Você está na página 1de 51

Geração de AR Comprimido

Compressores

 Principais diferenças
 Diferenças
 Onde devemos usar cada tipo
Compressores

Qual sua principal função?


Fornecem AR COMPRIMIDO

Sua escolha depende de:


- Consumo de AR da instalação
- Pressão de operação
- Acionamento
Compressores

Deslocamentos dinâmicos Deslocamentos Positivos

Ejetor Fluxo Fluxo Rotativos Alternativos


Radial Axial Roots
Anel Líquido
Palhetas
Parafuso

Diafragma Pistão
Mecânico Tipo Labirinto
Hidráulico Simples
Efeito ou Tronco
Duplo Efeito
Compressores

Simbologia
Compressor Dinâmico de
Fluxo Radial
O ar é acelerado a partir do
centro de rotação, em
direção à periferia, ou seja, é
admitido pela primeira
hélice (rotor dotado de lâminas
dispostas radialmente),
axial mente, é acelerado e
expulso radialmente.
Compressores de Pistão
Compressores de Pistão
COMPRESSOR DE PISTÃO
• Alta pressão
• Baixa vazão
• Vários estágios
• Baixo rendimento
• Pressão pulsante
COMPRESSOR DE PARAFUSO
COMPRESSOR DE PARAFUSO
 COMPRESSOR DE PARAFUSO
• Alto rendimento
• Grande vazão
• Pressão contínua

Funcionamento
COMPRESSOR DE PARAFUSO
O princípio é simples: dois parafusos helicoidais giram entre si. Um rotor tem 4
lóbulos e o outro tem 6 sulcos.O primeiro gira 50% mais rápido do que o último.
O ar é succionado do ambiente, sendo comprimido entre os rotores e a carcaça
que os contém. O óleo é injetado no conjunto para selar as folgas entre rotores
/ carcaça e para lubrificar os rotores, minimizando o desgaste.

Assim que os rotores


As extremidades dos O ar é armadilhado no O ar comprimido
giram, este
rotores cobrem a "compartimento“ "compartimento“ torna- deixa o conjunto
admissão: o ar entra na formado pelo lóbulo do se progressivamente através de uma
câmara de compressão. rotor macho e pelo sulco menor, comprimindo o abertura de saída.
do rotor fêmea. ar armadilhado.
Tratamento do Ar Comprimido

Ar comprimido na entrada do compressor

Gases próprios de sua composição (N, O, H, etc...)


Pó fino do ambiente
Água (fase vapor)
Outros gases e vapores contaminantes
Tratamento do Ar Comprimido
• Gases próprios de sua composição (N, O, H, etc..)
• Pó fino do ambiente
• Água (fase liquida)
• Outros gases e vapores
• Contaminantes semi-líquidos
• Óleo de lubrificação do compressor
Partículas do desgaste do compressor
Oxidação da rede (tubo galvanizado)
Tratamento do Ar Comprimido
PROBLEMAS NAS INSTALAÇÕES

Corrosão nas tubulações metálicas


Projeção de gotas (óleo) nas instalações
de pintura.
Oxidação e desgaste nos componentes e
ferramentas e componentes pneumáticos
Tratamento do Ar Comprimido
Secagem por Absorção (Deliqüescente)

Absorção (da umidade) - processo químico


tipo deliqüescente: Determinada substância
química (liquida ou sólida), altamente
higroscópica, incorpora massa de água
formando uma terceira substancia como
resíduo que deve ser descartado e
substituído/completado ao final de cada
ciclo. (por exemplo: sais a base de Lítio,
Cálcio) Obs: Fornece ponto de orvalho
pressurizado a temperatura geralmente
positiva (ºC)
As principais substâncias utilizadas são:
Cloreto de cálcio, cloreto de lítio e dry-o-lite. comentar sobre o processo de secagem
Com a conseqüente diluição das substâncias, é necessária a reposição regular, caso contrário o
processo torna-se deficiente .
Secagem por Adsorção Dessecante
Adsorção (da umidade) - processo
físico: Determinada substância,
altamente higroscópica, incorpora
massa de água sem combinar-se.
Quando saturada, um ciclo de
regeneração de sua capacidade é
acionado, enquanto outra torre do
mesmo tamanho dá continuidade ao
processo de remoção da umidade (por
exemplo: sílica-gel, alumina ativada,
peneira molecular) Obs: Fornece
ponto de orvalho pressurizado a
temperatura negativa (ºC)
È a fixação das moléculas de um absorvato na superfície de um absorvente geralmente poroso e
granulado, ou seja, o processo deposita moléculas (es. Água) na superfície de outra substância,
geralmente sólida (es. SiO2).
Este processo também é conhecido como secagem física, porém os detalhes são desconhecidos. È
admitido com teoria que na superfície dos corpos sólidos existem forças desbalanceadas,
influenciando moléculas líquidas e gasosas através de sua força de atração.
Secagem por Adsorção Dessecante
Secagem por Adsorção Dessecante
Secagem por Adsorção Dessecante
Secagem por Refrigeração

