Você está na página 1de 5

1

ASPER
HOMEM E SOCIEDADE
TURMAS DE DIREITO
Profa. Diracy Vieira

Resumo de alguns conceitos já vistos on-line apenas para revisão:

Evolução Cultural: Processo de transformação ao longo dos anos pelo que passa
o homem através herança cultural dos sobreviventes sendo praticadas nas
gerações seguintes com modificações adaptativas.

Como compreende a Antropologia - esta ciência entende a cultura como a


totalidade de padrões aprendidos e desenvolvidos pelo ser humano. Segundo a
definição pioneira de Edward Burnett Tylor, sob a etnologia (ciência relativa
especificamente do estudo da cultura) a cultura seria "o complexo que inclui
conhecimento, crenças, arte, morais, leis, costumes e outras aptidões e hábitos
adquiridos pelo homem como membro da sociedade". Portanto corresponde, neste
último sentido, às formas de organização de um povo, seus costumes e tradições
transmitidas de geração para geração que, a partir de uma vivência e tradição
comum, se apresentam como a identidade desse povo.

Etnocentrismo: Conceito antropológico, segundo o qual a visão ou avaliação que


um indivíduo ou grupo de indivíduos faz de um grupo social diferente do seu é
apenas baseada nos valores, referências e padrões adotados pelo grupo social ao
qual o próprio indivíduo ou grupo fazem parte.

Diversidade Cultural: Engloba as diferenças culturais que existem entre as


pessoas, como a linguagem,danças, vestuário e tradições, bem como a forma
como as sociedades organizam-se conforme a sua concepção de moral e
de religião, as formas como elas interagem com o ambiente etc.

Socialização: É a assimilação de hábitos característicos do seu grupo social, todo


o processo através do qual um indivíduo se torna membro funcional de uma
comunidade, assimilando a cultura que lhe é própria. É um processo contínuo que
nunca se dá por terminado, realizando-se através da comunicação, sendo
inicialmente pela "imitação" para se tornar mais sociavél.

Globalização Cultural: Processo cultural onde a cultura estrangeira se insere na


cultura local alterando o seu estado anterior e sobrepondo-se a ela de a subjugá-
la.

EXERCÍCIOS

1
2
“Os dados científicos de que dispomos atualmente não confirmam a teoria
segundo a qual as diferenças genéticas hereditárias constituiriam um fator
de importância primordial entre as causas das diferenças que se manifestam
entre as culturas e as obras das civilizações dos diversos povos ou grupos
étnicos. Eles nos informam, pelo contrário, que essas diferenças se explicam
antes de tudo pela história cultural de cada grupo. Os fatores que tiveram um
papel preponderante na evolução do homem são a sua faculdade de
aprender e a sua plasticidade. Esta dupla aptidão é o apanágio de todos os
seres humanos. Ela constitui, de fato, uma das características específicas do
Homo Sapiens”.
(Declaração redigida por vários cientistas em 1950, no pós-nazismo, no
encontro da Unesco em Paris)

“Nada, no estado atual da ciência, permite afirmar a superioridade ou a


inferioridade intelectual de uma raça em relação à outra”.
Claude Lévi-Strauss, “Raça e cultura”

Os dois pensamentos citados acima têm como objetivo:

A - confirmar as teses que atribuíram características e aptidões raciais inatas.


B - afirmar que as diferenças do ambiente físico condicionam a diversidade
cultural.
C - negar a grande diversidade cultural da espécie humana.
D - negar as teses deterministas biológicas, lutando contra o preconceito racista e
todas as tentativas de discriminação e de exploração.
E - legitimar a hierarquia de raças.

2. A incapacidade de aceitar a visão de mundo de outra cultura como válida,


correta ou aceitável está associado ao que segue:

A - política de reparação.
B - etnocentrismo.
C - relativismo cultural.
E - política afirmativa.

3. Toda cultura muda com o passar do tempo, pois uma das características
dela é a DINÂMICA. As mudanças em um grupo cultural podem acontecer em
função das influências:
A - internas, que acontecem principalmente quando os indivíduos desse grupo
percebem que precisam se diferenciar das gerações anteriores, sobretudo pais e
avós.

B - modernas, pois toda sociedade tende a abandonar soluções muito tradicionais,


uma vez que os indivíduos preferem as “novidades”.

2
3
C - internas, que acontecem apenas quando o conhecimento acumulado é
suficiente para uma revolução tecnológica ou de comportamento; e externas, que
acontecem quando uma guerra atinge a população modificando assim seu
comportamento.

D - externas, que podem acontecer tanto em função da inclusão de indivíduos de


outro grupo cultural quanto em função de eventos naturais como secas,
inundações, terremotos e assim por diante.

E - modernas, pois toda sociedade tende a abandonar soluções muito tradicionais,


uma vez que os indivíduos preferem as “novidades”.

4. “A cada sociedade humana corresponde um diferente padrão de


comportamento, técnicas de sobrevivência e trabalho, valores, tradições e
hábitos.”

A frase acima define o conceito de :

A - Evolucionismo social.
B - Diversidade cultural.
C - Seleção natural.
D - Cultura tradicional.
E - Etnocentrismo.

