Você está na página 1de 28

CNO

Centro Novas Oportunidades CLC


Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Equipamentos e Sistemas Técnicos (EST)

DR1: Equipamentos domésticos


Lidar com equipamentos e sistemas técnicos em contexto privado acedendo à
multiplicidade de funções que comportam e reconhecendo a sua dimensão criativa.

Cultura
I. Identifico equipamentos técnicos do domínio privado que podem ser mobilizados para a
produção de bens culturais e artísticos no dia-a-dia: televisor; câmara vídeo; máquina
fotográfica; rádio; leitor de DVD…
II. Compreendo em que medida os diversos equipamentos técnicos domésticos – e o seu
eventual uso combinado estão relacionados com expressões culturais e artísticas
III. Exploro a aplicabilidade prática destes equipamentos em função do seu potencial
criativo e de divulgação cultural no quotidiano em termos de práticas e consumos
culturais (museus, centros de arte, cine-teatros…)

Língua
I. Leio/ descodifico instruções de montagem e uso de equipamentos domésticos culturais
(câmaras de filmar; computador; internet, televisor…)
ex. folhetos, manuais de instrução, artigos técnicos…

II. Pesquiso, selecciono e aplico informação específica adequada aos contextos de


utilização dos equipamentos, cruzando, quando possível e necessário, a linguagem verbal
com a linguagem icónica (textos verbais, desenhos, diagramas…)

III. Demonstro capacidades de resolução de problemas.


ex.: contacto por escrito com um técnico para solucionar uma dificuldade, um imprevisto,
faço uma reclamação; exponho um problema; elaboro um protesto…

Comunicação
I.Identifico as características dos equipamentos técnicos facilitadores da comunicação na
esfera privada: telefone, telemóvel, televisor, rádio, correio electrónico, SMS, carta,
telegrama, fax…

II. Compreendo e faço a análise de informação em suportes diversos, relacionada com as


vantagens da aquisição e uso de diferentes equipamentos domésticos na área da
comunicação e em que medida estes equipamentos são facilitadores, mas também
transformadores das relações humanas: folhetos e informação publicitária, pesquisas na
Net, sugestões de outra pessoas…

III. Tomo decisões apoiadas nas informações adequadas aos efeitos pretendidos, em
matéria de equipamentos domésticos.

1
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Equipamentos e Sistemas Técnicos (EST)

DR2: Equipamentos Profissionais


Agir perante equipamentos e sistemas técnicos em contexto profissional conjugando
saberes especializados e rentabilizando os seus variados recursos no estabelecimento e
desenvolvimento de contactos.

Cultura
I.Identifico o conjunto de equipamentos técnicos que integram determinadas dimensões
culturais.
ex. -profissionais ligados às artes do espectáculo: equipamentos que integram a mecânica
de cena; profissionais ligados à arte da projecção cinematográfica, da iluminação do
palco, da conjugação da arte multimédia na representação teatral…
II.Compreendo as implicações do uso de equipamentos profissionais na esfera artística e
cultural.
III.Relaciono os equipamentos com que trabalho com as outras dimensões do
funcionamento do espectáculo

Língua
I.Identifico/ descrevo equipamentos do contexto profissional, conjugando os saberes da
especialidade com as competências próprias e as de outros profissionais da área.
ex.: máquinas, motores, ferramentas…

II.Compreendo/ interpreto as instruções fornecidas por textos, reconhecendo a eficácia


dos meios linguísticos utilizados para a montagem e o bom funcionamento de
equipamentos profissionais.

III.Interajo, exprimindo opiniões fundamentadas em relação a equipamentos profissionais


com base, por exemplo, em artigos científicos, interacções discursivas…
ex.: elaborar um relatório apresentar sugestões de potenciação das possibilidades

Comunicação
I. Identifico os conteúdos, em suporte virtual ou impresso, necessários à obtenção de
informação sobre assuntos de estudo (ou de interesse) relacionados com o tema.
ex. pesquisa sobre diversos equipamentos técnicos tais como: telefone, telemóvel, mail,
fax, extensões, redes internas e externas, microfones…

II. Compreendo a informação recolhida em vários suportes, organizando-a para o estudo


de temas da actualidade, assim como o impacto destes meios de comunicação nas relações
humanas e a sua adequação às exigências da comunicação profissional.

III. Posiciono-me face a estes meios técnicos.


ex: aspectos positivos e perversos destes meios de comunicação.

2
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Equipamentos e Sistemas Técnicos (EST)

DR3: Utilizadores, Consumidores e Reclamações


Utilizar conhecimentos sobre equipamentos e sistemas técnicos para facilitar a
integração, a comunicação e a intervenção em contextos institucionais.

Cultura
I. Identifico modalidades de assistência técnica e seus agentes, em contextos/ consumos culturais
OU
Identificar as diferentes competências entre a assistência técnica proporcionada por uma marca, por um
concessionário da marca e por um serviço independente.
II. Compreendo a diversidade de formas de assistência técnica tendo em conta os contextos institucionais do
campo cultural.
OU
Compreender de que modo essas competências se reflectem em termos de qualidade/preço
III. Domino formas de assistência técnica disponibilizada pelos próprios equipamentos e sistemas técnicos,
explorando, designadamente, a interactividade em contextos de práticas culturais.

