Você está na página 1de 25

UNIP INTERATIVA

Projeto Integrado
Multidisciplinar Cursos
Superiores de Tecnologia

TOTENS COPA DO MUNDO 2014

Limeira Pompeu
2014
UNIP INTERATIVA
Projeto Integrado
Multidisciplinar Cursos
Superiores de Tecnologia

TOTENS COPA DO MUNDO 2014


Terminais de computadores com informações da Copa do Mundo 2014 e
Jogos Olímpicos de 2016

NOME:CASSIANO RICARDO GEROMEL RA:1416324


Curso: Gestão da Tecnologia da Informação Semestre: 1º

apresentado para avaliação do rendimento escolar nas disciplinas de Estatística, Desenvolvimento sustentável, Ló
nais, da Universidade Paulista – UNIP.

Orientador: Prof. Jose Carlos Lorandi

Limeira Pompeu
2014
Dedicatória.

 Á minha mãe;

 A mais bela razão de eu existir;


Epigrafe.

“Algumas pessoas acham que foco significa


dizer sim para a coisa em que você vai se

focar. Mas não é nada disso. Significa dizer


não às centenas de outras boas ideias que

existem. Você precisa selecionar


cuidadosamente.” 
(Steve Jobs)
RESUMO

deste trabalho é desenvolver um projeto que proverá Terminais


ores para consultas sobre os jogos da Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016. Este sem dúvida é um desafio bastante

quantidade de pessoas que acessarão estes terminais, a quantidade de informações


que passarão pelos servidores e também a falta de conhecimento técnico das

pessoas que farão uso dos terminais. Por isso escolhemos usar sistemas simples e
com baixo uso de complexidade além de painéis “touchscreen”  e sistema de leitura

de comandos por voz para uso de pessoas com deficiência visual. Os terminais
serão instalados em pontos estratégicos nas principais capitais e sedes dos jogos.

Rio e São Paulo são as cidades com maior número de turistas e também serão
palco dos principais jogos. Escolhemos alguns pontos principais de metrô e ónibus,

centros de cultura e também na orla da praia de Copacabana no Rio, que contarão


com todas as informações dos eventos e pontos turísticos da cidade, bem como

localização dos jogos, quais as linhas e ônibus que levam até certo ponto e também,
é claro, notícias em tempo real. No desenvolvimento do projeto resolvemos utilizar

sistemas “opensource” e de desenvolvimento próprio, uma vez que são sistemas


com software livre com desempenho e confiabilidade como qualquer outro sistema.

Usaremos também componentes LTSP interligados nossos terminais Thin Client,


aos nossos servidores. Para melhor entendimento do projeto criamos diagramas,

gráficos e fluxogramas para um melhor entendimento do projeto.

Palavras-chave: Terminais, Copa do Mundo 2014, OpenSource, Rio, São Paulo.


ABSTRACT

The purpose of this project is to provide computer enquiry stations for the
2014 World Cup and 2016 Olympic games. This is without a doubt a complex
challenge due to the number of people accessing those terminals, the amount of data
"running"  through the servers and also the lack of knowledge of some people using
the stations. Taking all that in consideration we have chosen to use an easy and
convenient "system", touchscreen monitors and voice activation command for vision
impairment individuals. Those terminals will be strategically placed on the host cities.
Rio and São Paulo are cities with the highest number of tourists and will also host the
majority of the games. Bus and metro stations and places of interesting including
Copacabana beach will display those terminals containing all the information on the
games, main attractions, essential routes and transports as well as live news.
We decided to "use open source" and "own development" systems since they are the
most reliable ones. We will also have LTPS components linking our stations (Thin
Client) to our servers. To a better understanding of this project we created diagrams,
flow charts and graphics.

Key-words: Terminais, Copa do Mundo 2014, OpenSource, Rio, São Paulo.


LISTA DE FIGURAS:

Figura 1 - Chassi aberto Dell PowerEdge C6100 - fonte: www.dell.com.br................12


Figura 2 - Ilustração de sistema com LTSP................................................................14
Figura 3 - Imagem ilustrativa toten VS PNE – fonte: videosoft.com.br.......................15
Figura 4 – Imagem ilustrativa - Totem VS Display Vertical- -fonte
www.videosoft.com.br................................................................................................. 17
Figura 5 - Exemplo de tema responsivo - fonte: ferramentasblog.com......................22
Figura 6 - Fluxograma de funcionamento do aplicativo - fonte: O mesmo.................23
Figura 7- Estatísticas de acesso - fonte: o mesmo.....................................................24

LISTA DE TABELAS:

Tabela 1 - Custo mensal do projeto - fonte - o mesmo...............................................20


Tabela 2 - Custo de compra dos equipamentos – fonte – o mesmo..........................21
SUMÁRIO.

