Você está na página 1de 45

Instruções de Operação

Equipamento de Resgate Hidráulico


MOTOBOMBAS

E/V 50-T+SAH 20, E/V–TriPPPle-T+SAH 20, E/V–MATIC+SAH 20, E/V 400, V 50 S,


V 50 Eco, V 400 Eco, V EcoCompact, E-Compact, V EcoSilent, Battery Pac,
DPH 4018 SA

814.245.9

Testado em
conformidade com a
norma EN 13204-2005
e NFPA 1936:2010

www.weber-rescue.com
2 | Índice

Índice
1 Geral 4
1.1 Informações relacionadas às instruções de operações 4
1.2 Explicação dos símbolos 5
1.3 Limites de responsabilidade 6
1.4 Direitos autorais 6
1.5 Condições de garantia 7
1.6 Assistência ao cliente 7

2 Segurança 8
2.1 Finalidade 8
2.2 Responsabilidade do cliente 9
2.3 Pessoal operacional 10
2.4 Equipamento de proteção individual 11
2.5 Riscos específicos 12
2.6 Comportamento no caso de perigo ou acidentes 14
2.7 Identificação visual 15
3 Dados técnicos 16
3.1 Condições operacionais 20
3.2 Placa do modelo 20
4 Estrutura e função 21
4.1 Visão geral 21
4.2 Descrição breve 21
4.3 Fornecimento hidráulico 22
4.4 Conexões do equipamento 24
5 Operação 26
5.1 Geral 26
5.2 E/V 50-T + SAH 20, E/V – MATIC + SAH 20, V 50 S,
V 50 Eco, V EcoCompact 26
5.3 E/V – TriPPPle-T + SAH 20 27
5.4 E/V 400 28
Índice | 3

5.5 Battery Pac 28


5.6 V EcoSilent 29
5.7 E-Compact 30
5.8 DPH 4018 SA (bomba manual) 31
6 Transporte, embalagem e armazenagem 32
6.1 Informações de segurança 32
6.2 Inspeção de transporte 32
6.3 Símbolos na embalagem 33
6.4 Descarte de embalagem 33
6.5 Armazenagem 33

7 Instalação e comissionamento 34
7.1 Informações de segurança 34
7.2 Verificações 35
7.3 Instalação 35
7.4 Desativação (fim do trabalho) 36
8 Reparo 37
8.1 Informações de segurança 37
8.2 Cuidado e manutenção 37
8.3 Cronograma de manutenção 38

9 Disfunções 39
10 Descomissionamento/ reciclagem 40
11 Declaração de Conformidade EC 41
4 | Geral

1 Geral
1.1 Informações relacionadas às instruções de operações
Este manual de operação fornece informações importantes sobre o uso das
Ferramentas de corte hidráulicas de resgate e das ferramentas combinadas. O
cumprimento adequado de todas as instruções de segurança e diretrizes
especificadas é um pré-requisito para um trabalho seguro.

Além disso, o manual respeita as diretrizes locais de prevenção de acidentes e os


regulamentos gerais de segurança da região na qual os dispositivos são usados.

O manual de instruções deve ser lido com cuidado, antes do início do trabalho! Ele é
parte integrante do produto e deve ser mantido em um lugar conhecido e acessível
ao pessoal em todos os momentos.

Esta documentação contém informações úteis à operação do equipamento,


independentemente do tipo do equipamento. Por esta razão, você também
encontrará explicações que não se referem diretamente ao seu equipamento.

Todas as informações, dados técnicos, gráficos e diagramas contidos nestas instruções


operacionais baseiam-se nos dados mais recentes disponíveis no momento em que
foram escritos.

Além de ler as instruções de funcionamento, também recomendamos que você seja


treinado e instruído sobre como manusear o equipamento de salvamento (usos
possíveis, as táticas de aplicação, etc) pelos nossos treinadores qualificados.
Geral | 5

1.2 Explicação dos símbolos


Avisos
Os avisos são marcadas por símbolos neste manual de instruções.
As instruções individuais são introduzidas por palavras de sinalização que expressam a
gravidade do perigo.

É fundamental agir de acordo com as instruções, a fim de evitar acidentes, ferimentos


e danos à propriedade.

PERIGO!
... indica uma situação iminentemente perigosa que pode resultar
em morte ou lesão grave se não for evitada.

ADVERTÊNCIA!
... indica uma situação potencialmente perigosa que pode
resultar em morte ou lesão grave se não for evitada.

CUIDADO!
... indica uma situação potencialmente perigosa que pode
resultar em ferimentos leves se não for evitada.

ATENÇÃO!
... indica uma situação potencialmente perigosa que pode
resultar em dano material se não for evitada.
6 | Geral

Dicas e recomendações

NOTA!
... destaque as dicas e recomendações úteis, bem como as
informações para uma operação eficiente e livre de problemas.

1.3 Limites de responsabilidade


Todas as instruções e informações contidas neste manual de operação foram
compiladas de acordo com as diretrizes e normas aplicáveis, a tecnologia mais atual,
e os nossos muitos anos de conhecimento e experiência.

O fabricante não assume qualquer responsabilidade por danos causados devido a:

• O não cumprimento com o disposto no manual de operação

• Uso indevido

• Designação de pessoal desqualificado

• Modificações não autorizadas

• Mudanças técnicas

• Uso de peças de reposição não aprovadas

• Uso de peças de reposição não originais

O alcance real de entrega pode variar de acordo com as explicações e as


representações gráficas apresentadas neste manual no caso de versões
especiais, ou devido a alterações técnicas.