Língua
I. Identifico informação relacionada com o assunto em textos/ documentos, utilizando
indícios apropriados: planos, paginação, parágrafos, esquemas, imagens, conectores…

II. Compreendo e analiso as formas de tratamento, registos de língua, contextos


situacionais, de acordo com o posicionamento do sujeito face ao outro.
ex: compra, reclamação; pedido de apoio…

III. Interajo, aplicando correctamente as regras do funcionamento da língua, destacando


ideias, eliminando ambiguidades, modalizando o discurso, caso a comunicação o exija.
ex: uma situação de reclamação.

Comunicação
Actuar em situações de relacionamento com instituições privadas ou públicas compreendendo
as mudanças ocorridas nas formas de comunicação pelo desenvolvimento dos equipamentos
técnicos e contextualizando a sua intervenção face ao leque de escolhas possíveis.
I. Identifico o tipo (ou tipos) de equipamento de comunicação aconselhável para
diferentes interacções, tendo em conta as características e funções dos equipamentos.
ex: correio electrónico, fax, internet, telefone…
II. Compreendo os procedimentos de adequação dos meios aos fins em vista na
comunicação com entidades públicas e/ou privadas.
III. Actuo, recorrendo a vários suportes de comunicação, tendo consciência das
convenções sociais, dos comportamentos individuais e/ou colectivos da comunidade e da
adequação do discurso à situação de comunicação.

3
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Equipamentos e Sistemas Técnicos (EST)

DR4: Transformações e Evoluções Técnicas


Relacionar transformações e evoluções técnicas com novas formas de acesso à
informação, à cultura e ao conhecimento proporcionado também pelos novos suportes
tecnológicos de informação.

Cultura
I. Identifico os principais momentos na evolução de determinada técnica (fotografia;
televisão; cinema; determinado meio técnico no teatro…)
II. Distingo, por exemplo, na fotografia, a diversidade de usos desta técnica, no que se
refere a contextos e finalidades (artísticas ou não) e compreendo o seu lugar em projectos
artísticos multidisciplinares.
III. Exploro o acesso a obras de arte por via, por exemplo, da reprodução fotográfica e
contraponho tal experiência com a do contacto directo com as mesmas obras (visita a
museus, galerias de arte…)

Língua
Actuar em contextos sociais alargados através da formulação de uma opinião fundamentada,
em língua portuguesa e/ou estrangeira, sobre o papel e as consequências das evoluções dos
equipamentos técnicos na organização da vida em sociedade e nos usos da língua.
I. Identifico/ pesquiso em textos/ documentos informação sobre a evolução
dos equipamentos técnicos.
II. Compreendo e organizo a informação através de um tratamento pessoal com vista à sua
posterior utilização: esquemas, resumos, sínteses…
III. Evidencio uma opinião sobre o papel e as consequências das transformações e
evoluções técnicas na formação pessoal e social do indivíduo e nas transformações
linguísticas e culturais.

Comunicação
Actuar face às evoluções e transformações dos equipamentos técnicos compreendendo a sua
relação com as mudanças ocorridas nos diferentes meios de comunicação social.
I. Identifico a intencionalidade comunicativa de informação relacionada com o tema,
veiculada através de diversos tipos de meios de comunicação: rádio, cinema, televisão,
internet, imprensa…

II. Compreendo os diferentes códigos utilizados pelos diferentes media na valorização e


promoção de diferentes equipamentos e sistemas técnicos da área da comunicação.

III. Interajo, debatendo as mudanças operadas nos diversos meios de comunicação social
e as consequências daí derivadas na circulação da Informação.

4
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Ambiente e Sustentabilidade (AS)

DR1: Consumo e Eficiência Energética


Regular consumos energéticos aplicando conhecimentos técnicos e competências
Interpretativas.

Cultura
I. Identificar as noções de consumo, desperdício e qualidade ambiental.

II. Comparar situações e opções diversas em termos de consumos culturais


(tv,videogravador, leitor de CD, rádio, computador…) e respectivos gastos energéticos, de
modo a contribuir para a qualidade do ambiente.

III. Relacionar estilos de vida e práticas culturais com a qualidade ambiental (ex. uso de
energias alternativas; tempos de lazer “verdes”.

Língua
I. Identificar informações técnicas com vista à regulação de consumos energéticos
(folhetos, manuais, informações de empresas, publicidade pedagógica…)

II. Compreender a função argumentativa/persuasiva de informação, símbolos e outros


elementos que conduzam à redução de consumos (panfletos, mensagens, informações…)

III. Intervir, usando marcas linguísticas da argumentação no sentido de convencer os


outros a fazer uso de práticas de economia energética.

Comunicação
I. Identificar formas de comunicação respeitantes a boas práticas de consumo energético.

II. Compreender a importância de uma informação adequada, através dos meios


tecnológicos disponíveis.

III. Actuar, em situações de comunicação interpessoal sensibilizando os outros para a


necessidade de poupança energética.

5
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Ambiente e Sustentabilidade (AS)

DR2: Resíduos e Reciclagem


Agir de acordo com a percepção das implicações de processos de reciclagem em
contexto profissional, reconhecendo a mais-valia da sua utilização, recorrendo à
comunicação de mensagens eficazes.

Cultura
I. Identificar diversos processos de reciclagem usados por artistas, designers, técnicos
educacionais, etc.

II. Adequar o uso de materiais usados às diferentes linguagens artísticas (pintura,


escultura, música…) e aos objectivos pretendidos.