1. Introdução 09

2. Desenvolvimento 09

3. Servidores 10

4. Infraestrutura de T.I 11

4.1 Componentes de hardware do servidor 12

5. Sistema operacional Linux 13

5.1 Componente LTSP 14

6. Totens 14

6.1 Tipo de totens a serem instalados 15

6.1.1 Totem VS PNE 15

6.1.2 Totem VS Display Vertical 17

6.1.3 Sistema de Alimentação de energia renovável 18

6.2 Locais de instalação dos totens 18

6.2.1 Sistema de locação terceirizada dos totens 19

7. Custo do projeto 20

8. Aplicativos dos terminais 21

9. Coleta de dados 23

10. Conclusão 25

11. Referências 25
9

1 INTRODUÇÃO

 A economia mundial nos últimos anos tem passado por altos e baixos, porem
o Brasil tem conseguido manter-se estável e muitos economistas apontam que isso
está ocorrendo por causa da Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.
Estes dois grandes eventos contribuirão ainda mais para que o Brasil se destaque no cenário mundial. A c
 junho e 13 de julho e as Olimpíadas de 2016 que terá como sede a cidade do Rio de

Janeiro.

Para isso vem sendo necessário grandes investimentos para a construção e


stádios, hotéis, aeroportos, sistemas rodoviários e um massivo
m infraestrutura de T.I. Para facilitar a presença das pessoas nos locais onde acontecerão os eventos as prefeituras, por licitação

empresa , GOKUSU Missões Críticas em T.I. para desenvolver e implementar um


projeto que vista a instalação de terminais de computadores (Totens) em diversos

locais do São Paulo e do Rio de Janeiro. Estes terminais serão de livre acesso à
população e disponibilização informações importantes sobre os jogos, as cidades

sede, os locais onde estão sendo os jogos, horário dos jogos, como chegar a tais
locais, pontos turísticos, mapas, números de emergência entre outros;

2. DESENVOLVIMENTO

O desenvolvimento deste projeto consistira em:

 Estudo dos locais a serem instalados os totens;


 Tipo de totens a serem instalados;
 Levantamento de recursos para instalação dos totens;
 Sistema de abastecimento de energia renovável;
 Sistema de operação dos totens;
 Funcionamento e manutenção do sistema.
Primeiramente todo como todo projeto deve se seguir algumas etapas para
que seja concluído de maneira satisfatória, portando este projeto terá o seguinte
cronograma.

1.Iniciação;

2.Planejamento;

3. Execução;

4.Monitoramento e Controle;

5. Encerramento.

Todo o planejamento para execução das atividades seguem os seguintes


tópicos

 Cronograma do Projeto;
 Cronograma de Responsabilidades;
 Custos do Projeto;
 Custos de Equipamentos;
 Custo de Treinamento
 Custos de Recursos;
 Custo total do Projeto.

Para este projeto em específico seguiremos um caminho contrário, primeiro


desenvolveremos a estrutura de T.I. necessária para atender os totens e depois
passaremos para o projeto ou compra dos mesmos. Essa reformulação é necessária
visto que o projeto de T.I. é muito mais complexo do que o desenvolvimento dos
Totens; com isso iniciaremos os estudos partido dos servidores, o coração do
projeto.

3 SERVIDORES
 Antes de falarmos dos terminais que serão implementados precisamos
falar do básico, de onde sairão as informações, onde elas ficarão armazenadas e
como serão transmitidas do servidor para todos os terminais. O servidor é um
computador que possui sistema de computação centralizada e fornece serviços a
uma rede de computadores. Os computadores que se comunicam com os
servidores são chamados de clientes (neste caso terminais ou totens)

O servidor que utilizaremos em nosso sistema usa o que há de mais novo no


mercado de T.I., a computação nas nuvens, onde o servidor compartilhará o sistema
operacional com outros clientes por meio da rede, fazendo com que os terminais não
precisem ter sistema operacional próprio, nem mesmo um disco rígido. Todo o
conteúdo ficará disponível no servidor principal, que será responsável por todas as
tarefas de desenvolvimento, armazenamento, atualização, backup, escalonamento,
etc.