1.4 Direitos autorais


Todos os textos, diagramas, desenhos e imagens incluídos neste manual de
instruções podem ser utilizados sem restrição e sem a necessidade de qualquer
aprovação prévia.
Geral | 7

NOTA!
Mais informações, imagens e desenhos podem ser encontrados
em nossa homepage. www.weber-rescue.com

1.5 Condições de garantia


As condições de garantia podem ser encontradas em um documento separado
incluído na documentação de venda.

1.6 Assistência ao cliente


Nosso serviço de assistência ao cliente está disponível a você para fornecer todas as
informações técnicas.

Alemanha
Nome: Sra. Corina Schulz
Telefone: +49 (0) 7135/ 71-10235
Fax: +49 (0) 7135/ 71-10396
E-Mail: corina.schulz@weber.de

Áustria
Nome: Sr. Robert Niederhofer
Telefone: +43 (0) 7255/ 6237-12463
Fax: +43 (0) 7255/ 6237-12461
E-Mail: robert.niederhofer@weber-hydraulik.at

NOTA!
Ao entrar em contato com o nosso departamento de Assistência ao
Cliente indique a designação de seu equipamento, o tipo e ano de
produção. Esta informação pode ser encontrada na Placa do modelo
do equipamento..
8 | Segurança

2 Segurança
Esta seção do manual de instruções fornece uma Visão Geral abrangente de todos os
aspectos importantes de segurança para a proteção ideal do Pessoal Operacional,
bem como a uma operação segura e livre de problemas.

Riscos significativos podem ocorrer se as instruções de manuseio e segurança deste


manual não forem cumpridas.

ADVERTÊNCIA!

Perigo ao operar equipamento com diferentes pressões operacionais!


Não utilize motobombas com uma pressão operacional superior
àquela que o equipamento de resgate foi projetado para operar
(isso pode ser verificado na Placa do modelo e nas instruções de
funcionamento).

2.1 Finalidade
As motobombas hidráulicas foram projetadas e testadas para os fins designados aqui
descritos. Todas as outras atividades são fundamentalmente proibidas.

Motobombas (E/V 50-T+ SAH 20, E/V – TriPPPle-T+ SAH 20, E/V – MATIC + SAH 20, E 50-T 1 x SAH
20, E/V 400 S, V 50 S, V 50 Eco, V400 ECO, V EcoCompact, E Compact, V EcoSilent, Battery
Pac, Bomba manual)

• Todas as motobombas são projetadas como dispositivos de


operação individual e podem, portanto, ser operadas por uma única
pessoa.

• Esses dispositivos são projetados exclusivamente para a operação de


equipamento hidráulico de resgate da WEBER-HYDRAULIK.

• A operação simultânea de múltiplas partes só é possível se ela excluir


risco mútuo.
Segurança | 9

ADVERTÊNCIA!
Perigo em razão de uso indevido!

Qualquer uso do equipamento que exceda a sua finalidade ou


que desvie do seu propósito pode levar a situações perigosas!

Portanto, é imperativo que:

» O equipamento seja usado para os fins listados acima.


» A observância de todas as demais instruções do capítulo 5
(operação) referente ao uso apropriado do equipamento.

2.2 Responsabilidade do cliente


Além das instruções de segurança e saúde contidas neste manual de operação, é
necessário também respeitar as diretrizes de proteção ambiental, de segurança e de
prevenção de acidentes para a região em que o equipamento é usado. Isto se aplica
particularmente a este respeito:

• O cliente deve estar familiarizado com as disposições aplicáveis com


relação à saúde e segurança e em uma análise de risco identificar outros
perigos que possam existir no local de instalação do equipamento, devido
às condições especiais de trabalho.

• O cliente deve regular e especificar claramente as responsabilidades pela


instalação, operação, manutenção e limpeza.

• O cliente deve assegurar que todas as pessoas que lidam com o


equipamento tenham lido e compreendido completamente o manual de
instruções.

• Além disso, em intervalos regulares, o operador deve treinar o pessoal e


informá-lo sobre os perigos de se trabalhar com o equipamento.

Além disso, o cliente é responsável por assegurar que o equipamento esteja


sempre em condições tecnicamente impecáveis. Consequentemente, o
seguinte se aplica:

• Após cada uso, e pelo menos uma vez por ano, uma inspeção visual do
equipamento deve ser realizada por uma pessoa treinada (de acordo com
a norma GUV-G 9102 ou orientações específicas de cada país).

• A cada três anos, ou se você tiver dúvidas sobre a segurança ou a


confiabilidade dos equipamentos, testes de grau de severidade e testes
funcionais devem ser realizados (de acordo com a norma GUV-G 9102).
10 | Segurança

2.3 Pessoal operacional


As seguintes qualificações são citadas no manual de instruções para as diversas áreas
de atividades:

• Indivíduo treinado
é informado por meio de treinamento oferecido pelo cliente sobre as
tarefas que lhe são atribuídas e os possíveis perigos de conduta
imprópria.

• Especialista
é alguém que, devido ao treinamento especializado, habilidades e
experiência, bem como o conhecimento das instruções aplicáveis
atribuídas pelo Fabricante, é capaz de executar as tarefas que lhe são
atribuídas e de reconhecer independentemente os possíveis perigos.

ADVERTÊNCIA!
Treinamento inadequado pode resultar em ferimentos!

Manuseio inadequado do equipamento pode causar ferimentos graves e


danos materiais.

Portanto, certifique-se plenamente:


» de permitir que determinadas tarefas sejam realizadas apenas pelas pessoas
indicadas no Capítulo relevante deste manual.
» no caso de dúvida, ligar imediatamente para os especialistas.

