Você está na página 1de 6

CALORIMETRIA

Supondo que você queira esquentar certa quantidade de água, quais os

procedimentos que você poderá seguir?

Inicialmente colocamos água em um recipiente até cobrir quase

completamente o recipiente. Em seguida levamos esse recipiente ao fogo e deixamos

por alguns minutos até que a água se aqueça. Sabemos que esse processo demorou

certo intervalo de tempo para aquecer a água a uma determinada temperatura.

Definimos como CAPACIDADE TÉRMICA razão entre a quantidade de calor

fornecida ou recebida e a variação de temperatura de um corpo. Ou seja: C = Q/Δt

CRepresenta a capacidade calorífica de um corpo (medido em cal/ºC)

QRepresenta a quantidade de calor fornecida ou retirada do corpo (medido em


cal)

ΔtRepresenta a variação de temperatura sofrida pelo corpo

Se agora colocássemos os dois recipientes, com líquidos diferentes, recebendo

calor de fontes parecidas e deixássemos os dois recebendo calor pelo mesmo

intervalo de tempo, perceberíamos que as massas no interior de cada recipiente

apresentariam temperaturas diferentes. Isso se deve ao fato de as duas substâncias

apresentarem propriedades particulares que estão diretamente ligadas a substância.

Essa propriedade da substância é denominada calor específico da substância.

Para obter o calor específico de determinada substância, basta dividir a

capacidade calorífica de um corpo pela massa do mesmo. Ou seja: c = C/m

Onde:

co calor específico da substância

Ca capacidade térmica do corpo

ma massa de um corpo


Exemplos

1. Paraaquecer1gramade águade20ºCa50ºCsãonecessárias30calorias. Sabendo

dessas informações, determine a capacidade calorífica dessa quantidade de água.

Resolução

Sabendo que:

Δt= 50 – 20 =30ºC

Q30 cal

Determinando a capacidade calorífica (térmica) de 1g de água:

𝑄
𝐶=
∆𝜃

30
𝐶=
30

𝐶 = 1 𝑐𝑎𝑙/°𝐶

Logo, a capacidade calorífica de 1 g de água é igual a 1 cal/ oC.

2. Para aquecer 10g de água de 20ºC a 50ºC são necessárias 300cal. Sabendo

dessas informações, determine a capacidade calorífica dessa quantidade de água.

Resolução

Sabendo que:

Δtϴ= 50 – 20 =30ºC

Q300 cal
Determinando a capacidade calorífica (térmica) de 10g de água:

𝑄
𝐶=
∆t

300
𝐶=
30

𝐶 = 10 𝑐𝑎𝑙/°𝐶

Logo, a capacidade calorífica de 10 g de água é igual a 10 cal/ oC.

3. Sabemos que a capacidade térmica de 10g de água é igual a 10cal/ºC. Nesse

caso, determine o calor específico da água.

Resolução

Sabemos que:

C10cal/ºC(Lê-se: calorias por

graus Celsius)

m10g

c?

Para determinar o calor específico da água basta calcular o quociente entre a

capacidade térmica de uma massa de água e a massa considerada, ou seja:

10
𝑐=
10
Logo, o calor específico da água é igual a 1cal/gºC(Lê-se: uma caloria por grama por

graus Celsius)

Calor Sensível

Todo calor recebido por um corpo qure provoca somente mudança de temperatura.
Onde:

QRepresenta a quantidade de calor fornecida ou retirada do corpo

(medidoemcal) mRepresenta a massa do corpo (medidaemg)


Δt=tf-tiRepresenta a variação de temperatura sofrida pelo corpo(medidaemºC)

𝑄=𝑚.𝑐.∆t
Essa expressão matemática é denominada equação

fundamental da calorimetria. Ela mostra que a quantidade de calor que um corpo cede ou

recebe é diretamente proporcional a massa, ao calor específico sensível e a variação de

temperatura do corpo.

A quantidade de calor envolvida nesse processo recebe o nome de calor

sensível, pois afeta unicamente a temperatura do corpos em que haja uma mudança

de estado físico no corpo

Exemplos

1. Sabendo que o calor específico da água é igual a 1cal/gºC, determine a

quantidade de calor(emcal) necessária para elevar a temperatura de 500g de água de

25ºC a 55ºC.

Resolução

Sabemos que:c1cal/gºC, m500 g,Δttf-ti= 55 – 25 =30ºC

Determinando a quantidade de calor necessária:

𝑄=𝑚.𝑐 .∆t
𝑄=500.1.30
𝑄=500.30
𝑄 = 15000 𝑐𝑎𝑙

Logo, a quantidade de calor necessária para elevar a temperatura de 500g de água de

25ºC à 55ºC é igual a 15000cal ou 15kcal.


2. Sabendo que o calor específico da água é igual a 1cal/gºC, determine a quantidade

de calor (emcal) necessária para diminuir a temperatura de 500g de água de 75ºC a

45ºC.

Resolução

Sabemos que: c 1cal/ gºC, m500 g, Δttf-ti= 45 – 75 = -30ºC


Determinando a quantidade de calor necessária:

𝑄=𝑚.𝑐 .∆t
𝑄=500.1.(−30)
𝑄=500.(−30)
𝑄 = −15000𝑐𝑎𝑙

Logo, a quantidade de calor necessária para diminuir a temperatura de 500 g de água

de 75ºC à 45ºC é igual a - 15 000 cal ou - 15kcal.

3. Durante o eclipse, em uma das cidades na zona de totalidade, Criciúma-SC,

ocorreu uma queda de temperatura de 8,0ºC.(ZeroHoras–04/11/1994)

Sabendo que o calor específico sensível da água é 1,0cal/gºC, a quantidade de calor

liberada por 1000g de água, ao reduzir sua temperatura de 8,0ºC,em cal,é:

a) 8,0

b) 125

c)4000

d)8000

e) 64000

Resolução

Sabemos que: C=1cal/g.°C; m=1000g, Δt=-8ºC(a variação de temperatura é


negativa, pois a temperatura diminuiu)
Determinando a quantidade de calor necessária:

𝑄=𝑚.𝑐 .∆t
𝑄=1000.1.(−8)
𝑄=1000.(−8)
𝑄 = −8000𝑐𝑎𝑙

No entanto, como a questão pergunta a quantidade de calor liberada o resultado deve

ser dado em módulo, ou seja:

𝑄𝐿𝑖𝑏𝑒𝑟𝑎𝑑𝑎= 8000 𝑐𝑎𝑙

Logo, a quantidade de calor liberada para diminuir a temperatura de 1000g de água em

8ºC é igual a 8000 cal ou 8kcal.

Mas o que isso significa fisicamente?

Quando a variação de temperatura é positiva, significa que a temperatura do corpo

aumentou. Consequentemente a quantidade de calor calculado também será positiva,

o que significa que o corpo recebeu calor.

Quando a variação de temperatura é negativa, significa que a temperatura do corpo

diminuiu. Consequentemente a quantidade de calor calculado também será negativa,

o que significa que o corpo cedeu ou perdeu calor.