Você está na página 1de 12

C A D E R N O

P0701

APOIO À
APRENDIZAGEM 2020

Caderno de Atividades de Verificação da Aprendizagem

LÍNGUA PORTUGUESA
7º ano do Ensino Fundamental

Nome do estudante

Data de Nascimento do estudante

Caro estudante,
Você está participando do Projeto Apoio à Aprendizagem. Sua participação é muito importante.
• Este Caderno é composto de atividades de Língua Portuguesa.
• Responda com calma, procurando não deixar nenhuma questão em branco.
Boa Atividade!
P0701

Leia os textos abaixo.


Texto 1
Em menos de duas horas
O queniano Eliud Kipchoge se tornou o primeiro homem a correr a maratona em menos de
duas horas em 12 de outubro, quando estabeleceu um tempo de 1h 59min 40s em um percurso
especialmente preparado em Viena, na Áustria.
Disponível em: <https://glo.bo/2Vbn953>. Acesso em: 27 dez. 2019.

Texto 2
Mais medalhas
A menina prodígio americana Simone Biles totaliza aos 22 anos 25 medalhas, entre elas
19 de ouro, após as obtidas nos Mundiais de Ginástica, em outubro em Stuttgart (Alemanha),
superando, assim, o recorde histórico de 23 medalhas obtidas pelo lendário ginasta bielorrusso
Vitaly Scherbo nos anos 1990.
Disponível em: <https://glo.bo/2Vbn953>. Acesso em: 27 dez. 2019.
(P060174I7_SUP)
01) (P060174I7) Esses textos são semelhantes, pois
A) apresentam os grandes feitos do ginasta bielorrusso Vitaly Scherbo.
B) citam o tempo necessário para completar uma maratona de corrida.
C) descrevem as diferentes competições Mundiais de Ginástica.
D) mostram os recordes adquiridos por atletas profissionais.
Leia o texto abaixo.
A corrida de rolimãs
Thomas sentou em seu carrinho de madeira e desceu o quarteirão. O vento batia no
rosto, provocando uma sensação agradável naquela manhã de sábado.
Os rolamentos produziam um grande atrito com a calçada, causando um ruído alto e
desenhando longos riscos brancos por onde passavam. Na metade do caminho o veículo
5 atingiu uma velocidade considerável, obrigando o pequeno condutor a puxar o freio. O
pedaço de madeira tocou o chão e a aceleração foi diminuindo até o carrinho parar, quando
chegou à esquina.
O menino permaneceu sentado esperando Carlos, que logo concluiu a descida e
estacionou ao seu lado. Aquela tinha sido só a primeira corrida das férias. Levantaram-se e
10 cada um carregou seu veículo até o alto novamente, para começar tudo outra vez.
– Quanto tempo a gente leva para descer? – perguntou Thomas.
– Meu recorde é de 15,3 segundos – disse Carlos, orgulhoso. [...]
– Quantas vezes a gente já desceu essa rampa, se contarmos todas, desde o começo?
– Desde que tínhamos sete anos? [...]
15 – Umas dez mil vezes.
– Então quanto tempo da nossa vida já passamos fazendo isso? [...]
– Quarenta e uma horas!
– Puxa, já podíamos ter ido bem longe viajando tudo isso!
– Sim! Aposto que dava para ir até a Austrália. [...]
20 – Pena que chegamos tão rápido lá no fim da rua, não? – disse Thomas.
Carlos não parou para pensar. Apenas pegou impulso com os pés e começou a descer
a pista, aos gritos de “uhuuu”.
Thomas ficou olhando o amigo indo em sua frente, e teve uma vontade: a de que o
tempo simplesmente parasse enquanto estivessem descendo, para que aquela alegria
25 durasse pra sempre. [...]
RIESEMBERG, L, F. Disponível em: <http://www.riesemberg.com/2015/06/a-corrida-de-rolima-lfriesemberg.html>>.
Acesso em: 9 maio 2016. Fragmento. (SUP0328)
02) (P070143I7) A partir desse texto, conclui-se que os meninos
A) estavam alegres descendo a rua de rolimã.
B) gostariam de viajar para outro país de rolimã.
C) pediram ajuda para descer mais rápido de rolimã.
D) tinham medo de descer o quarteirão rápido de rolimã.
1 BL01P07
P0701

Leia o texto abaixo.

