decidir, separar, discernir, integrar).

A música como um fio rizomático que cria territórios : tempo de espera, proteção e
pertencimento.
CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL
ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Ciclo Completo da Vida

Confiança básica x desconfiança - esperança (bebê) – o choro como expressão

Autonomia x vergonha – vontade (infância inicial) – a autonomia da expressão sonora na corporalidade – do raspar à intensidade

Iniciativa x culpa – propósito (idade do brincar) – sonoridades sociais (timbre x espacialização sonora)

Diligência x inferioridade – competência (idade escolar) – construções e organizações sonoras, como se faz a música?

Identidade x confusão – fidelidade(adolescência) – música da grupalidade.

Intimidade x isolamento – amor (adulto jovem) – nossa música.

Generatividade x estagnação –cuidado (adulto maduro) – a música que aconchega e cuida

Integridade x desespero - sabedoria (velhice) – a música da vida

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Ciclo Completo da Vida
Adulto Jovem (Erikson)
Intimidade x isolamento – Amor

Além da busca da estabilidade profissional, vivencia momentos de grande intimidade e entrega


afetiva. Uma intimidade com o outro o “ ‘Eu sou’, muda para ‘Nós somos o que amamos’.”
(Erikson, 1976).

A intimidade se dá num jogo duplo, a fusão com o outro e a capacidade de se separar do outro, de
distinguir fronteiras e diferenças.

ERIKSON, E. O Ciclo de Vida Completo. Porto Alegre, Artmed, 1998 (Versão ampliada por Joan
M.Erikson)

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Ciclo Completo da Vida
Adulto Jovem (BRUSCIA,1991)

Aprecia a música como representação

Conhece suas preferências musicais pessoais

Canta ou toca representando a música.

Sentimentos pessoais e pontos de vista com os do compositor.

Improvisações são mais sutilmente afinadas.

Uma mudanças de direção : a fusão musical da adolescência vai diluindo do corpo para
a representação.

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Jovem (22-40/45)

Relações afetivas

Filhos/família trabalho

carreira

Audição Musical - Love Lost


Filme - El Perfume
https://www.youtube.com/watch?v=MfOD8lVgSDM

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Jovem em tempo de
COVID

RELAÇÕES AFETIVAS Família

• Uma casa (caverna)


PROJETO DE
TRABALHO
FUTURO • Gestantes
• ISOLAMENTO(distanciamento)
Em Espera • Filhos
PARALISADO
• iNTENSIFICADAS (aproximações)

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Jovem em tempo de COVID -
Está na linha de frente nos trabalhos da ciência e da
saúde

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Jovem
Escuta musicoterapêutica cartografando adulto
jovem em tempo de COVID

- Crise de Ansiedade - Corporalidade afetada

 Alteração de Sono - sonhos (pesadelos)

Labilidade de Humor (agressividades)

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Jovem
Escuta musicoterapêutica cartografando adulto
jovem em tempo de COVID

- Crise de Ansiedade - Corporalidade afetada

A mudanças de direção : a fusão musical da adolescência vai diluindo do corpo para a


representação.

É preciso voltar para o corpo (técnicas sonoras corporais).

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Jovem
Escuta musicoterapêutica cartografando adulto
jovem em tempo de COVID
-

Alteração de Sono - sonhos (pesadelos)


É preciso retomar o criativo dos sonhos para seguir. As
experiências de improvisação em musicoterapia
ajudam na retomada.

FROHNE-HARGEMAN,I. Working on and with dreams in Integrative


Music therapy World congress 1990 in Rio de Janeiro.

FROHNE-HARGEMAN,I. El trabajo com los suenos


em la Musicoterapia Integrativa
Revista Internacional Latinamericana de
Musicoterapia 2/1, 1996

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Jovem
Escuta musicoterapêutica cartografando adulto
-
jovem em tempo de COVID

Labilidade de Humor
Agressividade
A raiva pode ser ouvida no ritmo, nas dinâmicas do som, nas liberações de tensão e ansiedade
(improvisação )

Improvisação vocal e instrumental com temas “de suas competências", "suas crenças“.

Ritmos para diminuição do comportamento agressivo, autocontrole e gestão da raiva.

Técnicas de relaxamento, autoexpressão, mudança de humor e estabilidade das emoções.

