Você está na página 1de 10

Teste 1 – 11Q – 2020/2021

Duração: 90 min.

NOME _____________________________________________________ Turma __________ Número _________

Consulte a Tabela Periódica, a tabela de constantes e o formulário sempre que necessário.


Nos itens de escolha múltipla selecione a letra da única opção que permite obter uma afirmação correta
ou que responda corretamente à questão formulada.
Nos itens de construção que envolvam cálculos numéricos é obrigatório apresentar todas as etapas de
resolução.
Junto de cada item, entre parênteses, apresenta-se a respetiva cotação.

GRUPO I

Na produção do vinho, os açúcares da uva, como a glicose, C6 H12 O6 (𝑀 = 180,2 g mol−1 ),


transformam-se em etanol, CH3 CH2 OH (𝑀 = 46,07 g mol−1 ), e dióxido de carbono, CO2 , num
processo bioquímico designado por fermentação alcoólica. A equação química que traduz esse
processo é a seguinte:
(𝐈) C6 H12 O6 (aq) ⟶ 2 CH3 CH2 OH (aq) + 2 CO2 (g)

Já a produção do vinagre de vinho, ocorre por oxidação do etanol presente no vinho, num processo
designado por fermentação acética, de acordo com a equação química:
(𝐈𝐈) CH3 CH2 OH (aq) + O2 (g) ⟶ CH3 COOH (aq) + H2 O (ℓ)

1. (10p) No que à fermentação alcoólica diz respeito, a quantidade de matéria máxima de etanol
que se pode obter pode ser representada pela expressão:
(A) 𝑛(CH3 CH2 OH) = 2 mol
(B) 𝑛(CH3 CH2 OH) = 𝑛(C6 H12 O6 ) − 𝑛(CO2 )
(C) 𝑛(CH3 CH2 OH) = 2 × 𝑛(C6 H12 O6 )
(D) 𝑛(CH3 CH2 OH) = ½ × 𝑛(C6 H12 O6 )

2. (10p) No laboratório, preparou-se uma solução dissolvendo 5,00 gramas de glicose com 18% de
impurezas inertes, obtendo-se 200 cm3 de solução que foi submetida a um processo de
fermentação alcoólica.
Determine o volume de dióxido de carbono libertado, nas condições normais de pressão e de
temperatura, considerando que a reação ocorrida foi completa.

Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 1


3. (10p) Admita que, em determinadas condições, o rendimento da reação (II) é 65%. A
quantidade de matéria de O2 que tem de estar disponível para que se possa obter, na prática,
15,0 g de CH3 COOH (𝑀 = 60,06 g mol−1 ) é:
(A) 0,250 mol.
(B) 0,384 mol.
(C) 0,163 mol.
(D) 0,413 mol.

4. (10p) Considere que, numa garrafa, 1,00 litro de vinho com teor alcoólico de 14% (𝑉/𝑉)
ficou exposto ao ar tendo-se formado 1 litro de vinagre de vinho de 5° de acidez. Note que o
grau de acidez de um vinagre é expresso em termos da massa de ácido acético, CH3 COOH
(𝑀 = 60,06 g mol−1 ), em gramas, dissolvida em 100 cm3 desse vinagre. Considere etanol =
= 0,79 g cm−3 e vinagre = 1,00 g cm−3 .

Determine o rendimento da reação de fermentação acética referida.

GRUPO II

O hidrato de cloral, Cℓ3 CCH(OH)2 , é uma substância no tratamento da insónia devido às suas
propriedades sedativas. Esta substância é produzida pela reação do cloral com a água.

O cloral, C2 Cℓ3 OH, por sua vez, pode ser sintetizado pela reação do etanol, C2 H5 OH, com o gás
cloro, Cℓ2 (𝑀 = 70,90 g mol−1 ) originando também como produto o cloreto de hidrogénio, HCℓ.
(𝐈) 4 Cℓ2 (g) + CH3 CH2 OH (ℓ) ⟶ C2 Cℓ3 OH (ℓ) + 5 HCℓ (g)

Um outro método para obtenção do cloral recorre à reação do etanal, CH3 CHO
(𝑀 = 44,05 g mol−1 ), com o gás cloro, originando, também como produto da reação o gás cloreto
de hidrogénio.
(𝐈𝐈) 3 Cℓ2 (g) + CH3 CHO (ℓ) ⟶ C2 Cℓ3 OH (ℓ) + 3 HCℓ (g)