NOTA!
O equipamento não pode ser usado por pessoas que tenham
consumido álcool, ingerido drogas ou medicamentos!
Segurança | 11

2.4 Equipamento de proteção individual


O uso do equipamento de proteção individual (EPI) é essencial para minimizar os
riscos ao pessoal operacional ao se trabalhar com os dispositivos hidráulicos de
resgate.

É essencial o uso da seguinte roupa protetora em todos os trabalhos:

Vestimenta de proteção
Uma vestimenta ajustada com mangas apertadas e sem partes salientes deve
ser usada no trabalho. Ela serve principalmente para proteger contra o
emaranhamento em partes móveis do equipamento.

Sapatos de segurança
Calçado de segurança com biqueira de aço deve sempre ser usado como
proteção contra a queda de peças pesadas e em superfícies lisas
escorregadias.

Luvas de trabalho
Luvas de trabalho devem ser usadas ao se trabalhar com o equipamento de
modo a fornecer proteção contra arestas afiadas e cacos de vidro.

Capacete de proteção tipo aba frontal com viseira


Um capacete de proteção tipo aba frontal com viseira deve ser vestido para
proteger contra peças arremessadas no ar ou que caem e contra cacos de
vidro.

Óculos de proteção
Além da viseira, óculos de proteção devem ser usados, a fim de proteger os
olhos de objetos arremessados no ar.

O seguinte equipamento também deverá ser usado em determinados


trabalhos:

Protetores auriculares
Além do equipamento básico de proteção, o uso de protetores
auriculares deve ocorrer para proporcionar proteção à audição.
12 | Segurança

2.5 Riscos específicos


Os riscos resultantes da análise de riscos são listados na seção seguinte.

Siga as instruções de segurança listadas nesta seção e em outras seções deste


manual para minimizar os riscos potenciais de saída e para evitar situações de
perigo.

Eletricidade

PERIGO!
Perigo de choque elétrico fatal!

Há um iminente risco de vida, se as partes sob tensão forem tocadas.


Danos ao isolamento ou componentes específicos podem representar
um perigo fatal.

Portanto:
» Se o isolamento estiver danificado, desligue imediatamente o
fornecimento de energia e providencie os reparos.

» Permita que apenas eletricistas qualificados trabalhem no


equipamento elétrico.

» Para todos os trabalhos no equipamento elétrico, é necessário que o


mesmo seja desconectado da fonte de energia, e que se verifique que
o dispositivo não está energizado.

» Antes de serviços de manutenção, limpeza e reparos, o fornecimento


de energia deve ser desligado e protegido para se evitar que o mesmo
seja religado acidentalmente.

» Não faça by-pass ou desative fusíveis.


Ao trocar os fusíveis, certifique-se de que eles têm a amperagem correta.

» Mantenha as partes sob tensão longe da umidade.


Isso pode levar a um curto circuito.
Segurança | 13

Ruídos

ADVERTÊNCIA!
Ruídos podem afetar a audição!

O ruído que ocorre na área de trabalho pode danificar severamente a


audição.

Portanto:
» Você deverá também utilizar protetor auricular quando realizar tarefas que
produzam determinados níveis de ruído.

» Não fique em áreas de risco mais tempo do que o necessário.

Energia Hidráulica

ADVERTÊNCIA!
Perigo de força hidráulica!

Ferimentos graves podem ser causadas por razão de força


hidráulica e por escapamento de óleo hidráulico.

Portanto:
» Monitore constantemente o dispositivo durante o processo de
trabalho e diminua a potência se necessário.

» Inspecione as mangueiras para verificar a existência de danos após


cada uso.

» Evite contato do óleo hidráulico com a pele (vista luvas de


proteção).

» Remova imediatamente o contato do óleo hidráulico com


feridas e consulte um médico.
14 | Segurança

2.6 Comportamento no caso de perigo ou acidentes


Medidas preventivas

• Esteja sempre preparado para acidentes

• Mantenha equipamento de primeiros socorros sempre perto (kit de primeiros socorros,


cobertores, etc.)

• Familiarize o pessoal com os alarmes de acidente, equipamento de primeiros socorros e


de emergência

• Mantenha os acessos livres para entrada de veículos de emergência

No caso de um acidente

• Desligue o equipamento imediatamente

• Inicie as medidas de primeiros socorros

• Retire as pessoas da zona de perigo

• Informe as partes responsáveis no local do incidente

• Notifique um médico e/ou a brigada de incêndio

• Mantenha os acessos livres para entrada de veículos de emergência


Segurança | 15

2.7 Identificação visual


O equipamento tem os seguintes símbolos e sinais de instrução. Eles referem-se ao
local imediato em que estão afixados.

Siga o manual de funcionamento


Só utilize o equipamento marcado após ter lido o manual de
funcionamento.

Aviso de superfície quente


O motor da motobomba pode ficar muito quente durante a
operação. Portanto, não toque no motor e use luvas protetoras.

ADVERTÊNCIA!
Perigo de lesão devido a símbolos ilegíveis!

Com o tempo, os adesivos e símbolos no equipamento podem ficar sujos ou


ilegíveis.