III. Relacionar a integração de materiais usados na produção de obras de arte, com


preocupações sociais e políticas.

Língua
I. Identificar termos como planificar, separar, reduzir, reutilizar e reciclar (política dos
3R).

II. Compreender textos sobre práticas de reciclagem de materiais (jornais, revistas da


especialidade).

III. Interagir com os outros, motivando-os para uma adequada preservação do meio
ambiente (produção de textos informativo/argumentativos).

Comunicação
I. Identificar em suportes publicitários mensagens de apoio a práticas de reciclagem.

II. Compreender a importância destas mensagens para o desenvolvimento sustentável


global.

III. Relacionar a responsabilidade ambiental das empresas com as suas práticas diárias, ao
nível da preservação do ambiente, com a influência das campanhas de publicidade.

6
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Ambiente e Sustentabilidade (AS)

DR3: Recursos Naturais


Agir perante os recursos naturais reconhecendo a importância da sua salvaguarda e
participando em actividades visando a sua protecção.

Cultura
I. Identificar formas diferenciadas de património natural (rios, parques naturais,
florestas…).

II. Compreender a necessidade de harmonizar os projectos urbanísticos, arquitectónicos,


turísticos, com o património natural.

III. Actuar, reconhecendo a importância da salvaguarda do património natural para o


desenvolvimento das práticas culturais e para a afirmação da identidade das localidades.

Língua
I. Identificar, num texto, marcas em que se fundamentam ideias a favor ou contra a
intervenção no plano ambiental ( ex: título, subtítulo, fotografia, vocabulário adequado).

II. Conhecer o uso de formas de tratamento que devem ser usadas a nível institucional
para uma correcta intervenção em problemas deste âmbito.

III. Intervir, por escrito, protestando ou aplaudindo, a actuação de instituições em relação


à intervenção em recursos naturais.

Comunicação
I. Identificar direitos individuais e colectivos a partir da leitura de partes da Constituição
Portuguesa que se prendam com a preservação do património natural.

II.Compreender diversas tipologias de textos de intervenção, visando a protecção dos


recursos naturais, face a outros indivíduos ou instituições sociais.

III. Posicionar-se criticamente face ao papel dos media no movimento global de


sensibilização para a preservação da Natureza.

7
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Ambiente e Sustentabilidade (AS)

DR4: Clima
Agir de acordo com a compreensão dos diversos impactos das alterações climáticas
das actividades humanas

Cultura
I. Identifico tipos diferentes de paisagens, bem como os elementos que nelas remetem para
área urbana, espaço rural, concentração populacional, desertificação, alterações climáticas.
II. Compreender a evolução da paisagem de um lugar- um bairro, praça – tendo em conta
mudanças urbanísticas e ambientais, entre outras, recorrendo, por exemplo, à iconografia.
III. Explorar o modo como a paisagem foi apresentada pelas artes visuais em diferentes
momentos da sua história, relacionando mudanças ao nível da expressão artística com
transformações, por exemplo, nas ciências

Língua
I. Identificar recursos linguísticos que permitam a expressão de opiniões e de reflexão
crítica, defendendo a sua posição face a qualquer intervenção em recursos naturais.

II. Interpretar a evolução semântica do conceito de paisagem, de forma diacrónica, através


de textos literários.

III. Interagir, produzindo textos descritivos e narrativos, que privilegiem as alterações


climatéricas e a qualidade de vida.

Comunicação
I. Identificar, através da descodificação textual, os efeitos da opinião dos cidadãos, dos
programas de informação e debate público emitidos pelos mass media, sobre as alterações
climáticas.

II. Compreender, interpretando as intenções comunicativas de programas radiofónicos,


televisivos, jornalísticos e outros.

III. Interagir por meio de vários suportes tecnológicos, produzindo textos informativos
sobre alterações climatéricas a nível mundial.

8
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Saúde (S)

DR1: Cuidados Básicos


Interpretar e comunicar conteúdos com objectivos de prevenção na adopção de
cuidados básicos de saúde, em contextos domésticos.

Cultura
I. Identificar hábitos quotidianos e domésticos que promovam a qualidade de vida.

II. Compreender de que modo estes hábitos se relacionam com as características dos
indivíduos ( idade, sexo, ocupação profissional, origem social…).

III. Relacionar os cuidados básicos de saúde com uma melhor qualidade de vida.

Língua
I. Identificar cuidados básicos de saúde a partir de recolha de informação.

II. Compreender, comparando, a riqueza formativa de algumas actividades e


equipamentos, a partir dessa informação.

III. Demonstrar o alcance dos efeitos da adopção de cuidados básicos de saúde na sua
própria vida.

Comunicação
I. Identificar em diversos meios de comunicação informação relacionada com cuidados
básicos de saúde.

II. Compreender/ descodificar essas informações em função das intenções dos


interlocutores.

III. Actuar face a essas informações no sentido de melhorar a sua qualidade de vida,
através da construção de um texto argumentativo.

9
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Saúde (S)

DR2: Riscos e Comportamentos Saudáveis


Intervir em contexto profissional apreendendo e comunicando regras e meios de
segurança e desenvolvendo uma cultura de prevenção.

Cultura
I. Identificar no sector cultural grupos profissionais cuja actividade implica condições
específicas de trabalho, de profissionalização e de segurança social (ex: actores, bailarinos,
cantores, profissionais do circo…).