1. (10p) Um dos objetivos da «química verde» é maximizar a economia atómica e prevenir a


formação de resíduos indesejáveis.
Comparando as reações apresentadas para a síntese do cloral, pode concluir-se que a reação:
(A) (𝐈) é menos favorável do ponto de vista da economia atómica, dando origem à formação
de maior quantidade de resíduos.
(B) (𝐈𝐈) é menos favorável do ponto de vista da economia atómica, dando origem à formação
de maior quantidade de resíduos.
(C) (𝐈) é menos favorável do ponto de vista da economia atómica, dando origem à formação
de menor quantidade de resíduos.
(D) (𝐈𝐈) menos favorável do ponto de vista da economia atómica, dando origem à formação de
menor quantidade de resíduos.

2 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q


2. (10p) Num reator introduziram-se 10,2 dm3 de Cℓ2 e 0,30 mol de etanol, em determinadas
condições de pressão e temperatura. Nestas condições, o volume molar de um gás é
13,6 dm3 mol−1 . Indique, justificando, o reagente limitante.

3. (10p) Partindo do mesmo volume de gás cloro para os dois processos apresentados para a
síntese de cloral, conclui-se que:
𝑉 (HCℓ libertado em 𝐈) 4
(A) =
𝑉 (HCℓ libertado em 𝐈𝐈) 5
𝑉 (HCℓ libertado em 𝐈) 5
(B) =
𝑉 (HCℓ libertado em 𝐈𝐈) 4
3
(C) 𝑉 (HCℓ libertado em 𝐈) = × 𝑉 (HCℓ libertado em 𝐈𝐈)
5
5
(D) 𝑉 (HCℓ libertado em 𝐈) = × 𝑉 (HCℓ libertado em 𝐈𝐈)
3

4. (10p) Sabendo que 5,0 gramas de etanal reagiram completamente com cloro em excesso,
determine a massa total de produtos formados nesta reação.

GRUPO III

O hidrogénio molecular, H2, e o iodo molecular, I2, reagem de acordo com a seguinte equação
química, trocando com o exterior 26 kJ de energia por cada mole de HI que se forma.
H2 (g) + I2 (g) ⇌ 2 HI (g) ∆𝐻 < 0

Tal como esquematizado de seguida, em 5 reatores distintos, foram introduzidos, à temperatura 𝑇,


determinadas quantidades de H2 e de I2 que alcançaram o equilíbrio com as concentrações
indicadas abaixo.
Reator 1 Reator 2 Reator 3 Reator 4 Reator 5
𝟏, 𝟎 𝐋 𝟏, 𝟎 𝐋 𝟏, 𝟎 𝐋 𝟏, 𝟎 𝐋 𝟏, 𝟎 𝐋
𝒄𝐞𝐪 𝐦𝐨𝐥 𝐝𝐦−𝟑 𝒄𝐞𝐪 𝐦𝐨𝐥 𝐝𝐦−𝟑 𝒄𝐞𝐪 𝐦𝐨𝐥 𝐝𝐦−𝟑 𝒄𝐞𝐪 𝐦𝐨𝐥 𝐝𝐦−𝟑 𝒄𝐞𝐪 𝐦𝐨𝐥 𝐝𝐦−𝟑
H2 1,0 H2 1,0 H2 1,0 H2 1,0 H2 1,0
I2 0,50 I2 0,60 I2 0,70 I2 0,80 I2 0,90
HI ? HI ? HI ? HI ? HI ?

Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 3


No gráfico seguinte estão registados os valores da concentração de HI e de I2 presentes nos
diferentes reatores após se atingir o equilíbrio químico.

1. (10p) Determine a constante de equilíbrio para esta reação a partir do declive da reta de ajuste
apresentada no gráfico.

2. (10p) A partir do momento em que o equilíbrio é atingido:


(A) as reações direta e inversa continuam a ocorrer.
(B) a velocidade da reação direta é superior à velocidade da reação inversa.
(C) as reações direta e inversa deixam de ocorrer.
(D) a velocidade da reação direta é inferior à velocidade da reação inversa.

