Você está na página 1de 5

Circuito Integrador – Administração Aplicada a Segurança do Trabalho

Questão 1
O ciclo PDCA na segurança do trabalho é o norte para a preservação da vida.
A padronização de processos e a busca contínua pela melhoria sempre
resultou em ótimos resultados na administração de uma empresa,
historicamente grandes instituições alcançaram resultados acima da média,
porque valorizaram as técnicas de padronização de processos e a busca
contínua pela evolução da organização. É um sistema gerencial de 4 (quatro)
passos, aplicado em diversos processos decorrentes em uma organização.
Descreva detalhadamente os 4 passos aplicando na área de segurança do
trabalho.
Padrão de resposta
1ª fase do ciclo PDCA: plan – planejar/planejamento. Devem-se identificar os
elementos causadores do problema, realizar o planejamento e definir os
objetivos e as metas. O mapeamento dos setores da empresa, que apresentam
riscos a segurança do trabalho é o ponto de partida para Identificar as
prioridades, preparar medidas de proteção e criar programas de prevenção de
acidentes, procurando criar veículos de divulgação para fazer ciente a cada
funcionário dos riscos.

2ª fase do ciclo PDCA: do – executar/execução. Nessa fase, executa-se o que


foi planejado, ou seja, coloca-se em prática o plano de ação elaborado na fase
anterior (plan). Após o planejamento concluído, é hora de executar. Já dividido
em duas etapas de execução, é importante que o profissional designado para a
tarefa, venha a seguir a risca o planejamento, evitando assim erros e
imprevistos, aumentando a porcentagem de acerto. Portanto, a utilização de
placas de sinalização e a distribuição de folhetos servindo como lembretes,
implantar procedimentos e programas. E quando necessário, estabelecer
advertências e punições para aqueles que descumprirem as regras de
segurança do trabalho.

3ª fase do ciclo PDCA: check – verificar/checar. Nessa fase, para consolidar os


objetivos, realiza-se uma análise comparativa entre o que foi planejado e o que
foi realizado. Serão efetuadas as análises críticas relativas às ações, de modo
a verificar se, se os objetivos estão sendo alcançados. Bem como, identificar
se a taxa de acidentes diminuiu ou se ocorreu à ausência deles. Observar se
as etapas foram cumpridas, criar um balanço geral, visando às futuras
correções.
4ª fase do ciclo PDCA: act – agir/atuar/ação. A quarta fase do ciclo PDCA está
alinhada à melhoria dos processos e visa à correção das ações executadas
para, enfim, padronizá-las Se os objetivos não foram alcançados dentro das
metas estipuladas, a correção é uma etapa primordial na importância do ciclo
PDCA na segurança do trabalho. É onde o projeto se renova e se alinha.
Estabelecem-se a concretização efetiva dos programas de prevenção de
acidentes, o cumprimento pleno dos procedimentos de segurança, o
alinhamento de novas tecnologias e até a substituição dos profissionais da
empresa.
Questão 2
Liderança é a capacidade de exercer influência e depende da relação entre os
indivíduos — do líder com os liderados. É um processo que acontece via
comunicação interpessoal, com exercício de influência.
Responder justificando qual o papel da liderança no cumprimento das normas
de segurança do trabalho.
Padrão de resposta :
a). Assegurar que todas as normas sejam cumpridas
As normas de segurança do trabalho devem ser vistas como prioridade pela
liderança da empresa, uma vez que delas dependem o bem-estar físico e
mental de todos os colaboradores. Devem ser divulgadas e conhecidas por
todos da empresa.
Além disso os gestores devem servir de exemplo para todos no cumprimento e
na implementação das normas estabelecidas.
b) Fomentar a identificação de riscos
Como a liderança possui uma ampla visão de todo o funcionamento da
empresa e das atividades exercidas por cada colaborador, cabe a ela verificar
os riscos de cada atividade da empresa garantindo um ambiente de trabalho
seguro.
c) Fornecer equipamentos de proteção individual
A liderança da empresa deve fornecer equipamentos de proteção individual
(EPIs) e de proteção coletiva (EPCs) para todas as atividades que exigirem o
uso desses equipamentos e instrui-los sobre a importância do uso e como
devem ser utilizados.
Os gestores e líderes também devem oferecer cursos de treinamento e
capacitação, para os colaboradores ,de modo a orientá-los como executar as
tarefas com segurança.
Questao 3
O Sistema de Gestão da Segurança e Saúde do Trabalho (SGSST)
proporciona um conjunto de ferramentas que potenciam a melhoria da
eficiência da gestão dos riscos da Segurança e Saúde do Trabalho (SST),
relacionados com todas as atividades da organização. Este sistema deve ser
considerado como parte integrante do sistema de gestão de toda e qualquer
organização.
a) Relacione as principais características e os benefícios de um sistema
integrado de gestão.
b) Desenvolva uma proposta de Sistema Integrado de Gestão (SIG).
Estabeleça, para cada uma das frentes (qualidade, desempenho
ambiental, responsabilidade social e segurança e saúde ocupacional)
pelo menos cinco atividades que façam parte do plano de ação do SIG.