Portanto, certifique-se totalmente de:


» Manter todas as informações de segurança e avisos no dispositivo legíveis.
» Substitua sinais e adesivos danificados imediatamente.
16 | Dados técnicos

3 Dados técnicos
Dados técnicos | 17

V 50 Eco V EcoCompact

E-Compact V EcoSilent

Battery Pac DPH 4018 SA


18 | Dados técnicos

E 50-T+SAH 20 V 50-T+SAH 20 E–TriPPPle-T+SAH 20


Comprimento* 500 mm / 830 mm 536 mm / 845 mm 500 mm / 837 mm
Largura* 440 mm / 440 mm 440 mm / 440 mm 440 mm / 440 mm
Altura* 473 mm / 470 mm 472 mm / 472 mm 472 mm / 473 mm
Peso* 44 kg / 73 kg 42 kg / 71 kg 50 kg / 85 kg
Motor Motor elétrico 230 V, Motor 4 tempos Motor elétrico
50 Hz, 1.3 kW gasolina, 3 kW 230 V, 50 Hz, 1.8 kW
Pressão operacional 630 / 700 bar 630 / 700 bar 630 / 700 bar
Volume do óleo 4.0 litros 4.0 litros 5.8 litros
Taxa de fluxo ATO (LP/HP) 4.2 / 1.1 [l / min] 4.0 / 1.4 [l / min] -
Taxa de fluxo MTO (LP/HP) 2.1 / 0.55 [l / min] 2.12 / 0.7 [l / min] 2.3 / 0.7 [l / min]
Emissão máx. ruído 80 dBA 88 dBA 86 dBA
Classe EN ATO / MTO ATO / MTO MTO
Nr. da Peça (sem SAH) 181.228.9 181.227.0 593.254.8
Nr. da Peça (com SAH) 181.194.0 181.192.4 593.252.1

V–TriPPPle-T+SAH 20 E–MATIC+SAH 20 V–MATIC+SAH 20


Comprimento* 527 mm / 839 mm 433 mm / 831 mm 474 mm / 844 mm
Largura* 440 mm / 440 mm 332 mm / 440 mm 369 mm / 440 mm
Altura* 471 mm / 473 mm 423 mm / 477 mm 428 mm / 477 mm
Peso* 50 kg / 80 kg 40 kg / 75 kg 35 kg / 72 kg
Motor Motor 4 tempos Motor elétrico 230 V, Motor 4 tempos
gasolina, 4 kW 50 Hz, 1.3 kW gasolina, 3 kW
Pressão operacional 630 / 700 bar 630 / 700 bar 630 / 700 bar
Volume do óleo 5.8 litros 4.0 litros 4.0 litros
Taxa de fluxo ATO (LP/HP) - 4.4 / 0.6 [l / min] 4.6 / 0.8 [l / min]
Taxa de fluxo MTO (LP/HP) 2.7 / 0.68 [l / min] 2.2 / 0.3 [l / min] 2.3 / 0.4 [l / min]
Emissão máx. ruído 94 dBA 84 dBA 86 dBA
Classe EN MTO ATO / MTO ATO / MTO
Nr. da Peça (sem SAH) 593.255.6 593.517.2 593.518.0
Nr. da Peça (com SAH) 593.221.1 593.520.2 593.521.0
* com e sem SAH
Dados técnicos | 19

E 400 V 400 V 400 ECO


Comprimento 413 mm 382 mm 382 mm
Largura 288 mm 280 mm 280 mm
Altura 385 mm 406 mm 406 mm
Peso 20.5 kg 18.0 kg 17.3 kg
Motor Motor elétrico 220 V, 50 Motor 4 tempos Motor 4 tempos
Hz, 0.5 kW gasolina 1.5 kW gasolina 1.5 kW
Pressão operacional 630 / 700 bar 630 / 700 bar 630 / 700 bar
Volume do óleo 2.5 litros 2.5 litros 2.5 litros
Taxa de fluxo
2.3/0.5 [l/min] 3.0/0.6 [l/min] -
ATO (LP/HP)
Taxa de fluxo
- - 3.0 / 0.6 [l / min]
MTO (LP/HP)
Emissão máx. ruído 75 dBA 84 dBA 84 dBA
Classe EN ATO ATO ATO
Nr. da Peça 593.492.3 593.475.3 593.685.3

V 50 S V 50 Eco V EcoCompact E-Compact


Comprimento 464 mm 425 mm 410 mm 415 mm
Largura 369 mm 333 mm 320 mm 195 mm
Altura 461 mm 467 mm 409 mm 316 mm
Peso 31.4 kg 29.9 kg 23.9 kg 11.5 kg
Motor Motor elétrico
Motor 4 tempos Motor 4 tempos Motor 4 tempos
230 V, 50 Hz, 1.5
gasolina 3 kW gasolina 2.2 kW gasolina 2.2 kW
kW
Pressão operacional 630 / 700 bar 630 / 700 bar 630 / 700 bar 630 / 700 bar
Volume do óleo 4.0 litros 4.0 litros 3.8 litros 2.8 litros
Taxa de fluxo
4.6/1.7 [l/ min] 5.4/1.4 [l/ min] 5.4 / 1.4 [l/ min] -
ATO (LP/HP)
Taxa de fluxo
2.3/0.85 [l/min] 2.7/0.7 [l/min] 2.7 / 0.7 [l/ min] 2.7 / 0.6 [l/ min]
MTO (LP/HP)
Emissão máx. ruído 88 dBA 84.3 dBA 89 dBA -
Classe EN ATO / MTO ATO / MTO ATO / MTO STO
Nr. da Peça 593.446.0 593.571.7 593.645.4 105.035.4
20 | Dados técnicos

V EcoSilent Battery Pac DPH 4018 SA


Comprimento 580 mm 203 mm 650 mm
Largura 295 mm 427 mm 255 mm
Altura 445 mm 301 mm 183 mm
Peso 24.9 kg 10.4 kg 14.6 kg
Motor Motor 4 tempos Motor de corrente
gasolina 2.2 kW contínua
Pressão operacional 630 / 700 bar 630 / 700 bar 630 / 700 bar
Volume do óleo 2.7 litros 2.5 Litro 2.5 litros
Taxa de fluxo ATO (LP/HP) 5.4 / 1.4 [l / min] 1.2 / 0.5 [l / min] 0.040 / 0.0031 *
Taxa de fluxo MTO (LP/HP) 2.7 / 0.7 [l / min] - -
Emissão máx. ruído 79.6 dBA - -
Classe EN ATO / MTO ATO ATO
Nr. da Peça 593.531.8 105.606.7 105.117.4

* litros por tempo da bomba

3.1 Condições operacionais


A faixa de temperatura permitida das ferramentas de corte fica entre -20° C e +80° C.
Uma operação confiável não pode ser garantida fora deste intervalo.