II. Compreender em que medida estas condições se tornam pertinentes nestes grupos.

III. Comparar esta questão em diferentes países da Europa.

Língua
I. Identificar, em textos de língua portuguesa e/ou estrangeira, exemplos de práticas de
prevenção e/ou regras de segurança no âmbito profissional.

II. Compreender as mensagens transmitidas por esses textos.

III. Explorar, como na prática, se podem prevenir situações de incumprimento das normas
de segurança.

Comunicação
I. Identificar mensagens de prevenção e segurança em vários suportes comunicacionais,
incluindo a publicidade.

II. Compreender a eficácia destas mensagens.

III. Actuar de acordo com a observância dessas regras no cumprimento destas actividades
profissionais.

10
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Saúde (S)

DR3: Medicinas e Medicação


Relacionar a multiplicidade de terapêuticas com a diversidade cultural, respeitando
opções diferenciadas.

Cultura
I. Identificar diferentes tipos de práticas terapêuticas, tendo em conta variáveis como os
estratos sócio - culturais.

II. Compreender as diferenças entre medicina convencional e práticas alternativas.

III. Explorar os motivos do recurso, na actualidade, às práticas alternativas nas sociedades


ocidentais.

Língua
I. Identificar, em textos, incluindo os de carácter literário, referências a práticas diversas
de medicina.

II. Compreender o seu conteúdo.

III. Avaliar a importância da prescrição médica no uso de medicamentos, recorrendo a


argumentação adequada e reconhecendo os limites da auto-medicação.

Comunicação
I. Identificar actividades terapêuticas e decisões racionais em suportes vários ( ex:
genéricos, planeamento familiar, vacinação, preparação para exames médicos…).

II. Compreender mensagens relacionadas com actividades de natureza terapêutica e


acções preventivas, em suportes vários.

III. Actuar, junto de diversos interlocutores, produzindo em diferentes suportes, materiais


de divulgação que contribuam para mudanças bio-comportamentais, reconhecendo
direitos e deveres.

11
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Saúde (S)

DR4: Patologias e Prevenção


Mobilizar saberes culturais, linguísticos e comunicacionais para lidar com patologias e
cuidados preventivos relacionados com o envelhecimento e o aumento da esperança de
vida.

Cultura
I. Identificar situações e modos de encarar o envelhecimento, tendo em conta factores
como a autonomia versus dependência, acesso à prestação de serviços de assistência
(centros de dia, casas para a 3ª idade, apoio domiciliário…), oportunidades de
participação social, etc.
II. Compreender a importância de saber lidar com patologias e cuidados de prevenção no
processo de envelhecimento.
III. Analisar as implicações do aumento de esperança de vida e seus reflexos nas
sociedades contemporâneas, tendo presentes os desafios que uma macro-sociedade
envelhecida acarreta : novas expectativas, novas maneiras de viver as diversas fases da
vida, novos
valores…
Língua
I. Identificar em diversos tipos de textos marcas linguísticas do campo semântico do
envelhecimento ( ex: textos informativos, relatos, textos legislativos, informações
institucionais, textos argumentativos, literários, auto-biográficos, etc).

II. Compreender nestas tipologias as abordagens e tratamentos da temática.

III. Produzir diversos tipos de textos com finalidades diferentes sobre a temática do
envelhecimento como processo biológico e/ou como vivência social.

Comunicação
I. Identificar, em diversos suportes de comunicação, produção relacionada com o tema
(ex: internet, publicidade institucional, jornais, revistas, linhas de apoio especializado…).

II. Compreender as mensagens nestes suportes.

III. Contribuir, através de estratégias argumentativas, para a mudança de atitudes e


comportamentos individuais e colectivos relativamente a esta problemática.

12
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Gestão e Economia (GE)

DR1: Orçamentos e Impostos


Definir orçamentos familiares e preencher formulários de impostos dominando
terminologias e aplicando tecnologias que facilitam cálculos, preenchimentos e envios.

Cultura
I. Identificar nos orçamentos familiares rubricas reservadas a vivências culturais
artísticas: teatro, cinema; concertos; ópera; visitas a museus, centros históricos; circo;
livros…
II. Compreender a relação entre as diferentes opções culturais e artísticas do agregado
familiar e as despesas feitas.
III. Relacionar consumos culturais e modos de acesso, tendo em vista a oferta cultural de
acesso livre ou de preços reduzidos e os consumos culturais pagos. (cultura elitista e
cultura de massas…).

Língua
I. Identificar terminologias (campos lexicais e semânticos) utilizadas para as questões
técnicas (despesas; receitas; saldos…) nos orçamentos familiares e nos impostos.

II. Compreender o significado destas terminologias.

III.Interagir por escrito, utilizando e seleccionando recursos lexicais e gramaticais que


terão o efeito pretendido numa argumentação escrita.

Comunicação
I. Identificar, em suporte virtual, a informação necessária para o preenchimento de
declarações de impostos ou elaboração de orçamentos privados.

II. Compreender a informação recolhida através da Internet para o preenchimento da


declaração de impostos ou elaboração de orçamentos familiares.

III. Pesquisar em suporte virtual artigos técnicos acerca da gestão privada de bens e
valores e reflectir criticamente sobre o assunto (sobre-endividamento…)

13
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Gestão e Economia (GE)

DR2: Empresas, Organizações e Modelos de Gestão


Saber adequar-se a modelos de organização e gestão que valorizam o trabalho em
equipa em articulação com outros saberes especializados.