Um computador-servidor pode dispor de vários serviços simultâneos sem


prejudicar o funcionamento do mesmo e também dos terminais há ele conectado.
Para que este servidor funcione como queremos é necessário que ele tenha
instalado um sistema operacional que reconhece a rede do tipo cliente-servidor.
Podemos destacar os seguintes sistemas operacionais para servidores desse tipo:

- Unix
- Linux
- FreeBSD
- Novell
- Windows Server edições XP, 7 e agora Windows 8 server.

Neste projeto utilizaremos o sistema operacional Linux uma vez que é hoje o
mais estável do mercado quando pensamos em sistemas de código aberto, que há
gera custo de aquisição do sistema. Por se tratar de um software livre, de código
aberto, usaremos software específico para a comunicação entre os clientes e o
servidor por intermédio do componente LTSP (Linux Terminal Server Project).

4 INFRAESTRUTURA DE TI
Por se tratar de um projeto robusto vamos precisar de uma infraestrutura de
TI complexa com dois servidores que ficarão localizados em São Paulo e precisarão
de componentes de hardware mostrados abaixo. Tais servidores precisam
obrigatoriamente ser de última geração independente do custo de aquisição dos
mesmos uma vez que serão eles que efetuarão todas as rotinas e processos
exigidos pelos terminais. Para facilitar o processo de instalação e configuração dos
servidores adquirimos duas peças com o mesmo sistema operacional e com
configurações idênticas conforme mostradas abaixo.

4.1 COMPONENTES DE HARDWARE DO SERVIDOR

Quadro 1 – Configuração dos servidores Dell PowerEdge C6100

Componente Tipo
DoisRam
Processador Memoria processadores Intel® Xeon® 5500/5600
4 pentes de 16 GB (1.066 MHz) ecológica da Samsung 2 DISCOS SATA de 2,5” (7.200 RPM) DE 1 TB PA
 Armazenamento 4 Discos SSD de 100Gigas cada ligados em RAID 0 espelhamento
Linux Debian 7.0 Wheezy Fonte redundante de 750 W
 Armazenamento 2 Sistema Operacional
 AST2050 com 64 MB de RAM
 Alimentação Placa de vídeo
 Altura x Largura x Profundidade: 87,6 mm x 447,1 mm x 805,2 mm
Chassi

Figura 1 - Chassi aberto Dell PowerEdge C6100 - fonte: www.dell.com.br


 A DELL  fornece material de consulta sobre sustentabilidade no
desenvolvimento e aplicação dos servidores da empresa, o referido material poderá
ser consultado no site: http://bit.ly/serverambiente.

5 SISTEMA OPERACIONAL LINUX


tem sua origem no Unix, um sistema operacional multitarefa e multiusuário que tem a vantagem de rodar em uma
computadores. O Linux surgiu de forma muito interessan

1991, quando um programador finlandês de 21 anos, Linus Benedict Torvalds,


enviou a seguinte mensagem para uma lista de discussão na Internet: "Olá para
todos que estão usando Minix. Estou fazendo um sistema operacional free (como
 passatempo) para 386, 486, AT e clones". Minix era um limitado sistema operacional
baseado em Unix que rodava em microcomputadores maquiavélicos como o AT.
Linus pretendia desenvolver uma versão melhorada do Minix e mal sabia que seu
suposto "passatempo" acabaria num sistema engenhosamente magnífico. Muitos
acadêmicos conceituados ficaram interessados na ideia do Linus e, a partir daí,
 programadores das mais variadas partes do mundo passaram a trabalhar em prol
desse projeto. Cada melhoria desenvolvida por um programador era distribuída pela

Internet e, imediatamente, integrada ao núcleo do Linux.