Certifique-se que o ângulo de inclinação de 20° em cada direção não seja


ultrapassado enquanto a bomba estiver em operação. Caso contrário, existe um risco
do filtro de ar do motor ser contaminado por óleo do motor.

3.2 Placa do modelo


O tipo da placa pode ser achado em todas as motobombas na área do tanque. A
placa mostra o número de série, a data de fabricação, a pressão nominal, modelo
do dispositivo e a norma EN.
Estrutura e função | 21

4 Estrutura e função

4.1 Visão Geral

1 Engate 7 Conexão de energia elétrica


2 Carretel da mangueira 8 Alça de transporte (frente)
3 Suportes do equipamento 9 Tanque de óleo hidráulico
4 Alavanca de controle (mangueira vermelha) 10 Moldura
5 Alavanca de controle (mangueira amarela) 11 Alça de transporte (trás)
6 Motor

4.2 Descrição breve


As motobombas hidráulicas servem para a operação dos dispositivos de resgate
hidráulico associados. Elas estão disponíveis com um motor elétrico e com um motor a
combustão. Além disso, elas se diferenciam entre equipamento com e sem carretéis de
ação rápida e motobombas compactas.

Em quase todas as motobombas, dois dispositivos podem ser operados


simultaneamente (na verdade, três no caso da E/V – TriPPPle-T!), ou um dispositivo no
modo turbo. Dois pares de mangueiras, cada uma com 20 m de comprimento, estão
localizados nos carreteis de ação rápida. Elas podem ser facilmente enroladas mesmo
quando pressurizadas.
22 | Estrutura e função
4.3 Fornecimento hidráulico
Mangueiras

A conexão do dispositivo à motobomba é realizada por meio de mangueiras de alta pressão. As


mangueiras estão disponíveis em comprimentos de 5 m, 10 m e 20 m. À medida que aumenta o
comprimento das linhas, a perda de pressão associada também é perdida. Com uma linha de
comprimento de 50 metros a perda de pressão se mantém aceitável e não gera um efeito
significativo.

CUIDADO!
Não utilize mangueiras danificadas!
Com mangueiras danificadas existe o perigo de escape de fluido
hidráulico sob pressão, ou das mangueiras chicotearem.
Portanto:
» As mangueiras devem ser submetidas à inspeção visual (vazamento,
danos na superfície, tais como dobras) após todo uso e pelo menos
uma vez ao ano.

» A cada três anos, ou no caso de dúvidas acerca de segurança ou


confiabilidade, conduza um teste de carga e funcional (de acordo
com a norma GUV-G 9102 ou norma nacional específica).

» Substitua as mangueiras a cada 10 anos! A data (códigos ou


trimestre/ano) é especificada na ligação da mangueira.

» Certifique-se de que as mangueiras não estão expostas a tensão ou


torsão.

» Não dobre as mangueiras ou as arraste por arestas afiadas (menor


raio de curvatura é de 40 mm).

» Não submeta as mangueiras à exposição a altas temperaturas.

» Proteja as mangueiras do contato com materiais que possam causar


dano ao revestimento externo (ácidos, álcalis, ou solventes).
Estrutura e função | 23

Óleo hidráulico
Todas as motobombas são projetadas e testadas para uso com o óleo hidráulico
WEBER nr. 080.493.2. Esse óleo possui um nível de pureza particularmente elevado e
também funciona sem falhas em temperaturas abaixo de zero, até o mínimo de -20° C.

NOTA!
Além do óleo mencionado acima nós também recomendamos:

» AERO Fluid 41 (Shell)


» Univis HVI-13 (Esso)
» Aero-hydraulic 520 (Total) »
Hydraulik DB (Castrol)
» Renolin/MR310 (Fuchs)
» Hydrex Arctic (Petro Canada)

Nível indicador de óleo


Existe um visor de vidro localizado ao lado do tanque de óleo por onde o nível de
óleo pode ser monitorado. Esse nível deve ser verificado regularmente após cada uso.
O óleo deve estar completo, se necessário.
24 | Estrutura e função

4.4 Conexões do equipamento


Engate único

Acoplado:
Retire a tampa de proteção do acoplamento macho e do acoplamento fêmea (Fig. 1).
Interligue o acoplamento macho único com o acoplamento fêmea na trava tipo
baioneta (Fig. 2). Prenda o acoplamento fêmea no anel preto de giro e gire no sentido
horário até que o acoplamento encaixe (Fig. 3). Una as tampas de proteção (Fig. 4). Não
é necessário girar a unidade de potência para a posição 0 para conectar ou
desconectar o acoplamento!

Desacoplado:
Remova as tampas protetoras. Prenda o acoplamento fêmea no anel preto de giro e gire
no sentido anti-horário. Gire o anel preto de giro até que seja possível liberar o
acoplamento com facilidade. Instale as tampas de proteção no acoplamento macho e
no acoplamento fêmea.

