Você está na página 1de 33

A

N
Conceitos Básicos (Dados)
Á Dados
L
I São os fatos em sua forma primária. Ex: número de
S
horas trabalhadas em uma semana.
E

S
I Processo de Transformação
S
T Uma série de tarefas logicamente relacionadas,
E
executadas para atingir um resultado definido. A
M
A
transformação de dados em informação é um
S Processo.
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Conceitos Básicos (Informação)
Á Relações e Regras
L
I • Estabelecer relações e regras para organizar os dados
S
• Informação útil e valiosa
E
• O tipo de informação criada depende da relação
S definida entre os dados existentes
I • Adicionar dados novos ou diferentes significa que as
S relações podem ser redefinidas e novas informações
T podem ser criadas.
E
Ex: Adicionar dados de produtos específicos aos seus
M
A
dados de vendas para criar informações sobre vendas
S mensais quebradas por linhas de produtos.
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Conceitos Básicos (Conhecimento)
Á Regras, diretrizes e procedimentos
L usados para selecionar, organizar e
I manipular os dados, para torná-los
S
úteis para uma tarefa específica.
E
O ato de seleção ou rejeição dos
fatos, baseados na sua relevância em
S
relação às tarefas particulares é
I também um tipo de conhecimento
S usado no processo de conversão de
T dados em informação .
E
M O conjunto de dados, regras, procedimentos e relações que devem
A ser seguidos para se atingir o valor informacional ou o resultado
S adequado do processo está contido na base do conhecimento.
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Dados, informação e conhecimento
Á O conjunto 'dados, informações e conhecimento'
L
tem sido importante fator de competitividade em
I
S
diferentes tipos de organizações.
E
Prospectar, filtrar e transferir esse conjunto é
S essencial para a consolidação do processo de
I inteligência competitiva organizacional.
S
T Através do gerenciamento desses recursos
E
informacionais pode-se subsidiar várias atividades
M
A
para a melhoria contínua do negócio da
S organização.
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Dados, informação e conhecimento
Á
O papel do conjunto 'dados, informações e
L
I
conhecimento' no processo de inteligência
S competitiva é fundamental para o aumento da
E produtividade e da qualidade da organização.
S
I
Estabelecer fluxos formais e informais, bem como
S mapear e reconhecer os dados, informações e
T conhecimento estruturados, estruturáveis e não-
E
estruturados para o negócio também são ações
M
A
que contribuem para o desenvolvimento da
S inteligência competitiva organizacional.
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sociedade da Informação
Á A sociedade da informação e sua
L relação com a economia de um país
I se dão através de uma
S superestrutura de comunicação,
E apoiada em tecnologias da
informação e, o mais importante, o
S conhecimento, sua geração,
I
armazenamento e disseminação, ou
S
seja, o que se denomina
T
atualmente de 'nova economia', é a
E
associação da informação ao
M
A conhecimento, sua conectividade e apropriação econômica
S e social.
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Atributos da informação
Á
• Considerada como um quase sinônimo do termo
L
fato;
I
S
• Um reforço do que já se conhece;
E • A liberdade de escolha ao selecionar uma
mensagem;
S • A matéria-prima da qual se extrai o conhecimento;
I
• Aquilo que é permutado com o mundo exterior e
S
não apenas recebido passivamente;
T
E
• Definida em termos de seus efeitos no receptor;
M • Algo que reduz a incerteza em determinada
A situação
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Características da boa informação
Á
• Precisa - entra lixo, sai lixo (GIGO – Garbage In Garbage Out)
L
• Completa - contém todos os fatos importantes
I
• Econômico - valor da informação x custo de sua produção
S
• Flexível - pode ser usada para diversas finalidades
E
• Confiável - depende da coleta dos dados e das fontes de
informação
S
• Relevante - Importante para tomada de decisões (mais
I
relevante para uns e menos para outros)
S
• Simples - Informações em excesso podem não demonstrar o
T
que é realmente importante
E
• Tempo adequado - A informação deve ser enviada a tempo
M
para a tomada de decisão
A
• Verificável - pode ser checada, talvez em várias fontes
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Informação x Conhecimento
Á Informação e conhecimento estão correlacionados
L mas não são sinônimos.
I
S
Há dois tipos de conhecimentos:
E
Codificáveis: Estes transformados em informações,
podem ser reproduzidos, estocados, transferidos,
S
I
adquiridos, comercializados etc.
S
Conhecimentos tácitos: Para estes a transformação
T
em sinais ou códigos é extremamente difícil já que sua
E
M
natureza está associada a processos de aprendizado,
A totalmente dependentes de contextos e formas de
S interação sociais específica.
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A Outros considerações sobre conhecimento
N
Á Conhecimento explícito: é o conjunto de informações
L já elicitadas em algum suporte (livros, documento etc.) e
I que caracteriza o saber disponível sobre tema específico;
S
E
Conhecimento tácito: é o acúmulo de saber prático
sobre um determinado assunto, que agrega convicções,
S
I
crenças, sentimentos, emoções e outros fatores ligados à
S
experiência e à personalidade de quem detém;
T
E Conhecimento estratégico: é a combinação de
M conhecimento explícito e tácito formado a partir das
A informações de acompanhamento, agregando-se o
S conhecimento de especialistas"
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Os ambientes nas organizações
Á As organizações são formadas por três diferentes ambientes:
L
I O primeiro está ligado ao próprio organograma, isto é, as
S inter-relações entre as diferentes unidades de trabalho como
E diretorias, gerências, divisões, departamentos, setores, seções
etc.;
S
O segundo está relacionado a estrutura de recursos
I
humanos, isto é, as relações entre pessoas das diferentes
S
unidades de trabalho e;
T
E O terceiro e último, é composto pela estrutura informacional,
M ou seja, geração de dados, informação e conhecimento pelos
A dois ambientes anteriores.
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Conceitos Básicos (Sistemas)
Á Conjunto de partes coordenadas que concorrem para a
L realização de um determinado objetivo.
I
S Sistema é qualquer conjunto de componentes e processos
E por eles executado, que visam transformar determinadas
entradas em saídas (saídas do sistema). A figura a seguir
S ilustra este conceito:
I
S
T
E
M
A
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Conceitos Básicos (Sistemas)
Á
L
Sistema de Processamento de Dados
I
S
E
É aquele responsável pela coleta,
armazenamento, processamento e
S
I
recuperação, em equipamentos de
S processamento eletrônico, dos dados
T
E
necessários ao funcionamento de um
M outro sistema maior: o sistema de
A
S
informações.
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Conceitos Básicos (Sistemas)
Á
L
Sistema de Informação
I É uma série de elementos ou componentes inter-relacionados que
S
coletam (entrada), manipulam e armazenam (processo),
disseminam (saída) os dados e informações e fornecem um
E
mecanismo de feedback, apoiando o controle, a coordenação e a
tomada de decisão em uma organização; auxiliam gerentes e
S funcionários a analisar problemas, visualizar soluções e a criar
I novos produtos.
S
T
E
ENTRADA DE SAÍDA DE
M DADOS
PROCESSO DADOS
A
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Conceitos Básicos (Sistemas)
Á
L
Sistema de Informação
I
S É um tipo especializado de sistema, podendo
E ser definido como um conjunto de
componentes inter-relacionados trabalhando
S
I
juntos para coletar, recuperar, processar,
S armazenar e distribuir a informação com a
T finalidade de facilitar o planejamento, o
E
controle, a coordenação, a análise e o
M
A
processo decisório em empresas e
S organizações.
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
Ambiente
Sociedade
de TIda
nas
Informação
Organizações
N
Á Banco de Dados e
Data Warehouse
L
I Intranets e
Extranets
S
E

