Você está na página 1de 10

4/13/2021

Arquitetura e Organização de Este trabalho está licenciado com uma Licença


Creative Commons – Atribuição-
Computadores NãoComercial-SemDerivações 4.0
Internacional.
Prof. Nelson Miguel Betzek

O que é a memória? Hierarquia de memórias


• Analogia: • Quantidade de dados armazenados
– Máquina de fotocópia – Muito grande
• Para que fazer cópias? • Porém, são utilizados por pouco tempo
– Arquivamento.
• Na maior parte do processamento
– Ocorre repetição das tarefas
– Poucos dados são utilizados
• A memória é utilizada para armazenar dados
• Então, é necessário:
para utilização posterior.
– Menos memória para executar
– Mais memória para armazenar

Memórias diferentes para cada uso Memória


• Velocidades diferentes = custos diferentes
• Maximizar desempenho
• Estão intimamente ligadas ao processador,
• Reduzir custo chipset, placa mãe.

• É o local onde o processador busca


programas, dados e instruções para serem
processadas.

• É muito importante no funcionamento e


performance do computador.

1
4/13/2021

Memória Memória

• Principais fatores de sua importância: – Performance: o quanto de memória que se utiliza


afeta dramaticamente a performance de um
sistema inteiro;
– Performance
– Integridade: memórias ruins podem gerar
– Integridade problemas misteriosos;

– Expansão: a maioria dos softwares demandam


– Expansão mais e mais memórias e o fato de poder trocar por
outras de maior capacidade é bastante
considerável.

Níveis de memória Níveis de memória


• Registradores (armazenamento interno) • Memória Cache (entre registradores e
– Armazenamento de curto prazo memória principal)
– Uso intensivo pelo computador – Armazenamento de curto prazo
– Usa-se: memória volátil extrema rápida – Uso intensivo pelo computador
– Custo por bit muito alto – Usa-se: memória volátil muito rápida
– Custo por bit: alto

Níveis de memória Níveis de memória


• Memória Principal (armazenamento interno)
– Armazenamento de médio prazo • Memória secundária (armazenamento externo)
– Uso mediano pelo computador – Armazenamento de longo prazo
– Usa-se: memória volátil de velocidade média – Pouco usados pelo computador
– Custo por bit médio – Usa-se: memória não volátil lenta
– Custo por bit baixo

2
4/13/2021

Níveis de memória Tipos de memória x uso

• Memória de segurança
– Armazenamento de muito longo prazo
– Talvez nunca sejam usados pelo computador
– Usa-se: memória não volátil muito lenta
– Custo por bit extremamente baixos.

MEMÓRIAS Memória Interna ou Primária


• Organizadas Hierarquicamente
– Registradores
– SRAM - Cache L1 • Memórias que o processador pode endereçar
– SRAM - Cache L2
– SRAM - Cache L3 diretamente, sem as quais o computador não
– DRAM pode funcionar.
– SSD (solid-state drive)
– Discos Magnéticos
– Discos Ópticos

Memória Interna ou Primária Memória Primária


• Fornecem uma ponte para as secundárias, mas a sua • Tem por finalidade armazenar toda a
informação que é manipulada pelo
função principal é a de conter a informação
computador - programas e dados.
necessária para o processador num determinado
momento • Para que um programa possa ser manipulado
• Ex.: memória DRAM, memórias SRAM (cache), pelo computador, precisa estar armazenado
na memória principal .
registradores.

3
4/13/2021

Memória Externa ou Secundária Memória Externa ou Secundária

• Não podem ser endereçadas diretamente, a • Não são voláteis, permitindo guardar os dados
informação precisa ser carregada em memória permanentemente.
primária antes de poder ser tratada pelo • Memória de disco, por serem de acesso mecânico,
processador. tem uma velocidade muito inferior à do
processador.

• Ex.: HD (Raid), memória óptica.

MEMÓRIAS Características dos sistemas de memória

• O ideal seria usar apenas a memória mais


• Localização.
rápida, entretanto, como são caras, o tempo
• Capacidade.
de acesso é sacrificado em favor de um custo • Unidade de transferência.
mais baixo, utilizando memórias mais lentas. • Desempenho.
• Tipo físico.
• Características físicas.

Capacidade
Localização

• Normalmente expresso em termos de Bytes.

• Interna: registradores, SRAM (cache), DRAM. • Quantidade, depende do tipo de memória.

• Externa: SSD, discos magnéticos, discos


ópticos.

4
4/13/2021

Unidade de transferência Desempenho


• Tempo de acesso (latência):
• Para a memória principal: É o número de bits lidos • Tempo entre apresentar o endereço e obter os dados
ou escritos na memórias de uma só vez. válidos.
• Tempo gasto para realiza uma operação de leitura ou
escrita, ou seja, o tempo desde o instante em que um
• Para a memória externa: os dados normalmente são
endereço é apresentado à memória até o instante em que
transferidos em unidades muito maiores que uma os dados foram armazenados ou se tornaram disponíveis.
palavra e estas são chamadas de blocos. • Tempo gasto para posicionar o mecanismo de leitura-
escrita no local desejado.

Desempenho Tipos físicos

• Semicondutor:
• Tempo de ciclo de memória:
– DRAM.
– Tempo que pode ser exigido para a memória se
“recuperar” antes do próximo acesso. • De superfície Magnética:
– Tempo de ciclo = acesso + recuperação. – Disco magnético.
• Óptico:
• Taxa de transferência: – CD e DVD.
– Taxa em que os dados podem ser movidos. • Circuitos integrados
– SSD

Memória - Características
Características físicas
• Capacidade
• Voláteis
– Deteriora naturalmente • Tempo de acesso
– Necessita refresh.