5. Sobre a definição moderna do conceito de cultura, assinale a alternativa


correta:

A - existe um consenso na Antropologia que define cultura como sendo apenas um


sistema adaptativo do Homem ao meio;
B - existe um consenso na Antropologia que define cultura como sendo apenas um
sistema simbólico relacionado à capacidade intelectiva humana, para a qual as
soluções adaptativas são resultados e não origem de nossas criações;
C - não existe consenso na Antropologia para a definição de cultura, pois ainda
não há pesquisas suficientes para embasar qualquer afirmação, e podemos
considerar inclusive a validade das teses do determinismo biológico ou do
determinismo geográfico;
D - as teoria modernas para o conceito de cultura, consideram que nossa espécie
age de acordo com um padrão cultural universal e inato;
E - os antropólogos definem a cultura de muitas formas, divergindo na ênfase a
cada elemento do comportamento humano - adaptativo ou simbólico, mas isso não
significa que não sabem exatamente o que é esse conceito.

6. Assinale a frase abaixo que corresponde corretamente à teoria da cultura


como sistema adaptativo:

3
4
A - A tecnologia, a economia de subsistência e os elementos da organização social
diretamente ligada à produção constituem-se em respostas culturais possíveis de
uma comunidade ao meio ambiente;

B - A cultura é um sistema simbólico resultante da criação acumulativa da mente


humana, sendo exemplos dos domínios culturais o mito, a arte, o parentesco e a
linguagem;

C - O pensamento humano está submetido a regras inconscientes, que são um


conjunto de princípios que controlam as manifestações empíricas de um dado
grupo;

D - A cultura é um conjunto de mecanismos de controle, planos, receitas, regras e


instruções que governam o comportamento;

E - A cultura é um sistema de símbolos e significados, compreendendo categorias


ou unidades e regras sobre relações e modos de comportamento.

7. O uso cultural dos símbolos como forma de comunicação depende da


rotinização dos significados atribuídos a cada um deles (= tornar rotineiro).
Essa afirmação está:

A - correta, pois apenas utilizamos símbolos em hábitos rotineiros como os rituais


através dos quais expressamos as nossas crenças;
B - errada, uma vez que os símbolos não dependem da rotinização, e sim das
tradições de um povo;
C - correta, pois os símbolos são uma construção cultural e não um conteúdo
inato, por isso dependem do aprendizado e do uso rotineiro para serem
compreendidos;
D - dependendo do contexto a afirmação pode estar correta ou errada; está correta
apenas quando nos referimos aos símbolos como forma de comunicação e está
errada quando nos referimos aos símbolos como recurso para os indivíduos
poderem se relacionar uns com os outros;
E - errada, os símbolos dependem apenas de sua coerência uns com os outros e
seus significados são sempre óbvios, evidentes.

8. A definição do conceito de cultura por Edward TYLOR é a que se segue:


"um conjunto complexo que inclui os conhecimentos, as crenças, a arte, a
lei, a moral, os costumes e todas as outras capacidades e hábitos adquiridos
pelo homem enquanto membro de uma sociedade".
Nesse autor, o que está enfatizado sobre o conceito de cultura, é que:

A - a cultura é algo complexo que não pode ser explicado completamente;


B - que as crenças e o conhecimento de uma sociedade dependem das
capacidades de cada um;
C - que a cultura é definida como resultado de uma aquisição, portanto, não é
inata;
D - como membro de uma sociedade adquirimos outros hábitos e capacidades;

4
5
E - ao incluir os conhecimentos, a arte, as crenças e a moral podemos explicar
nossas capacidades conforme o conjunto da sociedade.

9. Muito antes do surgimento da Antropologia, havia um debate sobre os


elementos que diferenciam o comportamento humano dos demais animais.
Jean Jacques Rousseau, em 1775, defende a seguinte idéia:

A - que o ser humano se diferencia das demais espécies porque é superior


biologicamente; possui inteligência, capacidades de uso da razão, e também
habilidades motoras para fabricar instrumentos.
B - a diferença, para Rousseau está baseada no fato do ser humano ter alma, pois
é a única espécie capaz de reconhecer a criação divina.
C - somos todos dependentes de um governo centralizado que mantenha o
comportamento baseado em regras, leis e normas; a moral é o que diferencia o ser
humano das demais espécies.
D - o que nos faz diferentes é nossa racionalidade e a cultura letrada, erudita.
E - o papel central na transformação de nossa espécie de animais em seres
humanos se deve à educação, sem a qual não seríamos muito diferentes das
demais espécies.

10. Entre as muitas teorias modernas sobre a cultura, o livro de LARAIA,


“Cultura – um conceito antropológico”, na pg. 62 destaca a de Clifford
GEERTZ, através do trecho que se segue:

“Assim, para Geertz, todos os homens são geneticamente aptos para receber
um programa [ um conjunto de mecanismos de controle, planos, receitas,
regras e instruções que governam nosso comportamento concreto ], e este
programa é o que chamamos de cultura.”

Com essa definição de Geertz, é correto afirmar:

A - a cultura é resultado de uma herança genética.


B - qualquer criança está apta a ser socializada em qualquer cultura existente.
C - os modelos culturais variam tanto que é impossível uma criança receber a
cultura de outro lugar durante sua vida.
D - os mecanismos de controle social nos tornam aptos a receber qualquer
programa biológico.
E - não podemos determinar como cada indivíduo vai agir dentro de sua cultura,
pois seu programa pode ser diferente do que controla os outros.