Técnicas Receptivas : monocórdio, música de fundo, seleção musical direcionada.

Músicas do ciclo da vida (músicas de avós) autoestima, respeito, interação e habilidade de enfrentamento

Smeijsters, H; Cleven, G. The treatment of aggression using arts therapies in forensic


psychiatry: Results of a qualitative inquiry
Keywords: Arts therapies; Forensic psychiatry; Qualitative research; Aggression

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Jovem
Escuta musicoterapêutica cartografando adulto jovem
A gestante em tempo de COVID

Ninho sonoro musical : um tempo/espaço do vínculo

Escuta musicoterapêutica – o que podemos escutar?

* Ninho sonoro (deslocado), instável.

Algumas ações : 1 ) Escutando os medos sonoros e musicais da gestação


2) Engatar os fios sonoros e musicais dos ciclos protetivos.
3) Auxiliar no processo de construção do ninho sonoro

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto –Maduro
45/50 Aos 75 anos
Potência - o Cuidado (Erickson)

Trabalho

Amizades Espiritualidade

Gerações de
Geratividade
cuidados

Metade da Relações
vida Institucionais

Cuidado

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto –Maduro
45/50 Aos 75 anos (Bruscia)

 Se relaciona com a música como se relaciona com a vida.

 A música tem as mesmas funções que o trabalho, esportes,


entretenimento ou hobbies

 A música é importante para momentos de auto questionamento.

 A música ocupa a mente e ajuda a passsar o tempo.

 É especialmente útil quando a pessoa necessita extravazar


sentimentos de depressão e confusão (técnocas a partir do conceito de analogia)
O filme conta a história de pessoas comuns que relataram casos
particulares relacionados a determinada música.

As canções é um filme produzido e distribuído pela Videofilmes,


empresa da qual João Moreira Salles, editor da revista Piauí,

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Maduro em tempo de
COVID

Trabalho FAMÍLIA ESPIRITUALIDADE


GERATIVIDADE
Paralisado CUIDADO
Cuida de quem? Cuida de INTEGRANDO/DESINTEGRANDO Quem cuida de mim?
VAI PASSAR
Retomando quantos? COM VIDA

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Maduro
Escuta musicoterapêutica cartografando adulto
maduro

MEDOS (defesas reativas)

INSÔNIA

COMPORTAMENTOS DEPRESSIVOS

QUEM VAI CUIDAR DE MIM?

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Maduro
Escuta musicoterapêutica cartografando adulto
maduro

MEDOS

REAPRENDER COM A INSTABILIDADE DA VIDA

Técnica de banho sonoro: os sons chegam e se vão

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Maduro
Escuta musicoterapêutica cartografando adulto
maduro

Insônia

Construindo uma playlist para


uma entrega ao sono.

JespersenKV, KoenigJ, JennumP, VuustP. Music for insomnia in


adults. Cochrane Database of Systematic Reviews 2015, Issue
8. Art. No.: CD010459. DOI: 10.1002/14651858.CD010459.pub2.

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Adulto Maduro
Escuta musicoterapêutica cartografando

Comportamento Deprimindo - músicas para um próximo


passo

Músicas que aconchegam – músicas para ficar acolhido(a)

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Teremos Sintomas de Síndromes pós-traumáticas

A Musicoterapia Promove

Resiliência

A musicoterapia poderá ser um dispositivo terapêutico


para reduzir os sintomas pós Covod?

Nora Landis-Shack, Adrienne J. Heinz,, and Marcel O. Bonn-Miller. Music


Therapy for Posttraumatic Stress in Adults: A Theoretical Review
Psychomusicology. 2017 ; 27(4): 334–342.