Cultura
Actuar em contextos profissionais compreendendo que a organização do trabalho em equipa é
essencial em algumas ocupações culturais e que o desenvolvimento de projectos neste
formato potencia, de modo geral, as especializações.
I. Identificar diferentes tipos de modelos de organização/ estruturação interna das
empresas que valorizem o trabalho em equipa.
ex: organogramas; organização hierárquica e organização sistémica das empresas…
II. Relacionar a importância do trabalho em equipa com ocupações culturais e o
desenvolvimento de projectos nesta área.
III. Explorar competências e procedimentos culturais que contribuem para agilizar a
organização do trabalho e as especializações.

Língua
I. Identificar diferentes tipos de textos a que se pode recorrer para a comunicação
organizacional: cartas; notas; circulares; memorandos; directivas…

II. Compreender as diferenças de registo nos diferentes textos de comunicação


organizacional, reflectindo sobre as formas de tratamento, os registos linguísticos…

III. Actuar, redigindo diferentes tipos de textos como cartas, circulares, memorandos…

Comunicação
I. Identificar os diferentes tipos de suporte tecnológico para o estabelecimento da
comunicação dentro da empresa: fax; telefone; mail; Intranet; comunicação face-a-face…

II. Compreender as convenções ortográficas e o tipo de linguagem que é usado no


estabelecimento da comunicação organizacional (extensão texto – custo…)

III. Actuar, adequando os registos discursivos aos suportes tecnológicos e aos


interlocutores: carta; fax; mensagem electrónica…

14
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Gestão e Economia (GE)

DR3: Sistemas Monetários e Financeiros


Agir de acordo com a compreensão do funcionamento dos sistemas monetários e
financeiros (como elemento de configuração cultural e comunicacional das sociedades
actuais.

Cultura
I. Identificar a dimensão económica no funcionamento dos bens culturais (bens culturais
e artísticos equiparados a mercadorias).

II. Compreender os objectivos de investimentos financeiros (públicos e privados) na arte


e na cultura.

II. Explorar de que modo a produção e circulação de bens culturais e artísticos podem ser
afectadas pelas oscilações monetárias e financeiras (conjuntura interna do país; efeitos
da alteração da paridade da moeda…)

Língua
I. Identificar as diferentes concepções que uma língua pode adquirir, em função de
contextos e interesses diversos.
ex: Língua Portuguesa como língua materna, língua segunda, língua estrangeira; línguas
adequadas a transacções comerciais (Inglês…)

II. Compreender a importância da divulgação da língua portuguesa nos sistemas


económicos dos países onde é falada (regimes de cooperação económica)

III. Relacionar os diferentes factores – de natureza económica e cultural – de divulgação


de uma língua, produzindo textos sobre o assunto.

Comunicação
I. Identificar os elementos representativos do desenvolvimento económico veiculados
pelos media no contexto dos sistemas financeiros nacionais.

II. Compreender a relação entre objectivos económicos, objectivos de serviço público e


limitações financeiras face aos mass media.

III. Exercitar o pensamento crítico próprio face aos média, a partir da consciência da
diferença entre objectivos económicos e objectivos de serviço público no contexto dos
sistemas financeiros nacionais.

15
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Gestão e Economia (GE)

DR4: Usos e Gestão do Tempo


Identificar os impactos de evoluções técnicas na gestão do tempo reconhecendo ainda os
seus efeitos nos modos de processar e transmitir informação.

Cultura
I.Identificar diferentes actividades que recorram ao tempo real (na ciência da computação,
refere-se a sistemas em que o tempo d execução de uma determinada tarefa é rígido):
videoconferência via satélite; reportagens TV via satélite; alguns espectáculos de artes
performativas (teatro; dança…).
II. Compreender as finalidades do recurso ao tempo real em diversos domínios do trabalho
artístico.
III. Relacionar o modo como as evoluções técnicas tiveram, ao longo dos anos, impacto na
gestão do tempo.

Língua
I. Identificar características de registos linguísticos dependentes do factor tempo.
Ex: comunicação presencial vs. à distância; comunicação verbal vs. não verbal…

II. Compreender as condicionantes desses registos.

III. Reflectir sobre a evolução dos modos de processar e transmitir informação escrita por
forma a fazer uma boa gestão do tempo.

Comunicação
I. Identificar a adequação do discurso ao meio de comunicação usado, relacionando com o
tempo.

II. Compreender a importância da gestão do tempo no uso dos diferentes meios de


comunicação social.
ex: tempo de antena nos debates televisivos…

III. Analisar, face aos diferentes meios de comunicação social, a necessidade de, por
vezes, alterar as estratégias de comunicação em função do factor tempo.

16
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC)

DR1: Comunicações Rádio


Operar com as comunicações rádio em contexto doméstico adequando-se às
necessidades da organização do quotidiano e compreendendo de que modo incorporam
e suscitam diferentes utilizações da língua.

Cultura´
I. Identificar diversas finalidades da rádio numa perspectiva cultural.

II. Relacionar a diversidade dos programas radiofónicos com a idade, sexo, profissão.

III. Reflectir no impacto que este meio de comunicação pode ter no quotidiano e na
transformação das mentalidades.

Língua
I. Identificar as diferentes formas do uso da língua, símbolos e códigos nas tecnologias da
informação e comunicação.