Linux é um sistema operacional, programa responsável pelo funcionamento


do computador, que faz a comunicação entre hardware (impressora, monitor,
mouse, teclado) e software (aplicativos em geral). O conjunto de um kernel e demais
 programas responsáveis pela comunicação com este é o que denominamos sistema

operacional. O kernel é o coração do Linux.¹

Utilizando ferramentas abertas baseadas no sistema operacional GNU/LINUX,


a uma solução para implantação de servidor em rede de terminais.
nto, os servidores serão encarregados de atender os terminais e o desempenho das estações estará ligado ao Sistema Operacio

com os hardwares dos servidores utilizados. O sistema operacional deverá alocar no


servidor, os recursos necessários para a execução da aplicação dos usuários,

compartilhando também os recursos já alocados para a aplicação de outro usuário,


se for necessário.
5.1 COMPONENTE LTSP

O componente LTSP, quando utilizado com o sistema operacional Linux, tem


a função de conectar computadores clientes a servidores. O LTSP ou Linux Terminal
Server Project é um projeto em código aberto licenciado pela GNU. Atualmente, o

LTSP é a solução mais usada para conectar clientes e servidores.

 A iniciativa de usar o LTSP mostra-se interessante pela redução do custo de


aquisição de computadores novos, mas além da economia há outras vantagens em
se montar um LTSP Server:

 Redução do impacto da TI sobre o meio ambiente com o aproveitamento


maquinas velhas evitando o aumento do lixo tecnológico;
 Redução do consumo de energia, pois os terminais não precisam de disco
rígido e exigem muito pouco do hardware;
 Simplicidade de administração já que todas as tarefas administrativas são
feitas em uma máquina local, o LTSP Server;
 Uso de software livre garantindo a independência de fornecedores, a redução
de custos com licenciamento de software, dentre outros motivos.

Figura 2 - Ilustração de sistema com LTSP 

6 TOTENS
Chegamos agora a parte interessante do projeto e sem dúvida a mais
discutível. Existem n tipos de totens que poderíamos usar neste projeto, cada um
com sua peculiaridade e sem dúvida todos atenderiam de forma razoável nossos
requisitos mínimos. Hoje em dia tanto a pessoa física quanto a jurídica precisa se
preocupar com a sustentabilidade, corte de desperdícios, melhoria em consumo de
energia e principalmente em poupar ao máximo os recursos não renováveis.
Pensando nisto montaremos Totens usando a tecnologi a “ThinClient”  com sistema
de alimentação solar e com estrutura em fibra de vidro e revestimento frontal em aço
escovado.

6.1 TIPO DE TOTENS A SEREM INSTALADOS

Para este projeto resolvemos terceirizar a montagem, programação e


instalação dos Totens de auto atendimento. Após cotação com várias empresas no
mercado, dentre elas Droid, Videosoft, Acqua e outras 3 empresas resolvemos
fechar com a Videosoft. A empresa pioneira no desenvolvimento dessa tecnologia e
tem um grande portfolio de empresas de renome já como parceiras.

Escolhemos dois tipos de totens para usar conforme explicado abaixo cada
um:

6.1.1 TOTEM VS PNE:

O Totem VS PNE foi adaptado e desenvolvido especialmente para atender


pessoas com necessidades especiais. Além de contar com a tela sensível ao toque,
será instalado também teclado com trackball   e marcações em braile, bem como
sistema de leitura da tela, onde todas as informações que aparecem na tela serão
“lidas”.

De acordo com as normas ABNT NBR 9050 deficientes tem o direito de ter
acesso aos terminais.

Figura 3 - Imagem ilustrativa toten VS PNE – fonte: videosoft.com.br


Principais Características

 Armazenamento da CPU

O modelo VS Display, permite a inclusão dos componentes eletrônicos


da CPU no próprio totem, facilitando a manutenção, já que apenas o
gabinete pode ser removido e encaminhado à assistência técnica.

 Estrutura do totem em fibra de vidro

 A fibra de vidro empregada no totem garante a mesma resistência que


o aço com a vantagem de possuir fácil manutenção e grande
durabilidade.

 Revestimento frontal com lâmina de aço escovado

 A parte frontal do VS Display é totalmente revestida com uma lâmina


de aço escovado, que evidencia a qualidade e o visual moderno deste
modelo.

 Segurança nos equipamentos eletrônicos

Para garantir a segurança dos equipamentos, os componentes


eletrônicos estão acessíveis através das portas traseiras, que podem
ser abertas somente com as chaves específicas.

 Monitor LCD widescreen 23 polegadas

O VS Display comporta monitores de grande porte, ideal para


apresentações em grandes formatos.

 Sistema de som integrado

Com a intenção de atender todas as especificações e facilitar a


manutenção, os totens permitem a inclusão de vários modelos de
caixas de som.

 Toque de tela
 Sensor de Presença

 Wi-Fi compartilhado

Possibilita habilitar hotspot   com wifi gratuito para as pessoas ao redor


do aparelho. Poderá ser configurado uma senha padrão ou deixar
aberto.