• Custo
• Não voláteis
• Frequência de acesso

5
4/13/2021

Relação entre as características


Hierarquia de Memória
principais da memória
• À Medida que descemos a
• Tempo de acesso mais rápido, maior custo por bit. hierarquia de memórias:
– O custo por bit diminui;
– A capacidade de
• Maior capacidade, menor custo por bit. armazenamento aumenta;
– O tempo de acesso aumenta,
• Maior capacidade, tempo de acesso mais lento. mais lento;
– A frequência de acesso à
memória pelo processador
diminui.

Hierarquia de memória Memória - Tipos


• As memórias menores, mais caras e mais
rápidas são complementadas por memórias • ROM (Read-Only Memory)
maiores, mas baratas e mais lentas.
• DRAM (Dynamic Random Access Memory)

• SRAM (Static Random Access Memory) - Cache

ROM (Read-Only Memory) ROM (Read-Only Memory)


• É um circuito eletrônico de memória onde os • A memória ROM clássica não pode ser
dados não podem ser modificados, o alterada ou apagada.
conteúdo é sempre o mesmo.
• Existem algumas variações de ROM que
• Quando o computador é desligado, os dados podem ser alteradas, depende do tipo de
permanecem armazenados. Circuito Integrado (CI) usado na fabricação da
ROM.

6
4/13/2021

Classificações de ROM Memória ROM


• Aparelhos digitais comportam uma ROM
• PROM – programável por meio de um para realizarem suas tarefas básicas.
programador de ROM
• Calculadora, controle remoto, impressora,
• EPROM – apagável e programável (acrílico e AP, Roteadores, Switch, ...
ultravioleta)

• EEPROM - apagável e programável


eletronicamente.

Memória ROM ROM (Read-Only Memory)


• Sempre que um equipamento é iniciado, ele • Armazena os programas necessários para
necessita de informações existentes em algum iniciar as atividades do equipamento.
lugar para carregar suas funções básicas e/ou
principais de uma forma que elas sempre
• Contém programas de ajustes ou de
sejam acessíveis e não se apaguem ao inicialização de algum circuito.
interromper a alimentação.

Memória ROM DRAM


• É responsável por armazenar a BIOS, que é • É a unidade de armazenamento do
responsável por "acordar" todos os computador;
componentes e também pelos auto-testes de • A memória principal é organizada em células;
memória e outros componente do hardware.
• Célula é a menor unidade da memória que
pode ser endereçada;
• A célula tem tamanho fixo.

7
4/13/2021

DRAM - Célula DRAM - Célula


• É composta de um determinado número de • É identificada por um endereço único, e assim é
bits; referenciada pelo sistema e pelos programas;

• Todas as células de um computador tem o


mesmo tamanho, ou seja, todas as células tem • Endereço é o localizador da célula, e permite
o mesmo número de bits. identificar cada célula.

Unidade de Transferência Capacidade


• Medida em Bytes (8 bits)
• É a quantidade de bits que é transferida: • 1KB=210, 1MB=220, 1GB=230, 1TB=240 B
– da memória em uma única operação de leitura; ou
– para a memória em uma única operação de
escrita.

Capacidade da memória principal


• T=N*M

• T = capacidade da memória;
• N = nro de endereços (2x , sendo x=nro de bits
do endereço);
• M = nro de bits de cada célula.
• Obs.: para Bytes, multiplica a capacidade em
bits por 8 ou converter o tamanho da célula
para Byte.

8
4/13/2021

Exemplo Memória Principal


• Uma memória DRAM tem um espaço máximo
de endereçamento de 4K células.
• Cada célula pode armazenar 16 bits.

• Qual o valor total de Bytes que podem ser


armazenados nesta memória?
• Qual o tamanho de cada endereço?
Quantos bits são armazenados em cada célula?
• Quantos bits tem o endereço de memória?

Memória Principal Comunicação entre CPU e MP

MBR MAR

• Quantas células de memória?


• Qual a capacidade de armazenamento?

RDM - Registrador de Dados de REM – Registrador de Endereço da


Memória (MBR) Memória (MAR)

• Armazena temporariamente a informação • Armazena temporariamente o endereço de


(conteúdo de uma ou mais células) que está acesso a uma posição de memória, ao iniciar
sendo transferido da MP para a CPU (leitura) uma operação de leitura ou escrita.
ou da CPU para MP (escrita).
• Armazena a mesma quantidade de bits do
• Permite armazenar a mesma quantidade de barramento de endereço.
bits do barramento de dados.

9
4/13/2021

Comunicação entre CPU e MP Operação de Leitura


• Barramento de Dados 1. REM  outro registrador
– Interliga o RDM (MBR) à MP para transferência de a) O endereço é inserido no barramento de
dados entre MP e CPU. É bidirecional. endereços.
• Barramento de Endereço 2. Sinal de leitura é colocado no barramento de
– Interliga o REM (MAR) à MP para transferência dos controle;
bits que representam um determinado endereço. 3. RDM  (MP(REM))
É Unidirecional.
– pelo barramento de dados
• Barramento de Controle
4. Outro registrador  RDM
– Interligam a UC à MP para transferência de sinais
de controle (write, read, wait). É bidirecional.

Operação de Escrita Exemplo


1. REM  outro registrador
a) O endereço é inserido no barramento de
endereços.
2. RDM  outro registrador
3. Sinal de escrita é colocado no barramento de
controle;
4. (MP(REM))  RDM
– pelo barramento de dados

10