Refrigeração (da mistura) : Um ciclo


frigorífico mantém constantemente uma
superfície gelada (na forma de trocador de
calor) por onde escoa o fluxo da mistura.
A mistura então, satura-se a baixa
temperatura e a seguir expurgada para fora
do equipamento.
Obs: Fornece ponto de orvalho
pressurizado a temperatura positiva (ºC)
Secagem por Refrigeração
Secagem por Refrigeração
Resfriador Posterior (Aftercooler)

Também conhecido como aftercooler, é instalado logo após o compressor, sendo que em alguns casos o mesmo já vem
incorporado ao mesmo.O processo de compressão gera um aumento de temperatura que aliado ao atrito interno das
partes móveis do compressor pode elevar a temperatura do ar que está sendo comprimido para valores de até 130°C,
justificando assim a utilização de um resfriador. O resfriador nada mais é que um trocador de calor resfriado a água ou
ar. No processo de resfriamento é gerado condensado que então é eliminado em um separador de condensado (por
centrifugação ou expansão). O separador de condensado é acoplado ou embutido dentro do resfriador.
Em resumo, as finalidades do resfriador são:
a) Reduzir a temperatura do ar comprimido que sai do compressor, condensando assim até 70% da água presente no ar
comprimido.
b) Eliminar o condensado formado através de um separador de condensado acoplado ao mesmo.mesmo e assim
eliminar o condensado formado.
Resfriador Posterior (Aftercooler)
Resfriador Posterior (Aftercooler)
Reservatório de Ar Comprimido
1- Manômetro de indicador
de Pressão
2- Válvula de Segurança

3- Dreno Automático
4- Escotilha de inspeção
Também conhecido como vaso pulmão ou
acumulador , serve para armazenar o ar
comprimido gerado, garantindo assim uma
reserva em caso de alguma emergência no sistema,
e ajudando a manter uma pressão estabilizada na
linha. Pode ser vertical (mais comum nas grandes
capacidades) ou horizontal (mais comum nas
pequenas capacidades). Em alguns casos possui
internamente um sistema de separação de
condensado, que ajuda a remover eventuais
condensados que ainda possam estar presentes na
linha de ar comprimido
Dreno de Reservatório

Purgador (dreno):
Do tipo bóia , termodinâmico , eletrônico temporizado , eletrônico por
sensor de nível ou manual , servem para drenar da linha de ar
comprimido o condensado formado durante a trajetória do mesmo pela
tubulação.
Filtro de Ar Comprimido

Servem para remover contaminantes presentes ou gerados


na linha de ar comprimido, tais como óleo, água
condensada, partículas sólidas, odores, vírus e bactérias.
São disponíveis com diversos tipos de acessórios
(indicadores de saturação do elemento filtrante, dreno de
condensados automático ou manual, visor lateral de
liquido) e tipos de elementos filtrantes (sinterizados,
oalescentes, carvão ativo e esterilizantes)
Qualidade do Ar comprimido
Rede de Distribuição de Ar
REDE DE DISTRIBUIÇÃO

Seu dimensionamento depende de:


 Consumo de AR da instalação

 Distância a percorrer

 Pressão de trabalho

 Queda de pressão no sistema (max. 0,1 bar)

 Pontos de estrangulamentos na rede

 Velocidade do AR na tubulação
Rede de Distribuição de Ar
TUBULAÇÃO DE AR COMPRIMIDO
Rede de Distribuição de Ar
Rede de Distribuição de Ar
Rede de Distribuição de Ar
Rede de Distribuição de Ar
TRANSAIR
Rede de Distribuição de Ar
TRANSAIR