S
Internet
I
S
T
E
Aplicações diversas
M
A Transações

S Clientes/Usuários
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
Ambiente de TI nas organizações
N
Á
L
I
S
E
ELEMENTOS
S
I
S
BÁSICOS
T
E
M
A
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
Ambiente de TI nas organizações
N
Á
L
I
S
E

S
I
S
T
E
M
A
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas de Informação
Á
L
I
S
E

S
I
S
T
E
M
A
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Classificação dos Sistemas
Á Sistemas de Processamento de Transações
L
I Objetivo: reduzir custos através da automatização de rotinas. Ex: imprimir
S cheques
E

Sistemas de Informações Gerenciais (SIG)


S
I Objetivo: produzir relatórios gerenciais para o planejamento e controle.
S Ex: relatório de custos totais da folha de pagamento
T
E
Objetivo: dar apoio e assistência em todos os aspectos da tomada de
decisões sobre um problema específico, sugerindo alternativas e dando
M
assistência à decisão final. Ex: Auxiliar a determinar a melhor localização
A para construir uma nova instalação industrial.
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Classificação dos Sistemas
Á Sistemas de Apoio à Decisão
L
I Objetivo: dar apoio e assistência em todos os aspectos da
S tomada de decisões sobre um problema específico, sugerindo
E alternativas e dando assistência à decisão final. Ex: Auxiliar a
determinar a melhor localização para construir uma nova
S instalação industrial.
I
S Sistemas Especialistas e Inteligência Artificial
T
E Objetivo: ser capaz de fazer sugestões e checar as conclusões,
M tal como um especialista no assunto. Uma de suas vantagens
A é a capacidade explicativa das conclusões às quais chega. Ex:
S Previsões de aplicações no mercado financeiro.
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas na organização
Á Sistemas Nível-Operacional - suporte aos gerentes
L
organizacionais no desenvolvimento de atividades
I
elementares e transacionais na organização
S
E TPS (Transaction Processing Systems - Sistemas de
Processamento de Transações )
S
I
S Sistemas Nível-Gerenciamento - suporte ao
T monitoramento, controle, tomada de decisões e atividades
E administrativas de gerentes.
M
A MIS (Management Information Systems - Sistemas de
S Informações Gerenciais)
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas na organização
Á
L
Sistemas Nível-Estratégico - auxiliam
I gerentes seniores a manipular e situar
S
E
questões estratégicas e tendências de
longo-prazo, ambas na organização e no
S
I
ambiente externo.
S
T
E
ESS (Executive Support Systems -
M Sistemas de Suporte Executivo)
A
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas na organização
Á
L
I
S
E