II. Compreender as formas linguísticas utilizadas.

III. Actuar por escrito, em língua portuguesa e/ou estrangeira, mostrando o impacto que
as TIC têm nas transformações e evolução da língua.

Comunicação
I. Identificar as funções da imagem relativamente às linguagens usadas através dos meios
tecnológicos do domínio privado ( reforçar, aliciar, ilustrar, criar impacto, desmotivar,
provocar…).

II. Compreender a intencionalidade comunicativa dos textos transmitidos pelos meios


tecnológicos em contexto privado ( informar, publicitar, divulgar, comunicar…).

III. Reflectir de que modo as TIC podem ser utilizadas para fruição ou resolução de
problemas no contexto privado.

17
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC)

DR2: Micro e Macro Electrónica


Lidar com a micro e macro electrónica em contextos socioprofissionais identificando as
suas mais-valias na sistematização da informação, decorrentes também da
especificidades de linguagens de programação empregues.

Cultura
I. Identificar vantagens da utilização do computador ( ou outro meio) nos processos de
comunicação, sistematização e tratamento da informação.

II. Compreender as vantagens da organização da informação em bases de dados para a


avaliação dos resultados do trabalho desenvolvido.

III. Explorar as vantagens trazidas pela evolução das tecnologias da informação e


comunicação no colectivo profissional ( novos métodos de optimização e rentabilização
do trabalho e da gestão da comunicação, armazenamento e recuperação de dados…)

Língua
I. Identificar os recursos linguísticos para a caracterização da informação em contexto
profissional (mensagens electrónicas, fax, folhas de cálculo…)

II. Compreender os mecanismos linguísticos dos dispositivos tecnológicos informáticos


em contexto profissional, em língua portuguesa e/ou estrangeira.

III. Avaliar a importância da micro e macro electrónica em contexto profissional,


identificando as suas mais valias na sistematização da informação.

Comunicação
I. Identificar processos de segurança dos sistemas de informação em contextos
profissionais.

II. Compreender a importância destes processos de segurança em contexto profissional


(minimização dos riscos a correr).

III. Reflectir criticamente acerca das vantagens e desvantagens das diferentes tecnologias
da informação no contexto profissional.

18
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC)

DR3: Media e Informação


Relacionar-se com os mass media reconhecendo os seus impactos na constituição do
poder mediático e tendo a percepção dos efeitos desta regulação institucional.

Cultura
I. Identificar diferentes modalidades de divulgação dos bens culturais pelos mass media
publicidades, cartazes, tratamento jornalístico…).

II. Compreender a importância dos media para o processo de difusão e divulgação dos
bens culturais e artísticos.

III. Explorar o impacto da divulgação de bens culturais e artísticos na procura e adesão


dos públicos, analisando, por exemplo uma campanha publicitária em torno do
lançamento de um livro ou filme.

Língua
I. Identificar diversos tipos de texto usados na comunicação social em língua portuguesa
e/ou estrangeira (notícia, reportagem, editorial, artigo de opinião, entrevista, crónica…).

II. Compreender as finalidades e o conhecimento das convenções/regras de organização


destes diferentes tipos de texto em língua portuguesa e/ou estrangeira.

III. Compilar diversos textos de opinião sobre um mesmo tema, publicados em diferentes
media, tomando consciência do poder do uso da língua nesses media.

Comunicação
I. Identificar o poder e função da imagem nalguns meios de comunicação social.

II. Compreender o poder mediático sob a forma de argumentação, persuasão e


manipulação, em discursos de interesse social e político, debates e publicidade,
divulgados pelos diferentes media.

III. Explorar o impacto da divulgação de bens culturais e artísticos na procura e adesão


dos públicos, analisando, por exemplo uma campanha publicitária em torno do
lançamento de um livro ou filme.

19
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC)

DR4: Redes e Tecnologias


Perceber os impactos das redes de Internet nos hábitos perceptivos, desenvolvendo uma
atitude crítica face aos conteúdos aí disponibilizados

Cultura
I. Identificar diferentes aplicações da internet no trabalho artístico.

II. Compreender a relação entre Internet e arte interactiva.

III. Reconhecer o processo de reinvenção da arte através do Ciberespaço: A arte digital e


os museus virtuais.

Língua
I. Identificar diversas categorias de textos (expositivos, argumentativos…)
disponibilizados na rede de Internet.

II. Compreender o conteúdo destes textos.

III. Posicionar-se face a conteúdos disponibilizados na rede da Internet, mostrando


através da argumentação, o alcance da informação seleccionada.

Comunicação
I. Identificar o hipertexto como recurso comunicativo verbal e não verbal ao serviço da
comunicação (ex: páginas pessoais, blogs…).

II. Compreender os processos de recepção de textos/documentos na Internet: interacção


electrónica/ interacção em tempo real.

III. Reflectir criticamente sobre a confiança que pode ser desenvolvida relativamente à
fiabilidade de conteúdos/informação disponibilizados na rede da Internet e sobre a
reinvenção/reformulação do conceito de comunidade para efeito das potencialidades
comunicativas das TIC.