Fig. 1 Fig. 2

Fig. 3 Fig. 4

NOTA!
Ao usar o engate simples, os conectores de alívio de pressão não são
mais necessários.
Estrutura e função | 25

Acoplamento de encaixe (SKS)

Acoplado:
Retire a tampa de proteção do acoplamento macho. Segure o acoplamento fêmea
pela tampa da manga serrilhada e puxe o plugue de proteção. Com uma mão
segure a tampa da manga do acoplamento fêmea, com a outra mão segure o
acoplamento macho (preto) pela porca, e pressione a tampa da manga levemente
contra o acoplamento macho até que os rolamentos de esferas encaixem. Ao torcer
o acoplamento macho ligeiramente ao pressionar facilita o processo de
acoplamento.

Desacoplado:
Segure o acoplamento macho (preto) pela porca com uma mão e com a outra
segure a luva da tampa e a puxe de volta. O desacoplamento fará que algumas
gotas de óleo hidráulico escape. Conecte as tampas protetoras imediatamente.

CUIDADO!
Ao unir as conexões de acoplamento SKS a alavanca de
operação da motobomba deverá estar na posição „0“.

NOTA!
Um plugue de alívio de pressão está instalado nas motobombas e
à bomba manual, fazendo com que algumas gotas de óleo sejam
liberadas das mangueiras. Isto permite o reacoplamento após o
aumento de pressão a no equipamento desconectado.
Neste caso, basta inserir o plugue de alívio de pressão na manga
de acoplamento e girar o parafuso de ajuste para a direita até
que o óleo vaze para fora.
26 | Operação

5 Operação

5.1 Geral

Para ligar a motobomba com um motor elétrico conecte o equipamento a uma


fonte de energia elétrica. Em seguida coloque a chave principal na posição „1“.

Para dar partida em motores à combustão, leia as instruções de funcionamento do


fabricante que acompanham o equipamento.

Os detalhes de quaisquer passos especiais exigidos para ligar as motobombas seguem


em separado.

CUIDADO!
Ao utilizar os engates SKS o motor jamais deve ser ligado antes da
alavanca de controle ser colocada na posição „0“ e o equipamento
de trabalho estar conectado! No caso de engates simples, isso não é
necessário.

5.2 E/V 50-T + SAH 20, E/V – MATIC + SAH 20, V 50 S, V


50 Eco, V EcoCompact
A motobomba é operada por duas alavancas de controle (localizadas entre os
suportes do equipamento). O fluxo de óleo nos dois jogos de mangueiras é
controlado por essas alavancas. A posição do meio das alavancas de controle
representa a posição „0“.

Operação de duas vias (com função turbo):


Para alimentar todo o fluxo de óleo no par de
mangueiras da esquerda, as duas alavancas
de controle devem estar viradas para a
esquerda.

Para alimentar todo o fluxo de óleo no par de


mangueiras da direita, as duas alavancas de
controle devem estar viradas para a direita.
Operação | 27
Operação simultânea:
Para alimentar os dois pares de mangueira
simultaneamente (com fluxo de óleo dividido), a
alavanca de controle esquerda deve estar virada para a
esquerda e a alavanca de controle direita deve ser
virada para a direita.

NOTA!
O fluxo do óleo é igualmente dividido se uma alavanca for
operada e a outra permanecer no posição "0". Por conseguinte, é
necessário operar ambas as alavancas de controle para a função
turbo.

5.3 E/V – TriPPPle-T + SAH 20


A motobomba é operada pelas três alavancas de controle (entre os suportes do
equipamento). O fluxo de óleo nos três pares de mangueira é controlado por essas
alavancas. A posição perpendicular da alavanca de controle em relação ao
equipamento (em "0") representa a posição "0".

Operação simples:
Para suprir óleo a uma linha de mangueira a
alavanca de controle correspondente deve ser
movida para a posição da seta. As outras duas
permanecem na posição "0".

Operação simultânea:
Para suprir óleo a todos os três pares de
mangueira, simultaneamente, todas as
três alavancas de controle devem estar
viradas para a posição da seta.
28 | Operação

5.4 E/V 400


A motobomba é operada pela alavanca de controle (adjacente à ligação do tubo
de alta pressão). O fluxo de óleo no par de mangueiras é controlado por ela. A
alavanca de controle com posição perpendicular ao equipamento (em "0")
representa a posição "0".
Para operar, basta girar a alavanca de controle na direção
da seta. Isso inicia o fluxo de óleo na mangueira.

5.5 Battery Pac


O Battery Pac pode ser carregado nos ombros usado como uma motobomba
independente operada por bateria.

Para ligar a unidade pressione a chave On/Off no módulo ou na correia (Fig. 1).
A chave On/Off muda para a cor verde.

Fig. 1

O produto é fornecido com uma bateria e você pode comprar uma segunda bateria
para dobrar o tempo de funcionamento da unidade. Você pode operar o aparelho
com uma bateria ou com duas baterias que operam em paralelo (as baterias são
drenadas em paralelo também). A bateria fica inserida no compartimento da bateria.
Ao pressionar simultaneamente o mecanismo de destravamento a bateria é liberada do
aparelho.
Operação | 29

O engate pode ser armazenado no bolso lateral (Fig. 2).


Após o uso o nível do fluido hidráulico deve estar sempre entre Min. e Max. de modo
que todas as unidades possam ser operadas, da forma que o conteúdo do tanque e a
pressão nominal são projetados para operar em todo equipamento de salvamento
WEBER. O tanque de óleo pode ser preenchido / drenado muito facilmente pela
retração ou expansão da ferramenta de resgate (Fig. 3).