SINDI CONDOMINIOS DF. Senhor síndico. 2017. Disponível em: <https://goo.gl/s3D4aK>. Acesso em: 13 mar. 2018. (P060102H6_SUP)

03) (P060102H6) Esse texto é


A) um conto.
B) um diário.
C) uma carta.
D) uma notícia.

Leia o texto abaixo.

Disponível em: <http://migre.me/sl7p2>. Acesso em: 8 dez. 2015. (P050483H6_SUP)

04) (P050483H6) No segundo quadrinho desse texto, o vendedor de pipocas está


A) assustado.
B) curioso.
C) envergonhado.
D) irritado.
2 BL01P07
P0701

Leia o texto abaixo.

Beija-flores conseguem ver mais cores do que nós, revela estudo

Talvez você já tenha tentado imaginar uma cor nova, que nunca viu. Não é fácil – não
porque a tal cor não exista, mas porque o seu corpo não tem capacidade de enxergá-la. Essa
é uma diferença entre nós e os beija-flores. Uma pesquisa da Universidade de Princeton
revelou que esses pássaros enxergam cores que nós nem conseguimos imaginar.
5 Os humanos conseguem perceber as cores graças a três tipos de células presentes no
fundo do globo ocular, chamadas cones. Cada uma é responsável por captar um tamanho
diferente de onda eletromagnética e, portanto, uma tonalidade [...].
Os beija-flores, por outro lado, possuem quatro tipos de cones, um a mais que os
humanos. Esse tipo extra de célula permite que eles enxerguem ondas ultravioleta, bem
10 como a combinação de ultravioleta com vermelho, verde e azul. Para testar a capacidade
de distinção dos pássaros, a equipe de cientistas usou luzes de LED que emitiam quatro
comprimentos de onda: vermelho, azul, verde e ultravioleta. Cada cor era colocada ao lado
de dois bebedouros: um deles continha água, e o outro, água com açúcar. [...]
ROSSINI, Maria Clara. Beija-flores conseguem ver mais cores do que nós, revela estudo. In: Superinteressante. 2020.
Disponível em: <https://bit.ly/3hnIMc8>. Acesso em: 20 jul. 2020. Fragmento. (P070153I7_SUP)

05) (P070153I7) Qual trecho apresenta a informação principal desse texto?


A) “Talvez você já tenha tentado imaginar uma cor nova,...”. (ℓ. 1)
B) “Uma pesquisa da Universidade de Princeton revelou que esses pássaros enxergam cores que nós
nem conseguimos imaginar.”. (ℓ. 3-4)
C) “Os humanos conseguem perceber as cores graças a três tipos de células presentes no fundo do globo
ocular, chamadas cones.”. (ℓ. 5-6)
D) “Cada cor era colocada ao lado de dois bebedouros:...”. (ℓ. 12-13)

3 BL01P07
P0701

Leia os textos abaixo.

Texto 1

Disponível em: <http://encurtador.com.br/jnuyz/>. Acesso em: 9 maio 2019.

