Você está na página 1de 14

FILOSOFIA AFRICANA

FILOSOFIA: EXCLUSIVIDADE GREGA?

• Théophile Obenga esclarece


que existia, no antigo Egito, um
vocábulo que circunscrevia a
sabedoria e a ciência, o qual
era designado de rekhet .
• Portanto, a palavra rekhet
seria o equivalente egípcio
para a palavra grega
filosofia.6
RACISMO EPISTÊMICO
EPISTEMICÍDIO

•o epistemicídio apresenta-se pela desarticulação e


negação da humanidade das outridades não-
europeias. Transformando as outridades em uma
espécie de sub-humanidade, tal aspecto termina
por produzir a negação da possibilidade da
produção de conhecimento em pressupostos não
ocidentais
FILOSOFIAS
ÉTICA
Dos povos originários da África,
surge uma concepção ética que
desafia o estilo de vida da
sociedade contemporânea: o
ubuntu.

Para os povos de língua bantu,


esse termo significa “eu sou
porque nós somos”.

Essa “filosofia do Nós” pensa a


comunidade, em seu sentido mais
pleno, como todos os seres do
universo. Todos nós somos família.
O QUE É ÉTICA?
• Ética pode ser definida como a ciência da moralidade, isto é, o estudo do
significado do que seja bom e mau em relação ao comportamento humano. A
ética entendida dessa maneira possui duas interpretações .
• Uma trata de focar o comportamento moral humano enquanto ele se manifesta
na prática.
• O outro significado de ética é que ela é uma filosofia, isto é, um foco sobre os
princípios específicos subjacentes ao comportamento moral particular e também
uma justificação desses princípios.
ÉTICA UBUNTU
• Para o ethos do ubuntu,
uma pessoa não só é uma
pessoa por meio de outras
pessoas, mas também por
meio de todos os seres do
universo.
• Cuidar “do outro”, portanto,
também implica o cuidado
para com a natureza (o meio
ambiente) e os seres não
humanos, afirma o filósofo e
psicólogo sul-africano Dirk
Louw
SOMOS TOD@S FAMÍLIA
• “O conceito africano de comunidade,
em seu mais pleno sentido, inclui toda a
humanidade. Todos nós somos família –
ninguém está excluído”

• O Ubuntu fala sobre a importância da


harmonia comunal ... fala sobre calor,
compaixão, generosidade, hospitalidade
e procura abraçar os outros. Ele fala do
fato de que minha humanidade está
presa e inextricavelmente ligada à sua.
Eu sou humano porque eu faço parte.
Ubuntu fala sobre integridade, fala sobre
compaixão.
• Se o ubuntu pode ser
compreendido como uma
ontologia, uma
epistemologia e uma ética,
sua noção mais fundamental
é “a filosofia do ‘Nós’”,
segundo o filósofo sul-
africano Mogobe Bernard
Ramose.
• Em termos coletivos, o ubuntu
se manifesta nos princípios da
partilha, da preocupação e
do cuidado mútuos, assim
como da solidariedade.
Uma pessoa com Ubuntu é acolhedora, hospitaleira, calorosa
e generosa, disposta a compartilhar.
Tais pessoas estão abertas e disponíveis para os outros,
dispostas a serem vulneráveis, afirmam os outros, não se
sentem ameaçadas de que os outros sejam capazes e bons,
pois elas têm uma autoconfiança desenvolvida que vem de
saber que elas pertencem a um todo maior.

Eles sabem que são diminuídos quando outros são humilhados,


oprimidos ou tratados como se fossem menos do que quem
são.
A qualidade do Ubuntu dá resiliência às pessoas, permitindo-
lhes sobreviver e emergir ainda humanos, apesar de todos os
esforços para desumanizá-los."
Adinkra - signo
da simbologia
Akan, da África
Ocidental

Você também pode gostar