20
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Urbanismo e Mobilidade (UM)

DR1: Construção e Arquitectura


Participar no processo de planeamento e construção de edifícios recorrendo a
terminologias próprias e procurando garantir condições para as práticas de lazer

Cultura
I. Identificar equipamentos culturais de suporte à habitação que contribuam para uma
melhor qualidade de vida: espaços verdes; de interacção cultural; zonas de lazer…

II. Compreender de que modo condicionantes económico-sociais determinam as


apropriações dos espaços habitacionais.

III. Posicionar-se face a diferentes traços arquitectónicos: integração e ruptura


paisagística.

Língua
I.Identificar a terminologia específica relacionada com a construção e com a arquitectura:
planta; escala; área total; área coberta, projecto de construção; m2; licença; caderno de
encargos: carta tipográfica…

II. Interpretar documentos/ leituras deste domínio, compreendendo os sentidos dos textos.

III.Construir opiniões críticas fundamentadas sobre a importância de construções e


arquitecturas harmoniosas adaptadas aos gostos e exigências de cada um.

Comunicação
I. Pesquisar informação, tendo como objectivo o debate, em contexto privado, sobre obras
a efectuar, tendo em conta a construção e a arquitectura.

II. Organizar e fazer um tratamento pessoal dessa informação.

III. Elaborar documentos de interacção formal em processos de planeamento e execução:


requerimento; licenciamento de obra; reclamação; pedido de vistoria…

21
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Urbanismo e Mobilidade (UM)

DR2: Ruralidade e Urbanidade


Intervir em contextos de administração considerando a ruralidade ou urbanidade que os
envolvem e procurando retirar daí benefícios para a integração socioprofissional

Cultura
I. Identificar sectores de emprego relacionados com a crescente valorização do património
rural e urbano por parte das autarquias: arquitecto; desenhador; técnico de obras;
engenheiro; engenheiro do ambiente; arquitecto paisagista; guia turístico; animador
cultural; técnico de museu…

II. Compreender os conceitos de ruralidade e de urbanidade.

III. Relacionar a valorização do património urbano e rural com novas oportunidades e


mobilidades laborais (turismo rural e urbano; de habitação, cultural; de aventura…)

Língua
I.Identificar variantes da realização da língua portuguesa.

II. Compreender que os fenómenos da inclusão e da multiculturalidade se prendem com o


domínio da língua portuguesa.

III. Reflectir sobre a importância de um uso adequado da língua portuguesa e/ ou


estrangeira relativamente a sectores profissionais ligados à valorização do património

Comunicação
I.Pesquisar nas TIC informação relacionada com a preservação e dinamização do espaço
rural e urbano com vista à recuperação da memória colectiva dos espaços.

II. Compreender a importância dos meios de comunicação na divulgação do património


rural e urbano.

III. Descrever atitudes que conduzam à preservação e valorização do património rural e


urbano.

22
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Urbanismo e Mobilidade (UM)

DR3: Administração, Segurança e Território


Identificar sistemas de administração territorial e respectivos funcionamentos
integrados.

Cultura
I Identificar diferentes redes nacionais de equipamentos culturais que contribuam para a
promoção do ordenamento e coesão territorial (teatros, museus, cinemas; bibliotecas…)

II. Compreender as funções destas redes, não só como instrumentos de coesão, de


ordenamento e de qualificação, mas também como meios de difusão cultural e de
formação de públicos.

III. Analisar as funções de uma ou várias redes de equipamentos culturais.


ex: Rede de Leitura Pública; Rede Portuguesa de Museus…

Língua
I. Identificar informação relativa à diversidade de redes e equipamentos.
ex: folhetos informativos sobre, por ex., museus, bibliotecas…, sinalização e prevenção
rodoviária…)

II. Descodificar essa informação.

III. Actuar relativamente a situações institucionais relacionadas com questões de


administração do território.
ex: requerimento; reclamação…acerca de sinalização rodoviária deficiente, passadeiras
mal colocadas, multas consideradas injustas, desrespeito do tempo de repouso dos
condutores profissionais…, bom/ mau funcionamento de uma instituição cultural…

Comunicação
I. Identificar formas e conteúdos de comunicação do estado com os cidadãos em diversos
meios de informação (jornal; Diário da República; Internet; TV; rádio…)

II. Compreender esses conteúdos.

III. Interagir através da produção de textos formais, procurando incentivar as instituições a


melhorar as infra-estruturas rodoviárias, o acesso de deficientes a edifícios, transportes
públicos…

23
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Urbanismo e Mobilidade (UM)

DR4: Mobilidades Locais e Globais


Relacionar mobilidades e fluxos migratórios com a disseminação de patrimónios
linguísticos culturais e seus impactos.

Cultura
I. Identificar diferentes comunidades migratórias em Portugal e as causas principais da
imigração.

II. Relacionar a sua presença com novas tendências em termos de expressão cultural e
artística (ex: rap; graffiti…)

III. Explorar em que medida a programação cultural existente em Portugal contempla ou


não o multiculturalismo.

Língua
I. Identificar aspectos diferenciadores da língua portuguesa nos vários países lusófonos.

II. Compreender, a partir de textos de apreciação crítica, a importância da língua


portuguesa no mundo.

III. Interagir, através da produção textual, procurando evidenciar a expansão da língua


portuguesa no mundo.

Comunicação
I.Identificar num mapa os países onde se fale o português.

II. Compreender a importância da língua portuguesa como factor de união entre os povos
que a falam.

III. Pesquisar nos media o problema da integração e relacionamento com as sociedades


imigrantes em Portugal.