Texto 2
Ministério da Saúde quer vacinar 10 milhões de jovens e adolescentes contra meningite e HPV

Estudo realizado em 2017 indica que prevalência estimada do HPV nas capitais do Brasil é de
54,3%. Campanha visa aumentar a cobertura vacinal dos adolescentes de 9 a 14 anos contra o
HPV e Meningite C

O Ministério da Saúde está convocando 10 milhões de jovens e adolescentes para se vacinar


contra meningite e HPV (Papiloma Vírus Humano). Nesta terça-feira (13), o ministro Ricardo
Barros lançou, em Brasília, a Campanha de Mobilização e Comunicação para a Vacinação do
Adolescente contra HPV e Meningites. Deverão ser vacinadas contra o HPV meninas de 9 a 14
anos e meninos de 11 a 14 anos. Neste ano, o Ministério da Saúde está ampliando a faixa etária
da vacina meningite C, que agora passa a ser 11 a 14 anos de idade. No ano passado, estavam
sendo vacinados contra a doença meninos e meninas de 12 a 13 anos. [...]

Disponível em: <http://portalms.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/42748-ministerio-da-saude-quer-vacinar-10-milhoes-de-


jovens-e-adolescentes-contra-meningite-e-hpv>. Acesso em: 9 maio 2019. Fragmento.
(SUP050077H6)

06) (P050056I7) Esses textos são parecidos porque


A) apresentam a aventura de dois amigos.
B) divulgam um novo parque de diversões.
C) indicam a faixa etária a ser vacinada.
D) tratam de uma campanha de vacinação.

4 BL01P07
P0701

Leia o texto abaixo.

Diferentes tipos de esqueleto


Por dentro ou por fora, a estrutura sustenta o corpo de gente e de bicho também.

“Mexam o esqueleto!”, diz o professor de Educação Física, enquanto fazemos uma série de
exercícios. Nosso esqueleto é formado por mais de 200 ossos e sustenta o corpo, dando suporte
para os músculos. Além disso, protege órgãos vitais, como coração, pulmões e cérebro. Para
isso, o esqueleto precisa ser forte, e ele é! Nossos ossos são feitos de um mineral, a apatita.
Mamíferos, aves, répteis, anfíbios e peixes possuem esqueleto dentro do corpo, o endoesqueleto.
E quase todos têm ossos de apatita, como nós. A exceção fica por conta de alguns peixes – como
esturjões, tubarões e raias – que têm um esqueleto de outro material, a cartilagem. [...]
COSTA, Henrique Caldeira. Diferentes tipos de esqueleto. In: CHC. Disponível em: <http://chc.org.br/artigo/diferentes-tipos-de-
esqueleto/>. Acesso em: 1 jul. 2019. Fragmento. (P060119I7_SUP)

07) (P060119I7) Qual é o assunto desse texto?


A) A proteção dos órgãos vitais.
B) A realização de exercícios físicos.
C) Os esqueletos dos seres vivos.
D) Os músculos do corpo humano.

08) (P060123I7) Nesse texto, no trecho “Mamíferos, aves, répteis, anfíbios e peixes...”, o termo destacado
estabelece relação de
A) adição.
B) conclusão.
C) explicação.
D) oposição.

Leia o texto abaixo.

[...] Vou para o Faria Sobrinho e espero que seja um ano produtivo, que eu faça novas amizades e
reencontre amigos antigos. Fico triste em saber que vou ter que deixar o Sully. Ao mesmo tempo
fico feliz, pois novas oportunidades estão chegando abrindo as portas para o meu futuro.

Maria Eduarda Rodrigues Xavier [...].


FOLHA DO LITORAL. Estudantes falam sobre as expectativas para o 6º ano. 2019. Disponível em: <https://folhadolitoral.com.br/estudantes-
falam-sobre-as-expectativas-para-o-6-ano>. Acesso em: 17 jul. 2020. Fragmento. (P060180I7_SUP)

09) (P060180I7) Nesse texto, no trecho “... espero que seja um ano produtivo,...” a palavra destacada
estabelece relação de concordância com a palavra
A) amigos.
B) ano.
C) antigos.
D) tempo.

5 BL01P07
P0701

Leia o texto abaixo.