3. (10p) Conclua, justificando, qual é o efeito na quantidade de H2 (g) provocado por um aumento
da temperatura do sistema.

4. (10p) Quando se provoca um aumento da pressão do sistema em equilíbrio, a temperatura


constante:
(A) o equilíbrio não sofre alteração.
(B) a formação de HI é favorecida.
(C) a decomposição de HI é favorecida.
(D) o consumo de H2 e de I2 é favorecido.

4 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q


GRUPO IV

Os óxidos de enxofre, SO2 e SO3 , são dois dos constituintes minoritários da atmosfera terrestre,
sendo dos principais intervenientes na formação das chuvas ácidas.

Em determinadas condições, o trióxido de enxofre pode decompor-se em dióxido de enxofre e


dioxigénio de acordo com a equação seguinte:
2 SO3 (g) ⇌ 2 SO2 (g) + O2 (g)

Num reator de 5 litros de capacidade, a uma determinada temperatura, 𝑇, e a pressão constante,


introduziu-se SO3 e O2 (𝐾c = 5,2 à temperatura 𝑇). No instante 𝑡1 encontrava-se no reator uma
mistura de 9 mol de SO3, 5 mol de SO2 e 5 mol de O2 .

Sabe-se ainda que a formação de SO3 (g) a partir de SO2 (g) e O2 (g) é uma reação exotérmica.

1. (10p) Escreva a expressão do quociente da reação, 𝑄c , e apresente o seu valor no instante 𝑡1 .

2. (10p) Indique, justificando, se o sistema atingiu o equilíbrio químico no instante 𝑡1 . Caso o


equilíbrio químico não tenha sido atingido, indique qual é a reação, direta ou inversa, que é
favorecida.

3. (10p) Neste sistema reacional, a decomposição de SO3 (g) pode ser favorecida:
(A) pela diminuição da temperatura e pelo aumento da pressão.
(B) pela diminuição da temperatura e da pressão.
(C) pelo aumento da temperatura e da pressão.
(D) pelo aumento da temperatura e pela diminuição da pressão.

4. (10p) O gráfico seguinte evidencia um estado de equilíbrio do sistema reacional anterior sobre o
qual foi efetuada uma perturbação que levou ao estabelecimento de um novo equilíbrio
químico.

Selecione a opção que identifica corretamente as espécies intervenientes neste equilíbrio.


(A) I – SO3 (g); II – SO2 (g); III – O2 (g).
(B) I – SO2 (g); II – SO3 (g); III – O2 (g).
(C) I – O2 (g); II – SO3 (g); III – SO2 (g).
(D) I – O2 (g); II – SO2 (g); III – SO3 (g).

Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 5


GRUPO V

Soluções de iões ferro(III), Fe3+ (aq), de cor amarela e de iões tiocianato, SCN− (aq), incolores,
reagem entre si originando uma solução de cor vermelha muito intensa. A reação que representa o
equilíbrio químico estabelecido é a seguinte:
Fe3+ (aq) + SCN− (aq) ⇌ [Fe(SCN)]2+ (aq)

1. Os sais de ferro, como Fe(OH)3, são pouco solúveis em água, ao contrário dos sais de sódio, que
são muito solúveis.
1.1 (10p) À temperatura T é adicionado hidróxido de sódio, NaOH, à solução. Indique qual é o
efeito imediato na concentração de Fe3+ e compare, qualitativamente, o valor do
quociente da reação com o da respetiva constante de equilíbrio.
1.2 (10p) A adição de NaOH à solução favorece a reação direta ou a reação inversa? Indique
qual será a evidência experimental dessa evolução.

2. A solução obtida de [Fe(SCN)]2+ foi distribuída igualmente por três tubos de ensaio (1, 2 e 3).
Para estudar o efeito da concentração no equilíbrio, a dois dos tubos adicionou-se um reagente
sólido, solúvel na solução, e registaram-se as seguintes observações:

Os reagentes sólidos disponíveis eram: NaCℓ, NaOH, NaSCN e AgNO3 .