24
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Saberes Fundamentais (SF)

DR1: O Elemento
Intervir tendo em conta que os percursos individuais são afectados pela posse de
diversos recursos, incluindo competências ao nível da cultura, da língua e da
comunicação.

Cultura
I. Identificar os diversos contextos que podem afectar trajectos pessoais: família; escola;
trabalho; redes de interacção social…

II. Compreender de que modo as oportunidades/ contextos de formação não formal


(aqueles que não conferem títulos escolares) constituem uma das fontes de aprendizagem
ao longo da vida.

III. Explorar, a partir da sua própria história de vida e/ ou da dos outros, em que medida os
recursos económicos, culturais e sociais afectaram a evolução desse trajecto.

Língua
I.Identificar em diversos tipos de textos autobiográficos – memórias; diários, cartas,
retratos; relatos…- elementos de natureza informativa que expressem trajectórias
individuais ou colectivas.

II.Compreender percursos individuais e colectivos em textos literários: realidade e ficção.

III. Desenvolver a capacidade de auto-análise, conhecimento e tolerância perante o outro,


através de produção textual.

Comunicação
I. Identificar alguns dos suportes que estabelecem a comunicação entre indivíduos.

II. Compreender o papel dos media e da opinião pública nas relações interpessoais

III. Actuar, com recurso à informação facilitada pelos media, relatando vivências e
experiências relativas ao conhecimento da(s) sociedade(s) onde a língua portuguesa é
falada.

25
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Saberes Fundamentais (SF)

DR2: Processos e Métodos Científicos


Agir em contextos profissionais, com recurso aos saberes em cultura, língua e
Comunicação.

Cultura
I.Identificar os métodos e as técnicas que podem ser mobilizados em estudos sobre
temáticas culturais (análise documental; inquéritos, entrevistas; observação directa…)

II. Compreender as semelhanças/ diferenças entre estudos de prospecção e de diagnóstico.

III. Explorar de que modo os estudos com componentes de diagnóstico e de prospecção


contribuem para um melhor funcionamento das organizações de índole cultural.

Língua
I. Identificar, em textos narrativos e/ ou descritivos, histórias de vida exemplificativas do
valor/ importância das experiências profissionais.

II. Analisar textos informativos como preparação para a produção de textos reflexivos de
teor profissional, através de notas, resumos, sínteses…

III. Produzir textos reflexivos em língua portuguesa e/ ou estrangeira, com base nas notas,
resumos, sínteses efectuados.

Comunicação
I. Identificar sectores profissionais decorrentes da evolução tecnológica e comunicacional.

II. Compreender como os diferentes suportes e meios de comunicação fizeram evoluir as


inserções profissionais.

III. Analisar como esta evolução se reflecte nos modos de trabalhar e de produzir riqueza.

26
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Saberes Fundamentais (SF)

DR3: Ciência e Controvérsias Públicas


Formular opiniões críticas mobilizando saberes vários e competências culturais,
linguísticas e comunicacionais.

Cultura
I.Identificar os conceitos de Arte, Urbanismo e Património.

II. Compreender a importância das intervenções artísticas em espaços públicos (jardins;


praças; transportes; edifícios públicos…)

III. Analisar o impacto das políticas públicas nas intervenções artísticas em Portugal.

Língua
I.Identificar informação escrita sobre intervenção em espaços públicos.

II. Compreender a informação pesquisada.

III. Interagir, enquanto participante num debate público, defendendo os seus pontos de
vista sobre o tema em questão.

Comunicação
I.Identificar informação, disponibilizada em meios de comunicação de massa, relacionada
com temas da actualidade.

II. Compreender a informação disponibilizada através da elaboração de resumos.

III. Actuar, reconhecendo o papel central dos sistemas de comunicação nas formas de
intervenção e construção da opinião pública mundial.

27
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário
CNO
Centro Novas Oportunidades CLC
Dr. Joaquim de Carvalho

Cultura Língua e Comunicação

Saberes Fundamentais (SF)

DR4: Leis e Modelos Científicos


Identificar os principais factores que influenciam a mudança social, reconhecendo nessa
mudança o papel da cultura, da língua e da comunicação.

Cultura
I. Identificar os principais factores que influenciaram as mudanças sociais ao longo da
história: ambiente físico; organização política; factores culturais…

II. Compreender de que modo os factores culturais influenciaram a mudança. ex: a


invenção da escrita e os seus efeitos nas organizações das sociedades; a globalização
cultural…

III. Analisar os principais factores de aceleração da mudança social na época moderna


(expansão do capitalismo industrial; desenvolvimento da ciência e do racionalismo)

Língua
I.Identificar em diversos textos de carácter científico, literário…informação relacionada
com o tema (Leis e Modelos Científicos).

II. Compreender a informação recolhida.

III. Analisar o papel da língua na expressão da evolução do pensamento, das


mentalidades e na expressão da evolução científica e tecnológica.

Comunicação
I.Identificar as teorias fundamentais dos sistemas de comunicação: um para um; um para
muitos; muitos para muitos; em rede.

II. Compreender o carácter instrumental dos media e a eficácia do seu poder.

III. Elaborar opiniões críticas devidamente fundamentadas acerca do impacto dos media no
acompanhamento de conquistas científicas (fidelidade; distorção; sensacionalismo…)

28
Descodificação do Referencial de Competências-Chave
Nível Secundário