 CPU

Processador Intel Core i3

Placa Mãe Asus P8h61-m Le

4GB Memória RAM

HD 500GB

6.1.2 TOTEM VS DISPLAY VERTICAL:

Totem digital com design diferenciado, o modelo VS Display Vertical causa


excelente impacto. Sua ampla tela comporta monitores de até 42”, tornando-o ideal
para apresentações em grande formato, eventos, divulgação de produtos e serviços
de autoatendimento.

Têm as mesmas características do Totem VS PNE explicado acima


porem com grande monitor de 42” e sistema de estrutura reforçada e amplo
chamariz devido ao tamanho da peça.

Figura 4 – Imagem ilustrativa - Totem VS Display Vertical - fonte www.videosoft.com.br


Para não haver problema em qualquer tipo de ponto de instalação
resolvemos fazer a instalação em duplas, tendo sempre um de cada tipo em todo
local de instalação e passaremos a usar para fins de cotação e fechamento de
contas o nome de “Conjunto de Totens” para nomenclatura de ambos.

6.1.3 SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO DE ENERGIA RENOVÁVEL.


Será utilizado neste projeto, em ambos os totens, moderno sistema de
energia solar para funcionamento dos totens. Para tanto será necessário também
uma opção alternativa de alimentação caso ocorra algum problema nas células foto
líticas ou em qualquer outro componente solar.

aicos são capazes de gerar energia elétrica através das


ovoltaicas. As células fotovoltaicas são feitas de materiais capazes de transformar a radiação solar diretamente em en

chamado “efeito fotovoltaico”. Hoje, o material mais difundid o para este uso é o
silício.¹

O módulo solar fotovoltaico é composto por cédulas conectadas em arranjos,


o módulo solar normalmente necessita de um acumulador de energia, a bateria.

6.2. LOCAIS DE INSTALAÇÃO DOS TOTENS.

Os terminais de acesso (totens) serão instalados em diversos pontos das cidades,


estes pontos são os locais de maior concentração de turistas.

Na cidade do Rio de Janeiro foram selecionados estes pontos:

  Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão - Antônio Carlos Jobim;


  Aeroporto Santos-Dumont;
 Nas estações de Metro Presidente Vargas; Cinelândia; Largo do Machado;
Botafogo; São Cristóvão; Central; Praça Onze.
Terminal Rodoviário Novo Rio;
Cristo Redentor;
Floresta da Tijuca;
Pão de açúcar;
Lagoa Rodrigo de Freitas;
Santa Teresa;
Arcos da Carioca;
Jardim Botânico;
 Rocinha;
Mirante Dona Marta;
Teatro Municipal.

Na cidade de São Paulo foram selecionados estes pontos:

 Aeroporto Internacional de São Paulo / Guarulhos - Governador André Franco


Montoro;
  Aeroporto de São Paulo / Congonhas;
 Nas estações de Metro (Sé; Jabaquara; Santa Cruz; Tucuruvi; Tiradente;
Grajaú; Morumbi; Ceasa)
 Terminal Rodoviário do Tietê;
 Terminal Rodoviário da Barra Funda;
 Terminal Rodoviário do Jabaquara;
   MASP;
 Catedral da Sé;
 Mercado Municipal;
 Museu do Ipiranga;
 Museu de Arte Contemporânea – MAC;
 Galeria do Rock;
 Parque do Ibirapuera.

Cada local de instalação citado acima poderá ter mais de um conjunto de totens
instalado no mesmo local em diferentes lugares. O quantitativo exato poderá ser
conferido na Tabela 2 - Custo de compra dos equipamentos.

6.2.1 SISTEMA DE LOCAÇÃO TERCERIZADA DOS TOTENS.


Pensando no bem estar de nossos visitantes, fechamos uma parceria com a
empresa VIDEOSOFT e fechamos um pacote de locação terceirizada de Totens
para serem usados nas referidas datas. Os aparelhos terão as mesmas
configurações adotadas no nosso sistema, podendo o locador pagar a parte
qualquer tipo de adaptação do mesmo para o seu estabelecimento comercial. Para
baratear o custo dessa locação a prefeitura da cidade não cobrará qualquer custo
mensal para o uso dos servidores, banda larga, etc. O custo mensal da locação do
aparelho para qualquer tipo de estabelecimento é de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e
 já tivemos mais de 100 encomendas por parte de hotéis, redes de supermercados,
casas noturnas, etc.