Algumas das substâncias disponíveis, ao serem adicionadas à mistura, provocam a formação de
Fe(OH)3 (s), AgSCN (s) ou do ião complexo FeCℓ4 − (aq).
2.1 (10p) Dos reagentes adicionados, o reagente (a) pode ter sido … e o reagente (b) …
(A) NaOH … NaSCN.
(B) NaOH … AgNO3 .
(C) NaSCN … NaOH.
(D) AgNO3 … NaOH.
2.2 (10p) O equilíbrio inicial foi perturbado por adição de NaCℓ à mistura, sem alteração de
temperatura. Justifique o efeito desta adição na concentração dos iões Fe3+ e,
consequentemente, na dos iões SCN− e [Fe(SCN)]2+ no novo equilíbrio, quando
comparadas com a concentração dos mesmos iões no equilíbrio inicial.

6 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q


Critérios específicos de classificação do Teste 1

GRUPO I
1. (C) ---------------------------------------------------------------------------------------------------------- 10 pontos
2. ---------------------------------------------------------------------------------------- (2 + 2 + 2 + 2 + 2) 10 pontos
Elementos de resposta:
A) Determinação da massa de glicose livre de impurezas:
𝑚(C6 H12 O6 ) = 5,00 × 0,82 = 4,10 g.
B) Determinação da quantidade de matéria de glicose:
4,10
𝑛(C6 H12 O6 ) = mol = 0,0228 mol.
180,2

C) Estabelecimento da relação estequiométrica:


1
1 C6 H12 O6 ∶ 2 CO2 ou 𝑛(C6 H12 O6 ) = 𝑛(CO2 ).
2

D) Determinação da quantidade de matéria de dióxido de carbono:


𝑛(CO2 ) = 2 × 0,0228 = 0,0456 mol.
E) Determinação do volume de dióxido de carbono:
𝑉(CO2 ) = 0,0456 × 22,4 = 1,02 dm3 .
3. (B) ---------------------------------------------------------------------------------------------------------- 10 pontos
4. ---------------------------------------------------------------------------------------- (2 + 2 + 2 + 2 + 2) 10 pontos
Elementos de resposta:
A) Determinação do volume de etanol:
𝑉(CH3 CH2 OH) = 1,00 × 0,14 = 0,140 dm3 = 140 cm3 .
B) Determinação da quantidade de matéria de etanol:
𝑚 𝜌𝑉 0,79×140
𝑛(CH6 CH2 OH) = = = = 2,41 mol.
𝑀 𝑀 46,07

C) Determinação da quantidade de matéria de ácido acético:


𝑚 50,0
𝑛(CH3 COOH) = = = 0,833 mol.
𝑀 60,06

D) Estabelecimento da relação estequiométrica:


1 CH3 CH2 OH ∶ 1 CH3 COOH OU 𝑛(CH3 CH2 OH) = 𝑛(CH3 COOH).
0,833
E) Cálculo do rendimento da reação:  = × 100% = 34,6%.
2,41

Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 1


GRUPO II
1. (A) ---------------------------------------------------------------------------------------------------------- 10 pontos
2. ------------------------------------------------------------------------------------------------------ (3 + 7) 10 pontos
Elementos de resposta:
10,2
A) Determinação da quantidade de matéria de cloro: 𝑛(Cℓ2 ) = = 0,75 mol.
13,6

B) Conclusão: [pela estequiometria da reação] a quantidade de matéria de Cℓ2 deve


ser 4 vezes a quantidade de matéria de CH3 CH2 OH [para que nenhum reagente se
encontre em excesso, pois a relação estequiométrica é de 4 ∶ 1]. Como a
quantidade de cloro utilizada (0,75 mol) é inferior à quantidade necessária para
fazer reagir completamente 0,30 mol de etanol (4 × 0,30 = 1,20 mol),
conclui-se que o cloro é o reagente limitante.
3. (B) ---------------------------------------------------------------------------------------------------------- 10 pontos
4. ---------------------------------------------------------------------------------------- (2 + 2 + 2 + 2 + 2) 10 pontos
Elementos de resposta:
A) Determinação da quantidade de matéria de etanal:
5,0
𝑛(CH3 CHO) = = 0,11 mol.
44,05

B) Estabelecimento da relação estequiométrica:


1 CH3 CHO ∶ 3 Cℓ2 OU 3 𝑛(CH3 CHO) = 𝑛(Cℓ2 ).
C) Determinação da quantidade de matéria de cloro:
𝑛(Cℓ2 ) = 3 × 0,11 = 0,33 mol.
D) Determinação da massa de cloro:
𝑚(Cℓ2 ) = 0,33 × 70,90 = 23,4 g.
E) Conclusão: [pela Lei de Lavoisier] massa total de produtos formados é igual à
massa total de reagentes consumidos = 23,4 + 5,0 = 28,4 g.