Fig. 2 Fig. 3

5.6 V EcoSilent
Para ligar a motobomba a alavanca amarela ECO deve ser colocada na posição
de partida/ start („S“). Em seguida gire a chave de ignição (chave giratória) para a
direita para „Choke“ e ligue o motor com a corda de arranque. Depois de
aquecido gire o botão de ignição para a posição „1“ e ajuste a
alavanca ECO para a posição „ECO“.

Controle
Para controlar as saídas, duas alavancas de controle são
montadas diretamente acima dos engates. É possível controlar o
fluxo do óleo com elas (movendo para o lado; similar ao E/V 50-T).

Tampa de combustível
Ao transportar a motobomba por um período prolongado a
entrada de combustível deve ficar fechada. Para tal é
necessário fechar a tampa de combustível (vermelha). Ela fica
localizada sob a tampa de manutenção no lado da corda de
arranque.
Tanque de gasolina
O tanque de gasolina pode ser abastecido pela entrada
que fica sob a tampa preta no lado superior do
dispositivo. O nível de combustível pode ser visto no
display localizado no painel do operador.
30 | Operação

5.7 E-Compact
Operação
Antes de iniciar o motor elétrico, verifique se todas as conexões elétricas de e cabos
estão na ordem adequada. Antes de tudo conecte o cabo de alimentação à tomada
de alimentação. Vire a alavanca de controle para a posição de neutro. Conecte a
mangueira e a ferramenta à motobomba. O motor é iniciado ao se pressionar o botão
ON / OFF, com o LED verde aceso. Mude a alavanca de controle para a posição 1. A
Motobomba está pronta para ser usada.

Instrução de reparo
Após aproximadamente. 200 horas de operação a luz vermelha começará a piscar.
Entre em contato com a Assistência Autorizada ao cliente para mudar as escovas de
carbono do motor elétrico.

1 Chave ON/OFF
2 LED de alerta (vermelho)
3 LED operação (verde)
4 Plugue de abastecimento de óleo (óleo
hidráulico Weber)
5 Alavanca de controle
Operação | 31

5.8 DPH 4018 SA (bomba manual)


Para ligar a bomba manual, primeiro gire a válvula de alívio de pressão (Fig. 1) na
posição anti-horária e opere a alavanca da bomba algumas vezes. Esse
procedimento esgotará o ar da bomba.
Finalmente, gire a válvula de alívio de pressão totalmente no sentido horário e não
abra novamente durante trabalho subsequente com o equipamento!

Agora é possível iniciar o fluxo de óleo para o equipamento de resgate atuando a


alavanca da bomba.

Fig. 1
32 | Transporte, embalagem e armazenagem

6 Transporte, embalagem e armazenagem

6.1 Informações de segurança

CUIDADO!
Transporte incorreto pode causar dano!
Transporte inadequado por causar dano material significante.
Portanto:
» Proceda com cautela quando descarregar as embalagens e
observe os símbolos na embalagem.
» Não abra completamente e remova a embalagem até que
ela tenha chegado ao seu local final de armazenagem.

6.2 Inspeção de transporte


Após o recebimento, a entrega deve ser verificada imediatamente para conferir se
está completa e se houve algum dano durante o transporte de modo que uma rápida
reparação possa ser realizada, se necessário.

Se houver um dano externo visível, favor proceda da seguinte forma:

• Não aceite a entrega, ou somente a aceite com reservas.

• Anote a extensão do dano de transporte nos documentos de transporte ou


na nota de entrega da transportadora.

• Protocole uma queixa.

NOTA!
Informe qualquer defeito o mais rápido possível após ser detectado.
Queixas referente a danos devem ser encaminhadas ao nosso
serviço de Assistência ao cliente (ver capítulo 1.6).
Transporte, embalagem e armazenagem | 33

6.3 Símbolos na embalagem

Cuidado, frágil!

Manuseie a embalagem com cuidado — não deixe cair, não jogue,


bata ou amarre.

Este lado para cima!


A embalagem deve ser transportada e armazenada estritamente
com as setas apontando para cima. Não role ou incline.

6.4 Descarte de embalagem

Todo o material de embalagem e peças desmontadas (proteção


de transporte) devem ser descartados de forma adequada, de
acordo com os regulamentos locais.

6.5 Armazenagem
O equipamento deve ser armazenado em local seco e em ambiente livre de poeiras,
sempre que possível. Evite radiação direta de UV nas mangueiras.

CUIDADO!
O equipamento deve ser posicionado nos suportes fornecidos de
modo a evitar dano durante o trânsito, etc.

Não recline as motobombas para que não ocorra vazamento de óleo do recipiente.
34 | Instalação e comissionamento

7 Instalação e comissionamento 7.1


Informações de segurança

ADVERTÊNCIA!
Perigo de ferimento devido à operação inadequada!

Operação indevida pode causar sérios ferimentos ou dano material.


Portanto, certifique-se absolutamente de que:

» Todos os passos operacionais são executados em observância às


informações contidas neste manual de funcionamento.
» Todas as tampas e dispositivos de proteção são instalados e na
devida ordem de funcionamento antes de iniciar o trabalho.

Equipamento de proteção individual


Utilize o equipamento de proteção detalhado no Capítulo 2.4 em todo o trabalho!

NOTA!
Uma referência especial é feita quando for necessário o uso de
equipamento de proteção adicional para determinados trabalhos
com ou no dispositivo.
Instalação e comissionamento | 35

7.2 Verificações
Inspecione a motobomba para verificar a existência de danos. Se o equipamento
não estiver em condição impecável, então ele não deverá ser utilizado! Nesse
caso, informe a seu fornecedor imediatamente.