Pesquisa on-line mapeia temperamento de cães brasileiros


Iniciativa de universidades brasileiras e colaboradores internacionais pretende aprimorar
ciência do comportamento canino
O Centro de Pesquisa Aplicada em Bem-Estar e Comportamento Humano (CPBEC),
sediado no Instituto de Psicologia (IP) da USP, está desenvolvendo uma pesquisa a respeito
do temperamento dos cães.
Encabeçada pelas universidades brasileiras – USP, Unifesp, PUC-MG e Unip – com
5 coordenação da professora Carine Savalli e apoiada por colaboradores exteriores – a
pesquisa tem como objetivo a colaboração para a ciência do comportamento canino
através da observação de aspectos como comportamentos agressivos, ansiedade, medo,
obediência, excitabilidade e avaliação do comportamento dos animais diante de situações
agradáveis ou não.
10 O questionário pode ser respondido on-line e demanda aproximadamente 20 minutos
para ser completado. [...] As questões abordam características do animal, tratamento diário
e ambiente de convívio.
REDAÇÃO. Pesquisa on-line mapeia temperamento de cães brasileiros. In: USP. 2018. Disponível em: <https://bit.ly/2ZNULtj>.
Acesso em: 20 jul. 2020. Fragmento. (P070150I7_SUP)

10) (P070150I7) De acordo com esse texto, a palavra “Encabeçada” (ℓ. 4) significa
A) conhecida.
B) desajustada.
C) liderada.
D) ultrapassada.

Leia o texto abaixo.

O camelo e o bebê

Era uma vez um camelo e seu bebê, eles estavam conversando. O bebê perguntou:
“Mamãe, por que temos corcundas?”
A mãe respondeu:
“Nossas corcundas são para armazenar água para que possamos sobreviver no deserto”.
5 “Oh”, disse a criança, “e por que temos pés arredondados, mãe?”
“Porque eles são destinados a nos ajudar a caminhar confortavelmente no deserto.
Essas pernas nos ajudam a movimentar na areia.”
“Tudo bem. Mas por que nossos cílios são tão compridos?”.
“Para proteger nossos olhos da poeira e da areia do deserto. São as capas protetoras
10 dos olhos”, retrucou a mãe camelo.
O bebê camelo pensou por um tempo e disse: “Então nós temos corcundas para armazenar
água para viagens ao deserto, cascos arredondados para nos manter confortáveis quando
caminhamos na areia do deserto, e longos cílios para nos proteger da areia e poeira durante
uma tempestade no deserto. Então, o que estamos fazendo em um zoológico?”
15 A mãe ficou orgulhosa! [...]
Disponível em: <https://cursodebaba.com/historia-infantil-curta/>. Acesso em: 31 jul. 2020. Fragmento. (P050619I7_SUP)

11) (P050619I7) Nesse texto, no trecho “A mãe ficou orgulhosa!” (ℓ. 15), o ponto de exclamação foi usado para
A) apontar deboche.
B) destacar impaciência.
C) realçar desconhecimento.
D) sugerir satisfação.
6 BL01P07
P0701

Leia o texto abaixo.

GOMES, Clara. Sem rede. 2019. In: Bichinhos de jardim. Disponível em: <https://bit.ly/2QCHY8q>. Acesso em: 9 jan. 2020. (P060166I7_SUP)

12) (P060166I7) Esse texto é engraçado, porque a personagem


A) diz para as pessoas que está sem rede de internet.
B) faz uma ligação e usa o computador ao mesmo tempo.
C) liga para o suporte e pede que a rede fique sem funcionar.
D) sobe em uma flor para ficar isolada ao usar o computador.

Leia o texto abaixo.