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
De Bach à música de games( The Last of Us - pandemia no
Game) deixamos os afetos das pandemias marcados nas
músicas

"Es ist nichts Gesundes an meinem Leibe


"Não há nada saudável no meu Corpo"
Bach
Cantata 25 http://www.emmanuelmusic.org/notes_translations/translations
(1723) _cantata/t_bwv025.htm"

Audição musical - Trilha Sonora O Enigma de Andrômeda


Espaços sonoros - Sons que chegam e assustam (quando O Enigma
virá? Quem vai ser infectado?) de
Andrômeda
Gil Mellé - The Andromeda Strain (1971)
1971 Audição Musical
https://www.youtube.com/watch?v=j-R0kuHyBb8
A canção das relações afetivas se intensificando
Games
em pandemias. Cada nota, mais um passo.
The Last of Us Vamos conseguir seguindo a canção.
(2013)
Gustavo Santaolalla - The Last of Us Main Theme

https://www.youtube.com/watch?v=9kZJI43p_gs&list=PLkhzFXInShAiHur7j5ZM7D42iBvmH-lax&index=54

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Dos settings musicoterapêuticos presenciais da pré-pandemia aos settings
virtuais e nossos encontros no LAB – Saúde Mental

Continuamos a aprender com nosso poeta brasileiro Thiago de Mello:

Faz Escuro, Mas Eu Canto


Porque A Manhã Vai (1965)

Aguardamos as novas possibilidades que a escuta musicoterapêutica e as sonoridades dos afetos do vivido
em tempos de Covid irão nos ensinar

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006
Bibliografia
AalbersS, Fusar-PoliL, FreemanRE, SpreenM, KetJCF, VinkAC, MaratosA, CrawfordM, ChenXJ, GoldC.
Music therapy for depression. Cochrane Database of Systematic Reviews 2017, Issue 11. Art. No.: CD004517.
DOI: 10.1002/14651858.CD004517.pub3.
Bruscia, Kenneth. Musical Origins: Developmental Foundations for Theory. Testo retirado do Info CD Rom II - Concebido e Editado por David Aldridgc. Universit Witten Herdecke, 1999.
Publicado primeiramente cm "Proceedings of the 18th Annual Conference of the Canadian Association for Music Therapy, 1991, 2 - 10. * Tradução: Lia Rejane Mendes Barcellos. Rio de
Janeiro, abril de 1999.
Disponível em http://www.musictherapyworld.de/modules/archive/stuff/papers/MusOrig.pdf
CAROLYN ARNASON (2003): Music Therapists' Listening Perspectives inImprovisational Music Therapy, Nordic Journal of Music Therapy, 12:2, 124-138
COELHO, Lilian. Escuta em Musicoterapia: a escuta como espaço de relação. Dissertação de Mestrado em Comunicação e Semiótica na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São
Paulo: 2002.
ERIKSON, E. O Ciclo de Vida Completo. Porto Alegre, Artmed, 1998 (Versão ampliada por Joan M.Erikson)
FROHNE-HARGEMAN,I. Working on and with dreams in Integrative Music therapy World congress 1990 in Rio de Janeiro.
FROHNE-HARGEMAN,I. El trabajo com los suenos em la Musicoterapia Integrativa Revista Internacional Latinamericana de Musicoterapia 2/1, 1996
JESPERSENKV, KOENIGJ, JENNUMP, VUUSTP. Music for insomnia in adults. Cochrane Database of Systematic Reviews 2015, Issue 8. Art. No.: CD010459. DOI:
10.1002/14651858.CD010459.pub2
PIAZZETTA, CM De Freitas; SÁ, Leomara Craveiro de - anppom – Décimo Quinto Congresso/2005
RUUD, E. Toward a Sociology os Music Theapy Musicking as a Cultural Imunnogen . Barccelona Publishers, 2020
SMEIJSTERS, H. Sounding the Self: Analogy in improvisational music therapy. Barcelona Publishers , 2005. (livro)
SMEIJSTERS, H. Sounding the Self: Analogy in improvisational music therapy. Barcelona Publishers , 2005.
_____Developing concepts for a General Theory of Music Therapy – Music as representation, replica, semi-representation, symbol, metaphors, semi-symbol, iso-morphi, and analogy. In:
INFO CD ROM II Editoração e concepção David Aldridge, Herdeck, 1999.
SMEIJSTERS, H. Analogia, uma categoria essencial de Musicoterapia. In Revista Internacional Latinoamericana de Musicoterapia. Vol 03 nº2, Buenos Aires: ADIMU, 1997.
Smeijsters, H; Cleven, G. The treatment of aggression using arts therapies in forensic psychiatry: Results of a qualitative inquiry

CENTRO DE MUSICOTERAPIA BENENZON BRASIL


ATENDIMENTO E EDUCAÇÃO CONTINUADA EM MUSICOTERAPIA DESDE
2006

Você também pode gostar