• Verifique a moldura (dano)

• Verifique a alavanca de controle (função)


• Verifique os engates (dano, sujeira)

• Verifique os carreteis e as alças de transporte (presos firmemente)

• Verifique as tampas protetoras (dano)


• Verifique as mangueiras (dano)

7.3 Instalação
Proteção de transporte
Antes do primeiro uso substitua a proteção de transporte na entrada de enchimento de
óleo no tanque por um tampão de ventilação apropriado, como explicado nas
instruções que acompanham a motobomba.

Freio do carretel
Cada carretel de acionamento rápido vem equipado com um
freio individual. A força de frenagem pode ser ajustada pela
porca (SW 13) no meio do carretel.
Sentido horário = aumenta frenagem
Sentido anti-horário = diminui frenagem

Abastecendo com gasolina


No caso de motobombas que possuem um motor a combustão (V motobombas), é
necessário primeiro encher o reservatório de gasolina. Consulte as instruções de
operação do fabricante para esse procedimento!
36 | Instalação e comissionamento

Movendo o motor elétrico


Em todas as motobombas com motores elétricos é
possível mover esses motores para trás em até 25 mm. Isso
proporciona uma maior folga entre o carretel e o tanque.
(Fixação através de quatro parafusos nos furos alongados
pré-perfurados)

O equipamento de resgate pode então ser conectado


(conforme descrito no capítulo 4.4).

7.4 Desativação (fim do trabalho)


Depois que o trabalho estiver terminado retorne a alavanca de controle para a posição
„0“e desligue a máquina na chave principal.
Reparo | 37

8 Reparo
8.1 Informações de segurança
ADVERTÊNCIA!
Risco de ferimento devido a trabalho de manutenção realizado
de forma inadequada!

Manutenção indevida do equipamento pode causar graves


ferimentos ou dano material.

Portanto, certifique que:


» Somente pessoal qualificado conduza a manutenção.
» Certifique-se que o local de instalação esteja organizado e
limpo! Componentes e ferramentas soltas no local são fontes de
perigo.
» Vista luvas protetoras em todos os trabalhos!

8.2 Cuidado e manutenção


Para que haja uma prontidão operacional permanente, as seguintes medidas
são essenciais:

• Toda vez que o dispositivo for submetido à carga, mas pelo menos uma
vez ao ano, o equipamento e os acessórios devem ser visualmente
inspecionados. Atenção especial deve ser dada às ponteiras, juntas,
lâminas, mangueiras, e os acoplamentos da ferramenta de expansão.

• A cada três anos, ou havendo dúvidas sobre a segurança ou


confiabilidade do equipamento, um teste funcional e um teste de grau
de severidade devem ser conduzidos (de acordo com a norma GUV-G
9102 ou diretrizes específicas do país).

• A graxa Fin OG deve ser injetada nas partes móveis de tempos em


tempos.

• O óleo hidráulico na motobomba deve ser completamente substituído a


cada três anos.
38 | Reparo

ATENÇÃO!
Antes de todo trabalho de manutenção, toda sujeira deve ser
removida do equipamento para que a mesma não atinja o sistema
hidráulico.
A limpeza pode ser realizada utilizando-se um removedor padrão
cítrico ou WD 40.

8.3 Cronograma de manutenção


Um plano preciso de manutenção com intervalos de teste, regulamentos e resultados
pode ser encontrado na GUV – G 9102 Ponto 17 (equipamento de resgate operado
hidraulicamente).

NOTA!
Se houver quaisquer problemas com a manutenção dos
dispositivos, nossa assistência ao cliente está disponível (conferir
Capítulo 1.6).
Disfunções | 39

9 Disfunções

Falha Causa Possível Medidas Reparadoras


- Chave da válvula na
posição „0“, lado incorreto
- Controlar o requisito, lado
ou não plenamente
correto
controlado na parada
Sem pressão limite - Completar óleo
- Pouco óleo na motobomba - - Vazamento, consultar
Motobomba não sangrou após instruções de reparo.
troca do óleo

- Chave da válvula não


- Mudar a chave da válvula
Equipamento de resgate não está na posição „0“, com
motor funcionando (SKS) para a posição „0“ (SKS)
pode ser acoplado
- Engates danificados - Substituir engates

Descarga de óleo nas


mangueiras e em suas Vazamentos, dano possível Reparo pela Autorizada
juntas

Degradação das superfícies Contato com fluidos


Reparo pela Autorizada
das mangueiras hidráulicas químicos agressivos

Óleo vazando nos engates Vazamentos Substituir engates


40 | Descomissionamento / reciclagem

10 Descomissionamento / reciclagem
Depois de terminada a vida útil normal de serviços, o equipamento deverá ser
descartado corretamente. As partes individuais podem, contudo, ser utilizadas
novamente com certeza.

O óleo hidráulico precisa ser drenado completamente e coletado. Certifique-se que o


óleo hidráulico é descartado separadamente!

Para o descarte de todos os componentes do dispositivo e dos materiais de


embalagem, as condições de descarte do local específico serão aplicadas.

NOTA!
Favor consultar seu fornecedor com relação ao descarte
do equipamento.
Declaração de Conformidade EC | 41

11 Declaração de Conformidade EC
Reprodução da Declaração Oficial Devidamente Assinada
42 | Anotações
Anotações | 43
WEBER-HYDRAULIK GmbH
Heilbronner Straße 30 Industriegebiet 3 + 4
74363 Güglingen / Alemanha 4460 Losenstein / Áustria
Telefone +49 (0) 7135/71-10270 Telefone +43 (0) 7255/6237-120
Telefax +49 (0) 7135/71-10396 Telefax +43 (0) 7255/6237-12461
info@weber.de office@weber-hydraulik.at
www.weber-rescue.com
www.weber-rescue.com

Você também pode gostar