Um vilarejo na lua?
E aí, já pensou em morar na lua? Para quem sonha em visitar e usufruir das características
naturais do satélite natural da Terra, tudo está sendo planejado. O novo diretor da Agência
Espacial Europeia (ESA), Johann-Dietrich Woerner, disse que “Um vilarejo na lua não significa
apenas algumas casas, uma igreja e uma prefeitura. A colônia precisaria significar parceiros de
todo mundo contribuindo para a comunidade com missões envolvendo robótica e astronautas,
além de suporte à comunicação via satélite”.
Mesmo que tudo ainda esteja no papel, é legal sabermos que a ESA está pensando alto com
relação à exploração da Lua, não é mesmo? Vai que, algum dia, todos nós tenhamos mais uma
casa para morar, não é mesmo?
Disponível em: <http://recreio.uol.com.br/noticias/noticias/um-vilarejo-na-lua.phtml#.Vm7IJNKDGko>. Acesso em: 14 dez. 2015. (P050596H6_SUP)

13) (P050596H6) Esse texto foi escrito para


A) contar uma história.
B) dar uma informação.
C) ensinar uma tarefa.
D) fazer uma alerta.

14) (P050643H6) Nesse texto, qual trecho apresenta uma marca de opinião?
A) “E aí, já pensou em morar na lua?”.
B) “‘A colônia precisaria significar parceiros...’”.
C) “‘... missões envolvendo robótica e astronautas,...’”.
D) “... é legal sabermos que a ESA está pensando alto...”.

7 BL01P07
P0701

Leia o texto abaixo.


As três pipas do vovô
Amanhã é dia de quê? – Meus filhos perguntam, os três ao mesmo tempo.
– Amanhã é dia de vovô [...] – Eu respondo.
Eles saem saltitantes pela casa brincando e gritando.
– EBA! Amanhã é dia de vovô.
5 Como é bom “ser” criança e esperar pela visita dos avós no “mingo” (Domingo, dia dos
avós). Uma semana eles vêm, outra nós vamos.
Neste dia, o vovô veio cheio de papéis, cola e tesoura. É dia de vovô e também de
churrasco. OBA!
A surpresa do dia. O Vovô faria pipas para as crianças. Depois do churrasco, o vovô
10 sentou, rodeado de seus trinetos para confeccionar as pipas. Sentados lá na garagem,
ficaram a tarde toda fazendo uma pipa, enquanto ele resgatava gostosas memórias de sua
própria infância. Uma tarde não seria suficiente para as três pipas. Mas a diversão já estava
preparada. Só faltava o vento!
Cadê o vento?
15 Naquela tarde muito quente de verão não tinha vento, mas não impediu que a turma se
divertisse da mesma forma. Foi preciso mais um domingo para o término das pipas. E o tão
esperado dia de vento apareceu, afinal. [...]
Como é bom “ter” crianças e viver toda esta alegria.
Por isso, não me canso de agradecer:
20 – Obrigada. Viva o Vovô com suas três pipas!
DEXHEIMER, Aline. As três pipas do vovô. In: QDivertido. Disponível em: <https://goo.gl/UJDZnm>. Acesso em: 20 mar. 2018. Fragmento.
(P060126H6_SUP)
15) (P060042I7) Que fato deu origem a esse texto?
A) As crianças brincarem e saltitarem pela casa.
B) As crianças rodearem seu avô para confeccionarem as pipas.
C) O Vovô chegar cheio de papéis e tesoura na casa dos trinetos.
D) O Vovô resgatar as memórias de sua infância.
Leia o texto abaixo.
Lago está ‘indo pelo ralo’ – literalmente
Esse lago em Oregon está desaparecendo em um buraco misterioso
Na região central de Oregon existe um lago apelidado de “Lost Lake”. Significa “Lago Perdido”.
O motivo é bem interessante: durante o inverno o lago enche. E, assim que a estação vai passando,
o lago é lentamente drenado por um buraco.
Esse fenômeno acontece desde que temos conhecimento do lago. E, apesar de parecer uma
atividade bizarra, ela pode ser facilmente explicada: a área é vulcânica e cheia de irregularidades.
Sob o lago há uma espécie de canal de lava. Normalmente ela corre por baixo do rio. Mas quando
ela endurece perto da superfície, parte dela continua a correr, formando o tubo e sugando a água
até a profundeza desconhecida.
Acredita-se que toda a água vá parar em aquíferos próximos depois de ser sugada. [...]
Disponível em: <http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/noticia/2015/04/lago-esta-indo-pelo-ralo-literalmente.html>.
Acesso em: 15 mar. 2016. Fragmento. (SUP0071)
16) (P060157I7) Qual é o assunto desse texto?
A) A importância da cidade de Oregon.
B) A irregularidade de áreas vulcânicas.
C) O desaparecimento de um lago.
D) O inverno na cidade de Oregon.
17) (P060158I7) No segundo parágrafo desse texto, no trecho “... ela pode ser facilmente explicada:...”, o
termo destacado refere-se à
A) atividade bizarra.
B) espécie de canal de lava.
C) profundeza desconhecida.
D) região central de Oregon. 8 BL01P07
P0701