7. CUSTO DO PROJETO.

O custo do projeto será explanado em duas planilhas. Uma com o custo


referente a compra dos equipamentos necessários para fazer o projeto funcionar e
outra planilha do custo mensal aproximado para manter o projeto em funcionamento,
manutenção quando defeitos não cobertos pela garantia de 3 anos dos produtos e
também custos extras.

Tabela 1 - Custo mensal do projeto - fonte o mesmo


Custo mensal do projeto
Favorecido Descritivo Quantidade Custo m ensal u nitario Custo Total
Custo mensal de link dedicado de
10mb/s com 45 ips f ixos 1 para cada equipamento - preço unitario do
Embratellink de 1 m e ga.106006000

Custo do sistema VS Control /


Garantia On Site Cobrindo qualquer manutenção, visita, concerto e monitoramento da s m aquinas
Co-locação de sala refri gerada para o servidor e sistema de gerenciamento, atualização, backup
e mo nitoramento.
Videosoft 38 100 3800

Locaweb 2 1000 2000


Custo total mensal do projeto R$ 11.800,00
Tabela 2 - Custo de compra dos equipamentos
Custo de compra dos equipamentos
Componente DescritivoQuantidade Custo d e A quisição U nitário Custo T otal
Compra de servidores conforme
Servidores Dell descrito n o q uadro 1 2 R$ 15.000,00 R$ 30.000,00
Conjunto d e T otens ( 1 d e c RJ A eroporto G aleão 4 R$ 7.000,00 R$ 28.000,00
ada)
Conjunto d e T otens RJ A eroporto S antos-Dumont 6 R$ 7.000,00 R$ 42.000,00
Conjunto d e T otens Metro P residente V argas 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e To tens Metro C inelandia 2 R$ 7.000,00 R$ 14.000,00
Conjunto d e T otens Metro L argo d o M achado 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto de To tens Metro Bo tafogo 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens Metro S ão C ristovão 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto de To tens Metro Ce ntral 2 R$ 7.000,00 R$ 14.000,00
Conjunto d e To tens Metro P raça O nze 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens RJ C risto R edentor 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens RJ F loresta d a T ijuca 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens RJ L agoa R odrigo d e F reitas 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto de To tens RJ Sa nta Te resa 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens RJ A rcos d a C arioca 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens RJ Ja rdim B otânico 2 R$ 7.000,00 R$ 14.000,00
Conjunto de To tens RJ Ro cinha 2 R$ 7.000,00 R$ 14.000,00
Conjunto d e T otens RJ M irante D ona M arta 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens RJ T eatro M unicipal 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens SP A eroporto C ongonhas 4 R$ 7.000,00 R$ 28.000,00
Conjunto d e T otens SP A eroporto G uarulhos 6 R$ 7.000,00 R$ 42.000,00
Conjunto de To tens Metro Se 2 R$ 7.000,00 R$ 14.000,00
Conjunto d e To tens Metro Ja baquara 2 R$ 7.000,00 R$ 14.000,00
Conjunto d e To tens Metro Sa nta C ruz 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto de To tens Metro Tu curuvi 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e To tens Metro Ti radentes 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto de To tens Metro Gr ajau 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto de To tens Metro M orumbi 2 R$ 7.000,00 R$ 14.000,00
Conjunto de To tens Metro Ce asa 2 R$ 7.000,00 R$ 14.000,00
Conjunto d e Totens Rodoviaria T iete 2 R$ 7.000,00 R$ 14.000,00
Conjunto de Totens Rodoviaria Barra Funda 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens Rodoviaria Ja baquara 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto de To tens SP Ma sp 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e To tens SP C atedral d a Sé 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens SP M ercado M unicipal 2 R$ 7.000,00 R$ 14.000,00
Conjunto d e T otens SP M useu d o Ip iranga 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens SP M useu d e A rte C ontemporânea 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens SP G aleria d o R ock 1 R$ 7.000,00 R$ 7.000,00
Conjunto d e T otens SP P arque d o Ib irapuera 3 R$ 7.000,00 R$ 21.000,00
Custo total do projeto R$462.000,00

8 APLICATIVOS DOS TERMINAIS:

Foram desenvolvidos aplicativos exclusivamente para os totens. Ambos foram


feitos da forma responsiva, onde por meio de codificação CSS as telas se adaptam
ao tamanho da tela. Esta medida foi adotada pois o sistema usado nos totens
poderão ser acessados também pelo site www.copadomundo2014.com.br/celular. 
Figura 5 - Exemplo de tema responsivo - fonte: ferramentasblog.com

ntém informações sobre os jogos e as competições, horário e


tos, pontos turísticos, meios de transportes, locais para hospedagem e telefones úteis. Em todas as telas existirá um botão para r

caso seja necessário alterar algum dado.