Padrão de resposta :
a) O SIG é um sistema único que trata de questões relativas à qualidade, ao
meio ambiente, à segurança e à responsabilidade social de um processo. Ele
permite alcançar simultaneamente uma redução de custos ao evitar a
duplicação de auditorias, diminuição de duplicidades e burocracia, economia de
tempo da alta direção ao permitir a realização de uma única análise crítica.
Também melhora o desempenho organizacional e a comunicação da empresa.
entre outras coisas.
b) De uma forma geral, a metodologia adotada pelo QSP para a
implementação de um Sistema Integrado de Gestão (SIG total) é composta
pelas etapas a seguir enumeradas, a partir da premissa de que a organização
já tem um Sistema de Gestão da Qualidade adequadamente estruturado (se
não o tiver, obviamente, o caminho a percorrer será bem mais longo...).
I. Indicação, pelo principal executivo da empresa, de um coordenador que irá
acompanhar e supervisionar todos os trabalhos relativos à implantação do SIG
– Sistema Integrado de Gestão.
II. Realização de uma Análise Crítica Inicial da Gestão Ambiental e da
Segurança e Saúde no Trabalho, baseada nas normas ISO 14001 e OHSAS
18001.
III. Elaboração do Plano de Implantação do SIG, a partir da Análise Crítica
Inicial realizada, com o respectivo cronograma de desenvolvimento das ações
discriminadas nos itens a seguir.
IV. Oficialização do Plano de Implantação do SIG:
• Formalizar a estrutura de funcionamento e divulgar o Plano para as pessoas
que estarão diretamente envolvidas na implementação do mesmo;
• Gerar material de divulgação do Plano para todos os funcionários (jornal
interno, circulares, avisos etc).
V. Realização de Treinamentos:
• Palestra sobre o SIG para os membros da alta direção da empresa;
• Curso para o Comitê Executivo de Implantação do SIG, discutindo cada
elemento da ISO 14001 e da OHSAS 18001, integrado à ISO 9001;
• Curso de Formação de Auditores Internos do Sistema Integrado de Gestão,;
• Palestras de motivação e disseminação do SIG para toda a empresa.
Questao 4
Acidentes com afastamento, primeiros socorros, lesões incapacitantes,
ausências por doenças, multas da DRT, custos do sacidentes, reclamatórias
trabalhistas, valor do seguro . A NR-4 obriga o cálculo da taxa de gravidade
(TG) e da taxa de frequência (TF) de acidentes com e sem afastamento de
acordo com a tabela da NBR 14280. Calcular as TFCA, TFSA e TG de acordo
com um relato de acidente de trabalho ocorrido em uma plataforma de petróleo
fictícia :
No dia 15 de março de 2020, as 09:30h, ocorreu um acidente numa plataforma
de produção de petróleo. Descrição do evento:
Durante o processo de corte com maçarico de um tambor onde havia vestígios
de um líquido combustível, ocorreu a explosão do mesmo, ferindo o empregado
que realizava a tarefa e um ajudante. Em função da gravidade deste acidente,
um soldador teve 15% do corpo queimado, precisando ficar afastado da
empresa por 25 dias para tratamento médico. O ajudante que estava próximo
ao local, teve a terceira falange do dedo mínimo amputada, necessitando
afastar-se de suas atividades por 40 dias para recuperação. Sabendo-se que
neste mês a empresa teve ainda 5 acidentes sem afastamento e que a mesma
contava neste mês com 673 empregados. Considerar turno de 8 hs/dia e 22
dias úteis trabalhados no mês.
Padrão de resposta :
Homens Hora Exposição ao Risco (HHER)
HHER = n. de empregados x n. horas x n. dias úteis = 673 x 8 x 22 = 118448

Taxa de frequência acidentes com afastamento (TFCA) = NCA x 1.000.000 /


HHER , sendo que NCA: número de acidentados com afastamento.
TFCA = 2 x 1.000.000 / 118.448,00 = 16,89

Taxa de frequência acidentes sem afastamento (TFSA) = NSA x 1.000.000 /


HHER , sendo que NSA: número de acidentados sem afastamento
TFSA = 5 x 1.000.000 118.448,00 = 42,21
Taxa de Gravidade (TG) = Número total de dias perdidos + dias debitados x
1.000.000/ Número total de homens-hora trabalhadas
Obs : Dias debitados = 50 , de acordo com a Tabela da NBR 14.280
TG = (DP + DD) x 1.000.000 / HHER = {(25 + 40) + (50)} x 1.000.000
/118.448,00 = 970,89

Você também pode gostar