GRUPO III
1. --------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 10 pontos
Constante de equilíbrio, 𝐾c , à temperatura referida: 50,6.
50,6
(Declive = 𝐾c × [H2 ]e ⇔ 𝐾c = )
1,0

2. (A) ---------------------------------------------------------------------------------------------------------- 10 pontos

2 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q


3. -------------------------------------------------------------------------------------------------- (2 + 4 + 4) 10 pontos
Elementos de resposta:
A) Identificação da reação de síntese de HI como exotérmica.
B) Referência a que, de acordo com o Princípio de Le Châtelier, um sistema químico
em equilíbrio, sujeito a alterações de temperatura, evolui de modo a contrariar
a perturbação que lhe foi imposta até atingir um novo estado de equilíbrio.
[Assim] com o aumento da temperatura do sistema, este evolui de modo a
contrariar esse aumento, favorecendo a reação inversa (endotérmica).
C) Conclusão: o aumento da temperatura do sistema em equilíbrio favorece a
reação inversa, aumentando a concentração de H2 (g) até se atingir outro
estado de equilíbrio.
4. (A) ---------------------------------------------------------------------------------------------------------- 10 pontos

GRUPO IV
1. ------------------------------------------------------------------------------------------------------ (5 + 5) 10 pontos
Elementos de resposta:
|SO2 |2 × |O2 |
A) Escrita da expressão do cálculo do quociente da reação: 𝑄c =
|SO3 |2

5 2 5
(5) × (5)
B) Determinação do valor de 𝑄c no instante 𝑡1 : 𝑄c = 9 2
= 0,31
(5)

2. ------------------------------------------------------------------------------------------------------ (4 + 6) 10 pontos
Elementos de resposta:
A) 𝑄c < 𝐾c . Portanto, o sistema não se encontra num estado de equilíbrio.
B) Como 𝑄c terá de aumentar para igualar o valor de 𝐾c , predomina a formação
dos produtos, ou seja, é favorecido o sentido direto da reação.
3. (B) ---------------------------------------------------------------------------------------------------------- 10 pontos
4. (C) ---------------------------------------------------------------------------------------------------------- 10 pontos

GRUPO V
1.1 ------------------------------------------------------------------------------------------------------ (5 + 5) 10 pontos
Elementos de resposta:
A) Indicação de que [Fe3+] diminui [pois reage com o OH − em solução].
B) Comparação do quociente da reação com a respetiva constante de equilíbrio:
𝑄c > 𝐾c

Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 3


1.2 ------------------------------------------------------------------------------------------------------ (5 + 5) 10 pontos
Elementos de resposta:
A) Indicação de que a adição da NaOH favorece a reação inversa.
B) Indicação de que a cor vermelha da solução fica menos intensa.
2.1 (C) ---------------------------------------------------------------------------------------------------------- 10 pontos
2.2 ---------------------------------------------------------------------------------------------- (4 + 2 + 2 +2) 10 pontos
Elementos de resposta:
A) A adição de NaCℓ provoca a reação entre o ião ferro(III) e o ião cloreto, para
formar o ião FeCℓ4 − : [Fe3+ (aq) + 4 Cℓ− (aq) ⇌ FeCℓ4 − (aq)]. Desta reação
resulta uma diminuição da concentração do ião Fe3+ na mistura: no novo
equilíbrio a concentração de Fe3+ é inferior à do mesmo ião no equilíbrio inicial.
B) De acordo com o Princípio de Le Châtelier, a diminuição da concentração de
Fe3+ [um reagente] favorece a reação inversa [ou seja, a formação de SCN− e o
consumo de [Fe(SCN)]2+ ].
C) A concentração de SCN− no novo equilíbrio é superior à do mesmo ião no
equilíbrio inicial.
D) A concentração de [Fe(SCN)]2+ no novo equilíbrio é inferior à do mesmo ião no
equilíbrio inicial.

4 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q

Você também pode gostar