Você está na página 1de 14

Empreendedorismo - EPS7013

Modelo de
Adizes
Daniel Sottovia Gomide
Gabriel Pereira da Silva
Viviane Alissa Mitsuda

1
“ . . . os organismo vivos estão submetidos a um fenômeno chamado
Ciclos de Vida. Todos os organismos nascem, crescem envelhecem e
morrem. Este conceito de Ciclos de Vida aplica-se, também, às
organizações” (Adizes, 1990, p.XVII).

2
Figura 1 - Curva de Ciclo de VIda das Organizações
3
Namoro
● Período anterior a fundação;
○ Existe apenas a Idéia;
○ Muita análise e debate sobre a idéia;
○ Foco em atender uma necessidade de mercado e não ao lucro;
● Riscos;
○ Centralização na figura do Fundador;
○ “Entrar de cabeça” - nível de comprometimento para tirar a idéia do
papel;
○ Dinheiro, tempo e dedicação;

4
Infância
● Fundada a empresa;
○ Passado o momento de sonhar para o de agir;
○ “ de profeta a líder de ação capaz de realizar a profecia” - Adizes
○ Foco em Produzir e Vender;
● Organização;
○ Sistema rudimentar;
○ Ausência de organograma - centralizado na figura do Presidente;
○ Importante é fazer acontecer;
● Riscos;
○ Excesso de trabalho - horas extras constantes;
○ Inviabilidade de delegar;
○ Falta de controle administrativo;
○ Constante falta de dinheiro;
○ “Burnout” 5
Toca-toca
● Crescimento da empresa;
○ Estabilidade financeira;
○ Processo produtivo mais estável;
○ Foco em Vendas;
● Organização;
○ Crescimento sem análise de custos;
○ Início do processo de descentralização;
○ Surgimento de um Sistema de Controle;
● Riscos;
○ Cilada do Fundador;
○ Investimento diversificado;

6
Adolescência
● Mudanças na gestão;
○ Adição de sócios e administradores;
○ Conflitos;
● Necessidade de organizar prioridades;
○ Decisões-chave;
○ Lucratividade;

Riscos (divórcio):

● Envelhecimento prematuro;
● Empreendedor não-realizado.

7
Plenitude
● Estado desejado;
○ Controle, flexibilidade e energia;
● Gestão em equilíbrio;
● Objetivos claros;
● Geração de novos produtos para outros mercados;
● Melhora na satisfação dos funcionários;
○ Contratação de novos talentos;
○ Treinamento interno.

Riscos:

● Envelhecimento da empresa (“acomodar-se”)

8
Estabilidade

● Limite entre o crescimento e envelhecimento;


● Posição dominante no mercado;
● Perda do espírito empreendedor, razões:
○ Perda de flexibilidade;
○ Desmotivação;
○ Saída do empreendedor para outras oportunidades;
● Reativo ao invés de proativo;

9
Aristocracia

Nessa fase acredita-se que a tradição e renome da marca, conquistados ao longo


das fases anteriores, manterão clientes, receita e lucro.

Há solidez no negócio, geração de caixa, ao passo que o crescimento é lento e a


inovação quase inexistente (totalmente avesso ao pensamento de ‘Day One’).

O foco se mantém em como fazer as coisas, e não no que e


por quê fazer. Gradativamente a obsolescência fica evidente
e as perspectivas de pouco crescimento são tomadas por
tendências de queda de receita, perda de mercado e redução
do lucro.

Bezos
‘Day one master’ 10
Burocracia Incipiente

Já em declínio, o mercado, as receitas e os lucros diminuem.

O declínio, já evidente, criar um ambiente hostil, com guerras internas entre os


próprios gestores. Ao invés de direcionar energia para solucionarem os
problemas, dedicam-se para ganhar território dentro da organização e não
serem responsabilizados.

Os clientes ficam de lado, sendo até mesmo inconvenientes distrações da busca


pelo verdadeiro problema, o verdadeiro ‘culpado’.

11
Burocracia

Nesse momento, os mais produtivos, intraempreendedores e mentes criativas


começam a deixar a empresa, restando apenas pessoas incompetentes,
burocracia e complexidade, que são entraves à um funcionamento saudável da
organização.

Segundo Adizes, nesse momento “Está dissociada do seu ambiente,


concentrando-se basicamente em si mesma.”

A empresa já quase não gera mais receita, o lucro é quase inexistente, sendo que
sua existência apenas se mantém caso haja interesse de terceiros em mantê-la
(governo, relevância política, subsídios, outra organização etc.)

12
MORTE

A morte pode ser lenta, levando anos, uma vez que a companhia torna-se
insustentável começa a encolher, cortando custos, vendendo subsidiárias,
marcas, produtos, encerrando linhas de produtos, fechando filiais...

13
Referências

Você também pode gostar