S
I
S
T
E
M
A
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas de Nível de Conhecimento
Á KWA Knowledge Work Systems
L
(Sistemas de Conhecimento do Trabalho)
I
S
E
Sistemas de informação que auxiliam os especialistas
e profissionais qualificados na criação e integração
S de novos conhecimentos na organização. Exemplos
I de aplicações: estações de engenharia, estações
S
gráficas e estações de gestão; operadas por pessoal
T
especializado tais como engenheiros, técnicos e
E
M
economistas que se servem destes tipos de sistemas
A como suporte para concepção e projeto de novos
S produtos, serviços e conhecimento.
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas de Nível de Conhecimento
Á OAS Office Automation Systems
L
(Sistemas de Automação de Escritório)
I
S
E
Sistemas de computação destinados ao aumento da
produtividade do trabalhador no que refere-se ao
S tratamento dos dados nas organizações. Abrange
I aplicações do tipo: sistemas de correio eletrônico,
S
processadores de texto, publicação assistida por
T
computador, sistema de documentação e imagem
E
M
(gestão documental) e calendários eletrônicos
A (gerenciamento de recursos/tempo).
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas de Nível de Conhecimento
Á Data Warehouse
L
I
Organizar dados corporativos
S
E Data Warehouse (DW), “Armazém de Dados”
S
consiste em organizar os dados corporativos
I da melhor maneira, para dar subsídio de
S informações aos gerentes e diretores das
T
E
empresas para tomada de decisão. Tudo isso
M num banco de dados paralelo aos sistemas
A operacionais da empresa.
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas de Nível de Conhecimento
Á Data Mining (Mineração de dados)
L
I
Consiste em um processo analítico projetado para
S explorar grandes quantidades de dados (tipicamente
E relacionados a negócios, mercado ou pesquisas
científicas), na busca de padrões consistentes e/ou
S
relacionamentos sistemático entre variáveis e, então,
I
validá-los aplicando os padrões detectados a novos
S
T
subconjuntos de dados. O processo consiste
E basicamente em 3 etapas: exploração; construção de
M modelo ou definição do padrão; e
A validação/verificação.
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas de Nível de Conhecimento
Á
Workflow
L
I (definido como coleção de tarefas
S organizadas)
E

S O conceito de workflow geralmente é


I
S
discutido no contexto de software como um
T modelo que irá ajudar a gerenciar informações
E com políticas ou regras de controle do fluxo de
M
A
informações e/ou tarefas.
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas de Nível de Conhecimento
Á
L
I
S
E

S
I
S
T
E
M
A
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas de Nível de Conhecimento
Á Business Intelligence (Inteligência de negócios)
L
I Conjunto de conceitos e metodologias que, fazendo uso de
S acontecimentos (fatos) e sistemas baseados nos mesmos,
E apóia a tomada de decisões em negócios.
Características:
S
I • Extrair e integrar dados de múltiplas fontes;
S • Fazer uso da experiência;
T • Analisar dados contextualizados;
E • Trabalhar com hipóteses;
M • Procurar relações de causa e efeito;
A • Transformar os registros obtidos em informação útil para o
S conhecimento empresarial.
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas de Nível de Conhecimento
Á EIS Executive Information System (Apoio a decisão)
L
I Os Executive Information Systems - Sistemas de Informações
S Executivas são sistemas desenvolvidos para atender as
E necessidades dos executivos de uma empresa, de obterem
informações gerenciais de uma maneira simples e rápida.
S
Características:
I
S • Atender às necessidades de informações dos executivos de
T alto nível;
E • Possibilidade de customização;
M • Possuir recursos gráficos de alta qualidade;
A • Facilidade de uso.
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin


A
N
Sistemas de Nível de Conhecimento
Á Sistemas Business Intelligence Para ampliação do conhecimento e
L tomada de decisão estratégica em sua empresa, de modo rápido,
I confiável e completo. É um ambiente de análise, que permite aos
S
usuários explorarem com facilidade e segurança seus data warehouses
(informações), obtendo um incremento considerável na sua visão
E
analítica gerencial.

S
I
S
T
E
M
A
S
3º ANO

Prof. Edu Benjamin edu.sbenjamin@gmail.com http://twitter.com/EduBenjamin