O sistema fara automaticamente a escolha de mostrar informações sobre a


Copa do Mundo 2014 ou sobre as Olimpíadas de 2016. Esta opção se dará pela
data da consulta. Até agosto de 2014 apresentará somente informações relevantes à

Copa do Mundo, após esta data sobre as Olimpíadas.

O sistema será bastante simples e intuitivo. Na tela inicial o usuário fará a


escolha entre 4 línguas – Inglês – Português – Frances – Alemão. Feita a escolha o
usuário poderá escolher entre 6 outras opções, que são:

Próximos Jogos; Notícias do Mundo; Meios de Transporte; Pontos Turísticos;


Hospedagem; Telefones úteis e de emergência.

 Ao selecionar qualquer uma das opções o usuário poderá escolher:

Compartilhar por e-mail, por bluetooth; Ou pelas redes sociais as informações


que aparecem na tela; Voltar para a tela anterior ou Sair.

Caso o usuário escolha compartilhar via e-mail, aparecerá nova tela onde ele
deverá digitar: Nome; E-mail, etc. O interessante do sistema é o compartilhamento
por bluetooth, onde as informações da tela do totem será enviado automaticamente
para o celular do usuário, onde ele poderá acompanhar o trajeto ou ler a notícia na
integra ao invés de ficar na frente do terminal.
 As etapas descritas foram planejadas com o intuito de coletar dados dos usuários a
fim de que possam servir de base para um estudo estatístico.

Segue abaixo o fluxograma para maior entendimento do processo:

Figura 6 - Fluxograma de funcionamento do aplicativo - fonte: O mesmo

9 COLETA DE DADOS
Com o intuito de conhecer o público que usa os terminais teremos retorno de
dados estatísticos em tempo real dos seguintes dados:

 Em tempo real contador que mostra número de usuários online em todos os


totens.
 Localização do Totem
 Quantidade de acessos bruto no dia
 Tempo de permanência
 Linguagem escolhida
 Categoria escolhida (pontos turísticos, informações de jogos, notícias,
telefones de emergência, etc.)
 Quando do uso do wifi
 Tipo de dispositivo (celular, tablet ou notebook)

 Abaixo demonstramos um tipo de relatório gerado que mostra a quantidade de


acessos em um único dia de um totem, demonstra também a quantidade de
visitas deste mesmo totem no mês, quantidades de páginas visitadas, número de
páginas por visita, duração média de cada pessoa, taxa de rejeição (quando o
usuário entra vê rapidamente e sai) e a porcentagem de novas visitas (pessoas
novas que acessam o totem, dado colhido quando ela digita o nome na hora de
compartilhar)

Figura 7- Estatísticas de acesso - fonte: o mesmo


10 CONCLUSÃO.

O projeto foi concebido para auxiliar os turistas frequentadores da Copa do


Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016 nas cidades de São Paulo e do Rio
de Janeiro. No projeto aqui apresentado concluímos o mesmo usando sistemas de
baixo custo de aquisição e manutenção bem como usando materiais sustentáveis,
práticas de acessibilidade para portadores de necessidades especiais e com
destaque para o sistema de energia renovável que servirá para economia do projeto
bem como exemplo para o mundo. Os visitantes terão acesso a todo tipo de
informação sobre os jogos, bem como outras informações cruciais para o bom
convívio e aproveitamento da visita. Da parte política, teremos um retorno de dados
muito importante para traçarmos o perfil dos visitantes. Acredito que o custo final do
projeto deu-se dentro do esperado, principalmente o custo de manutenção mensal
que foi algo que preocupava as prefeituras.

11. REFERENCIAS.

¹ -Fonte – http://www.vivaolinux.com.br/linux/ Consultado em 08/04/2014

² - Fonte - http://www.neosolar.com.br/ Consultado em 08/04/2014