Leia o texto abaixo.

Disponível em: <http://xuxa.globo.com/tirinhas/veja_mais/20>. Acesso em: 28 jul. 2014. (P050998H6_SUP)

18) (P050998H6) No último quadrinho desse texto, o homem está


A) ansioso pela exposição do seu castelo de cartas.
B) curioso por não saber onde está o castelo de cartas.
C) decepcionado por não ter visto o castelo de cartas.
D) zangado por ter o seu castelo de cartas destruído.

Leia o texto abaixo.

Pessoas são diferentes

São duas crianças lindas


Mas são muito diferentes! [...]

Uma anda descabelada,


A outra é cheia de pentes!

5 Uma delas usa óculos,


E a outra só usa lentes.

Uma gosta de gelados,


A outra gosta de quentes.

Uma tem cabelos longos,


10 A outra corta eles rentes.

Não queira que sejam iguais,


Aliás, nem mesmo tentes!
São duas crianças lindas,
Mas são muito diferentes!
ROCHA, Ruth. Pessoas são diferentes. In: Cultura genial. Disponível em: <https://bit.ly/3fNKGSJ>. Acesso em: 20 jul. 2020. Fragmento.
(P070152I7_SUP)

19) (P070152I7) Nesse texto, a palavra “diferentes” (v. 2) foi escrita no plural para estabelecer concordância com
A) cabelos.
B) crianças.
C) lentes.
D) óculos. 9 BL01P07
P0701

Leia o texto abaixo.

Como se fabrica leite em pó?

É um longo processo, dividido em três etapas. Na primeira delas, chamada de preparo


e padronização, a matéria-prima ordenhada das vacas é preaquecida a 45ºC e colocada
em uma grande centrífuga, que separa a gordura do resto do leite. Essa gordura é, então,
devolvida ao leite na proporção desejada: 26% no caso do leite integral, zero para o leite
5 desnatado. Depois de duas pasteurizações (processo que elimina as bactérias), começa
a segunda etapa: a concentração. Em uma máquina chamada de concentrador tubular, o
leite vai escorrendo em filmes finos em uma série de tubos por onde passa vapor. Isso faz
com que ele perca água e vire uma pasta. Para obter leite condensado, basta acrescentar
açúcar. No caso do leite em pó, é necessária uma última etapa, a secagem: a pasta é
10 borrifada na forma de uma fina nuvem de gotículas em uma câmara fechada, cheia de ar
quente e seco, como uma sauna.
Quando as gotículas chegam ao piso, já perderam quase toda a água e caem em forma
de pó. “Aí basta recolher e envasar, adicionando gás nitrogênio para impedir a oxidação
da gordura”, diz o engenheiro de alimentos Rômulo Rocha, de uma empresa de laticínios.
Disponível em: <http://mundoestranho.abril.com.br/materia/como-se-fabrica-leite-em-po>. Acesso em: 20 maio 2016. (SUP0900)

20) (P060148I7) A linguagem desse texto é comum em


A) algumas regiões do país.
B) bilhetes entre amigos.
C) livros escolares.
D) redes sociais.

10 BL01P07