• O tubo de alumínio TRANSAIR garante uma total


ausência de oxidação.
• O tubo de alumínio TRANSAIR apresenta uma
superfície interna lisa garantindo uma distribuição
de um ar com menor queda de pressão.
• O tubo de alumínio TRANSAIR, não formando
óxidos, propicia uma vida útil maior dos
equipamentos, bem como maior intervalos entre
as trocas de elementos filtrantes.
Rede de Distribuição de Ar
Vazamentos de Ar comprimido

1kgfcm² = 14.22PSI

85PSI = 5.97kgfcm²
RECOMENDADO PARA INSTALAÇÕES COM
CONSUMO CONSTANTE

COMPRESSOR RESFRIADOR DRENO RESERVATÓRIO SECADOR


RECOMENDADO PARA INSTALAÇÕES COM
CONSUMO VARIÁVEL

COMPRESSOR RESFRIADOR DRENO SECADOR RESERVATÓRIO


UNIDADE DE TRATAMENTO DO AR
UNIDADE DE TRATAMENTO DO AR
•Estas unidades são instaladas na linha de Alimentação de
um circuito, abastecendo-o com ar
livre de umidade, impurezas, lubrificado e regulado
com a pressão requerida.
•Possuem elementos filtrantes de 5, 25 e 50 u.,
sílica, carvão ativado e submicrônicos ou
coalescentes ( sólidos de < 0,01 u)
•Reguladores de pressão de 0 a 2,5 bar, 0 a 10 bar,
0 a 4 bar, 0 a 16 bar e reguladores de pressão
proporcional
•Válvulas de Pressurização Progressiva
•Drenagens manual, semi-automática e automática
por flutuador (bóia) externo, interno e temporizado
DRENO AUTOMÁTICO INTERNO TIPO BÓIA
FILTRO-REGULADOR DE PRESSÃO
LUBRIFICADOR
Névoa de óleo + ar
sobre pressão

P2
UNIDADE DE TRATAMENTO DO AR COM
OPCIONAIS

Válvula de
Regulador de pressurização Válvula de
pressão e descarga presurização
progressiva

Brida
intermediária

Pressostato

Válvula de corte Lubrificador


descarga

Filtro
SIMBOLOGIA DE TRATAMENTO DO AR
REGULADORES E FILTRO-REGULADORES
DE PRESSÃO PARA INSTRUMENTAÇÃO
FILTROS
Filtro
Filtro de línha Filtro de línha Filtro Filtro Carvão ativado
50 microns 5 microns silicagel Submicrônico (Opcional
(Coalescente) silicagel)
FILTROS

Capacidade de Capacidade de Capacidade de separação:


separação: sólidos separação: sólidos sólidos maiores que 0,01 micron
maiores que 50 microns maiores que 5 microns

Capacidade para separar Capacidade para separar Capacidade de adsorção Queda de pressão: Queda de pressão
condensados através do condensados através do de umidade residual - 0,07 bar com elemento novo à 6 bar: 0.1 bar
efeito ciclônico produzido efeito ciclônico produzido contida no ar comprimido - 0,3 bar com elemento saturado
no interior do copo no interior do copo

Possibilidade de Possibilidade de ---------------------------------- Possibilidade de incorporar Drenagem manual


incorporar drenos incorporar drenos drenos automáticos
automáticos automáticos

Temp. Max: 60°C Temp. Max: 60°C Temp. Max: 60°C Temp. Max: 50°C Temp: 15 – 50°C
Pressão maxima: 10 bar Pressão máxima: 10 bar Pressão máxima: 10 bar Presão máxima: 10 bar Presão máxima: 10
bar

Queda de pressão Cor do material carga Poder filtrante: 99.999% Óleo residual:
máxima admissivel no nova Azul 0.001mg/m3
filtro saturado: 1 bar Cor do material
saturarado: Rosado

Montar na entrada do Instalar logo após de um Instalar logo após de um Instalarar logo após de um filtro Instalar logo após de
equipamento consumidor filtro de 50 microns filtro de 5 microns de 5 microns um filtro
submicrônico